Brenda Henrique de Souza

Estudante do Curso de Geografia da Unidade Acadêmica de Geografia da UFCG (UAG/UFCG), campus sede - Campina Grande, vinculada ao Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial (GIDs) através da linha de pesquisa Estudos Ambientais e Conservação da Caatinga sob orientação da Prof. Dr. Débora Coelho Moura.

Informações coletadas do Lattes em 03/11/2021

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Geografia

2014 - 2019

Universidade Federal de Campina Grande
Título: COMPOSIÇÃO FLORISTICA EM ÁREAS DE AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE O IMPACTO DA MINERAÇÃO NA PARAÍBA
Orientador: Prof. Dra Debora Coelho Moura

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 -

Introdução ao Corel Draw nível 1. (Carga horária: 15h). , Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial, GIDS, Brasil.

2019 - 2019

Introdução ao QGIS e ao Geoprocessamento. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2018 - 2018

Introdução ao Braile. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2016 - 2018

Cultura Express do nível Starter ao Intermediate 1. (Carga horária: 175h). , Cultura Inglesa - São Paulo, CULTURA INGLESA, Brasil.

2017 - 2017

A dinâmica dos minerais no nosso cotidiano. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2017 - 2017

Produtos Fitoterápicos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2017 - 2017

Proteção de Nascentes. (Carga horária: 10h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - DF, SENAR - DF, Brasil.

2017 - 2017

Noções Gerais de Impacto Ambiental. (Carga horária: 4h). , II CONGRESSO INTERNACIONAL DA DIVERSIDADE DO SEMIÁRIDO, II CONIDIS, Brasil.

2017 - 2017

Prevenção e Controle de Fogo na Agrilcultura. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - DF, SENAR - DF, Brasil.

2015 - 2015

Introdução ao Uso de GPS.. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2015 - 2015

Introdução ao Uso de GPS.. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2014 - 2014

Uma Geografia interdisciplinar:a música como recurso de ensino-aprendizagem. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2014 - 2014

A África: entre marginalidade e emergências, os contrastes africanos. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.

2012 - 2012

Declaração de Imposto de Renda. , Prefeitura Municipal de Mogeiro - PB, PMM/PB, Brasil.

2012 - 2012

Gerente Administrativo, Direito Trabalhista e Auxiliar de Escritório. , Prefeitura Municipal de Mogeiro - PB, PMM/PB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Conferência da Terra ? Fórum Internacional do Meio Ambiente,.DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE INFLUÊNCIA DA MINERAÇÃO NA PARAÍBA. 2018. (Outra).

XV Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Campina Grande.. Diversidade Florística dos Afloramentos Rochosos sobre influência da mineração na Paraíba. 2018. (Congresso).

I CONGRESSO REGIONAL DE GRUPOS DE PESQUISA EM GEOGRAFIA. 2017. (Congresso).

II Congresso Internacional da Diversidade no Semiárido.. Teoria dos Refúgios Florestais e Evidencias Paleoclimáticas no Semiárido: Uma analise comparativa entre municípios de Areia e Boa Vista -PB. 2017. (Congresso).

III Mostra Regional de Geografia da Saúde III Jornada Das Águas.As Itacoatiaras do Ingá: Espaço Turístico e sua relevância para a Promoção da Saúde.. 2017. (Outra).

III Workshop Internacional sobre Água no Semiárido Brasileiro.Variabilidades Climáticas em Áreas Abastecidas pela Transposição da Água do Rio São Francisco: Um estudo de caso no percurso de Monteiro a Boqueirão - PB.. 2017. (Outra).

XIV Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Campina Grande.. 2017. (Congresso).

XX Semana de Geografia do Curso de Licenciatura em Geografia, do Centro de Educação da Universidade Estadual da Paraíba.Análise Fitossociológica e Fitogeográfica das Formações Vegetais no Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí.. 2017. (Outra).

XII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Campina Grande.. 2016. (Congresso).

Dia do Geógrafo. 2015. (Outra).

III Semana de Geografia da UFCG: " Entre as (Re) leituras geeeográficas do semiárido nordestino, evidenciando tendencias para superar desafios".. 2014. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ailson de Lima Marques

MOURA, D. C.;DE LIMA MARQUES, AILSON; LIMA, A. B.. Composição florística em área de afloramentos rochosos sobre impactos da mineração na Paraíba. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Geografia) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aline Barboza de Lima

MOURA, D. C.; LIMA, A. B.; MARQUES, A. L.. Composição Florística em áreas de afloramentos rochosos, sobre o impacto da mineração na Paraíba. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Campina Grande.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Debora Coelho Moura

COMPOSIÇÃO FLORISTICA EM ÁREAS DE AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE O IMPACTO DA MINERAÇÃO NA PARAÍBA; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Debora Coelho Moura;

Debora Coelho Moura

DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE INFLUÊNCIA DA MINERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Debora Coelho Moura;

Thais Mara Souza Pereira

COMPOSIÇÃO FLORISTICA EM ÁREAS DE AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE O IMPACTO DA MINERAÇÃO NA PARAÍBA; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Thais Mara Souza Pereira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. ; MOURA, D. C. ; SOUZA, Y. G. . Mata ciliar, conservação e sustentabilidade, fundamentos da importância para o semiárido paraibano: estudo de caso no alto curso do Rio Paraíba.. Revista de Geociências do Nordeste , v. 5, p. 41, 2019.

  • SOUZA, B. H. ; MOURA, D. C. ; CORREIA, I. M. G. ; GOMES, A. S. ; EVARISTO, J. S. ; PEREIRA, T. M. S. ; MELO, J. I. M. . ANALISE FLORSITICA EM AFLORAMENTOS ROCHOSOS DA PARAÍBA ? BRASIL: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE OLIVEDOS-PB. In: Debora Coelho Moura; Ailson de Lima Marques; Cássio Ricardo Gonçalves da Costa. (Org.). Representações geográficas do Semiárido brasileiro. 1ed.: SARAIVA, 2019, v. Único, p. 56-68.

  • CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. ; MARQUES, A. L. ; SOUZA, B. H. ; EVARISTO, J. S. . FAUNA DO SOLO COMO BIOINDICADOR EM CAMPINA GRANDE-PB. In: Debora Coelho Moura; Ailson de Lima Marques; Cássio Ricardo Gonçalves da Costa. (Org.). Representações geográficas do Semiárido brasileiro. 1ed.: SARAIVA, 2019, v. Único, p. 19-31.

  • MOURA, D. C. ; CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. ; FREIRE, N. C. F. . RIQUEZA FLORÍSTICA E FITOFISIONÔMICA DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE AIUABA - CEARÁ. In: Giovanni Seabra. (Org.). Terra - Mudanças Climáticas e Biodiversidade. 1ed.Ituiutaba: Barlavento, 2019, v. Único, p. 243-253.

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE INFLUÊNCIA DA MINERAÇÃO NA PARAÍBA. In: Giovanni Seabra. (Org.). Terra - Mudanças Climáticas e Biodiversidade. 1ed.Ituiutaba: Barlavento, 2019, v. Único, p. 93-106.

  • CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. . Agricultura Orgânica e Qualidade de Vida: Um estudo de caso da Hortaliças Sempre Verde. In: II Congresso Internacional da Diversidade d Semiárido, 2017, Campina Grande - PB. Anais II CONIDIS, 2017. v. V1..

  • MOURA, D. C. ; FREIRE, N. C. F. ; SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. . Diversidade Florística e Fitofisionômica da Estação Ecologica de Aiuba - Ceará. In: II Congresso Internacional da Diversidade d Semiárido, 2017, Campina Grande. Anais II CONIDIS, 2017. v. v1..

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . Transposição do Rio São Francisco e Sustentabilidade no Semiárido Paraibano:Uma Análise sore a importância da Mata Ciliar no Alto Curso do Rio Paraíba. In: II Congresso Internacional da Diversidade d Semiárido, 2017, Campina Grande - PB. Anais II CONIDIS, 2017. v. V1..

  • CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. ; SOUZA, B. H. . Variabilidades Climáticas em Áreas Abastecidas pela Transposição da Água do Rio São Francisco: Um estudo de caso no percurso de Monteiro a Boqueirão - PB. In: III Workshop Internacional sobre água no Semiriádo Brasileiro, 2017, Campina Grande - PB. Anais III Workshop Internacional sobre água no Semiriádo Brasileiro, 2017. v. V1..

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . Teoria dos Refúgios Florestais e Evidencias Paleoclimáticas no Semiárido Paraibano: Uma Análise comparativa entre os municípios de Areia e Boa Vista - PB. In: II Congresso Internacional da Diversidade d Semiárido, 2017, Campina Grande - PB. Anais II CONIDIS, 2017. v. V1..

  • CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. ; MARQUES, A. L. ; SOUZA, B. H. ; EVARISTO, J. S. ; SOUZA, Y. G. . Caracterização Da Macrofauna Dos Solos Em Período Seco No Semiárido Paraibano: Uma Análise De Remanescente Florestal No Município Campina Grande-PB. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SOUZA, B. H. ; GOMES, A. S. ; MOURA, D. C. ; CORREIA, I. M. G. ; EVARISTO, J. S. ; SOUZA, Y. G. . Florística Em Afloramentos Rochosos Na Paraíba: Estudo De Caso No Município De Olivedos-PB. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SOUZA, B. H. ; MOURA, D. C. . Diversidade Florística dos Afloramentos Rochosos sobre Influência da Mineração na Paraíba. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . Diversidade Florística dos Afloramentos Rochosos sore influência da mineração na Paraíba. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MOURA, D. C. ; CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. ; FREIRE, N. C. F. . Riqueza Florística e Fitofisionômica da Estação Ecológica da Aiuaba - Ceará. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. . Agricultura Orgânica e Qualidade de Vida: Um estudo de caso da Hortaliças Sempre Verde. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. ; EVARISTO, J. S. ; BARBOSA, A. A. . Análise Fitossociológica e Fitogeográfica das Formações Vegetais no Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • EVARISTO, J. S. ; BARBOSA, A. A. ; CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. . Cartografia Temática n processo de ensino e aprendizagem em geografia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MOURA, D. C. ; FREIRE, N. C. F. ; SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. . Diversidade Florística e Fitofisionômica da Estação Ecológica de Aiuba - Ceará. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . Teoria dos Refúgios Florestais e Evidencias Paleoclimáticas no Semiárido Paraibano: Uma Análise comparativa entre os municípios de Areia e Boa Vista - PB. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CORREIA, I. M. G. ; SOUZA, B. H. ; MOURA, D. C. . Variabilidades Climáticas em Áreas Abastecidas pela Transposição da Água do Rio São Francisco: Um estudo de caso no percurso de Monteiro a Boqueirão - PB. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SOUZA, B. H. . As itacoatiaras do Ingá: espaço turístico e sua relevância para a Promoção da Saúde. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SOUZA, B. H. ; CORREIA, I. M. G. ; MOURA, D. C. . Transposição do Rio São Francisco e Sustentabilidade no Semiárido Paraibano:Uma Análise sore a importância da Mata Ciliar no Alto Curso do Rio Paraíba. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    ANÁLISE BIOCLIMÁTICA DOS AFLORAMENTOS NO PICO DO JABRE-PARAÍBA, Descrição: esta proposta de projeto busca-se realizar uma análise bioclimática dos afloramentos no Pico do Jabre - Paraíba. Os afloramentos rochosos ocorrem em todo o brasil e na região Nordeste em áreas de clima Tropical Quente e Seco, que são submetidos ao intemperismo físico, e principalmente ao desgaste erosivo das rochas graníticas e gnáissicas, os quais foram intemperizados ao longo da história paleoclimática da região. Este tipo de ambiente, apresenta pequenos fragmentos com vegetação rupestre, que estão adaptadas as aos extremos ambientais. Estes ambientes, mesmo estando no bioma Caatinga apresentam um isolamento ecológico, principalmente em áreas de Inselbergs, o qual é considerado o ponto mais alto do Nordeste setentrional e o ponto culminante do Estado da Paraíba, atingindo a altitude de 1.197 m, apresenta poucos estudos florísticos e fitossociológicos, especialmente com as florestas montana. Uma análise ambiental, sobre os afloramentos rochosos requer uma investigação dos elementos ecológicos, que envolvem as paisagens inseridas nos Inselbregs da Depressão Sertaneja. Para a realização desta análise bioclimática será necessário aferir medidas dos elementos ecológicos como (temperatura do solo e ar, umidade do ar, radiação solar por afloramentos rochosos nos municípios estudados). Além de realizar uma análise das variáveis pluviométricas dos municípios estudados correlacionado com os eventos de El Niño e La Niña, ou seja, com número de anos mais secos ou chuvosos, de no mínimo 30 anos. Neste sentido, estudos detalhados sobre as características das variáveis edafoclimáticas, encontradas nos afloramentos rochosos são fundamentais para embasar quaisquer iniciativas de preservação e conservação do bioma Caatinga... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Brenda Henrique de Souza - Integrante / Débora Coelho Moura - Coordenador / Iluliane Maria Gadelha Correia - Integrante / Aureliana Santos Gomes - Integrante / John da Silva Evaristo - Integrante / Thais Mara Souza Pereira - Integrante / Ailson de Lima Marques - Integrante / Erimagna De Morais Rodrigues - Integrante / Wiliam Fernandes - Integrante.

  • 2018 - Atual

    DIVERSIDADE FLORÍSTICA NO INSELBERGS DO PICO DO JABRE-PARAÍBA, Descrição: Nesta proposta de projeto busca-se realizar uma análise da diversidade florística dos afloramentos no Pico do Jabre-Paraíba. No Brasil estes afloramentos rochosos ocorrem em ampla distribuição, desde as regiões Nordeste até ao Sul. Estes ambientes, mesmo estando no bioma Caatinga apresentam um isolamento ecológico, principalmente em áreas de Inselbergs, o qual é considerado o ponto mais alto do Nordeste setentrional e o ponto culminante do Estado da Paraíba, atingindo a altitude de 1.197 m, apresenta poucos estudos florísticos e fitossociológicos, especialmente com as florestas montana. Uma análise ambiental, sobre os afloramentos rochosos requer uma investigação dos elementos ecológicos, que envolvem as paisagens inseridas nos Inselbergs da Depressão Sertaneja. Dessa forma, o tema proposto é de grande relevância, pois, do ponto de vista prático, o mapeamento e análise da diversidade florística destes afloramentos se tornará uma ferramenta de informações sobre o processo adaptativo da vegetação rupestre na área estudadas estudada. Os estudos serão realizados no município de Maturéia. Será realizada uma análise da diversidade florística, através de coletas florísticas em três meses nos períodos de estiagens e três meses no chuvoso, além de analisar as categorias fitoecológicas dos espécimes registrados e identificar a riqueza e similaridade florística, comparando-as com as registradas em diversos afloramentos rochosos na Paraíba. Os resultados previstos para esse projeto deverão ter um grande impacto no desenvolvimento geoambiental e no conhecimento da capacidade de adaptação da vegetação rupestre específica das áreas dessa região. Palavras chave: Florística rupestre, Caatinga; Condições edafoclimáticas... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Brenda Henrique de Souza - Integrante / Débora Coelho Moura - Coordenador / Iluliane Maria Gadelha Correia - Integrante / Aureliana Santos Gomes - Integrante / John da Silva Evaristo - Integrante / Thais Mara Souza Pereira - Integrante / Ailson de Lima Marques - Integrante / Erimagna De Morais Rodrigues - Integrante / Gabryelle De Farias Sousa - Integrante.

  • 2018 - Atual

    RELAÇÃO SOLO-ALTITUDE E FITOECOLOGIA NO BREJO DE ALTITUDE ?PICO DO JABRE (PB), Descrição: Nesta proposta de projeto busca-se caracterizar as interações relevo-solos-fitoecologia do Parque Estadual Pico do Jabre. Nesse sentido, o conhecimento e conservação da biodiversidade biológica da Caatinga é um dos maiores desafios da ciência brasileira. A Caatinga é o único bioma endêmico brasileiro, porém o menos conhecido e o mais degradado, principalmente para os remanescentes disjuntos da Mata Atlântica, que são os Brejos de Altitudes, os quais formam uma paisagem de exceção. O brejo de altitude Pico do Jabre é considerado o ponto mais alto do Nordeste setentrional e o ponto culminante do Estado da Paraíba, atingindo a altitude de 1.197 m, apresenta poucos estudos florísticos e fitossociológicos, especialmente com as florestas montanas e nenhum trabalho que relacione solo-paisagem através das superfícies geomórficas e fitogeografia. Para isso os procedimentos metodológicos serão: Trabalhos de campo e análise geoambiental, no qual serão realizados seis; delimitação das superfícies geomórficas no qual evidenciará a distribuição dos solos a partir de numa topossequência representativa ao longo dos 9 compartimentos de vertentes; Delimitação das unidades geoambientais de vulnerabilidade antrópica, no qual evidenciara as relações da paisagem com os tipos de usos; Delimitação Fitofisionômica da Vegetação, que evidenciará as ralações fitogeográficas ao longo da topossequência, e Delimitação da zona de amortecimento da Unidade de Conservação, que criará uma zona de restrições fundamentais a conservação do Unidade de Conservação. Entre os resultados esperados estão a compartimentação da paisagem, inferir como os gesossistemas são e interagem e evidenciar as restrições de usos e ocupação necessários a preservação da Unidade de Conservação. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Brenda Henrique de Souza - Integrante / Débora Coelho Moura - Coordenador / Iluliane Maria Gadelha Correia - Integrante / Aureliana Santos Gomes - Integrante / John da Silva Evaristo - Integrante / Thais Mara Souza Pereira - Integrante / Ailson de Lima Marques - Integrante / Erimagna De Morais Rodrigues - Integrante / Gabryelle De Farias Sousa - Integrante.

  • 2017 - 2018

    DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE INFLUÊNCIA DA MINERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO., Descrição: Nesta proposta de projeto busca-se realizar uma análise das variáveis edafoclimática dos afloramentos rochosos na Paraíba. No Brasil estes afloramentos rochosos ocorrem em ampla distribuição, desde as regiões Nordeste até ao Sul. Estes ambientes, mesmo estando no bioma Caatinga apresentam um isolamento ecológico. Uma análise ambiental, sobre os afloramentos rochosos requer uma investigação dos elementos ecológicos, que envolvem as paisagens inseridas nas regiões do Agreste e Cariri paraibano. Dessa forma, o tema proposto é de grande relevância, pois, do ponto de vista prático, o mapeamento e análise das variáveis edafoclimáticas dos afloramentos rochosos se tornará uma ferramenta de informações sobre o processo adaptativo da vegetação rupestre nos municípios estudados. Os estudos serão realizados no município de Olivedos. Será realizada uma análise geoambiental das áreas, coletas florísticas em afloramentos rochosos sem e sobre o impactadas da mineração, além de analisar as categorias fitoecológicas dos espécimes registrados e identificar a riqueza e diversidade florística das áreas estudadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Brenda Henrique de Souza - Integrante / Débora Coelho Moura - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - 2019

Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial

Vínculo: Estudante-pesquisador, Enquadramento Funcional: estudante, Carga horária: 2

Outras informações:
Participa do grupo de estudo Produção do Espaço urbano e desenvolvimento regional

Atividades

  • 09/2016 - 04/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial, .,Cargo ou função, Membro do Conselho editorial da produção do livro A INFLUÊNCIA DOS GRUPOS DE PESQUISAS NA QUALIFICAÇÃO DO PROFISSIONAL DE GEOGRAFIA: da reflexão dos desafios aos relatos de experiência (em edição).

  • 03/2016 - 04/2019

    Pesquisa e desenvolvimento , Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial, .,Linhas de pesquisa

  • 03/2016 - 04/2019

    Outras atividades técnico-científicas , Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial, Grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial.,Atividade realizada, Participação no Grupo de estudo Produção do Espaço e Desenvolvimento Regional.

2014 - 2019

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: estudante, Carga horária: 20

2017 - 2017

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Programa de Monitoria, Carga horária: 12

Outras informações:
Monitor da Disciplina Geografia dos Recursos Hídricos

2017 - 2017

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Monitor de Evento

Outras informações:
Monitor na Universidade Federal de Campina Grande - UFCG no I Congresso Regional de Grupos de Pesquisas em Geografia com carga horaria total de 20 horas atividades.

2016 - 2016

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Programa de Monitoria, Carga horária: 12

Outras informações:
Monitor da Disciplina Região e Regionaliação

2015 - 2015

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Monitor em Evento

Outras informações:
Monitor na Universidade Federal de Campina Grande - UFCG no Dia do Geógrafo com carga horaria total de 12 horas atividades.

2017 - 2018

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Iniciação Cientifica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
TÍTULO DO PROJETO: DIVERSIDADE FLORÍSTICA DOS AFLORAMENTOS ROCHOSOS SOBRE INFLUÊNCIA DA MINERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO. Nesta proposta de projeto busca-se realizar uma análise das variáveis edafoclimática dos afloramentos rochosos na Paraíba. No Brasil estes afloramentos rochosos ocorrem em ampla distribuição, desde as regiões Nordeste até ao Sul. Estes ambientes, mesmo estando no bioma Caatinga apresentam um isolamento ecológico. Uma análise ambiental, sobre os afloramentos rochosos requer uma investigação dos elementos ecológicos, que envolvem as paisagens inseridas nas regiões do Agreste e Cariri paraibano. Dessa forma, o tema proposto é de grande relevância, pois, do ponto de vista prático, o mapeamento e análise das variáveis edafoclimáticas dos afloramentos rochosos se tornará uma ferramenta de informações sobre o processo adaptativo da vegetação rupestre nos municípios estudados. Os estudos serão realizados no município de Olivedos. Será realizada uma análise geoambiental das áreas, coletas florísticas em afloramentos rochosos sem e sobre o impactadas da mineração, além de analisar as categorias fitoecológicas dos espécimes registrados e identificar a riqueza e diversidade florística das áreas estudadas.