Adriana Ingrid Anfora

Cursando mestrado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2011). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Crítica Literária

Informações coletadas do Lattes em 19/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Literatura e Crítica Literária

2009 - 2012

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Fernando Segolin.Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura e Crítica Literária.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária/Especialidade: Crítica Literária.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luzia Machado Ribeiro de Noronha

NORONHA, Luzia Machado Ribeiro de; JUNQUEIRA, M. A.; Segolim, Fernando. Grotesco e ironia em Macário de Álvares de Azevedo: transgressão, spleen e utopia. 2012. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Maria Aparecida Junqueira

JUNQUEIRA, M. A.; SEGOLIN, Fernado; NORONHA, L. M. R.. Grotesco e Ironia em Macário de Álvares de Azevedo: transgressão, spleen e utopia. 2012. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Fernando Segolin

Macunaíma: uma identidade nacional; Início: 2009; Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; (Orientador);

Fernando Segolin

Grotesco e ironia em Macário de alvares de Azevedo: transgressão, spleen e utopia; 2012; Dissertação (Mestrado em Progra de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Cr) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Secretaria da Educação do Governo de São Paulo; Orientador: Fernando Segolin;