Welson Lima Simões

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Bahia (2002), mestrado em Engenharia Agrícola (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal de Lavras (2004) e doutorado em Engenharia Agrícola (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal de Viçosa (2007). Atualmente é pesquisador da Embrapa Semiárido na área de Irrigação e Fertirrigação. Tem experiência em irrigação e fertirrigação de fruteiras e hortaliças, salinidade, bioenergia, reguladores vegetais e variabilidade espacial.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Agrícola

2004 - 2007

Universidade Federal de Viçosa
Título: Influência de diferentes sistemas de microaspersão na distribuição de água no solo e nas respostas morfofisiológicas do Citrus latifolia Tanaka sobre o porta-enxerto Citrus limonia Osbeck.
Mauro Aparecido Martinez. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: irrigação; modelagem; umidade do solo; Evapotranspiração.

Mestrado em Engenharia Agrícola

2002 - 2004

Universidade Federal de Lavras
Título: Variabilidade espacial da disponibilidade de água e da porosidade drenável em um latossolo vermelho distroférrico,Ano de Obtenção: 2004
Orientador: Elio Lemos da Silva
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: geoestatistica; irrigação; drenagem.

Graduação em Agromomia

1997 - 2002

Universidade Federal da Bahia
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2007 - 2008

Pós-Doutorado. , Embrapa Mandioca e Fruticultura, EMBRAPA CNPMF, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil. , Grande área: Ciências Agrárias, Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Engenharia de Água e Solo. , Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Bioenergia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Engenharia de Água e Solo/Especialidade: Irrigação e Drenagem.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Extração de água pelas raízes da bananeira sob duas lâminas de irrigação e duas densidades de plantas. XXXV Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola. 2006. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Francisco José Nunes Modesto

SOARES, T. M.; GHEYI, H. R.;SIMÕES, W. L.. CRESCIMENTO, PRODUÇÃO E CONSUMO HÍDRICO DO QUIABEIRO SUBMETIDO À SALINIDADE EM CONDIÇÕES HIDROPÔNICAS. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Alysson Menezes Sobreira

SILVEIRA, L. M.; ANTONIO, R. P.;SIMÕES, W. L.. TOLERÂNCIA DE ACESSOS DO GÊNERO Manihot AO DÉFICIT HÍDRICO. 2018. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: Fabiana Torres Gomes

ARAUGO, J. F.; VENTIN, L. S.;SIMÕES, W. L.. APRIMORAMENTO DO MANEJO DO DÉFICIT HÍDRICO PARA INDUÇÃO FLORAL DA MANGUEIRA ?KENT? NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO. 2018. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Iuri Honório Santos

GARRIDO, M. S.;SIMÕES, W. L.; OLIVEIRA, F. F.. ADUBAÇÃO POTÁSSICA ASSOCIADA A FÓSFORO, MICRONUTRIENTES E BIOESTIMULANTE NO CULTIVO DE Dioscorea cayennensis L.. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Max Venicius Teixeira da Silva

GARRIDO, M. S.;SIMÕES, W. L.; SILVA, J. A. B.. Doses e formas de aplicação do biofertilizante no cultivo da Melancia sem semente no Vale do São Francisco. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Pedro Paulo Bezerra Ferreira

SILVA, J. A. B.;SIMÕES, W. L.; YURI, J. E.. Resposta do melão amarelo à lâmina de irrigação. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Moises Alves de Souza

MESQUITA, A. C.;SIMÕES, W. L.; MOUCO, M. A. C.. PRODUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO FISIOLÓGICA DA MANGUEIRA EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE PACLOBUTRAZOL VIA SISTEMA DE IRRIGAÇÃO. 2016. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Erifranklin Nascimento Santos

MESQUITA, A. C.;SIMÕES, W. L.; YURI, J. E.. SUBSTÂNCIAS HÚMICAS EM MELOEIROS FERTIRRIGADOS CULTIVADOS EM DUAS ÉPOCAS NO SUBMÉDIO DO VALE DO SÃO FRANCISCO. 2016. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Júnia Naara da Silva Carvalho

GARRIDO, M. S.;SIMÕES, W. L.; OLIVEIRA, F. F.. Bioestimulante e manipueira em Dioscorea alata no Submédio do Vale do São Francisco. 2016. Dissertação (Mestrado em Agronomia ? Produção Vegetal) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Marcello Henryque Costa de Souza

BASSOI, L. H.;SIMÕES, W. L.. Planilha eletrônica para auxiliar o manejo de irrigação via solo em videira de vinho. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Victor Pimenta Martins de Andrade

SILVA, J. A. B.; SOUZA, J. S. C.;SIMÕES, W. L.. CULTIVO DA VIDEIRA ITÁLIA (Vitis vinifera L) SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO E ADUBAÇÃO ALTERNATIVA NO VALE DO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO. 2015. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Miguel Julio Machado Guimarães

SIMÕES, W. L.. Cultivo sustentável de sorgo forrageiro irrigado com água de qualidade inferior em condições semiáridas. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Aluno: Diego Santos Flores

SIMÕES, W. L.. Manejo da irrigação sobre as características morfológicas do pimentão em ambiente protegido. 2014. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Arthur José Mendes Pamponet

COELHO, E. F.; PEREIRA, F. A. C.;SIMÕES, W. L.. Crescimento e produtividade da bananeira cultivar Prata Anã sob diferentes lâminas de irrigação e densidade de plantas. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Paulo Henrique Braga Ribeiro

SIMÕES, W. L.. Espacialização da vazão produzida por poços tubulares em diferentes formações hidrogeológicas. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Daniela Siqueira Coelho

SIMÕES, W. L.. Avaliação da tolerância à salinidade em genótipos de sorgo forrageiro. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Danillo Olegário Matos da Silva

SIMÕES, W. L.. Validação de um sensor de determinação da umidade do solo para o manejo da irrigação. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Aluno: Kelly Anselmo de Souza

SIMÕES, W. L.. Movimento de nutrientes em dois solos cultivados com cana-de-açúcar (Saccharum spp) e irrigados por sulco. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Naiara Sâmia de Caldas Izídio

SIMÕES, W. L.. Estimativa da transpiração em meloeiro utilizando sensores de fluxo de seiva por dissipação térmica. 2013. Dissertação (Mestrado em Irrigação e Drenagem) - Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Aluno: Edvaldo Bispo Santana Júnior

COELHO, E. F.; PEREIRA, F. A. C.;SIMÕES, W. L.. Caracterização solo - água, distribuição radicular e eficiência de uso da água pela cultura da banana sob diferentes configurações de irrigação localizada. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Marcos de Sousa Campos

COELHO, E. F.; SOARES, T. M.;SIMÕES, W. L.; SANTOS, M. R.; SOUSA, L. S.. VARIÁVEIS DO BALANÇO DE ÁGUA NO SOLO COM E SEM COBERTURA EM DOIS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA PARA A CULTURA DA BANANEIRA. 2018. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Joice Simone dos Santos

SIMÕES, W. L.. Enxertia em melancia sem sementes: compatibilidade com portaenxertos, acúmulo de nutrientes e desempenho agronômico. 2014. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Aluno: Paulo Henrique Muricy Nunes Junior

SIMÕES, W. L.. Comitês baianos de bacia hidrográficas: Estudos do perfil e grau de satisfação dos menbros que a compõem. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Desenvolvimento Sustentável no Semiárido) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano.

Aluno: Joerlandes de Souza Rodrigues

SOUZA, J. S. C.;SIMÕES, W. L.. Uso de tensiometria e balanço hídrico climatológico no manejo de irrigação do feijão-capui cv. BRS Puljante. 2018.

Aluno: Thiago Ferreira da Nobrega

CAMPECHE, L. F. S. M.;SIMÕES, W. L.. Monitoramento da irrigação em videira utilizando tensiometria com e sem cobertura do solo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

SIMÕES, W. L.. Professor Efetivo de Hidráulica e Irrigação. 2012. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

SIMÕES, W. L.. Professor Temporário de Técnicas de Irrigação, Drenagem e Hidrologia. 2011. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

SIMÕES, W. L.. Professor Efetivo de Irrigação e Drenagem. 2011. Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marco Antonio Oliva Cano

MARTINEZ, Mauro A;OLIVA, M. A.; OLIVEIRA, Rubens Alves de; RAMOS, Marcio Mota; CECOM, Paulo Roberto. Qualificação de doutorado em Engenharia Agrícola - UFV. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

MAURO APARECIDO MARTINEZ

MARTINEZ, Mauro AparecidoCOELHO, Eugênio FerreiraRAMOS, Márcio Mota; CANO, Marco Antônio Oliva; HAMAKAWA, Paulo José. Influência de diferentes sistemas de microaspersão na distribuiçaõ de água no solo e nas respostas morfolisiológicas do Citrus latifólia Tanaka sobre porta enxerto Citrus limonia Osbeck. 2007. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

MAURO APARECIDO MARTINEZ

MARTINEZ, Mauro Aparecido; CANO, Marco Antônio Oliva;OLIVEIRA, Rubens Alves deRAMOS, Márcio MotaCECON, Paulo Roberto. Modelagem da extração de água e nutrientes do solo. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Elizabeth Ferreira

SILVA, E. L.; OLIVEIRA, M. S.;FERREIRA, E.. Variabilidade Espacial da disponibilidade de água e da porosidade drenável em um Latossolo Vermelho Distroférrico. 2004. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras.

Marcelo Silva de Oliveira

SILVA, E. L. daOLIVEIRA, M. S. deFERREIRA, E.. Variabilidade Espacial da Disponibilidade de Água e da Porosidade Drenável em um Latossolo Vermelho Distroférrico. 2004. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras.

Paulo Roberto Cecon

MARTINEZ, Mauro AparecidoCECON, P. R.; CANO, Marco Antonio Oliva;OLIVEIRA, Rubens Alves deRAMOS, Márcio Mota. Influência da disposição dos gotejadores na distribuição de água e potássio no solo e na evapotranspiração da lima ácida tahiti. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

EUGENIO FERREIRA COELHO

MARTINEZ, Mauro AparecidoCOELHO, E. F.RAMOS, Márcio Mota; Hamawaka; Oliva. Influência de diferentes sistemas de microaspersão na distribuição de água no solo e nas respostas morfofisiologicas do citrus Latifolia tanaka sobre o porta-enxerto Citrus Limonia Osbeck. 2007. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Rubens Alves de Oliveira

MARTINEZ, M. A.; CANO, M. A.O.;OLIVEIRA, Rubens Alves deRAMOS, M. M.CECON, P. R.. Evapotranspiração da lima ácida Tahiti e distribuição de água e potássio em três diferentes disposições de gotejadores.. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Laelson Freires Gomes

Efeito de lâminas de irrigação na produção de melão no Submédio São Francisco; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

João Bosco Mota dos Santos Júnior

Produção da manga Palmer sob Déficit hídrico no Submédio São Francisco; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Rodrigo Moura e Silva

Produção e respostas ecofisiológicas de diferentes genótipos de alfafa submetidas à salinidade; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental para o Semiárido) - Universidade de Pernambuco; (Coorientador);

Zézia Verônica Silva Ramos Oliveira

Efeito da cobertura do solo e da planta sobre a produção de melancia no Vale do São Francisco; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Emerson Wilberto Silva Leite

Uso eficiente de biofertilizantes no cultivo de variedades de melão no Submédio do Vale do São Francisco; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Fabiana Torres Gomes

APRIMORAMENTO DO MANEJO DO DÉFICIT HÍDRICO PARA INDUÇÃO FLORAL DA MANGUEIRA ?KENT? NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco; (Coorientador);

Roberto Castro Nascimento

Aprimoramento do manejo do déficit hídrico para indução floral da mangueira ?Palmer? no Submédio São Francisco; Início: 2018; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; (Coorientador);

Victor Pimenta Martins de Andrade

Análises do deficie hídrico na produção de manga no semiárido brasileiro; Início: 2017; Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Semi-Árido; (Coorientador);

Jucicléia Soares da Silva

Início: 2018; Embrapa Semi-Árido, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco;

Weslley Oliveira da Silva

Melhoria da eficiência do uso da água pelo meloeiro com uso de bioestimulante; Início: 2018 - Embrapa Semi-Árido, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Paulo Roberto Soares Lira

Estágio Remunerado; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade de Pernambuco; Embrapa; (Orientador);

Coorientação de Kaio Vinicius Fernandes Barbosa

Estágio Remunerado; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade de Pernambuco; Embrapa; (Orientador);

Jair Andrade Lima

Manejo da irrigação para um cultivo eficiente da pereira no Semiárido Brasileiro; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Embrapa Semi-Árido; Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; (Orientador);

Coorientação de Márcia Vitória de Macedo

Estágio Remunerado; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade de Pernambuco; Embrapa; (Orientador);

Coorientação de Bruno Rodrigues do Nascimento

Estágio remunerado; Início: 2018; Orientação de outra natureza; Universidade de Pernambuco; Embrapa; (Orientador);

Vinicius Gonçalves Torres Júnior

Estágio Remunerado; Início: 2018; Orientação de outra natureza; Embrapa Semi-Árido; Embrapa; (Orientador);

Coorientação de Vanderson Coelho da Silva

Estágio Remunerado; Início: 2018; Orientação de outra natureza; Universidade de Pernambuco; Embrapa; (Orientador);

Kalline Mendes Ferreira

Aplicabilidade de biofertilizantes no crescimento e desenvolvimento da cultura do melão na região do submédio do vale são francisco; 2019; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Daíse Souza Reis

Efeito de bioestimulantes e lâminas de irrigação na produção de variedades de melão no Vale do Submédio São Francisco; 2018; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Pedro Paulo Bezerra Ferreira

Resposta do melão amarelo à lâmina de irrigação; 2016; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Welson Lima Simões;

Max Venicius Teixeira da Silva

Doses e formas de aplicação do biofertilizante no cultivo da Melancia sem semente no Vale do São Francisco; 2016; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Coorientador: Welson Lima Simões;

Victor Hugo Freitas Gomes

MORFOFISIOLOGIA E PRODUÇÃO DA PEREIRA SUBMETIDA A DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO; 2016; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Cíntia Patrícia Martins de Oliveira

FLORAÇÃO E PRODUÇÃO DA MARCIEIRA SUBMETIDA A DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO; 2015; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Isadora Almeida Ribeiro

características produtivas e de tolerância ao déficit hídrico de genótipos de melancia forrageira; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Welson Lima Simões;

Miguel Julio Machado Guimarães

Cultivo sustentável de sorgo forrageiro irrigado com água de qualidade inferior em condições semiáridas; ; 2014; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal Rural de Pernambuco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Mírian Paula Medeiros André Pinheiro

Cana-de-açúcar: respostas da planta e do solo a diferentes níveis de irrigação no semiárido nordestino; 2014; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Irrigacao e Drenagem)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Moises Alves de Souza

Alterações fisiológicos e bioquímicos de diferentes cultivares de mangueiras em função da aplicação de paclobutrazol via fertirrigação; 2014; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Kelly Ansselmo de Souza

Distribuição de nutrientes em dois solos cultivados com cana-de-açúcar (Saccharum spp) e irrigados por sulco no Submédio São Francisco ); 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Welson Lima Simões;

Daniela Siqueira Coelho

INFLUÊNCIA DA SALINIDADE NOS ASPECTOS NUTRICIONAIS E MORFOFISIOLÓGICOS DE GENÓTIPOS DE SORGO FORRAGEIRO; 2013; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Miguel Julio Machado Guimarães

TOLERÂNCIA DE VARIEDADES DE SORGO GRANÍFERO À SALINIDADE EM CONDIÇÕES SEMIÁRIDAS; 2017; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal Rural de Pernambuco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Daniela Siqueira Coelho

POTENCIAL DE CULTIVARES DE SORGO SACARINO IRRIGADAS COM ÁGUAS SALINAS; 2017; Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural de Pernambuco,; Coorientador: Welson Lima Simões;

Vinicius Gonçalves Torres Júnior

Melhoria da eficiência do uso da água pelo meloeiro com uso de bioestimulante; 2018; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Emanoel Fernando Jurema Araújo

Aprimoramento da aplicação de paclobutrazol via sistema de irrigação para indução floral da mangueira 'Palmer; 2016; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Welson Lima Simões;

Jose Ezequiel dos Santos

Análise biométrica de cultivares de cana-de-açúcar inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio; 2015; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Fundação de Apoio à Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Welson Lima Simões;

Jair Andrade Lima

Análise biométrica de cultivares de cana-de-açúcar inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio; 2014; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Fundação de Apoio à Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Welson Lima Simões;

Jair Andrade Lima

Análise biométrica de cultivares de cana-de-açúcar inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio; 2013; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Fundação de Apoio à Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Welson Lima Simões;

Moises Alves de Souza

Análise biométrica de cultivares de cana-de-açúcar inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio; 2011; Iniciação Científica - Embrapa Semi-Árido, Fundação de Apoio à Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Welson Lima Simões;

Claudio de Castro Ferreira

Manejo Sustentável da Palhada da Cana-de-açúcar para Otimização da Produção de Energia; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de Pernambuco, Petrobras; Orientador: Welson Lima Simões;

Roberto Viana de Sena

Demanda hídrica, manejo de irrigação e fertirrigação na cultura da cana-de-açúcar; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de Pernambuco, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Lucas Rodrigues de Alencar

Estágio obrigatório; 2019; Orientação de outra natureza; (Engenharia Agronômica) - Universidade Federal do Vale do São Francisco; Orientador: Welson Lima Simões;

Jair Andrade Lima

Manejo da irrigação para um cultivo eficiente da pereira no Semiárido Brasileiro; 2018; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Welson Lima Simões;

Weslley Oliveira da Silva

Estágio Remunerado; 2018; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Jefferson Rodrigues da Silva

Estágio Remunerado; 2018; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Moises Alves de Souza

Otimização da irrigação para o cultivo da pereira na região do Submédio São Francisco; 2016; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido; Orientador: Welson Lima Simões;

Alexandro da Silva Santos

Estágio Remunerado; 2016; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Emanoel Fernando Jurema Araújo

Estágio Remunerado; 2015; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Emanoel Fernando Jurema Araújo

Estágio Remunerado; 2014; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Letícia dos Santos Belfort Prates

Estágio Remunerado; 2013; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Cicero Edlanio Pereira de Sousa

Estágio Remunerado; 2012; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Jarderson Medrado da Silva

Estágio Remunerado; 2012; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido; Orientador: Welson Lima Simões;

Jose Ezequiel dos Santos

Estágio Remunerado; 2012; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Moises Alves de Souza

Estágio Remunerado; 2012; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido, Embrapa; Orientador: Welson Lima Simões;

Tiago Lima do Nascimento

Estágio Remunerado; 2011; Orientação de outra natureza - Embrapa Semi-Árido; Orientador: Welson Lima Simões;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

ELIO LEMOS DA SILVA

VARIABILIDADE ESPACIAL DA DISPONIBILIDADE DE ÁGUA E DA POROSIDADE DRENÁVEL EM UM LATOSSOLO VERMELHO DISTROFÉRRICO; 2004; 85 f; Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: ELIO LEMOS da SILVA;

MAURO APARECIDO MARTINEZ

Influência de diferentes sistemas de microaspersão na distribuição de água no solo e nas respostas morfofisiológicas do Citrus latifólia Tanaka sobre o porta-enxerto Citrus limonia Osbeck; 2007; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Mauro Aparecido Martinez;

Rômulo da Silva Carvalho

Controle Biológico de Moscas-das-frutas; 2001; 23 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Romulo da Silva Carvalho;

Paulo Roberto Cecon

Influência da disposição dos gotejadores na distribuição de água e potássio no solo e na evapotranspiração da lima ácida Tahiti; 2007; 0 f; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Paulo Roberto Cecon;

Carlos Alfredo Lopes de Carvalho

Determinação do peso de pupas de Ceratitis capitata (Diptera) parasitadas e não parasitadas por Diachasmimorpha longicaudata (Hymenoptera); 2002; 12 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal da Bahia; Orientador: Carlos Alfredo Lopes de Carvalho;

EUGENIO FERREIRA COELHO

Influencia de diferentes arranjos de microaspersores na distribuição de água no solo e parametros morfologicos em lima acida Tahiti (Citrus latifolia Tanaka) sobre porta-enxerto limão cravo (Citrus limonia Osbeck); 2007; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Eugenio Ferreira Coelho;

Rubens Alves de Oliveira

Evapotranspiração da lima ácida Tahiti e distribuição de água e potássio em três diferentes disposições de gotejadores; ; 2007; 0 f; Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Rubens Alves de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SANTANA, SHEILLA RIOS ASSIS ; VOLTOLINI, TADEU VINHAS ; ANTUNES, GABIANE DOS REIS ; DA SILVA, VALTERLINA MOREIRA ; SIMÕES, WELSON LIMA ; MORGANTE, CAROLINA VIANNA ; DE FREITAS, ANA DOLORES SANTIAGO ; CHAVES, AGNALDO RODRIGUES DE MELO ; AIDAR, SAULO DE TARSO ; FERNANDES-JÚNIOR, PAULO IVAN . Inoculation of plant growth-promoting bacteria attenuates the negative effects of drought on sorghum. ARCHIVES OF MICROBIOLOGY , v. 1, p. 1, 2020.

  • SIMÕES, WELSON LIMA ; APARECIDA DO CARMO MOUCO, MARIA ; PIMENTA MARTINS DE ANDRADE, VICTOR ; PAULO BEZERRA, PEDRO ; FERREIRA COELHO, EUGENIO . Fruit yield and quality of Palmer mango trees under different irrigation systems. COMUNICATA SCIENTIAE , v. 11, p. e3254-5, 2020.

  • LOPES, IUG ; SILVA, JOSÉ ALIÇANDRO BEZERRA ; SIMÕES, WELSON LIMA ; BARROS, EDUARDO SOUZA COSTA ; NASCIMENTO, FRANCISCO MAX FERNANDES DO ; AMORIM, MAGNO DO NASCIMENTO . FORMAS DE APLICAÇÃO DE BIOESTIMULANTE NA PRODUÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 14, p. 3823-3834, 2020.

  • GUIMARÃES, M. J. M. ; SIMÕES, W. L. ; BARROS, J. R. A. ; WILLADINO, L. G. . Salinity decreases transpiration of sorghum plants. Experimental Results , v. 1, p. e14-8, 2020.

  • SOUZA, MOISÉS ALVES DE ; SIMÕES, WELSON LIMA ; MESQUITA, ALESSANDRO CARLOS ; MOUCO, MARIA APARECIDA CARMO ; CAVALCANTE, BRUNA LAIS SILVA ; GUIMARÃES, MIGUEL JULIO MACHADO . Manejo da quimigação para indução floral da mangueira `Palmer? no Submédio do Vale do São Francisco. IRRIGA (UNESP BOTUCATU) , v. 23, p. 442-453, 2019.

  • RODRIGUES, J. S. ; GARRIDO, M. S. ; SILVA, J. A. B. ; SIMÕES, W. L. ; SILVA, R. A. ; AMORIM, M. N. . Growth and nutritional status of maize plants in response to different doses and application frequencies of biofertilizer. CIENTÍFICA (JABOTICABAL. ONLINE) , v. 47, p. 123, 2019.

  • SIMÕES, W. L. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; ARAUJO, G. G. L. ; WILLADINO, L. G. ; PERAZZO, A. F. ; BELFORT, L. S. . Chemical-bromatological characteristics of forage sorghum varieties irrigated with saline effluents from fish farming. COMUNICATA SCIENTIAE , v. 10, p. 195-202, 2019.

  • GUIMARÃES, M. J. M. ; SIMÕES, W. L. ; OLIVEIRA, A. R. ; ARAUJO, G. G. L. ; SILVA, E. F. F. E. ; WILLADINO, L. G. . Biometrics and grain yield of sorghum varieties irrigated with salt water. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 23, p. 285-290, 2019.

  • RIBEIRO, ISADORA ALMEIDA ; VOLTOLINI, TADEU VINHAS ; SIMÕES, WELSON LIMA ; FERREIRA, MARIA ALDETE JUSTINIANO DA FONSECA ; SOBREIRA, ALYSSON MENEZES ; GOIS, GLAYCIANE COSTA . Responses of forage watermelon genotypes submitted to different water supply. BIOLOGICAL RHYTHM RESEARCH , v. 3, p. 1-14, 2019.

  • GOIS, G. C. ; MATIAS, A. G. S. ; ARAUJO, G. G. L. ; CAMPOS, F. S. ; SIMÕES, W. L. ; LISTA, F. N. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; SILVA, T. S. ; MAGALHAES, A. L. R. ; SILVA, J. K. B. . Nutritional and fermentative profile of forage sorghum irrigated with saline water. BIOLOGICAL RHYTHM RESEARCH (ONLINE) , v. 50, p. 1-12, 2019.

  • SIMÕES, W. L. ; COELHO FILHO, M. A. ; COELHO, E. F. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; SANTOS, M. R. ; COSTA, E. L. . Transpiration, water extraction, and root distribution of Tahiti lime (Citrus latifolia Tanaka) plant under different micro-sprinkler placements. AFRICAN JOURNAL OF AGRICULTURAL RESEARCH , v. 14, p. 1369-1378, 2019.

  • SIMÕES, W. L. ; OLIVEIRA, A. R. ; SOUZA, M. A. ; REIS, V. M. ; FERNANDES JUNIOR, P. I. . Efficient inoculation of diazotrophic bacteria into sugarcane by the drip irrigation system. PESQUISA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA (ONLINE) , v. 54, p. 1-6, 2019.

  • RIBEIRO, ISADORA ALMEIDA ; VOLTOLINI, TADEU VINHAS ; SIMÕES, WELSON LIMA ; FERREIRA, MARIA ALDETE JUSTINIANO DA FONSECA ; MENEZES, DANIEL RIBEIRO ; GOIS, GLAYCIANE COSTA . Morphological responses, fruit yield, nutritive value and in vitro gas production of forage watermelon genotypes on semi-arid condition. BIOLOGICAL RHYTHM RESEARCH , v. 50, p. 1-9, 2019.

  • SIMÕES, W. L. ; COELHO, D. S. ; MESQUITA, A. C. ; CALGARO, M. ; SILVA, J. S. . PHYSIOLOGICAL AND BIOCHEMICAL RESPONSES OF SUGARCANE VARIETIES TO SALT STRESS. Revista Caatinga , v. 32, p. 1069-1076, 2019.

  • RODRIGUES, J. D. E. S. ; SILVA, M. G. G. ; SOUZA, J. S. C. ; SIMÕES, W. L. ; LORENZO, V. P. . Tensiometria e balanço hídrico climatológico no manejo de irrigação do feijão caupi ?BRS Pujante. SEMIÁRIDO DE VISU , v. 7, p. 294-305, 2019.

  • GUIMARÃES, M. J. M. ; SIMÕES, W. L. ; CAMARA, T. J. R. ; SILVA, C. U. C. ; WILLADINO, L. G. . ANTIOXIDANT DEFENSES OF IRRIGATED FORAGE SORGHUM WITH SALINE AQUACULTURE EFFLUENT. Revista Caatinga , v. 31, p. 135-142, 2018.

  • SIMÕES, W. L. ; DRUMOND, M. A. ; OLIVEIRA, A. R. ; GONCALVES, S. L. ; GUIMARÃES, M. J. M. . MORPHOPHYSIOLOGICAL AND PRODUCTIVE RESPONSES OF SUNFLOWER VARIETIES TO IRRIGATION. Revista Caatinga , v. 31, p. 143-150, 2018.

  • COELHO, D. S. ; SIMÕES, W. L. ; MENDES, A. M. S. ; MESQUITA, A. C. ; ALBERTO, K. C. . Gas exchange and organic solutes in forage sorghum genotypes grown under different salinity levels. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 22, p. 231-236, 2018.

  • SIMÕES, W. L. ; FERREIRA, P. P. B. ; MOUCO, M. A. C. ; LIMA, M. A. C. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; SILVA, J. A. B. . PRODUÇÃO E RESPOSTAS FISIOLÓGICAS DA MANGUEIRA CV. KEITT SOB DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO NO SUBMÉDIO DO SÃO FRANCISCO. IRRIGA , v. 23, p. 34-43, 2018.

  • COELHO, D. S. ; SIMÕES, W. L. ; MENDES, A. M. S. ; SOUZA, M. A. ; LIMA, J. A. ; SANTOS, J. E. . GROWTH AND FOLIAR CONTENTS OF Na+ AND Cl- IN GENOTYPES OF FORAGE SORGHUM IRRIGATED WITH SALINIZED WATERS. IRRIGA (UNESP. CD-ROM) , v. 23, p. 108-120, 2018.

  • MELO, R. F. ; OLIVEIRA, A. R. ; SIMÕES, W. L. ; SANTOS, M. L. S. . DESENVOLVIMENTO E PRODUTIVIDADE DO MILHO BRS GORUTUBA SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO E ADUBAÇÃO ORGÂNICA. Intelletto , v. 3, p. 1-14, 2018.

  • COSTA, F. G. B. ; BATISTA, R. O. ; PEREIRA, J. O. ; FERREIRA NETO, M. ; ALVES, S. M. C. ; SIMÕES, W. L. ; SOUZA, L. ; PODEUS, R. V. . Productive and morphogenetic characteristics of sunflower irrigated with domestic treated wastewater on northeast semiarid area. AUST J CROP SCI , v. 12, p. 1184-1190, 2018.

  • SIMÕES, W. L. ; OLIVEIRA, A. R. ; REIS, V. M. ; PEREIRA, W. ; LIMA, J. A. . APLICAÇÃO DE BACTÉRIAS DIAZOTRÓFICAS VIA SISTEMA DE IRRIGAÇÃO PARA FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO NA CANA-DE-AÇÚCAR. Energia na Agricultura (CD Rom) , v. 33, p. 45-51, 2018.

  • SIMÕES, W. L. ; CALGARO, M. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; OLIVEIRA, A. R. ; PINHEIRO, M. P. M. A. . SUGARCANE CROPS WITH CONTROLLED WATER DEFICIT IN THE SUB-MIDDLE SÃO FRANCISCO VALLEY, BRAZIL. Revista Caatinga , v. 31, p. 963-971, 2018.

  • OLIVEIRA, C. P. M. ; SIMÕES, W. L. ; SILVA, J. A. B. ; LOPES, P. R. C. ; ASSIS, J. S. . QUALITY OF IRRIGATED APPLES IN THE SEMIARID REGION OF THE NORTHEAST OF BRAZIL1. Revista Caatinga , v. 30, p. 760-767, 2017.

  • OLIVEIRA, C. P. M. ; SIMÕES, W. L. ; SILVA, J. A. B. ; LOPES, P. R. C. ; ARAUJO, E. F. J. ; CAVALCANTE, B. L. S. . Flowering, fruiting and physiology of apple tree under different irrigation levels in the Brazilian semiarid region. Comunicata Scientiae (Online) , v. 8, p. 99-108, 2017.

  • SIMÕES, W. L. ; COELHO, E. F. ; MARTINEZ, M. A. ; COELHO FILHO, M. A. ; COSTA, E. L. ; GOMES, V. H. F. . Produtividade e características físico-químicas dos frutos da lima ácida 'Tahiti' sob diferentes disposições de microaspersores. WATER RESOURCES AND IRRIGATION MANAGEMENT , v. 6, p. 107-114, 2017.

  • SILVA, P. T. S. E. ; SOUSA, L. S. S. ; NETA, C. R. S. ; MOUCO, M. A. C. ; SIMÕES, W. L. ; FERRAZ, A. V. . Análise de paclobrutrazol em solos de áreas cultivadas com diferentes variedades de mangueira no Vale do São Francisco empregando QuEcHers e CLAE. SCIENTIA PLENA , v. 13, p. 1-9, 2017.

  • COELHO, DANIELA SIQUEIRA ; SIMÕES, WELSON LIMA ; SALVIANO, ALESSANDRA MONTEIRO ; SOUZA, MOISÉS ALVES DE ; SANTOS, JOSÉ EZEQUIEL DE . ACÚMULO E DISTRIBUIÇÃO DE NUTRIENTES EM GENÓTIPOS DE SORGO FORRAGEIRO SOB SALINIDADE. Revista Brasileira de Milho e Sorgo , v. 16, p. 178-192, 2017.

  • ANDRADE, V. P. M. ; SILVA, J. A. B. ; SOUZA, J. S. C. ; OLIVEIRA, F. F. ; SIMÕES, W. L. . Physiological characteristics of grapevine under irrigation and fertilization management1. Pesquisa Agropecuaria Tropical (Online) , v. 47, p. 390-398, 2017.

  • SOUZA, M. A. ; MESQUITA, A. C. ; SIMÕES, W. L. ; YURI, J. E. . Rendimento e qualidade da cebola cultivada em condições semiáridas sob diferentes sistemas de irrigação. MAGISTRA CRUZ DAS ALMAS-BA , v. 29, p. 64-70, 2017.

  • SIMÕES, W. L. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; OLIVEIRA NETO, H. T. ; OLIVEIRA, A. R. ; VOLTOLINI, T. V. . Ajuste da lâmina de irrigação no cultivo de milho para silagem no Vale do Submédio São Francisco. Revista Científica Intelletto , v. 2, p. 95-104, 2017.

  • SIMÕES, W. L. ; COELHO, Eugenio Ferreira ; Martinez, M. A. ; COELHO FILHO, M. A. ; COSTA, E. L. ; Freitas Gomes, V. H. . Produtividade e características físico-químicas dos frutos da lima ácida 'Tahiti' sob diferentes disposições de microaspersores. WATER RESOURCES AND IRRIGATION MANAGEMENT , v. 6, p. 107-114, 2017.

  • SIMÕES, W. L. ; YURI, J. E. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; SANTOS, J. E. ; ARAUJO, E. F. J. . Beet cultivation with saline effluent from fish farming. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 20, p. 62-66, 2016.

  • PEREIRA FILHO, A. I. ; TEIXEIRA FILHO, J. ; GIONGO, V. ; SIMÕES, W. L. ; LAL, R. . Nutrients dynamics in soil solution at the outset of no-till implementation with the use of plant cocktails in Brazilian semi-arid. African Journal of Agricultural Research , v. 11, p. 234-246, 2016.

  • GUIMARAES, M. J. M. ; SIMÕES, W. L. ; TABOSA, J. N. ; SANTOS, J. E. ; WILLADINO, L. G. . Cultivation of forage sorghum varieties irrigated with saline effluent from fish-farming under semiarid conditions. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental (Online) , v. 20, p. 461-465, 2016.

  • DRUMOND, M. A. ; OLIVEIRA, A. R. ; SIMÕES, W. L. ; JUNQUEIRA, N. T. V. ; ANJOS, J. B. ; LAVIOLA, B. G. . PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA BIOMASSA DE Jatropha curcas NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. CERNE , v. 22, p. 35-42, 2016.

  • SIMÕES, W. L. ; CALGARO, M. ; COELHO, D. S. ; SANTOS, D. B. ; SOUZA, M. A. . Growth of sugar cane varieties under salinity. Revista Ceres , v. 63, p. 265-271, 2016.

  • GUIMARÃES, M. J. M. ; SIMÕES, W. L. ; MENDES, A. M. S. ; WILLADINO, L. G. ; LOPES, I. ; GALVAO, K. S. . TEORES DE MICRONUTRIENTES EM PLANTAS DE SORGO FORRAGEIRO IRRIGADAS COM EFLUENTE SALINO DE PISCICULTURA. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada , v. 10, p. 687-694, 2016.

  • SIMÕES, W. L. ; COELHO, D. S. ; SOUZA, M. A. ; DRUMOND, M. A. ; ASSIS, J. S. ; LIMA, J. A. . ASPECTOS MORFOFISIOLÓGICOS DO GIRASSOL IRRIGADO POR GOTEJAMENTO NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO. Irriga (UNESP Botucatu) , v. 1, p. 66, 2016.

  • OLIVEIRA, ANDERSON RAMOS DE ; SIMÕES, WELSON LIMA . CULTIVARES DE CANA-DE-AÇÚCAR INOCULADAS COM BACTÉRIAS DIAZOTRÓFICAS EM CONDIÇÕES IRRIGADAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. Energia na Agricultura (UNESP. Botucatú. CD-Rom) , v. 31, p. 154-161, 2016.

  • SANTOS, J. S. ; DIAS, R. C. S. ; GRANGEIRO, L. C. ; SIMÕES, W. L. ; DEON, M. D. . Accumulation of nutrients and agronomic performance of grafted seedless watermelon. Pesquisa Agropecuaria Tropical (Online) , v. 46, p. 311-320, 2016.

  • ANDRADE, V. P. M. ; DIAS, M. S. ; SILVA, J. A. B. ; SOUZA, J. S. C. ; SIMÕES, W. L. . Yield and quality of ?Italia? grapes submitted to irrigation and fertilization control at the San Francisco Valley, Brazil. Comunicata Scientiae (Online) , v. 7, p. 175-182, 2016.

  • SOUZA, M. A. ; MESQUITA, A. C. ; SIMÕES, W. L. ; FERREIRA, K. M. ; ARAUJO, E. F. J. . Physiological and biochemical characterization of mango tree with paclobutrazol application via irrigation. Pesquisa Agropecuaria Tropical (Online) , v. 46, p. 442-449, 2016.

  • SIMÕES, W. L. ; ANJOS, J. B. ; COELHO, D. S. ; YURI, J. E. ; COSTA, N. D. ; LIMA, J. A. . Uso de filmes plásticos no solo para o cultivo de meloeiro irrigado. WATER RESOURCES AND IRRIGATION MANAGEMENT , v. 5, p. 23-29, 2016.

  • SIMÕES, W. L. ; SOUZA, M. A. ; YURI, J. E. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; GOMES, V. H. F. . Desempenho de cultivares de beterrabas submetidas a diferentes lâminas de irrigação no Submédio São Francisco. WATER RESOURCES AND IRRIGATION MANAGEMENT , v. 5, p. 51-57, 2016.

  • SIMÕES, W. L. ; CALGARO, M. ; COELHO, D. S. ; SOUZA, M. A. ; LIMA, J. A. . Respostas de variáveis fisiológicas e tecnológicas da cana-de-açúcar a diferentes sistemas de irrigação. Revista Ciencia Agronomica , v. 46, p. 11-20, 2015.

  • SANTOS, D. B. ; COELHO, E. F. ; SIMÕES, W. L. ; José Amilton Santos Júnior ; COELHO FILHO, M. A. ; Rafael Oliveira Batista . Influência do balanço de sais sobre o crescimento inicial e aspectos fisiológicos de mamoeiro. Revista Magistra , v. 27, p. 44-53, 2015.

  • COELHO, E. F. ; SIMÕES, W. L. ; SANTOS, F.P. ; MELO, D. M. ; LIMA, L. W. F. . Produtividade e eficiência do uso de água da bananeira caipira sob diferentes densidades de plantio e lâminas de irrigação. Enciclopédia Biosfera , v. 11, p. 2430-2437, 2015.

  • PINHEIRO, M. P. M. A. ; CRUZ, R. L. ; SIMÕES, W. L. . Comportamento do Teor de Água num Solo Cultivado com Cana-de-Açúcar Irrigada com Diferentes Lâminas. Revista Brasileira de Energias Renováveis , v. 4, p. 30-42, 2015.

  • SIMÕES, W. L. ; DRUMOND, M. A. ; GUIMARÃES, M. J. M. ; OLIVEIRA, A. R. ; FERREIRA, P. P. B. ; SOUZA, M. A. . Desenvolvimento inicial e respostas fisiológicas do pinhão manso (Jatropha curcas L.) a diferentes lâminas de irrigação e doses de nitrogênio. Revista Brasileira de Biociências , v. 12, p. 188-195, 2014.

  • COELHO, DANIELA S. ; SIMÕES, WELSON L. ; MENDES, ALESSANDRA M. S. ; DANTAS, BÁRBARA F. ; RODRIGUES, JOSÉ A. S. ; SOUZA, MOISÉS A. DE . Germinação e crescimento inicial de variedades de sorgo forrageiro submetidas ao estresse salino. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 18, p. 25-30, 2014.

  • SOUZA, L. V. S. ; AZEVEDO, D. O. ; CARVALHO, A. J. A. ; SIMÕES, W. L. ; VOLTOLINI, T. V. . Qualidade nutricional de plantas forrageiras de ocorrência natural da caatinga.. Enciclopédia Biosfera , v. 9, p. 178-185, 2013.

  • COELHO, E. F. ; SIMÕES, W. L. ; LIMA, D. M. . Crescimento e produtividade do mamoeiro cultivar sunrise solo sob irrigação nos tabuleiros costeiros da Bahia. Magistra , v. 22, p. 96-102, 2010.

  • COELHO, E. F. ; SIMÕES, W. L. . Produtividade do mamoeiro, cultivar tainung n 1, sob diferentes manejos de irrigação nos tabuleiros costeiros do nordeste. Magistra , v. 22, p. 35-40, 2010.

  • FELDBERG, N. P. ; MOTA, R. V. ; SIMÕES, W. L. ; REGINA, M. A. . Viabilidade da utilização de descartes de produção de uvas sem sementes para elaboração de passas. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso) , v. 30, p. 846-849, 2008.

  • SIMÕES, W. L. ; SILVA, E. L. ; LIMA, D. M. ; OLIVEIRA, M. S. . Variabilidade espacial de atributos físicos de um latossolo vermelho distroférrico submetido a diferentes manejos. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 30, p. 1061-1068, 2006.

  • COELHO, E. F. ; COELHO FILHO, M. A. ; SIMÕES, W. L. ; COELHO, Y. S. . Irrigação em citros nas condições do nordeste do Brasil. Laranja , v. 27, p. 297-320, 2006.

  • SIMÕES, W. L. ; FIGUEIREDO, V. B. ; SILVA, E. L. . Uso do cilindro infiltrômetro único em diferentes solos. Engenharia Agrícola , v. v.25, p. 359-366, 2005.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

OLIVEIRA, A. R. ; BRAGA, M. B. ; SIMÕES, W. L. ; WALKER, A. . Influência de Lâminas de Irrigação nas Características Tecnológicas da Cana-de-Açúcar. 2016.

SIMÕES, W. L. ; OLIVEIRA, A. R. ; CALGARO, M. . Teste do Bulbo Molhado para o Plantio de Cana-de-açúcar com Irrigação Localizada. 2016.

COELHO, E. F. ; SIMÕES, W. L. . Onde Posicionar Sensores de Umidade e de Tensão de Água do Solo Próximo da Planta para um Manejo mais Eficiente da Água de Irrigação. 2015.

OLIVEIRA, A. R. ; SIMÕES, W. L. . Manejo de Palhada para o Controle de Plantas Daninhas na Cultura da Cana-de-Açúcar Irrigada. 2014.

OLIVEIRA, A. R. ; SIMÕES, W. L. ; CALGARO, M. . Espaçamento e Profundidade do Sist ema de Irrigação por Gotejamento Subsuperficial em Cultivo de Cana-de-açúcar. 2013.

BRAGA, M. B. ; BASSOI, L. H. ; CALGARO, M. ; PINTO, J. M. ; SIMÕES, W. L. . Irrigação na Produção Integrada de uvas finas de mesa PI-Uva. 2011.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Estratégias para o cultivo eficiente da cebola irrigada no Submédio São Francisco, Descrição: Diante do atual cenário econômico mundial e da crise hídrica, a melhoria da forma de cultivo irrigado torna-se ferramenta fundamental para sua sustentabilidade. Assim, a procura pelos melhores sistemas e manejo da irrigação, associados a aplicação de produtos como biorreguladores que melhorem o potencial produtivo da ceboleira podem ser os principais focos das pesquisas no semiárido brasileiro. O objetivo desta pesquisa é identificar estratégias de manejo que melhore a eficiência do cultivo da cebola irrigada na região do Submédio São Francisco.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / JUCICLÉIA SOARES DA SILVA - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para produção de caqui no Semiárido brasileiro, Descrição: A Região Nordeste, mediante a participação dos seus polos irrigados, é a principal região produtora e exportadora de frutas tropicais frescas do Brasil. Nessa região, estão os quatro maiores estados produtores e exportadores de frutas frescas do Brasil em 2009: Bahia, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. Seguindo o exemplo do desenvolvimento alcançado pelo polo frutícola Petrolina-PE/Juazeiro-BA, outros projetos estão sendo implantados em extensas áreas. O aumento da área plantada com as mesmas culturas já exploradas poderá causar problemas na comercialização das frutas produzidas. Pesquisas realizadas na Embrapa Semiárido têm demonstrado que existe a possibilidade de cultivo de espécies de climas tropical úmido, subtropical e temperada, com potencial econômico para as áreas irrigadas do semiárido brasileiro. Assim, cultura como o caquizeiro foi introduzida e avaliada, com o objetivo de encontrar novas opções de cultivo para os produtores da região. Resultados de pesquisa com a cultura do caquizeiro no Vale do São Francisco têm demonstrado possibilidades de produção em condição semiárida tropical. O caqui é uma fruta de clima subtropical, produzida tradicionalmente nas regiões Sudeste e Sul do país, nos meses de fevereiro a junho. A partir do mês de setembro, a referida fruta é importada da Espanha e Israel, chegando ao consumidor por preços até seis vezes maiores do que os praticados com a fruta nacional. Aproveitando as condições climáticas da região semiárida, pretende-se desenvolver um sistema de manejo que permita produzir a referida fruta no período de entressafra, conseguindo-se melhores preços no mercado. A diversificação de culturas será uma ação decisiva para garantir a sustentabilidade econômica, social e ambiental para as áreas irrigadas da Região Nordeste, bem como uma estratégia de mercado que poderá viabilizar a oferta de vários produtos em diferentes épocas do ano. O objetivo desse projeto é gerar tecnologias para produção de caquis nos principais polos irrigados do semiárido brasileiro, em função da competitividade econômica, das perspectivas de inclusão social, preservação ambiental e geração de renda. Com base nas atividades de pesquisa desenvolvidas, pretende-se identificar, dentre as variedades avaliadas, algumas que apresentem um bom desempenho agronômico e venham a ser cultivadas economicamente, servindo de opções para a diversificação de culturas nos principais polos irrigados do semiárido brasileiro. A busca de novas opções de cultivo para as áreas irrigadas é uma ação estratégica, no intuito de promover a diversificação da produção, aumentar a eficiência e rentabilidade das pequenas, médias e grandes propriedades dos perímetros irrigados do Nordeste.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Alessandra Monteiro S Mendes - Integrante / Paulo Roberto Coelho Lopes - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Estratégias para redução das emissões de carbono e uso eficiente da água em sistemas de produção irrigado e de sequeiro no Semiárido Brasileiro, Descrição: No Semiárido brasileiro, a mudança do uso da terra, na qual a vegetação nativa foi substituída pela agricultura irrigada ou pela agricultura dependente de chuva, incluindo a pecuária e os demais cultivos de sequeiro, reduziu o estoque de carbono do solo. Assim, observou-se que todos os sistemas agrícolas vigentes do Semiárido brasileiro possuem um menor estoque de carbono no solo quando comparado com a vegetação remanescente, evidenciando a necessidade de propor sistemas agrícolas que mitiguem as emissões de gases de efeito estufa e aumentem os estoques de carbono no solo. Porém, para propor sistemas agrícolas, tecnologias e processos para uma agricultura irrigada e dependente de chuva de baixa emissão de carbono para o Semiárido brasileiro, o tema carbono não pode ser dissociado dos temas água e processo de degradação associado a salinização. Neste contexto, a presente proposta visa desenvolver sistemas agrícolas irrigados com os cultivos de meloeiro e mangueira e dependentes de chuva, com o cultivo de pastagem, que diminuam as pegadas hídricas e de carbono e que infiram sustentabilidade para o Semiárido brasileiro, promovendo o aumento do estoque de carbono no solo e da eficiência do uso da água e a diminuição da emissão de GEE e do processo de salinização antrópica. Os estudos serão conduzidos em três experimentos de longa duração que contemplam proposições de sistemas, tecnologias e processos para a agricultura irrigada e dependente de chuva. Para a agricultura irrigada, os estudos serão realizados em dois experimentos, um com o cultivo de mangueira e outro com o meloeiro. Estes dois experimentos, contemplando sistemas de culturas, adubação verde e sistemas de preparo de solo, fornecerão modelos de sistemas, tecnologias e processos para os dois principais usos da terra em ambiente irrigado no Semiárido brasileiro, a fruticultura e a olericultura. Assim, além de dar continuidade aos estudos relativos às alterações nos estoques de carbono e nitrogênio no solo, emissão de gases de efeito estufa, taxas de adição e decomposição da fitomassa, ciclagem de nutrientes, indicadores de qualidade do solo, pretende-se avaliar a produtividade da água e o processo de salinização antrópica, processo estes influenciados pelo incremento de carbono no solo ou cobertura do solo. Também foram incluídas avaliações de métricas socioeconômicas e ambientais na análise sistêmica, como avaliação do ciclo de vida, pegada de carbono, pegada hídrica e valoração potencial dos serviços ecossistêmicos. A incorporação destas variáveis dará maior suporte técnico- científico para a proposição sistemas agrícolas, tecnologias e processos para desenvolver a agricultura irrigada e agricultura dependente de chuva de baixa emissão de carbono para o Semiárido brasileiro que mitigue as pegadas hídrica e carbono dos sistemas de produção.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Alessandra Monteiro S Mendes - Integrante / Vanderlise Giongo - Coordenador., Financiador(es): Embrapa - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Bioestimulante, manipueira e diferentes adubações potássicas associadas a fontes orgânicas de fósforo e micronutrientes em sistemas de cultivo de Dioscorea spp. sob fertirrigação no Submédio do Vale do São Francisco, Descrição: O inhame é uma planta do gênero Dioscorea pertencente à família Dioscoreaceae, que apresenta aproximadamente 600 espécies, cuja ocorrência se dá, principalmente na África (Dioscorea cayenensis), no Caribe, México e Sudeste da Ásia (Dioscorea alata; D. esculenta; D. dumetorum; D. rotundata) e na América do Sul, onde no Nordeste do Brasil, é cultivada a espécie Dioscorea cayenensis, denominada vulgarmente de inhame da Costa (Mesquita, 2002; Garrido, 2005; Vidal, 2008). Esse projeto tem por objetivo avaliar o uso de bioestimulante, manipueira e diferentes adubações potássicas associadas a fontes orgânicas de fósforo e micronutrientes em sistemas de cultivo de Dioscorea spp. sob fertirrigação no Submédio do Vale do São Francisco... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / José Aliçandro Bezerra da Silva - Integrante / Marlon da Silva Garrido - Coordenador / Hideo de Jesus Nagahama - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Maximização da eficiência produtiva e redução dos custos em cultivos de macieira no Brasil, Descrição: A produção de maçã esta concentrada na Região Sul do Brasil, que é responsável por 98,5% da produção nacional. Nos últimos anos têm sido verificadas perdas de aproximadamente de 30% da produção, aliada a diminuição da qualidade. Estas perdas estão relacionadas às mudanças climáticas verificadas regionalmente envolvendo a falta de frio invernal e a deficiência hídrica em vários períodos do ciclo vegetativo da cultura, bem como da falta de tecnologias inovadoras e competitivas para o setor da maçã, além do surgimento de novas pragas e/ou doenças e agravamento daquelas conhecidas. Os grandes desafios do seguimento produtivo da maçã no Brasil passam pela promoção, de forma eficiente, da reconversão do manejo dos pomares, de modo a aumentar a qualidade e a produtividade, com redução dos custos de produção. A otimização do uso de mão-de-obra para o manejo dos pomares de macieira é fundamental para a redução das perdas de produção e redução da qualidade da fruta, já que muitas vezes a colheita ou os tratos culturais, como poda e raleio, são realizados fora do período recomendado pela limitação de mão-de-obra sazonal nestes períodos específicos do manejo do pomar. Estas mudanças envolvem o desenvolvimento tecnológico para a recomendação de sistemas de condução e de manejo das plantas mais eficientes, a indicação de novas combinações de cultivares copa e porta enxertos mais eficientes que as atuais e a implantação de sistemas de manejo para minimizar riscos edafo-climáticos (irrigação e cobertura antigranizo) e o uso da mecanização como apoio a otimização da mão-de-obra, bem como de uso de ferramentas modernas para a tomada de decisão, como modelagem e agricultura de precisão. O Projeto será estruturado com o envolvimento de pesquisas no contexto multinstitucional e multidisciplinar com as principais instituições e pesquisadores envolvidos com a cultura, compondo um conjunto de ações conectadas, integradas e compartilhadas, caracterizadas por ações de pesquisa desenvolvidas simultaneamente, nas três principais regiões produtores (Vacaria/RS, Fraiburgo/SC e São Joaquim/SC), bem como em regiões não tradicionais, como o semiárido brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Paulo Roberto Coelho Lopes - Integrante / Gilmar Ribeiro Nachtigall - Coordenador., Financiador(es): Embrapa - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Reguladores vegetais no manejo da produção, fixação e qualidade dos frutos da mangueira nas condições semiáridas, Descrição: A mangicultura na região semiárida destaca-se no cenário nacional pelos altos rendimentos e qualidade do fruto produzido e também pela possibilidade de escalonamento da produção durante o ano, devido às condições climáticas e às tecnologias para o manejo da floração, como o uso da irrigação, podas e reguladores vegetais. O paclobutrazol aplicado ao solo é o regulador vegetal utilizado com eficiência comprovada no manejo da floração e produção da mangueira na quase totalidade dos pomares da região Nordeste do país, que é responsável por 80% das exportações nacionais de manga. Ele permite não só a produção na entressafra como também em períodos específicos, o que tem viabilizado o acesso aos diferentes mercados em períodos oportunos à comercialização. No entanto, a forma de aplicação no solo, devido à maior eficiência na absorção e no transporte via xilema, gera a preocupação com os resíduos deixados a cada ano, no solo e na planta, e que não são quantificados. Este projeto tem como objetivo principal definir um manejo utilizando reguladores vegetais, que permita o escalonamento eficiente da produção de mangueira nas principais variedades cultivadas, com produtividade e qualidade de frutos, minimizando perdas e otimizando a exploração do cultivo nas condições semiáridas. Dentre os objetivos específicos estão o de avaliar um manejo utilizando reguladores vegetais foliares; caracterizar anatomicamente as folhas das diferentes cultivares de mangueira, Tommy Atkins, Palmer e Kent, como suporte às aplicações foliares; avaliar a eficiência técnica e econômica da aplicação do paclobutrazol via sistema de irrigação localizado, bem como a incidência de doenças e de pragas em manga devido ao uso de reguladores vegetais. Pretende-se também, quantificar resíduos dos reguladores vegetais: paclobutrazol, uniconazole, etil trinexapac e cloreto de chlormequat nos frutos da mangueira.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Maria Aparecida do Carmo Mouco - Coordenador., Financiador(es): Embrapa Semi-Árido - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento e adaptação de tecnologias para viabilizar a produção da pereira no Brasil, Descrição: Dados recentes mostram que o consumo anual de peras no Brasil é de aproximadamente 160 mil toneladas, enquanto que a produção brasileira está em torno de 16 mil toneladas por ano, representando alta dependência de importação, principalmente de países do Mercosul. Esta condição indica que o cultivo de pereira é uma excelente alternativa para a diversificação da fruticultura de clima temperado na região subtropical do Brasil. A limitação da cultura não está relacionada ao mercado, mas sim a baixa produtividade e qualidade, decorrentes da dificuldade de frutificação em função da baixa taxa de transformação floral e do baixo pegamento de frutos, os quais interferem diretamente na produtividade dos pomares, tornando a atividade pouco atrativa economicamente. Os grandes desafios do segmento produtivo da pêra no Brasil passam pelo desenvolvimento de práticas culturais e de manejo para viabilizar o sistema de cultivo da pereira no Brasil. Estes processos envolvem o estabelecimento de um zoneamento edafoclimático, principalmente para a cultura no Sul do Brasil, a indicação de combinações de cultivares copa e porta-enxertos adequados, bem como o desenvolvimento tecnológico para a recomendação de sistemas de condução irrigado e de manejo do solo e das plantas mais eficientes. O Projeto será estruturado com o envolvimento de pesquisas no contexto multinstitucional e multidisciplinar com as principais instituições e pesquisadores envolvidos com a cultura, compondo um conjunto de ações conectadas, integradas e compartilhadas, caracterizadas por ações de pesquisa desenvolvidas simultaneamente, nas principais regiões produtores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, bem como em regiões não tradicionais, como o semiárido brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Paulo Roberto Coelho Lopes - Integrante / José Francisco Martins Pereira - Coordenador., Financiador(es): Embrapa - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    A agricultura biossalina na produção de forragem e aumento da capacidade de suporte de unidades familiares do Semiárido, Descrição: Suprimentos limitados de água doce são cada vez maiores sendo necessário meios de usos mais competitivos, bem como a busca de alternativas para usar água de qualidade marginal na agricultura. A pecuária tem condições de representar o eixo principal dos sistemas de produção familiar no semiárido, desde que se estruture o suporte alimentar e hídrico das unidades produtivas. A estratégia da pratica da agricultura biossalina visando o aumento da capacidade de suporte forrageiro das unidades de produção animal do semiárido, que se apresenta e deverá ser avaliada neste projeto prevê a avaliação de sua viabilidade em dois cenários. No primeiro serão avaliadas as culturas sorgo granífero, palma forrageira e gliricidia, com diferentes requerimentos de água e que deverão receber irrigação salina ao longo do período seco do ano. Uma segunda estratégia trata do cultivo do sorgo forrageiro durante o período de chuvas na região. Por esta proposta, estas estratégias de uso da água salina serão acompanhadas por adições constantes de resíduos orgânicos que permitam reduzir os efeitos adversos da salinização. A principal hipótese trata da consideração de que será possível aumentar a capacidade de suporte forrageiro das propriedades atuais e, a partir da instalação dos cenários climáticos previstos, da manutenção da produção animal no semiárido brasileiro de forma sustentável. Além disto, uma segunda hipótese trata de que a definição de lâminas adequadas, dentro das estratégias definidas de uso da irrigação com água salina, permitirá que, durante o período chuvoso, o excesso salino seja parcialmente removido do sistema solo, reduzindo a degradação, principalmente com a aplicação de resíduos orgânicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / CARLOS ALBERTO TUAO GAVA - Integrante / Gherman Garcia Leal de Araujo - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Vulnerabilidade e adaptação da cultura da cebola no Vale do São Francisco às mudanças climáticas, Descrição: As mudanças climáticas representam o maior desafio da humanidade no futuro próximo. Entretanto seus impactos sobre a agricultura, ainda, foram pouco estudados. Assim, estudos sobre os impactos das mudanças climáticas em diversas áreas do setor agrícola, no Brasil, devem ser realizados de imediato. A produção de cebola no Vale do São Francisco é uma atividade econômica importante, geradora de trabalho e renda no campo. A área de cultivo está em torno de 10.000ha, gerando cerca de 60.000 empregos diretos e indiretos. Desta maneira, o objetivo deste projeto será avaliar a vulnerabilidade da produção de cebola e buscar quais as ações de adaptação devem ser tomadas para aumentar a sustentabilidade do sistema de produção frente às mudanças climáticas que já estão acontecendo. Esta proposta é composta por atividades que abordam os principais elementos climáticos que estão sofrendo alterações e serão avaliados os impactos na produção de cebola, bem como na ocorrência de problemas fitossanitários. Para isso, serão realizados experimentos em estufas de topo aberto modificadas, onde será possível avaliar os impactos do aumento da concentração de dióxido de carbono desde a germinação das sementes até a produção final da cebola. Nesta estrutura, as mudas serão plantadas diretamente no solo, permitindo conduzir ensaios em todos os estádios de desenvolvimento, com menor interferência de artefatos. Também serão realizados experimentos para avaliar o efeito da temperatura, do dióxido de carbono e da disponibilidade de água no solo. Além dos estudos de produção, serão avaliados os efeitos sobre os principais problemas fitossanitários da cultura da cebola, pois a ocorrência de problemas fitossanitários está entre as principais dificuldades para a obtenção de produtividades satisfatórias. Além disso, serão gerados mapas de distribuição geográfica e temporal dos problemas fitossanitários para o clima de referência e os climas futuros. Os resultados alcançados por meio desta pesquisa serão úteis na tomada de decisão para medidas de mitigação e adaptação, ajudando a melhorar e redefinir estratégias de manejo para a cultura da cebola.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / FRANCISLENE ANGELOTTI - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    Melhoria da eficiência da irrigação e da fertirrigação para o cultivo de fruteiras no Semiárido brasileiro, Descrição: Este projeto tem como objetivo gerar e adaptar tecnologias de manejo para tornar mais eficiente o uso da água na irrigação e do adubo na fertirrigação das fruteiras cultivadas no Semiárido brasileiro. Para tanto, prevê ações para otimizar o manejo dos sistemas de irrigação a fim de proporcionar um uso racional de água pelas fruteiras; aprimorar o manejo da irrigação no Semiárido brasileiro com auxilio de equipamentos que avaliam o estado da água no solo e na planta; incrementar tecnologia para fertirrigação de fruteiras; avaliar o manejo da irrigação e da fertirrigação na qualidade dos frutos; avaliar os impactos econômicos e sócio-ambientais de tecnologias para racionalização do adubo na fertirrigação e da água na irrigação de fruteiras; e fazer transferência das tecnologias para os sistemas agrícolas. Os planos de ação estão voltados para as culturas da mangueira, do mamoeiro, da bananeira, da videira, da goiabeira, do morangueiro e da pereira, e, com o apoio de entidades parceiras, serão executados em cidades de pólos de irrigação do Nordeste: Juazeiro-BA; Petrolina-PE; Jaíba-MG; Limoeiro do Norte-CE; Paraipaba-CE; Mossoro-RN; e Ibiapaba-CE. As culturas serão avaliadas quanto a produtividade e qualidade dos frutos proporcionadas pelos diferentes sistemas e lâminas d?água e doses de adubos testados. Após os resultados técnicos e científicos serão implantadas ações de transferência das tecnologias geradas para uma maior eficiência do uso de água e adubo nos principais pólos de irrigação do Nordeste.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Welson Lima Simões - Coordenador., Financiador(es): Embrapa - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2015

    Potencial biotecnológico de bactérias diazotróficas no Semiárido: avaliação de tecnologias existentes e desenvolvimento de tecnologias para a região, Descrição: Diversas espécies cultivadas no Semiárido têm capacidade de se associar a bactérias fixadoras de nitrogênio, porém este potencial tem sido pouco explorado. Entre as gramíneas, o milho e a cana-de-açúcar merecem destaque. Essa culturas ocupam um papel importante devido ao seu papel econômico, como no caso da cana-de-açúcar irrigada, e socioeconômico para as culturas do feijão-caupi, o guandu, amendoim e milho. Este projeto foi delineado com o intuito de avaliar a eficiência das bactérias já recomendadas e avaliar novas oportunidades para a fixação biológica do nitrogênio (FBN) com tecnologias relacionadas no contexto do Semiárido. As ações de pesquisa estão agrupadas em planos de ação que objetivam avaliar o desempenho das bactérias com algumas culturas nas condições do Semiárido; estruturar coleções de culturas com bactérias diazotróficas autóctones; e desenvolver novas aplicações biotecnológicas e tecnologias de inoculação, como via sistema de irrigação, para as bactérias diazotróficas do Semiárido.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / PAULO IVAN FERNANDES JUNIOR - Coordenador., Financiador(es): Embrapa Semi-Árido - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Adaptabilidade da cana-de-açúcar a solos salinizados e manejo da irrigação para recuperação de área degradada, Descrição: Em clima tropical, a cana-de-açúcar se destaca por ser a planta que apresenta maior potencial de produção anual de matéria seca e energia por unidade de área, tornando-se assim competitiva em diversas atividades. Contudo, a irrigação mal manejada pode causar alguns problemas ambientais, como a salinização de perímetros irrigados e a contaminação de lençóis freáticos. Em solos salinizados, as concentrações elevadas de sais aumentam o efeito osmótico da sua solução aquosa, dificultando a absorção de água pelas raízes, causando deficiência hídrica nas plantas e danos nas folhas, o que tem inviabilizado o cultivo em diversas áreas do Submédio São Francisco. Neste contexto, propõe-se com o presente projeto selecionar variedades de cana-de-açúcar tolerantes à salinidade e determinar a lâmina de irrigação ideal para o cultivo em solos salinizados, sem proporcionar contaminação ambiental. Para seleção das variedades, estão sendo avaliados seus graus de tolerâncias à salinidade. As mais tolerantes serão plantadas em solos salinizados do Submédio São Francisco, irrigadas por gotejamento subsuperficial e receberão diferentes lâminas de irrigação. Serão avaliadas as produtividades, as características morfofisiológicas e a evapotranspiração das plantas, a eficiência de uso da água, o desenvolvimento de sistema radicular e o movimento de água e sais nos solos. Desta forma, pretende-se recomendar uma variedade de cana-de-açúcar tolerante à salinidade e o manejo adequado da irrigação para solos salinizados do Submédio São Francisco sem contaminação ambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Welson Lima Simões - Coordenador., Financiador(es): Banco do Nordeste do Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Potencial de uso das águas salobras e de rejeitos de dessalinizadores em sistemas produtivos visando o aumento da capacidade de suporte das comunidades difusas do semiárido com mínimo impacto ambiental, Descrição: A salinidade e/ou sodicidade dos solos são comuns nas regiões áridas e semiáridas, onde a precipitação é insuficiente para lixiviar os sais e as águas dos lençóis freáticos disponíveis para irrigação são salinas. As concentrações de sais, em geral, restringem o crescimento tanto da parte aérea como do sistema radicular das plantas, em decorrência de efeitos osmóticos. O ajustamento osmótico constitui-se num importante mecanismo de tolerância das plantas a condições de baixo potencial hídrico no ambiente radicular, como ocorre em solos salinos. Plantas para alimentação animal, como o sorgo forrageiro, e humano, como a beterraba, que são consideradas moderadamente tolerantes à salinidade, podem ser consideradas como uma boa alternativa para cultivo nestas regiões. Entretanto, parâmetros como adaptabilidade das mesmas às condições edafoclimáticas e ao bom cultivo quando irrigada com água salina irá depender das características de cada variedade destas culturas. Considerando o grande potencial de água subterrânea do embasamento cristalino no Semiárido brasileiro, os cultivos bem manejados destas culturas podem servir como alternativas de renda e de alimentação para os produtores. No Brasil, e em particular na região semiárida, ainda são escassos os esforços para a realização de trabalhos de pesquisas que permitam as análises sobre os mais variados aspectos relacionados ao uso de águas salinas e/ou de rejeitos de dessalinizadores, envolvendo as interações, com o solo, a planta, os animais e suas interfaces com a sustentabilidade do meio. Assim, o objetivo desta proposta é estudar e avaliar o potencial de uso de água salobra e do concentrado do processo de dessalinização de águas subterrâneas na agricultura, pecuária e piscicultura visando o aumento da capacidade de suporte das comunidades difusas do semiárido, com o mínimo impacto ambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Gherman Garcia Leal de Araujo - Coordenador., Financiador(es): Embrapa Semi-Árido - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Otimização do uso da água de irrigação para cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) no Submédio São Francisco, Descrição: O cultivo da cana-de-açúcar irrigada no Submédio São Francisco tem aumentado significativamente nos últimos anos. Este projeto tem como objetivo definir alternativas de manejo da irrigação que promovam aumento na eficiência do uso de água pela cultura, com aplicação de lâminas d?água menores que as atualmente utilizadas e sem redução da produtividade e da sua qualidade físico-química, na região do Submédio São Francisco. A variedade de cana-de-açúcar estudada é a VAT 90212 e o sistema de irrigação é o gotejamento subsuperficial. Com o uso de vários equipamentos, durante os ciclos de desenvolvimento da cultura, será avaliado a influência de diferentes níveis de estresse hídrico, nas diferentes fases da cultura, sobre a extração de água no solo, a produtividade, os parâmetros biométricos, a evapotranspiração, as características fisiológicas, o ataque de pragas e a eficiência de uso da água pela cana-de-açúcar, na região do Submédio São Francisco.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Coordenador., Financiador(es): Embrapa Semi-Árido - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2012

    Aprimoramento das formas de cultivo irrigado de variedades de girassol promissoras para região do Submédio São Francisco, Descrição: O girassol (Helianthus annuus L.) é uma oleaginosa promissora para regiões tropicais com disponibilidade hídrica, por apresentar um ciclo curto (90 a 130 dias) e possuir um óleo de excelente qualidade, com rendimento de 42 a 52%. Com alto teor de óleo nos grãos, consequentemente, com maior rendimento que outras leguminosas de ciclo produtivo anual, e tendo facilidade de extração do óleo por prensagem, é uma cultura apropriada para pequenas propriedades, favorecendo a inclusão do agricultor familiar na sua cadeia produtiva, tendo assim importância no que tange ao aspecto social da agricultura. Experimentos têm mostrado que, em regiões semiáridas, as melhores respostas obtidas de produtividade do girassol estão associadas à pratica adequada da irrigação. Assim, nos experimentos a serem instalados em Petrolina-Pe, região do Submédio São Francisco, pretende-se com o presente projeto avaliar o desenvolvimento, as características morfofisiológicas e a produtividade de diversas variedades de girassol sobre cultivo irrigado. Após seleção das variedades mais promissoras, será avaliado qual o sistema de irrigação (gotejamento, microaspersão e aspersão) que proporcionará uma maior eficiência de uso da água, uma melhor produção de óleo e auxiliará ao controle adequado de pragas e doenças, durante os ciclos da cultura. Será avaliado também, o espaçamento ideal entre plantas, para os três sistemas de irrigação avaliados, gerando assim recomendações para o cultivo pelos produtores. Visando uma conservação dos recursos naturais e a sustentabilidade do cultivo do girassol irrigado, serão avaliadas possíveis formas de uso da cultura, como uso na silagem e a criação de colméias de abelhas melíferas para produção de mel.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Coordenador., Financiador(es): Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaiba - DF - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2014

    Produção Sustentável da Cultura da Cana-de-açúcar para Bioenergia em Regiões Tradicionais e de Expansão no Nordeste e Norte do Brasil, Descrição: O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar com uma área total cultivada de aproximadamente 5,4 milhões de hectares e uma produção anual de 400 bilhões de toneladas e, gerando com isso, reflexos importantes na economia brasileira (Agrianual, 2005). A estimativa de um crescimento superior a 50% na produção da cana-de-açúcar, até 2013, em resposta à demanda nacional e mundial por álcool combustível e açúcar, aponta para a necessidade de aumento da área plantada com a cultura no Brasil e de aumento de produção por área, nas regiões tradicionais de cultivo. A cultura da cana-de-açúcar no Nordeste, devido as crescentes necessidades do setor energético, esta demandando tecnologias para o aumento de sua produtividade. O Nordeste contribui com o equivalente a 25% do total de 16 bilhões de litros de álcool / ano do país. Estima-se que num período de 10 anos, o cultivo da cana de açúcar deverá ter um acréscimo de dois milhões de hectares para atender essa nova demanda energética, o que implica em se considerar novas áreas de expansão. A expansão de uma nova área da cultura traz a necessidade de se subsidiar o planejamento da ocupação pela cana-de-açúcar de forma adequada, no que se refere à produtividade e as questões sócio-ambientais. No semiárido brasileiro o cultivo de cana-de-açúcar tem sido irrigado, porém, sem um manejo apropriado. Este trabalho tem como objetivos, determinar os coeficientes de cultivo para irrigação e as melhores concentrações de nitrogênio e potássio, a serem aplicados via fertirrigação para cana-de-acúcar.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Antonio Dias Santiago - Coordenador / Aderson Soares Andrade Júnior - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2013

    INFLUÊNCIA DO SISTEMA DE IRRIGAÇÃO NA EFICIÊNCIA DE USO DA ÁGUA DA CULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO, Descrição: Na região do Submédio São Francisco, a irrigação da cultura da cana-de-açúcar é amplamente realizada pelo método de sulcos, que apresenta baixa eficiência de uso de água. Neste sentido, os sistemas de irrigação localizada por gotejamento superficial e subsuperficial, apresentam-se como alternativas para a melhoria da eficiência do sistema. O objetivo desse projeto está sendo avaliar o desempenho desses três sistemas de irrigação na cultura da cana-de-açúcar em um Latossolo e um Vertissolos, bem como, avaliar a eficiência de uso da água; estudar a distribuição do sistema radicular; monitorar o comportamento do conteúdo de água no perfil do solo ao longo do ciclo de cultivo da cultura e estudar as respostas morfofisiológicas da cana sob os três sistemas de irrigação. As avaliações estão sendo realizadas nas áreas experimentais da Embrapa Semi-Árido, em Petrolina-PE e Juazeiro-BA. Espera-se ao final desse experimento poder inferir recomendações técnicas a respeito do sistema de irrigação mais adequado para o cultivo comercial da cana-de-açúcar na região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Marcelo Calgaro - Coordenador., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2011

    Manejo Sustentável da Palhada da Cana-de-açúcar para Otimização da Produção de Energia, Descrição: O bagaço e a palhada de cana-de-açúcar, além de serem produzidos em grandes quantidades, apresentam-se como matéria-prima barata e prontamente disponível como fonte de biomassa lignocelulósica renovável. Devido à falta de informação sobre o manejo correto da palhada da cana-de-açúcar, em sistemas irrigados do semiárido, objetivou-se com este projeto, determinar a quantidade de palhada a ser mantida no campo, para a garantia da sustentabilidade do sistema de produção da cana-de-açúcar. Além de outras cidades do país, a cultura está sendo cultivada em Juazeiro-Ba, sob sistema de irrigação subsuperficial e, após a primeira colheita, instalou-se os seguintes tratamentos: 100 %, 75%, 50%, 25% e 0% da palhada mantida no campo, com quatro repetições. Para comparação entre os tratamentos, além da avaliação do carbono e do nitrogênio microbiano do solo, de nematóide, de pragas e de doenças, estão sendo avaliadas: característica física e química do solo; monitoramento da água no perfil do solo; transpiração; evapotranspiração; distribuição do sistema radicular; fotossíntese; condutância estomática; curva de crescimento; produtividade; qualidade do material colhido e a eficiência do uso da água.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Antonio Dias Santiago - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2008

    Otimização dos processos produtivos de culturas com potencial para produção de biodiesel no subumido e semiarido baiano, Descrição: A eminente escassez do petróleo e o grande impacto ambiental da queima de combustíveis fósseis têm proporcionado um crescente interesse pelo desenvolvimento e utilização de energia a partir de fontes renováveis. O presente trabalho teve como os principais objetivos desenvolver alternativas de lâminas de irrigação para projetos instalados nas regiões subumida e semiarida da Bahia envolvendo o consórcio das cultivares: mamona, pinhão manso, girassol e amendoim. Os experimentos foram instalados nas regiões de Queimadas e Cruz das Almas, BA, utilizando os seguintes tratamentos - pinhão manso com amendoim e pinhão manso com girassol; girassol com amendoim e girassol com mamona. Os tratamentos foram dispostos num delineamento experimental em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas, consistindo da combinação de quatro lâminas de irrigação (100; 66; 33 e 0 % da ETc) para cada consórcio com três repetições. Foram avaliados a produtividade e o potencial de produção de óleo das culturas, a distribuição de água e raízes no solo, a transpiração e outras característica morfofisiológicas das culturas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Welson Lima Simões - Coordenador / Eugenio Ferreira Coelho - Integrante / Maurício Antônio Coelho Filho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2006

    Otimização da eficiência do uso de água em projetos de irrigação no Semi-árido, Descrição: A otimização da eficiência do uso de água (EUA) pode ser feito aumentando a produtividade para a mesma quantidade de água aplicada/evapotranspirada ou reduzindo a lamina aplicável/evapotranspiração de forma a não reduzir significativamente o numerador ou a produtividade. Nesta segunda alternativa, implicaria em manutenção de uma alta eficiência do sistema de irrigação elevando a eficiência de uso de água pela redução da lamina real necessária durante fases de crescimento e desenvolvimento consideradas não criticas para as plantas, sem comprometimento significativo da produtividade potencial esperada. O projeto objetivou desenvolver alternativas de manejo de irrigação que promovam aumento na eficiência física do uso de água de culturas para projetos instalados no semiárido pelo: a) aumento na produtividade para níveis de irrigação iguais ou menores que os atualmente definidos como ótimos; b) pela redução da lamina total aplicada responsável pela produtividade física máxima, em fases fenológicas das culturas menos sensíveis a água, sem comprometimento significativo da qualidade dos frutos e produtividade. Avaliou-se a redução da lamina considerada adequada para a irrigação em diferentes fases do crescimento dos frutos do limoeiro. Os tratamentos foram aplicados nas fases de floração e pegamento, desenvolvimento e crescimento dos frutos e final de crescimento e maturação em pelo menos dois períodos do ano. Assim, objetivou-se a redução da lâmina de irrigação sem perda significativa de produtividade, com aumento da EUA. Uma outra atividade foi desenvolvida com a cultura banana, para a qual foi proposta uma alternativa de aumento da EUA pelo aumento da produtividade para a mesma quantidade ou para uma quantidade menor de água considerada adequada. Foram avaliadas diferentes laminas a partir da lamina adequada considerando duas plantas por toucera. Foram realizados estudos completos do balanço de água no solo para os tratamentos de melhores resultados, de forma a se deter. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Welson Lima Simões - Integrante / Eugenio Ferreira Coelho - Coordenador / Maurício Antônio Coelho Filho - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa Semi-Árido. , BR 428, Km 152, Zona Rural, 56302970 - Petrolina, PE - Brasil - Caixa-postal: 23, Telefone: (87) 38663652, Fax: (87) 38621744

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Universidade Federal do Vale do São Francisco

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2008 - Atual

Embrapa Semi-Árido

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Pesquisador I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2008

Embrapa Mandioca e Fruticultura

Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

1998 - 2001

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: Bolsista Pibic-CNPq, Carga horária: 20

Outras informações:
Não há vinculo com a Embrapa, o estdante é bolsista do PIBIC