Henrique Provinzano Amaral

Doutorando em Letras Estrangeiras e Tradução pela Universidade de São Paulo, com projeto de pesquisa voltado para a tradução do livro de ensaios Poétique de la Relation, do martinicano Édouard Glissant. Mestre (2019) pela mesma universidade, com a dissertação Praia negra, praia ardente: uma leitura do oral em Poétique de la Relation, de Édouard Glissant. Em 2015, graduou-se em Letras (Português e Francês), também pela USP. Entre 2013 e 2017, foi editor da Cisma - Revista de Crítica Literária e Tradução. É tradutor, tendo vertido para o português textos literários originalmente escritos em francês e crioulo haitiano, com destaque para a tradução e organização do volume Estilhaços: antologia de poesia haitiana contemporânea (2020) e da miniantologia Jan Mapou Jan (2019), ambas pelo Selo Demônio Negro. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literaturas de Expressão Francesa, Tradução Literária e Poesia Contemporânea Brasileira. E-mail: amaralhenriquep@gmail.com ou henrique.provinzano.amaral@usp.br

Informações coletadas do Lattes em 30/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em LETRAS (EST. LING., LITERÁRIOS E TRADUTOLÓGICOS EM FRANCÊS)

2020 - Atual

Universidade de São Paulo
Título: Uma poética da Relação tradutória a partir de Poétique de la Relation, de Édouard Glissant,
Orientador: Álvaro Silveira Faleiros

Mestrado em LETRAS (EST. LING., LITERÁRIOS E TRADUTOLÓGICOS EM FRANCÊS)

2017 - 2019

Universidade de São Paulo
Título: Praia negra, praia ardente: uma leitura do oral em Poétique de la Relation, de Édouard Glissant,Ano de Obtenção: 2019
Verónica Galíndez.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Édouard Glissant; oral; oralidade; Poétique de la Relation.Grande área: Lingüística, Letras e Artes

Graduação em Letras

2011 - 2015

Universidade de São Paulo

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

Liceu Albert Sabin - Ribeirão Preto (SP)

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Caminhar...Identificar...Propor...3 passos para intervir no espaço público. (Carga horária: 12h). , Madalena Centro de Estudos da Imagem, CEI, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em Alemão no Campus - Básico 2. (Carga horária: 45h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Alemão no Campus - Básico 1. (Carga horária: 45h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2012 - 2012

Machado de Assis - Romance. (Carga horária: 8h). , Espaço Revista Cult, ERC, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Crioulo

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Tradução Literária.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

AMARAL, H. P. . Jornada do Grupo de Estudos Tradução em Relação. 2019. (Outro).

AMARAL, H. P. . Claro enigma: labirintos da linguagem. 2014. (Congresso).

AMARAL, H. P. . 60º Seminário do GEL (Grupo de Estudos Linguísticos). 2012. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

IV Seminário de Literaturas Francófonas da UERJ.Praia negra, praia ardente: uma leitura do oral em Poétique de la Relation, de Édouard Glissant. 2019. (Seminário).

Jornada do Grupo de Estudos Tradução em Relação.Tradução como Relação: em torno do pensamento tradutório de Glissant. 2019. (Seminário).

XI Encontro de Pesquisas do Francês.Lendo o oral em "Poétique de la Relation", de Édouard Glissant. 2019. (Encontro).

XIXème Journée de Formation et IIIème Rencontres en Français.Plage noire, plage ardente: une lecture de l'oral dans Poétique de la Relation, d'Édouard Glissant. 2019. (Encontro).

FLIMA 2018 - Festa Literária Internacional da Mantiqueira.Língua (de) viagem: tradução-arte & poesia de vário tempo e lugar. 2018. (Outra).

III Seminário de Literaturas Francófonas da UERJ.A encenação do oral em dois ensaios de "Poétique de la Relation", de Édouard Glissant. 2018. (Seminário).

X Encontro de Pesquisas do Francês.Praia negra, praia ardente: a encenação do oral em dois ensaios de Poétique de la Relation, de Édouard Glissant. 2018. (Encontro).

IX Encontro de Pesquisas do Francês."A praia negra": o oral em duas traduções de Poétique de la Relation, de Édouard Glissant. 2017. (Encontro).

XIII Congresso Internacional da Associação de Pesquisadores em Crítica Genética. Traduções em português de "Poétique de la Relation", de Édouard Glissant: duas estratégias em circulação. 2017. (Congresso).

Claro enigma: labirintos da linguagem.Reverberações da trajetória poética de Ferreira Gullar: em alguma parte alguma. 2014. (Simpósio).

SIICUSP.Reverberações da trajetória poética de Ferreira Gullar: em alguma parte alguma. 2013. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Annita Costa Malufe

MALUFE, A. C.; GALINDEZ, V.; FALEIROS, A.; ZULAR, R.. Praia negra, praia ardente: uma leitura do oral em Poétique de la relation, de Édouard Glissant. 2019. Dissertação (Mestrado em LETRAS (EST. LING., LITERÁRIOS E TRADUTOLÓGICOS EM FRANCÊS)) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Fábio Rigatto de Souza Andrade

'Em alguma parte alguma; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Letras) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fábio Rigatto de Souza Andrade;

Verónica Galíndez-Jorge

O oral nos ensaios de Édouard Glissant; Uma proposta de traudção para Poétique de la relation; ; 2017; Dissertação (Mestrado em Estudos linguísticos, literários e tradutológicos) - FFLCH-USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Verónica Galíndez;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AMARAL, H. P. . La valise de l'écrivain: variations sur le thème de la lecture dans 'L'énigme du retour', de Dany Laferrière. REVISTA CRIAÇÃO & CRÍTICA , v. 22, p. 102-118, 2018.

  • AMARAL, H. P. . Resenha de 'O caminho poético de Santiago: lírica galego-portuguesa'. AGALIA (A CORUNHA) , v. 112, p. 158-160, 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

AMARAL, H. P. . Fascículos #5 Cisma. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Uma poética da Relação tradutória a partir de Poétique de la Relation, de Édouard Glissant, Descrição: Este projeto propõe a (re)tradução de passagens selecionadas do livro de ensaios Poétique de la Relation, de Édouard Glissant (1990), a partir de dois eixos principais: de um lado, a discussão teórica em torno da noçao de Relação, presente em várias obras ensaísticas desse autor, bem como suas reflexões acercas do tema da tradução; de outro, um conjunto de autores e temas ligados aos Estudos da Tradução, especialmente a partir de Cardozo (2013, 2014, 2019), Berman (1984, 1999, 2007), Meschonnic (2010) e Ricoeur (2004). Assim, mediante certas confrontações advindas desse entrelaçar de perspectivas e teorias, buscamos produzir um modo de traduzir aquele livro, isto é, uma poética da Relação tradutória capaz de informar uma proposta de reescrita de um recorte dessa obra glissantiana em português brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique Provinzano Amaral - Coordenador.

  • 2017 - 2019

    Praia negra, praia ardente: uma leitura do oral em Poétique de la Relation, de Édouard Glissant, Descrição: Este trabalho focaliza a obra do pensador e escritor martinicano Édouard Glissant (1928-2011) intitulada Poétique de la Relation (Poética da Relação) e, em especial, os ensaios ?La plage noire? (?A praia negra?) e ?La plage ardente? (?A praia ardente?), situados nas regiões medial e final do volume. Busca, assim, discutir e apresentar o que se pode exprimir como sendo, em relação a esse corpus, uma leitura do oral ? isto é, um exercício crítico de descrição, análise e interpretação da oralidade que caracteriza esse conjunto específico de textos escritos. Dividido em três seções denominadas aproximações, o texto pretende se acercar de algumas das dimensões que constituem, simultaneamente, uma problemática tão complexa: o modo como as questões em torno do oral são tratadas pela fortuna crítica dedicada às literaturas antilhanas de língua francesa, em geral, e à obra de Glissant, em específico; a maneira como as noções de oral e de oralidade são comumente entendidas e enunciadas no interior da obra glissantiana, sobretudo em sua vertente ensaística; o exame de algumas das teorizações mais influentes acerca da oralidade e do oral no âmbito dos estudos linguísticos e literários de matriz europeia ? a exemplo de certas ideias de Paul Zumthor e Henri Meschonnic. Por fim, na Terceira aproximação, propõe-se uma (re)tradução anotada dos dois ensaios mencionados, bem como uma série de comentários acerca do processo tradutório e das dificuldades dele advindas. Dessa forma, ao se aproximar de vieses distintos de um mesmo e multifacetado problema crítico, este trabalho conclui que, em linhas gerais, o oral presente naquela obra não apresenta uma natureza única, totalizadora ou elucidativa; mas, contrariamente, parece atualizar o caráter aberto, ambíguo e, no limite, sempre em devir que Glissant reivindica para seu ideal de Relação ? por exemplo, mediante a noção de opacité (?opacidade?), constitutiva de Poétique de la Relation (1990, p. 203).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique Provinzano Amaral - Integrante / Verónica Galíndez - Coordenador.

  • 2012 - 2013

    Reverberações da trajetória poética de Ferreira Gullar: em alguma parte alguma, Descrição: O projeto buscou analisar de que modo, no último livro de poemas de Ferreira Gullar ("Em alguma parte alguma", 2010), reverberam e se consolidam alguns elementos e relações presentes em sua trajetória poética. Para tanto, valendo-se da bibliografia crítica do e sobre o poeta maranhense, buscou-se traçar algumas linhas de força de sua produção, tais como: as relações entre poética e política, o viés memorialístico e o poema enquanto texto crítico. O método de trabalho privilegiou a leitura cerrada dos textos, passando pelas etapas de descrição, análise e interpretação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Henrique Provinzano Amaral - Integrante / Fábio Rigatto de Souza Andrade - Coordenador., Financiador(es): Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - 2013

Universidade de São Paulo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: