Bruna Farias Finco

Graduada em Enfermagem pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP (2009 - 2012). Bolsa de Iniciaçao Cientifica (2011-2012) com o trabalho intitulado "Conhecimento da equipe multiprofissional sobre hipotermia terapêutica em unidade coronária. Colaboradora no Trabalho de Pesquisa intitulado: "Síndrome da hipermobilidade articular em acadêmicos de enfermagem de uma instituição publica (2010-2011). Trabalhou como Enfermeira Pesquisadora no Projeto de Doutorado Intitulado: "PERUVIAN/BRAZILIAN AMAZON CENTER OF EXCELLENCE IN MALARIA" (2013-2014) sob orientação do Professor Doutor Marcelo Urbano Ferreira. Neste trabalho realizava atividades de enfermagem e atividade em laboratório de pesquisa.

Informações coletadas do Lattes em 29/09/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Graduação em andamento em ENFERMAGEM

2009 - Atual

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

Formação complementar

2012 - 2012

Cap. em Vigil. Manejo Clinico e Trat. de Influenza. , Divisão de Doenças de Transmissão Respiratória do Estado de São Paulo.

2012 - 2012

Capacitação "A Arte de Viver e Morrer Bem". , Núcleo Regional da Sociedade Brasileira de Psico-Oncologia.

2012 - 2012

Pesquisa: Bolsas, Aux., Proj. e Relat. : Dúvidas. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, FAMERP, Brasil.

2011 - 2012

Extensão universitária em Inglês Instrumental - Módulos I e II. (Carga horária: 64h). , Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, FAMERP, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em VII Curso de Capacitação em Enferm. em Emergência. (Carga horária: 64h). , Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, FAMERP, Brasil.

2011 - 2011

Atualização em Práticas de Enfermagem. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, FAMERP, Brasil.

2010 - 2010

Inserção do Port. de Transt. Mentais na Sociedade. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, FAMERP, Brasil.

2010 - 2010

Controle e Prevenção de IRAS. , Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto.

2009 - 2009

Extensão universitária em Personal Diet. (Carga horária: 6h). , União das Faculdades dos Grandes Lagos.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem.

Participação em eventos

XXXIII Congresso da SOCESP. 2012. (Congresso).

IX CAIC - Congresso Anual de Iniciação Científica. Conhecimento da Equipe Multiprofissional sobre Hipotermia Terapêutica em Unidade Coronária. 2012. (Congresso).

I Simpósio de Hepatites Virais B e C do Instituto Adolfo Lutz. 2012. (Seminário).

Simpósio de Neuro Oncologia do Centro Oeste Paulista. 2012. (Simpósio).

Simpósio de Enfermagem em Cardiologia. 2012. (Simpósio).

Neuroendocrine Tumous Symposioum. 2012. (Simpósio).

I Simpósio sobre feridas, curativos industrializados e fitoterápicos. 2012. (Simpósio).

FAMERP-UNTB: Emerging Infections in the Americas - Common Interests and Collaboration Between Brasil and USA. 2012. (Outra).

I Reunião Científica da SOBENDE. 2012. (Outra).

II Reunião Científica da SOBENDE. 2012. (Outra).

III Reunião Científica da SOBENDE. 2012. (Outra).

Plenária Distrital em Saúde - "Efetivando a Participação Popular e o Controle Social no SUS. 2012. (Outra).

XIX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão. Prevenção e Combate da Hipertensão Arterial no Município de São José do Rio Preto. 2011. (Congresso).

I Congresso de Saúde do Oeste Paulista. Conhecimento da Equipe Multiprofissional sobre Hipotermia Terapêutica em Unidade Coronária. 2011. (Congresso).

Simpósio de Emergência em Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e e Pescoço. 2011. (Simpósio).

II Simpósio de Transplante de Órgãos e Tecidos. 2011. (Simpósio).

II Simpósio de Segurança do Paciente - Polo de São José do Rio Preto. 2011. (Simpósio).

OFICINA DE ENFERMAGEM: "O que é, o que faz?". 2011. (Oficina).

X ENFHESP - Encontro de Enfermeiros de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo.Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hhipertensão 2011 - Resultados da Liga Acadêmica de Hipertensão da FAMERP. 2011. (Encontro).

IX ONCOCESP - Encontro de Oncologia do Centro-Oeste Paulista. 2011. (Encontro).

IV Encontro das Ligas: Feira de Saúde. 2011. (Encontro).

Palestra "Enfermagem do Trabalho". 2011. (Outra).

III Fórum Pró-Saúde FAMERP / Secretaria Municipal de Saúde de São José do Rio Preto. 2011. (Outra).

VII CAIC - Congresso Anual de Iniciação Científica. Síndrome da hipermobilidade articular em acadêmicos de Enfermagem de uma instituição pública. 2010. (Congresso).

Simpósio de Epilepsia. 2010. (Simpósio).

Simpósio de Urgência e Emergência. 2010. (Simpósio).

I Simpósio de Queimaduras da FAMERP. 2010. (Simpósio).

Pré-Simpósio de Urgência e Emergência. 2010. (Simpósio).

III Encontro das Ligas: Feira de Saúde. 2010. (Encontro).

II Fórum Pró-Saúde FAMERP / Secretaria Municipal de Saúde de São José do Rio Preto. 2010. (Outra).

Palestra "Estomizado Intestinal: Como cuidar?". 2010. (Outra).

Palestra "Abordagem Sindrômica em DST / AIDS". 2010. (Outra).

Semana da Enfermagem 2010 - O Poder do Autocuidado. 2010. (Outra).

II Seminário de Luta Contra a AIDS & VII Coquetel de Confraternização do Programa em DST/AIDS. 2010. (Outra).

Simpósio de Doença Vascular Periférica e Exercício Físico. 2009. (Simpósio).

I Simpósio de Biossegurança Hospitalar e Laboratorial. 2009. (Simpósio).

Oficina do Sexo Seguro. 2009. (Oficina).

II Encontro das Ligas: Feira de Saúde. 2009. (Encontro).

Dia do Enfermeiro. 2009. (Outra).

I Fórum Pró-Saúde FAMERP / Secretaria Municipal de Saúde de São José do Rio Preto. 2009. (Outra).

A Importância das DST na Epidemia de AIDS. 2009. (Outra).

Palestra "Transtorno Bipolar do Humor: O Papel da Enfermagem Junto aos Portadores e Familiares. 2009. (Outra).

VI Coquetel de Luta Contra a AIDS - "Masculinidades e prevenção das DST/AIDS". 2009. (Outra).

Palestra "Humanização". 2009. (Outra).

Foi orientado por

Lúcia Marinilza Beccaria

Conhecimento da Equipe Multiprofissional Hipotermia Terapêutica em Unidade Coronária; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto; Orientador: Lúcia Marinilza Beccaria;

Neide Aparecida Micelli Domingos

Stress e estilo de vida: representação social de alunos do ensino fundamental e médio de São José do Rio Preto; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Estágio de Iniciação Científica) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto; Orientador: Neide Aparecida Micelli Domingos;

Carlos Eugênio Cavasini

TÉCNICAS BÁSICAS NO ESTUDO DE DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS; 2014; Orientação de outra natureza; (ESTÁGIO BÁSICO) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto; Orientador: Carlos Eugênio Cavasini;

Neuseli Marino Lamari

Síndrome da Hipermobilidade Articular em Acadêmicos de Enfermagem de uma Instituição Pública; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto; Orientador: Neuseli Marino Lamari;

Produções bibliográficas

  • FINCO, B. F. ; BACCARIA, L. M. ; FERREIRA, F. R. ; CONTRIN, L. M. . PERFIL E COMPLICAÇÕES DE PACIENTES APÓS TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA EM SERVIÇO ESPECIALIZADO. Revista de Enfermagem UFPE On Line , v. 12, p. 321, 2014.

  • DORTA, A. ; SPERANDIO, J. G. ; MENEZES, M. M. ; SANTANA, N. S. ; SANSAO, S. P. ; SILVA, A. G. ; FINCO, B. F. ; GROTTO, D. R. ; SQUIZATO, F. C. ; CHIACHIO, J. ; SALZANI, M. G. B. ; CHOTOLLI, M. R. ; SALVINI, M. ; DOMINGOS, N. A. M. . Estilo de Vida e Aspectos Psicossociais: Representação Social de Alunos do Ensino Fundamental e Médio de São José do Rio Preto. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FINCO, B. F. ; RODRIGUES, I. J. ; BECCARIA, L. M. . Conhecimento da Equipe Multiprofissional sobre Hipotermia Terapêutica em Unidade Coronária. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GAGLIANONE, C. C. ; FINCO, B. F. ; CESARINO, C. B. ; OLIVEIRA, R. B. ; MARTIN, J. F. V. . DIA NACIONAL DE PREVENÇÃO E COMBATE À HIPERTENSÃO 2011 RESULTADOS DA LIGA ACADÊMICA DE HIPERTENSÃO DA FAMERP. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FINCO, B. F. ; Soares D, S ; Silva TO ; Oliveira RB ; Ribeiro RCHM ; CESARINO, C. B. ; MARTIN, J. F. V. . Prevenção e Combate da Hipertensão Arterial no Município de São José do Rio Preto. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FINCO, B. F. ; RODRIGUES, I. J. ; BECCARIA, L. M. . Conhecimento da Equipe Multiprofissional sobre Hipotermia Terapêutica em Unidade Coronária. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FINCO, B. F. ; RODRIGUES, I. J. ; SOUZA, L. R. ; LAMARI, N. M. . Síndrome da hipermobilidade articular em acadêmicos de Enfermagem de uma instituição pública. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

FINCO, B. F. ; SILVEIRA, L. M. A. . Práticas Alimentares no 1º Ano de Vida. 2009.

FINCO, B. F. . Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomelite - 1ª e 2ª Fase. 2010.

FINCO, B. F. . Campanha 'Dia Mundial Antitabaco'. 2010.

Projetos de pesquisa

  • 2011 - 2012

    CONHECIMENTO DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL SOBRE HIPOTERMIA TERAPÊUTICA EM UNIDADE CORONÁRIA, Descrição: A parada cardiorrespiratória é definida como a interrupção súbita da atividade mecânica cardíaca. É caracterizada pela falência cardiopulmonar aguda que torna insuficiente o fluxo sanguíneo para manter a função cerebral que pode levar a injúria grave ou a um estado vegetativo persistente. No entanto, o paciente ressuscitado pode ser submetido a vários procedimentos que permite o completo retorno da sua função, sendo a Hipotermia Terapêutica (HT) um desses procedimentos que apresenta avanços importantes no tratamento de encefalopatia anóxia pós-parada cardíaca, como: redução do consumo cerebral de oxigênio, supressão de reações químicas associadas a lesões de reperfusão, redução da reação dos radicais livres que aumentam o dano cerebral, redução da liberação de cálcio intracelular, modulação da apoptose, modulação da resposta anti-inflamatória e proteção de membranas lipoproteicas. Objetivo: Identificar o conhecimento da equipe multiprofissional sobre a aplicação da HT após a reanimação cardiorrespiratória um uma unidade coronária. Métodos\Procedimentos: Pesquisa de campo, com a participação de aproximadamente 70 profissionais de uma unidade coronária. A coleta de dados será realizada por meio de um questionário com as seguintes questões: conhecimento, realização, indução, benefícios da HT, tempo que o paciente pode permanecer induzido, como monitorá-lo, tipo de termômetros que podem ser utilizados para a verificação da temperatura, critérios específicos de exclusão, reversão da HT e importância após a reanimação cardiopulmonar. Resultados esperados: Identificar o conhecimento dos profissionais que atuam em unidade coronária em relação à HT, a fim de obter subsídios para a melhoria da assistência aos pacientes pós parada cardiorrespiratória submetidos a este procedimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Farias Finco - Coordenador / Isele José Rodrigues - Integrante / Lúcia Marinilza Beccaria - Integrante., Financiador(es): Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    SÍNDROME DA HIPERMOBILIDADE ARTICULAR EM ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM DE UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA, Descrição: Hipermobilidade articular (HA) é a capacidade de executar movimentos articulares com uma amplitude que excede os limites normais. Associa-se com o desenvolvimento de sintomas músculo-esqueléticos e extra-articulares. Nesse contexto,caracteriza-se como Síndrome da Hipermobilidade Articular (SHA). A SHA é uma alteração hereditária dos tecidos conjuntivos caracterizada pela HA parcial ou generalizada. Objetivos: buscou-se caracterizar a mobilidade articular generalizada; identificar a ocorrência de HA; verificar a presença de alterações que caracterizam a SHA e encaminhá-las para tratamento. Métodos/Procedimentos: Foram avaliados 211 alunos regulares do curso de Enfermagem de uma Instituição de Ensino Superior de São José do Rio Preto SP. O método de Beighton foi utilizado para identificar a HA e o método de Brighton para verificar a prevalência da SHA entre os acadêmicos. As questões de The five part questionnaire for identifying hypermobility foram utilizadas para melhor análise dos dados. Resultados: A característica de HA foi identificada em 53,5% e 42,6% preencheram os critérios para a SHA. As complicações mais comuns entre os portadores de SHA foram miopia e artralgia em uma a três articulações ou dor nas costas, atingindo 61,1% destes. Conclusões: HA e SHA são características comuns na amostra estudada; são necessários mais estudos sobre HA, SHA e suas complicações, visando realizar prevenção primária na população geral.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Farias Finco - Integrante / Lilian Rodrigues de Souza - Integrante / Isele José Rodrigues - Integrante / Neuseli Marino Lamari - Coordenador., Financiador(es): Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    STRESS E ASPECTOS PSICOSSOCIAIS: REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, Descrição: Introdução: Ações de promoção de saúde têm sido amplamente estimuladas e visam à adoção de estilo de vida saudável. Comportamentos relacionados ao estilo de vida são passíveis de mudanças e merecem atenção primária e desde a infância. Problemas comportamentais, depressão, ansiedade, stress, dificuldades de habilidades sociais são alguns dos fatores que podem interferir na qualidade de vida e desempenho acadêmico de crianças e adolescentes. O stress é considerado como um processo e quando se torna excessivo e prolongado, pode gerar uma série de consequências tanto para o indivíduo como para sua família. Objetivos: Avaliar sintomas de stress em crianças e adolescentes do ensino fundamental e médio de escolas municipais, estaduais e particulares do município de São José do Rio Preto-SP e avaliar estilo de vida. Casuística: Participaram do estudo 484 alunos (período diurno) da rede de ensino municipal, estadual e particular, de ambos os sexos, com idade mínima de nove (9) anos e máxima de 17 anos, cursando no mínimo a terceira série do ensino fundamental. Métodos/Procedimentos: Os alunos foram avaliados por meio da ficha de identificação, Escala de Stress Infantil (ESI), Escala de Stress para Adolescentes (ESA) e avaliação antropométrica (peso e estatura). Resultados: Identificamos presença de sintomas de stress em 28,71% do total de crianças e adolescentes entrevistados, sendo que a maioria estava na fase de alerta, mas não há diferença significante entre os gêneros (p= 0, 433). A prevalência de crianças e adolescentes obesos é maior em níveis socioeconômicos mais baixos. Conclusão: O stress está presente em crianças e adolescentes; medidas de controle do stress são importantes para auxiliar no manejo do stress e diminuir problemas futuros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Farias Finco - Coordenador / Alenx Dorta - Integrante / Mayara Salvini - Integrante / Neide Aparecida Micelli Domingos - Integrante., Financiador(es): Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    DIA NACIONAL DE PREVENÇÃO E COMBATE À HIPERTENSÃO 2011 RESULTADOS DA LIGA ACADÊMICA DE HIPERTENSÃO DA FAMERP, Descrição: A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é um importante problema de saúde pública em razão de sua alta prevalência e baixas taxas de controle. Campanhas voltadas para a prevenção são um importante instrumento de educação, conscientização e um método de diagnóstico barato e de efetividade imediata em termos de saúde pública. Objetivos: Avaliar a prevalência de HAS, taxa de conhecimento e controle em indivíduos que participaram do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão 2011 em São José do Rio Preto-SP. Métodos/Procedimentos: Níveis pressóricos foram obtidos por esfigmomanômetro aneróide, seguindo as recomendações da VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. A coleta de dados foi realizada com 441 indivíduos com idade ≥18 anos e também foi aplicado um questionário padronizado. A análise estatística foi feita por meio do teste t de Student e Fisher. Resultados: Foram analisados 441 indivíduos com média de idade de 54,4 16,1 anos, sendo 46,9% mulheres (n=207) e 53% homens (n=234). A prevalência geral de HAS (PA≥140/90 mmHg) foi de 29% (n=126). Entre os fatores associados à presença de níveis pressóricos alterados destacamos nos indivíduos hipertensos uma maior faixa etária (58,0 14,1 X 52,2 16,9 anos, pSituação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Bruna Farias Finco - Coordenador / Claúdia Bernardi Cesarino - Integrante / Camila Carla Gaglianone - Integrante / Renato Barcelos de Oliveira - Integrante / José Fernando Vilela Martin - Integrante / Soares D, S - Integrante / Tays O Silva1; - Integrante.

Histórico profissional

Experiência profissional

2009 - Atual

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 05/2011 - 05/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Congregação, .,Cargo ou função, Membro - Graduação - Portaria FAMERP 080, de 24 de maio de 2011.

  • Estágios , Disciplina de Gestão do Serviço em Enfermagem, .,Estágio realizado, Estágio Supervisionado em Auditoria em Saúde (Carga Horária de 30 Horas).

  • 05/2011 - 10/2011

    Extensão universitária , Clube de Anatomia Macroscópica Humana, .,Atividade de extensão realizada, membro efetivo.

  • 03/2009 - 12/2010

    Extensão universitária , Diretoria Adjunta de Ensino, .,Atividade de extensão realizada, Membro - Tutoria Mentoring.