Danielle Priscila Bueno Fernandes

Engenheira Agrônoma pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (2013). Mestre em Engenharia de Sistemas Agrícolas pela ESALQ/USP. Durante o mestrado (2013 - 2016) foi pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Ambiência, atuando nas áreas de Zootecnia de Precisão, Bioclimatologia Animal e Ambiência, com destaque nos seguintes temas: Avicultura, Conforto Térmico, Bem-Estar Animal, Zootecnia de Precisão, Construções Rurais, Comportamento Animal e Biometeorologia. Doutora em Engenharia de Sistemas Agrícolas com MBA em Gestão de Projetos pela ESALQ/USP (2020). Atua nos seguintes temas: Fluxos de Materiais e de Energia e Sustentabilidade na Produção Animal. Em 2020, foi professora substituta nos cursos de Engenharia Agronômica e Engenharia de Pesca da UNESP (Universidade Estadual Paulista; Disciplina: Desenho Técnico) e no IFC (Instituto Federal Catarinense; Disciplinas: Avicultura I, Introdução à Zootecnia e Agroindústria). Atualmente é professora de Agronegócio Tecnológico na Fundação Bradesco.

Informações coletadas do Lattes em 27/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia de Sistemas Agrícolas

2016 - 2020

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP
Título: Sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos no Brasil
Thiago Libório Romanelli. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Mestrado em Engenharia de Sistemas Agrícolas

2013 - 2016

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP
Título: Enriquecimento ambiental para gaiolas convencionais de poedeiras em função de diferentes densidades de alojamento,Ano de Obtenção: 2016
Iran José Oliveira da Silva.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Especialização em MBA em Gestão de Projetos

2018 - 2020

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP
Título: Indicadores de sustentabilidade em granjas produtoras de ovos: aspectos econômico, ambiental e social
Orientador: Nadia Valério Possignolo Vitti

Ensino Médio (2º grau)

2004 - 2005

fundação bradesco

Formação complementar

2021 - 2021

Administração financeira, orçamentária, materiais e estoque. (Carga horária: 20h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Sistema de informações e análise econômico-financeira rural. (Carga horária: 20h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Planejamento estratégico da empresa rural. (Carga horária: 20h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Agropecuária Digital. (Carga horária: 24h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Direção, liderança e motivação na empresa rural. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR/AR GO, Brasil.

2021 - 2021

Cultivo e produção de grãos. (Carga horária: 15h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Negócio Certo Rural. (Carga horária: 40h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2021 - 2021

Transformação Digital no Campo. (Carga horária: 20h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2020 - 2020

Pastagens. (Carga horária: 40h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2020 - 2020

Arquitetura e construção: principais conceitos e aspectos práticos. (Carga horária: 40h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - RS, SENAC/RS, Brasil.

2020 - 2020

Diagnóstico ambiental - Ferramentas e métodos de realização. (Carga horária: 24h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - RS, SENAC/RS, Brasil.

2020 - 2020

Potencial Agronômico de Dejetos de Suínos. (Carga horária: 20h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2020 - 2020

Transporte legal de aves. (Carga horária: 40h). , Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, IICA, Brasil.

2017 - 2017

High-Performance School in Animal Welfare - Egg Production. (Carga horária: 22h). , Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP, ESALQ/USP, Brasil.

2015 - 2015

Revit Architecture. (Carga horária: 24h). , Formata Cursos, FC, Brasil.

2015 - 2015

AutoCAD 2D. (Carga horária: 24h). , Formata Cursos, FC, Brasil.

2013 - 2013

Programa de Treinamento Técnico do NUPEA/ESALQ/USP. (Carga horária: 120h). , Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP, ESALQ/USP, Brasil.

2010 - 2010

Agricultura de precisão com ênfase a fertilidade do solo e adubação. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2010 - 2010

Treinamento programa tomate orgânico. (Carga horária: 88h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2009 - 2009

Curso de Inseminação Artificial. (Carga horária: 40h). , Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.

2009 - 2009

Treinamento, operação e manutenção de tratores. (Carga horária: 40h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural-Administração Regional do Estado SP, SENAR, Brasil.

2009 - 2009

Identificação,Monitoramento e Controle da Sigatoka. (Carga horária: 8h). , Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.

2009 - 2009

Fertilizantes especiais: como aumentar a eficiência da adubação. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2009 - 2009

Treinamento Programa Pecuária Leiteira - Proleite. (Carga horária: 402h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2009 - 2009

Olericultura orgânica. (Carga horária: 128h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2008 - 2008

Aprender a empreender - Telessala SEBRAE. (Carga horária: 24h). , Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo, SEBRAE/SP, Brasil.

Organização de eventos

FERNANDES, D. P. B. . 6ª Semana Agronômica. 2010. (Outro).

FERNANDES, D. P. B. ; RODRIGUES, E. . 1 Simpósio de Ruminantes. 2010. (Outro).

GODOY, L. J. G. ; FERNANDES, D. P. B. . 2 Workshop sobre Nutrição e Adubação da Cultura da Banana. 2009. (Outro).

Moraes, w.s. ; FERNANDES, D. P. B. . 21ª Expovale. 2009. (Exposição).

Participação em eventos

III Workshop de Legislação em Bem-Estar Animal. 2016. (Simpósio).

Workshop sobre Ética na Pesquisa e Ensino com Animais. 2015. (Outra).

Workshop Internacional de Bem-estar dos Animais de Produção. 2013. (Simpósio).

X Congresso Latinoamericano y del Caribe de Ingeniería Agrícola - CLIA e XLI Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola - CONBEA 2012. 2012. (Congresso).

? XIV Enejunesp - Encontro das Empresas Juniores da UNESP. 2010. (Encontro).

6ª Semana Agronômica. 2010. (Outra).

Oficina de Oratória Opline - XIV Encontro de empresas juniores da Unesp. 2010. (Oficina).

5ª Semana Agronômica. 2009. (Outra).

Custo e benefício no gerenciamento da cadeia de produção animal. 2009. (Seminário).

Perspectivas econômicas e técnicas da atividade agropecuária com adequação ambiental. 2009. (Seminário).

Seminário de Reprodução - Bubalinos e bovinos. 2009. (Seminário).

1 Seminário de Construções Rurais e Ambiência Aplicadas à Produção Animal. 2008. (Seminário).

1 Workshop sobre Plantio de Espécies Florestais com Fins Econômicos. 2008. (Outra).

4ª Semana Agronômica. 2008. (Outra).

Participação em bancas

Aluno: Mariana de Oliveira Mota

SILVA, I. J. O.;FERNANDES, D. P. B.; CASTRO JUNIOR, S. L.. Sistema de visão computacional como um método automático de avaliação da porosidade de ovos. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP.

Aluno: Mariana de Oliveira Mota

SILVA, I. J. O.;FERNANDES, D. P. B.; CASTRO JUNIOR, S. L.. Estágio Profissionalizante em Engenharia Agronômica - Atuação na empresa Smartbreeder S.A.. 2020.

Comissão julgadora das bancas

Kelly Botigeli Sevegnani

ROMANELLI, T. L.;SEVEGNANI, K.B.; ANGNES, G.; Duarte, S. N.. Sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos no Brasil. 2020. Tese (Doutorado em Engenharia de sistemas agrícolas) - USP.

Kelly Botigeli Sevegnani

Coelho, A. A. D.; Botrel, T. A.;SEVEGNANI, Kelly Botigeli. Enriquecimento ambiental para gaiolas convencionais de poedeiras em função de diferentes densidades de alojamento. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia de Sistemas Agrícolas) - Universidade de São Paulo.

Kelly Botigeli Sevegnani

MORI, C.;ALMEIDA, L. C. F.Sevegnani, Kelly B.; VARGAS, P. F.. Aspectos de qualidade interna e avaliação da preferência no consumo de ovos comercializados em diferentes municípios do Vale do Ribeira. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - UNESP - Campus Experimental de Registro.

Adibe Luiz Abdalla

SILVA, I. J. O.; DUARTE, S. N.;ABDALLA, A.L.. Avaliação ambiental de diferentes sistemas brasileiros de produção de ovos. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Sistemas Agrícolas) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Giovana Bertini

Sevegnani, K. B.;BERTINI, G.; ALMEIDA, L. C. F.. "Estudo da capacidade cognitiva de pintos utilizando teste de preferência". 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) - Unesp - Campus Experimental de Registro.

Luís Carlos Ferreira de Almeida

MORI, C.;ALMEIDA, L. C. F.; SEVEGNANI, K. B.. Aspectos da qualidade interna e avaliação da preferência no consumo de ovos comercializados em diferentes municípios do Vale do Ribeira. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Campus Experimental de Registro, Unesp.

Sergio Nascimento Duarte

ROMANELLI, T. L.; ABDALLA, A. L.; ANGNES, G.;DUARTE, S.N.. Sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos no Brasil.. 2020. Tese (Doutorado em Engenharia de Sistemas Agrícolas) - Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP.

Sergio Nascimento Duarte

SILVA, I. J. O.DUARTE, S. N.; ABDALLA, A. L.. Avaliação ambiental de diferentes sistemas brasileiros de produção de ovos.. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Sistemas Agrícolas) - Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP.

Foi orientado por

Cleusa Mori

Aspectos de qualidade interna e avaliação da preferência no consumo de ovos comercializados em diferentes municípios do Vale do Ribeira; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Agronômica) - UNESP Campus Experimental Registro; Orientador: Cleusa Móri;

Kelly Botigeli Sevegnani

Avaliação da capacidade termorregulatória de vacas leiteiras búfalas utilizando termografia de infravermelho; ; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - UNESP - Campus Experimental de Registro, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Kelly Botigeli Sevegnani;

Kelly Botigeli Sevegnani

Efeito da aspersão de água, do sombreamento e do banho de imersão na capacidade termorregulatória; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - UNESP - Campus Experimental de Registro, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Kelly Botigeli Sevegnani;

Kelly Botigeli Sevegnani

Estudo da capacidade cognitiva de pintos utilizando teste de preferência; ; 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Kelly Botigeli Sevegnani;

Kelly Botigeli Sevegnani

AValiação da capacidade termorregulatória de vacas búfalas leiteiras a partir de variáveis fisiológicas; ; 2012; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - UNESP - Campus Experimental de Registro; Orientador: Kelly Botigeli Sevegnani;

Kelly Botigeli Sevegnani

Efeito do sombreamento artificial na resposta termorregulatória e no ganho de peso de novilhos búfalos confinados; 2008; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - UNESP - Campus Experimental de Registro, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Kelly Botigeli Sevegnani;

Nelcio Antonio Tonizza de Carvalho

Efeito da aspersão de água, do sombreamento e do banho de imersão na capacidade termorregulatória e no ganho de peso de bubalinos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Campus Experimental de Registro/CERE/UNESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Nelcio Antonio Tonizza de Carvalho;

Leandro Jose Grava de Godoy

Coleção de fertilizantes e corretivos; 2009; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Campus Experimental de Registro-UNESP, Universidade Estadula Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Leandro José Grava de Godoy;

Thiago Libório Romanelli

Sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos no Brasil; 2020; Tese (Doutorado em PPG em Engenharia de Sistemas Agrícolas) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Thiago Libório Romanelli;

Produções bibliográficas

  • SEVEGNANI, K. B. ; GORLA, S. H. M. ; FERNANDES, D.P.B. ; SILVA, I.J.O. . Estudo da influência de fatores ambientais em variáveis fisiológicas de frangos de corte com redes neurais artificiais. Energia na Agricultura , v. 32, p. 148-152, 2017.

  • SEVEGNANI, K. B. ; FERNANDES, D. P. B. ; GORLA, S. H. M. . Evaluation of thermorregulatory capacity of dairy buffaloes using infrared thermography. Engenharia Agrícola (Online) , v. 36, p. 1-12, 2016.

  • NAZARENO, AÉRICA C. ; SILVA, IRAN J. O. DA ; FERNANDES, DANIELLE P. B. . Prediction of mean surface temperature of broiler chicks and load microclimate during transport. Engenharia Agrícola (Online) , v. 36, p. 593-603, 2016.

  • SOARES, N. M. ; TUCCI, E. C. ; FREITAS, E. R. ; FERNANDES, D. P. B. . Reduced productivity among confined laying hens infested by (Mironov, 2013). Poultry Science (Print) , v. 1, p. pev442, 2016.

  • FERNANDES, D.P.B. ; SILVA, I.J.O. ; NAZARENO, A.C. ; DONOFRE, A.C. . Farm Animalss Cognition and the Tests Used on Its Evaluation. Journal of Animal Behaviour and Biometeorology , v. 3, p. 9-19, 2015.

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; NAZARENO, A. C. ; DONOFRE, A.C. ; SEVEGNANI, K. B. . Reconhecimento de cores de objetos e de alimentos de cromaticidades opostas por pintos de corte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , v. 67, p. 873-881, 2015.

  • FERNANDES, D. P. B. ; MORI, C. ; NAZARENO, A. C. ; PIZZOLANTE, C. C. ; MORAES, J. E. . Qualidade interna de diferentes tipos de ovos comercializados durante o inverno e o verão. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , v. 67, p. 1159-1165, 2015.

  • NAZARENO, A.C. ; SILVA, I.J.O. ; FERNANDES, D.P.B. . Ambiência no Transporte de Equinos e os Efeitos nas Respostas ao Estresse. Journal of Animal Behaviour and Biometeorology , v. 3, p. 73-80, 2015.

  • SEVEGNANI, K. B. ; FERNANDES, D. P. B. ; GORLA, S. H. M. ; CARVALHO, N. A. T. . EFEITO DA ASPERSÃO DE ÁGUA, DO SOMBREAMENTO E DO BANHO DE IMERSÃO NA CAPACIDADE TERMORREGULATÓRIA E NO GANHO DE PESO DE BUBALINOS. Energia na Agricultura (UNESP. Botucatú. CD-Rom) , v. 28, p. 25, 2013.

  • FERNANDES, D. P. B. ; MORI, C. ; PIZZOLANTE, C. C. ; MORAES, J. E. . Aspectos de qualidade interna de ovos comercializados em diferentes municípios do Vale do Ribeira. Thesis (São Paulo. Online) , v. 1, p. 36-48, 2013.

  • NAZARENO, A.C. ; SILVA, I. J. O. ; FERNANDES, D.P.B. . Previsão da temperatura superficial média dos pintos de corte e do microclima no conteiner do caminhão. In: Ilda de Fátima Ferreira Tinôco; Marcos Oliveira de Paula; Cecília de Fátima Souza; Fernando da Costa Baêta. (Org.). Ambiência e engenharia na produção animal sustentável: Condições de climas quente e temperado. 1ed.Voçosa: Suprema, 2016, v. 1, p. 525-529.

  • DONOFRE, A.C. ; FERNANDES, D.P.B. ; FERREIRA, I. E. P. . O Teste de Campo Aberto como uma Ferramenta para Avaliar o Comportamento de Pintos de Corte Expostos a Diferentes Estímulos Sonoros. In: Ilda de Fátima Ferreira Tinôco; Marcos Oliveira de Paula; Cecília de Fátima Souza; Fernando da Costa Baêta. (Org.). Ambiência e engenharia na produção animal sustentável: Condições de climas quente e temperado. 1ed.Viçosa: Suprema, 2016, v. 1, p. 356-359.

  • DONOFRE, A.C. ; SILVA, I. J. O. ; FERNANDES, D. P. B. ; FERREIRA, I. E. P. . Reações de medo em pintos de corte expostos à diferentes estímulos sonoros. Novas tecnologias e inovações na engenharia. 1ed.: , 2016, v. , p. 1-.

  • FERNANDES, D.P.B. ; SILVA, I. J. O. ; ALMEIDA, L. C. F. ; NAZARENO, A.C. . Bem-estar animal: Análise da performance física e comportamental de galinhas poedeiras criadas em gaiolas convencionais em diferentes tipos de enriquecimento ambiental e densidades de alojamento. In: Ilda de Fátima Ferreira Tinôco; Marcos Oliveira de Paula; Cecília de Fátima Souza; Fernando da Costa Baêta. (Org.). Ambiência e engenharia na produção animal sustentável: Condições de climas quente e temperado. 1ed.Voçosa: Suprema, 2016, v. 1, p. 113-116.

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. . Bem-estar animal: Análise da performance física de galinhas poedeiras criadas em gaiolas convencionais em diferentes densidades e tipos de enriquecimento ambiental. Jubileu de Ouro da SBEA. 1ed.: SBEA, 2015, v. 1, p. 1-10.

  • CASTRO JUNIOR, S. L. ; NAZARENO, A. C. ; SILVA, I. J. O. ; FERNANDES, D. P. B. ; PRADELLA, L. O. . A computer vision system as a new approach for the evaluation of locomotive bones of broiler chickens. In: XIV Workshop de visão computacional, 2018, Ilhéus. Anais do XIV workshop de visão computacional. Ilhéus: UESC, 2018. p. 2-6.

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; ALMEIDA, L. C. F. . Diferentes tipos de densidades de animais em gaiolas e diferentes enriquecimentos ambientais influenciam o comportamento e a performance físcia de galinhas poedeiras?. In: VII - Congresso Brasileiro de Biometeorologia, Ambiência, Comportamento e Bem-estar Animal, 2017, Jaboticabal. VII - Congresso Brasileiro de Biometeorologia, Ambiência, Comportamento e Bem-estar Animal, 2017.

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; NAZARENO, A. C. ; DONOFRE, A. C. ; SEVEGNANI, K. B. . Objects and food color recognition by chicks. In: V Encontro Científico de Produção Animal Sustentável, 2014, Nova Odessa. Boletim de Indústria Animal, 2014. v. 71.

  • CASTRO JUNIOR, S. L. ; NAZARENO, A.C. ; SILVA, I. J. O. ; FERNANDES, D. P. B. ; PRADELLA, L. O. . A computer vision system as a new approach for the evaluation of locomotive bones of broiler chickens. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; ALMEIDA, L. C. F. . Diferentes tipos de densidade de animais em gaiolas e diferentes enriquecimentos ambientais influenciam o comportamento e a performance física de galinhas poedeiras?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; ALMEIDA, L. C. F. ; NAZARENO, AÉRICA C. . Bem-estar animal: Análise da performance física e comportamental de galinhas poedeiras criadas em gaiolas convencionais em diferentes tipos de enriquecimento ambiental e densidades de alojamento. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • DONOFRE, A.C. ; FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; FERREIRA, I. E. P. . O teste de campo aberto como uma ferramenta para avaliar o comportamento de pintos de corte expostos a diferentes estímulos sonoros. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • NAZARENO, A. C. ; SILVA, I. J. O. ; FERNANDES, D. P. B. . Previsão da temperatura superficial média dos pintos de corte e do microclima no conteiner do caminhão. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • FERNANDES, D.P.B. ; SILVA, I. J. O. . Bem-estar animal: Análise da performance física de galinhas poedeiras criadas em gaiolas convencionais em diferentes densidades e tipos de enriquecimento ambiental. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOARES, N. M. ; TUCCI, E. C. ; FREITAS, E. R. ; FERNANDES, D. P. B. . Qualidade de ovos produzidos por galinhas poedeiras comerciais e infestadas por Allopsoroptoides galli (MIRONOV, 2013). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FERNANDES, D. P. B. . Ambiência e Bem-estar na Avicultura de Postura. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • FERNANDES, D. P. B. ; SILVA, I. J. O. ; NAZARENO, A. C. ; DONOFRE, A. C. ; SEVEGNANI, K. B. . Objects and food color recognition by chicks. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • FERNANDES, D. P. B. ; MORI, C. ; PIZZOLANTE, C. C. . Aspectos de qualidade interna de ovos comercializados em diferentes municípios. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, S. A. ; FERNANDES, D. P. B. ; SEVEGNANI, K. B. ; Barduco, A.C. ; GORLA, S. H. M. . Avaliação da capacidade termorregulatória de búfalas leiteiras utilizando termografia de infravermelho. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FERNANDES, D. P. B. ; SEVEGNANI, K. B. ; GORLA, S. H. M. ; CARVALHO, N. A. T. . Comparação da temperatura média da pele de novilhas búfalas em três ambientes: sombra artificial, aspersão de água e lagoa de imersão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções

SOARES, N. M. ; TUCCI, E. C. ; FREITAS, E. R. ; FERNANDES, D. P. B. . Qualidade dos ovos produzidos por galinhas poedeiras confinadas e infestadas por Allopsoroptoides galli (MIRONOV, 2013). 2015. (Artigo técnico).

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Indicadores de sustentabilidade em granjas produtoras de ovos: aspectos econômico, ambiental e social, Descrição: Em função da magnitude da indústria produtora de ovos, questionamentos relacionados à sustentabilidade da cadeia surgiram no mundo. Assim, cada vez mais, as Organizações Não Governamentais (ONGs) e a população pressionam por alimentos que sejam produzidos dentro do conceito da sustentabilidade, com garantias que as empresas estejam ativamente envolvidas com seus clientes e comunidades. Por esta razão, é importante analisar a forma com que as organizações valoram o conceito de sustentabilidade e quais estratégias estão sendo desenvolvidas nos projetos nos aspectos econômico, ambiental e social. A fim de responder as exigências legais, da sociedade e dos stakeholders, as organizações têm buscado incorporar a sustentabilidade em seus planos e projetos e evidenciar em seus relatórios as questões inerentes a sustentabilidade. Nesse sentido, os autores afirmam que a gestão de projetos pode contribuir para a aplicabilidade da sustentabilidade no contexto empresarial por meio da adoção de projetos que envolvam sistemas de gestão ambiental e investimentos em procedimentos que reduzam os impactos socioambientais. No Brasil, a produção de ovos ainda é baseada, em sua maioria, no sistema convencional em que as aves são criadas em galpões abertos nas gaiolas em bateria. Esse sistema apresenta alto adensamento de aves, com a finalidade de aumentar a produtividade. Entretanto, as instalações são antigas e se encontram depreciadas, com baixo ou nenhum investimento do produtor, demandando mais mão-de-obra. Além disso, essas estruturas podem trazer diversos problemas quanto à eficiência produtiva das aves, a geração de resíduos e a otimização no uso de insumos. Assim, sistemas alternativos surgem na tentativa de minimizar tais impactos e de atender a um nicho de mercado que demanda alimentos produzidos de forma segura e consciente. Para verificar o progresso em direção à sustentabilidade desses sistemas produtivos quanto à gestão de atividades e o processo decisório, os indicadores de sustentabilidade podem ser uma importante ferramenta. Esses indicadores são utilizados com a finalidade de se conhecer uma situação existente, apoiar a tomada de decisão e apontar os caminhos a serem seguidos. Contribuem para planejar, comunicar, acompanhar, avaliar, comparar e melhorar o desempenho ao longo do tempo. Conforme aponta o mesmo autor, essa medida pode ajudar a avaliar a adequação da situação e a comparar sua evolução temporal. No Brasil, há carência de estudos que avaliem a produção de ovos nas três esferas consideradas no triple bottom line, ou seja, econômica, social e ambiental. Por esta razão, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo definir indicadores e avaliar a sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos, com a finalidade de adaptar ferramentas para avaliar a sustentabilidade dos sistemas de produção de ovos (convencional e free-range) na esfera econômica, social e ambiental e contribuir para a elaboração de relatórios relacionados à sustentabilidade por gestores associados ao sistema produtivo de ovos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Coordenador / Nadia Valerio Possignolo - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Sustentabilidade de diferentes sistemas de produção de ovos no Brasil, Descrição: Os sistemas brasileiros de produção de ovos apresentam habilidades diferenciadas quanto ao impacto ambiental que podem gerar aos recursos ecológicos. Com a finalidade de avaliar os impactos que cada sistema pode trazer para o meio ambiente, o objetivo da presente pesquisa foi caracterizar diferentes sistemas de produção de ovos quanto ao tipo, quantidade de insumos, energia consumida e aos potenciais impactos ambientais (potencial de aquecimento global, eutrofização e acidificação) decorrentes da atividade. O presente estudo caracterizou os principais sistemas de produção de ovos existentes no Brasil, sendo os convencionais (C1: galpões abertos; e C2: fechados) e alternativo (FR: free-range), tendo como base o seu fluxo de material por quilo de ovo. Estabeleceu-se como limite de avaliação, desde os insumos utilizados e a infraestrutura empregada até a produção dos ovos. A partir do fluxo de material de cada um dos sistemas considerados, foi possível estimar o seu desempenho ambiental por meio de indicadores como: o fluxo de energia, o potencial de acidificação, eutrofização e aquecimento global. Ainda foram avaliadas as condições físicas das poedeiras para cada um dos sistemas estudados aplicando o protocolo de bem-estar animal Welfare Quality.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Coordenador / Thiago Liborio Romanelli - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Uso de técnicas da biomecânica para avaliar o efeito do enriquecimento ambiental na estrutura óssea e bem-estar de frangos de corte em diferentes idades, Descrição: Na índustria de produção de carne de frango, diversos problemas locomotores acometem essas aves, sendo a principal causa, a dificuldade de sustentação do seu peso corporal, consequência das modificações genéticas que proporcionou o desenvolvimento mais rápido e maior dos músculos do peito em detrimento dos músculos e ossos da perna dos frangos de corte. Por essa razão, a inserção de enriquecimento ambiental no sistema de criação pode estimular a prática de exercícios e o fortalecimento ósseo dessas aves. Uma das formas de avaliar o desenvolvimento ósseo é por meio do uso de técnicas da biomecânica, considerada padrão para avaliação da resistência dos materiais biológicos. Assim, o objetivo deste estudo será será avaliar por meio de técnicas da biomecânica, o aparelho locomotor de frangos de corte criados com diferentes tipos de enriquecimento ambiental ao longo do seu ciclo de produção. O experimento será realizado no Brasil, nas dependências da Escola Superior de Agricultura ?Luiz de Queiroz?. As aves serão recebidas com 1 dia de idade e permanecerão até 42 dias em um galpão convencional com densidade de 12 aves/m2. O delineamento experimental será inteiramente casualizado com parcelas subdivididas em 5 tratamentos principais (parcelas), sendo eles: barreiras de madeira (T1), rampa com poleiros (T2), poleiro (T3), piso de borracha (T4) e sem enriquecimento ambiental (T5). Os tratamentos secundários (subparcelas) corresponderão às idades das aves, e serão separadas em 7 períodos, ou seja, 1, 7, 14, 21, 28, 35 e 42 dias de idade. Serão 4 repetições por tratamento, sendo cada box uma repetição e utilizadas 2 aves como unidades experimentais por repetição. Por meio das técnicas da biomecânica, serão coletadas informações sobre a área da secção transversal (cm), força máxima (N), resistência à flexão (mPa); tenacidade à flexão (kJ/m) e momento de inércia (x-10-10). Ainda, será verificado o nível de discondroplasia tibial, o ganho de peso (g), consumo de ração (g), conversão alimentar (kg/kg), a viabilidade do lote (%) e aferida a integridade física da ave por meio da verificação da limpeza das penas, claudicação, queimaduras no jarrete, dermatite nos pés, e ainda, verificada a qualidade da cama. Para verificar a interação do animal com o meio ambiente, serão feitas observações comportamentais utilizando o método de varredura.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / Iran José Oliveira da Silva - Coordenador.

  • 2013 - 2016

    Enriquecimento ambiental para gaiolas convencionais de poedeiras em função de diferentes densidades de alojamento, Descrição: Um dos grandes problemas relacionados ao bem-estar de galinhas poedeiras se deve a criação das mesmas em gaiolas convencionais, visto que estas limitam a movimentação e a expressão do seu comportamento natural implicando também em problemas ósseos, nos pés, devido à ausência de enriquecimento ambiental e pequeno espaço. Com o intuito de melhorar as condições de vida das galinhas poedeiras, a União Européia criou algumas normas (diretiva 1999/74/CE) que exigem o aumento do tamanho de área por galinha, a existência de poleiro, de comedouro, de ninho, de cama, de área para desgaste de unhas nas gaiolas, entre outros. Assim, a atenção tem sido voltada para os tipos de sistemas alternativos de criação com o intuito de se eliminar as gaiolas convencionais como sistema de alojamento dessas aves. Entretanto, esta exigência está vinculada por enquanto aos países da União Européia, bem como a alguns estados dos EUA e Canadá. Porém, acredita-se que com a pressão econômica, política, de algumas ONG?S e dos consumidores, cada vez maior, a utilização de sistemas alternativos de criação será exigida no mundo todo. Paralelamente, devido ao custo para se adequar a esses sistemas, o Brasil deve enfrentar um período de adaptação, como o enriquecimento ambiental de gaiolas convencionais com materiais alternativos, além de modificações na densidade das aves, que surgem como alternativa para melhorar o bem-estar destes animais. Como forma de verificar a eficiência do enriquecimento ambiental combinado com diferentes densidades de aves em gaiolas convencionais, serão realizadas avaliações físicas do animal, físicas do produto, de produtividade e de fatores comportamentais de galinhas poedeiras. Desta forma, o objetivo do presente trabalho será avaliar o efeito do uso de enriquecimento ambiental no sistema de produção e no bem-estar de poedeiras.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / Iran José Oliveira da Silva - Coordenador.

  • 2013 - 2013

    Reconhecimento de cores de objetos e alimentos de cromaticidades opostas por pintos, Descrição: O estudo das habilidades cognitivas de pintos de corte recém nascidos utilizando diferentes cores de objetos e de alimentos, permite verificar o nível de percepção do animal em relação ao ambiente em que ele se encontra, bem como compreender a sua capacidade de retenção de memória e aprendizado, o que contribuí para o reconhecimento dos objetos que estão a sua volta. Com a finalidade de estudar as habilidades cognitivas dessas aves, esse estudo objetiva avaliar por meio de testes de preferência, a capacidade de percepção de pintos de corte no reconhecimento de objetos e alimentos de diferentes cores. A pesquisa será realizada no Brasil e consistirá no condicionamento de 60 pintos de um dia sexados, sendo 30 pintos machos e 30 pintos fêmeas durante três dias com esferas azuis e alimento vermelho, cores escolhidas por terem cromaticidades opostas. Após a fase de condicionamento, será realizado um teste de preferência, no qual os animais serão colocados individualmente no centro de uma arena de teste com quatro opções, sendo elas: alimento vermelho; alimento azul; esferas vermelhas; esferas azuis. Serão registrados: o período de latência para a primeira bicada; o número de bicadas; a quantidade de bicadas sequenciais em cada tipo de objeto ou alimento; o tempo total da ave em cada compartimento ocupado e o primeiro compartimento ocupado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / SILVA, I.J.O. - Coordenador.

  • 2012 - 2013

    Avaliação da capacidade termorregulatória de vacas leiteiras búfalas utilizando termografia de infravermelho, Descrição: As características climáticas do Vale do Ribeira, sobretudo nos meses mais quentes do ano, fazem com que as condições de conforto térmico para a criação animal em geral e em particular para os bubalinos fiquem prejudicadas. Os estudos de conforto térmico podem otimizar a produção e gerar uma maior renda aos pequenos produtores da região com mudanças simples no manejo. Por conseguinte, somente a pesquisa científica, aliada à experiência prática dos criadores poderão fornecer um protocolo de manejo adequado à bubalinocultura. Desta forma, o objetivo deste trabalho será avaliar a resposta termorregulatória de vacas bubalinas leiteiras em três ambientes: pasto, sala pré-ordenha (sala de espera) e ambiente pós-ordenha. O experimento será executado na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD) do Pólo Regional de Desenvolvimento dos Agronegócios do Vale do Ribeira (APTA). O delineamento experimental será inteiramente casualizado em parcelas subdivididas. Serão utilizadas 15 vacas bubalinas contemporâneas da raça Murrah, a pasto, e serão coletadas variáveis fisiológicas como freqüência respiratória, temperatura média da pele através de termômetro de infravermelho e imagens termográficas, produção de leite, e variáveis ambientais como temperatura de globo negro, temperatura de bulbo seco e bulbo úmido, e velocidade do ar.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / kelly botigeli sevegnani - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Aspectos de qualidade interna de ovos comercializados e avaliação da preferência no consumo de ovos em diferentes municípios do Vale do Ribeira, Descrição: Ovos são alimentos perecíveis que se deterioram em condições adversas. Desta forma, necessitam de armazenamento e manuseio adequado, para que sejam adquiridos com qualidade pelo consumidor e que este aproveite o máximo potencial nutritivo e funcional deste produto alimentício. O armazenamento inadequado juntamente com a falta de conhecimento da população em relação aos atributos nutricionais dos ovos prejudica a comercialização deste produto. Desta forma, com o intuito de verificar as possíveis causas que prejudicam a sua comercialização, o objetivo do presente trabalho será avaliar a qualidade interna e a preferência no consumo dos ovos comercializados na região do Vale do Ribeira.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / Cleusa Móri - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    Efeito da aspersão de água, do sombreamento e do banho de imersão na capacidade termorregulatória e no ganho de peso de bubalinos., Descrição: As características climáticas do Vale do Ribeira contribuem para que as condições de conforto térmico para a criação de bubalinos fiquem prejudicadas, principalmente nas estações mais quentes do ano. Os estudos de conforto térmico podem otimizar a produção e gerar uma maior renda aos pequenos produtores da região com mudanças simples no manejo. A bubalinocultura de corte é uma atividade que tem conquistado cada vez mais espaço na pecuária de corte brasileira, principalmente em função de sua boa adaptabilidade ao trópico e as mais diversas condições de manejo e alimentação. O estudo da interferência das variáveis ambientais na fisiologia dos búfalos é fundamental para aumentar a produção. Diferentemente dos bovinos, os búfalos não sofreram tanto melhoramento genético e a melhoria na sua produção está relacionada diretamente com melhorias do meio em que vivem como nutrição, manejo e aclimatação. Ainda há uma grande lacuna a ser preenchida em estudos com bubalinos. Há uma tendência em se aplicar o mesmo tratamento dado aos bovinos aos bubalinos, o que demonstra a falta de conhecimento a respeito desses animais, visto que são pertencentes à outra espécie, devendo receber outro tipo de manejo e cuidados. Somente a pesquisa científica, aliada à experiência prática dos criadores poderão fornecer um protocolo de manejo adequado à bubalinocultura. Dentro do manejo, a pesquisa na área de ambiência pode contribuir para o aumento da produção de carne e leite. Assim, este projeto objetiva estudar a capacidade termorregulatória de bubalinos novilhos com acesso à sombra, água de imersão e aspersão de água, além de um grupo controle sob o sol direto. Serão utilizados quatro animais por tratamento, sendo avaliado o ganho de peso e a resposta termorregulatória a partir da coleta de variáveis ambientais (pressão atmosférica, temperatura de bulbo seco, umidade relativa e temperatura de globo negro), além de variáveis fisiológicas (temperatura média da pele, freqüência respiratória e ganho de peso).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danielle Priscila Bueno Fernandes - Integrante / kelly botigeli sevegnani - Integrante / nelcio antonio tonizza de carvalho - Coordenador.

Prêmios

2013

Melhor Trabalho de Graduação do Curso de Agronomia, UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio De Mesquita Filho".

2013

Prêmio Paulo Meinberg para o trabalho "Aspectos de qualidade interna de ovos comercializados em diferentes municípios do Vale do Ribeira, Faculdade Cantareira.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Fundação Bradesco. , R. Dr. Choichi Ono, 1000, Vila Sao Francisco, 11900000 - Registro, SP - Brasil, Telefone: (13) 38211702

Experiência profissional

2017 - 2017

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 6

Outras informações:
Estágio de monitoria da disciplina de "Construções Rurais e Desenho Técnico" vinculado ao Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE)

2017 - 2017

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Ministrante de disciplina, Carga horária: 12

Outras informações:
Ministrante da Atividade de Programa de Atualização (TREINA NUPEA) - Fase I e II, referente a disciplina "Ambiência, Bem-estar Animal e Zootecnia de Precisão

2013 - 2013

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP

Vínculo: Estágio obrigatório, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Outras informações:
Desenvolvimento do projeto de pesquisa "Reconhecimento de cores de objetos e alimentos de cromaticidades opostas por pintos"

2009 - 2009

Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio em Bubalinocultura e Forragicultura, Carga horária: 20

2020 - 2020

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professora da disciplina de Desenho Técnico Cursos: Engenharia Agronômica e Engenharia de Pesca

2012 - 2013

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: BOLSISTA FAPESP, Carga horária: 8

Outras informações:
Título do trabalho de iniciação: Avaliação da capacidade termorregulatória de vacas leiteiras búfalas utilizando termografia de infravermelho.

2010 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora de Química Inorgânica, Carga horária: 2

2009 - 2010

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: BOLSISTA FAPESP, Carga horária: 8

Outras informações:
Título do trabalho: Efeito da aspersão de água, do sombreamento e do banho de imersão na capacidade termorregulatória e no ganho de peso de bubalinos

2009 - 2009

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágiária na área de ciências do solo, Carga horária: 8

2008 - 2008

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista - bolsa PAE, Enquadramento Funcional: Bolsista PAE (Programa de Auxílio ao Estudant, Carga horária: 10

Outras informações:
Bolsista PAE (Programa de Apoio ao Estudante) no 2° semestre de 2008, modalidade Iniciação Científica.

Atividades

  • 09/2009 - 08/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Experimental de Registro.,Cargo ou função, Suplente do conselho de ensino de graduação em agronomia.

  • 09/2009 - 08/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Experimental de Registro.,Cargo ou função, Titular do conselho do curso de graduação em Agronomia.

2020 - 2020

Instituto Federal Catarinense, IF-Catarinense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 20

Outras informações:
Professora das disciplinas de Agroindústria, Avicultura e Introdução à Zootecnia

2021 - Atual

fundação bradesco

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de Agronegócio Tecnológico, Carga horária: 15