Cristiane Marcela Oliveira dos Santos

Possui ensino-medio-segundo-grau pelo Colégio Pedro II(2000). Atualmente é Técnico em Administração da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Informações coletadas do Lattes em 20/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Serviço Social

2012 - Atual

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Ensino Médio (2º grau)

1997 - 2000

Colégio Pedro II

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

15.a. JIC - assédio moral na universidade pública. 2016. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Malu Ribeiro Vale

RIBEIRO, R. S.; SOUZA, V. B.;VALE, M. R.. Quando um grito vira música para meus ouvidos: a influência do feminismo negro para o samba após a década de 2010.. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Vanessa Bezerra de Souza

Estágio supervisionado em serviço social no projeto de extensão Luz, Câmera, Ação: a presença das relações de gênero no cinema; 2017; Orientação de outra natureza; (Serviço Social) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Vanessa Bezerra de Souza;

Terezinha Martins dos Santos Souza

O assédio Moral no trabalho nas universidades públicas; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Serviço Social) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    O assédio Moral na universidade pública, Descrição: A organização da vida que se dá sob o modo de produção capitalista, não só é violenta em si, como engendra diversas formas de violência, que se expressam de maneira também diversas. Estas formas guardam em comum o impacto que causam sobre a saúde da população, com custos políticos, econômicos sociais e éticos sobre o conjunto da vida societal. Esta pesquisa busca evidenciar como se constituem e desenvolvem algumas das formas de violência nos campos do trabalho e suas repercussões sobre a saúde. A violência que ocorre no mundo do trabalho constitui-se, neste início do século XXI, majoritariamente como violência moral e humilhação, fenômeno conhecido como Assédio Moral. Tal violência constitui o núcleo responsável pelo processo de adoecimento mental dos/as trabalhadores/as. Alerta-se acerca do papel que a violência ocupa na manutenção do poder do capital, com a força de trabalho tendo que disponibilizar suas emoções, (também) transformadas em mercadorias. Analisa-se a ocorrência do Assédio Moral como um exercício de violência, mas exercido de maneira sutil, nem sempre explícita, mas profundamente adoecedor. Objetiva-se, desta forma, compor um esquema analítico que possa apreender o maior número possível de determinações deste objeto ? a violência ?, não enquanto produto inexorável das sociedades humanas no geral, mas produto historicamente vinculado às sociedades de classe.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Cristiane Marcela Oliveira dos Santos - Coordenador / Terezinha Martins dos Santos Souza - Integrante / Raylla André da Rocha Paiva - Integrante / Almir Sanches Vallejo - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - Atual

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Técnico em Administração