Pandora Gomes Borges

Enfermeira formada pela Universidade Federal de Goiás (2022). No ambiente acadêmico, fez parte como membro do núcleo de pesquisas em gestão de serviços de saúde e enfermagem para segurança do trabalhador e usuários (NUGESTUS-2017) e do Grupo de estudos em pacientes clínico-cirúrgicos e transplante de órgãos (GEPACTO-2018 à 2021) da FEN/UFG.

Informações coletadas do Lattes em 17/11/2023

Acadêmico

Formação acadêmica

Graduação em Enfermagem

2016 - 2022

Universidade Federal de Goiás
Título: Ações gerenciais no contexto de cuidados paliativos pediátricos: como atuam os enfermeiros gestores?
Orientador: Patrícia Tavares dos Santos.

Ensino Médio (2º grau)

2011 - 2013

Colégio Decisão

Formação complementar

2020 - 2020

Treinamento do Portal de Periódicos da CAPES. (Carga horária: 2h). , Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2020 - 2020

Atualização de informações sobre a COVID19 e estratégias de imunização. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

2020 - 2020

Treinamento Orientação para Normalização de Trabalhos Acadêmicos - ABNT. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

2018 - 2018

Extensão universitária em Dia Mundial do Rim. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

2018 - 2018

Minicurso intitulado Cuidados Paliativos - 15º CONPEEX (2018). (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

2017 - 2017

Curso Doação de órgãos e Suporte Básico de Vida. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Transplante de órgãos.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Cuidados Paliativos.

Organização de eventos

BARRETO, R. A. S. S. ; BORGES, P. G. ; NASCIMENTO, G. M. ; SANTOS, P. T. ; ROSSO, C. F. W. . I SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM FEN/HC - EBSERH. 2019. (Outro).

BORGES, P. G. ; SANTOS, V. R. A. ; NEVES, H. C. C. . IV Seminário de Acolhimento aos Novos Residentes e IV Oficina de Integração Ensino-Assistência do HC-UFG/EBSERH. 2019. (Outro).

Participação em eventos

Atenção Primária à Saúde no cenário da Covid-19 e as perspectivas pós-pandemia. 2020. (Outra).

I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIREITO E MATERNIDADE. 2020. (Simpósio).

Jornada de Cuidados Paliativos e Saúde Mental. 2020. (Outra).

Programa de Enfermagem do Grupo Tordesillas e do Colégio Doutoral Tordesillas de Enfermagem e XIV Mostra Científica, Cultural e de Extensão da Faculdade de Enfermagem (FEN) da Universidade Federal de Goiás (UFG). 2020. (Seminário).

80ª Semana Brasileira de Enfermagem. 2019. (Outra).

XVII Encontro Científico dos Acadêmicos de Enfermagem da PUC Goiás. 2019. (Encontro).

15 CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. MORTALIDADE POR CAUSAS EVITÁVEIS EM MENORES DE 5 ANOS NO ESTADO DE GOIÁS.. 2018. (Congresso).

15 CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2018. (Congresso).

III SIMPÓSIO DE CUIDADOS PALIATIVOS E CURSO INTRODUTÓRIO DA LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA. 2018. (Simpósio).

O Futuro dos Sistemas Universais de Saúde no mundo. 2018. (Outra).

14 CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. Projeto de Extensão Doa Goiás. 2017. (Congresso).

CIBE Brazil 2017 - Congresso Internacional de Bombeiros e Emergências e da FIPIE - Feira Internacional de Prevenção de Incêndios e Emergências.. 2017. (Congresso).

Atendimento Pré-Hospitalar nas Emergências Clínicas e Traumáticas. 2016. (Oficina).

I Simpósio de Ética e Legislação Profissional para Residentes de Enfermagem de Goiás. 2016. (Simpósio).

VI Seminário da Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde.Declaração Política do VI Seminário. 2016. (Seminário).

Foi orientado por

Juliana Alves Parente Rocha

Estudos epidemiológico e molecular da infecção pelo SARS-CoV-2 em Goiás; Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás; (Orientador);

Lucimeire Fermino Lemos

Mortalidade em menores de 5 anos no município de Goiânia; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás; Orientador: Lucimeire Fermino Lemos;

Karina Suzuki

Ocorrência de lesão renal aguda e taxa de mortalidade em pacientes clínicos da unidade de terapia iintensiva: revisão integrativa; 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás; Orientador: Karina Suzuki;

Produções bibliográficas

  • NASCIMENTO, G. M. ; BORGES, P. G. ; ANTUNES, C. M. T. B. . O PAPEL DA ENFERMAGEM NOS CUIDADOS PALIATIVOS INFANTIS: REVISÃO DE LITERATURA. In: XVII ECAENF PUC GO, 2019, Goiânia. Anais do XVII ECAENF PUC GO, 2019. v. 05.

  • BORGES, P. G. ; SILVA, A. C. M. ; MACHADO, E. R. ; NASCIMENTO, G. M. ; MOREIRA, I. M. ; SANTOS, N. S. . O cuidado e o cuidar humanos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções

MOREIRA, T. R. ; ROCHA, J. A. P. ; BAZILIO, G. S. ; BORGES, P. G. ; BORGES, C. L. . LACES. 2020. Vídeo.

BORGES, P. G. . Doações de cestas básicas para a Casa Juvenil Vida Nova. 2017 (extra curricular) .

Projetos de pesquisa

  • 2021 - 2022

    OCORRÊNCIA DE LESÃO RENAL AGUDA E TAXA DE MORTALIDADE EM PACIENTES CLÍNICOS DA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA., Descrição: Introdução: A Lesão Renal Aguda é uma doença que ocorre frequentemente em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva, por causas ainda não comprovadas. Com isso, a taxa de mortalidade entre os acometidos e a prevalência, possuem números altos e preocupantes. Objetivo: Este estudo teve por objetivo identificar a ocorrência de lesão renal aguda (LRA) e a taxa de mortalidade na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Método: Trata-se de uma revisão integrativa pelo método de investigação da Prática Baseada em evidências (PBE), utilizou-se a estratégia PICO (P= população/pacientes; I= intervenção/interesse; C= controle/comparação; e O= desfecho). O levantamento dos artigos foi realizado nos meses de junho e julho de 2021. Foram incluídos artigos escritos em português e inglês; publicados entre os anos de 2016 e 2021; texto completo disponível na íntegra. Já os excluídos foram aqueles em que a leitura do título e do resumo não se adequaram ao tema proposto.Seguiram-se três etapas para a avaliação dos artigos: leitura do título, leitura do resumo e leitura do corpo dos estudos. Resultados: Atenderam aos critérios de elegibilidade 23 artigos. Os pacientes que possuem comorbidades, apresentaram-se mais propensos a desenvolver LRA durante a internação na UTI, assim como homens de idades mais avançadas. A alta taxa de mortalidade também é um dado relevante, devido sua alta porcentagem, assim como a incidência da doença na UTI (13% a 84,2%), que são resultado da falta de prevenção e controle dos fatores que possam causar esse dano, mostrando a relevância da pesquisa nesta área, a fim de desenvolver novos métodos para que a LRA seja evitada. Conclusão: Este estudo reforçou a importância de conhecer como a LRA se desenvolve e quais os efeitos que a doença gera no paciente e, consequentemente, no hospital, assim como alguns métodos de prevenção, como a discussão da conduta tomada com cada paciente e a avaliação precoce da suscetibilidade do paciente evoluir para uma lesão renal, reduzindo os casos de morbimortalidade na unidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Pandora Gomes Borges - Integrante / Regiane Aparecida dos Santos Soares Barreto - Integrante / Karina Suzuki - Coordenador.

  • 2017 - 2018

    Mortalidade de crianças até 5 anos por causas evitáveis., Descrição: A mortalidade infantil é um indicador que estima o risco de morte dos nascidos vivos durante seu primeiro ano de vida, sendo considerada um problema nacional, nos âmbitos de desenvolvimento econômico e qualidade de vida. Este estudo teve por objetivo identificar a mortalidade infantil por causas evitáveis no estado de Goiás. Trata-se de estudo exploratório descritivo, transversal de cunho epidemiológico e abordagem quantitativa. Foram utilizados dados secundários do Sistema de Informações do SUS (Sistema Único de Saúde), disponibilizados pelo Departamento de Informática do SUS - Tabnet e por este motivo não foi necessária emissão de parecer do Comitê de Ética em Pesquisa. Observou-se que a maior parte dos óbitos na infância concentra-se no primeiro ano de vida, sobretudo no primeiro mês. Dentre as principais causas da mortalidade infantil verificou-se a ocorrência de doenças do trato respiratório e também causas relacionadas com a gestação. Estes resultados apontam que grande parte da mortalidade infantil ocorre devido a causas que podem ser prevenidas ou evitadas, evidenciando a necessidade melhoria de medidas preventivas e políticas públicas com o objetivo de redução da mortalidade infantil no estado de Goiás.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Pandora Gomes Borges - Integrante / Lucimeire Fermino Lemos - Coordenador.

Histórico profissional

Experiência profissional

2019 - 2019

Universidade Federal de Goiás

Vínculo: Aluna de graduação (BOLSISTA), Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12

Outras informações:
Monitoria de BASES PARA O CUIDAR DO INDIVÍDUO E DA FAMÍLIA II, oferecida pela Faculdade de Enfermagem (FEN/UFG).

Atividades

  • 07/2020

    Extensão universitária , Instituto de Ciências Biológicas.,Atividade de extensão realizada, LACES - PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIAL.

  • 01/2021 - 02/2021

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19.

  • 05/2020 - 10/2020

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, Atividade curricular com o nome TENDA UFG - ATENDIMENTO "FAST TRACK" COVID-19, coordenado pela Prof Dra. CLACI FATIMA WEIRICH ROSSO, com carga horária de 50 horas..

  • 03/2020 - 04/2020

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, Monitora da ação de extensão CAMPANHA DE VACINAÇÃO H1N1 2020- DRIVE THRU, coordenado pela Prof Dra VALERIA PAGOTTO, com carga horária de 80 hrs..

  • 03/2020 - 03/2020

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, Atividade curricular com o nome ATUALIZAÇÃO ACERCA DOS ASPECTOS VIROLÓGICOS, EPIDEMIOLÓGICOS, CLÍNICOS E MEDIDAS PREVENTIVAS DIANTE DA PANDEMIA DE COVID- 19, coordenado pela Prof Dra. KATIANE MARTINS MENDONCA, de carga horária: 10hrs..

  • 10/2018 - 12/2018

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, Bolsista do ATENDIMENTO MULTIPROFISSIONAL NO CUIDADO DA PESSOA COM HIPERTENSÃO ARTERIAL (2018), coordenada pela Professora Doutora ANA LUIZA LIMA SOUSA, totalizando carga horária de 18 horas..

  • 08/2017 - 07/2018

    Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem.,Atividade de extensão realizada, Aluna em atividade curricular: DOAGOIÁS - DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTO E ATUAÇÃO NO PROCESSO DE DOAÇÃO, CAPTAÇÃO E TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS E TECIDOS, coordenado pela Prof Dra REGIANE APARECIDA DOS SANTOS SOARES BARRETO, carga horária: 960hrs..