Géssica Gaboardi De Bastiani

Técnica Agropecuária pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Sertão (2010). Engenheira Agrônoma formada pela Universidade Federal de Santa Maria (2016), mestre em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Santa Maria (2020). Atualmente doutoranda pelo programa de pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) na Universidade Estadual de Maringá (UEM), trabalhando na área de produção e tecnologia de sementes.

Informações coletadas do Lattes em 30/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Programa de Pós Graduação em Agronomia

2020 - Atual

Universidade Estadual de Maringá
Alessandro Lucca Braccini. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia

2018 - 2020

Universidade Federal de Santa Maria
Título: TOXIDEZ POR COBRE E ZINCO NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES E NO DESENVOLVIMENTO DE TRIGO MOURISCO,Ano de Obtenção: 2020
Ubirajara Russi Nunes.Coorientador: Alessandro Dal'col Lucio. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em Agronomia

2011 - 2016

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Potencial de mineralização de C e N no solo após 7 aplicações sucessivas de dejetos líquidos de suínos associados ou não à dicianodiamida
Orientador: Celso Aita

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Mudanças Climáticas e Agricultura. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - DF, SENAR - DF, Brasil.

2020 - 2020

AGRICULTURA DE PRECISÃO NA APLICAÇÃO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS. (Carga horária: 17h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - DF, SENAR - DF, Brasil.

2018 - 2018

II Workshop Fisiologia do Estresse em Plantas e o Uso de Bioestimulantes. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Calagem, adubação e estado nutricional de frutíferas: avanços e. (Carga horária: 32h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2016 - 2016

Trabalhador Empreendedor. (Carga horária: 40h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - DF, SENAR - DF, Brasil.

2010 - 2010

Treinamento em Manejo do Solo e sua Fertilidade ? Plantio Direto. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2010 - 2010

Curso de Inseminação Artificial em Bovinos. (Carga horária: 20h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2010 - 2010

Capacitação Continuada de Multiplicadores em Sistemas de Integração Lavoura. (Carga horária: 16h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2010 - 2010

Capacitação em Vinificação ? Modulo I. (Carga horária: 20h). , Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, FEPAGRO, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

33ª Jornada Acadêmica Integrada.Estresse hídrico na germinação de sementes de Fagopyrum esculentum Moench. 2018. (Outra).

XXII Simpósio de ensino, pesquisa e extensão - SEPE.EFEITO DO COBRE NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE CHIA. 2018. (Simpósio).

XXII Simpósio de ensino, pesquisa e extensão - SEPE.TOXICIDADE DE CÁDMIO NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE TOMILHO. 2018. (Simpósio).

31ª Jornada Acadêmica Integrada.Mineralização do C com a aplicação de compostos de dejetos de suínos em dois tipos de solo. 2016. (Outra).

30ª Jornada Acadêmica Integrada.Volatilização de amônia durante a compostagem de lactossoro. 2015. (Outra).

29ª Jornada Acadêmica Integrada.Acúmulo de nitrato nas folhas de alface fertilizada com compostos de dejetos líquidos de suínos. 2014. (Outra).

28ª Jornada Acadêmica Integrada.Valor agronômico do composto de dejetos líquidos de suínos: efeito imediato e residual na cultura da alface. 2013. (Outra).

XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Valor agronômico do composto de dejetos líquidos de suínos na cultura da alface: efeito imediato e residual. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Camila Vieiro Maia

DE BASTIANI, G G.; LUDWIG, E. J.; NUNES, U. R.. Desempenho fisiológico de sementes de capim sudão (Sorghum sudanense) tratadas com silício, sob diferentes temperaturas de germinação. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Patrick Leal Pinheiro

PINHEIRO, P. L.; SCHMATZ, R.; AITA, C.. Estágio supervisionado em agricultura de precisão na empresa DRAKKAR solos consultoria. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Carla Medianeira Bertagnolli

NUNES, R. U.;BERTAGNOLLI, Carla Medianeira; STEFANELLO, R.. TOXIDEZ POR COBRE E ZINCO NOS PROCESSOS FISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS EM SEMENTES E PLÂNTULAS DE TRIGO MOURISCO. 2020. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Raquel Schmatz

AITA, C.;SCHMATZ, R.; PUJOL, S.. Potencial de mineralização de C e N no solo após 7 aplicações sucessivas de dejetos líquidos de suínos associados ou não à dicianodianamida. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Raquel Schmatz

AITA, C.;SCHMATZ, R.; PINHEIRO, P.. RELATÓRIO DE ESTÁGIO- ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM AGRICULTURA DE PRECISÃO NA EMPRESA DRAKKAR SOLOS CONSULTORIA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ubirajara Russi Nunes

NUNES, Ubirajara Nunes. TOXIDEZ POR COBRE E ZINCO NOS PROCESSOS FISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS EM SEMENTES E PLÂNTULAS DE TRIGO MOURISCO. 2020. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Raquel Stefanello

NUNES, U. R.; BERTAGNOLLI, C. M.;STEFANELLO, R.. Toxidez por cobre e zinco na germinação de sementes e no desenvolvimento de trigo mourisco. 2020. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

ALESSANDRO DAL'COL LÚCIO

Toxidez por cobre e zinco nos processos fisiológicos e bioquímicos em sementes e plântulas de trigo mourisco; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Ubirajara Russi Nunes

TOXIDEZ POR COBRE E ZINCO NOS PROCESSOS FISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS EM SEMENTES E PLÂNTULAS DE TRIGO MOURISCO; 2020; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ubirajara Russi Nunes;

Celso Aita

Compostagem automatizada de dejetos de suínos: estratégias para melhorar a eficiência do uso do composto como fonte de nitrogênio em alface; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Celso Aita;

Stefen Barbosa Pujol

Mitigação do impacto ambiental resultante do uso agrícola de dejetos líquidos de suínos; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Stefen Barbosa Pujol;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DALCIN, J. S. ; NUNES, U. R. ; ROSO, R. ; MULLER, C. A. ; BACKES, F. A. A. L. ; BACKES, R. L. ; MATTIONI, N. M. ; CARGNELUTTI FILHO, A. ; SANTOS, C. V. ; MENDONCA, M. B. F. ; DE BASTIANI, G G. ; BARBIERI, G. F. ; STEFANELLO, R. . Salicylic Acid Concentrations and Its Effects on the Physiological Quality of Soybean Seeds. Journal of Agricultural Science , v. v.11, p. p.271, 2019.

  • DALCIN, J. S. ; NUNES, U. R. ; ROSO, R. ; MULLER, C. A. ; BACKES, F. A. A. L. ; BACKES, R. L. ; MATTIONI, N. M. ; CARGNELUTTI FILHO, A. ; SANTOS, C. V. ; MENDONCA, M. B. F. ; DE BASTIANI, G G. ; BARBIERI, G. F. ; STEFANELLO, R. ; LUDWIG, E. J. . Salicylic Acid and Its Effect on Physiological and Photosynthetic Parameters in Soybean Seedlings Under Water Deficit. Journal of Agricultural Science , v. v.11, p. 280, 2019.

  • STEFANELLO, R. ; DE BASTIANI, G G. ; NEVES, L. A. S. . Estresse hídrico na germinação de sementes de tomilho (Thymus vulgaris - Lamiaceae). CADERNO DE PESQUISA. SÉRIE BIOLOGIA (UNISC) , v. v. 30, p. p. 13-20, 2018.

  • CANTÚ, RAFAEL R. ; AITA, CELSO ; DONEDA, ALEXANDRE ; GIACOMINI, DIEGO A. ; DESSBESELL, ALEXANDRE ; ARENHARDT, MARLON ; DE BASTIANI, GÉSSICA G. ; PUJOL, STEFEN B. ; ROCHETTE, PHILIPPE ; CHANTIGNY, MARTIN H. ; GIACOMINI, SANDRO J. . Alternatives to regular urea for abating N losses in lettuce production under sub-tropical climate. BIOLOGY AND FERTILITY OF SOILS , v. v. 53, p. p. 589-599, 2017.

  • GONZATTO, ROGÉRIO ; CHANTIGNY, MARTIN H. ; AITA, CELSO ; GIACOMINI, SANDRO J. ; ROCHETTE, PHILIPPE ; ANGERS, DENIS A. ; PUJOL, STEFEN B. ; ZIRBES, EMERSON ; DE BASTIANI, GÉSSICA G. ; LUDKE, ROBERTO C. . Injection and Nitrification Inhibitor Improve the Recovery of Pig Slurry Ammonium Nitrogen in Grain Crops in Brazil. AGRONOMY JOURNAL , v. v. 108, p. p. 978-988, 2016.

  • SÁ, M.F. ; AITA, C. ; DONEDA, A. ; PUJOL, S.B. ; CANTÚ, R.R. ; JACQUES, I.V.C. ; BASTIANI, G.G. ; OLIVEIRA, P.D. ; LOPES, P.D. . Dinâmica da população de coliformes durante a compostagem automatizada de dejetos líquidos de suínos. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 66, p. 1197-1206, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Estresse hídrico e salino na germinação de sementes de Ruta graveolens L., Descrição: Os estresses hídrico e salino são os principais fatores abióticos limitantes do crescimento e da produtividade de plantas. Assim, estudos sobre relações hídricas são importantes para o conhecimento do processo germinativo das sementes em situações de estresse. Neste contexto, o objetivo deste estudo será avaliar a germinação de sementes de Ruta graveolens submetidas ao estresse hídrico e salino. O experimento será conduzido em câmara BOD, na temperatura constante de 20 C e em presença de luz. As sementes serão colocadas sobre papel em solução aquosa de polietilenoglicol, cloreto de sódio e cloreto de cálcio. Os parâmetros avaliados serão percentagem de germinação, primeira contagem, comprimento e massa seca de plântulas. Através deste estudo, espera-se que estas informações possam auxiliar no entendimento da distribuição geográfica da espécie e no papel que a escassez de água e o excesso de sais desempenham na germinação de suas sementes, auxiliando na adequada recomendação para o plantio nestas situações.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Coordenador / RAQUEL STEFANELLO - Integrante / LUIZ AUGUSTO SALLES DAS NEVES - Integrante.

  • 2018 - Atual

    TOXIDEZ POR COBRE E ZINCO NOS PROCESSOS FISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS EM SEMENTES E NO DESENVOLVIMENTO INICIAL DE TRIGO MOURISCO, Descrição: Devido à ação antrópica, os teores de metais pesados são crescentes nos solos de vinhedos. O cobre (Cu) e o zinco (Zn), tanto em carência como em excesso estão entre os metais limitantes ao desenvolvimento das plantas. Visto que é indispensável a aplicação de fungicidas a base de Cu e Zn ao longo dos anos na produção de uvas, suas concentrações disponíveis no solo estão se tornando elevadas. O trigo mourisco (Fagopyrum esculentum Moench) é uma boa alternativa para cobertura de solo devido à alta produção de massa seca de qualidade e baixo custo. O objetivo deste trabalho será avaliar o efeito do excesso de Cu e Zn sobre processos de germinação, crescimento e desenvolvimento do trigo mourisco. Para isso serão analisados parâmetros fisiológicos e bioquímicos em plântulas e plantas de trigo mourisco. Os tratamentos serão compostos de duas cultivares IPR 92 ALTAR e IPR 91 BAILI, cada cultivar será submetida a distintos tratamentos de Cu e Zn. As concentrações de cobre serão de 0, 5, 10, 15, 20 mg kg-1 (na forma de CuSO4) e o zinco será nas concentrações 0, 8, 16, 24, 32 mg kg-1 de ZnSO4 (60%) e ZnCl2 (40%), totalizando assim 18 tratamentos, com 4 repetições cada. Serão realizados dois experimentos, o primeiro através de germinação de sementes em rolos de papel germiteste, em germinador tipo BOD, onde serão avaliados parâmetros fisiológicos, bioquímicos e o efeito genotóxico, e o segundo consistirá do cultivo de plantas de trigo mourisco em vasos e será avaliado o tempo médio de emergência e o índice de velocidade de emergência, parâmetros fisiológicos, nutricionais e bioquímicos. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias serão comparadas pela análise de regressão. Com este trabalho espera-se ter resultados sobre o desenvolvimento de pelo menos uma cultivar de trigo mourisco suportando altos teores de Cu e Zn, tornando-se uma alternativa eficiente como planta de cobertura em áreas contaminadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Coordenador / Ubirajara Russi Nunes - Integrante / RAQUEL STEFANELLO - Integrante / CARMINE APARECIDA LENZ HISTER - Integrante.

  • 2017 - 2017

    Uso agrícola de dejetos de animais e soro de laticínio em plantio direto: fatores de emissão de NH3 e N2O, medidas mitigatórias das perdas de N e resposta das culturas, Descrição: A suinocultura - caracterizada por empregar sistemas de criação em regime de confinamento total, e a bovinocultura leiteria - caracterizada por sistemas de confinamento semifechado, são atividades que produzem volumes expressivos de dejetos com elevado poder fertilizante e também poluente. Destacam-se como uma das principais atividades econômicas dos estados do Rio Grande do Sul (RS) e Santa Catarina (SC), o que ressalta a necessidade de encontrar alternativas tecnológicas para minimizar o seu potencial poluidor. O lactosoro (subproduto da indústria de laticínios, gerado no processamento do queijo) possui elevada capacidade fertilizante, porém pode apresentar poder poluente. Este cenário justifica a necessidade de estudos acerca de sua utilização, visando a redução do impacto ambiental. Atualmente, o Grupo de Pesquisa da UFSM desenvolve estudos em Argissolo da Depressão Central do RS, com vistas a avaliar estratégias de mitigação das emissões de óxido nitroso e amônia para atmosfera, especialmente com dejetos de suínos. No entanto, há necessidade de intensificar tais avaliações, bem como, incluir no foco de pesquisa, os dejetos oriundos da bovinocultura leiteira e da indústria de laticínios (lactosoro). Para tanto, serão avaliados três aspectos inovadores: a) uso combinado de dejetos de suínos e ureia no fornecimento de N? b) associação de dejetos de bovinos, suínos e ureia em dois locais distintos, avaliados simultaneamente? c) avaliação do uso agrícola do lactosoro. Esses aspectos serão abordados em dois diferentes estudos descritos na presente proposta, através da realização de quatro experimentos distintos. Para que tais estudos possam ser conduzidos com qualidade, e os resultados explorados satisfatoriamente, torna-se necessária a inserção de bolsistas de iniciação científica e de apoio técnico de nível superior, da disponibilidade de recursos para aquisição de equipamentos, uso de diárias para deslocamento entre as diferentes áreas experimentais, bem como, recursos de custeio para reagentes e produtos necessários à realização das análises propostas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / CELSO AITA - Coordenador.

  • 2015 - 2017

    Análise elementar e isotópica (13C e 15N) em amostras de solos e plantas, Descrição: A realização de análises de C e N e do excesso isotópico (13C e 15N) em amostras de solos e plantas com o auxilio do analisador elementar e do espectrômetro de massas, respectivamente, irá proporcionar uma melhora na qualidade das pesquisas relacionadas a estes elementos, podendo contribuir efetivamente à comunidade científica e na proposição à sociedade de políticas publicas que minimizem o impacto ambiental do uso do solo e água. O uso do analisador elementar e do espectrômetro de massas para análises de C e N permitirá a ampliação no número de projetos relacionados aos ciclos biogeoquímicos destes elementos haja vista o elevado grau de automação do equipamento, o que permite analisar um grande número de amostras em curto espaço de tempo. Além disso, novas linhas de pesquisa nessa área poderão surgir permitindo uma melhor compreensão da dinâmica destes elementos, o que é de fundamental importância para a sustentabilidade dos agroecossistemas. O aumento do número de projetos relacionados aos ciclos biogeoquimos do C e do N devido ao uso do analisador elementar resultará em um crescimento no número de teses e dissertações realizadas em Programas de Pós-Graduação do CCR na UFSM e de publicações de artigos científicos, o que irá uma maior inserção da UFSM no meio cientifico nacional e internacional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / CELSO AITA - Coordenador.

  • 2014 - 2017

    Tratamento e uso agrícola de dejetos líquidos de suínos e bovinos em sistema de plantio direto: análise do ciclo de vida e estratégias de mitigação das emissões de gases de efeito estufa para uma agricultura de baixo carbono, Descrição: Projeto de pesquisa aprovado no Edital MCTI/CNPq/CT-AGRO N 37/2013 Mudanças Climáticas. A suinocultura e a bovinocultura de leite constituem a principal fonte de renda de milhares de famílias de diversas regiões do Sul do Brasil. Todavia, o rebanho dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, de aproximadamente 13,5 milhões de suínos e de 2,5 milhões de vacas ordenhadas, gera um volume de dejetos líquidos extremamente elevado e com alto potencial poluidor do ambiente. A emissão de amônia (NH3) e de gases de efeito estufa (GEE), tanto durante o armazenamento dos dejetos quanto após o seu uso como fertilizante na agricultura, constitui a principal via de contaminação da atmosfera por estas duas atividades. No Brasil, pouco ainda é conhecido sobre a magnitude dessas emissões, as quais apresentam grande amplitude de variação, em função das condições edafo-climáticas. Portanto, é necessário e urgente quantificar tais emissões gasosas de NH3 e GEE, bem como encontrar estratégias para mitigar tais emissões. Isso é fundamental para que o Brasil possa atender ao compromisso assumido junto à Convenção-Quadro da ONU sobre Mudanças do Clima em reduzir as emissões de GEE entre 36,1 e 38,9 % das emissões projetadas até 2020. Nesse contexto, a presente proposta de pesquisa possui dois eixos de ação, sendo um relativo ao tratamento dos dejetos líquidos de bovinos e de suínos e outro relativo ao seu uso agrícola. Quanto ao tratamento dos dejetos será utilizado o processo de compostagem automatizada em uma plataforma de compostagem construída recentemente na UFSM. Será avaliado o efeito de diferentes aditivos (zeólitas, xisto e biochar) sobre as emissões de NH3 e GEE em pilhas de compostagem onde os dejetos líquidos serão adicionados ao substrato, o qual será constituído pela mistura de maravalha e serragem. O composto produzido será utilizado em experimentos de campo na cultura do feijão, avaliando-se a produtividade da cultura e também as emissões de GEE, com interesse principal nas emissões de óxido nitroso (N2O). Quanto ao segundo eixo de ação, o uso agrícola dos dejetos, serão avaliados experimentos já existentes na UFSM com aplicação dos dejetos líquidos de suínos em plantio direto nas sucessões aveia/milho e trigo/milho, onde está sendo avaliado o modo de aplicação dos dejetos (superfície x injetado) e o uso ou não de inibidor de nitrificação sobre as emissões de GEE. Através da presente proposta pretende-se continuar esses experimentos com dejetos de suínos para avaliar os efeitos a mais longo prazo, inclusive sobre os estoques de C no solo, e instalar experimentos similares, porém com o uso de dejetos líquidos de bovinos. Pretende-se ampliar a base de dados realizando os mesmo trabalhos na região Noroeste do Rio Grande do Sul, no CESNORS, e no Oeste de Santa Catarina, junto à EMBRAPA/Suínos e Aves de Concórdia, SC. Com isso pretende-se, nos primeiros dois anos do projeto estabelecer os fatores de emissão de GEE para o uso dos dejetos líquidos de suínos e de bovinos em plantio direto nos dois estados, onde se concentra o maior rebanho de animais confinados do Brasil. O terceiro ano do projeto será destinado ao estudo de estratégias para mitigar tais emissões. Um ponto a destacar na proposta se refere à multidisciplinaridade da equipe do projeto, com pesquisadores de diferentes institutos e estados do Brasil, do Canadá e da França, especialistas em estudos envolvendo a microbiologia do solo, as trocas gasosas solo/atmosfera e a quantificação dos GEE, a dinâmica da matéria orgânica do solo, a humificação de materiais orgânicos e o uso da ferramenta de Análise de Ciclo de Vida (ACV).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CAROLINA SCHULTZ POLLET - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DANIELA BATISTA DOS SANTOS - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / PAOLA MENDES MILANESI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante / CLAUDIR JOSE BASSO - Integrante / Deborah Pinheiro Dick - Integrante / MICHEL BRONDANI - Integrante / RONALDO HOFFMANN - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Compostagem automatizada de dejetos líquidos de suínos e resíduos de laticínio: avaliação de aspectos sanitários, agronômicos e ambientais., Descrição: A suinocultura e a indústria de laticínios são atividades geradoras de renda e também de poluição ao ambiente, através dos dejetos de suínos e da produção de soro (lactossoro), como subproduto da produção de queijo. Uma das maneiras para reduzir o passivo ambiental destas duas atividades e para reciclar na agricultura os nutrientes contidos nos dejetos líquidos de suínos e no lactossoro consiste na transformação dos mesmos em uma matriz sólida, através da sua compostagem com substratos de elevada relação C/N. Um processo de compostagem, recentemente introduzido no Sul do Brasil, consiste na adição de resíduos orgânicos líquidos e no revolvimento simultâneo das pilhas de compostagem. Essas duas operações são feitas por uma máquina especialmente desenvolvida para este fim, o que reduz a demanda de mão de obra, além de facilitar a oxigenação das pilhas. Por ser um processo novo, ele carece de informações de pesquisa, relativamente a diversos aspectos agronômicos, sanitários e ambientais. A avaliação destes aspectos constitui o objetivo principal deste trabalho. Para isso, os dejetos líquidos de suínos do Setor de Suinocultura e o lactossoro produzido na Usina Escola de Laticínios, ambos da UFSM, serão submetidos à compostagem automatizada, em plataforma de compostagem. Os dejetos e o lactossoro serão adicionados periodicamente sobre uma mistura de maravalha (30%) e serragem (70%). Na compostagem dos dejetos líquidos de suínos os tratamentos a serem avaliados constarão de diferentes aditivos (zeólita, ácido fosfórico e gesso) para reduzir as perdas de N por volatilização de amônia (NH3) e da frequência de revolvimento das pilhas. Na compostagem com o lactossoro serão avaliadas a frequência de adição do mesmo e de revolvimento das pilhas e a quantidade a ser adicionada durante a compostagem. O efeito dos tratamentos será avaliado sobre aspectos sanitários (população de bactérias fecais, vírus, protozoários e helmintos), ambientais (emissão de NH3 e dos gases de efeito estufa CO2, N2O e CH4) e agronômicos (humificação do composto e fornecimento de nutrientes às culturas do feijão e do trigo pelo composto a ser produzido nos diferentes tratamentos). Um aspecto a destacar na proposta refere-se à análise conjunta destes diversos atributos, desde a compostagem até o uso do composto no campo. Isso será possível graças à complementaridade da equipe, com especialistas das diversas áreas integrando o projeto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / CELSO AITA - Coordenador.

  • 2013 - 2016

    Estratégias para reduzir o potencial poluente dos dejetos de suínos sobre o solo e a água da região noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: O desenvolvimento da suinocultura em todo país, em especial na região Sul, resulta na geração de quantidades crescentes de dejetos com elevado poder fertilizante e também poluidor do ambiente. Esse projeto, com duração prevista de três anos, tem como objetivo estudar e propor alternativas de uso e tratamento dos dejetos líquidos de suínos que permitam mitigar esse potencial poluidor da suinoculturasobre a água e o solo da região Noroeste do Rio Grande do Sul, aonde essa atividade vem experimentando forte expansão nos últimos anos. Quanto ao uso dos dejetos, pretende-se comparar a aplicação dos mesmos em superfície, conforme é feito atualmente nas áreas de plantio direto, com a sua injeção mecânica ao solo. Serão comparadosaspectos relativos às perdas de nutrientes (P e N) por escoamento superficial, os quais têm forte implicação na eutrofização dos mananciais, ao potencial de transferência de microrganismos patogênicos através da água de escoamento e às perdas de N por volatilização de NH3. Para a injeção dos dejetos de suínos ao solo será avaliado um equipamento desenvolvido por uma equipe de professores da Universidade de Passo fundo (UPF) em parceria com uma empresa.No que concerneao tratamento dos dejetos, visando à redução do seu potencial poluidor serão avaliadas duas estratégias: 1) Uso de biofiltros associados à lagoa de aguapés, avaliando-se diferentes materiais para uso como filtro orgânico quanto a sua eficiência na redução de carga orgânica e de microrganismos patogênicos em dejetos líquidos de suínos, visando o reaproveitamento da água dos mesmos para a lavagem das instalações; 2) Compostagem dos dejetos líquidos de suínos juntamente com resíduos orgânicos de elevada relação C/N. Esse processo será conduzidoem plataforma de compostagem, utilizando-se uma máquina lançada recentemente no mercado, a qual adiciona os dejetos simultaneamente ao revolvimento mecânico das pilhas de compostagem. Neste, também serão comparados diferentes tipos de materiais orgânicos (serragem, maravalha, palha, etc..) para compostar com os dejetos suínos, avaliando-se a eficiência do processo na eliminação de microrganismos potencialmente patogênicos bem como o valor agronômico do composto orgânico produzido. Com esse conjunto de informações a serem geradas espera-secontribuir para que a expansão da suinocultura na região noroeste do Rio Grande do Sul ocorra dentro dos princípios de sustentabilidade ambiental, já que a atividade é de fundamental relevância social e econômica para a região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (3) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALANA TAIS FACCO - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CARLOS ALBERTO CERETTA - Integrante / CAROLINA SCHULTZ POLLET - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DANIELA BATISTA DOS SANTOS - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / PAOLA MENDES MILANESI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Compostagem automatizada de dejetos líquidos de suínos como alternativa para mitigar o impacto ambiental da suinocultura, Descrição: A maioria das regiões dedicadas à suinocultura, na Região sul do Brasil, encontra-se fortemente impactada, com degradação da qualidade do solo, do ar e da água. Para a expansão sustentável dessa atividade, de grande relevância econômica e social, é imprescindível a busca de estratégias envolvendo, tanto o uso agrícola dos dejetos quanto ao seu tratamento, que permitam reduzir esse potencial poluidor dos dejetos líquidos de suínos. O presente projeto insere-se nesse contexto e tem como objetivo principal o de avaliar a eficiência do processo de compostagem automatizada dos dejetos líquidos com vistas a mitigar o efeito poluidor da suinocultura no meio rural. Será dada ênfase nesse projeto à avaliação da eficiência de diferentes materiais orgânicos para a compostagem junto com os dejetos, à emissão de NH3 e de gases de efeito estufa (CO2, N2O e CH4) durante o processo de compostagem automatizada, à qualidade final do composto orgânico produzido, à possibilidade de eliminar microrganismos fecais potencialmente patogênicos e ao potencial de reciclar a fração líquida contida nos dejetos de suínos, via capacidade evaporativa na plataforma de compostagem.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante / GERSON GUAREZ GARCIA - Integrante / MARIANGELA FACCO DE SÁ - Integrante / MAICON SERGIO NASCIMENTO DOS SANTOS - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Produção agrícola sustentável em plantio direto, associando plantas de cobertura de solo e dejetos de animais: quantificação e modelização das biotransformações do carbono e do nitrogênio, Descrição: A presente proposta tem por objetivo estabelecer o intercâmbio e a cooperação científica e tecnológica com a pesquisadora Dra Sylvie Recous do INRA da França para promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade do Brasil em Produção Agrícola Sustentável, área prioritária do Programa Ciência sem Fronteiras. Neste contexto, a razão principal para pleitearmos a vinda da Dra. Sylvie Recous na modalidade Pesquisador Visitante Especial, refere-se a sua competência científica, notadamente nos trabalhos envolvendo o uso de isótopos 13C e 15N e a modelização nos estudos relacionados à dinâmica do C e do N, duas demandas importantes e atuais de nosso grupo de pesquisa do Programa de Pós Graduação em Ciência do Solo (PPGCS) da UFSM. O projeto possui duração de três anos, durante os quais a Dra Sylvie Recous irá realizar três visitas de 50, 35 e 35 dias no primeiro, segundo e terceiro ano de execução do projeto, respectivamente. As atividades previstas para as visitas da Dra. Sylvie Recous envolvem a sua participação em seminários e disciplinas no PPGCS, na análise de nossos resultados de pesquisa, com vistas à programação de novos projetos e à preparação de artigos científicos para publicação em periódicos internacionais. Durante as visitas serão discutidas e programadas também as atividades a serem desenvolvidas na França pelos estudantes brasileiros durante o seu doutorado, sob a orientação da Dra Sylvie. Do ponto de vista de pesquisa, a assessoria técnica da Dra Sylvie Recous será focada em três aspectos principais: 1) programação de trabalhos aqui na UFSM com o uso dos isótopos 13C e 15N; 2) quantificação da população de bactérias nitrificadoras e desnitrificadoras no solo; 3) modelização dos ciclos do C e do N. Além disso, pretende-se com as visitas da Dra Sylvie a implementação em nossos laboratórios de metodologias de análises isotópicas como, por exemplo, a análise de 15N por microdifusão, o que irá gerar economia de tempo, maior precisão analítica e redução de custos. Os benefícios previstos com a vinda da Dra. Sylvie Recous seriam inúmeros e repercutiriam em diferentes níveis junto à UFSM e contribuirão para aumentar a competitividade do Brasil em relação à produção agrícola sustentável.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CARLOS ALBERTO CERETTA - Integrante / CAROLINA SCHULTZ POLLET - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DANIELA BATISTA DOS SANTOS - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / PAOLA MENDES MILANESI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante / MAJID MAHMOOD TAHIR - Integrante / MARCIEL REDIN - Integrante / PEDRO ALEXANDRE VARELLA ESCOSTEGUY - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Criação da rede Dejsui para o desenvolvimento de tecnologias que visem reduzir o impacto ambiental dos dejetos de suínos no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Descrição: A suinocultura constitui-se na principal atividade econômica de muitas regiões dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Apesar dos grandes avanços do ponto de vista nutricional e genético dos animais, o potencial poluidor do ambiente pelos dejetos produzidos constitui um dos principais limitadores da expansão sustentável dessa atividade. A busca de alternativas tecnológicas para minimizar esse potencial poluidor dos dejetos da suinocultura constitui um dos principais desafios aos atores envolvidos nessa atividade, sejam eles pesquisadores ou vinculados à assistência técnica. Embora existam pesquisas nessa área nos dois estados do Sul do Brasil, elas são feitas por pesquisadores e/ou grupos isoladamente. Para ampliar a capacidade de realização de trabalhos e avançar de forma mais rápida e segura na busca de soluções para o problema, é fundamental a ação articulada desses profissionais, de modo interdisciplinar e interinstitucional, realizando trabalhos conjuntos e baseados em interesses convergentes, trocando experiências, agregando esforços e complementando competências. Nesse sentido, vemos uma grande oportunidade nesse edital de criar uma rede de pesquisa para avaliar tecnologias relativas ao tratamento e uso dos dejetos líquidos de suínos que visem reduzir o potencial poluidor dos mesmos. Essa rede seria coordenada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), através do prof. Dr. Celso Aita, e contaria com a participação da Universidade de Passo Fundo (UPF), da Universidade Feevale (FEEVALE) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) pelo lado do Rio Grande do Sul. Como parceiras do estado de Santa Catarina na rede, farão parte a Embrapa/Suínos e Aves de Concórdia e a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Os trabalhos da rede serão focados na avaliação e proposição de estratégias de tratamento e de uso agrícola dos dejetos de suínos para reduzir o impacto ambiental dos mesmos. Como estratégias de tratamento serão avaliadas a compostagem automatizada e o uso de biofiltros e como estratégias de uso agrícola a injeção dos dejetos líquidos no solo e o uso de inibidor de nitrificação. Será dada ênfase à avaliação da eficiência dessas estratégias quanto à redução nas emissões de gases de efeito estufa (GEE) e de amônia, além da redução da transferência aos mananciais de N e microrganismos fecais, por escoamento e percolação. Para isso, estão programados diversos estudos de campo e laboratório em rede, buscando valorizar a complementaridade do ponto de vista de infra-estrutura das Instituições parceiras e também da qualificação dos integrantes da equipe. A articulação e gestão da rede serão feitas através de reuniões semestrais e também por via eletrônica. Ao final do projeto está prevista a realização de um Workshop na UFSM para divulgação dos resultados e fortalecimento da rede, com vistas a sua continuidade e expansão.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CARLOS ALBERTO CERETTA - Integrante / CAROLINA SCHULTZ POLLET - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DANIELA BATISTA DOS SANTOS - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / PAOLA MENDES MILANESI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante / GERSON GUAREZ GARCIA - Integrante / PEDRO ALEXANDRE VARELLA ESCOSTEGUY - Integrante / INDIARA VANUSSA CACERES JACQUES - Integrante / JANQUIELI SCHIRMANN - Integrante / JORDANA LIMA DA ROSA - Integrante / JOSE MIGUEL REICHERT - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Compostagem automatizada de dejetos de suínos: valor agronômico e impacto ambiental do composto em alface, Descrição: O Brasil é o 3o maior produtor de suínos com grande potencial de expansão. Embora a atividade possua expressiva relevância social e econômica, gera um grande volume de dejetos líquidos, com elevado potencial poluidor. Esses dejetos poluem as águas e o ar tornando-se um importante passivo ambiental. Para manter a atividade, bem como a sua expansão, é necessário a adoção de técnicas com vistas à mitigar o impacto ambiental causado. A compostagem dos dejetos líquidos de suínos pode ser utilizada para o tratamento e destino mais apropriado desses resíduos. A técnica permite a transformação do dejeto líquido em uma matriz sólida, mais concentrada em nutrientes e com menor impacto ao ambiente que outros destinos dados ao dejeto. O material orgânico obtido ao final desse processo pode ter características agronômicas apropriadas para o cultivo de plantas. Contudo, há poucos estudos que tratam sobre o valor agronômico desse material, principalmente relacionado à disponibilidade de nitrogênio às culturas e às contaminações do ambiente e das plantas. Assim, o objetivo desse estudo é avaliar o valor agronômico dos materiais orgânicos produzidos pela compostagem de dejetos de suínos e o impacto ambiental causado pelo seu uso no cultivo da alface. Para isso serão conduzidos estudos na UFSM sobre a mineralização do carbono e nitrogênio desses materiais orgânicos, realizados em sistemas de incubação, e estudos para avaliação do potencial fertilizante e contaminante em cultivo da alface, realizados no campo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Estratégias para mitigar o impacto ambiental da suinocultura: injeção no solo, uso de inibidor de nitrificação e compostagem automatizada dos dejetos, Descrição: A maioria das regiões dedicadas à suinocultura, na Região sul do Brasil, encontra-se fortemente impactada, com degradação da qualidade do solo, do ar e da água. Para a expansão sustentável dessa atividade, de grande relevância econômica e social, é imprescindível a busca de estratégias envolvendo, tanto o uso agrícola dos dejetos quanto ao seu tratamento, que permitam reduzir esse potencial poluidor dos dejetos líquidos de suínos. A presente proposta insere-se nesse contexto e tem como objetivo principal o de avaliar a eficiência da injeção no solo, do uso de inibidores de nitrificação e do processo de compostagem automatizada dos dejetos com vistas a mitigar o efeito poluidor da suinocultura no meio rural. Para isso, estão previstos na presente proposta dois subprojetos, com experimentos em nível de campo e de laboratório. O primeiro subprojeto envolve estratégias de uso agrícola dos dejetos e tem como título "avaliação das perdas de nitrogênio por volatilização de amônia, emissão de óxido nitroso, escoamento superficial e lixiviação de nitrato, com o uso conjunto de inibidores de nitrificação e injeção de dejetos líquidos de suínos em plantio direto". Ele será conduzido sob condições de chuva natural, em parcelas delimitadas com chapas galvanizadas e também sob condições de chuva simulada, em microparcelas. O segundo subprojeto, com o título "compostagem automatizada como alternativa para reduzir o impacto ambiental e aumentar o valor agronômico dos dejetos de suínos", está ligado ao estudo de estratégias de tratamento dos dejetos líquidos de suínos. Será dada ênfase nesse subprojeto à avaliação da eficiência de diferentes materiais orgânicos para a compostagem junto com os dejetos, à emissão de NH3 e de gases de efeito estufa (CO2, N2O e CH4) durante o processo de compostagem automatizada, à qualidade final do composto orgânico produzido, à possibilidade de eliminar microrganismos fecais potencialmente patogênicos e ao potencial de reciclar a fração líquida contida nos dejetos de suínos, via capacidade evaporativa na plataforma de compostagem.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / ADÔNIS VICENTE BLASI - Integrante / ALEXANDRE DESSBESELL - Integrante / ALEXANDRE DONEDA - Integrante / ANDRÉ FRIDERICHS - Integrante / CAROLINA SCHULTZ POLLET - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / CRISTIANO SCHMITT - Integrante / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EMERSON ZIRBES - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / GREISSI TENTE GIRALDI - Integrante / MARLON HILGERT ARENHARDT - Integrante / PAOLA MENDES MILANESI - Integrante / RAFAEL RICARDO CANTU - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / ROGÉRIO GONZATTO - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / STEFEN BARBOSA PUJOL - Integrante / STEVAN STRÜCKER - Integrante / GERSON GUAREZ GARCIA - Integrante / JANQUIELI SCHIRMANN - Integrante / JOSE MIGUEL REICHERT - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Integrante / MARIANGELA FACCO DE SÁ - Integrante.

  • 2010 - 2014

    Alternativas tecnológicas para reduzir o impacto dos dejetos de suínos sobre os recursos hídricos, Descrição: A suinocultura brasileira caracteriza-se pelo sistema de criação dos animais em regime de confinamento total, o que gera volumes expressivos de dejetos com elevado poder fertilizante e também elevado potencial poluente dos recursos hídricos no meio rural. Pensando em evoluir em métodos que reduzam o impacto poluente dos dejetos de suínos sobre o ambiente serão realizados dois subprojetos. No primeiro (Eficiência do uso integrado de biofiltros e lagoa de aguapés no tratamento de dejetos líquidos de suínos), busca-se a redução da carga orgânica da fração mais líquida dos dejetos, o aumento na concentração de nutrientes na fração mais pastosa, além da possibilidade de reuso da água residual na higienização das instalações suinícolas. Nesse processo de tratamento, ainda pouco estudado no Brasil, o excedente de dejetos líquidos armazenados em lagoas ou esterqueiras anaeróbias, é transferido, por gravidade, para recipientes contendo materiais orgânicos de elevada relação C/N (biofiltros), dispostos em seqüência, seguindo a declividade do terreno. A fração líquida resultante do processo de filtragem é depositada em lagoas de aguapés para depuração final do efluente. No segundo subprojeto, envolvendo o uso agrícola dos dejetos (Injeção de dejetos líquidos de suínos no solo para preservar a qualidade da água), busca-se reduzir o escoamento superficial e a transferência de nutrientes, especialmente N e P, e microrganismos potencialmente patogênicos, aos mananciais. Recentemente, uma equipe de professores da Universidade de Passo Fundo (UPF/RS) desenvolveu, em parceria com uma indústria, um equipamento tracionado mecanicamente, o qual permite a injeção dos dejetos líquidos ao solo, em plantio direto. O trabalho consistirá em comparar, em sistema de plantio direto de milho no verão e aveia no inverno, a injeção dos dejetos com a sua aplicação em superfície em aspectos ligados à qualidade da água de superfície (nutrientes e microrganismos) e de subsuperfície (NO3- e microrganismos).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Géssica Gaboardi De Bastiani - Integrante / CELSO AITA - Coordenador / DIEGO ANTONIO GIACOMINI - Integrante / EZEQUIEL CÉSAR CARVALHO MIOLA - Integrante / ROBERTO CARLOS LUDTKE - Integrante / SANDRO JOSE GIACOMINI - Integrante / MARIANGELA FACCO DE SÁ - Integrante / JULIANO OLIVO - Integrante / THIAGO CASTRO DE ALMEIDA - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Santa Maria. , AV. Roraima, 1000, cidade universitária, Camobi, 97105900 - Santa Maria, RS - Brasil, Telefone: (55) 32208108

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: IC/FIT BIT/FAPERGS/UFSM, Carga horária: 20

2013 - 2014

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: PROBIC/FAPERGS/UFSM, Carga horária: 20

2011 - 2012

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Estágio Voluntário, Enquadramento Funcional: LABCEN/CCR/UFSM, Carga horária: 20