Jackueliny de Oliveira Costa

Médica Veterinária graduada pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, mestranda pela Universidade Federal da Bahia no programa de Pós-Graduação em Ciência Animal nos Trópicos.

Informações coletadas do Lattes em 30/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Ciência Animal Nos Trópicos

2018 - Atual

Universidade Federal da Bahia
Título: Resposta imune humoral contra Corynebacterium pseudotuberculosis em cabras repetidoras de estro e correlação com níveis de hormônios sexuais.,Orientador: Ricardo Wagner Dias Portela
Coorientador: Ana Karina da Silva Cavalcante. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Medicina Veterinária

2012 - 2018

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Título: Vírus da Imunodeficiência Felina: Relato de caso
Orientador: Flávia Santin
Bolsista do(a): Programa de Permanência Qualificada, PPQ, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2004 - 2006

Colegio Limite

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

Extensão universitária em Ações de Manutenção e guarda de animais silvestres resgatados. (Carga horária: 20h). , NÚCLEO DE DEFESA DO RIO PARAGUAÇU, NURP, Brasil.

2012 - 2012

Inseminação Artificial em Bovinos. (Carga horária: 40h). , Fundação Bradesco, FB, Brasil.

2012 - 2012

Bovinocultura de Leite. (Carga horária: 52h). , Fundação Bradesco, FB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SANTIN, F. ; BELLI, L. ; COSTA, J. O. . I curso teórico e prático de odontologia veterinária. 2017. (Outro).

COSTA, J. O. . Eletrocardiograma e cálculo de doses: Utilização na rotina clínica. 2017. (Outro).

COSTA, J. O. . Saúde mental na universidade - Precisamos falar sobre isso!. 2017. (Outro).

COSTA, J. O. . Interpretação de Leucograma e Causas e tratamentos de tumores em pequenos animais. 2017. (Outro).

COSTA, J. O. . Oftalmologia na rotina clínica. 2017. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Mostra Científica do Hospital Universitário de Medicina Veterinária da UFRB. Soroprevalência de Corynebacterium pseudotuberculosis em três diferentes propriedades estudadas no interior da Bahia. 2019. (Exposição).

I Mostra Científica do Hospital Universitário de Medicina Veterinária da UFRB. Proposta de protocolo curto de IATF para induzir estro e ovulação em cabras em anestro. 2019. (Exposição).

REUNIÃO ESTENDIDA E AUTOAVALIAÇÃO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO. 2019. (Outra).

I Fórum de Animais Selvagens do Estado da Bahia. 2018. (Outra).

LXIII Seminário Baiano de Responsabilidade Técnica. 2018. (Seminário).

V Seminário Baiano de Responsabilidade Técnica - Módulo Avançado em Produtos de Origem Animal. 2018. (Seminário).

Grupo de Extensão em Pequenos Animais - GEPEPA.Hemangiossarcoma e Hemangioma em Cães. 2017. (Seminário).

IV Reconcitec. 2017. (Congresso).

41 Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. 2014. (Congresso).

41 Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. Resgate na cultura da araruta na melhoria do bem estar e renda de produtores rurais.. 2014. (Congresso).

41 Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. Efeito da suplementação com araruta (Maranta arundinacea) e da temperatura sobre a eclodibilidade de poedeiras.. 2014. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Natalie Ferreira Borges

SANTIN, F.; CAVALCANTE, A. K. S.;BORGES, Natalie Ferreira. VIRUS DA IMUNODEFICIENCIA FELINA: RELATO DE CASO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Ana Karina da Silva Cavalcante

CAVALCANTE, A. K. S.SANTIN, F.; LEITE, N. B.. Avaliação do Relatório do Estágio Supervisionado - Jackueliny. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Ana Karina da Silva Cavalcante

SANTIN, F.CAVALCANTE, A. K. S.; LEITE, N. B.. Vírus da Imunodeficiência Felina: relato de caso. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Débora Passos Hinojosa Schaffer

Estágio Curricular Obrigatório - Setor Anestesiologia Veterinária; 2017; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Orientador: Débora Passos Hinojosa Schaffer;

Ana Karina da Silva Cavalcante

Co-orientação de dissertação de mestrado: Titulação de anticorpos para Corynebacterium pseudotuberculosis em cabras repetidoras de estro; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Ciência Animal Nos Trópicos) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; (Coorientador);

Ana Karina da Silva Cavalcante

Relatório de Estágio Supervisionado; 2018; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA/Pró-Reitoria de Políticas Afirma; Orientador: Ana Karina da Silva Cavalcante;

Ana Karina da Silva Cavalcante

VACINA LIOFILIZADA CONTRA LINFADENITE CASEOSA COMO FORMA DE PREVENÇÃO E REDUÇÃO DOS PREJUÍZOS PRODUTIVOS E REPRODUTIVOS DA CAPRINOCULTURA; 2016; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA/Pró-Reitoria de Políticas Afirma; Orientador: Ana Karina da Silva Cavalcante;

Ana Karina da Silva Cavalcante

Alterações no Leite e Colostro de cabras que receberam Vacina Liofilizada contra Linfadenite Caseosa durante a gestação; 2015; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA/Pró-Reitoria de Políticas Afirma; Orientador: Ana Karina da Silva Cavalcante;

Ana Karina da Silva Cavalcante

Vacina liofilizada contra linfadenite caseosa como forma de prevenção e redução prejuízos produtivos e reprodutivos da caprinocutura; 2012; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA/Pró-Reitoria de Políticas Afirma; Orientador: Ana Karina da Silva Cavalcante;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Resposta imune humoral contra Corynebacterium pseudotuberculosis em cabras repetidoras de estro, correlacionada à níveis de progesterona e desenvolvimento de corpo lúteo, Descrição: A Linfadenite Caseosa (LC) é uma doença de caráter crônico, caracterizada pela presença de abcessos nos linfonodos e órgãos de animais de produção, e tem como agente etiológico a Corynebacterium pseudotuberculosis. É uma enfermidade de alta morbidade, pois se dissemina pelo rebanho facilmente, bastando apenas a presença de um animal infectado para contaminar o ambiente. As principais medidas de controle são a vacinação e o isolamento dos animais infectados. Como consequência dessa patologia, observa-se redução da produção e danos reprodutivos nos animais. A partir dessas informações pretende-se avaliar a resposta imune humoral contra Corynebacterium pseudotuberculosis em cabras repetidoras de estro, por meio da técnica do ELISA Indireto em 40 fêmeas caprinas, entre jovens e adultas, em idade reprodutiva, divididas em 4 grupos (positivas e negativas para LC, com seus respectivos grupos de controle) com 10 animais cada. As fêmeas foram submetidas ao controle farmacológico através de protocolo hormonal para indução de ovulação, e em seguida passaram por monta controlada. Após a monta são realizadas avaliações de corpo lúteo através de exames ultrassonográficos, e coletas de sangue para realização do ELISA e obtenção das dosagens de progesterona. Espera-se encontrar correlação positiva entre a produção de anticorpos específicos para moléculas secretadas pela bactéria e a falha reprodutiva; e correlação negativa entre os títulos e os níveis hormonais, bem como gerar subsídios técnicos para discutir os impactos econômicos da Linfadeninte Caseosa, não apenas pelas consequências dos efeitos sistêmicos, mas também, demonstrar que o C. pseudotuberculosis tem ação direta sobre os órgãos reprodutivos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Jackeline de Oliveira Costa - Coordenador / Ana Karina da Silva Cavalcante - Integrante / Ricardo Wagner Dias Portela - Integrante / Laura Nicole Filipin da Costa - Integrante / Catarina Nunes Bittencourt - Integrante.

  • 2016 - 2018

    Proposta de plano manejo de caprinos em uma fazenda experimental no Recôncavo Baiano com ênfase no bem-estar animal (registro no CCAAB 23007.030474/2016-97), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Karina da Silva Cavalcante em 11/06/2018., Descrição: O manejo de animais com foco no bem-estar animal vem sendo cada vez mais valorizado pelos mercados consumidores e tem demonstrado proporcionar ganhos financeiros devido a aumento de produtividade. Objetiva-se com este trabalho propor um plano de manejo de caprinos com foco no bem-estar animal de uma Fazenda Experimental no Recôncavo Baiano. Serão observados 91 caprinos das raças Anglo Nubiano e mestiços de uma Fazenda Experimental localizada no Recôncavo Baiano. Destes, 67 são fêmeas e 24 machos. O manejo dos animais será realizado no período de um ano durante as diferentes fases de produção: estação de monta, pré-parto, parto, pós-parto, nascimento, do nascimento ao desmame, cria e engorda dos animais; será também observado o manejo durante os procedimentos de transporte, ordenha, vacinação, vermifugação, descorna, dentre outros relacionados à sanidade animal. Ao final do período de observação será elaborado um Boletim técnico com o plano de manejo adequado para a fazenda experimental conduzir sua rotina dentro dos parâmetros de bem-estar animal. Espera-se que este trabalho possa favorecer a aplicação das técnicas de manejo gentil por meio da utilização do Boletim Técnico sobre o Manejo de Caprinos por todos os elos da cadeia produtiva da caprinocultura.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Jackeline de Oliveira Costa - Integrante / Ana Karina da Silva Cavalcante - Coordenador / Ana Paula Portela Gomes Vivas - Integrante / Carlos Eduardo Crispim de Oliveira Ramos - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Influência do número de visitantes no comportamento dos grandes felinos no Zoológico de Salvador - Bahia, Descrição: Realização de observações registradas em etogramas comportamentais para avaliação do comportamento dos animais na presença dos visitantes do zoológico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Jackeline de Oliveira Costa - Integrante / Maria Vanderly Adréa - Coordenador / Evani Souza de Oliveira Strada - Integrante.

  • 2012 - 2017

    VACINA LIOFILIZADA CONTRA LINFADENITE CASEOSA COMO FORMA DE PREVENÇÃO E REDUÇÃO PREJUÍZOS PRODUTIVOS E REPRODUTIVOS DA CAPRINOCULTURA (n. de registro no CCAAB 23007.002419/2012-83), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Karina da Silva Cavalcante em 11/06/2018., Descrição: A Linfadenite Caseosa é uma doença infecto-contagiosa crônica que acomete os caprinos e os ovinos, sendo causada pela bactéria Corynebacterium pseudotuberculosis. Caracteriza-se pela presença de abscessos nos linfonodos superficiais uni e bilateral, podendo também ser encontrados nos órgãos e/ou linfonodos internos (ALVES; PINHEIRO, 2000). Tem grande importância econômica, pois resulta na redução no ganho de peso, eficiência reprodutiva e produção de lã e leite bem como da condenação de carcaças e desvalorização de couros (AIELLO; MAYS, 2001; MARIN et al., 2008). Espera-se encontrar a melhor dose e intervalo vacinal para eficiente imunização contra o Linfadenite caseosa. O que será um grande avanço na caprino-ovinocultura, pois reduzirá gradualmente os danos produtivos, econômicos e sanitários causados por esta doença. Os experimentos com as vacinas liofilizadas realizados até o momento apresentaram resultados satisfatórios. Ao mesmo tempo é uma tecnologia que permitirá a utilização da vacina de forma mais segura em relação ao manejo e conservação. Com os resultados obtidos neste projeto, espera-se que o uso de vacinas contra a Linfadenite caseosa possa ser amplamente divulgado o que reduzirá em muito os prejuízos causados por esta doença. Aumentar a eficiência reprodutiva de fêmeas com a prevenção efetiva da Linfadenite caseosa através da vacinação. Aumentar a renda dos produtores no sentido do aproveitamento do animal como um todo após o abate, melhor rendimento de carcaça, aproveitamento total do couro, o que irá proporcionar uma melhor qualidade de vida para as pessoas envolvidas direta ou indiretamente com a atividade. N do Processo de registro no CCAAB: 23007.002419/2012-83.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Jackeline de Oliveira Costa - Integrante / Ana Karina da Silva Cavalcante - Coordenador / Silvania Conceição Silva - Integrante / Márcio Greque Gomes Santos de Souza - Integrante / Ana Paula Portela Gomes Vivas - Integrante / Angela Cristina de Oliveira Lima - Integrante / Robson Bahia Cerqueira - Integrante / Isa de Cássia dos Santos de Brito - Integrante / Rafael Passos Melo Novaes - Integrante., Financiador(es): Banco do Nordeste do Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2012

    ARARUTA: CULTIVO E CULTURA INTEGRADOS NA MELHORIA DO BEM ESTAR E DA RENDA FAMILIAR DE PEQUENOS PRODUTORES RURAIS (n. registro no CCAAB 23007.000700/2011-09), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Karina da Silva Cavalcante em 11/06/2018., Descrição: Este projeto foi contemplado no edital de Articulação pesquisa e extensão da FAPESB (Edital 021/2010), sendo assim, ele possui produções de pesquisa, extensão e inovação tecnológica. Originária da América do Sul, a araruta (Maranta arundinacea) é uma planta herbácea, pertencente ao grupo das Zingiberales, onde estão reunidas a banana, o gengibre, a cúrcuma, a helicônia e estrelitzia. Encontrada em toda a região costeira, desde as Guianas até o Rio de Janeiro, a araruta é cultivada há mais de 7.000 anos pelos índios destas regiões. Índios Caraíbas e Caiapós cultivavam numerosas variedades de marantáceas que serviam como reservas de alimento em épocas de enchentes ou perda de colheitas. Fonte de fécula facilmente absorvível pelo organismo, o cultivo da araruta perdeu espaço nos últimos 50 anos devido à concorrência com outras féculas como mandioca, milho e trigo. Dentre as variedades nativas de maior importância encontradas no país, temos: a banana, a comum e a creoula. A variedade comum é a que produz fécula de melhor qualidade, apresentando rizomas claros, em forma de fuso e tamanho normal variando entre 10 a 25cm de comprimento. O rizoma moído da araruta gera uma massa fibrosa que, ao ser peneirada, lavada e decantada, gera uma fécula leve e de alta digestibilidade. Cada 100gr de fécula fornecem 340 calorias, vitamina B1, proteínas, ferro, cálcio e fósforo. Por não conter glúten, é recomendável para pessoas com tal intolerância alimentar (celíacos). A água residual do processamento da araruta é isenta de produtos tóxicos, sendo possível o emprego direto na irrigação de outras culturas ou na administração aos animais, sem necessidade de pré-tratamento e sem risco ambiental. O bagaço da araruta é um subproduto rico em amilose e amilopectina que pode ser aproveitado como fonte de fibras dietéticas comercializáveis ou empregáveis na alimentação de animais, gerando outra fonte de receita. A cultura da araruta pode ser consorciada com culturas com duração de até 4 meses (feijão e crotalária).presentando-se praticamente livre de pragas e doenças, inclusive no sistema de produção orgânica. A reapropriação da importância da araruta para a cultura.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) . , Integrantes: Jackeline de Oliveira Costa - Integrante / Ana Karina da Silva Cavalcante - Coordenador / Rosimere Santana dos Santos - Integrante / Isa de Cássia S. de Brito - Integrante / Cristiane Silva Aguiar - Integrante / Caio Silva Freitas - Integrante / Saulo Cunha da Silva - Integrante / Eliane de Souza Silva - Integrante / Márcio de Oliveira Ribeiro - Integrante / Silvania Conceição Silva - Integrante / Verena Lima Cardoso - Integrante / Manoel de Jesus Rosa - Integrante / Tais Lorena Almeida Figueiredo - Integrante / José Eduardo Guimarães da Silva Filho - Integrante / Mariana Adriano Rios - Integrante / Monívellin Santos da Luz - Integrante / Márcio Greque Gomes Santos de Souza - Integrante / Laiara Fernandes da Rocha - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal da Bahia

Vínculo: , Enquadramento Funcional: