Andréa Monte Alto Costa

Andréa Monte Alto Costa se formou em Biomedicina pela Uni-Rio (1991), fez o Mestrado em Morfologia pela UERJ (1994), o doutorado em Ciências (Biologia Celular e Tecidual) pela USP (com sanduíche em Lyon-França - Institut Pasteur e IBCP) (1999) e o Pós-doutorado na University of California - Los Angeles (UCLA) (2011). Atualmente é Professora Titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Sua linha de pesquisa principal é em reparo cutâneo. Ministra aulas de Histologia e Embriologia para a graduação em diversos cursos.

Informações coletadas do Lattes em 22/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências (Biologia Celular e Tecidual)

1995 - 1999

Universidade de São Paulo
Título: Contribuição ao estudo dos mecanismos envolvidos no reparo tissular: miofibroblastos e matriz extracelular
Telma Maria Tenório Zorn e Alexis Desmouliere. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: miofibroblasto; cicatriz hipertrófica; fibrose; reparo tissular; matriz extracelular.

Mestrado em Biologia Humana e Experimental

1993 - 1994

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: Estudo da distribuição da laminina e das fibras do sistema elástico em fígados fetais humanos,Ano de Obtenção: 1994
Luís Cristóvão de Moraes Sobrino Porto.Palavras-chave: matriz extracelular; fígado; desenvolvimento.

Especialização em Especialização Em Histologia e Embriologia

1992 - 1992

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Graduação em Ciências Biológicas

1987 - 1991

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Título: Contribuição ao estudo da vilosidade coriônica da placenta humana a termo

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2010 - 2011

Pós-Doutorado. , UCLA - Dept Molecular Cellular and DevelopmentalBiology, UCLA, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia/Especialidade: Histologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Citologia e Biologia Celular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Embriologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Simões, NP ; ALTOMARE, M ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Jornada ABRAFIDEF de Fisioterapia Dermatofuncional. 2015. (Congresso).

Monte-Alto-Costa, A. ; PORTO, L C . Simpósio de Reparo Tecidual. 2014. (Congresso).

Monte-Alto-Costa, A. . Simpósio de Reparo Tecidual. 2010. (Congresso).

MONTE-ALTO-COSTA, A . I Encontro de Mestres e Doutores em Biologia Humana e Experimental e Encerramento do Triênio na Área da CAPES. 2009. (Congresso).

COSTA, A M A ; PORTO, L C . Simpósio de Reparo Tecidual. 2008. (Congresso).

DESMOULIERE, A. ; TUCHWEBER, B. ; COSTA, A M A . Mechanisms involved in tissue repair and fibrosis: role of myofibroblast (differentiation and apoptosis). 1997. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Experiemental Biology 2015. Moderate Exercise Does Not Reverse Adverse Effects Of Stress On Cutaneous Wound Healing. 2015. (Congresso).

Experimental Biology 2014. Plasma rich in platelets use in experimental burn model of second and third degrees. 2014. (Congresso).

III Fórum da Câmara Técnica de Fisioterapia Dermato funcional.Reparo tecidual e a fisiterapia dermato funcional. 2014. (Simpósio).

XVII Meeting for Brazilian Society for Cell Biology. Beta adrenergic receptors, stress and fibroblasts. 2014. (Congresso).

11th World Congress on Inflammation. The role of psychological stress in cutaneous wound healing. 2013. (Congresso).

Experimental Biology 2013. Propranolol stimulates angiogenesis during healing of ischemic wounds. 2013. (Congresso).

Experimental Biology 2012. poster. 2012. (Congresso).

I Congresso Sul-Sudeste de Fisioterapia Dermato Funcional.Reparo Tecidual cutâneo normal e patológico. 2011. (Seminário).

I Simpósio de Histocompatibilidade e Criopreservação.Notch1 e adesão em células endoteliais. 2011. (Simpósio).

Experimental Biology 2010. poster. 2010. (Congresso).

Meeting of the Brazilian Society for Cell Biology. Teaching cell and tissue biology: the evolution of teaching methods. 2010. (Congresso).

5th Joint Meeting of European Tissue Repair Society and Wound Healing Society. The supplementation with different edible oils on cutaneous wound healing e Effects of propranolol administration on wound jhealing of diabetic cutaneous wounds. 2009. (Congresso).

Experimental Biology 2009. A new complementary activity to teaching histology. 2009. (Congresso).

II Curso/Simpósio "Inflamação, Estresse oxidativo e câncer".Reparo cutâneo: inflamação e ciclooxigenases. 2009. (Simpósio).

XVIII Congresso Brasileiro de Fisioterapia. Pós-operatório de cirurgias plásticas estáticas: reparo tecidual e atuação da fisioterapia (Curso pre-congresso). 2009. (Congresso).

I Curso/Simpósio sobre Inflamação, Estresse Oxidativo e Reparo.Bases do Reparo Tecidual. 2008. (Simpósio).

I Simpósio de Reparo Tecidual.Participação do óxido nítrico no reparo tecidual cutâneo. 2008. (Simpósio).

XIV Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular. Listados na produção bibliográfica (resumos em anais de eventos). 2008. (Congresso).

XIV Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular. Tissue Repair. 2008. (Congresso).

Annual Meeting of European Tissue Repair Society. High-fat diet delays cutaneous wound healing. 2005. (Congresso).

Annual Meeting of European Tissue Repair Society. High-fat diet delays rat cutaneous wound healing. 2005. (Congresso).

Tissue Repair and wound healing - EUROCONFERENCES. Apresentação Oral (Sympathetic denervation accelarates wound healing but delays re-epithelialization). 2005. (Congresso).

XX Reunião Anual da FeSBE. Diversos listados em produção bibliográfica. 2005. (Congresso).

Semana de Iniciação Científica.Apresentação de dois trabalhos - poster. 2004. (Outra).

XII Congress of the Brazilian Society for Cell Biology. Palestra (Elastic system in cutaneous tissue repair). 2004. (Congresso).

XII Congress of the Brazilian Society for Cell Biology. Apresentação de três trabalhos (poster). 2004. (Congresso).

13th Annual Meeting of ETRS. Apresentação Oral (Smoke exposure affects differently wound contraction in mice strains). 2003. (Congresso).

13th Annual Meeting of ETRS. Apresentação Oral (Intra-lesional corticosteroids injection before surgery facilitates keloid excision). 2003. (Congresso).

ETRS Focus Meeting. Palestra (Elastic system in hypertrophic scars and keloids). 2002. (Congresso).

11th ETRS annual Meeting. Apresentação Oral (S-100 Protein expression in hypertrophic scars and keloids: a quantitative study). 2001. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Luana Graziella Bandeira

Monte-Alto-Costa, A.; LANZETTI, MANUELLA;MENCALHA, ANDRE LUIZ. Ácido cafeico fenetil éster melhora o reparo de úlceras de pressão em camundongo. 2017. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Marcella Tavares Ferreira

Monte-Alto-Costa, A.; P B de Souza;MENCALHA, ANDRE LUIZ. Microambiente tumoral: papel da matriz de melanoma na ativação de fibroblastos humanos. 2016. Dissertação (Mestrado em Biologia (Biociências Nucleares)) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Thatiana Luiza Assis de Brito Carvalho

MONTE-ALTO-COSTA, A; Romana-Souza, Bruna; SILVA, M. R. E.. Papel dos receptores beta-adrenérgicos no reparo cutâneo de lesões crônicas em camundongos: modelo não invasivo de lesão por isquemia e reperfusão. 2014. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Stephany Cares Huber

MONTE-ALTO-COSTA, A; ANNICHINO-BIZZACCHI, J.; VELHO, P. F.. Avaliação da ação do uso tópico de heparina encapsulada em nanopatículas poliméricas recobertas com quitosana em modelo de úlcera de pele em ratos. 2013. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Amanda Santos Franco da Silva Abe

Monte-Alto-Costa, A.. Ação da zinco (II)ftalocianina livre ou encapsulada em nanopart[iculas de poli-e-caprolactona internalizadas por macrófagos peritoneais. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Anna Carline de Carvalho Graça

MONTE-ALTO-COSTA, A; Fernandez, JL. Tabaco e álcool durante a adolescência: efeitos na memória e aprendizado e no sistema colinérgico central. 2012. Dissertação (Mestrado em Biologia (Biociências Nucleares)) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Davidson Furtado Dias

SILVA, P.; VALENCA, S. S.;MONTE-ALTO-COSTA, A. Avaliação do papel do óxido nítrico no comprometimento da função pulmonar e hiper-reatividade das vias aéreas em camundongos estimulados com sílica. 2012. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Ana Carla Balthar Bandeira

Monte-Alto-Costa, A.. Participação do propranolol no reparo de lesões isquêmicas cutâneas em ratos. 2012. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Tatiana Almeida Pádua

MONTE-ALTO-COSTA, ACARNEIRO, SC; ROSAS< EC. Efeitos de três estatinas sobre o reparo tecidual cutâneo em ratos. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: André Luiz Nunes Freitas

Lisboa, PC; Pinto, LFR;MONTE-ALTO-COSTA, A. Curso temporal da exposição à nicotina durante a lactação no sistema colinérgico cerebral de ratos. 2010. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Isabele Bringhenti Sarmento

AGUILA, M B;MONTE-ALTO-COSTA, A; Rosa, G. A ingestão precoce de dieta enriquecida com óleo de peixe reverte alterações bioquímicas, hepáticas e do tecido adiposo na prole de camundongos submetidos à restrição protéica. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Roberta Olmo Pinheiro

Pereira, MCS; Pinheiro,R O;MONTE-ALTO-COSTA, A. Mycobacterium leprae e efeito do TNF alfa na ativação de células de Schwan humanas. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Camile Feitoza França

MONTE-ALTO-COSTA, A. Efeitos da suplementação de riboflavina nos fatores de risco do acidente vascular encefálico em ratos espontaneamente hipertensos com propensão à isquemia cerebral. 2010. Dissertação (Mestrado em Neurologia) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Marcela Otranto

MONTE-ALTO-COSTA, A; AGUILA, M B; GITIRANA, Lycia de Brito. Efeitos da suplementação com diferentes óleos comestíveis sobre o reparo tecidual cutâneo. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Jeanine Salles dos Santos

MONTEALTOCOSTA, A; Silva, P M R. Efeitos de drogas anti-inflamatórias não-esteróides no reparo tecidual cutâneo. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Bruno Giorno

Silva, M A G;MONTEALTOCOSTA, A; Silva, M H P. Estudo in vivo da biocompatibilidade de hidroxiapatitas modificads com zinco ou chumbo em comparação com a hidroxiapatita invertida. 2009. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Monique Corrêa Santos Gutierrez

Abreu-Villaça, A;MONTEALTOCOSTA, A; Kubrusly, R. Ansiedade determina o consumo de nicotina em camundongos C57BL/6 previamente expostos a nicotina durante a adolescência?. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: tatiana Paula Teixeira Ferreira

Silva, P M R; Rocco, P R M;MONTEALTOCOSTA, A. Efeito do tratamento com a proteína IL-13PE sobre a inflamação pulmonar induzida por partículas de sílica em camundongos. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Fernanda Gurgel Zogaib

MONTEALTOCOSTA, AAMADEU, T. P.; Fortes, M S R. Inflência do exercício de diferentes intensidades no reparo tecidual cutâneo de camundongos. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Ana Heloísa de Medeiros

COSTA, A; Gustavo Adolpho de Carvalho; Frank Tenorio de Almeida Costa. Efeitos da exposição à nicotina e/ou etanol na memória/aprendizado de camundongos C57BL/6 adolescentes. 2008. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Mariane Altomare

COSTA, AMA; Maria Silvia Mariani Pires de Campos; Mario Bernardo Filho. Efeitos do ultra-som terapêutico no reparo tecidual cutâneo de ratos. 2008. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Rafael Braga Petito

MONTEALTOCOSTA, A; WAGHABI, M. C.; ANTUNES, Sérgio Luiz Gomes. Estudo dos efeitos do Mycobacterium leprae, seus componentes lipídicos e do TGF beta 1 nas laterações da matriz extracelular normal. 2008. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Juliana Fernandes Cardoso

Mendes, F A;VALENÇA, S S; COSTA, AMA. Efeitos da exposição à fumaça de cigarro sobre o reparo tecidual cutâneo em diferentes linhagens de camundongos. 2007. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Bianca da Silva Salmon

COSTA, A M A; GITIRANA, Lycia de Brito; MARQUES, Ruy Garcia. Efeitos da denervação sensorial cirúrgica no reparo tecidual cutâneo em ratos. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Adriana Paulino do Nascimento

COSTA, A M A; PASSOS, Magna Cottini Fonseca; VIANNA, Lucia Marques Alves. Efeitos do sobrepeso induzido por uma dieta rica em gordura sobre o reparo de lesões cutãneas em ratos. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Adriana Alves Pelli

COSTA, A M A; GITIRANA, Lycia de Brito; AZEVEDO, Rodrigo Alves. Purificação, caracterização e localização dos glicosaminoglicanos do tegumento de Bufo ictericus (Amphibia, Bufonidae) através de ensaios bioquímicos e técnicas histoquímicas. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Isabel de Souza Netto

COSTA, A M A; SALES, Maria das Graças Fernandes;ÁGUILA, Márcia Barbosa. Restrição protéica severa retarda a cicatrização cutânea em ratos machos e fêmeas. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Danielle Fonseca de Moura

CRUZ, Alda Maria da;COSTA, A M A; ANTUNES, Sérgio Luiz Gomes. Caracterização morfológica e funcional de células do infiltrado na lesão da hanseníase. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Rafael Braune de Castro

VIANA, Lucia Marques;COSTA, A M A; ALVARENGA, Hélcio. Efeitos da suplementação suprafisiológica de nicotinamida em SHR-sp. 2006. Dissertação (Mestrado em Neurologia) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Bruna Romana de Souza

COSTA, A M A; TAKIYA, C M; FILGUEIRAS, C C. Efeitos da denervação simpática no reparo tecidual cutâneo: participação dos receptores beta adrenérgicos. 2005. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Estácio de Sá Silva

COSTA, A M A; SAMPAIO FILHO, Hélio Rodrigues; REIS, Rodrigo S Aguiar dos. Reação decidual de adesivos dentinários de condicionamento total e cimento de hidróxido de cálcio em ratos diabéticos por estreptozotocina. 2005. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Isabela Batista Oliva

COSTA, A M A; KONIG, S; ZINGALI, R. Efeito de desintegrinas sobre a proliferação, metástase e sinalização de células de melanoma humano e murino. 2004. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Wellington Vasconcelos dos Santos

COSTA, A M A; BENCHIMOL, Claudio; GITIRANA, Lycia Brito. Efeitos do enalapril e do losartan no miocárdio de ratas espontaneamente hipertensas ooforectomizadas. 2003. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Michele Costa da Silva

COSTA, A M A. Análise morfométrica e morfológica de granulomas esquistossomóticos hepáticos isolados de roedores silvestres e camundongos. 2003. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Andre Filipe Marcondes Figueira

FIGUEIRA, A. F. M.;COSTA, A M A. Estudo das moléculas de adesão e elementos correlatos da matriz extracelular na tuberculose pleural associada ou n/ão ao vírus da imunodeficiência humana. 2001. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Dionne da Encarnação Lorena

LORENA, D. E.;COSTA, A M A; TAKYA, C.; ALVES, M. S.. Estudo dos colágenos intersticiais, fibroblastos e mastócitos dérmicos de pacienytes com d]iagnóstico de mucinose cutânea acompanhados no HUPE-UERJ. 2000. Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Janaina de Barros Figueiredo

Monte-Alto-Costa, Andréa; Melo, P.A.; Silva, R. C.; Neves, J. S.. Papel do NLRP6 no reparo tecidual de feridas cutâneas infectadas por Staphylococcus aureus. 2017. Tese (Doutorado em Farmacologia e Química Medicinal) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Marco Aurélio dos Santos Silva

Monte-Alto-Costa, Andréa; Mencalha, AL; Fonseca, AS; Fellows, CE; Bezerra, FS. Efeitos do calor induzido por luz visível sobre a pele e o reparo tecidual cutâneo de camundongos. 2016. Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Marcela Otranto de Sousa e Mello

Monte-Alto-Costa, A.. Alterações no reparo tecidual cutâneo em um modelo de resistência à insulina. 2013. Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Adriana Alves Pelli Martins

MONTE-ALTO-COSTA, A; Figueiredo, Marcelo Abidu; Moura Neto, Vivaldo. A rã touro como modelo para avaliação da morfologia e da bioquímica do sistema tegumentar de anuros adultos e durante a fase larval do desenvolvimento. 2012. Tese (Doutorado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Jeanine Salles dos Santos

Monte-Alto-Costa, A.; GITIRANA, Lycia Brito; Barja-Fidalgo, TC;Porto, Luis Cristóvão; LAGENTE, V.. Avalição da aspirina e do ácido cafeico fenetil ester sobre o reparo tecidual cutâneo. 2012. Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Bruna Romana Souza

MONTEALTOCOSTA, A; Brunini, T M C; neves, M F T; Martinez, A M B; ANTUNES, Sérgio Luiz Gomes. Efeitos dos receptores adrenérgicos no reparo tecidual cutâneo. 2009. Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Thais Porto Amadeu

COSTA, A M A; SARNO, Euzenir Nunes; MARTINS, Patricia Machado Rodrigues e Silva; PORTARI FILHO, Pedro Eder;PORTO, Luis Cristovao. Contribuição ao estudo da participação do óxido nítrico no reparo tecidual cutâneo. 2007. Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Geraldo de Oliveira Júnior

MONTE-ALTO-COSTA, A. Impacto da restrição protéica materna no desenvolvimento das artérias coronárias em camundongos C57BL/6. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: ANA CAROLINA STUMBO

MONTEALTOCOSTA, A. Estudo da interação entre taquizoítos de Toxoplasma gondii e células endoteliais humanas ativadas com interferon gama. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Morfologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Marco Aurélio Pereira Sampaio

MONTEALTOCOSTA, A. Anatomi arenal do suíno: análise proporcional da área segmentar arterial e anatomia aplicada à nefrectomia parcial laparoscópica do pólo cranial. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Morfologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Ana Paula Rocha gadelha

MONTEALTOCOSTA, A. Efeitos das drogas anti-helmínticas e nitro-heterocíclicas na interação de Giardia lamblia - célula epitelial intestinal. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Morfologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Taiza de Castro Pires

Monte-Alto-Costa, A.. Efeito da suplementação da dieta com erva mate na cicatrização cutânea de camundongos submetidos ao estresse psicológico. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Renata Machado Brandao Costa

MONTE-ALTO-COSTA, A; Simão, TA; Barja-Fidalgo, TC. Efeitos da matriz de melanoma humano no comportamento da célula endotelial humana durante angiogênese tumoral. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Tamires da Silva Santos

MONTE-ALTO-COSTA, ARomana-Souza, B.; NAGATO, AC. Avaliação dos marcadores de estresse oxidativo em lesões isquêmicas ou não de ratas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Janaína Lima Georgii

MONTEALTOCOSTA, A. Diferentes aspectos do reparo tecidual isquêmico em ratos jovens e adultos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Estácio de Sá.

Aluno: Tatiana Almeida Pádua

MONTEALTOCOSTA, A. Diferentes efeitos das estatinas no reparo tecidual cutâneo de ratos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Aluno: Andréa Castagna Mourão e Lima

COSTA, A M A; CORTES, João Cartos de Souza; GUIMARÃES, José Guilherme Antunes. Efeitos do tratamento com laser de baixa intensidade na reparação tecidual cutânea em ratos: análise comparativa de dois comprimentos de onda. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, Andréa; LAPA-E-SILVA, JR; Foguel, D; DIAZ, J.; Viola, JPB. Professor Adjunto Anatomia. 2016. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, Andréa. Professor Auxiliar. 2014. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SIMOES, M. J.; TABOGA, S. R.;MONTE-ALTO-COSTA, A. Professor professor da carreira do magistério público superior da Universidade do Estado do Amazonas. 2013. Universidade do Estado do Amazonas.

VALENCA, S. S.;Bastos, A NMONTE-ALTO-COSTA, A. Professor Adjunto - Histologia - UFJF. 2012. Universidade Federal de Juiz de Fora.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação de Doutorado - Thais Christine Maia Ceciliano. 2018. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação de Doutorado - Fabiane Ferreira Martins. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação Doutorado - Jorge Luiz Alves Pereira. 2014. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação Mestrado - Thais Cristine Maia Ceciliano. 2014. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, Andréa. Qualificação Mestrado - Marcel Pimenta Ferreira. 2013. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação Doutorado - Pablo Germano de Almeida. 2013. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação Mestrado - André Rodrigues Cunha Barreto. 2013. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Monte-Alto-Costa, A.. Qualificação Doutorado - Jessica de Andrade Moraes Teixeira. 2012. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTE-ALTO-COSTA, A. Qualificação Doutorado - Adriana Alves Pelli Martins. 2010. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

MONTE-ALTO-COSTA, A. Qualificação Mestrado - Milton Vieira Costa. 2010. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTE-ALTO-COSTA, A. Quaificação Doutorado - Ariane Rennó Brogliato. 2010. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado em Biologia Humana e Experimental (1 semestre). 2009. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTE-ALTO-COSTA, A. Avaliação Interna da Semana de Iniciação Científica da UERJ. 2009. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTE-ALTO-COSTA, A. Qualificação Doutorado - Geraldo de Oliveira Junior. 2009. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Vinícius Novaes Roch. 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Sandra Barbosa da Silva. 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Julio César Fraulob Aquino. 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação de Mestrado - Jéssica de Andrade Moraes Teixeira. 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado em Biologia Humana e Experimental (1 semestre). 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado em Biologia Humana e Experimental (2 semestre). 2008. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Sabrina Barbosa Rebello. 2007. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Pablo Germano. 2007. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Doutorado - Lucia Helena da Silva orofino. 2007. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado Biologia Humana e Experimental (2 semestre). 2007.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado Morfologia (1 semestre). 2007.

COSTA, A M A. Banca externa do Programa institucional de Bolsas de Iniciação Científica - UFF. 2006. Universidade Federal Fluminense.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado Morfologia (1 semestre). 2006.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado Morfologia (2 semestre). 2006.

COSTA, A M A. Seleção de alunos da Pós-Graduação em Morfologia - UERJ (1 semestre). 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação doutorado - Ana Carolina Stumbo. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Adriana Paulino do Nascimento. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Bianca da Silva Salmon. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Mestrado - Isabel de Souza Netto. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Doutorado - Ana Paula Rocha Gadelha. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

MONTEALTOCOSTA, A. Seleção Mestrado e Doutorado Morfologia (2 semestre). 2005.

MONTEALTOCOSTA, A. Qualificação Doutorado - Marco Aurélio Pereira Sampaio. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção de alunos (Mestrado e Doutorado) da Pós-Graduação em Morfologia-UERJ (1 e 2 semestre). 2004. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção dos alunos para o Mestrado em Morfologia - 1 e 2 semestre. 2003. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção do Doutorado em Morfologia. 2003. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Acompanhar, semestralmente, o desenvolvimento dos alunos da Pós-Graduação em Morfologia UERJ. 2002. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção dos alunos para o Mestrado em Morfologia - 1 e 2 semestre. 2002. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Avaliação e seleção de projetos de iniciação científica a serem contemplados com bolsa, e posterior avaliação dos relatórios. 2001. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção dos alunos para o Mestrado em Morfologia - 1 e 2 semestre. 2001. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Avaliação e seleção de projetos de iniciação científica a serem contemplados com bolsa, e posterior avaliação dos relatórios. 2000. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção dos alunos para o Mestrado em Morfologia - 1 e 2 semestre. 2000. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

COSTA, A M A. Seleção de alunos do Mestrado em Morfologia. 1999. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

José Carneiro da Silva Filho

CARNEIRO, J.. Contribuição ao estudo da reparação tissular: miofibroblastos e matriz extracelular. 1999. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Tecidual) - Instituto de Ciências Biomédicas - USP.

Dania Emi Hamassaki

HAMASSAKI, D.E. Andréa Monte Alto Costa. 1999.

Ii-sei Watanabe

WATANABE, I.. Membro Efetivo da Banca Examinadora de Exame Geral de Qualificação, nível Doutorado, da aluna Andrea Monte Alto Costa do Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Tecidual do Departamento de Histologia, ICB/USP, nos dias 1 e 8 de fevereiro de 1999. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Celular e Tecidual) - Instituto de Ciências Biomédicas - USP.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Rayssa Lopes Martins

Comparação entre o uso de uma formulação de ácidos graxos essenciais e de óleo de oliva em lesões agudas de camundongos; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia Clínica e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; (Orientador);

Bianca de Oliveira Saguie

Efeito do café ou cafeína no reparo de lesões excisionais totais de camundongos cronicamente estressados; Início: 2017; Tese (Doutorado em Fisiopatologia Clínica e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; (Orientador);

Sarah Bitler Delatorre Rosa

Efeitos do café e seus componentes sobre a pele; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; (Orientador);

Raquel Anacleto dos Anjos

Efeito da exposição térmica sobre o reparo cutâneo; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; (Orientador);

Bianca de Oliveira Saguie

Efeito do exercício físico moderado no reparo de lesões excisionais totais de camundongos cronicamente estressados; 2017; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Fernanda Seabra schanuel

Efeito do óxido nítrico liberado por um filme de poliéster sobre o reparo tecidual cutâneo em camundongos; 2015; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Nsingi Nsosolo António

Efeito conjunto da pentoxifilina e da hialuronidase na irrigação de flaps cutâneos, sem bolsa; 2014; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia e Ciências Cirúrgicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Coorientador: Andréa Monte Alto Costa;

Ana Carla Balthar Bandeira

INVESTIGAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DE BETA-BLOQUEADORES ADRENÉRGICOS NA REDUÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO DURANTE O REPARO DE QUEIMADURAS; 2012; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Janaina de Lima Georgii

Efeitos de um gel contendo doador de óxido nítrico sobre o reparo de lesões cutâneas isquêmicas; 2011; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Marcela Otranto de Souza e Mello

Efeitos de diferentes óleos sobre o reparo tecidual cutâneo em ratos; 2010; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Tatiana Almeida Pádua

Efeitos de três estatinas sobre o reparo tecidual cutâneo em ratos; 2010; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jeanine Salles dos Santos

Efeito de drogas anti-inflamatórias não-esteróides no reparo tecidual cutâneo; 2009; 0 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Mariane Altomare

Efeitos do ultra-som terapêutico no reparo tecidual cutâneo de ratos; 2008; 0 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Juliana Fernandes Cardoso

Efeitos da fumaça de cigarro sobre a cicatrização cutânea em camundongos; 2007; 0 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bianca da Silva Salmon

Efeitos da denervação cirúrgica sobre a reparação tecidual cutânea; 2006; 42 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Adriana Paulino de Nascimento

Efeitos de uma dieta de alta densidade energética sobre a cicatrizaçõa cutânea; 2006; 51 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Isabel de Souza Neto

Restrição protéica severa retarda a cicatrização cutãnea em ratos machos e fêmeas; 2006; 41 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bruna Romana de Souza

Efeitos da denervação simpática no reparo tecidual cutâneo: Participação dos receptores beta adrenérgicos; 2005; 87 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Fernanda Gurgel Zogaib

Efeitos do exercício físico sobre o reparo cutâneo em camundongos; 2005; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Mauricio de Albuquerque

ANÁLISE DA FORMAÇÃO ÓSSEA UTILIZANDO HIDROXIAPATITA ASSOCIADA OU NÃO A PLASMA RICO EM PLAQUETAS; 2004; 43 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Coorientador: Andréa Monte Alto Costa;

Eyck Bonfim Bertão Maximiano

Estudo do sistema contrátil peri-vascular em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico ou pré-eclâmpsia; 2003; 50 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Thais Porto Amadeu

Aspectos da vascularização, da inervação e do sistema elástico em cicatrizes hipertróficas e quelóides; 2002; 70 f; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Marco Aurélio Santos Silva

Efeitos do calor induzido por luz visível sobre a pele e o reparo tecidual cutâneo de camundongos; 2017; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Eduardo Tavares Lima Trajano

Efeitos do laser d ebaixa intensidade na cicatrização de queimaduras de segundo grau em ratos; 2015; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Fernanda Seabra schanuel

Efeito dos lipídeos da dieta sobre o reparo tecidual cutâneo de camundongos; 2015; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Neil Grant Venter

Avaliação morfológica e bioquímica da cicatrização de queimaduras tratadas com plasma rico em plaquetas em ratos; 2014; Tese (Doutorado em Fisiopatologia e Ciências Cirúrgicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Coorientador: Andréa Monte Alto Costa;

Marcela Otranto de Souza e Mello

Effets de l'insuline-résistance induite par un régime riche en graisses pendant la réparation cutanée chez la souris; 2013; Tese (Doutorado em Ecole Doctorale de Pharmacie et Medecine) - Université de Limoges, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jeanine Salles dos Santos

Participação da aspirina e do ácido cafeico fenetil ester sobre o reparo tecidual cutâneoongos; 2012; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Adriana Paulino de Nascimento

Efeitos da dieta de alta densidade energética e de uma droga anti-inflamatória não-esteroidal sobre a cicatrização cutânea de ratos wistar; 2011; 0 f; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Marcela Otranto

Efeitos da resistência à insulina induzida por dieta hiperlipídica durante o reparo cutâneo em camundongos; 2010; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bruna Romana de Souza

Efeitos dos receptores adrenérgicos no reparo tecidual cutâneo; 2009; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Thais Porto Amadeu

Efeito da inibição da síntese do óxido nítrico sobre a reparação tecidual cutânea e hepática; 2007; 69 f; Tese (Doutorado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Rogério Luiz de Oliveira Mussel

Morfologia e estereologia da reação tecidual a implantes de hidróxido de cálcio PA, cimento de ionômero de vidro e adesivo dentinário fotoativado: estudo experimental no dorso de ratos; 2002; 82 f; Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Coorientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jeanine Salles dos Santos

2016; Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Andréa Monte Alto Costa;

Jeanine Salles dos Santos

2014; UERJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Andréa Monte Alto Costa;

Taís Fontoura de Almeida

2012; Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Andréa Monte Alto Costa;

Bruna Romana de Souza

2010; UERJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Andréa Monte Alto Costa;

Daniele da Silva Costa

Úlcera de pressão: estudo das alterações teciduais que ocorrem na pele devido à isquemia; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Anatomia e Fisiologia Humana) - Universidade Castelo Branco; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bianca de Oliveira Saguie

Efeito do exercício físico moderado no reparo de lesões excisionais totais de camundongos cronicamente estressados; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Taiza de Castro Pires

Efeitos da erva mate sobre o reparo cutâneo de animais cronicamente estressados; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Tamires da Silva Santos

Avaliação dos marcadores do estresse oxidativo em lesões cutâneas isquêmicas ou não em ratas Wistar; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Tatiana Almeida Pádua

Diferentes efeitos das estatinas no reparo tecidual cutâneo em ratos; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Janaina de Lima Georgii

Reparo de lesões cutâneas isquêmicas em animais jovens e maduros; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Estácio de Sá; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Andréa Castagna Mourão e Lima

Efeitos do tratamento com laser de baixa intensidade na reparação tecidual cutânea em ratos: análise comparativa de dois comprimentos de onda; 2005; 34 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bruna Romana

Efeito da denervação química sobre a cicatrização cutânea; 2004; 42 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Juliana Fernandes Cardoso

Efeitos da exposição à fumaça de cigarro sobre a cicatrização cutânea; 2004; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Rayssa Lopes Martins

Investigação do efeito do exercício físico moderado sobre o reparo cutâneo de camundongos cronicamente estressados; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Ingrid Cristina da Siilva Muniz

Efeito do exercício físico moderado no reparo de lesões excisionais totais de camundongos cronicamente estressados; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Paulo Roberto Bose Ximenenes Pedrosa

Efeitos da nicotina sobre o reparo de animais cronicamente estressados; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Clarice Miranda de Carvalho

Nicotina e estresse psicológico; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Denyse Ane Sales Santos

Efeito do estresse psicológico sobre o reparo tecidual cutâneo; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

William de Melo Cadiz

Processamento Histológico; 2012; Iniciação Científica - CE Julia Kubitschek, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Maria Rute Nogueira Rufino

Processamento Histológico; 2012; Iniciação Científica - CE Julia Kubitschek; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Bianca de Oliveira Saguie

Efeitos dos inibidores de ciclooxigenase sobre fobroblastos dérmicos; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Taiza de Castro Pires

Mate e estresse psicológico; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, HLA-UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jocilene Leite Alves

Avaliação dos marcadores de estresse oxidativo em lesões cutâneas isquêmicas e não isquêmicas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Flávia Garcia Castro

EFEITOS DA APLICAÇÃO TÓPICA DO ÓLEO DE OLIVA SOBRE O REPARO CUTÂNEO: avaliação do estresse oxidativo e da expressão de citoquinas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Deborah Lima Tenório

Participação da via da ciclooxigenase sobre o reparo tecidual de camundongos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Tamires da Silva Santos

Efeitos da dieta de alta densidade energética e de uma droga anti-inflamatória não-esteróide sobre a cicatrização cutânea de ratos Wistar; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biologicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Lidiane da Silva Pessoa

Efeitos da dieta sobre o reparo tecidual cutâneo: participação do óleo de oliva; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Tamires da Silva Santos

Análise do processo de reparo em lesões isquêmicas; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biologicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jeanine Salles dos Santos

Efeitos do propanolol sobre a cicatrtização cutânea; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Janaína Lima Georgii

Efeitos de doadores de óxido nítrico sobre o reparo de lesões isquêmicas; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Estácio de Sá, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Thiago dos Santos Ferreira

Análise do processo de reparo em lesões isquêmicas; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Leylane Batista Figueiredo

Aspectos diferenciais entre cicartizes hipertróficas e quelóides - imunohistoquímica; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Marcela Otranto de Souza e Mello

Efeitos da composição da dieta sobre a cicatrtização cutânea; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Adriana Paulino de Nascimento

Efeitos da vagotomia sobre a cicatrização da anastomose gastro-entérica - aspectos histoquímicos; 2002; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Jessyka Alfonso Marques

Análise da formção óssea utilizando enxerto xenógeno associado ou não a plasma rico em plaquetas; 2002; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Angelo Chaves dos Santos

Mecanismos envolvidos na reversão da fibrose colestática; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Arthur Henrique O Cruz

Mecanismos envolvidos na reversão da fibrose colestática; 2001; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

AC Santos

Quantificação do colágeno em diferentes lobos hepáticos durante o desenvolvimento da fibrose colestática; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

W A Barbosa

Avaliação dos componentes do sistema elástico na placenta normal; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Petrópolis; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

AA Simões

Avaliação dos componentes do sistema elástico na placenta n apré-eclâmpsia; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Petrópolis; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Angelo Chaves dos Santos

Mecanismos envolvidos no desenvolvimento da cicatriz hipertrófica e da fibrose colestática; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Arthur Henrique O Cruz

Mecansimos envolvidos no desenvolvimento da cicatriz hipertrófica e da fibrose colestática; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Thayna Bastos Pereira

Monitoria de Histologia; 2016; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Guilherme Goulart

Monografia de Histologia; 2015; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

William Hisao Fuji Ujihara

Monografia de Histologia; 2015; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Caroline da Conceição dos Santos

Conhecendo o laboratório de histologia; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ; Orientador: Andréa Monte Alto Costa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Carlos de Souza Côrtes

Contribuição ao estudo da vilosidade coriônica da placenta humana a termo; 1991; 42 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: João Carlos de Souza Côrtes;

Telma Maria Tenório Zorn

Contribuição ao Estudo dos Mecanismos Envolvidos na Reparação Tissular: Miofibroblastos e Matrix Extracelular; 1999; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências (Biologia Celular e Tecidual)) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Telma Maria Tenorio Zorn;

Luís Cristóvão de Moraes Sobrino Pôrto

Quantificação das Estruturas Ductais e Distribuição das Fibras do Sistema Elástico e da Laminina Em Fígados Fetais Humanos; 1994; Dissertação (Mestrado em Biologia Humana e Experimental) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Luís Cristóvão de Moraes Sobrino Pôrto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SCHANUEL, F. ; Romana-Souza, B. ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Short-term administration of a high-fat diet impairs wound repair in mice. Lipids , v. 55, p. 23-33, 2020.

  • Romana-Souza, Bruna ; SAGUIE, BIANCA OLIVEIRA ; PEREIRA DE ALMEIDA NOGUEIRA, NATÁLIA ; PAES, MARCIA ; DOS SANTOS VALENÇA, SAMUEL ; ATELLA, GEORGIA CORREA ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Oleic acid and hydroxytyrosol present in olive oil promote ROS and inflammatory response in normal cultures of murine dermal fibroblasts through the NF-B and NRF2 pathways. FOOD RESEARCH INTERNATIONAL , v. 131, p. 108984, 2020.

  • ROMANA'SOUZA, BRUNA ; SILVA'XAVIER, WELKER ; MONTE'ALTO'COSTA, ANDRÉA . Topical application of a commercially available formulation of vitamin C stabilized by vitamin E and ferulic acid reduces tissue viability and protein synthesis in ex vivo human normal skin. Journal of Cosmetic Dermatology , v. 19, p. 1, 2020.

  • Romana-Souza, B. ; Silva-Xavier, W ; Monte-Alto-Costa, A. . Topical retinol attenuates stress-induced aging signs in human skin , through EGFR activation via EGF, but not ERK and AP-1 activation. Experimental Dermatology , v. 28, p. 906-913, 2019.

  • Romana-Souza, B. ; Monte-Alto-Costa, A. . Olive oil inhibits ageing signs induced by chronic stress in exvivo human skin via inhibition of extracellular-signal-related kinase 1/2 and c-JUN pathways. INTERNATIONAL JOURNAL OF COSMETIC SCIENCE , v. 41, p. 156-163, 2019.

  • SCHANUEL, FERNANDA S. ; SAGUIE, BIANCA OLIVEIRA ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Olive oil promotes wound healing of mice pressure injuries through NOS-2 and Nrf2. Applied Physiology Nutrition and Metabolism , v. 44, p. 1199-1208, 2019.

  • Romana-Souza, Bruna ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Olive oil reduces chronic psychological stress-induced skin aging in mice through the NF-B and NRF2 pathways. Journal of Functional Foods , v. 54, p. 310-319, 2019.

  • ALTOMARE, M ; Monte-Alto-Costa, A. . Manual Mobilization of Subcutaneous Fibrosis in Mice. JOURNAL OF MANIPULATIVE AND PHYSIOLOGICAL THERAPEUTICS , v. 41, p. 359-362, 2018.

  • Romana-Souza, B. ; Santos, J. S. ; Monte-Alto-Costa, A. . Caffeic acid phenethyl ester promotes wound healing of mice pressure ulcers affecting NF-KB and NOS2 and NRF2 expression.. LIFE SCIENCES , v. 207, p. 158-165, 2018.

  • CATTANI-CAVALIERI, ISABELLA ; VALENCA, SAMUEL SANTOS ; LANZETTI, MANUELLA ; CARVALHO, GIOVANNA MARCELLA CAVALCANTE ; ZIN, WALTER ARAÚJO ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; PORTO, LUÍS CRISTÓVÃO ; Romana-Souza, Bruna . Acute Exposure to Diesel-Biodiesel Particulate Matter Promotes Murine Lung Oxidative Stress by Nrf2/HO-1 and Inflammation Through the NF-kB/TNF- Pathways. INFLAMMATION , v. 00, p. 00, 2018.

  • CORRÊA, FLAVIA REGINA SOBREIRA ; SCHANUEL, FERNANDA SEABRA ; MOURA-NUNES, NATHALIA ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; DALEPRANE, JULIO BELTRAME . Brazilian red propolis improves cutaneous wound healing suppressing inflammation-associated transcription factor NFB. Biomedicine & Pharmacotherapy , v. 86, p. 162-171, 2017.

  • DOS SANTOS-SILVA, MARCO AURÉLIO ; TRAJANO, EDUARDO TAVARES LIMA ; SCHANUEL, FERNANDA SEABRA ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Heat delays skin wound healing in mice. Experimental Biology and Medicine (Maywood, N.J.: Print) , v. 242, p. 258-266, 2017.

  • Saguie, B. ; Romana-Souza, B. ; Martins, R. ; Monte-Alto-Costa, A. . Exercise prior to, but not concomitant with, stress reverses stress-induced delayed skin wound healing. WOUND REPAIR AND REGENERATION , v. 25, p. 641-651, 2017.

  • SILVA, C. O. ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; RENOVATO, M. ; NASCIMENTO, F. J. V. ; VALENÇA, S S ; LAGENTE, V. ; Porto, Luis Cristóvão ; VICTONI, T. . Time Course of the Phenotype of Blood and Bone Marrow Monocytes and Macrophages in the Lung after Cigarette Smoke Exposure In Vivo. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES , v. 18, p. 1940, 2017.

  • Almeida, Taís Fontoura ; Pires, TC ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Blockade of glucocorticoid receptors improves cutaneous wound healing in stressed mice. Experimental Biology and Medicine (Maywood, N.J.: Print) , v. 241, p. 353-358, 2016.

  • Venter, NG ; MARQUES, R G ; Monte-Alto-Costa, A. . Use of platelet-rich plasma in deep second- and third-degree burns. Burns (Oxford) , v. 42, p. 807-814, 2016.

  • TRAJANO, LARISSA ALEXSANDRA SILVA NETO ; TRAJANO, EDUARDO TAVARES LIMA ; LANZETTI, MANUELLA ; MENDONÇA, MORENA SCOPEL AMORIM ; GUILHERME, RAFAEL FREITAS ; FIGUEIREDO, RODRIGO TINOCO ; BENJAMIM, CLÁUDIA FARIAS ; VALENCA, SAMUEL SANTOS ; COSTA, ANDRÉA MONTE ALTO ; PORTO, LUÍS CRISTÓVÃO . Elastase modifies bleomycin-induced pulmonary fibrosis in mice. Acta Histochemica (Print) , v. 118, p. 203-212, 2016.

  • Romana-Souza, Bruna ; SANTOS, Jeanine Salles dos ; BANDEIRA, LUANA GRAZIELLA ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Selective inhibition of COX-2 improves cutaneous wound healing of pressure ulcers in mice through reduction of iNOS expression. Life Sciences (1973) , v. 153, p. 82-92, 2016.

  • DONATO-TRANCOSO, ALINE ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; Romana-Souza, Bruna . Olive oil-induced reduction of oxidative damage and inflammation promotes wound healing of pressure ulcers in mice. Journal of Dermatological Science (Amsterdam) , v. 83, p. 60-69, 2016.

  • ANTÓNIO, NSINGI NSOSOLO ; MONTE ALTO COSTA, ANDRÉA ; MARQUES, Ruy Garcia . Viability of randomized skin flaps - an experimental study in rats. The Journal of Surgical Research (Print) , v. 207, p. 92-101, 2016.

  • Trajano, EL ; Trajano, LASN ; Santos-Silva, MA ; Venter, NG ; PORTO, L. C. M. S. ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Low-level red laser improves healing of second-degree burn when applied during proliferative phase. Lasers in Medical Science , v. 30, p. 1297-1304, 2015.

  • Romana-Souza, B. ; Pires, TC ; Monte-Alto-Costa, A. . Mate tea-mediated reduction in catecholamine synthesis improves cutaneous wound healing of chronically stressed mice. Food Research International , v. 71, p. 32-40, 2015.

  • SCHANUEL, FERNANDA SEABRA ; SANTOS, KAREN SLIS RAGGIO ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; DE OLIVEIRA, MARCELO G. . Combined nitric oxide-releasing poly(vinyl alcohol) film/F127 hydrogel for accelerating wound healing. Colloids and Surfaces. B, Biointerfaces (Print) , v. 130, p. 182-191, 2015.

  • VENTER, NEIL G. ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; MARQUES, RUY G. . A new model for the standardization of experimental burn wounds. Burns (Oxford) , v. 41, p. 542-547, 2015.

  • Bandeira, L. G. ; Bortolot, B. S. ; Cecatto, M. J. ; Monte-Alto-Costa, A. ; Romana-Souza, B. . Exogenous Tryptophan Promotes Cutaneous Wound Healing of Chronically Stressed Mice through Inhibition of TNF- and IDO Activation. Plos One , v. 10, p. e0128439, 2015.

  • Romana-Souza, Bruna ; LIMA-CEZAR, GRACINEIDE SANTOS ; Monte-Alto-Costa, Andréa . PSYCHOLOGICAL STRESS-INDUCED CATECHOLAMINES ACCELERATES CUTANEOUS AGING IN MICE. MECHANISMS OF AGEING AND DEVELOPMENT , v. 152, p. 63-73, 2015.

  • ASSIS DE BRITO, THATIANA L. ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; Romana-Souza, Bruna . Propranolol impairs the closure of pressure ulcers in mice. Life Sciences (1973) , v. 100, p. 138-146, 2014.

  • ROSA, ALICE DOS SANTOS ; BANDEIRA, LUANA GRAZIELLA ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; Romana-Souza, Bruna . Supplementation with olive oil, but not fish oil, improves cutaneous wound healing in stressed mice. Wound Repair and Regeneration , v. 22, p. 537-547, 2014.

  • Romana-Souza, B. ; NASCIMENTO, A P ; Brum, PC ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Deletion of the 2A/2C-adrenoceptors accelerates cutaneous wound healing in mice. International Journal of Experimental Pathology (Print) , v. 95, p. 330-341, 2014.

  • HUBER, STEPHANY ; MARCATO, PRISCYLA ; DURAN, NELSON ; COSTA, ANDREA ; ANNICHINO-BIZZACCHI, JOYCE . Preparation and Application of Mucoadhesive Nanoparticles Containing Enoxaparin in a Wound Healing Animal Model. Current Nanoscience , v. 10, p. 779-785, 2014.

  • TRAJANO, EDUARDO TAVARES LIMA ; MENCALHA, ANDRE LUIZ ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; PÔRTO, LUÍS CRISTÓVÃO ; DE SOUZA DA FONSECA, ADENILSON . Expression of DNA repair genes in burned skin exposed to low-level red laser. Lasers in Medical Science , v. 29, p. 1953-1957, 2014.

  • DONATO-TRANCOSO, ALINE ; GONÇALVES, LENICIO ; Monte-Alto-Costa, Andréa ; SILVA, FRANCISCO DE ASSIS DA ; Romana-Souza, Bruna . Seed oil of Joannesia princeps improves cutaneous wound closure in experimental mice. Acta Histochemica (Print) , v. 116, p. 1169-1177, 2014.

  • DE-SA-EARP, A. P. ; NASCIMENTO, A. P. ; CARNEIRO, S. C. ; PORTO, L. C. M. S. ; Monte-Alto-Costa, A. . Dermal Dendritic Cell Population and Blood Vessels Are Diminished in the Skin of Systemic Sclerosis Patients. The American Journal of Dermatopathology (Print) , v. 35, p. 438-444, 2013.

  • Santos, J. S. ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Caffeic Acid Phenethyl Ester Improves Burn Healing in Rats Through Anti-Inflammatory and Antioxidant Effects. Journal of Burn Care & Research , v. 34, p. 682-688, 2013.

  • Santos, Jeanine S. ; Monte-Alto-Costa, A. . Female, but not male, mice show delayed cutaneous wound healing following aspirin administration. Clinical and Experimental Pharmacology & Physiology , v. 40, p. 90-96, 2013.

  • OTRANTO, M. ; NASCIMENTO, A. P. ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Insulin resistance impairs cutaneous wound healing in mice. Wound Repair and Regeneration , v. 21, p. 464-472, 2013.

  • DE ALMEIDA, TAÍS F. ; Romana-Souza, Bruna ; MACHADO, SAUL ; ABREU-VILLAÇA, YAEL ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Nicotine affects cutaneous wound healing in stressed mice. Experimental Dermatology , v. 22, p. n/a-n/a, 2013.

  • Romana-Souza, Bruna ; ASSIS DE BRITO, THATIANA L. ; PEREIRA, GABRIELA R. ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Gonadal hormones differently modulate cutaneous wound healing of chronically stressed mice. Brain, Behavior, and Immunity , v. 36, p. 101-110, 2013.

  • Paulino do Nascimento, Adriana ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Both obesity-prone and obesity-resistant rats present delayed cutaneous wound healing. British Journal of Nutrition , v. 106, p. 603-611, 2011.

  • Romana-Souza, Bruna ; Otranto, Marcela ; Almeida, Taís Fontoura ; Porto, Luis Cristóvão ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Stress-induced epinephrine levels compromise murine dermal fibroblast activity through ?-adrenoceptors. Experimental Dermatology , v. 20, p. 413-419, 2011.

  • Bastos, A N ; Alves, MR ; Monte-Alto-Costa, A. ; Machado, DG ; Cavalcante, GJC ; Panico, M ; PORTO, L C . -smooth muscle actin, fibrillin-1, apoptosis and proliferation detection in primary varicose lower limb veins of women. International Angiology (Testo stampato) , v. 30, p. 262-271, 2011.

  • Zogaib, F.G. ; Monte-Alto-Costa, A. . Moderate intensity physical training accelerates healing of full-thickness wounds in mice. brazilian journal of medical and biological research -on line , v. 44, p. 1025-1035, 2011.

  • Georgii, J. L. ; COSTA, A M A ; Amadeu, T. P. ; SEABRA, A. B. ; de Oliveira MG ; de Oliveira, M. G. . Topical S-nitrosoglutathione-releasing hydrogel improves healing of rat ischaemic wounds. Journal of Tissue Engineering and Regenerative Medicine , v. 5, p. 612-619, 2011.

  • C Martins ; NASCIMENTO, A P ; MONTEALTOCOSTA, A ; ALVES, M. F. S. ; CARNEIRO, SC ; PORTO, L C . Quantification of mast cells and blood vessels in the skin of patients with cutaneous mucinosis. The American Journal of Dermatopathology (Print) , v. 32, p. 453-458, 2010.

  • B Romana-Souza ; OTRANTO, M. ; VIEIRA, A. M. ; Filgueiras, C C ; Fiero, I ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Rotational stress-induced increase in epinephrine levels delays cutaneous wound healing in mice. Brain Behavior and Immunity , v. 21, p. 427-437, 2010.

  • Romana-Souza, B ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Simultaneous blockade of alpha and betaadrenoceptors impairs cutaneous wound healing in rats. JEADV. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology , v. 24, p. 349-352, 2010.

  • Romana-Souza, Bruna ; Porto, Luis Cristóvão ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Cutaneous wound healing of chronically stressed mice is improved through catecholamines blockade. Experimental Dermatology , v. 19, p. 821-829, 2010.

  • Otranto, Marcela ; Do Nascimento, Adriana Paulino ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Effects of supplementation with different edible oils on cutaneous wound healing. Wound Repair and Regeneration , v. 18, p. 629-636, 2010.

  • CARDOSO, J. F. ; MENDES, F. A. ; AMADEU, T. P. ; Romana-Souza, B. ; Valenca, S. S. ; de Moraes Sobrino Porto, L. C. ; Abreu, J. G. ; MONTEALTOCOSTA, A . Ccn2/Ctgf Overexpression Induced by Cigarette Smoke during Cutaneous Wound Healing is Strain Dependent. Toxicologic Pathology , v. 37, p. 175-182, 2009.

  • Romana-Souza, Bruna ; Santos, Jeanine S. ; MONTEALTOCOSTA, A . ?-1 and ?-2, but not ?-1 and ?-2, adrenoceptor blockade delays rat cutaneous wound healing. Wound Repair and Regeneration , v. 17, p. 230-239, 2009.

  • Romana-Souza, Bruna ; Santos, Jeanine S. ; Desmoulière, Alexis ; MONTEALTOCOSTA, A . Beta-adrenoceptor blockade delays granulation tissue formation in polyurethane sponge implants. Journal of Cutaneous Pathology , v. 36, p. 522-528, 2009.

  • MILAGRES, D. ; Rueff-Barroso, C ; Bolognese, AM ; COSTA, AMA ; PORTO, L C . Immunohistochemical localization of tumor necrosis factor-alpha and interleukin-6 during orthodontic movement in rats. Revista Brasileira de Ciências Morfológicas , v. 26, p. 42-48, 2009.

  • Otranto, Marcela ; Souza-Netto, Isabel ; ÁGUILA, Márcia Barbosa ; MONTE-ALTO-COSTA, A . Male and female rats with severe protein restriction present delayed wound healing. Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism , v. 34, p. 1023-1031, 2009.

  • ALTOMARE, Mariane ; Nascimento, Adriana P. ; Romana-Souza, Bruna ; Amadeu, Thaís P. ; MONTEALTOCOSTA, A . Ultrasound accelerates healing of normal wounds but not of ischemic ones. Wound Repair and Regeneration , v. 17, p. 825-831, 2009.

  • MILAGRES, D. ; Rueff-Barroso, C ; Carvalho, SN ; CARVALHO, L ; MONTE-ALTO-COSTA, A ; Fischer, RG ; PORTO, L C . Early proliferation of bone marrow mononuclear cells on collagen membrane, bone graft and tooth cementum. International Journal of Morphology (Print) , v. 27, p. 1249-1256, 2009.

  • Romana-Souza, Bruna ; Nascimento, Adriana P. ; MONTEALTOCOSTA, A . Propranolol improves cutaneous wound healing in streptozotocin-induced diabetic rats. European Journal of Pharmacology , v. 611, p. 77-84, 2009.

  • VALENÇA, S S ; BEZERRA, F. S. ; Romana-Souza, B ; PAIVA, Rojane O ; COSTA, A M A ; PORTO, L C . SUPPLEMENTATION WITH VITAMINS C AND E IMPROVES MOUSE LUNG REPAIR. Journal of Nutritional Biochemistry , v. 19, p. 604-611, 2008.

  • Romana-Souza, Bruna ; Nascimento, Adriana P. ; MONTEALTOCOSTA, A . Low-Dose Propranolol Improves Cutaneous Wound Healing of Burn-Injured Rats. Plastic and Reconstructive Surgery , v. 122, p. 1690-1699, 2008.

  • AMADEU, T ; SEABRA, A ; DEOLIVEIRA, M ; MONTEALTOCOSTA, A . Nitric Oxide Donor Improves Healing if Applied on Inflammatory and Proliferative Phase. Journal of Surgical Research , v. 149, p. 84-93, 2008.

  • AMADEU, T P ; SEABRA, A B ; DEOLIVEIRA, M G ; COSTA, A M A . S-nitrosoglutathione-containing hydrogel accelerates rat cutaneous wound repair. JEADV. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology. Supplement , v. 21, p. 629-637, 2007.

  • CARDOSO, J F ; SOUZA, B R ; AMADEU, T P ; VALENÇA, S S ; PORTO, L. C. ; AMA COSTA . Effects of cigarette smoke in mice wound healing is strain dependent. Toxicologic Pathology , v. 35, p. 890-896, 2007.

  • MUSSEL, R L O ; MONTEALTOCOSTA, A ; MANDARIM DE LACERDA, C A . Implants of an adhesive resin, a calcium hydroxide, and a glass-ionomer cement cause reactional fibrosis with mast cells involvement in rats. Quintessence International , v. 38, p. e348-e354, 2007.

  • COSTA, A M A ; MAXIMIANO, e B B ; PORTARI, e Avvad ; LEVY, R ; PORTO, L C . Contractile cells and fibrillin-1 distribution is disturbed in terminal villi of placentae from patients with preeclampsia and systemic lupus erythematosus. Placenta (Eastbourne) , v. 27, n.2-3, p. 234-243, 2006.

  • AMADEU, T P ; COSTA, A M A . Nitric oxide synthesis inhibition alters rat cutaneous wound healing. Journal of Cutaneous Pathology , v. 33, p. 465-473, 2006.

  • SOUZA, B R ; SANTOS, J S ; COSTA, A M A . Blockade of beta1- and beta2 adrenoceptors delays wound contraction and re-epitelialization in rats. Clinical and Experimental Pharmacology & Physiology , v. 33, p. 421-430, 2006.

  • NASCIMENTO, A P ; COSTA, A M A . Overweight induced by high-fat diet delays rat cutaneous wound healing. British Journal of Nutrition , v. 96, p. 1069-1077, 2006.

  • SOUZA, B R ; CARDOSO, J F ; AMADEU, T P ; DESMOULIERE, A ; COSTA, A M A . Sympathetic denervation accelerates wound contraction but delays reepithelialization in rats. Wound Repair and Regeneration , v. 13, p. 498-505, 2005.

  • AMADEU, T P ; BRAUNE, A ; PORTO, L C ; DESMOULIÈRE, A ; COSTA, A M A . The elastic system in hypertrophic scars and keloids. European Tissue Repair Society Bulletin , v. 12, n.1 and 2, p. 47-49, 2005.

  • AMADEU, T P ; BRAUNE, A S ; PORTO, L C ; DESMOULIERE, A ; COSTA, A M A . Fibrillin-1 and elastin are differently expressed in hypertrophic scars and keloids. Wound Repair and Regeneration , v. 12, p. 169-175, 2004.

  • VICENTE, L L ; MOURA, e G ; LISBOA, P C ; AMADEU, T P ; COSTA, A M A ; MANDARIMDELACERDA, Ca ; PASSOS, M C F . Malnutrtition during lactation is associated with higher expression of leptin receptor in pituitary of the adult rat. Nutrition , v. 20, p. 924-928, 2004.

  • AMADEU, T P ; BRAUNE, A ; MANDARIM DE LACERDA, C A ; PORTO, L C ; DESMOULIERE, A ; COSTA, A M A . Vascularization patterns in hypertrophic scars and keloids: a stereological analysis. Pathology, Research and Practice , v. 199, n.7, p. 469-474, 2003.

  • COSTA, A M A ; TUCHWEBER, B. ; LAMIREAU, T ; YOUSSEF, I. M. ; BALABAUD, C ; ROSEMBAUM, J. ; DESMOULIERE, A . Role of apoptosis in the remodeling of cholestatic liver injury following release of the mechanical stress. Virchows Archiv , v. 442, p. 372-380, 2003.

  • AMADEU, T P ; COULOMB, B ; DESMOULIERE, A. ; COSTA, A M A . Cutaneous wound healing: myofibroblastic differentiation and in vitro models. International Journal of Lower Extremity Wounds , v. 2, n.23, p. 60-68, 2003.

  • MUSSEL, R L O ; SILVA, E S ; COSTA, A M A ; MANDARIM DE LACERDA, C A . Mast cells in the tissue response to dentistrty materials: an adhesive resin, a calcium hydroxide and a glass ionomer cement. Journal of Cellular and Molecular Medicine (Print) , v. 7, n.2, p. 171-178, 2003.

  • LORENA, D e ; UCHIO, K. ; COSTA, A M A ; DESMOULIERE, A . Normal Scarring: Importance of myofibroblasts. Wound Repair and Regeneration , EUA, v. 10, p. 86-92, 2002.

  • DUBUISSON, L ; LEPREUX, S ; BIOULACSAGE, P ; BALABAUD, C ; COSTA, A M A ; ROSENBAUM, J ; DESMOULIERE, A . Expression and cellular localization of fibrillin-1 in normal and pathological human liver. Journal of Hepatology , v. 34, p. 514-522, 2001.

  • COSTA, A M A ; TUCHWEBER, B. ; RUBBIABRANDT, L. ; PEYROL, S. ; CHEVALLIER, M. ; ADHAM, M. ; ROSEMBAUM, J. ; DESMOULIERE, A . Early activation of hepatic stellate cells and perisinusoidal extracellular matrix changes during ex vivo pig liver perfusion. Journal of Submicroscopic Cytology and Pathology , v. 33, n.3, p. 231-240, 2001.

  • BADID, C. ; N Mounier ; COSTA, A M A ; DESMOULIERE, A. . Role of myofibroblasts during normal tissue repair and excessive scarring: interest of ther assessement in nephropathies. Histology and Histopathology , v. 15, p. 269-280, 2000.

  • DESMOULIERE, A ; XU, G. ; COSTA, A M A ; YOUSSEF, I. ; GABIANNI, G. ; TUCHWEBER, B. . Effect of pentoxifyline on early proliferation and phenotypic modulatiomn of fibrogenic cells in two models of liver fibrosis and on cultures hepatic stellate cells. Journal of Hepatology , v. 30, p. 621-631, 1999.

  • GUERRET, S. ; DESMOULIERE, A ; CHOSSEGROS, P. ; COSTA, A M A ; BADID, C. ; TREPO, C. ; GRIMAUD, J. A. ; CHEVALLIER, M. . Long-term administration of interferon alpha in non responder patient with chronic hepatitis C: Follow-up of lliver fibrosis over 5 years. Journal of Viral Hepatitis , v. 6, p. 125-133, 1999.

  • COSTA, A M A ; PEYROL, S. ; PORTO, L C ; COMPARIN, J P ; FOYATIER, J. ; DESMOULIERE, A . Mechanical forces induce scar remodeling: study in non pressure versus pressure treated hypertrophic scars. The American Journal of Pathology , v. 155, n.5, p. 1671-1679, 1999.

  • BADID, C. ; DESMOULIERE, A ; MCGREGOR, B. ; COSTA, A M A ; FOUQUE, D. ; AISSA, A H ; LAVILLE, M. . Intertitial alpha-smooth muscle actin: a prognostic marker in membranous nephropathy. Clinical Nephrology , v. 52, n.4, p. 210-217, 1999.

  • COSTA, A M A ; DESMOULIERE, A . Mechanisms and factors involved in development of hypertrophic scars. European Journal of Plastic Surgery , v. 21, p. 19-23, 1998.

  • PORTO, L C ; FERREIRA, M. A. P. ; COSTA, A M A ; SILVEIRA, P. R. M. . Immunolabeling of type IV collagen, laminin and alpha-smooth muscle actin cells in the intima of normal and varicose saphenous veins. Angiology , v. 49, n.5, p. 391-398, 1998.

  • COSTA, A M A ; PEGADO, C. S. ; PORTO, L C . Quantification of the intrahepatic biliary tree during human fetal development. The Anatomical Record. Part A , v. 251, p. 297-302, 1998.

  • DESMOULIERE, A ; COSTA, A M A ; COMPARIN, J. ; MARDUEL, Y. ; MALOUB, E. ; DANTZER, E. ; LATARJET, J. ; FOYATIER, J. . La cicatrice hypertrophique. Journal Des Plaies Et Cicatrisation, v. 12, p. 4-5, 1998.

  • RUBBIABRANDT, L. ; MENTHA, G. ; DESMOULIERE, A. ; COSTA, A M A ; GIOSTRA, E. ; MOLAS, G. ; ENZAN, H. ; GABIANNI, G. . Hepatic stellate cells reversibly express alpha-smooth muscle actin during acute hepatic ischemia. Transplantation Proceedings , v. 29, p. 2390-2395, 1997.

  • DESMOULIERE, A ; DARBY, I. ; COSTA, A M A ; RACCURT, M. ; TUCHWEBER, B. ; SOMMER, P. ; GABIANNI, G. . Extracelllar matrix deposition, lysyl oxidase expression, and myofibroblastic differentiation during the initial stages of cholestatic fibrosis in the rat. Laboratory Investigation , v. 76, n.6, p. 765-778, 1997.

  • COSTA, A M A ; PORTO, Luis Cristovao . Distribution of elastic fibers in human fetal liver. Journal of Anatomy , v. 188, p. 645-650, 1996.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

COSTA, A M A . Parecer ad-hoc CNPq (desde 2003). 2009.

COSTA, A M A . Parecer Técnico para Projetos submetidos à FAPERJ (desde 2002). 2008.

COSTA, A M A . Consultora ad-hoc Fundação Araucária(PR). 2002.

Romana-Souza, Bruna ; Monte-Alto-Costa, Andréa . COLVIHIST - Coletânea virtual de imagens histológicas. 2017; Tema: Histologia - imagens. (Site).

Romana-Souza, Bruna ; Monte-Alto-Costa, Andréa . Aulas de Embriologia. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

Monte-Alto-Costa, Andréa ; Romana-Souza, Bruna . COLVIHIST - Coleção virtual de cortes histológicos. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidáticodeapoio).

Monte-Alto-Costa, Andréa . Estudos dirigidos em Histologia. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidáticodeapoio).

Monte-Alto-Costa, Andréa . Ambiente virtual de aprendizagem. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Materialdidáticodeapoio).

AMA COSTA . Estudos dirigidos em Histologia. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático de apoio).

COSTA, A M A ; PORTO, L. C. ; DARBY, I. . Workshop em hibridização in situ. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Componente da dieta na redução de alterações cutâneas causadas pelo envelhecimento induzido pelo estresse psicológico, Descrição: O estresse psicológico exacerba diversas doenças cutâneas; entretanto, poucos estudos demonstraram o efeito do estresse no envelhecimento cutâneo. Nosso grupo demonstrou que as catecolaminas induzidas pelo estresse aumentam o dano oxidativo e a síntese de proteases e promovem uma resposta inflamatória que comprometem a organização estrutural da pele acelerando o seu envelhecimento. Neste projeto pretendemos investigar as alterações morfológicas, bioquímicas e moleculares de fatores extrínsecos no início de doenças do envelhecimento, além de utilizar alimento funcional com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que possam inibir o efeito do estresse na pele. Neste estudo investigaremos o efeito da suplementação da dieta com erva-mate no tegumento de camundongos cronicamente estressados analisando parâmetros morfológicos, bioquímicos e moleculares. Outra abordagem será observar o efeito da administração de erva-mate e dos altos níveis de epinefrina na pele humana através do modelo ex vivo de cultura de órgão. Nos estudos in vivo e ex vivo, a pele será coletada para análises histológicas, bioquímicas e moleculares. Serão realizadas análises histológicas (HE, vermelho de picro-sírius e Weigert), imunohistoquímica (?proliferating cell nuclear antigen? e caspase-3 clivada), western-blotting (MMP-1, MMP-8, colágenos tipo I e III, elastina, fibrilina-1) e qPCR (fibrilina-1, elastina, colágenos tipos I e III) e análises bioquímicas (hidroperóxidos lipídicos, proteínas carboniladas e espécies reativas de oxigênio). Outras análises poderão ser adicionadas dependendo dos resultados preliminares. Cultura primária de fibroblastos da pele de camundongos também permitirá a proposição de mecanismos de ação. O desenvolvimento deste projeto permitirá a formação de alunos em diversos níveis e produzirá artigos científicos a serem publicados em revistas internacionais indexadas (fator de impacto acima de 1,9) além de contribuir para o desenvolvimento de novas terapias. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / LC Porto - Integrante / Bruna Romana de Souza - Integrante / Jeanine Salles dos Santos - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Efeitos dos lipídeos da dieta sobre o reparo tecidual cutâneo de camundongos, Descrição: A cicatrização é um processo complexo que envolve eventos celulares e bioquímicos que devem seguir um caminho regular para o sucesso do reparo. Alguns parâmetros são importantes para que haja um reparo adequado, como o estado circulatório, oxigenação e estado nutricional.O balanço ideal entre macronutrientes e micronutrientes é relevante para a cicatrização. Os lipídeos fornecem energia para a reconstrução da pele; são importantes componentes da membrana celular e substrato para a síntese de eicosanóides (responsáveis por promover reações inflamatórias). Entretanto, a ingestão de alimentos com alto teor de lipídeos faz parte dos fatores de risco para obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. O aumento de tecido adiposo está associado com um aumento de mediadores pró-inflamatórios, que podem perpetuar a fase inflamatória e atrasar o reparo cutâneo, levando a formação de lesões crônicas. Estudos prévios de nosso grupo mostraram o atraso no reparo cutâneo em animais com aumento do tecido adiposo, propensos à obesidade e resistentes à insulina. Nos estudos disponíveis a dieta rica em lipídeos foi administrada por longos períodos, logo os efeitos estudados foram os efeitos crônicos da dieta hiperlipídica. Porém não se conhece o efeito da administração de dieta hiperlipídica a curto prazo (efeitos agudos) no reparo. Também já foi mostrado, pelo nosso grupo, que a suplementação da dieta com lipídeos afeta o processo de cicatrização. Entretanto não se conhece os efeitos de uma dieta rica em diferentes tipos de óleos, sem suplementação, no reparo cutâneo. Este dado será importante para, no futuro, traçarmos um paralelo entre os achados em modelos animais e efeitos esperados em humanos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / SCHANUEL, FERNANDA SEABRA - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2017 - Atual

    Efeitos do café e da cafeína no reparo cutâneo de lesões crônicas, Descrição: Por vezes o reparo cutâneo não ocorre de forma satisfatória e lesões crônicas podem se desenvolver. Estas lesões comprometem a qualidade de vida, apresentam tratamento de alto custo e podem gerar complicações. As úlceras de pressão são um exemplo de lesão crônica, caracterizadas pela presença de dano oxidativo e intensa reação inflamatória e podem ser reproduzidas em animais através de lesões causadas por isquemia e reperfusão. Recentemente as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes têm sido descritas em vários alimentos, e a possibilidade de usar alimentos no tratamento de patologias tem sido estimulada pelo baixo custo e por permitir a redução da administração de substâncias químicas (fármacos). O café é uma bebida amplamente consumida no Brasil que apresenta tanto propriedades anti-inflamatórias quanto antioxidantes, e por isso o seu efeito será estudado na cicatrização de úlceras de pressão em um modelo animal. Entretanto um dos principais componentes do café é a cafeína e alguns trabalhos sugerem que a cafeína possa ser prejudicial ao processo de reparo cutâneo, por isso o papel da cafeína isolada e do café descafeinado também serão investigados. Para a melhor compreensão dos mecanismos de ação os efeitos do café padrão, do café descafeinado e da cafeína em fibroblastos dérmicos (murinos e humanos) serão avaliados. E, finalmente, para verificar como a pele humana reage frente a estas substâncias utilizaremos o modelo de cicatrização ex vivo empregando a pele humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Romana-Souza, B. - Integrante / B Saguie - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Reparo cutâneo e receptores beta3 adrenérgicos, Descrição: Há bastante tempo temos estudado a participação dos receptores adrenérgicos no reparo cutâneo, nestes estudos foram abordados os receptores beta1 e beta2 adrenérgicos, e, rapidamente, os receptores alfa adrenérgicos. Os receptores adrenérgicos são ativados pelas catecolaminas, através da ativação de proteínas G que agem via adenilato ciclase ou fosfolipase C. Os receptores alfa1, alfa2, beta1 e beta2 estavam bem descritos até que na década de 1970 começaram a surgir algumas descrições de um receptor atípico, e em 1983 foi proposto que alguns receptores encontrados no tecido adiposo branco seriam receptores beta3 adrenérgicos26. Estudos funcionais com ligantes específicos para os receptores beta3 adrenérgicos foram realizados em 1984, e estes foram finalmente clonados em 1989. Em nossos estudos anteriores não abordamos o papel dos receptores beta3 adrenérgicos no reparo tecidual cutâneo e a literatura tem apenas um relato, bastante superficial. Os receptores beta1 e beta2 adrenérgicos participam ativamente do processo de cicatrização, o seu bloqueio retarda este processo. Entretanto quando os níveis de catecolaminas estão altos a administração do propranolol, um antagonista beta adrenérgico não seletivo, pode modular e acelerar o processo de reparo, por exemplo na queimadura e no estresse psicológico. In vitro a ativação de receptores beta adrenérgicos retarda a contração de géis de colágeno por fibroblastos, estimula a proliferação de fibroblastos e inibe a de queratinócitos. Esta será a primeira abordagem do projeto: descrever os receptores beta3 adrenérgicos na pele e na lesão de camundongos e verificar como o bloqueio ou a estimulação destes receptores afeta o processo de reparo. Resultados preliminares do nosso laboratório (apresentados mais a frente no projeto) mostram que o bloqueio farmacológico dos receptores beta3 adrenérgicos é capaz de acelerar o reparo cutâneo. Na segunda abordagem verificaremos os efeitos do bloqueio ou estímulo dos receptores beta3 durante o reparo cutâneo de animais controle e diabéticos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana-Souza - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Efeito de uma dieta hiperlídica de curta duração sobre o reparo cutâneo em camundongos, Descrição: A falta de tempo devido à necessidade de produtividade no mercado de trabalho tem contribuído por décadas no consumo de alimentos com alto teor de gordura. Devido a sua praticidade, estes alimentos são os mais requeridos entre os consumidores. Entretanto, a ingestão de alimentos com alto teor de lipídeos faz parte dos fatores de risco para obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. O sobrepeso e a obesidade são problemas de proporções epidêmicas entre humanos e são associadas com uma crescente incidência de condições persistentes, como as lesões crônicas). O aumento de tecido adiposo está associado com um aumento de mediadores pró-inflamatórios, que podem perpetuar a fase inflamatória e atrasar o reparo cutâneo. É sabido que os macrófagos são a principal fonte de TNF-alfa produzido pelo tecido adiposo branco e contribui aproximadamente em 50% do IL-6 derivado do mesmo tecido e que níveis circulantes de TNF-alfa e IL-6 estão diretamente correlacionados com acúmulo de gordura nos tecidos e resistência à insulina). Estudos realizados em nosso laboratório mostraram o atraso no reparo cutâneo em animais com aumento do tecido adiposo, propensos à obesidade e resistentes à insulina, porém pouco se sabe sobre o efeito da administração de dieta hiperlipídica a curto prazo no reparo cutâneo. Muitos indivíduos que se alimentam com dieta hiperlipídica necessitam se submeter a cirurgias ou podem sofrer alguma lesão. Por isso, estudos que visam entender melhor o efeito da dieta hiperlipídica em curto prazo sobre o reparo cutâneo são necessários. E a partir destes estudos propor novas estratégias terapêuticas que possam melhorar o reparo destas lesões e a qualidade de vida dos pacientes. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Romana-Souza, B. - Integrante / SCHANUEL, FERNANDA SEABRA - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Desenvolvimento e implementação da microscopia digital como ferramenta para o ensino da Histologia no Departamento de Histologia e Embriologia da UERJ, Descrição: No ensino tradicional de Histologia a parte prática é realizada em microscópios de luz, entretanto esta metodologia oferece algumas desvantagens como, por exemplo, a necessidade de uma grande quantidade de lâminas iguais para atender a todos os alunos e os altos custos de manutenção dos microscópios e das coleções de lâminas. Os escâneres digitais de lâminas são capazes de produzir imagens digitalizadas com alta resolução, também nomeadas ?whole slide images?. Neste projeto nos propomos a implementar a microscopia digital no Departamento de Histologia e Embriologia da UERJ. As lâminas serão escaneadas, e em seguida armazenadas em um servidor, e então as principais estruturas identificadas por um professor e o link com a imagem devidamente marcada será disponibilizado para os alunos acessarem via plataforma Moodle. Também será produzido material de apoio para as aulas de microscopia digital. Atualmente os alunos já utilizam a plataforma Moodle para frequentar o Ambiente Virtual de Aprendizagem, construído pela mesma equipe que se propõe a criar a microscopia digital, e que permite aos alunos fixar e verificar o conteúdo. A implementação da microscopia digital além de reduzir os custos de manutenção vai permitir o acesso dos alunos a uma gama maior de imagens e com maior qualidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / LC Porto - Integrante / Jeanine Salles dos Santos - Integrante / Bruna Romana-Souza - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Exposição térmica crônica e reparo tecidual cutâneo, Descrição: A maioria dos estudos demonstra os efeitos danosos da radiação ultra-violeta (UV) sobre a pele, entretanto a radiação UV representa apenas 6,8% (UVA 6,3% e 0,5% UVB) do espectro total de luz solar. A luz visível compõe 38,9%, e 54,3% de todo espectro de luz solar corresponde à radiação infravermelha (IV). A radiação IV pode penetrar nas camadas da epiderme e da derme induzindo vibrações e rotações moleculares que por sua vez causam aumento na temperatura34. O calor aumenta a expressão de MMP-1 e MMP-3 em fibroblastos dérmicos in vitro, de MMP-12 na pele humana in vivo, induz a formação de espécies reativas de oxigênio (EROs) que regulam a expressão MMPs em queratinócitos humanos e pode causar elastose em ratos, semelhante à provocada pela radiação UV. O calor aumenta o influxo de neutrófilos e a elastase neutrofílica que está associada com a elastose solar, além disso, o calor regula a expressão de tropoelastina e fibrilina-1, as duas principais proteínas de fibras elásticas na pele humana in vivo causando, também, a elastose solar. Já o choque térmico agudo estimula a neovascularização, recruta células inflamatórias e causa dano oxidativo ao DNA na pele humana. Enfim, se o calor é capaz de provocar tantos efeitos danosos na pele saudável, podemos indagar os efeitos do calor sobre a pele já lesionada e sobre o reparo dessas lesões. Esta preocupação torna-se ainda mais plausível quando começam a surgir na literatura propostas de tratamento para lesões crônicas realizadas em salas a temperaturas elevadas. O projeto investigará os efeitos da exposição crônica à altas temperaturas sobre a pele sã e sobre o reparo cutâneo, investigando em detalhes o dano oxidativo e a matriz extracelular.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Marco Aurélio Santos-Silva - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Investigação da ação anti-oxidante de beta-bloqueadores adrenérgicos durante o reparo de lesões isquêmicas, Descrição: Para que o processo de reparo tecidual cutâneo evolua normalmente, a fase inflamatória deve transcorrer perfeitamente. Entretanto, caso a fase inflamatória seja abolida ou se prolongue, haverá efeitos deletérios sobre o processo de reparo. Após a queimadura é gerado um estado de estresse semelhante ao que acontece em outros traumas de grande amplitude, entretanto na queimadura a resposta hipermetabólica é mais severa e mais prolongada do que em outros tipos de trauma. Já foi mostrado que o estresse oxidativo participa ativamente da falência dos órgãos após queimadura, pois há um aumento na peroxidação lipídica e uma redução na atividade antioxidante após queimaduras. Além disso, abordagens terapêuticas usando substâncias antioxidantes aceleram o processo de reparo de queimaduras. As catecolaminas endógenas são os mediadores primários da resposta hipermetabólica desencadeada após queimaduras severas. Em um estudo de nosso laboratório mostramos que em ratas Wistar submetidas a uma queimadura de terceiro grau ocupando 10% da área total de superfície corporal, o tratamento com baixas doses de propranolol melhora o processo de reparo cutâneo. Estresse oxidativo pode ser definido como um desbalanço entre os pró-oxidantes e os antioxidantes favorável aos oxidantes. Os pró-oxidantes são produzidos como um produto normal do metabolismo aeróbico, mas em algumas situações, e as queimaduras são um exemplo, estes pró-oxidantes são produzidos em grandes quantidades. O estresse oxidativo presente nos pacientes queimados pode ser avaliado pelos níveis de peroxidação lipídica, como dienos conjugados, produtos de reação do ácido tiobarbitúrico ou malondialdeído. Terapias que tenham como objetivo evitar a formação de radicais livres ou a neutralização dos mesmos são de grande valor para os pacientes queimados. Já foi descrito que os beta-bloqueadores adrenérgicos apresentam importante atividade antioxidante agindo como neutralizadores de radicais livres. E atualmente é aceito que o propranolol é uma ferramenta terapêutica importante contra o estresse oxidativo por estabilizar as membranas, induzir a atividade antioxidante e de outras enzimas benéficas, aumentar a produção de óxido nítrico pelas células endoteliais e pela proteção direta de membranas isoladas, células cardiovasculares e tecidos contra a lesão oxidativa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador.

  • 2013 - Atual

    Exercício físico moderado e suplementação da dieta com L-triptofano: efeito terapêutico no reparo cutâneo de camundongos cronicamente estressados, Descrição: Quando a pele é lesionada o processo de reparo tecidual cutâneo é acionado para recompô-la. Entretanto diversos fatores podem atuar sobre este processo, retardando ou acelerando. A busca de agentes que permitam intervir e acelerar este processo é constante. No presente projeto nos propomos a investigar os efeitos do exercício físico moderado no reparo de lesões excisionais cutâneas de camundongos cronicamente estressados analisando parâmetros morfológicos e bioquímicos; resultados preliminares mostram efeitos positivos. Outra abordagem será avaliar o efeito da suplementação da dieta com L-triptofano no reparo de lesões excisionais cutâneas em camundongos cronicamente estressados. Será utilizado modelo animal de lesão. Análises morfológicas, bioquímicas e moleculares permitirão a investigação dos efeitos das terapias propostas e a proposição de mecanismos de ação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana-Souza - Integrante / Bianca Saguie - Integrante / Tais Fontoura de Almeida - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Pele de rã touro como curativo biológico, Descrição: Atualmente, muitas pesquisas estão direcionadas a busca de produtos naturais que possam constituir materiais alternativos para o tratamento local de feridas. Isso é justificado pelo alto custo dos curativos sintéticos ou biossintéticos oclusivos, resultando na inacessibilidade de boa parte da população a tais procedimentos. O curativo biológico tem sido uma alternativa temporária para tratamento de lesões cutâneas. Inúmeros tecidos de origem animal tem sido empregados como curativo biológico oclusivo em feridas cutâneas. Dentre eles pode-se citar o uso de membrana amniótica equina e humana, pele de cadáver humano, pele de cão, pele de cobaia, pele de porco, placenta humana, pericárdio bovino e equino, membrana de queratinócitos humanos (autólogos ou não), camada submucosa de intestino delgado de porco e pele de anfíbio. Os curativos biológicos, utilizando a pele de rã touro (Lithobates catesbeianus), foram testados e revelaram resultados não muito satisfatórios no reparo de lesões cutâneas em cães. Entretanto, o uso da pele da rã vem sendo amplamente empregado na cicatrização de queimaduras em humanos. A cultura popular relata o uso de pele de anfíbios para a promoção da cicatrização de lesões crônicas, entretanto não há relatos científicos que estudem em detalhes como este processo ocorre. Sabe-se que a pele de rã touro (Lithobates catesbeianus) apresenta propriedades antiinflamatórias, antioxidantes e antimicrobianas, além de modular a secreção de insulina. Uma outra propriedade importante da pele de rã touro é a permeabilidade seletiva. Seu uso como curativo biológico em lesões crônicas se beneficiaria das propriedades inerentes à pele, além disso a permeabilidadeseletiva permitiria a administração concomitante de drogas para auxiliar o fechamento da lesão sem a necessidade de trocas freqüentes de curativos. Neste projeto investigaremos, em modelos animais, estas propriedades visando a aplicação em humanos no futuro, caso os resultados sejam positivos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Lycia Brito Gitirana - Integrante / Romana-Souza, B. - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Nanopartículas metálicas associadas ao óxido nítrico e o reparo cutâneo, Descrição: Nanopartículas metálicas têm despertado o interesse da comunidade científica para possíveis aplicações biomédicas, pois suas superfícies podem conter uma monocamada de tióis (-SH), conhecida como camada protetora, a qual permite a introdução de grupos funcionais por modificações químicas. Esses grupos funcionais podem conter o fármaco desejável para uma aplicação médica. Nanopartículas de óxido de ferro superparamagnéticas (SPIONs) com alta magnetização e boa biocompatibilidade têm chamado a atenção no meio científico por poderem ser aplicadas como carreadores de drogas ou anticorpos para tecidos ou órgãos doentes. As SPIONs são conhecidas por possuírem excelentes propriedades magnéticas, serem não-tóxicas e apresentarem tamanhos controláveis da ordem de poucos nanômetros, o que as coloca em dimensões menores ou comparáveis às de células (10?100 m), vírus (20?450 nm), proteínas (5?50 nm) ou genes (2 nm de largura e 10?100 nm de comprimento), tornando-as adequadas às aplicações que envolvam entidades biológicas dessa ordem de grandeza. Em biomedicina, o recobrimento das nanopartículas merece especial atenção. Além de evitar a formação de aglomerados, ele é responsável por tornar as partículas solúveis em água, não-tóxicas, biocompatíveis e também possibilita a funcionalização da superfície com agentes biologicamente ativos. Nesse cenário, o projeto prevê a funcionalização de nanopartículas ferromagnéticas com grupos doadores de NO (como os grupamentos ?SNO) gerando nanopartículas metálicas doadoras de NO e a posterior aplicação destas nanopartículas em lesões cutâneas. Trabalhos anteriores do laboratório mostraram que a utilização de doadores de NO é benéfica no tratamento de lesões cutâneas. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / A B Seabra - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Efeitos da vitamina E sobre o raparo cutâneo, Descrição: Estudar os efeitos da administração de vitamina E (sistêmica ou tópica) sobre o processo de reparo tecidual e sobre a qualidade final dacicatriz.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Jessica de Souza Correa - Integrante / Mariana Stutz Klen - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Efeitos do estresse psicológico e da nicotina sobre o reparo tecidual cutâneo de camundongos, Descrição: O hábito de fumar e o estresse psicológico costumam estar associados em humanos. A vontade de fumar é maior durante períodos estressantes e a abstinência prolongada potencializa os efeitos do estresse. Porém, a nicotina (principal componente do cigarro) regula a resposta ao estresse de maneira paradoxal, pois modula seletivamente a resposta do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal ao estímulo de outros estressores. Em fumantes submetidos a um ambiente estressante, a nicotina estimula a produção de dopamina, com efeito calmante, e a redução dos efeitos do estresse. Mas, a administração prolongada de nicotina exacerba a gravidade de úlceras gástricas decorrentes do estresse. E o consumo constante de nicotina evita algumas respostas ao estresse por inibir a ativação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, reduzindo os níveis de glicocorticóides e a expressão de enzimas da biossíntese de catecolaminas. O nosso grupo mostrou que a exposição de diferentes linhagens de camundongos à fumaça de cigarro pode retardar a cicatrização de lesões cutâneas. Porém, o efeito da nicotina sobre a pele parece ser contraditório. A nicotina reduz a proliferação de macrófagos e fibroblastos, enquanto aumenta a adesão e diferenciação de queratinócitos. O tratamento com nicotina acelera o fechamento de lesões cutâneas em camundongos diabéticos, que naturalmente apresentam retardo na cicatrização. E baixas concentrações de nicotina aceleram a cicatrizações de lesões cutâneas por acelerar a angiogênese local. Uma vez que não há relatos entre a associação da nicotina e do estresse sobre o reparo tecidual cutâneo, nos propomos a estudar o efeito da administração de nicotina no reparo de lesões cutâneas de camundongos estressados. A nossa hipótese é que a nicotina exacerbe o efeito deletério do estresse crônico no reparo de lesões cutâneas, porém melhore o reparo destas lesões de animais não-estressados. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana-Souza - Integrante / Tais Fontoura Almeida - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Efeitos da tensão mecânica sobre o reparo tecidual cutâneo, Descrição: Investigaremos como a tensão aplicada sobre a pele em processo de cicatrização pode afetar este processo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Mariane Altomare - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Doadores de óxido nitrico e reparo cutâneo, Descrição: EStudaremso diferentes formas de administrar doadores de óxido nítrico e seus efeitos sobre o reparo cutâneo em animais. Este estudo será realizado em colaboração com a UNICAM e a UNIFESP.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / M G de Oliveira - Integrante / A B Seabra - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Efeitos da erva mate sobre o reparo cutâneo de animais cronicamente estressados, Descrição: A erva-mate (Ilex paraguariensis A. St. Hil., Aquifoliaceas) e uma das plantas mais amplamente consumidas na América do Sul3. O extrato de erva-mate possui uma atividade antioxidante que e atribuída aos altos níveis de polifenois4. A suplementação da dieta com erva-mate pode reduzir o dano oxidativo em camundongos expostos a fumaça de cigarro, proteger o material genético contra danos e melhorar a tolerância a glicose em animais obesos. O estresse psicológico compromete o reparo de lesões cutâneas por um mecanismo ainda não completamente compreendido. Foi proposto que muitos dos efeitos adversos do estresse podem resultar da produção de oxidantes e do dano oxidativo em substancias biológicas essenciais. O estresse psicológico pode estimular a peroxidação lipídica e reduzir os níveis teciduais de antioxidantes como glutationa e vitamina E prejudicando o comportamento cognitivo e atividade locomotora de roedores. Além disso, a produção excessiva de oxidantes pode prejudicar a cicatrização de lesões cutâneas de indivíduos não estressados. Assim, a hipótese deste projeto e que o efeito antioxidante do extrato da erva-mate pode atenuar os efeitos deletérios do estresse psicológico no reparo tecidual cutâneo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Romana-Souza, B. - Integrante / Taiza de Castro Pires - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2013

    Efeitos da síndrome metabólica e do envelhecimento sobre o reparo tecidual cutâneo de camundongos, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Marcela Otranto de Souza e Mello - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2009 - Atual

    Efeito do estresse psicológico sobre o reparo tecidual cutâneo, Descrição: Inicialmente, o estresse crônico estava relacionado somente a problemas emocionais ou psicológicos como a depressão e a ansiedade. Atualmente, sabe-se que o estresse está associado à etiologia de uma grande variedade de doenças incluindo doenças cardiovasculares, artrite reumatóide, infecções respiratórias, diabetes dos tipos I e II, dermatites atópicas e certos cânceres.E na maioria dos casos, o estresse agrava a sintomatologia destas doenças devido a um desequilíbrio no sistema imunológico aumentando a morbidade ou a mortalidade dos pacientes. Devido a estes estudos, o estresse já é considerado um grave problema de saúde pública. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o estresse já é uma epidemia global, pois pelo menos 90% da população mundial sofre de algum nível de estresse. Conscientes deste grave quadro, diversos estudos em humanos e roedores foram realizados visando compreender melhor como o estresse agudo ou crônico altera os sistemas neuroendócrino, cardiovascular, respiratório, e a respostas psicológicas e comportamentais. Entretanto, poucos trabalhos demonstraram os efeitos do estresse no reparo tecidual cutâneo. Nosso laboratório vem demonstrando que o reparo tecidual rápido e eficiente de lesões cutâneas é essencial para saúde de humanos e roedores, pois um prolongamento no reparo destas lesões pode permitir que microorganismos e substâncias tóxicas penetrem no corpo dificultando a recuperação do paciente e aumentando a sua probabilidade de morte. Para estudar os efeitos do estresse psicológico crônico no reparo tecidual cutâneo será utilizado um modelo de estresse rotacional em camundongos que mimetiza parcialmente as alterações comportamentais, emocionais e fisiológicas observadas em humanos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana-Souza - Integrante / Jeanine Salles dos Santos - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2008 - 2013

    Participação das vias da ciclooxigenase e da lipooxigenase sobre o reparo tecidual cutâneo em camundongos, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    Efeito da intensidade do exercício físico sobre o reparo tecidual, Descrição: A atividade física está associada a um grande número de adaptações crônicas responsáveis pela melhoria das funções fisiológicas gerais. Dentre estas, pode-se observar mudanças nos sistemas cardiovascular e imunológico, no metabolismo, no tecido muscular e no tecido conjuntivo. Nos ossos, o exercício promove estímulo mecânico que favorece a osteogênese. A carga mecânica imposta pelo treinamento aumenta a densidade mineral óssea, protegendo contra a perda de massa óssea relacionada ao envelhecimento e prevenindo contra osteopenia e osteoporose. No que diz respeito à influência do treinamento físico na constituição da pele, um estudo com camundongos submetidos a treinamento em esteira observou que as concentrações de hidroxiprolina e hexosaminas encontravam-se aumentadas nas amostras de pele de animais treinados quando comparados aos animais controles. Os resultados obtidos demonstraram que os efeitos do treinamento físico não estavam limitados exclusivamente ao tecido conjuntivo do sistema locomotor, sugerindo que mecanismos sistêmicos de controle poderiam estar exercendo um importante papel na adaptação do tecido conjuntivo ao exercício. Levando-se em consideração estudos anteriores pode-se questionar a influência do exercício no reparo tecidual cutâneo, já que este consiste em uma resposta orgânica do tecido conjuntivo à injúria que envolve uma série de interações entre células e mediadores. Desta forma, o objetivo geral do presente estudo consiste na observação das alterações macroscópicas e microscópicas do processo de reparo cutâneo induzidas pelo exercício de diferentes intensidades.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Fernanda Gurgel Zogaib - Integrante.

  • 2007 - 2009

    Efeitos das estatinas sobre o reparo tecidual cutâneo, Descrição: As estatinas são drogas que inibem a enzima 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HMG-CoA redutase), que catalisa a etapa limitante na síntese do colesterol. A HMG-CoA redutase reduz a HMG-CoA em Coenzima A e mevalonato. Com isso, as estatinas diminuem principalmente o colesterol LDL. As estatinas também têm mostrado diversas propriedades pleiotrópicas tais como efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes (por bloquear a indução de citocinas pró-inflamatórias), na angiogênese promover a estabilização de placas de gordura nos vasos e capacidade de tratar e prevenir diversas doenças dermatológicas como Vitiligo, Alopécia areata, Líquen plano, Lúpus eritematoso cutâneo sub-agudo e etc. Apesar de diversos estudos terem mostrado os efeitos das estatinas, ainda não está descrito suas ações no reparo tecidual cutâneo. Considerando que as estatinas vêm sendo amplamente utilizadas por pacientes com pressão normal, pacientes hipertensos e/ou pacientes com histórico familiar de hipertensão e que seus efeitos no processo de cicatrização cutânea ainda não foram relatados, se faz necessário um estudo destas drogas no reparo de lesões cutâneas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Tatiana A Pádua - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2006 - 2011

    Efeito de diferentes ácidos graxos sobre o reparo cutâneo, Descrição: Se no que tange os efeitos cardiovasculares a literatura é bastante ampla e coerente, no que tange os efeitos da a participação dos diferentes ácidos graxos no reparo cutâneo a literatura é escassa e controversa como podemos ver a seguir. Em um modelo experimental de deficiência de ácidos graxos essenciais foi mostrado que esta condição embora cause alterações na pele não causa alterações na força tênsil de lesões incisionais(Porras-Reyes, Schreiner et al. 1992). A aplicação tópica de óleo de fígado de bacalhau (rico em ácidos graxos poli-insaturados) acelerou a retração de lesões em camundongos(Kietzmann 1999), já a aplicação tópica de ácido graxo n-3 retardou a retração da lesão(Cardoso, Souza et al. 2004), e a administração de uma dieta rica em ácidos graxos n-3 não afetou a cicatrização em cachorros(Scardino, SWAIN et al. 1999), mas reduziu a força tênsil de lesões em ratos(Albina, Gladden et al. 1993). A aplicação tópica de ácido graxo n-3 além de retardar a retração causou um aumento nos níveis de óxido nítrico na lesão nos primeiros dias e aumento a deposição de matriz extracelular, já a aplicação tópica de ácido graxo n-6 pouco afetou a retração (ligeira aceleração) e a aplicação de ácido graxo n-9 acelerou a retração da lesão 9 (Cardoso, Souza et al. 2004). Devido ao aumento na ingestão de óleos ricos em ácidos graxos n-3 como conseqüência dos benefícios cardiovasculares amplamente divulgados na literatura e da possibilidade de efeitos adversos causados por estes ácidos graxos faz-se necessária uma cuidadosa investigação do papel dos ácidos graxos na cicatrização cutânea.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2006 - 2009

    Participação dos receptores adrenérgicos no reparo tecidual cutâneo, Descrição: Em nosso laboratório estudamos os efeitos da denervação simpática sobre a cicatrização cutânea e mostramos que a cicatrização de lesões excisionais foi afetada pela denervação simpática (através da administração de 6-hidroxidopamina ? 6-OHDA). Em função destes resultados nos propusemos determinar o mecanismo de ação através do qual a denervação simpática atua na cicatrização cutânea através do bloqueio de receptores adrenérgicos com antagonistas seletivos e não seletivos. Os receptores adrenérgicos são divididos em dois tipos: alfa e beta e, subseqüentes estudos confirmaram a existência de dois subtipos de alfa adrenoceptores (alfa1 e alfa2) e três subtipos de beta adrenoceptores (beta1, beta2 e beta3).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana-Souza - Integrante., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 3

  • 2006 - 2008

    Efeitos do ultra-som terapêutico sobre o reparo cutâneo, Descrição: O ultra-som terapêutico é um recurso físico muito empregado como coadjuvante na promoção do reparo tecidual cutâneo (Dyson, M. and Pond, 1970; Taskan et al., 1997). Estudos têm mostrado que a energia ultra-sônica afeta a reparação tecidual, já que reduz edemas, favorece a circulação sangüínea, relaxa a musculatura, alivia a dor e modifica a formação de cicatriz (Dyson, M, 1987; Hoogland, 1986; Ter Haar, 1999; Young and Dyson, 1990a), entretanto o mecanismo de ação do ultra-som sobre o reparo cutâneo ainda não é conhecido. Zhou, num estudo realizado em cultura de fibroblastos, mostrou que o ultra-som, ativa Rho, induz a formação de fibras de stress e recruta paxilina para as adesões focais por um mecanismo ROCK dependente (Zhou et al., 2004). Este estudo fornece dados experimentais que explicam a base molecular da a observação clínica de que o tratamento com ultra-som favorece o reparo tecidual ; além disso descreve a complexa via de sinalização que é disparada pela utilização do ultra-som (Zhou et al., 2004). Embora todos os mecanismos não sejam ainda perfeitamente conhecidos, existem outras evidências demonstrando a influência do ultra-som terapêutico na reparação tecidual, pelas alterações provocadas na permeabilidade das membranas celulares. Estes trabalhos sugerem que esses efeitos sejam devidos à cavitação (Hoogland, 1986; Low and Reed, 2001). Estes trabalhos nos estimulam a estudar os efeitos do ultra-som terapêutico no reparo tecidual cutâneo, tendo como objetivos a demonstração das alterações provocadas pela energia ultra-sônica para a aceleração do reparo, uma vez que muitos dos estudos publicados mostram resultados inconclusivos. Considerando este fato, temos como objetivo avaliar a ação da energia ultra sônica na re-epitelialização, contração da lesão e arranjo da matriz extracelular, diferenciação miofibroblástica, e distribuição de mastócitos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / M Altomare - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2006 - Atual

    Efeitos de doadores de óxido nítrico sobre o reparo tecidual cutâneo, Descrição: Diversos trabalhos têm sido sugerido um importante papel para o óxido nítrico no reparo tecidual normal. O nosso grupo mostrou que a inibição da síntese do óxido nítrico, induzida pela administração do L-NAME, retarda o processo de reparo cutâneo. A partir destes dados criamos a hipótese que a aplicação de doadores de óxido nítrico poderia acelerar o processo de reparo cutâneo. Para testar esta hipótese utilizaremos a S-nitrosoglutationa (GSNO) que é a principal doadora de óxido nítrico encontrada in vivo. A GSNO desempenha muitas das funções do óxido nítrico tais como: inibir a agregação plaquetária durante a angioplastia coronária, agir de forma benéfica nas lesões de isquemia/reperfusão, na pré-eclâmpsia e no tratamento do infarto agudo do miocárdio e na angina instável. Já foi mostrado que a GSNO tem a capacidade de estimular a deposição de colágeno durante o reparo cutâneo. Utilizaremos estudos in vitro e in vivo. Nos estudos in vitro os efeitos da inibição da síntese do óxido nítrico e de doadores de óxido nítrico serão testados em fibroblastos avaliando a proliferação celular, a diferenciação miofibroblástica, a produção de algumas citoquinas e de algumas moléculas da matriz extracelular. In vivo utilizaremos a GSNO em diferentes fases do reparo para verificar se o óxido nítrico tem ação preponderante em uma destas etapas. Em seguida utilizaremos a GSNO em dois modelos de lesões com reparo retardado (lesões isquêmicas e em ratas submetidas à ooforectomia para verificar os efeitos da GSNO se confirmam nestas situações. Nos estudos in vivo analisaremos os seguintes parâmetros: retração e re-epitelialização da lesão, síntese de proteínas da matriz extracelular e de algumas citoquinas, expressão e atividade de algumas metaloproteases de matriz (MMPs), infiltrado inflamatório, diferenciação miofibroblástica, angiogênese e migração de mastócitos. Nossos resultados poderão originar uma nova possibilidade de intervenção terapêutica no processo de cicatrização que ben. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Thais Porto Amadeu - Integrante / A B Seabra - Integrante / M G deOliveira - Integrante / J L Georgii - Integrante., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2007

    Laser de baixa intensidade e cicatrização cutânea: efeitos de diferentes protocolos, Descrição: Estudar os efeitos do laser de baixa intensidade sobre a cicatrização cutânea seguiindo diferenters protocolos: lond]go, fase inflamatória ou fase de formação do tecido de granulação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Andrea Castagna Mourão e Lima - Integrante / Raphael Vieira MonteAlto - Integrante / José Guilherme Guimarães - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa.

  • 2002 - 2011

    Efeitos de uma dieta de alta densidade energética sobre a cicatrização cutânea, Descrição: Uma dieta adequada é importante para promover a cicatrização. Após a lesão ocorre uma intensa demanda metabólica por nutrientes e o status nutricional do paciente na época do trauma ou cirurgia influencia os processos bioquímicos necessários para que a cicatrização normal ocorra. A dieta típica do norte-americano está desequilibrada em relação à pirâmide guia de alimentos - rica em açúcares e gorduras (topo da pirâmide), e pobre na maior parte dos outros alimentos que compõem a base da pirâmide, especialmente frutas e vegetais de folhas verdes. O alarmante aumento no consumo de açúcares e gorduras leva a especulações de que o consumo de refrigerantes e fast foods pode Entre as conseqüências da obesidade está a alteração de diversos fatores da fisiologia cutânea. Pessoas obesas muitas vezes desenvolvem lesões crônicas. Para tratar lesões de pacientes obesos é necessário entender mudanças intrínsecas nos sistemas corporais induzidas pela obesidade e como estas mudanças afetam a cicatrização. Neste trabalho nós temos como objetivo avaliar as alterações macro e microscópicas provocadas pela dieta de alta densidade energética sobre as etapas do processo de cicatrização de lesões cutâneas em ratos Wistar, avaliando a retração da lesão, a re-epitelialização, a fase inflamatória, a diferenciação miofibroblástica, a vascularização, a proliferação celular, os mastócitos, a distribuição e organização das fibras do sistema colágeno e a qualidade da cicatriz. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / A P Nascimento - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2

  • 2002 - 2008

    Efeitos da inibição da síntese do óxido nítrico sobre o reparo tecidual cutâneo e hepático, Descrição: Considerando que o óxido nítrico (ON) é uma molécula importante no processo de reparo tecidual, e que suas funções no reparo tecidual hepático e cutâneo normal e patológico ainda são contraditórias, este trabalho estudará os efeitos da inibição da síntese do ON nesses processos usando material humano e modelos experimentais em animais. - O reparo tecidual normal compreende fases que envolvem a angiogênese, a deposição de componentes da matriz extracelular, a proliferação e a diferenciação celular. Já que os efeitos da inibição da síntese do ON durante o reparo tecidual ainda não foram elucidados, estudaremos seus efeitos na diferenciação miofibroblástica, na síntese de colágeno e de outras proteínas da matriz extracelular, na expressão de metaloproteases e na angiogênese. - Como o ON pode atuar de maneiras diferentes nos vários sistemas do nosso organismo, será que a inibição da síntese do ON exerce os mesmos efeitos no reparo tecidual cutâneo e hepático? Até que ponto o ON atua facilitando ou não estes processos? - Existem vários modelos experimentais de indução da fibrose hepática em animais. O modelo de ligadura do colédoco é pouco inflamatório e o estímulo para o desenvolvimento da lesão é mecânico, devido ao acúmulo de bile; e o modelo que usa o tetracloreto de carbono induz resposta inflamatória e o desenvolvimento da lesão se dá devido à toxicidade do tetracloreto de carbono. Será que a inibição da síntese do ON causa os mesmos efeitos nestes dois modelos experimentais? - Considerando que a proliferação e a diferenciação celular são processos importantes no reparo tecidual, quais os efeitos da inibição da síntese do ON na proliferação e na diferenciação dos fibroblastos in vitro? Será que observaremos os mesmos efeitos nas células isoladas de pele e de fígado? Com isso, buscamos encontrar subsídios para uma melhor compreensão dos fatores envolvidos no reparo tecidual normal e patológico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / T P Amadeu - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação., Número de produções C, T & A: 3

  • 2002 - 2006

    Efeitos do teor protéico da dieta sobre a cicatrização cutânea, Descrição: Diferentes fatores locais e sistêmicos exercem influência sobre o processo de cicatrização de lesões; dentre os fatores sistêmicos, a má nutrição altera de forma significativa o processo de reparo, atrasando e algumas vezes impedindo o curso natural do mesmo. A má nutrição protéica está associada, entre outros fatores, à cicatrização inadequada de lesões. Modelos experimentais utilizando animais submetidos à má nutrição protéica mostraram que, após realização de laparotomia, suas lesões se mostraram mais frágeis quando comparadas a animais normalmente nutridos. A depleção protéica também causou prejuízo à cicatrização de anastomoses de cólon, provocando diminuição na resistência das lesões à pressão. A taxa de contração de lesões cutâneas em ratos com diferentes graus de desnutrição não sofreu alterações significativas, quando comparada à contração de lesões semelhantes em ratos normalmente nutridos. Por outro lado, alguns estudos demonstram que a contração de lesões cutâneas excisionais em animais mal nutridos é significativamente mais lenta a partir do quarto dia de lesão quando comparada aos animais do grupo controle, envolvendo alterações no tecido de granulação, tais como celularidade aumentada e pobre deposição de colágeno. Em outro estudo, segundo o mesmo grupo, a reposição protéica pós-lesão para animais desnutridos não acelera o processo de contração de lesões excisionais cutâneas. O objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos da restrição protéica sobre o reparo de lesões excisionais cutâneas, em ratos adultos machos e fêmeas, analisando: a retração das lesões; a deposição de matriz extracelular; a distribuição de mastócitos; a diferenciação miofibroblástica e a angiogênese.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Marcela Otranto de Souza e Mello - Integrante / I SouzaNetto - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Remuneração.

  • 2002 - 2005

    Fatores envolvidos no desenvolvimento de cicatrizes hipertróficas e quelóides, Descrição: Fatores envolvidos no desenvolvimento de cicatrizes hipertróficas e quelóides, em especial investigação de um possível papel da inervação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Thais Porto Amadeu - Integrante / Bruna Romana de Souza - Integrante / Juliana Fernandes Cardoso - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2001 - 2008

    Efeitos da nicotina e da fumaça de cigarro sobre a cicatrização cutânea, Descrição: A compreensão de se, e como, a fumaça de cigarro e a nicotina interferem na reparação tecidual vai gerar conhecimento (dados objetivos) que será extremamente útil aos profissionais da área de saúde na orientação de pacientes fumantes, especialmente nas cirurgias eletivas (cirurgias estéticas e colocação de implantes dentários, por exemplo). O uso da nicotina como droga para estimulação terapêutica da angiogênese pode acontecer em um futuro próximo (Heeschen et al., 2001) possibilitando o seu uso em tratamento de feridas crônicas (Jacobi et al., 2002). Por isso torna-se fundamental que o mecanismo exato de ação da nicotina sobre as células efetoras do processo de reparação tecidual e sobre cada uma de suas fases seja bem conhecido para que as possíveis aplicações terapêuticas sejam adequadas. A atualidade deste projeto pode ser confirmada por um artigo publicado recentemente (Arredondo et al., 2003) mostrando os efeitos da nicotina sobre o ciclo celular em fibroblastos dérmicos, sem entretanto averiguar aspectos importantes da reparação celular como a diferenciação miofibroblástica, por exemplo, ou os efeitos de seu metabólito principal, a cotinina. OBJETIVOS GERAIS 1. Determinar se os efeitos da fumaça de cigarro são os mesmos que os da nicotina (via i.p.) na cicatrização de lesões cutâneas, em animais normais e diabéticos. 2. Determinar os efeitos da fumaça de cigarro e da nicotina (via i.p.) na angiogênese durante a cicatrização de lesões cutâneas, em animais de diferentes linhagens, e em animais diabéticos, e comparar com os dados da literatura. 3. Descrever o comportamento de fibroblastos dérmicos tratados com nicotina ou cotinina. 4. Conhecer os efeitos da nicotina e da fumaça de cigarro sobre a cicatrização cutânea visando dar suporte aos profissionais da área de saúde uma correta e objetiva orientação aos pacientes sobre as conseqüências do fumo, em especial em cirurgias eletivas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / L C Porto - Integrante / Juliana Fernandes Cardoso - Integrante / S S Valença - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2001 - 2006

    Efeitos da inervação sobre a cicatrização cutânea, Descrição: A participação do sistema nervoso periférico na cicatrização cutânea foi inicialmente proposta a partir da observação clínica de pacientes hemiplégicos e tetraplégicos. Estes pacientes possuem uma incidência elevada de problemas de cicatrização em lesões de "pressão" (escaras) abaixo do nível de denervação espinhal. As lesões em áreas denervadas têm mais complicações de cicatrização do que as lesões acima do nível de perda espinhal ou as de pacientes não paraplégicos (Basson e Burney, 1982). No passado, estes resultados eram atribuídos somente a injúrias de "pressão" ou a infecções crônicas, mas atualmente torna-se cada vez mais evidente o papel do sistema nervoso periférico na cicatrização de lesões cutâneas. Para um melhor entendimento do papel das estruturas nervosas sobre a cicatrização, tornou-se necessária a utilização de modelos experimentais para criar lesões em áreas denervadas em animais. Neste projeto estudamos ao papel da inervação sobre a cicatrização cutânea utilizando a denervação simpática química, o bloqueio de receptores adrenérgicos ou a denervação cirúrgica. Os parãmetros avaliados são os seguintes: infliltrado inflamatório, retração da lesão, re-epitelialização, diferenciação miofibroblástica, angiogênese, particiopação dos mastócitos (incluindo sub-populações) e deposição de matrtiz extracelular.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andréa Monte Alto Costa - Coordenador / Bruna Romana de Souza - Integrante / Bianca da Silva Salmon - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Auxílio financeiro / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Bolsa de produtividade 1D, CNPq.

2015

Bolsa Prociencia, UERJ.

2014

Menção Honrosa, Federação de Sociedades de Biologia Experimental.

2014

Cientista do Nosso Estado, FAPERJ.

2012

Bolsa Prociencia, UERJ.

2012

Menção Honrosa, Fesbe.

2012

Produtividade em pesquisa, CNPq.

2012

Bolsa produtividade em pesquisa 1D, CNPq.

2011

Cientista do Nosso Estado, FAPERJ.

2009

Jovem Cientista do Nosso Estado, FAPERJ.

2009

Bolsa Prociencia, UERJ.

2009

Menção honrosa, Fesbe.

2009

Orientador de bolsista nota 10 - mestrado, FAPERJ.

2009

Produtividade em pesquisa, CNPq.

2008

Orientador de bolsista nota 10 - mestrado, FAPERJ.

2006

Bolsa de Produtividade em Pesquisa, CNPq.

2006

Bolsa Prociencia, UERJ.

2005

Menção Honrosa - 14 Semana de Iniciação Científica UERJ, UERJ.

2003

Bolsa de Produtividade em Pesquisa - nível 2B, CNPq.

2003

Bolsa Prociencia, UERJ.

2002

Jovem Cientista do Nosso Estado, FAPERJ.

2001

Bolsa de Produtividade em Pesquisa - nível 2C, CNPq.

2000

Menção Honrosa - 9 Semana de Iniciação Científica, UERJ.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Centro Biomédico, Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes. , Av Prof Manoel de Abreu, 444 / 3 andar, Vila Isabel, 20550-170 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (21) 25876509, Fax: (21) 25876511, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

1993 - 2000

Faculdade de medicina de Petrópolis

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Prof Adjunto, Carga horária: 20

Atividades

  • 03/1993 - 12/2000

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Histologia e Embriologia, Biologia Celular

2019 - Atual

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2019

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1999 - 2011

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

1994 - 1999

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40

1993 - 1994

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 12/2002

    Direção e administração, Centro Biomédico, Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes.,Cargo ou função, Membro Comissão de Pós-Graduação.

  • 10/1999

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, Departamento de Histologia e Embriologia.,Linhas de pesquisa

  • 09/1999

    Ensino, Biologia Humana e Experimental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia molecular aplicada à morfologia, Biologia da Matriz Extracelular, Tópicos Especiais em Morfologia - Palestras, Tópicos Revisionais em Embriologia

  • 08/1999

    Outras atividades técnico-científicas , Centro Biomédico, Centro Biomédico.,Atividade realizada, orientação.

  • 08/1993

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, Departamento de Histologia e Embriologia.,Linhas de pesquisa

  • 08/1993

    Ensino, Diversos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Histologia, Embriologia

  • 08/2000 - 11/2002

    Direção e administração, Centro Biomédico, Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes.,Cargo ou função, Coordenador adjunto Pós-Graduação Morfologia.