Paulo José Lima Juiz

Pós-doutorado em Farmácia -UFBA . Doutorado em biotecnologia (UEFS/FIOCRUZ-BA). Doutorado sanduíche pela Università Degli Studi di Ferrara - Itália.Possui mestrado em Imunologia pela Universidade Federal da Bahia. Especialização em Biologia molecular aplicada a medicina forense (UNEB), Especialização em microbiologia (UFBA). Atualmente é docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação - Ponto Focal UFRB, do qual foi coordenador no período compreendido entre 09/2019 a 09/2021. Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia da Universidade Estadual de Feira de Santana.Tem experiência em Propriedade Intelectual, tendo sido gestor da Coordenação de Criação e Inovação da UFRB nos anos 2018 e 2019, onde atuou, dentre outras atividades, como Representante Legal da UFRB no Sistema Nacional do Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional. Membro da Sociedade Brasileira de Microbiologia. Membro da Sociedade Brasileira de Farmacognosia. Exerceu a vice-coordenação ( março/2018 a janeiro/2019) e Coordenação ( janeiro/2019 a agosto/2019) do Comitê de ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFRB. Membro do colegiado do curso de Tecnologia em Alimentos do Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade da UFRB. Atuou como Gestor do Núcleo de Capacitação Docente da UFRB no período entre 2013 - 2015. Desenvolve trabalhos de pesquisa com atividades biológicas de produtos naturais.

Informações coletadas do Lattes em 01/08/2023

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia

2010 - 2013

Universidade Estadual de Feira de Santana
Título: Atividade apoptótica sobre osteoclastos, antimicrobiana e antitumoral de plantas medicinais cultivadas no Recôncavo da Bahia
Orientador: Ana Paula Trovatti Uetanabaro
com Coorientador: Angélica Maria Lucchese. Palavras-chave: atividade imunomoduladora; PLANTAS MEDICINAIS; Periodontite.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.

Mestrado em Imunologia

2003 - 2005

Universidade Federal da Bahia
Título: Estudo de associação entre HLA e Periodontite Crônica Severa
Orientador: Denise Carneiro Lemaire
, Ano de Obtenção: 2005.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: HLA; Periodontite; Polimorfismo.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Educação Superior; Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana; Fabricação de Produtos Farmacêuticos.

Especialização em Especialização em Microbiologia

2005 - 2007

Universidade Federal da Bahia
Título: Uso de produtos naturais como coadjuvantes no tratamento da Doença periodontal
Orientador: Tânia Fraga Barros

Especialização em Biologia Molecular aplicada a Medicina Forense

2002 - 2002

Universidade do Estado da Bahia

Aperfeiçoamento em Aperfeiçoamento em Periodontia

1998 - 1999

COMEDI
Ano de finalização: 1999;

Aperfeiçoamento em Curso de Prótese

1996 - 1997

Associação Brasileira de Odontologia- BA
Ano de finalização: 1997;

Pós-doutorado

2016 - 2017

Pós-Doutorado. , Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde

Formação complementar

2019 - 2019

Curso Moodle para Professores e Tutores. (Carga horária: 34h). , Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.

2019 - 2019

Planejamento, Avaliação e Fundamentos da EAD. (Carga horária: 51h). , Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Propriedade Intelectual e informação tecnológica. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.

2008 - 2008

Metodologia participativa em Extensão. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.

2008 - 2008

Fitoterapia na Clínica Médica. (Carga horária: 3h). , XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil, SPMB, Brasil.

2008 - 2008

Curso avançado em Propriedade Intelectual. (Carga horária: 40h). , Instituto Nacional da Propriedade Industrial, INPI, Brasil.

2007 - 2007

Curso Básico de Propriedade Intelectual. (Carga horária: 32h). , Instituto Nacional da Propriedade Industrial, INPI, Brasil.

2007 - 2007

Curso Intermediário de Propriedade Intelectual. (Carga horária: 40h). , Instituto Nacional da Propriedade Industrial, INPI, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Periodontia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunogenética.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos/Especialidade: Bacteriologia.

Organização de eventos

JUIZ, P. J. L. . Simpósio de Biotecnologia. 2021. (Outro).

PIRES, E. A. ; JUIZ, P. J. L. . Curso de Redação de patentes. 2021. (Outro).

CARVALHO, J. P. S. ; JUIZ, P. J. L. ; PIMENTEL, C. A. ; MIRANDA, F. S. M. ; SANTOS, I. J. S. ; GUEDES, J. P. ; RIBEIRO, J. S. ; RIOS, K. A. N. ; SOUZA, K. P. ; SOUZA, L. D. A. S. ; ROCHA, M. M. ; BARBOSA, M. V. V. ; CERQUEIRA, M. C. ; MARINS, M. J. S. ; GALVAO, N. C. S. S. ; SANTOS, O. V. ; NASCIMENTO, P. B. S. ; SANTOS, R. S. ; MAZALLA NETO, W. . Comissão de Organização do Seminário de Integração Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPE).. 2020. (Outro).

JUIZ, P. J. L. ; PIRES, E. A. ; FARIA, F. A. ; RAMOS, M. N. ; SANTOS, L. S. L. . Curso de Redação de Patentes para pesquisadores da UFRB. 2019. (Outro).

JUIZ, P. J. L. ; ANDRADE, E. ; ALMEIDA, K. ; SANTOS, A. ; MARTINS, L. ; RIBEIRO, C. ; BECKERATH, Y. ; COUTINHO, L. ; FERREIRA, L. . Workshop de Empreendedorismo e Inovação. 2019. (Outro).

JUIZ, P. J. L. ; ANDRADE, E. P. ; ALMEIDA, K. F. ; SANTOS, A. M. ; MARTINS, L. O. S. ; ANDRADE, A. I. A. R. ; BECKERATH, Y. F. P. V. ; COUTINHO, L. S. S. ; FERREIRA, L. T. B. . Comissão de organização da participação do CETENS na Semana Global de Empreendedorismo. 2019. (Outro).

JUIZ, P. J. L. ; SANTOS, E. . Sexta da Oportunidade em parceria com o SEBRAE. 2018. (Outro).

SANTOS, E. ; JUIZ, P. J. L. . Oficina de CANVAS (Plano de negócios) em parceria com o SEBRAE. 2018. (Outro).

NUNES, J. M. ; JUIZ, P. J. L. ; AZEVEDO, J. B. ; HOCEVAR, L. S. ; GALVAO, N. C. S. S. ; RIBEIRO, N. C. ; ROCHA, M. M. ; BECKERATH, Y. F. P. V. . II SEMINÁRIO DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL. 2018. (Outro).

UFRB, P. ; JUIZ, P. J. L. . IV RECONCITEC. 2017. (Outro).

SANTOS, O. V. ; JUIZ, P. J. L. ; SAMPAIO, L. S. ; MATOS, A. P. S. ; SILVA, J. S. J. ; OLIVEIRA, A. C. O. E. . Semana Pedagógica do Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade. 2017. (Outro).

NUNES, J. M. ; COUTINHO, L. S. S. ; SOUZA, K. C. R. A. ; ALVES, K. B. G. S. ; JUIZ, P. J. L. . Seminário de Empreendedorismo Social e Sustentabilidade. 2017. (Outro).

JUIZ, P. J. L. . Dia C da Ciência da UFRB. 2017. (Outro).

JUIZ, P. J. L. . III RECONCITEC. 2014. (Outro).

JUIZ, P. J. L. ; SILVA, F. . Semana de Ciência e Tecnologia. 2009. (Outro).

JUIZ, P. J. L. . II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO RECÔNCAVO DA BAHIA/ II SEMINÁRIO ESTUDANTIL DE PESQUISA/ II SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO. 2008. (Outro).

JUIZ, P. J. L. . OFICINA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL. 2007. (Outro).

JUIZ, P. J. L. . II FÓRUM ACADÊMICO da XVII JUNCO - Jornada Universitária Capixaba de Odontologia. 1995. (Outro).

Participação em eventos

Congresso virtual da UFBA. Prospecção de patentes de probióticos para tratamento ou prevenção de neuropatia diabética. 2021. (Congresso).

Congresso virtual da UFBA. PROBIÓTICOS: ADJUVANTES NA TERAPÊUTICA DA NEUROPATIA DIABÉTICA?. 2021. (Congresso).

Curso de Extensão Universitária na modalidade de Difusão: Capacitação no Uso e Manejo de Animais de Laboratório. 2021. (Oficina).

Nivelamento em Propriedade Intelectual - Edição Catalisa ICT. 2021. (Outra).

Planejamento do Ecossistema de Inovação - Definindo os setores estratégicos e o mapa de atores do município de Feira de Santana. 2021. (Oficina).

Congresso Virtual UFBA 2020. 2020. (Congresso).

Curso " Consentimento Livre e Esclarecido". 2020. (Outra).

curso CULTIVO DE PROBIÓTICOS E SUA INSERÇÃO EM ALIMENTOS. 2020. (Outra).

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM PRÁTICAS INTEGRATIVAS PARA AGENTES DO SUS.Fitoterapia na Odontologia. 2020. (Outra).

CURSO DE FITOTERAPIA I. 2020. (Outra).

Curso Google Sala de Aula para Docentes. 2020. (Outra).

Curso Moodle para Professores e Tutores. 2020. (Outra).

Curso Planejamento, Avaliação e Fundamentos da EaD. 2020. (Outra).

curso RDC 331E INSTRUÇÃO 60/ANVISA/2019, MUDANÇAS E INTERPRETAÇÃO DAS ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS. 2020. (Outra).

III Workshop de Gestão da Inovação FORTEC Nordeste ? Edição João Pessoa e São Luiz. 2020. (Outra).

Semana Nacional da Microbiologia de Alimentos na Indústria. 2020. (Seminário).

VI Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia (VI Reconcitec). ASPECTOS PRÁTICOS NA SUBMISSÃO DE PROTOCOLOS DE PESQUISA COM SERES HUMANOS'. 2020. (Congresso).

VI SIEPE.Mesa redonda Alimentos da agrossociobiodiversidade na promoção da saúde. 2020. (Encontro).

Webnário da Educação do Campo.Estratégias para manejo de estresse em tempos de pandemia. 2020. (Encontro).

Brazilian Congress of Pharmacology and Experimental Therapeutics. Therapeutic potential of a physalin-rich Physalis angulata extract in a mouse model of periodontal disease. 2019. (Congresso).

Curso Moodle para professores e tutores. 2019. (Outra).

Curso Planejamento, Avaliação e Fundamentos da EAD. 2019. (Outra).

II ENCONTRO CAPES DE CIÊNCIA ABERTA- Direitos de Propriedade Intelectual e Políticas Institucionais. 2019. (Encontro).

I Workshop de Inovação e Empreendedorismo acadêmico da UFRB. 2019. (Outra).

Oficina Avaliação dos PPGs Profissionais no Workshop de PI e Inovação. 2019. (Oficina).

SIMPÓSIO - ECOSSISTEMAS DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO ? SEEI e WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO. 2019. (Simpósio).

V Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia. 2019. (Encontro).

Workshop de Propriedade Intelectual e Inovação - Simpósio Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação. 2019. (Simpósio).

Congresso Internacional do PROFNIT. 2018. (Congresso).

I Workshop de Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs).Apresentação do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 2018. (Encontro).

Oficina Mão-na-massa Políticas de Inovação das ICTs. 2018. (Congresso).

Seminário de Propriedade Intelectual e Biotecnologia do Recôncavo. 2018. (Seminário).

Seminário de Propriedade Intelectual e Biotecnologia do Recôncavo.Propriedade Intelectual e Biotecnologia. 2018. (Seminário).

Uso estratégico de patentes em projetos de PD e negócios - Foco em informações tecnológicas. 2018. (Outra).

V Encontro das Pós-graduações em PI e TT e Inovação. 2018. (Congresso).

Congresso Internacional do PROFNIT. 2017. (Congresso).

Curso de Propriedade Intelectual e Informação Tecnológica aplicadas a Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade. 2017. (Oficina).

I Seminário de Empreendedorismo Social e Sustentabilidade. 2017. (Seminário).

IV RECONCITEC. 2017. (Outra).

IV RECONCITEC - Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo.Avaliador de pôster. 2017. (Encontro).

Minicurso em Propriedade intelectual, inovação e prospecção te tecnológica. 2017. (Oficina).

Minicurso Propriedade Intelectual, Inovação e Prospecção tecnológica. 2017. (Oficina).

Reencôncavo saúde.Uso de Plantas medicinais para o desenvolvimento de novos fármacos. 2017. (Encontro).

XI Fórum de Pró-igualdade racial e inclusão social do Recôncavo e III Sertão Preto.Reitoria e Centro. 2017. (Outra).

XI Fórum de Pró-igualdade racial e Inclusão Social do Recôncavo e II SERTÃO PRETO.Participação em mesa de abertura. 2017. (Seminário).

I Workshop Internacional: potencial biotecnológico de espécies vegetais e de micro-organismos.Avaliador de pôster. 2015. (Outra).

I CONCIFAR - Congresso de Ciências Farmacêuticas da Bahia. Participante. 2010. (Congresso).

Mini-curso: óleos essenciais- extração,análise, controle de qualidade e atividade biológica. 2010. (Outra).

XXI Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil. 2010. (Simpósio).

Curso básico de redação em patentes. 2009. (Outra).

III Seminário Estudanil de pesquisa / III Seminário de pós-graduação.Uso da Informação tecnológica contida em bancos de patentes. 2009. (Seminário).

III Seminário Etudantil de Pesquisa/ III Seminário de pós-graduação.Ecoserigrafia. 2009. (Seminário).

III Curso de capacitação sobre ética da pesquisa em seres humanos. 2008. (Encontro).

II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO RECÔNCAVO DA BAHIA/ II SEMINÁRIO ESTUDANTIL DE PESQUISA/ II SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO.ÉTICA EM PESQUISA. 2008. (Seminário).

II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO RECÔNCAVO DA BAHIA/ II SEMINÁRIO ESTUDANTIL DE PESQUISA/ II SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO.COORDENADOR DE SESSÃO DE APRESENTAÇÃO DE PAINÉIS. 2008. (Seminário).

II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO RECÔNCAVO DA BAHIA/ II SEMINÁRIO ESTUDANTIL DE PESQUISA/ II SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO.A importância da propriedade intelectual nas Instituições Federais de ensino. 2008. (Seminário).

XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil / X International Congress of Ethnopharmacology. 2008. (Congresso).

XX Simpósio de Plantas medicinais do Brasil e X Congresso Internacional de etnofarmacologia. O perfil da fitoterapia entre os usuários do SUS no Município de Santo Antônio de Jesus. 2008. (Congresso).

XX Simpósio de Plantas medicinais do Brasil e X Congresso Internacional de etnofarmacologia. O uso de produtos naturais como coadjuvante no tratamento da doença periodontal. 2008. (Congresso).

AVALIAÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE. 2007. (Seminário).

II SEMINÁRIO DE RESISTÊNCIA BACTERIANA e I SEMINÁRIO DE RESISTÊNCIA MICROBIANA. 2007. (Seminário).

I OFICINA DE INFORMAÇÕES EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA. 2007. (Oficina).

I SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE PROPRIEDADE INTELECTUAL PARA O DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO. 2007. (Seminário).

SEMANA NACIONAL DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. 2007. (Seminário).

V Dia da bioética. 2007. (Encontro).

XIV CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DA BAHIA. Perfil Imunogenético de mestiços brasileiros com periodontite crônica severa. 2006. (Congresso).

XIX SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL. 2006. (Simpósio).

CURSO ORGAN TRANSPLANTATION "FROM BENCH TO BEDSIDE". MECANISMOS DE TOLERÂNCIA E ACOMODAÇÃO EM TRANSPLANTES DE ÓRGÃOS. 2005. (Congresso).

IX Congresso brasileiro de transplantes e IV Congresso Luso-brasileiro de transplantes. 2005. (Congresso).

IX Congresso brasileiro de transplantes e IV Congresso Luso-brasileiro de transplantes. 2005. (Congresso).

IX CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES E IV CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE TRANSPLANTES. ESTUDO DA FREQUÊNCIA DO HLA EM PACIENTES COM DOENÇA PERIODONTAL CRÔNICA SEVERA. 2005. (Congresso).

X INTERNATIONAL BIENNIAL CONGRESS OF THE INTERNATIONAL ACADEMY OF PERIODONTOLOGY IN ASSOCIATION WITH THE FEDERAL UNIVERSITY OF BAHIA. IL-10 AND IFN-GAMA PRODUCTION IN WHOLE BLOOD CELL CULTURE STIMULATED WITH PORPHYROMONAS GINGIVALIS AND ACTINOBACILLUS ACTINOMYCETEMCOMITANS IN CHRONIC PERIODONTITIS PATIENTS. 2005. (Congresso).

I SEMINÁRIO DE PERIODONTIA EM SAÚDE COLETIVA.AVALIAÇÃO DO POLIMORFISMO DO HLA EM PACIENTES COM PERIODONTITE CRÔNICA. 2004. (Seminário).

Capacitação técnica para equipes de saúde bucal no Programa de Saúde da Família. 2002. (Outra).

XII CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DA BAHIA. 2002. (Congresso).

CAPACITAÇÃO EM DIABETES MELLITUS E HIPERTENSÃO ARTERIAL DO PSF DE ALOGOINHAS-BA. 2001. (Oficina).

Programa Docente Assistencial para Saúde Bucal Coletiva.Programa Docente Assistencial para Saúde Bucal Coletiva. 1999. (Outra).

X CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA. 1998. (Congresso).

CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE IMPLANTODONTIA. 1997. (Congresso).

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA. 1997. (Congresso).

CURSO DE AVANÇOS CLÍNICOS E CIENTÍFICOS NA ÁREA DE MATERIAIS DENTÁRIOS ADESIVOS E RESTAURADORES. 1997. (Congresso).

CURSO DE CLAREAMENTO DENTAL. 1997. (Congresso).

CURSO DE FACETAS ESTÉTICAS INDIRETAS - FACETAS LAMINADAS INLAY-ONLAY. 1997. (Congresso).

MÓDULO DE ATUALIZAÇÃO EM CIRURGIA BUCAL. 1997. (Congresso).

VIII Congresso odontológico do Espírito Santo. 1997. (Congresso).

CURSO DE ATUALIZAÇÃO CLÍNICA. 1996. (Congresso).

CURSO DE MARKETING PARA DENTISTA. 1996. (Congresso).

CURSO DE ENDODONTIA INTERNACIONAL ABO-ES. 1995. (Encontro).

CURSO DE IMPLANTODONTIA ABO-ES. 1995. (Encontro).

CURSO DE REABILITAÇÃO ORAL PARA O CLÍNICO. 1995. (Encontro).

Projeto de Extensão KINDER.Projeto de Extensão KINDER. 1995. (Outra).

XVII JUNCO - JORNADA UNIVERSITÁRIA CAPIXABA DE ODONTOLOGIA.REPOSICIONAMENTO CIRÚRGICO DE GERME DENTAL PERMANENTE. 1995. (Encontro).

XVII JUNCO- JORNADA UNIVERSITÁRIA CAPIXABA DE ODONTOLOGIA. 1995. (Encontro).

ASSOCIAÇÃO CAPIXABA DE PROFESSORES DE ODONTOLOGIA. 1994. (Outra).

CURSO DE DENTÍSTICA OPERATÓRIA MINISTRADO PELA ABO-ES. 1994. (Encontro).

Curso de dentística promovido pel ABO-ES. 1994. (Outra).

Curso de endodontia / VII Congresso Odontológico do Espírito Santo. 1994. (Congresso).

Curso de tratamento de dentes traumatizados. 1994. (Encontro).

VII CONGRESSO ODONTOLÓGICO DO ESPÍRITO SANTO. ESTREPTOCOCCUS DO GRUPO MUTANS EM SALIVA DE PACIENTES COM APARELHOS ORTODÔNTICOS FIXOS. 1994. (Congresso).

VII CONGRESSO ODONTOLÓGICO DO ESPÍRITO SANTO. 1994. (Congresso).

XII SEMINÁRIO INTERNO DE PESQUISA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO.ESTUDO DA PLACA SUBGENGIVAL POR MEIO DO TESTE BANA E PRESENÇA DO ESTREPTOCOCOS DO GRUPO MUTANS NA SALIVA DE PACIENTES COM APARELHO ORTODÔNTICO. 1994. (Seminário).

Terceiro ciclo de palestras sobre metodologia científica. 1993. (Outra).

XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ODONTOPEDIATRIA E II CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOPEDIATRIA. DETERMINAÇÃO DO NÚMERO DE UNIDADE FORMADORA DE COLÔNIAS (UFC) DE ESTREPTOCOCOS DO GRUPO MUTANS NA SALIVA DE PACIENTES PORTADORES DE APARELHO ORTODÔNTICO. 1993. (Congresso).

Participação em bancas

Aluno: Áddla Thaine Santos Oliveira Morais

ROCHA, M. L.;JUIZ, P. J. L.; LIMA, P. S. S.. Composição química e potencial farmacológico do óleo essencial de Lippia hermannioides. 2021. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Giovanna Martins Sampaio

MARBACK NETO, G.; PEREIRA, N. P.;JUIZ, P. J. L.. USO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NAS PATENTES: ANÁLISE DAS DECORRÊNCIAS JURÍDICAS. 2021. Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Jade Ribeiro Carneiro

LUCHESE, A.;JUIZ, P. J. L.; PEDREIRA, J. N. R.. Atividade antimicrobiana de fungos endofíticos associados a Physalis peruviana L. (Solanaceae). 2020. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Priscila do Nascimento Silva

MUBARACK, R.; BISNETO, J. P. M.;JUIZ, P. J. L.. Burocracia e políticas públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação: o núcleo de inovação tecnológica do Instituto Federal do Sertão Pernambucano. 2019. Dissertação (Mestrado em Gestão de Políticas Públicas e Segurança Social) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Larissa Miranda Santos Matos

LUCHESE, A.; COSTA, S. C. C.;JUIZ, P. J. L.. Atividade fotoprotetora e espasmolítica de Lippia origanoides Kunth. 2019. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Rita de Cássia Santos Paranhos

RIBEIRO, N. M.; CAVALCANTI, V. M. S.;JUIZ, P. J. L.. Estratégia de Busca de dados em bases de patentes de acordo com o objetivo da busca. 2019. Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Viviane de Sousa Moreira Almeida

PEDREIRA, J. N. R.; SILVA JUNIOR, J. A.;JUIZ, P. J. L.. Resistência antimicrobiana em microbiota da cavidade oral. 2018. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Rebeca Pereira Bulhosa Santos

TRINDADE, S. C.; VALE, V. L. C.;JUIZ, P. J. L.. Efeito imunomodulador do linalol na periodontite crônica. 2018. Dissertação (Mestrado em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Catarina Milena Monteiro da Costa

VILLARREAL, C.; BEZERRA, D. P.;JUIZ, P. J. L.. Investigação do perfil terapêutico regenerativo da terapia celular na neuralgia trigeminal experimental. 2018. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Sammya Nayara Silva Valadares

ROCHA, M. L.; COSTA, S. C. C.;JUIZ, P. J. L.. Composição química, toxicidade, atividade biológica de Vatairea macrocarpa (Benth.) Ducke (Leguminosae). 2017. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Débora Maria Marchesine de Almeida

ROCHA, M. L.; OLIVEIRA, L. E. G.;JUIZ, P. J. L.. Composição química e avaliação do potencial antinociceptivo do óleo essencial de Lippia bromelyana Moldenke (Verbenaceae) em camundongos. 2017. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Valeria Silva Góes

JUIZ, P. J. L.; ROCHA, M. L.; BRANDAO, H. N.. Atividade toxicológica, antinociceptiva e anti-inflamatória de Martianthus leucocephalus (Mart. ex Benth) J.F.B. Pastore (Lamiaceae). 2015. Dissertação (Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Geysa Silva Santos

JUIZ, P. J. L.; YATSUDA, R.. Atividade antimicrobiana de Cenostigma cf. macrophyllum (leguminosae) contra isolado clínico de Staphylococcus aureus resistente a antibiótico. 2015. Dissertação (Mestrado em Biociências) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Rafael Mota da Silva

JUIZ, P. J. L.; SOARES, A. C. F.. Extrato de folhas de Juá (Ziziphus joazeiro Mart.) - Atividade antioxidante, antibacteriana, antifúngica e no controle da podridão vermelha do sisal. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Robson Dias de Souza

JUIZ, P. J. L.; BENEVIDES, R. G.; ROCHA, M. L.. Atividade antinociceptiva de Oocephalus nubicola e Leptohyptis macrostachys. 2014. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Mariana Coelho Brito

SILVA, F. S.; OLIVEIRA, S. A.;JUIZ, P. J. L.. Desenvolvimento e avaliação farmacológica de formulação contendo nanohidroxiapatita para o tratamento de lesões ósseas. 2022. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Juliana Nascimento Andrade Gonçalves

LUCHESE, A.;JUIZ, P. J. L.; SOUZA NETA, L. C.; MIRANDA, J.; BRANCO, C. R. C.. Composição química e ação dos óleos essenciais de espécies vegetais do semiárido frente à fungos dermatófitos. 2020. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Mabel Proenc Pereira Lopes

TRINDADE, S. C.; CASTELLUCCI, L. C. C.; OLIVEIRA, P. R. S.; GODART, A. L. B.;JUIZ, P. J. L.. O papel da microbiota subgengival e de variantes dos gene IL2RL1 e ST2 na relação entre periodontite e asma. 2018. Tese (Doutorado em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Pollyana de Souza Siqueira Lima

JUIZ, P. J. L.; CHAVES, H. V.; BARRETO, A. S.; SILVA, F. S.. Efeito anti-hiperalgésico do óleo essencial de Lippia grata livre e complexado em beta ciclodextrina em modelos animais de dor crônica não inflamatória e dor neuropática. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Sara Samanta da Silva Brito

SILVA, F.; ARRUDA, V. M.; CASTRO, D. M.; ARMOND, C.;JUIZ, P. J. L.. Levantamento de espécies medicinais, suas potencialidades bioativas e caracterização de artrópodes no sistema produtivo da cultura de sisal (Agave sisalana Perrine) na Bahia. 2018. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Edilson Araújo Pires

QUINTELLA, C. M. A. L. T. M. H.; GOMES, I. M. A.; RUSSO, S. L.; ANDRADE, R. L. P.;JUIZ, P. J. L.. Política de inovação nas Universidades brasileiras: diretrizes para consolidação dos Núcleos de Inovação Tecnológica. 2018. Tese (Doutorado em CIÊNCIA DA PROPRIEDADE INTELECTUAL) - Universidade Federal de Sergipe.

Aluno: Irana Paim Silva

CARVALHO, C. A. L.;JUIZ, P. J. L.; ARAUJO, Y. L. F. M.; SOUZA, M. O.; ARAUJO, E. D.. Imobilização celular e prospecção de agentes clarificantes naturais para otimização da produção de hidromel. 2018. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Zuleide Silva de Carvalho

SILVA, F.; ARRUDA, V. M.; Armond, C; CASTRO, D. M.;JUIZ, P. J. L.. Lippia alba (Milli) N.E. Brown: caracterização e potencial fitoquímico. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Erasto Viana Silva Gama

SOARES, A. C. F.; Armond, C; SILVA, F.;JUIZ, P. J. L.. ULTRADILUIÇÕES NO CONTROLE DE Aspergillus niger, AGENTE CAUSAL DA PODRIDÃO VERMELHA DO SISAL. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Jacqueline Miranda Gonçalves

YATSUDA, R.; MIRANDA, L.;JUIZ, P. J. L.; UETANABARO, A.P.T; ROMANO, C.. ATIVIDADES BIOLÓGICAS E COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS DE Achyrocline satureoides (Lam) DC. E Ageratum conyzoides L. ENCONTRADAS NO SEMIÁRIDO BAIANO.. 2015. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: SIMONE TELES BRAGA

JUIZ, P. J. L.; PEREIRA, J. A.; SOARES, A. C. F.; FONSECA, M. C. M.; ARMOND, C.. Cultivo e caracterização agronômica e fitoquímica da atividade antioxidante e antifúngica de Lippia origanoides HBK. 2014. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: FABIANA LOPES DE PAULA

JUIZ, P. J. L.; CAMPOS, G. S.; COSTA, L. F. M.; CHINALIA, F. A.; MATOS, J. B. L.. Caracterização molecular do Norovírus humano em paciente com gastroenterite aguda em Salvador,Bahia. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Biotecnologia) - RENORBIO.

Aluno: Isabella Santos Araújo

JUIZ, P. J. L.; LUCHESE, A.. Estudo do potencial antimicrobiano e citotóxico de extratos vegetais de plantas do Pará contra candidíase vulvovaginal. 2015.

Aluno: Carine Oliveira dos Santos

BENEVIDES, R. G.; LUCHESE, A.;JUIZ, P. J. L.. Atividade biológica e composição química de Lippia origanoides Kunth. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Jacqueline Miranda Gonçalves

UETANABARO, A.P.T;JUIZ, P. J. L.; ROMANO, C. C.. Atividades biológicas e composição química dos óleos essenciais de espécies da família Asteraceae encontradas no semiárido baiano. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Lenilson Marques de Souza

JUIZ, P. J. L.; SANTOS, A. F.; PIRES, E. A.. MANUAL INTERATIVO DE REDAÇÃO DE PATENTES: uma ferramenta de apoio para Núcleos de Inovação Tecnológica. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Mauricio de Nantes Ramos

JUIZ, P. J. L.; PIRES, E. A.; NUNES, J. M.. UMA ANÁLISE DA PESQUISA E INOVAÇÃO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Maria Cristina Carneiro Lima

PEREIRA, N. P.;JUIZ, P. J. L.; OLIVEIRA, A. P. L.. O DIREITO IMATERIAL NUMA PERSPECTIVA CONSUMERISTA: COLISÃO DOS DIREITOS DO AUTOR E DO CONSUMIDOR NO COMÉRCIO ELETRÔNICO. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Dourivaldo Silva Santos

CARDOSO, L. S.; VILLARREAL, C.;JUIZ, P. J. L.. Potencial Terapêutico do secretoma e vesículas extracelulares de células-tronco mesenquimais na neuropatia trigeminal experimental. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Farmácia) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Rita de Cássia do Santos Paranhos

RIBEIRO, N. M.; CAVALCANTI, V. M. S.;JUIZ, P. J. L.. Estratégia de busca de dados em bases de patentes de acordo com o objetivo da busca. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia.

Aluno: Junália Anunciação da Cruz Ferreira

JUIZ, P. J. L.; ALVES, R. J. C.; DIORIO, A. P.. Relato de experiência sobre a utilização de plantas medicinais como proposta pedagógica para o ensino de ciências em uma escola do campo. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Ducileia da Cruz Amorim

JUIZ, P. J. L.; MIRANDA, J.; SANTOS, I.. O estado da arte sobre o uso de plantas medicinais no tratamento de enfermidades de animais domésticos. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Esequiel Oliveira Reis Junior

MATOS, I. M.; ZANOTTI, K.;JUIZ, P. J. L.. Avaliação da atividade antimicrobiana de probióticos isolados da fermentação de amêndoas de cacau. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: SIMONE CRISTINA FIGUEIREDO DE JESUS

NIHEI, J. S.; Mariane, G;JUIZ, P. J. L.. DOENÇA DO ENXERTO CONTRA HOSPEDEIRO (DECH) PÓS-TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA: REVISÃO DOS MECANISMOS IMUNOLÓGICOS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: PALOMA MOTA DOS SANTOS

JUIZ, P. J. L.; AMOR, A. M.. ANÁLISE PARASITOLÓGICA DE ELEMENTOS SANITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: MONIQUE OLIVEIRA NETO MACHADO

NIHEI, J. S.;JUIZ, P. J. L.; PEDREIRA, H.. SEPSE NEONATAL PRECOCE: UMA REVISÃO SOBRE A ASSOCIAÇÃO COM O STREPTOCOCCUS DO GRUPO B E A RELAÇÃO COM A QUALIDADE DE VIDA FAMILIAR. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Keith Karolinne Gomes Carrijo

NIHEI, J. S.; PEDREIRA, H.;JUIZ, P. J. L.. Impacto da Doença Pneumocócica no Recôncavo da Bahia baseado no número de internações e óbitos por Pneumonia e Sepse. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: HERLEN MARCIO DOURADO ALVES FARIAS

NIHEI, J. S.; PINTO, S.;JUIZ, P. J. L.. RELATO DE CASO: RELAÇÃO DA ALOPECIA AREATA COM A QUALIDADE DE VIDA DE UM PORTADOR. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: EDNA MOURA DE SANTANA

NIHEI, J. S.; Mariane, G;JUIZ, P. J. L.. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS, FATORES DE RISCO E IMPLICAÇÕES PATOLÓGICAS DE GESTANTES PORTADORAS DE SIDA E TOXOPLASMOSE: REVISÃO DA LITERATURA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: DILERMANDO GOMES DE ALMEIDA MACIEL

PEDREIRA, H.; NIHEI, J. S.;JUIZ, P. J. L.. A EXPERIÊNCIA DO ?OMBRO CONGELADO? (CAPSULITE ADESIVA) E SUAS IMPLICAÇÕES NA QUALIDADE DE VIDA ? RELATO DE CASO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: BRENDA KAREM ABREU RIBEIRO

NIHEI, J. S.;JUIZ, P. J. L.; MATOS, I. M.. ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E IMUNOMODULADORA DE PROBIÓTICOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: NAARA DE SOUZA BARBOSA

JUIZ, P. J. L.. Consequências da Infecção pelo vírus da imunodeficiência humana na terceira idade: uma revisão de literatura. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Ana Paula Almeida Souza

JUIZ, P. J. L.. O papel do ômega-3 como agente imunomodulador. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Ilana Silva Santos

JUIZ, P. J. L.. Aspectos imunológicos da gravidez: uma revisão de literatura. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Laís Oliveira de Souza

JUIZ, P. J. L.. Influência das interações psiconeuroimunológicas no desenvolvimento do transtorno depressivo maior em mulheres. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Ediane dos Santos Almeida

JUIZ, P. J. L.; FACINA, V. B.; MARINHO, S. M. O. C.. Associação entre obesidade, inflamação e câncer - uma revisão sistemática da literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: DEIZE PEREIRA ALEXANDRINO DIAS SANTOS

MUBARACK, R.; CARDEAL, C. M.;JUIZ, P. J. L.. As ações educativas de uma escola no município de Cachoeira-Bahia sobre o tema HIV-AIDS. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Cristiane Cardoso de Oliveira

JUIZ, P. J. L.; Sônia Maria Oliveira Cavalcanti Marinho; Vanessa Barbosa Facina. Influência da obesidade no início da vida e possíveis repercurssões no tecido ósseo durate a vida adulta. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Liliane Menezes Santos

JUIZ, P. J. L.. Antagonismo in vitro de Lactobacillus sp sobre Vibrio cholerae. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Aluno: Liliane

JUIZ, P. J. L.; LUIS, P.; MISAEL, P.. Ocorrência de Cryptococcus neoformans em perímetro urbano da cidade de Salvador-BA. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

JUIZ, P. J. L.; BALIZA, M. D.. Seleção para Professor de Biofísica. 2007. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

JUIZ, P. J. L.. Avaliador de Trabalhos Científicos no V RECONCITEC. 2019. Universidade Federal do Recôncavo Bahiano.

JUIZ, P. J. L.; NIHEI, J. S.; FERNANDES, M. S.. Seleção de professor substituto. 2013. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

JUIZ, P. J. L.; FERNANDES, T.C; FARIAS, J.R.S.B.. Processo de avaliação de portadores de diploma. 2009. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

JUIZ, P. J. L.. Seminário multiprofissional de patologia. 2009. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

JUIZ, P. J. L.. Seleção para professor de Embriologia. 2008. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Comissão julgadora das bancas

Paloma Dias da Silva Telles

TELLES, P. D. S.; LAMAIRE, D.; SILVA, E.. Estudo da Associação do HLA e Periodontite Crônica Severa. 2005 - Instituto de Ciências da Saúde - UFBA.

Silvia Lima Costa

UETANABARO, A. P. T.; LuccheseAngélica;COSTA, S. L.. Atividades biológicas de plantas medicinais cultivadas no recôncavo da Bahia. 2013. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Soraya Castro Trindade

Uetanabaro, A.P.T; Santana, G.M.S.;TRINDADE, S. C.. Atividade apoptótica sobre osteoclastos, antimicrobiana e antitomoral de plantas medicinais cultivadas no recôncavo baiano.. 2013. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Soraya Castro Trindade

Uetanabaro, A.P.T; Santana, G.M.S.;TRINDADE, S. C.. Atividades Biológicas de Óleos Essenciais e Extratos Metanólicos de Plantas Medicinais sobre Periodontopatógenos e Osteoclastos. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

Eneida de Moraes Marcilio Cerqueira

CERQUEIRA, E. M. M.. Membro da Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado. 2005. Dissertação (Mestrado em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia.

Eudes da Silva Velozo

BARROS, T. F.VELOZO E. S.; RIBEIRO, M. F.. Uso de produtos naturais como coadjuvantes no tratamento da doença peridontal. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em microbiologia) - Universidade Federal da Bahia.

Denise Carneiro Lemaire

LEMAIRE, Denise Carneiro; E MM Cerqueira; Telles,PMM. Estudo da Associação do HLA e Periodontite Crônica Severa. 2005. Dissertação (Mestrado em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia.

Tânia Fraga Barros

BARROS, T FVELOZO, ES; RIBEIRO, MF. USO DE PRODUTOS NATURAIS COMO COADJUVANTE NO TRATAMENTO DA DOENÇA PERIODONTAL. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Microbiologia) - Universidade Federal da Bahia.

Mônica Pereira Franca

FRANCA, M. P.; Barros,T.F.; VELOSO, E. S.. Uso de Produtos Naturais como coadjuvantes no tratamento da Doença Periodontal. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Microbiologia) - Universidade Federal da Bahia.

Orientou

Dhara Leite Lopes

Atividade cicatricial de riparina em cultura de fibroblastos da linhagem L929; ; Início: 2021; Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

DEIZE PEREIRA ALEXANDRINO DIAS SANTOS

A propriedade intelectual na formação de estudantes de uma escola pública; Início: 2021; Dissertação (Mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; (Orientador);

Lenilson Marques de Souza

Manual Interativo de redação de patentes; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia; (Orientador);

Luciana Ferreira Menezes

Modelo de gestão do conhecimento em Prevenção da Incapacidade para unidades operacionais do SESI/BA; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia; (Orientador);

Gabrielly Sobral Neiva

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE ÓLEO ESSENCIAL DE Lippia origanoides E INCORPORAÇÃO EM EMBALAGEM ATIVA PARA ACONDICIONAMENTO DE QUEIJO COALHO; Início: 2021; Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana; (Orientador);

Luiza Teles Barbalho Ferreira

Avaliação da atividade imunomoduladora de probióticos em modelo animal de doença periodontal induzida por LPS; Início: 2021; Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana; (Orientador);

CARLOS LEANDRO DAS MERCÊS

Programa de difusão do conhecimento em Propriedade Intelectual, Inovação tecnológica e Empreendedorismo na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; 2020; Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia,; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Maurício de Nantes

Technology Roadmaps: um panorama da pesquisa e da inovação na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; 2018; Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para inovação) - Universidade Federal da Bahia,; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Paula Schons Vieceli

POTENCIAL TERAPÊUTICO DO EXTRATO DE PHYSALIS ANGULATA RICO EM FISALINAS EM MODELO DE DOENÇA PERIODONTAL INDUZIDA; 2018; Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal da Bahia,; Coorientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Carla Alves Barbosa

Caracterização microbiológica, genotípica de Escherichia coli proveniente de Mytella guyanensis e sensibilidade a antimicrobianos; 2017; Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia,; Coorientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Lívia Souza Guimarães Rocha e Silva

Avaliação da contaminação microbiológica do ambiente e insumos de aviários e estudo de compostos naturais como agentes sanitizantes; 2016; Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Coorientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Manuela Ribeiro Passos

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DOS COMPOSTOS LINALOL, LIMONENO, CARVONA, - CARIOFILENO E CITRAL FRENTE À BACTÉRIAS CARIOGÊNICAS; 2014; Dissertação (Mestrado em Biologia e Biotecnologia de Microrganismos) - Universidade Estadual de Santa Cruz,; Coorientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Lucciano Brandão de Lima

Avaliação in vitro e in vivo do potencial biotecnológico de espécies de Lippia spp para o tratamento da candidíase bucal; 2019; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Cristiano Silva Bacelar

Sistemas fitorremediadores; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Interdisciplinar em Ambiente, Tecnologia e Sustentabilidade) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Dulcineia da Cruz Amorim

Uso de plantas medicinais no tratamento de animais domésticos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Junália Anunciação da Cruz Ferreira

Plantas medinais e o ensino de ciências; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Esequiel Oliveira Reis Junior

Avaliação da atividade antimicrobiana de probióticos isolados da fermentação de amêndoas de cacau; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo Bahiano; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

NAARA DE SOUZA BARBOSA

CONSEQUÊNCIAS DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA NA TERCEIRA IDADE: UMA REVISÃO DE LITERATURA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Ana Paula Almeida Souza

O PAPEL DO ÔMEGA-3 COMO AGENTE IMUNOMODULADOR; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

BRENDA KAREM ABREU RIBEIRO

Atividade antimicrobiana e imunomoduladora de probióticos: uma revisão de literatura; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Karla Vidal

A importância da Microbiologia na implantação de Banco de Leite humano em Hospitais públicos; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Nutrição) - FAN; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Flávio Amorim Faria

Estratégias para consolidação das atividades do Núcleo de Inovação Tecnologia da UFRB; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Gestão de Cooperativas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Daline Conceição dos Santos

Monitoria remunerada em Microbiologia Geral do Curso de Medicina; 2015; Orientação de outra natureza; (Medicina) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

JASILAINE ANDRADE PASSOS

Projeto ERVAS- Ervanário Regional de valorização da agricultura familiar e da saúde; 2008; Orientação de outra natureza; (Nutrição) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, PROPAAE; Orientador: Paulo Jose Lima Juiz;

Foi orientado por

Urbino da Rocha Tunes

Estudo de associação do HLA e periodontite crônica severa; 2005; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia - Instituto de Ciências da Saúde, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Coorientador: Urbino da Rocha Tunes;

Denise Carneiro Lemaire

Estudo da Associação do HLA e Periodontite Crônica Severa; 2005; Dissertação (Mestrado em Imunologia) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Denise Carneiro Lemaire;

Cristiane Flora Villarreal

2017; Universidade Federal da Bahia,; Cristiane Flora Villarreal;

Ana Paula Trovatti Uetanabaro

Atividade apoptótica sobre osteoclastos, antimicrobiana e antitumoral de plantas medicinais cultivadas no Recôncavo Baiano; 2013; Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Paula Trovatti Uetanabaro;

Angélica Maria Lucchese

Atividades biológicas de plantas medicinais cultivadas no Recôncavo da Bahia; 2013; Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana,; Coorientador: Angélica Maria Lucchese;

Aristóteles Góes Neto

Atividades biológicas de plantas medicinais cultivadas no recôncavo da Bahia; 2010; Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Estadual de Feira de Santana,; Coorientador: Aristóteles Góes Neto;

Produções bibliográficas

  • SILVA SANTOS, STHEFANE ; BASTOS DE SOUZA, MARIANA ; SANTANA SALES LAURIA, PEDRO ; JOSÉ LIMA JUIZ, PAULO ; FLORA VILLARREAL, CRISTIANE ; DENISSON MAURÍCIO VIANA, MAX . Technological Trends Involving Probiotics in the Treatment of Diabetic Neuropathy: A Patent Review (2009-2022). CURRENT DIABETES REVIEWS , v. 20, p. 70-90, 2023.

  • SARTÓRIO, CARMEM LUÍZA ; SANTOS, DEIZE PEREIRA ALEXANDRINO DIAS ; RODRIGUES, LÍVIA CARLA DE MELO ; JUÍZ, PAULO JOSÉ LIMA . Prospecção Tecnológica sobre o Uso Medicinal de Cannabis sativa para Tratamento da Covid-19. Cadernos de Prospecção , v. 16, p. 421-436, 2023.

  • DOS SANTOS, GISELE GRAÇA LEITE ; OLIVEIRA, ANNA LETHÍCIA LIMA ; SANTOS, DOURIVALDO SILVA ; DO ESPÍRITO SANTO, RENAN FERNANDES ; SILVA, DANIELA NASCIMENTO ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA ; SOARES, MILENA BOTELHO PEREIRA ; VILLARREAL, CRISTIANE FLORA . Mesenchymal stem cells reduce the oxaliplatin-induced sensory neuropathy through the reestablishment of redox homeostasis in the spinal cord. LIFE SCIENCES , v. 265, p. 118755, 2021.

  • VIECELI, PAULA SCHONS ; LIMA JUIZ, PAULO JOSÉ ; SALES LAURIA, PEDRO SANTANA ; COUTO, RICARDO DAVID ; BARBOSA TOMASSINI, THEREZINHA COELHO ; RIBEIRO, IVONE MARIA ; PEREIRA SOARES, MILENA BOTELHO ; VILLARREAL, CRISTIANE FLORA . Physalis angulata reduces the progression of chronic experimental periodontitis by immunomodulatory mechanisms. JOURNAL OF ETHNOPHARMACOLOGY , v. 273, p. 113986, 2021.

  • SARTORIO, C. L. ; JUIZ, P. J. L. ; RODRIGUES, L. C. M. ; ALVARES-DA-SILVA, A. M. . Paradoxos de retroalimentação da pandemia da COVID-19:quebrando o ciclo. CADERNOS DE PROSPECÇÃO , v. 13, p. 424-440, 2020.

  • VILLARREAL, CRISTIANE F. ; SANTOS, DOURIVALDO S. ; LAURIA, PEDRO S. S. ; GAMA, KELLY B. ; ESPÍRITO-SANTO, RENAN F. ; Juiz, Paulo J. L. ; ALVES, CLAYTON Q. ; DAVID, JORGE M. ; SOARES, MILENA B. P. . Bergenin Reduces Experimental Painful Diabetic Neuropathy by Restoring Redox and Immune Homeostasis in the Nervous System. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES , v. 21, p. 4850, 2020.

  • MELO, M. C. ; ALMEIDA, C. K. L. ; JUIZ, P. J. L. . Prospecção Tecnológica de Patentes Relacionadas à Robótica de Assistência Social para Cuidados de Idosos. CADERNOS DE PROSPECÇÃO , v. 13, p. 1528-1542, 2020.

  • BARBOSA, C. A. ; CONCEIÇÃO, T. A. ; BALIZA, M. D. ; CAMILO, V. M. A. ; JUIZ, P. J. L. ; SILVA, I. M. M. . Virulence genes in Escherichia coli isolates from commercialized saltwater mussels Mytella guyanensis (Lamarck, 1819). BRAZILIAN JOURNAL OF BIOLOGY , v. 79, p. 625-628, 2019.

  • BACELAR, C. ; SILVA, C. C. G. ; JUIZ, P. J. L. . Sistema fitorremediadores: um alternativa para tratamento de esgoto doméstico.. Scentia , v. 4, p. 149-174, 2019.

  • SAMPAIO, I. ; FERREIRA, S. ; JUIZ, P. J. L. . Estudo Prospectivo Relativo ao Uso do Fruto Coco como Matéria-prima para Fabricação de Cosméticos. CADERNOS DE PROSPECÇÃO , v. 12, p. 314-326, 2019.

  • DO ESPÍRITO SANTO, RENAN FERNANDES ; LIMA, MILENA DA SILVA ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA ; OPRETZKA, LUÍZA CAROLINA FRANÇA ; NOGUEIRA, RENATA CAMPOS ; RIBEIRO, IVONE MARIA ; TOMASSINI, THEREZINHA COELHO BARBOSA ; SOARES, MILENA BOTELHO PEREIRA ; VILLARREAL, CRISTIANE FLORA . Physalis angulata concentrated ethanolic extract suppresses nociception and inflammation by modulating cytokines and prostanoids pathways. NATURAL PRODUCT RESEARCH , v. 34, p. 1-5, 2019.

  • EVANGELISTA, AFRÂNIO FERREIRA ; VANNIER-SANTOS, MARCOS ANDRÉ ; DE ASSIS SILVA, GESSICA SABRINA ; SILVA, DANIELA NASCIMENTO ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA ; NONAKA, CAROLINA KYMIE VASQUES ; DOS SANTOS, RICARDO RIBEIRO ; SOARES, MILENA BOTELHO PEREIRA ; VILLARREAL, CRISTIANE FLORA . Bone marrow-derived mesenchymal stem/stromal cells reverse the sensorial diabetic neuropathy via modulation of spinal neuroinflammatory cascades. Journal of Neuroinflammation , v. 15, p. 15, 2018.

  • NOGUEIRA, ZIZETE FALCÃO ; MENEZES, LUCIANA FERREIRA ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA . PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA DE PATENTES RELACIONADAS A PRÁTICAS RESPIRATÓRIAS DO YOGA. Cadernos de Prospecção , v. 11, p. 1044-1056, 2018.

  • DE FREITAS, NALU GUSMÃO TEIXEIRA ; SOARES, DORIS MONTEIRO RIBEIRO ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA . ANÁLISE DE TECNOLOGIAS DESENVOLVIDAS PARA O CONTROLE DO MOSQUITO Aedes aegypti NOS ÚLTIMOS 10 ANOS. Cadernos de Prospecção , v. 11, p. 1099-1109, 2018.

  • RÊGO, SÉRGIO ALEXANDRE TOSTA GUIMARÃES ; SOUZA, LENILSON MARQUES DE ; JUIZ, PAULO JOSÉ LIMA . ANÁLISE EXPLORATÓRIA DE PATENTES RELACIONADAS A SOFTWARES DE GESTÃO ESTRATÉGICA. CADERNOS DE PROSPECÇÃO , v. 11, p. 1765-1774, 2018.

  • JUIZ, P. J. L. ; Ribeiro, B.K.A ; PASSOS, R.A . O estado da arte sobre atividade antimicrobiana e imunomoduladora de probióticos. Brazilian Journal of Food Research , v. 8, p. 141-155, 2017.

  • JUIZ, P. J. L. ; GAMBARI, R. ; PIVA, R. ; PENOLAZZI, L. ; SILVA, F. ; Reinaldo José Campos Alves ; LUCHESE, A. ; UETANABARO, A.P.T . The impact of compounds isolated from Ocimum sp. on apoptotic activity of osteoclast. Journal of Medicinal Plant Research , v. 10, p. 417-424, 2016.

  • Juiz, Paulo J. L. ; SILVA, FRANCELI ; AVILA-CAMPOS, MARIO ; UETANABARO, ANA ; Alves, Reinaldo J. C. ; LUCCHESE, ANGELICA . Antimicrobial activity of essential oil of Ocimum americanum and Ocimum basilicum against periodontopathogens. Periodontia (Fortaleza) , v. 26, p. 7-14, 2016.

  • LIMA JUIZ, PAULO ; LUCCHESE, ANGELICA ; GAMBARI, ROBERTO ; PIVA, ROBERTA ; PENOLAZZI, LETIZIA ; DI CIANO, MARTINA ; UETANABARO, ANA ; SILVA, FRANCELI ; AVILA-CAMPOS, MARIO . Essential oils and isolated compounds from Lippia alba leaves and flowers: Antimicrobial activity and osteoclast apoptosis. International Journal of Molecular Medicine , v. 35, p. 211-217, 2014.

  • JUIZ, P. J. L. ; VERA, S. ; SILVA, F. ; Armond, C ; SANTANA, J. ; Morgana, A. ; PEREIRA, N. ; Cavalcante, C. ; AZEVEDO, T. ; CARDOSO, J. . Resgate do conhecimento tradicional na Região do Recôncavo da Bahia. REVISTA EXTENSÃO , v. 1, p. 19-26, 2011.

  • Adriana Sanches Costa Campos ; FONSECA, L. ; Francisco Xavier Paranhos Coelho Simões ; Juiz, Paulo J. L. . Atividade antimicrobiana de dentifrícios fluoretados sobre Streptococcus mutans: estudo in vitro. UFES. Revista de Odontologia (Cessou em 2008. Cont. ISSN 2175-3946 Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde) , v. 13, p. 4-10, 2011.

  • JUIZ, P. J. L. ; Alves, Reinaldo J. C. ; Barros, Tânia F. . Uso de produtos naturais como coadjuvante no tratamento da doença periodontal. Revista Brasileira de Farmacognosia (Impresso) , v. 20, p. 20-25, 2010.

  • SOUSA, M.C.S ; FONSECA, L. ; BRANDÃO, C.F ; JUIZ, P. J. L. . Avaliação microbiológico de antissépticos fluoretados: estudo in vitro. UFES. Revista de Odontologia , v. 12, p. 25-30, 2010.

  • COSTA, J.F.O ; JUIZ, P. J. L. ; SÃO PEDRO, A ; Juceni P. de L. David ; Jorge M. David ; Ana Maria Giulietti ; Flávio França ; Ricardo Ribeiro dos Santos ; Milena B. P. Soares . Immunomodulatory and antibacterial activities of extracts from Rutaceae species. Revista Brasileira de Farmacognosia (Impresso) , v. 20, p. 502/4-505, 2010.

  • Trindade MP ; FONSECA, L. ; JUIZ, P. J. L. . Atividade antimicrobiana da tintura da casca de romã (Punica granatum) sobre cepas de Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes: estudo in vitro. UFES. Revista de Odontologia , v. 4, p. 49-54, 2009.

  • TUNES, U.R ; JUIZ, P. J. L. ; PUGLIESE, L.S. ; FREIRE, S. ; LEMAIRE, D.C . Prevalência de Porphyromonas gingivalis e leucometria em mestiços brasileiros com periodontite crônica severa. Revista Peridontia. Sociedade Brasileira de Periodontologia , v. 16, p. 33-39, 2006.

  • Reinaldo José Campos Alves ; ARAUJO, E. M. ; SANTOS, D. B. ; CARVALHO, E. S. S. ; JUIZ, P. J. L. . Aspectos epidemiológicos da doença falciforme no município de Feira de Santana - Bahia. In: Tania Maria de Araújo e Edna Maria de Araújo. (Org.). Análise de problemas sociais e de saúde. 1ed.Feira de Santana: UEFS Editora, 2016, v. 1, p. 329-357.

  • JUIZ, P. J. L. ; Ávila Campos, M.J. ; PIVA, R. ; GAMBARI, R. ; PENOLAZZI, L. ; SILVA, F. ; LUCHESE, A. ; UETANABARO, A.P.T . Estudo da atividade antimicrobiana, apoptótica em osteoclastos e citotóxica das plantas Menthaxvillosa Huds e Chenopodium ambrosioides L.. Revista de Pesquisa e Inovação farmacêutica (RPInF).

  • JUIZ, P. J. L. ; PIVA, R. ; GAMBARI, R. ; BROGNARA, E. ; SILVA, F. ; Alves, Reinaldo J. C. ; LUCHESE, A. ; UETANABARO, A.P.T ; JUIZ, P. J. L. . Atividade antiproliferativa de plantas medicinais cultivadas no recôncavo baiano frente as linhagens celulares K562, MCF-7. MDA231. Revista de Pesquisa e Inovação farmacêutica (RPInF).

  • JUIZ, P. J. L. . Reposicionamento cirúrgico de germe dental permanente. In: XVII JUNCO- Jornada Universitária Capixaba de Odontologia, 1995, Vitória. Reposicionamento cirúrgico de germe dental permanente, 1995.

  • JUIZ, P. J. L. . Estreptococos do grupo mutans em saliva de pacientes com aparelho ortodôntico fixo. In: VII Congresso Odontológico do Espírito Santo, 1994, Salvador. Estreptococos do grupo mutans em saliva de pacientes com aparelho ortodôntico fixo, 1994.

  • JUIZ, P. J. L. . Determinação do número de UFC de estreptococos do grupo mutans na saliva de pacientes portadores de aparelho ortodôntico. In: XIV Congresso brasileiro de odontopediatria e II Congresso Internacional de odontopediatria, 1993, Salvador. XIV Congresso brasileiro de odontopediatria e II Congresso Internacional de odontopediatria, 1993.

  • LAURIA, P. S. S. ; VIECELI, P. ; PEREIRA, R. ; COUTO, R. ; JUIZ, P. J. L. ; NOGUEIRA, R. ; TOMASSINI, T. ; RIBEIRO, I. ; SOARES, M. ; VILLARREAL, C. F. . Therapeutical potencial of a physalin-rich Physalis angulata extract in a mouse model of periodontal disease. In: Brazilian Congress of Pharmacology and Experimental Therapeutics, 2019, Maceió. Brazilian Congress of Pharmacology and Experimental Therapeutics, 2019.

  • SANTOS, J. R. ; JESUS, C. A. ; JUIZ, P. J. L. . Apresentação oral do trabalho Erradicação do Aedes aegypti sob enfoque de patente. In: VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018, Maceió. VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018.

  • NOGUEIRA, Z. F. ; MENEZES, L. F. ; JUIZ, P. J. L. . Apresentação oral do trabalho Prospecção tecnológica de patentes relacionadas a práticas respiratórias do Yoga. In: VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018, Maceió. VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018.

  • FERREIRA, S. ; SAMPAIO, I. ; JUIZ, P. J. L. . Apresentação oral do trabalho Estudo prospectivo relativo ao uso do fruto coco como matéria prima para fabricação de cosméticos. In: VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018, Maceió. VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018.

  • RIBEIRO, D. M. ; FREITAS, N. G. T. ; JUIZ, P. J. L. . Apresentação oral do trabalho Controle do mosquito Aedes aegypti nos últimos 10 anos. In: VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018, Maceió. VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018.

  • SANTOS, D. E. ; MARTINEZ, F. C. C. ; JUIZ, P. J. L. . Apresentação oral do trabalho Tecnologias verdes: o uso sustentável de Cocos nucifera no setor industrial. In: VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018, Maceió. VIII ProspeCT&I 2018 ? Congresso Internacional do PROFNIT, 2018.

  • REIS JUNIOR, E. O. ; MIRANDA, A. C. ; SILVA, P. ; JUIZ, P. J. L. ; UETANABARO, A.P.T ; ALMEIDA, D. . Avaliação da atividade antimicrobiana de probióticos isolados da fermentação de amêndoas de cacau. In: IV RECONCITEC, 2017, Cruz das Almas. Anais da IV RECONCITEC, 2017.

  • CRUZ, E. S. ; NEIVA, G. S. ; FREITAS, F. ; SILVA, I. ; JUIZ, P. J. L. . Atividade antimicrobiana do óleo essencial extraído de Lippia origanoides contra cepas de Escherichia coli isoladas de ostras (Crassostrea rhizophorae). In: IV RECONCITEC, 2017, Cruz das Almas. Anais da IV RECONCITEC, 2017.

  • BARBOSA, C. A. ; JUIZ, P. J. L. ; BARRETO, N. S. E. ; SANTOS, A. O. ; MAFRA, J. F. ; MATOS, I. M. . Atividade antimicrobiana de antibióticos frente a cepas de Staphylococcus aureus e Escherichia coli isoladas de sururu Mytella guyanensis comercializados em Cachoeira-Bahia. In: IV RECONCITEC, 2017, Cruz das Almas. Anais da IV RECONCITEC, 2017.

  • JUIZ, P. J. L. ; BARBOSA, N. S. . Imunossenescência: consequências da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) na terceira idade. In: III RECONCITEC, 2014, Cruz das Almas - Bahia. III RECONCITEC, 2014.

  • SOUZA, A. P. ; JUIZ, P. J. L. . O Ômega-3 como agente imunomodulador. In: III RECONCITEC, 2014, Cruz das Almas - Bahia. III RECONCITEC, 2014.

  • SANTOS, N. P. ; JUIZ, P. J. L. ; SILVA, F. ; PASSOS, J. A. ; BARBOSA, G. ; SOARES, M. D. . UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO TERAPÊUTICO: ESTUDO EM UM MUNICÍPIO DO RECÔNCAVO BAIANO.. In: IX CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA, 2009. UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO TERAPÊUTICO: ESTUDO EM UM MUNICÍPIO DO RECÔNCAVO BAIANO..

  • JUIZ, P. J. L. ; BARROS, T.F ; Reinaldo José Campos Alves . Uso de produtos naturais como coadjuvantes no tratamento da doença periodontal. In: XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil X Congresso Internacional de etnofarmacologia, 2008. XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil X Congresso Internacional de etnofarmacologia.

  • JUIZ, P. J. L. ; ALMASSY, A. ; NEVES, G. ; SILVA, F. ; PASSOS, J. A. ; PEREIRA, N. ; SANTANA, J. ; BARBOSA, G. . O Perfil da fitoterapia entre os usuários do SUS no Município de Santo Antônio de Jesus. In: XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil e X Congresso Internacional de etnofarmacologia, 2008, São Paulo. XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil X Congresso Internacional de etnofarmacologia, 2008.

  • JUIZ, P. J. L. . Estudo de frequência do HLA em pacientes com Periodontite Crônica. In: IX Congresso brasileiro de Transplantes e IV Congresso Luso-brasileiro de Transplantes, 2005, Salvador. Estudo de frequência do HLA em pacientes com Periodontite Crônica, 2005.

  • JUIZ, P. J. L. . Estudo da placa subgengival por meio do teste BANA e presença do estreptococos do grupo mutans na saliva de pacientes com aparelho ortodôntico.. In: XII Seminário interno de pesquisa da Universidade Federal do Espírito Santo, 1994, Vitória. Estudo da placa subgengival por meio do teste BANA e presença do estreptococos do grupo mutans na saliva de pacientes com aparelho ortodôntico., 1994.

  • JUIZ, P. J. L. . Determinação do número de UFC de estreptococos do grupo mutans na saliva de pacientes portadores de aparelho ortodôntico. In: SBPC, 1994, Vitoria. Determinação do número de UFC de estreptococos do grupo mutans na saliva de pacientes portadores de aparelho ortodôntico, 1994.

  • FERNANDES, R. ; OPRETZKA, L. ; NOGUEIRA, R. ; JUIZ, P. J. L. ; SOARES, M. B. ; VILLARREAL, C. . Physalis angulata concentrated ethanolic extract suppresses nociception and inflammation by modulating cytokines and prostanoids pathways. NATURAL PRODUCT RESEARCH , 2020.

  • LAURIA, P. S. S. ; VIECELI, P. ; JUIZ, P. J. L. ; PEREIRA, R. ; COUTO, R. ; NOGUEIRA, R. ; TOMASSINI, T. ; RIBEIRO, I. ; SOARES, M. ; VILLARREAL, C. F. . Therapeutical potential of a physalin-rich Physalis angulata extract in a mouse model of periodontal disease. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, L. B. ; JUIZ, P. J. L. ; LUCHESE, A. . Composição química e avaliação in vitro da atividade anti-Candida do óleo essencial de Lippia insignis e Lipia lasiocalycina. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ENCARNACAO, D. ; CARVALHO, F. C. ; JUIZ, P. J. L. . Tecnologias verdes: o uso sustentável de Cocos nucifera no setor industrial. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • FREITAS, N. G. T. ; RIBEIRO, D. M. ; JUIZ, P. J. L. . Controle do mosquito Aedes aegypti nos últimos 10 anos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SAMPAIO, I. ; FERREIRA, S. ; JUIZ, P. J. L. . Estudo prospectivo relativo ao uso do fruto coco como matéria-prima para fabricação de cosméticos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • NOGUEIRA, Z. F. ; MENEZES, L. F. ; JUIZ, P. J. L. . Prospecção tecnológica de patentes relacionadas a práticas respiratórias do Yoga. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, J. R. ; JESUS, C. A. ; JUIZ, P. J. L. . Erradicação do Aedes aegypti, sob enfoque de patente. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • JUIZ, P. J. L. . Apresentação do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • JUIZ, P. J. L. . Comitê de ética em pesquisas com seres humanos/ A nova lei da biodiversidade: o que muda nas pesquisas com o patrimônio genético nacional. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • JUIZ, P. J. L. . Importância das patentes para Universidades. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • JUIZ, P. J. L. . A lei da biodiversidade e acesso ao patrimônio genético. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. . Oficina - Conhecendo o Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético (SisGen). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • BARBOSA, C. A. ; SANTOS, A. O. ; MATOS, I. M. ; MAFRA, J. F. ; BARRETO, N. S. E. ; JUIZ, P. J. L. . Atividade antimicrobiana de antibióticos frente a cepas de Staphylococcus aureus e Escherichia coli isoladas de sururu Mytella guyanensis comercializados em Cachoeira- Bahia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • REIS JUNIOR, E. O. ; MIRANDA, A. C. ; UETANABARO, A.P.T ; ALMEIDA, D. ; SILVA, P. ; JUIZ, P. J. L. . Avaliação da antimicrobiana de probióticos isolados da fermentação de amêndoas de cacau. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. . Pesquisa em bases de propriedade intelectual como fonte de informação tecnológica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • JUIZ, P. J. L. . Uso de plantas medicinais como ferramenta para o desenvolvimento de novos fármacos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • REIS JUNIOR, E. O. ; SOARES, A. ; ALMEIDA, D. ; SANTANA, P. ; UETANABARO, ANA ; JUIZ, P. J. L. . Avaliação da atividade antimicrobiana de probióticos isolados da fermentação de amêndoas de cacau. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. . Avaliação da atividade apoptótica sobre osteoclastos de plantas medicinais cultivadas no Recôncavo da Bahia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • JUIZ, P. J. L. ; UETANABARO, A.P.T ; LUCHESE, A. ; SILVA, F. ; Ávila Campos, M.J. ; GAMBARI, R. ; PIVA, R. ; BROGNARA, E. ; PENOLAZZI, L. . Atividade antimicrobiana sobre periodontopatógenos e apoptótica em osteoclastos de compostos isolados de Lippia alba (Mill) N.E.Br.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • JUIZ, P. J. L. ; Ávila Campos, M.J. ; GAMBARI, R. ; PIVA, R. ; PENOLAZZI, L. ; UETANABARO, A.P.T ; LUCHESE, A. ; SILVA, F. . Estudo da atividade antimicrobiana, apoptótica em osteoclastos e ciotóxica das plantas Mentha x villosa Huds e Chenopodium ambrosioides L.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • JUIZ, P. J. L. ; UETANABARO, A.P.T ; LUCHESE, A. ; BROGNARA, E. ; SILVA, F. ; PIVA, R. ; GAMBARI, R. . Atividade antiproliferativa de plantas medicinais cultivadas no recôncavo baiano frente as linhagens celulares K562, MCF-7, MDA-231. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • JUIZ, P. J. L. ; UETANABARO, A.P.T ; LUCHESE, A. ; SILVA, F. ; GAMBARI, R. ; PIVA, R. ; BROGNARA, E. ; PENOLAZZI, L. ; Ávila Campos, M.J. . Atividade antimicrobiana sobre periodontopatógenos e apoptótica em osteoclastos de compostos isolados de plantas do gênero Ocimum. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • FREITAS, A. M. A. ; CAVALCANTE, C. L. ; SILVA, F. ; ARMOND, C. ; VERA, S. ; JUIZ, P. J. L. . O uso de plantas medicinais por portadores de transtornos mentais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. ; Reinaldo José Campos Alves ; BARROS, T.F . Uso de produtos naturais como coadjuvantes no tratamento da doença periodontal. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • JUIZ, P. J. L. ; ALMASSY, A. ; SILVA, F. . O perfil da fitoterapia entre os usuários do SUS no Município de Santo Antônio de Jesus. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • JUIZ, P. J. L. ; TUNES, U.R ; BENDICHO, M. T. ; PUGLIESE, L.S. ; MEYER, R. . Perfil imunogenético de mestiços brasileiros com periodontite crônica. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PUGLIESE, L.S. ; JUIZ, P. J. L. ; TUNES, U.R ; TRINDADE, S ; MEYER, R. ; LEMAIRE, D.C ; FREIRE, S. . Aspects of cellular and humoral immune response to Porphyromonas gingivalis and Actinobacillus actinomycetemcomitans in chronic periodontitis patients. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • PUGLIESE, L.S. ; JUIZ, P. J. L. ; LEMAIRE, D.C ; MEYER, R. ; TRINDADE, S ; TUNES, U.R ; FREIRE, S. . IL-10 and IFN-gamma production in whole blood cell culture stimulated with Porphyromonas gingivalis and Actinobacillus actinomycetemcomitans in chronic periodontits patients. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. ; PUGLIESE, L.S. ; MEYER, R. ; FREIRE, S. ; LEMAIRE, D.C ; TUNES, U.R . Estudo da Frequência do HLA em pacientes portadores de doeça periodontal crônica severa. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • JUIZ, P. J. L. . Avaliação do polimorfismo do HLA em pacientes com periodontite crônica. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • JUIZ, P. J. L. . Reposicionamento cirúrgico de germe dental permanente. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • JUIZ, P. J. L. ; FONSECA, L. . Determinação de Unidades formadoras de colônia de Estreptococcus do grupo mutans na saliva de pacientes portadores de aparelho ortodôntico fixo. 1994. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • FONSECA, L. ; CAMPOS, D.M.K ; VALLE,M.A.S ; MIOTTO, M.H.M.B ; BAPTISTA, G. ; JUIZ, P. J. L. . Estudo da placa subgengival por meio do teste BANA e presença do Estreptococcus do grupo mutans na saliva de pacientes com aparelho ortodôntico. 1994. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUIZ, P. J. L. . Determinação de Unidades Formadoras de colônias (UFC) de Estreptococcus do grupo mutans na saliva de pacientes portadores de aparelho ortodôntico fixo. 1994. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções

JUIZ, P. J. L. ; CRUZ, A. R. ; COSTA, M. A. P. C. ; RAMOS, M. N. ; LUZ, S. S. . Revisão do apêndice IV da Resolução 024/2018 CONAC UFRB. 2018.

JUIZ, P. J. L. ; MEDEIROS, M. S. ; SANTOS, L. S. L. ; PIRES, E. A. ; FARIA, F. A. ; NANTES, M. . Revisão da Resolução 015/2018 que trata da Propriedade Intelectual na UFRB. 2018.

JUIZ, P. J. L. . Representante Legal da UFRB junto ao SisGen. 2018.

JUIZ, P. J. L. . Assesor Ad hoc do Programa de Iniciação Científica da UEFS, nas modalidades PIBIC/CNPq, PIBIC/FAPESB e PROBIC/UEFS. 2014.

JUIZ, P. J. L. . Comissão de Biossegurança da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 2014.

LIMA, F. ; RIBAS, R. ; JUIZ, P. J. L. ; DANTAS, J. M. ; PEREIRA, J. S. ; MENEZES, J. F. S. ; OLIVEIRA JUNIOR, J. J. ; PEREIRA, O. L. S. . Revisão da Resolução 15-2008 que dispõe sobre a Propriedade e a gestão dos direitos relativos à propriedade intelectual na UFRB. 2014.

OLIVEIRA, F. S. ; BARROS, J. A. ; LIMA JUIZ, PAULO ; CARDOSO, A. L. ; GOMES, A. T. ; FADIGAS, J. C. . Comitê gestor da Política Nacional de Formação Inicial e Continuada de Profissionais da Educação Básica. 2014.

JUIZ, P. J. L. ; SANTANA, G. R. ; RIVEMALES, M. C. C. ; CARVALHO, G. Q. ; MARQUES, P. F. ; OLIVEIRA, R. M. S. . Comissão para elaboração do Plano de capacitação docente do Centro de Ciências da Saúde. 2014.

JUIZ, P. J. L. . Gestor do Núcleo de Propriedade Intelectual da UFRB. 2007.

JUIZ, P. J. L. ; BALSINI, I ; AIRES, S. ; Pinto, M.B ; SANTOS, J.C . Minuta de Organização das áreas de conhecimento CCS/UFRB. 2008.

Feio, C.F. ; Pinto, M.B ; JUIZ, P. J. L. ; Mariane, G ; BISCARDE, D. G. S. ; FERNANDES, T.C . Projeto Pedagógico do curso de enfermagem CCS/UFRB. 2007.

CERQUEIRA, R. B. ; RIBEIRO, O. L. ; BRAGANCA, C. A. D. ; SILVA, M. F. ; JUIZ, P. J. L. . Minuta de orientações e protocolos de segurança para acesso e uso de laboratórios e áreas de campo para fins de atividades de pós-graduação na UFRB. 2020. (Elaboração de Minuta).

MAZALLA NETO, W. ; DIORIO, A. P. ; SANTOS, F. M. ; SANTOS, I. J. S. ; RIOS, K. A. N. ; SANTOS, L. O. ; JUIZ, P. J. L. ; NASCIMENTO, P. B. S. ; COSTA, S. S. ; LIMA, S. L. S. ; VELLOSO, T. R. . Elaboração do Projeto Político Pedagógico do curso de Especialização em Educação do Campo. 2020. (Elaboração de PPC).

JUIZ, P. J. L. ; PIRES, E. A. ; NANTES, M. ; AMORIM, F. ; SOUZA, C. F. ; MEDEIROS, M. S. ; VILAS BOAS, S. A. ; OLIVEIRA, C. O. M. . Cartilha sobre Propriedade Intelectual. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Instrucional).

JUIZ, P. J. L. . Criação do site PATRIBIO. 2018. (Site).

JUIZ, P. J. L. . Revisão do Regimento do Comitê de ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFRB. 2018. (Revisão de Regimento).

JUIZ, P. J. L. . Revisão da Resolução 15/2008 que dispõe sobre a Política de propriedade e gestão da Propriedade Intelectual na UFRB. 2018. (Revisão de Resolução).

JUIZ, P. J. L. . Pesquisa em bases de propriedade intelectual como fonte de informação tecnológica. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

JUIZ, P. J. L. . Pesquisa em bases de propriedade intelectual como fonte de informação tecnológica. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Elaboração do Plano de Capacitação Docente do Centro de Ciências da Saúde -UFRB. 2013. (Criação de Plano de Capacitação Docente).

JUIZ, P. J. L. . Curso Noções básicas em Propriedade Intelectual. 2009. .

JUIZ, P. J. L. . Técnicas para coletas de secreções (TELELAB). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Técnicas para coleta de sangue. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Coleta de sangue de doadores. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Biossegurança em Undades Hemoterápicas e Laboratórios de Saúde Pública. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Doença de Chagas. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Bioética em pesquisa com seres humanos. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

JUIZ, P. J. L. . Uso de produtos naturais no controle químico do crescimento do biofilme dental. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

JUIZ, P. J. L. . Avaliação laboratorial da atividade antimicrobiana de produtos naturais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

JUIZ, P. J. L. . MANUAL EM PROPRIEDADE INTELECTUAL. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - MANUAL).

JUIZ, P. J. L. . Estudo de Associação entre HLA e Periodontite Crônica Severa. 2005. (Dissertação).

JUIZ, P. J. L. . Odontologia aplicada a área forense. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

JUIZ, P. J. L. . Estudo de DNA genômico e mitocondrial de tecidos dentários aplicados a medicina forense. 2002. (Monografia).

Projetos de pesquisa

  • 2021 - Atual

    Potencial de probióticos isolados de fontes não convencionais para o controle da neuropatia diabética, Descrição: O diabetes mellitus é um dos maiores desafios de saúde mundial, não apenas pela elevada prevalência, mas pelas complicações relacionadas à hiperglicemia, a exemplo da neuropatia sensorial. Não há tratamento eficaz para neuropatia diabética, resultando em dor crônica, amputações e elevada morbimortalidade. Probióticos representam ferramenta terapêutica validada para pacientes diabéticos, capazes de reduzir a hiperglicemia, melhorar o controle metabólico e reduzir as complicações da doença. Probióticos regulam importantes mecanismos fisiopatológicos da dor neuropática, e seu potencial terapêutico nas neuropatias dolorosas já foi proposto, embora os estudos estejam em fase exploratória inicial. Assim, o presente trabalho investigará o potencial terapêutico de Apilactobacillus kunkeei, um probiótico isolado do trato digestório de abelha, na neuropatia dolorosa diabética. A. kunkeei é um Lactobacilos frutofílico e, portanto, pode representar uma alternativa aos pacientes intolerantes à lactose e à frutose. Em 2018, a apiterapia foi incorporada às Práticas Integrativas e Complementares do SUS, em reconhecimento à relevância dos apiterapêuticos para a saúde pública no Brasil. Considerando que o mercado brasileiro de probióticos é um dos maiores na América Latina e está em franco crescimento, a validação do potencial terapêutico de A. kunkeei poderá contribuir também para a inovação tecnológica no país. Com base no acima exposto, é hipótese desse trabalho, que a suplementação com A. kunkeei tem potencial terapêutico na neuropatia dolorosa diabética. Para investigar tal questão os efeitos da suplementação diária com A. kunkeei serão investigados sobre parâmetros comportamentais, bioquímicos e moleculares, no modelo de neuropatia dolorosa diabética induzido por streptozotocina em camundongos, estabelecendo a relação de dose-dependência, eficácia, duração do efeito e perfil modificador da doença, de modo comparativo ao tratamento farmacológico considerado padrão-ouro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Edilson Araújo Pires - Integrante / Afrânio Ferreira Evangelista - Integrante / Cristiane Villarreal - Coordenador / Pedro Santana Sales Lauria - Integrante / Everton Tenório de Souza - Integrante / Renan Fernandes do Espírito Santo - Integrante / Luiza Opretza - Integrante / Karoline Cristina Jatobá Silva - Integrante / Nayara Alves Reis - Integrante / Marly Silveira Santos - Integrante / Julia Rosas Porto Dias da Silva - Integrante / Eduardo Lima Wandega - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    MAPEAMENTO, BANCO DE DADOS E ESTRUTURAÇÃO DO PÓLO AROEIRINHA MATA ATLÂNTICA, Descrição: Esse projeto pretende contribuir no fomento, na estruturação e no desenvolvimento da cadeia produtiva de plantas medicinais, insumos farmacêuticos, fitoterápicos e fitomedicamentos nas regiões que compreendem o Polo Aroeirinha (Recôncavo, Baixo Sul e Sul da Bahia), priorizando o uso de plantas nativas e adaptadas do Bioma Mata Atlântica. Compreende dois resultados principais: A disponibilização de um banco de dados contendo um mapeamento da cadeia produtiva de plantas medicinais, insumos farmacêuticos, fitoterápicos e fitomedicamentos produzidos na área de abrangência do Pólo. Assim como também apoiará a estruturação de unidades produtivas comunitárias para beneficiamento de fitoterápicos e seus insumos, a partir de matérias-primas locais, como manteiga de cacau e cupuaçu, óleo vegetal, além da produção de óleos essenciais e plantas secas cultivadas e nativas da mata atlântica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Franceli da Silva - Integrante / Cíntia Armond - Integrante / Ana Paula Inácio Diório - Integrante / Camial Goes da Silva - Coordenador / Mariane Neves Manjavachi - Integrante / Ticiana Osvald Ramos - Integrante / Tatiana Ribeiro Velloso - Integrante / Isabel de Jesus dos Santos - Integrante., Financiador(es): Ministério do Desenvolvimento Regional - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COM ESPÉCIES VEGETAIS BIOATIVAS E MICRORGANISMOS DA REGIÃO SEMI ÁRIDA, Descrição: O uso de plantas medicinais e de metabólitos microbianos no desenvolvimento de novos medicamentos com potencial terapêutico tem merecido destaque. Pesquisas na área indicam importantes atividades biológicas (atividade antimicrobiana, antioxidante, antitumoral e/ou antiinflamatória) de compostos extraídos de plantas e de microrganismos. Neste contexto, o semiárido brasileiro dotado de rica biodiversidade vegetal descrita em levantamentos etnofarmacológicos, e também de uma rica diversidade microbiana, ainda é muito pouco estudado e explorado de forma sustentável e com base científica sólida. Esta é uma região promissora para esta linha de pesquisa e o desenvolvimento de novos fármacos, em especial a região semiárida produtora de sisal na Bahia. Algumas espécies já estudadas do semiárido, a exemplo dos gêneros Lippia e Ocimum apresentam atividades biológicas (antimicrobiana, antitumoral, antioxidante e imunomoduladora) promissoras. Esta rede de instituições parceiras descrita tem como objetivos avançar nos estudos sobre metabólitos secundários bioativos de espécies vegetais e de microrganismos da região semiárida da Bahia, Brasil e o desenvolvimento de fármacos e medicamentos, com a qualificação de recursos humanos. Estas ações têm como foco o desenvolvimento sócio-econômico das comunidades dessas regiões com base na ciência e inovação tecnológica aplicada a processos e produtos do semiárido que possam gerar renda as comunidades locais. Atualmente, o grupo de pesquisa direciona esforços no sentido de entender o mecanismo de ação dos compostos com atividade antimicrobiana e o estudo mais aprofundado sobre as possíveis atividades imunomoduladoras destes compostos. Este projeto também propõe a cooperação técnica cientifica na formação de recursos humanos, em iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado, por meio do intercâmbio de pesquisadores e estudantes e a geração de conhecimento, tecnologia e inovação nas linhas de atuação em pesquisa e desenvolvimento que estão sendo propostas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    FORTALECIMENTO DO PROCESSO DE INCUBAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS ECONÔMICOS SOLIDÁRIOS NA BAHIA, Descrição: Este projeto tem como finalidade fortalecer o processo de incubação de sete empreendimentos solidários do estado da Bahia, a partir de trabalho de pesquisa, ensino e extensão universitária, realizado pela Incubadora de Empreendimentos Solidários - INCUBA da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, com o fim de contribuir na geração de trabalho e renda, com sustentabilidade ambiental e humana. Para tanto, as ações de incubação serão desenvolvidas através da construção de conhecimentos que possibilite a capacidade de intervenção, a ação coletiva e a apropriação dos sujeitos sociais nos ambientes territoriais, organizacionais e acadêmicos, fundamentados nos princípios da Economia Solidária no desenvolvimento de tecnologias sociais. Estas ações serão articuladas com programas governamentais e políticas públicas na ambiência territorial, voltadas como estratégias de construção de sustentabilidade, articuladas em redes solidárias e na contribuição de formação acadêmica universitária. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Coordenador / Isabella Mendes Matos - Integrante / Fernanda Freitas - Integrante / Tatiana Pacheco Rodrigues - Integrante / Valéria Macedo Camilo - Integrante / Jucileide Ferreira do Nascimento - Integrante / Maria da Conceição de Menezes Soglia - Integrante / Yuji Nascimento Watanabe - Integrante / José da Conceição Santana - Integrante / Phellipe Jean Louis - Integrante / Eliene Gomes dos Santos - Integrante / Daciane de Oliveira Silva - Integrante / Ludmila Meira - Integrante / Alícia Ruiz Olalde - Integrante / Lidiane Mendes Kruschewsky Lordelo - Integrante / Anaxsandra da Costa Lima Duarte - Integrante / Raul Lomanto Neto - Integrante / Ana Paula Inácio Diório - Integrante / Sérgio Anunciação Rocha - Integrante / Sueila Silva Araújo - Integrante / Hilda Costa dos Santos Palma - Integrante / Liz Oliveira dos Santos - Integrante / Tatiana Ribeiro Veloso - Integrante., Financiador(es): Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    REDE DE PESQUISA EM BIOTECNOLOGIAS DE MICRORGANISMOS ISOLADOS DA FERMENTAÇÃO DE AMÊNDOAS DE CACAU (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Rejane Yatsuda - Integrante / Lucas Miranda - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2018

    ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE ÓLEOS ESSENCIAIS FRENTE À Escherichia coli ISOLADAS DE OSTRAS (Crassostrea rhizophorae), Descrição: O presente projeto tem por objetivo verificar o perfil de susceptibilidade antimicrobiana em cepas de Esherichia coli isoladas em amostras de ostras (Crassostrea rhizophorae) produzidas na Reserva Marinha da Baía do Iguape, Bahia.Serão avaliadas sensibilidade de cepas de Escherichia coli frente a diferentes antimicrobianos fitoterápicos. A partir de amostras disponíveis no banco de cepas do laboratório de Microbiologia do CCS/UFRB será realizado de teste de susceptibilidade in vitro e a determinação da Concentração Inibitória Mínima. Os antimicrobianos fitoterápicos que obtiverem os melhores resultados in vitro serão testados também em campo. Serão realizados testes junto a dinâmica de depuração de ostras e esta atividade será uma construção coletiva de forma dialógica com os representantes do núcleo produtivo de ostreicultura e do conselho quilombola, considerando os saberes e práticas locais. A investigação sobre novas tecnologias para garantir a inocuidade da ostra (Crassostrea rhizophorae) e consequentemente o aumento da sua estabilidade ao longo do processamento, o uso de antimicrobianos naturais apresenta-se como uma alternativa economicamente viável para se assegurar a qualidade microbiológica deste produto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Isabella Mendes Matos - Coordenador / Gabrielly Sobral Neiva - Integrante / Fernanda Freitas - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2018

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIMICROBIANO DE EXTRATOS DE Artocarpus heterophyllus L., Descrição: A resistência bacteriana é um problema crescente nos dias atuais e muitos dos microrganismos que possuem resistência a antimicrobianos também são agentes causais de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA); é o caso do Staphylococcus aureus e Escherichia coli, envolvidos em infecções hospitalares e na comunidade. Com a emergência de bactérias resistentes, faz-se necessário a busca por novas substâncias antimicrobianas, o que levou ao estudo cada vez mais frequente das substâncias ativas das plantas, extraídas com a formulação de extratos vegetais. Nessa perspectiva o presente trabalho tem como objetivo avaliar o potencial antimicrobiano de extratos de A. heterophyllus L. em cepas de Staphylococcus aureus e Escherichia coli isolados de Sururu da espécie Mytella guyanensis e cepas ATCC de S. aureus meticilina resistente (MRSA) e E.coli dos patótipos enteropatogênica (EPEC), enterotoxigênica (ETEC) e enterohemorrágica (EHEC).O trabalho será desenvolvido na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), sendo que os extratos vegetais serão desenvolvidos no laboratório de Fitoquímica, para tanto será utilizado o processo de maceração à frio para a obtenção de extratos bruto hexânico e bruto metanólico de diferentes partes da planta. Depois que os extratos estiverem prontos será feita a partição líquido-líquido com diclorometano e acetato de etila, fazendo extratos desses solventes. A concentração inibitória mínima (CIM) será determinada pelo processo de microdiluição em caldo, ao passo que a concentração bactericida mínima (CBM) será determinada pelo plaqueamento de alíquotas dos poços em que não tiverem crescimento nas placas. Espera-se com esse trabalho a comprovação da atividade antimicrobiana de A. heterophyllus L e a determinação da concentração inibitória mínima e concentração bactericida mínima dos extratos vegetais de A. heterophyllus L. nas bactérias testadas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Isabella Mendes Matos - Coordenador / Carla Alves Barbosa - Integrante.

  • 2014 - 2018

    PERFIL DE SENSIBILIDADE ANTIMICROBIANA DE Escherichia coli ISOLADAS A PARTIR DAS ETAPAS DE PROCESSO PRODUTIVO DE CARNE DE FRANGO, Descrição: O presente trabalho objetiva estudar o perfil de sensibilidade antimicrobiana de Escherichia coli isoladas a partir de fígados de frangos associados a lesões de celulite provenientes de matadouro avícola do Recôncavo Sul da Bahia. Serão avaliadas cepas de Escherichia coli previamente isoladas quanto a sua sensibilidade frente aos diferentes fármacos comerciais e fitoterápicos. A atividade antibacteriana dos fármacos e fitoterápicos frente as cepas de Escherichia coli será testada por meio da técnica de difusão em disco de acordo com o protocolo M2-A8 do National Committee for Clinical Laboratory Standard (NCCLS, 2000), adaptado. A Concentração Inibitória Mínima (CIM) será determinada por meio da técnica de difusão em poços. Serão selecionados oito agentes antimicrobianos, incluindo ampicilina, cefalotina, imipinem, ceftazidima, ácido nallidíxico, ciprofloxacina, cloranfenicol e tetraciclina. Frente aos resultados obtidos será importante ponderar sobre o risco à Saúde Pública associado ao hábito crescente do brasileiro ingerir frangos insuficientemente cozido, que podem está contaminados por bactérias com comprovada resistência a diferentes antimicrobianos, alimentos potencialmente envolvidos em processos de reinfecção do homem, no qual desencadeiam quadros de gastroenterite. Não obstante faz-se necessário o uso de uma alternativa economicamente viável para assegurar a qualidade microbiológica deste produto e proporcionar uma segurança para o consumidor.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Isabella Mendes Matos - Coordenador / Lívia Souza Guimarães Rocha e Silva - Integrante / Ricardo Mendes da Silva - Integrante.

  • 2007 - Atual

    PROGRAMA ERVAS - Ervanário Regional de Valorização da Agroecologia Familiar e da Saúde, Descrição: Sob coordenação geral do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ? UFRB, com a colaboração da Universidade Estadual de Feira de Santana ? UEFS, da organização não-governamental Grupo Entre Folhas e das Prefeituras de Amargosa e Mutuípe ? BA, o Programa ERVAS, é uma ação permanente da UFRB, que tem como objetivo a difusão do conhecimento sobre o uso e manejo agroecológico de plantas medicinais, bem como a produção de óleos essenciais e extratos de plantae e avaliação de atividades biológicas, visando o desenvolvimento de novos medicamentos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Coordenador / Franceli da Silva - Integrante / Cíntia Armond - Integrante / Ana Cristina Fermino Soares - Integrante.

Projetos de desenvolvimento

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

  • 2021 - Atual

    ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE EMBALAGEM BIOATIVA PARA ACONDICIONAMENTO DE QUEIJO COALHO, Descrição: A segurança alimentar objetiva a promoção da saúde juntamente com a prevenção de riscos associados à alimentação. Neste contexto, o uso de embalagens bioativas tem grande relevância.O objetivo do presente estudo é avaliar o potencial antimicrobiano de embalagens biodegradáveis incorporadas com óleo essencial de Lippia origanoides para acondicionamento de queijo coalho. O material vegetal será adquirido no Horto da Universidade Estadual de Feira de Santana e as partes aéreas da planta serão usada para extração do óleo essencial. Serão realizadas análises microbiológicas de queijo coalho artesanal para coliformes a 35C e Escherichia coli, Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positiva, bactérias mesófilas e psicotróficas. O perfil de resistência a antibióticos dos isolados será avaliado, bem como a susceptibilidade dos isolados a concentrações do óleo essencial que se mostrarem atóxicas. Embalagens bioativas com características físico-químicas avaliadas, serão elaboradas com a incorporação de óleo essencial de Lippia origanoides em concentrações que se mostraram atóxicas para céluas humanas no ensaio do MTT, bem como ativas contra os isolados. A atividade antimicrobiana das embalagens será analisada através de teste in vitro, bem como na matriz alimentícia. Os dados encontrados serão tabulados e analisados utilizando software SPSS. Espera-se com este estudo determinar a qualidade microbiológica de queijo coalho artesanal a partir da quantificação de microrganismos patogênicos; Verificar a ação antimicrobiana de concentrações atóxicas dos óleos essenciais frente aos isolados; Desenvolver embalagens antimicrobianas incorporadas com óleo essencial de Lippia origanoides; colaborando com futuras pesquisas e adoção de práticas eficientes de controle da população microbiana para segurança alimentar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Coordenador / Gabrielly Sobral Neiva - Integrante.

  • 2015 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DE ESPÉCIES VEGETAIS DO ESTADO DA BAHIA PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA FRENTE A PATOLOGIAS BUCAIS, Descrição: A TECNOLOGIA em questão visa o desenvolvimento de bioprodutos com ativos de origem natural para aplicação frente a problemas bucais como cáries, periodontite e úlceras orais na forma de formulações ou incorporados em matrizes, tais como: enxaguante bucais, dentifrícios, filmes mucoadesivos e/ou de liberação controlada, micro e nanopartículas, associados à domesticação de espécies vegetais nativas fontes dos ativos, estabelecendo protocolos de cultivo e coleta. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Integrante / Angélica Luchese - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Rede de Pesquisa em biotecnologias de microrganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU), Descrição: Os alimentos funcionais constituem hoje prioridade de pesquisa em todo mundo com a finalidade de elucidar as propriedades e os efeitos que estes produtos podem apresentar na promoção da saúde. São considerados alimentos funcionais aqueles que, além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde. As bactérias probióticas são microrganismos vivos que, quando consumidos, exercem efeitos benéficossobre o hospedeiro conferindo propriedades à microbiota endógena. O espectro de atividade dos probióticos pode ser dividido em efeitos nutricionais, fisiológicos e antimicrobianos. Algumas propriedades benéficas atribuídas às culturas probióticas necessitam de estudos mais controlados para serem definitivamente esclarecidas. A maioria dos pesquisadores ressalta a necessidade de se considerar que, além da especificidade terapêutica de cada espécie, um probiótico não será eficaz ou seguro em todas as condições de utilização. Assim, apesar dos inúmeros estudos com probióticos, há uma quantidade limitada de evidências científicas para o estabelecimento seguro sobre sua efetividade. Apenas uma parcela de seus mecanismos de ação foi elucidada. Diante deste contexto e das extensas informações existentes, é importante o conhecimento sobre os benefícios e possíveis malefícios do uso terapêutico dos probióticos. Portanto, considerando o número reduzido de produção de conhecimentos sobre probióticos encontrados na literatura e, que avaliem o mecanismo de ação, a eficácia e a segurança clínica de uma determinada intervenção, podemos afirmar que existe uma lacuna a ser preenchida pelos pesquisadores para a produção de evidências científicas, necessariamente, com uma equipe multidisciplinar, para fundamentar e assegurar a futura produção de novos produtos funcionais e a prática clínica com maior segurança e eficácia. Para que o desenvolvimento científico e tecnológico na área de probióticos aconteça de forma eficiente, é de extrema relevância a cooperação entre grupos de pesquisa e a criação de redes. O objetivo é estudar a atividade biológica de microorganismos isolados da fermentação de amêndoas de cacau (REDE MICRO BIOTEC CACAU) e desenvolver projeto de pesquisa articulado em rede, de forma cooperativa entre as instituições de pesquisa brasileiras (UESC, UFBA, UFRB) e uma argentina (INLAIN, UNL-CONICET, Santa Fé) na área de Probióticos, através de intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições participantes. Assim, visa fortalecer e expandir as pesquisas inovadoras nesta área, tendo como base o conhecimento científico e tecnológico dos integrantes do grupo; como também promover a internacionalização das pesquisas geradas nesta proposta, incrementar a qualidade de formação de profissionais de graduação e pósgraduações Brasileiras. Espera-se a partir deste projeto, intensificar as relações dos pesquisadores envolvidos, de forma a contribuir para o desenvolvimento de projetos futuros no tema Probióticos; e a formação de profissionais altamente qualificados em questões técnicas e científicas, como também de produção intelectual, e estímulo do perfil empreendedor e inovador em pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Jose Lima Juiz - Integrante / Ana Paula Trovati Uetanabaro - Coordenador / Lucas Miranda - Integrante / Regiane Yatsuda - Integrante.

Prêmios

2017

Menção honrosa pelas atividades extensionistas realizadas na UFRB, PROEXT UFRB.

2013

Menção honrosa, IV Simpósio de plantas medicinais do Vale do São Francisco.

2011

PESQUISADOR UFRB/ CCS 2 edição -2011, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2007

Moção de reconhecimento pelo Mérito acadêmico, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2006

Aprovação em concurso público, Universidade Estadual de Feira de Santana.

2005

Aprovação em concurso público para professor, UNEB.

2004

Aprovaçao em concurso público, Departamento de polícia Federal para Perito criminal.

2002

Certificado de Excelência por Trabalhos prestados, Prefeitura Municipal de Alagoinhas.

1996

Aprovação em concurso, Secretaria de Segurança Pública - Polícia Militar.

1995

MONITORIA EM PERIODONTIA, UFES.

1995

Monitoria em Cirurgia buco-maxilo-facial, UFES.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade. , Avenida Nóide Ferreira de Cerqueira - lado par, SIM, 44085052 - Feira de Santana, BA - Brasil, Telefone: (75) 36229351, URL da Homepage:

Experiência profissional

2006 - 2007

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: PESQUISADOR COLABORADOR

Outras informações:
PESQUISADOR COLABORADOR NA ÁREA DE MICROBIOLOGIA.

2019 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador do Mestrado PROFNIT/UFRB, Carga horária: 20

2018 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro Colegiado de Tecnologia em alimentos, Carga horária: 4

2007 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Gestor do Núcleo de Propriedade Intelectual, Carga horária: 20

2007 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Comissão Pró- Comitê de ética, Carga horária: 4

2007 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Membro do colegiado de enfermagem, Carga horária: 10

2006 - Atual

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - 2019

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador do Comitê de ética Seres Humanos, Carga horária: 8

2018 - 2019

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Gestor da Coordenação de Criação e Inovação, Carga horária: 20

2013 - 2015

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Gestor do Núcleo de Capacitação Docente, Carga horária: 12

2005 - 2006

FAN

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

2018 - Atual

Universidade Federal da Bahia

Vínculo: Docente de MESTRADO, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 4

Outras informações:
Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - PROFNIT

2006 - 2006

Universidade Federal da Bahia

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Regime: Dedicação exclusiva.

2004 - 2005

Universidade Estadual de Feira de Santana

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR ASSISTENTE, Carga horária: 40

Atividades

  • 04/2004 - 11/2005

    Ensino, Microbiologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Microbiologia e imunologia

  • 01/2005 - 06/2005

    Extensão universitária , DCBIO.,Atividade de extensão realizada, Orientação de estágio curricular para os alunos da disciplina Microbiologia I em hospital.