Alisson Araújo de Souza

Acadêmico da Universidade Federal do Ceará no curso de Engenharia Elétrica.

Informações coletadas do Lattes em 19/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Engenharia Elétrica

2012 - Atual

Universidade Federal do Ceará
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação interrompida em 2011 em Estatística

2009 - Interrompido

Universidade Federal do Ceará
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Ano de interrupção: 2011

Curso técnico/profissionalizante em andamento

2012 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Ensino Médio (2º grau)

2004 - 2006

Colégio Zênite

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Circuitos Elétricos, Magnéticos e Eletrônicos/Especialidade: Circuitos Magnéticos , Magnetismos e Eletromagnetismos.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Matemática.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XII Escola de Modelos de Regressão. 2011. (Congresso).

2º Seminário Nacional Universidade Brasileira. 2009. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jorge Luiz Bezerra De Araujo

Rebeca Catunda Pereira Machado; SILVA, P. H. T.Paulo Henrique Teixeira da Silva;ARAUJO, J. L. B.. ESTUDO DOS ESFORÇOS MECÂNICOS DE ANCORAGEM E SUSPENSÃO DOS CABOS DE FIBRA ÓPTICA EM POSTES COM INFRAESTRUTURA COMPARTILHADA. 2018 - CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIFANOR.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr

Incentivos e barreiras para a realização do teste HIV entre profissionais de saúde, organizações não governamentais e comunidades em diferentes áreas do Brasil: uma abordagem quali-quantitativa; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Estatística) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr;

André Luís Shiguemoto

Programa de Iniciação à Docência - Iniciação à docência em fundamentos computacionais; 2010; Orientação de outra natureza; (Estatística) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: André Luís Shiguemoto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SOUZA, A. A. . Informática Básica. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2010 - Atual

    Incentivos e barreiras para a realização do teste HIV entre profissionais de saúde, organizações não governamentais, populações vulneráveis ao HIV e população geral: uma abordagem quali-quantitativa, Descrição: Este estudo tem como objetivos: descrever e compreender os incentivos e barreiras para a realização do teste de HIV/AIDS nas populações vulneráveis (HSH, travestis e profissionais do sexo feminino) e população geral acima de 18 anos; estudar os incentivos e as barreiras para a realização do teste HIV entre profissionais da saúde, organizações não governamentais, populações vulneráveis (HSH, travestis, migrantes e profissionais do sexo) e população geral de ambos os sexos e diferentes idades (18 a 49 e 50 ou mais anos), em Fortaleza; caracterizar quantitativamente os incentivos e as barreiras para realizar o teste de HIV entre os diferentes segmentos populacionais citados acima e os seus determinantes;aprofundar qualitativamente os incentivos e as barreiras para realizar o teste de HIV e a resistência ao mesmo em cada grupo populacional específico acima; caracterizar quantitativamente o nível dos comportamentos de risco associados com a transmissão do HIV nos três grupos (HSH, PS, e população geral acima de 18 anos) e seus determinantes e mensurar a soroprevalência do HIV na população de HSH e profissionais do sexo feminino; capacitar estudantes de doutorado e professores/pesquisadores de universidades de áreas do Nordeste brasileiro em pesquisa epidemiológica e antropologia médica aplicada a populações vulneráveis ao HIV/AIDS no Brasil; integrar os referenciais/fundamentos da Epidemiologia e da Antropologia em Saúde mediante a investigação aprofundada das barreiras bem como de elementos facilitadores para a testagem do HIV, em uma perspectiva interdisciplinar e de grupo colaborativo, agregando distintas vertentes e instituições; ampliar a cooperação científica entre a França e o Brasil com outras instituições governamentais (ANRS) e não governamentais da França (AIDES), que mostraram interesse em cooperação científica, na área de epidemiologia e antropologia médica aplicada a populações vulneráveis ao HIV/AIDS nos dois países.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alisson Araújo de Souza - Integrante / Rosa Salani Mota - Integrante / Telma Alves Martins - Integrante / Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr - Coordenador / Carl Kendall - Integrante / Laëtitia Atlani-Duault - Integrante / Laurent Vidal - Integrante / Macena - Integrante / Eugenia Marques de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Agence National de Recherches sur le SIDA - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional