Marina Baltazar Mattos

Mestranda (2019-2021) pelo Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários (pós.lit) da FALE/UFMG. Desenvolve a pesquisa "Truth, fiction: Poesia e Autobiografia em José Leonilson". Compõe o projeto de pesquisa "A poesia fora de si: outros espaços e novas textualidades no Brasil contemporâneo" (2016 - 2021). É licenciada em Letras pela FALE/UFMG (2018). Ao longo da graduação, foi bolsista de Iniciação Científica e participou do projeto de pesquisa "O escritor estrangeiro no Brasil: vestígios de passagem" (2014 - 2016). É revisora dos Cadernos Benjaminianos desde 2014.

Informações coletadas do Lattes em 03/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Estudos Literários

2019 - Atual

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: Truth, fiction: Poesia e Autobiografia em José Leonilson,Orientador:
Gustavo Silveira Ribeiro.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em Letras - Português

2013 - 2018

Universidade Federal de Minas Gerais

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Extensão universitária em Hoje grafo no espaço. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2015 - 2015

Literatura e Música. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2015 - 2015

Festim na academia: encontros entre literatura e gastronomia. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2014 - 2014

Algumas abordagens teóricas para as obras Leite derramado de Chico Buarque. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BALTAZAR, Marina . XII SEVFALE. 2015. (Outro).

AVILA, M. C. A. ; BALTAZAR, Marina . Jornada Poéticas do Estranhamento. 2014. (Outro).

AVILA, M. C. A. ; BALTAZAR, Marina . Jornada Poéticas do Estranhamento. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Congresso Nacional Universidade, EAD e Software Livre: UEADSL 2018.1. Eu organizo o movimento: a cadência da canção de Caetano Veloso nos movimentos sociais brasileiros.. 2018. (Congresso).

XXIV SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Correspondências: o "entre-lugar" da comunicação. 2015. (Exposição).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Myriam Correa de Araujo Avila

O escritor estrangeiro no Brasil; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Myriam Correa de Araujo Avila;

Gustavo Silveira Ribeiro

Truth, fiction: poesia e autobiografia em José Leonilson; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Gustavo Silveira Ribeiro

Poesia e autobiografia em José Leonilson; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Gustavo Silveira Ribeiro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BALTAZAR, Marina . Mais espesso que a água: a fugacidade da poética de Luis Quintais. Tamanha Poesia , v. 2, p. 30-39, 2017.

  • BALTAZAR, Marina . O poema, no seu lugar pôr uma paisagem: as películas de Luís Miguel Nava. Tamanha Poesia , v. 1, p. 63-71, 2016.

  • BALTAZAR, Marina ; GABINO, Laura . Eu organizo o movimento: a cadência da canção de Caetano Veloso nos movimentos sociais brasileiros.. In: Congresso Nacional Universidade, EAD e Software Livre: UEADSL 2018.1, 2018. Anais do Congresso Nacional Universidade, EAD e Software Livre, 2018. v. 1.

  • BALTAZAR, Marina . O poema - no seu lugar pôr uma paisagem: as películas de Luís Miguel Nava. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • BALTAZAR, Marina . Correspondências: o 'entre-lugar' da comunicação. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BALTAZAR, Marina . O escritor estrangeiro no Acervo de Escritores Mineiros. 2016. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    A poesia fora de si: outros espaços e novas textualidades no Brasil contemporâneo, Descrição: Uma série crescente de reflexões no campo teórico do presente vem tentando construir uma elaboração conceitual demorada em torno ao fenômeno de transformação e questionamento dos sentidos e dos limites da noção tradicional de literatura, e da poesia em particular, que nessas novas abordagens e tentativas de compreensão tem recebido nomes como "literatura expandida" (PATO, 2012), "escrita fora de si" (KIFFER, 2014) e "Literatura posautónoma" (LUDMER, 2007), para citar apenas alguns exemplos. Todos esses conceitos apontam para um ponto em comum, que assim poderia ser sintetizado: uma das marcas da literatura contemporânea é, justa e paradoxalmente, a explosão mesma dos limites e das instâncias particulares da experiência literária, que agora - mais do que em outros momentos de contestação e movimento, como o período das vanguardas artísticas do início do século XX - vê seus domínios alargados e hibridizados, na medida em que passam a se consolidar, com bastante força, manifestações e gestos literários que se dão para além dos lugares e das formas de organização e intervenção convencionalmente associadas à poesia. Os suportes da coisa literária (a voz, o livro) coexistem agora com a performance, a instalação e as artes visuais; a palavra poética se espalha por outras artes e outros discursos, configurando-se a partir de outras e distintas demandas; a questão da forma, por fim, assume relevância fundamental, constituindo-se como elemento-chave para entender os novos problemas postos pela experiência literária em nossos dias, e no contexto poético brasileiro em particular. É diante desse cenário, desse universo no qual, segundo palavras do filósofo francês Jean-Luc Nancy "a própria poesia pode perfeitamente encontrar-se onde não existe propriamente poesia" (NANCY, 2005, p. 11; grifo do autor), que este projeto pretende atuar, procurando mapear, na produção brasileira do presente, os espaços outros de criação e inserção da literatura, bem como a emergência (na dupla acepção do termo) de novas textualidades e modos da poesia. Serão estudados pelo projeto autores como Carlito Azevedo, Ricardo Domeneck, Marília Garcia, Angélica Freitas, Alberto Pucheu Anitta Costa Malufe, Ricardo Aleixo, Guilherme Gontijo Flores, Eduardo Sterzi, Ricardo Corona e André Vallias, entre outros. Além deles, artistas plásticos e artistas multimídia como Nuno Ramos, Leila Danziger, Artur Bispo do Rosário, José Leonilson e Cao Guimarães.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Marina Baltazar Mattos - Integrante / Gustavo Silveira Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - 2016

    O escritor estrangeiro no Brasil: vestígios de passagem, Descrição: O projeto visa discutir a importância, para o meio literário brasileiro, das ocasionais visitas de escritores estrangeiros ao país nas seis primeiras décadas do século XX e associar a repercussão dessas visitas ao primeiro modernismo, ao período de consolidação da literatura modernista e aos movimentos que se seguiram a essa tendência. Para tanto, levantará vestígios, nos diários e correspondências de escritores brasileiros da primeira metade do século XX (incluindo o ano de 1960), da passagem pelo Brasil de escritores estrangeiros. São objetivos específicos do projeto verificar se a repercussão da vinda desses escritores muda após a consolidação do modernismo e observar a discrepância, se houver, da repercussão pública (imprensa, recepções, discursos) e aquela que se dá nos diários e correspondências.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marina Baltazar Mattos - Integrante / Myriam Correa de Araujo Avila - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional