Paulo Guilherme Salvador Wadt

Bacharel em Engenharia Agronômica em 1988, especialista em Fitossanitarismo em 1989 e mestre em Ciências do Solo (área de concentração de Química de Solos Tropicais) em 1991, pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Doutor em Solos e Nutrição de Plantas, em 1996, pela Universidade Federal de Viçosa. Pós-doutorado em Geomática, em 2013, pela University of Florida. Pesquisador A pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, lotado na Embrapa Rondônia e bolsista 1D em Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do CNPq. Diretor do Núcleo Regional Noroeste da Sociedade Brasileira de Ciência de Solo. Atua na formação de recursos humanos, principalmente na Amazônia, orientando estudantes desde a iniciação científica, mestrado e doutorado. Docente permanente dos Programas de Pós-Graduação em Produção Vegetal pela Universidade Federal do Acre (UFAC) e de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Desenvolve pesquisas nas áreas de nutrição de plantas aplicada (sistemas de recomendação de adubação fundamentados na avaliação do estado nutricional das culturas), manejo do solo e técnicas de gestão e planejamento do uso da terra, em especial, na avaliação da aptidão agrícola das terras, em valoração de serviços ambientais em áreas agrícolas e aplicação de geotecnologias na avaliação de serviços ambientais. Colabora como revisor ad-hoc de revistas científicas nacionais e participa na autoria ou coautoria de artigos em revistas científicas e capítulos de livros. Autor de livros sobre manejo de solos, recomendação de adubação, técnicas de avaliação do estado nutricional das plantas e de propostas de políticas públicas. Atuou como Secretário de Estado de Produção e Agronegócio, pelo Governo do Acre, de janeiro a novembro de 2019, e como presidente da EMATER Acre, de janeiro a julho de 2019. Foi docente colaborador no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Solo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Campus de Jaboticabal). Foi também docente permanente do programa de Pós-Graduação em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais (UFAC), do programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte (Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal) e do programa de Pós-Graduação em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia (UFAC). Foi diretor pró-tempore e secretário do Núcleo Regional Amazônia Ocidental da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) e coordenador da área Solos, Ambiente e Sociedade da SBCS. Na área empresarial, é sócio proprietário nas sociedades empresárias: Agua Nova Cemitério Parque (desde 1996); Costruire Construções, Engenharia e Incorporações Ltda (desde 2012), Wadt Engenharia e Tecnologia da Informação EIRELI (desde 2013) e Aquiri Saater Ltda (desde 2017). Na área técnica, atua como perito oficial do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, nas seções judiciárias do Acre (Rio Branco e Cruzeiro do Sul

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)

1992 - 1996

Universidade Federal de Viçosa
Título: Os métodos da Chance Matemática e do Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS) na avaliação nutricional de plantios de eucalipto.
Orientador: Roberto Ferreira de Novais
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Silvicultura / Especialidade: Nutrição Florestal. Setores de atividade: Produção Vegetal.

Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)

1989 - 1991

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Título: Movimentação de Cátions em Latossolo Vermelho-Amarelo, Álico, Incubado com Carbonato e Sulfato de Cálcio, Isolados ou Misturados,Ano de Obtenção: 1991
Orientador: Jair Rocha Leal
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: acidez do solo; eletroquímica de solos tropicais.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Produção Vegetal.

Especialização em Fitossanitarismo

1988 - 1988

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Título: Síndrome da Seca dos Ponteiros Em Cafeeiros (Coffea Arabica L.)
Orientador: João Pedro Pimentel
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Engenharia Agronômica

1984 - 1988

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2012 - 2013

Pós-Doutorado. , University of Florida, UF, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra, Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo. , Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Metodologia e Técnicas da Computação / Especialidade: Sistemas de Informação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2009 - 2011

MBA em Gestão Empresarial. (Carga Horária: 432h). , Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil. , Título: Mestrado Profissionalizante em Ciência do Solo. Alternativa para a viabilização financeira do Núcleo Regional Amazônia. , Orientador: Luiz Antônio Rodrigues Dias. , Palavras-chave: gestão de projetos; amazônia; solos tropicais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Nutrição Mineral de Plantas.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Avaliação Ambiental.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Manejo e Conservação do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Química do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Recuperação de Areas Degradadas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVA, L. M. ; WADT, P. G. S. ; ANJOS, L. H. C. ; COSTA, F. S. . IX Reunião Brasileira de Classificação e Correlação de Solos. 2010. (Congresso).

WADT, P. G. S. ; MALAVOLTA, E. ; YAMADA, T. . Monitoramento nutricional para a recomendação de adubação para as culturas. 1999. (Congresso).

WADT, P. G. S. . I Simpósio de Ciências Agronômicas. 1990. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Simpóstio Paulista de Nutrição de Plantas Aplicada a Sistemas de Alta Produtividade.Análise foliar para recomendação de adubação em sistemas de alta produção. 2008. (Simpósio).

XVII Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água. Manejo de fertilizantes e resíduos em agroecossistemas. 2008. (Congresso).

Congresso Brasieiro de Ciência do Solo. Curso Prático: DRIS 2.0 Evolution - Teoria e Prática.. 2001. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Elaine Almeida Delarmelinda

ARAÚJO, E. A. de; CAMPOS, M. C. C.;WADT, P. G. S.. Aplicação de sistemas de avaliação da aptidão agrícola em solos do Estado do Acre. 2011. Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Jairo Rafael Machado Dias

CAPRONE, A. L.;PARTELLI, F. L.WADT, P. G. S.. Sistema integrado de diagnose e recomendação (DRIS) para cupuaçueiro cultivado na Amazônia sul ocidental. 2010. Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Celiana Barbosa da Costa de Souza

WADT, P. G. S.; COSTA, F. S.; PLESE, L. P. M.. Aptidão do uso da terra em pequenas propriedades da Amazônia Sul Ocidental. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Murielly de Sousa Nóbrega

COSTA, F. S.; PLESE, L. P. M.;WADT, P. G. S.. Graus de limitação em sistemas utilitários de avaliação da qualidade das terras. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Elisandra Moreira de Lira

GALVÃO, A. de S.WADT, P. G. S.; SIVIERO, A.; PAULA, E. A.. Sustentabilidade ambiental de propriedades rurais no sudoeste da Amazônia. 2006. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Márcia Moreira de Ávila

SIVIERO, A.;GALVÃO, A. de S.WADT, P. G. S.; BARBOSA, C. B.. Avaliação ponderada de impactos ambientais em propriedades rurais do Estado do Acre, na amazônia brasileira. 2006. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Daisy A

WADT, P. G. S.; FERNANDES, N.M.P.; SILVEIRA, M.. Pereira Gomes-Silva. Estrutura populacional e produtividade de patauá (Oenocarpus bataua Mart. - Arecaceae), um produto florestal não madeireiro - Acre, Brasil. 2002. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre.

Aluno: Ana Paula da Silva Leite

SILVA, J.R.T.; RIBEIRO, M. F.;WADT, P. G. S.. Caracterização morfológico, física e química dos solos de ocorrência na reserva florestal de Humaitá. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Acre.

SILVA, J.R.T.;ARAÚJO NETO, S. E. deWADT, P. G. S.; PINTO, M. D. O. S.. Concurso Público para Professor da Área de Solos. 2005. Universidade Federal do Acre.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Paulo Roberto Gomes Pereira

PEREIRA, P.R.G.. Exame de qualificação. 1996. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Roberto Ferreira de Novais

NOVAIS, R. F.; ALVAREZV, Victor Hugo;DIAS, Luiz EduardoBARROS, Nairam Félix de; REIS, Maria das Graças Ferreira. Os métodos da chance matemática e do sistema integrado de diagnose e recomendação (DRIS) na avaliação nutricional de plantios de eucalipto.. 1996. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Roberto Ferreira de Novais

NOVAIS, R. F.. Exame de Qualificação. 1996. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Luiz Eduardo Dias

WADT, P. G. S.DIAS, L. E.BARROS, Nairam Félix de; NOVAIS, Roberto Ferreira de; V, Victor Hugo Alvarez; REIS, M. G. F.. Os métodos da chance matemática e do sistema integrado de diagnoses e recomendações (DRIS) na avaliação nutricional de plantios de eucalipto.. 1996. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Luiz Eduardo Dias

NOVAIS, Roberto Ferreira de;ALVAREZ V, V.H.BARROS, Nairam Felix deDIAS, L. E.; REIS, M. G. F.. Análise integrada de fatores nutricionais e edáficos que afetam a produtividade de florestamento com Eucalyptus spp.. 1996. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Thais Chagas Barros

Padrões nutricionais em mudas de Eucalyptus spp; obtidos pelos métodos DRIS e CND; ; Início: 2016; Tese (Doutorado em Agronomia (Ciência do Solo)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; (Coorientador);

Stella Cristiani Gonçalves Matoso

Biocarvão na melhoria da fertilidade do solo e de fertilizantes agrícolas; Início: 2015; Tese (Doutorado em BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA - REDE BIONORTE) - Universidade Federal do Amazonas; (Orientador);

Dayanira Castano Gomez

Resposta da pupunheira a adubação mineral; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Florestal) - Faculdade de Rondônia; (Orientador);

Karina Thais Lima Burity

Frações na matéria orgânica em sistema de plantio direto na Amazônia; Início: 2015; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Faculdades Integradas Aparício Carvalho; (Orientador);

JÚLIO DE SOUZA MARQUES

Adsorção de fósforo em Latosso e Argissolo misturado com carbono pirolisadoSADO; 2016; Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Edilaine Franklin Traspadini

Qualidade dos prognósticos do estado nutricional de boro na cultura da soja cultivada sob semeadura direta; 2016; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciência do Solo)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Coorientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Rayany Andrade Martins

Acurácia da avaliação do estado nutricional de P e K em caupi; 2015; Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Gleiciane Ad Vincula Almeida

Comparação de dois métodos convencionais e do potencial da espectroscopia do infravermelho próximo na quantificação do nitrogênio em solos do Estado do Acre; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Maria de Jesus Mendes Rodrigues

Avaliação do potencial da espectroscopia no infravermelho próximo na quantificação de carbono em solos do Estado do Acre; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Camilo Mendes de Oliveira

Uso de dispositivos móveis e visão artificial para diagnóstico nutricional de NPK; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia) - Universidade Federal do Acre,; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Raquel Schmidt

Amostragem foliar na floração para avaliação nutricional de cafeeiros clonais; 2015; Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Leonardo Baird Kasakoff

Quantificação do Teor de Cocaína e Seus Principais Adulterantes em Amostras de Droga Apreendidas no Estado do Acre no Ano de 2014; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia) - Universidade Federal do Acre,; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Sabrina Sondre de Oliveira Reis

Macrofauna edáfica em diferentes tipos de uso da terra no Estado do Acre e Rondônia; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Denis Borges Tomio

Antecipação da diagnose foliar em arroz de sequeiro; 2013; Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Elaine Almeida Delarmelinda

Aplicação de sistemas de avaliação da aptidão agrícola em solos do Estado do Acre; 2011; Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Jairo Rafael Machado Dias

Sistema integrado de diagnose e recomendação (DRIS) para cupuaçueiros na Amazônia Sul Ocidental; 2010; Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Wanderson Henrique do Couto

Indicadores edáficos e potencial agrícola em áreas do Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado (RECA) na Amazônia Ocidental; 2010; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Coorientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Murielly de Sousa Nóbrega

Grau de limtação em sistemas utilitários de Avalição da terras; 2009; Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Celiana Barbosa da Costa de Souza

Uso da terra e avaliação da sustentabilidade ambiental em propriedades rurais visando a gestao ambiental; 2009; Dissertação (Mestrado em Agronomia / Produção Vegetal) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Natália Zatorre Pereira

Influência da Mudança do Uso do Solo em Ecossistema na Amazônia Sul Ocidental; 2009; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Coorientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Márcia Moreira de Ávila

Avaliação Ponderada de Impactos Ambientais em Propriedades Rurais do Acre, na Amazônia Brasileira; 2006; 49 f; Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Elisandra Moreira de Lira

Sustentabilidade Ambiental de Propriedades Rurais no Sudoeste da Amazônia; 2006; 60 f; Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre,; Coorientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Onofra Cleuza Rigamonte Azevedo

Copaíba: Estrutura populacional, produção e qualidade do óleo-resina em populações nativas do sudoeste da Amazônia; 2004; 84 f; Dissertação (Mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Federal do Acre,; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Gilmara Pereira da Silva

Acurácia da Diagnose da Composição Nutricional (CND) para diagnóstico de fósforo em cana-de-açúcar; 2016; Tese (Doutorado em Agronomia (Ciência do Solo)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Coorientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

José Marlo Araújo Azevedo

Estabelecimetno de normas DRIS e diagnóstico nutricional da pupunheira na Amazônia sul-ocidental; 2016; Tese (Doutorado em BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA - REDE BIONORTE) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Celiana Barbosa da Costa de Souza

Fixação de magnésio em solos alíticos da Formação Solimões; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Murielly de Sousa Nóbrega

Uso de residuos da indústria curtidora na recuperação de áreas degradadas; 2005; 28 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Yan Matheus Roque de Sousa

Adubação NPK em pupunheiras cultivadas sem irrigação; 2017; Iniciação Científica - Faculdades Integradas Aparício Carvalho; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Rebeca Mona de Lima Silva

Adubação NK em plantio de pupunha para palmito; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Faculdades Integradas Aparício Carvalho; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Arianne Ferreira de Moura

Software de avaliação das terras; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Sistemas de Informação) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Eider Carlos Paulino da Silva

Eider Carlos Paulino da Silva; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Sistemas de Informação) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Desiré Bandeira de Araújo

Reordenamento do uso da terra em áreas extrativistas e de produção agropecuária; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Jarlene Gomes de Lima

Performance Ambiental de Estabelecimentos Rurais na Amazônia; 2011; Iniciação Científica - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Emanuela da Silva Queiroz

Produção artificial de terras pretas de índio; 2011; Iniciação Científica - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Charles Henderson Alves de Oliveira

Reordenamento do uso da terra em áreas extrativistas e de produção agropecuária; 2011; Iniciação Científica - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Ezequiel de Brito Messias

DRIS para pimenta longa; 2011; Iniciação Científica - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

João Gabriel da Silva Bezerra

Design para interface web de sistema basedo em banco de dados geográficos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Sistemas de Informação) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Fabiane Bertotti

Avaliação agronômica do lodo de caleiro em pastagem degradada; ; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Renato da Silva Oliveira

Recomendação de adubação e calagem para o cultivo da Teca; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Carlos Enrique Daniel López Pinto

Avaliação do uso de resíduos de curtume para a recuperação de áreas degradadas na Amazônia; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ingenieria Agronomica) - Universidad Nacional de Loja, Iniciativa Amazonica; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Ilzanda Justo do Rosário

Utilização de resíduos da indústria curtidora na recuperação de áreas degradadas; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Celiana Barbosa da Costa de Souza

Populações migrantes e sustentabilidade ambiental em propriedades rurais na Amazônia; 2006; 15 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Instituto Internacional de Educação do Brasil Programa Beca; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Janaína Janyra Souza Teran

Doses crescentes de lodo de caleiro sobre a germinação e absorção de nitrogênio em plantas de milho; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Claudio Roberto Sosoranga Uchuari

Avaliação Ponderada de Impactos Ambientais em Propriedades Rurais da Amazônia; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ingenieria Agronomica) - Universidad Nacional de Loja, Iniciativa Amazonica; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Edwin Gustavo Cañazaca Choquehuanca

Avaliação Ponderada de Impactos Ambientais em Propriedades Rurais da Amazônia; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Maestria en Ciencias Ambientales) - Universidad Nacional Agraria La Molina, Iniciativa Amazonica; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Yasser Miguel Hurtado Moron

Avaliação Ponderada de Impactos Ambientais em Propriedades Rurais da Amazônia; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ingenieria Forestal) - Universidad Autonoma Gabriel René Moreno, Iniciativa Amazonica; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Ana Lucia Farias da Silva

Risco de salinização decorrente da aplicação de lodo de curtume em áreas agrícolas; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Lucélia Filgueira de Souza

Resposta do milho a doses crescentes de N-orgânico de lodo de curtume; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Mayara Correia Lima

Estimativa do carbono em árvores de floresta tropical úmida da Formação Solimões, Acre, Brasil; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Suhelen de Souza Alves

Estoque de carbono em um Argissolo Vermelho Amarelo sob três diferentes sistemas de uso da terra no Estado do Acre; 2005; 11 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Murielly de Sousa Nóbrega

Emissão de dióxido de carbono em resposta a calagem e adubação com lodo de curtume no cultivo de milho; 2005; 9 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Carlos Frederico Bastos Ribeiro Filho

Adubação nitrogenada em áreas recuperadas com lodo de curtume na produção de milho; 2005; 5 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Carlos Patrick Ferreira Rocha

Melhoria de Processo de Gestão Laboratorial; 2005; 5 f; Iniciação Científica; (Graduando em Administração) - Centro Educacional do Norte, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Juliana Guimarães Gerola

Solos e paisagens de Rondônia; 2016; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Gabriella Santana de Souza

Fertilidade do solo em sistema plantio direto na Amazônia; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Raquel Geike Luxinger

Fertilidade do solo em sistema plantio direto na Amazônia; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Fernanda Schneberger dos Santos

Crescimetno de plantas de milho em casa de vegetação na presença de P e biocarvão,; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Jhonathann Willian Furquin da Silva

Crescimento de plantas de milho em casa de vegetação na presença de P e biocarvão,; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Rodrigo Garcia Magalhães

Adubação NK em plantio de pupunha para palmito; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Jayra Nascimento Bandeira Bezerra

Software de avaliação das terras; 2012; Orientação de outra natureza - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Rogério de Castro Mesquita dos Santos

Testes de funcionalidade de sistemas web de gestão de banco de dados geográficos; 2012; Orientação de outra natureza - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Rogério de Castro Mesquita dos Santos

Software de avaliação das terras; 2011; Orientação de outra natureza - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Olacir Rodrigues Castro Junior

Software de avaliação das terras; 2011; Orientação de outra natureza - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Sandra Tereza Teixeira

Impactos ambientais da utilização de resíduos industrais locais na reabilitação de áreas alteradas; 2010; Orientação de outra natureza - Fundação de Tecnologia do Estado do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Natália da Silva Almeida

Gestão de Laboratórios da Embrapa Acre; 2006; 0 f; Orientação de outra natureza; (Administração) - Centro Educacional do Norte, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Dione Siqueira Gonçalves

Avaliação ambiental de propriedades rurais na Amazônia; 2006; 0 f; Orientação de outra natureza - Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Genilce Ester da Silva

Avaliação da fertilidade de solos (Bolsista PIBIC Júnior); 2005; 3 f; Orientação de outra natureza - Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Andreas Krimphoff

Dinâmica do carbono em solos e formações florestais nativas da Amazônia; 2005; Orientação de outra natureza; (Soil Science) - Fachhochschule Osnabrück - University of Applied Sciences; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Benedito da Silva Pessoa

Avaliação da fertilidade de solos (Bolsista PIBIC Júnior); 2005; Orientação de outra natureza - Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Vanilson de Souza Oliveira

Avaliação da fertilidade de solos (Bolsista PIBIC Júnior); 2005; Orientação de outra natureza - Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Paulo Guilherme Salvador Wadt;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Victor Hugo Alvarez Venegas

Os métodos da chance matemática e do sistema integrado de diagnose e recomendação (DRIS) na avaliação nutricional de plantios de eucalipto; 1996; 0 f; Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Victor Hugo Alvarez Venegas;

Roberto Ferreira de Novais

Os Métodos da Chance Matemática e do Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (Dris) Na Avaliação Nutricional de Plantios de Eucalipto; ; 1996; Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Roberto Ferreira de Novais;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SILVA, G. P. ; PRADO, R. M. ; WADT, P. G. S. ; MODA, L. . Accuracy of nutritional diagnostics for phosphorus considering five standards by the method of diagnosing nutritional composition in sugarcane. JOURNAL OF PLANT NUTRITION , p. 1-13, 2020.

  • SANTOS, EDUARDO ANTONIO NEVES DOS ; CAMPOS, MILTON CÉSAR COSTA ; SOUZA, FERNANDO GOMES DE ; CUNHA, JOSE MAURICIO DA ; PINHEIRO, ELYENAYRA NOGUEIRA ; LIMA, ALAN FERREIRA LEITE DE ; BRITO, WILDSON BENEDITO MENDES ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR . The stability of aggregates and organic carbon content after the application of gypsum, soil scarification anda a succeson of agricultural crops. Bioscience Journal (UFU) , v. 36, p. 720-730, 2020.

  • MORAIS, THAÍS CHAGAS BARROS DE ; PRADO, Renato de Mello ; TRASPADINI, EDILAINE ISTEFANI FRANKLIN ; WADT, P. G. S. ; PAULA, RINALDO CÉSAR DE ; ROCHA, ANTÔNIO MÁRCIO SOUZA . Efficiency of the CL, DRIS and CND Methods in Assessing the Nutritional Status of Eucalyptus spp. Rooted Cuttings. Forests , v. 10, p. 786-804, 2019.

  • CRUZ, A. F. ; WADT, P. G. S. ; PIRES, M. C. ; RAMOS, M. L. G. . Seasonal Variation of Plant Mineral Nutrition in Fruit Trees. BRAZILIAN ARCHIVES OF BIOLOGY AND TECHNOLOGY (ONLINE) , v. 62, p. e19180340, 2019.

  • MATOSO, STELLA CRISTIANI GONÇALVES ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; SOUZA JÚNIOR, VALDOMIRO SEVERINO DE ; PÉREZ, XOSÉ LOIS OTERO . Synthesis of enriched biochar as a vehicle for phosphorus in tropical soils. ACTA AMAZONICA , v. 49, p. 268-276, 2019.

  • MATOS, GILSON SERGIO BASTOS DE ; FERNANDES, ANTONIO RODRIGUES ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; FRANZINI, VINÍCIUS IDE ; SOUZA, ELMECELLI MORAES DE CASTRO ; RAMOS, HELEN MONIQUE NASCIMENTO . Dris calculation methods for evaluating the nutritional status of oil palm in the Eastern Amazon. JOURNAL OF PLANT NUTRITION , v. 2018, p. 1-12, 2018.

  • SANTOS, EDUARDO ANTONIO NEVES DOS ; CAMPOS, MILTON CÉSAR COSTA ; CUNHA, JOSE MAURICIO DA ; SOUZA, FERNANDO GOMES DE ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; PINHEIRO, ELYENAYRA NOGUEIRA ; JORDÃO, HALF WEINBERG CORRÊA ; LIMA, ALAN FERREIRA LEITE DE ; BRITO, WILDSON BENEDITO MENDES ; FREITAS, LUDMILA . Gypsum, Soil Scarification and Succession Planting as Alternatives to Mitigate Compaction of Dystrophic Red-Yellow Latosol. Journal of Agricultural Science , v. 10, p. 277, 2018.

  • MATOS, G. S. B. ; FERNANDES, A. R. ; WADT, P. G. S. . The Use of DRIS for Nutritional Diagnosis in Oil Palm in the State of Pará. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIA DO SOLO , v. 41, p. 1-15, 2017.

  • DELARMELINDA, E. A. ; SOUZA JUNIOR, V. S. ; WADT, P. G. S. ; DENG, Y. ; CAMPOS, M. C. C. ; CAMARA, E. R. G. . Soil-landscape relationship in a chronosequence of the middle Madeira River in southwestern Amazon, Brazil. Catena (Cremlingen) , v. 149, p. 199-208, 2017.

  • SALDANHA, E. C. M. ; SILVA JUNIOR, M. L. ; LINS, P. M. P. ; FARIAS, S. C. C. ; WADT, P. G. S. . Nutritional Diagnosis in Hybrid Coconut cultivated in Northeastern Brazil through Diagnosis and Recommendation Integrated System (Dris). Revista Brasileira de Fruticultura , v. 39, p. e-728, 2017.

  • FONTANA, A. ; PEREIRA, M. G. ; BERNINI, T. A. ; ANJOS, L. H. C. ; WADT, P. G. S. ; SANTOS, L. L. . Compartimentos da Matéria Orgânica de Solos sob Floresta no Estado do Acre. FLORAM , v. 24, p. 1-8, 2017.

  • SILVA, E. E. ; SILVA, L. M. ; WADT, P. G. S. ; MARCHAO, R. L. . Espectroscopia de infravermelho próximo na predição de propriedades químicas e físicas de solos de Roraima. BIOTA AMAZÔNIA , v. 7, p. 31-35, 2017.

  • DIAS, JAIRO RAFAEL MACHADO ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; PARTELLI, FÁBIO LUIZ ; ESPINDULA, MARCELO CURITIBA ; PEREZ, DANIEL VIDAL ; SOUZA, FÁBIO RÉGIS ; BERGAMIN, ANDERSON CRISTIAN ; Delarmelinda, Elaine Almeida . Normal nutrient ranges and nutritional monitoring of 'Pêra' orange trees based on the CND method in different fruiting stages. PESQUISA AGROPECUARIA BRASILEIRA , v. 52, p. 776-785, 2017.

  • Couto, Wanderson Henrique ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; PEREIRA, M. G. ; GUARESCHI, RONI FERNANDES ; Assunção, Shirlei Almeida ; WADT, P. G. S. . Carbono, Nitrogênio, Abundância Natural de -13C e -15N do Solo sob Sistemas Agroflorestais. FLORAM , v. 24, p. e00117614, 2017.

  • TEIXEIRA, S. T. ; WADT, P. G. S. ; PEREZ, D. V. ; KLIMAS, C. . Changes in chemical attributes of soil treated with tannery sludge in Amazonia. Amazonian Journal of Plant Research , v. 1, p. 88-93, 2017.

  • COUTO, W. H. ; ANJOS, L. H. C. ; WADT, P. G. S. ; PEREIRA, M. G. . Atributos edáficos e resistência a penetração em áreas de sistemas agroflorestais no sudoeste amazônico. Ciência Florestal (UFSM. Impresso) , v. 26, p. 811-823, 2016.

  • RODRIGUES, M. J. M. ; SILVA, L. M. ; MARCHAO, R. L. ; WADT, P. G. S. ; SOUZA, A. M. ; OLIVEIRA, L. C. de . Espectroscopia no infravermelho próximo para a quantificação de carbono em solos da bacia do Acre. Biota Amazônia , v. 6, p. 119-124, 2016.

  • MATOS, G. S. B. ; FERNANDES, A. R. ; WADT, P. G. S. . Níveis críticos e faixas de suficiência de nutrientes derivados de métodos de avaliação do estado nutricional da palma-de-óleo. PESQUISA AGROPECUARIA BRASILEIRA , v. 51, p. 1557-1567, 2016.

  • WADT, P. G. S. ; COUTO, W. H. ; DELARMELINDA, E. A. ; ANJOS, L. H. C. ; PEREIRA, M. G. . Avaliação da aptidão agrícola das terras em solos sedimentares associados a argilas de alta atividade da Amazônia Sul-Ocidental. Biota Amazônia , v. 6, p. 55-59, 2016.

  • AZEVEDO, J. M. A. ; WADT, P. G. S. ; PEREZ, D. V. ; DIAS, J. R. M. . Normas DRIS preliminares para pupunheira cultivada em diferentes sistemas de manejo na região sul-ocidental da Amazônia. Agro@mbiente On-line , v. 10, p. 183-192, 2016.

  • ALMEIDA, A. V. A. ; SILVA, L. M. ; MARCHAO, R. L. ; WADT, P. G. S. ; SOUZA, A. M. ; OLIVEIRA, L. C. de . Métodos Kjeldahl, elementar e o potencial da espectroscopia do infravermelho próximo para análise de nitrogênio em solos da bacia do Acre. Biota Amazônia , v. 6, p. 38-43, 2016.

  • WADT, P. G. S. ; SILVA, L. M. . Faixa de suficiência e definição da posição da folha na avaliação do estado nutricional de pimenta-longa. Científica (Jaboticabal. Online) , v. 44, p. 431-438, 2016.

  • TOMIO, D. B. ; UTUMI, M. M. ; PEREZ, D. V. ; DIAS, J. R. M. ; WADT, P. G. S. . Antecipação da diagnose foliar em arroz. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 50, p. 250-258, 2015.

  • SALDANHA, E. C. M. ; SILVA JUNIOR, M. L. ; OKUMRA, R. S. ; WADT, P. G. S. . Estabelecimento de normas DRIS para a cultura do coqueiro híbrido no estado do Pará. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 28, p. 99-109, 2015.

  • WADT, P. G. S. ; DELARMELINDA, E. A. ; COUTO, W. H. ; ANJOS, L. H. C. ; PEREIRA, M. G. . Validação de sistema de aptidão agrícola das terras em projeto de assentamento de Sena Madureira, Acre. Biota Amazônia , v. 5, p. 68-77, 2015.

  • PARTELLI, F. L. ; DIAS, J. R. M. ; VIERA, H. ; WADT, P. G. S. ; PAIVA JUNIOR, E. . Avaliação nutricional de feijoeiro irrigado, pelos métodos CND, DRIS e Faixas de Suficiência. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 38, p. 858-866, 2014.

  • DELARMELINDA, E. A. ; WADT, P. G. S. ; ANJOS, L. H. C. ; MASUTTI, C. S. M. ; SILVA, E. F. ; SILVA, M. B. E. ; COELHO, R. M. ; SILVA, L. M. ; SHIMIZU, S. H. ; COUTO, W. H. . Aplicação de sistemas de avaliação da aptidão agrícola das terras em solos do Estado do Acre, Amazônia. Biota Amazônia , v. 4, p. 87-95, 2014.

  • LOSS, A. ; PEREIRA, M. G. ; BERNINI, T. A. ; ZATORRE, N. P. ; WADT, P. G. S. . Fertilidade do solo e matéria orgânica em Vertissolo e Argissolo sob cobertura florestal e pastagem. Comunicata Scientiae (Online) , v. 5, p. 1-10, 2014.

  • WADT, P. G. S. ; SOUZA, C. B. da C. de ; ANJOS, L. H. C. ; PEREIRA, M. G. ; SILVA, L. M. . Aptidão Agrícola das Terras aplicada em pequenos estabelecimentos rurais do sudoeste amazônico. Biota Amazônia , v. 4, p. 25-30, 2014.

  • DIAS, J. R. M. ; WADT, P. G. S. ; TUCCI, C. A. F. ; SANTOS, J. Z. L. ; SILVA, S. V. . Normas DRIS multivariadas para avaliação do estado nutricional de laranjeira Pera no estado do Amazonas. Revista Ciência Agronômica (UFC. Online) , v. 44, p. 251-259, 2013.

  • DIAS, J. R. M. ; TUCCI, C. A. F. ; WADT, P. G. S. ; SILVA, A. M. ; SANTOS, J. Z. L. . Níveis críticos e faixas de suficiência nutricional em laranjeira-pêra na Amazônia Central obtidas pelo método DRIS na Amazônia central obtidos pelo método DRIS.. Acta Amazonica (Impresso) , v. 43, p. 239-246, 2013.

  • WADT, P. G. S. ; ANGHINONI, I. ; GUINDANI, R. H. P. ; LIMA, A. S. T. ; PUGA, A. P. ; SILVA, G. S. ; PRADO, R. M. . Padrões nutricionais para lavouras arrozeiras irrigadas por inundação pelos métodos da CND e Chance Matemática. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 37, p. 145-156, 2013.

  • POLITI, L. S. ; FLORES, R. A. ; SILVA, J. A. S. ; WADT, P. G. S. ; PINTO, P. A. da C. ; PRADO, R. M. . Estado nutricional de mangueiras determinado pelos métodos DRIS e CND. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental (Impresso) , v. 17, p. 11-18, 2013.

  • BERNINI, T. A. ; PEREIRA, M. G. ; FONTANA, A. ; ANJOS, L. H. C. ; CALDERANO, S. B. ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; MORAES, A. G. L. ; SANTOS, L. L. . Taxonomia de solos desenvolvidos sobre depósitos sedimentares da Formação Solimões no Estado do Acre. Bragantia (São Paulo, SP. Impresso) , v. 72, p. 71-80, 2013.

  • BERNINI, T. A. ; PEREIRA, M. G. ; ANJOS, L. H. C. ; PEREZ, D. V. ; FONTANA, A. ; CALDERANO, S. B. ; WADT, P. G. S. . Quantification of aluminium in soil of the Solimões Formation, Acre state, Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 37, p. 1587-1598, 2013.

  • DIAS, J. R. M. ; TUCCI, C. A. F. ; WADT, P. G. S. ; PEREZ, D. V. ; PARTELLI, F. L. ; ESPINDULA, M. C. ; TOMIO, D. B. . Antecipação do período de diagnose foliar em laranjeira 'Pêra' no Amazonas. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 48, p. 757-764, 2013.

  • WADT, P. G. S. ; DIAS, J. R. M. ; PEREZ, D. V. ; LEMOS, C. O. . Interpretação de índices DRIS para a cultura do cupuaçu. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 36, p. 125-135, 2012.

  • WADT, P. G. S. ; FRADE Jr., E. F. ; MARCOLAN, A. L. . A relação entre pesquisa e extensão na Amazônia. Boletim Informativo (Sociedade Brasileira de Ciência do Solo) , v. 37, p. 42-47, 2012.

  • WADT, P. G. S. ; DIAS, J. R. M. . Normas DRIS regionais e inter-regionais na avaliação nutricional de café Conilon. Pesquisa Agropecuária Brasileira (Online) , v. 47, p. 822-830, 2012.

  • NÓBREGA, M. de S. ; WADT, PAULO GUILHERME SALVADOR ; ANJOS, L. H. C. ; PEREIRA, M. G. . Indicadores de capacidade de uso da terra para escala de propriedade rural: deficiência de fertilidade do solo.. Biota Amazônia , v. 2, p. 1-7, 2012.

  • DIAS, J. R. M. ; WADT, P. G. S. ; FOLLE, F. A. ; SOLINO, J. S. ; DELARMELINDA, E. A. ; TAVELLA, L. B. . Potencial de resposta à adubação para N, P, K, Ca e Mg em cupuaçueiros avaliados por diferentes normas DRIS. Acta Amazonica (Impresso) , v. 41, p. 77-82, 2011.

  • WADT, P. G. S. ; DIAS, J. R. M. ; PEREZ, D. V. ; Lemos, Cleigiane de Oliveira . Fórmulas DRIS para o diagnóstico nutricional de pomares de cupuaçueiros. Bragantia (São Paulo, SP. Impresso) , v. 70, p. 649-656, 2011.

  • DIAS, J. R. M. ; WADT, P. G. S. ; PEREZ, D. V. ; SILVA, L. M. ; LEMOS, C. O. . DRIS formulas for evaluation of nutritional status of cupuaçu trees. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 35, p. 2083-2091, 2011.

  • DELARMELINDA, E. A. ; WADT, P. G. S. ; ANJOS, L. H. C. ; MASUTTI, C. S. M. ; SILVA, E. F. ; SILVA, M. B. E. ; COELHO, R. M. ; SHIMIZU, S. H. ; COUTO, W. H. . Avaliação da Aptidão Agrícola dos Solos do Acre por Diferentes Especialistas. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 35, p. 1841-1853, 2011.

  • TEIXEIRA, S. T. ; SILVA, L. M. ; PEREZ, D. V. ; WADT, P. G. S. . Resíduos de curtume e o aproveitamento agrícola. Revista de Biologia e Ciências da Terra , v. 11, p. 138-143, 2011.

  • LIMA, A. A. ; SILVA, D. V. ; MAIA, A. G. ; SILVA, I. H. L. ; BEBER, P. M. ; PRADO, R. M. ; WADT, P. G. S. . Determinação da matéria seca e dos teores de macronutrientes da grama batatais pelos métodos de secagem em forno de microondas e estufa. Ciência e Cultura (Barretos) , v. 7, p. 31-34, 2011.

  • LIRA, E. M. de ; GALVÃO, A. de S. ; WADT, P. G. S. . "Sistema de aptidão das terras para recuperação ambiental" para avaliar a sustentabilidade de propriedades rrurais na Amazônia. Boletim de Geografia (UEM) , v. 29, p. 31-45, 2011.

  • DIAS, J. R. M. ; PEREZ, D. V. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, L. M. ; WADT, P. G. S. . Relações nutricionais log-transformadas para avaliação nutricional de cupuaçueiros comerciais. Acta Amazonica (Impresso) , v. 40, p. 37-40, 2010.

  • DIAS, J. R. M. ; PEREZ, D. V. ; SILVA, L. M. ; LEMOS, C. O. ; WADT, P. G. S. . Normas DRIS para cupuaçuzeiro cultivado em monocultivo e em sistemas agrofl orestais. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 45, p. 64-71, 2010.

  • DIAS, J. R. M. ; WADT, P. G. S. ; SAMPAIO, F.A.R. ; PITIELKOW, F. K. ; MIOTTI, A. A. ; ROSA, M. R. . Estabelecimento de normas DRIS para cupualueiro na região amazônica. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 23, p. 121-128, 2010.

  • WADT, P. G. S. ; SILVA, D. J. . Acurácia do diagnóstico nutricional de pomares de mangueiras obtidos por três fórmulas DRIS. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 45, p. 1180-1188, 2010.

  • FERREIRA, R. L. F. ; SOUZA, R. J. ; CARVALHO, J. G. ; ARAÚJO NETO, S. E. de ; WADT, P. G. S. . Avaliação de cultivares de alface adubadas com silicato de cálcio em casa-de-vegetação. Ciência e Agrotecnologia (UFLA) , v. 34, p. 1093-1101, 2010.

  • DIAS, J. R. M. ; CAPRONE, A. L. ; WADT, P. G. S. ; SILVA, L. M. ; TAVELLA, L. B. ; OLIVEIRA, J. P. . Quebra de dormência em diásporos de teca (Tectona grandis). Acta Amazonica (Impresso) , v. 39, p. 549-554, 2009.

  • SALIMON, C. I, ; WADT, P. G. S. ; ALVES, S.S. . Decrease in carbon stocks in an oxisol due to land use and cover change in southwestern Amazon. Revista Ambiente & Água , v. 4, p. 57-65, 2009.

  • BERNINI, T. A. ; LOSS, A. ; PEREIRA, M. G. ; COUTINHO, F. S. ; ZATORRE, N. P. ; WADT, P. G. S. . Frações Granulométricas e Oxidáveis da Matéria Orgânica do Solo em Sucessão Floresta - Pastagem no Acre.. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 4, p. 4334-4338, 2009.

  • LOSS, A. ; PEREIRA, M. G. ; BERNINI, T. A. ; MORAES, A. G. L. ; ZATORRE, Natalia Pereira ; WADT, P. G. S. . Fertilidade, Carbono e Nitrogênio das Substâncias Húmicas do Solo em Sucessão Floresta - Pastagem no Acre. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 4, p. 1298-1301, 2009.

  • ZATORRE, Natalia Pereira ; TEIXEIRA, R. O. ; FELÍCIO, Nardele.C. ; FIGUEIRA, Adriana França ; WADT, P. G. S. ; SANTOS, Gabriel A. dos ; BERBARA, R. L. L. . Influência das Modificações da Cobertura em Algumas Propriedades de Solos do Acre.. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 4, p. 4245-2549, 2009.

  • WADT, P. G. S. ; SILVA, D. J. ; MAIA, C. E. ; TOMÉ JÚNIOR, J. B. ; PINTO, P. A. da C. ; MACHADO, P. L. O. de A. . Modelagem de funções no cálculo dos índices DRIS. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 42, p. 57-64, 2007.

  • SALIMON, C. I, ; WADT, P. G. S. ; MELO, A. W. F. . Dinâmica do Carbono na Conversão de Floresta para Pastagens em Argissolos da. Revista de Biologia e Ciências da Terra , v. 7, p. 29-38, 2007.

  • RIGAMONTE-AZEVEDO, O.C. ; WADT, P. G. S. ; WADT, L.H.O. . Potencial de produção de óleo-resina de copaíba (copaifera spp) de populações naturais do sudoeste da Amazônia. Revista Árvore , v. 30, p. 583-591, 2006.

  • WADT, P. G. S. ; LIRA, E. M. de ; GALVÃO, A. de S. ; RODRIGUES, G. S. . Avaliação da capacidade de uso da terra e dos impactos ambientais em áreas de assentamento na Amazônia ocidental. Revista de Biologia e Ciências da Terra , v. 6, p. 316-326, 2006.

  • WADT, P. G. S. ; PACHECO, E. P. . Efeito da adubação nitrogenada, em diferentes densidades de plantio, na produção de biomassa de Pimenta Longa (Piper hispidinervum C.DC.).. Revista de Biologia e Ciências da Terra , v. 6, p. 334-340, 2006.

  • WADT, P. G. S. . Relationships between soil class and nutritional status of coffee crops. Revista Brasileira de Ciência do Solo , Viçosa - MG, v. 29, n.2, p. 227-234, 2005.

  • WADT, P. G. S. . Nutritional status of Eucalyptus grandis clones evaluated by critical level and DRIS methods. Revista Árvore (Impresso) , Viçosa - MG, v. 28, n.1, p. 15-20, 2004.

  • RIGAMONTE-AZEVEDO, O.C. ; WADT, P. G. S. ; WADT, L.H.O. ; VEGA JÚNIOR, V.F.da ; PINTO, A. da C. ; REGIANI, A. M. . Variabilidade química e física do óleo-resina de Copaifera spp. no sudoeste da Amazônia brasileira. Revista de Oleaginosas e Fibrosas , v. 8, n.2, p. 851-861, 2004.

  • WADT, P. G. S. . Alterações eletroquímicas em um Latossolo Vermelho Amarelo tratado com carbonato e sulfato de cálcio, em colunas de solo. Scientia Agricola , Piracicaba, SP, v. 57, n.3, p. 519-524, 2000.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de ; ALVAREZ V, V.H. ; BRAGANÇA, S. M. . Alternativas da Aplicação do Dris à Cultura de Café Conilon (Coffea Canephora Pierre). Scientia Agricola , Piracicaba, SP, v. 56, n.1, p. 83-92, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de ; ALVAREZ V, V.H. ; BARROS, N. F. de ; DIAS, L. E. . Uso de Diferentes Compartimentos da Árvore na Avaliação da Nutrição Nitrogenada em Plantações de Eucalipto. Revista Árvore , Viçosa, MG, v. 23, n.3, p. 271-277, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; WADT, L.H.O. . Movimentação de cátions em amostras de um Latossolo Vermelho Amarelo incubadas com duas fontes de cálcio.. Scientia Agricola , Piracicaba, SP, v. 56, n.4, p. 1157-1164, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de ; ALVAREZ V, V.H. ; BARROS, N. F. de ; DIAS, L. E. . Variações no estado nutricional de eucaliptos em função do material genético e da idade da árvore. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , Brasília, DF, v. 34, n.10, p. 1797-1803, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de . Normas preliminares do sistema integrado de diagnose e recomendação para clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. Scientia Forestalis (IPEF) , Piracicaba, v. 55, n.2, p. 145-155, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; Loucos em Terras de Doídos. Boletim Informativo (Sociedade Brasileira de Ciência do Solo) , v. 4, p. 15-18, 1999.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de ; ALVAREZ V, V.H. ; FONSECA, S. ; BARROS, N. F. de . Valores de Referência Para Macronutrientes Em Eucalipto Obtidos Pelos Métodos Dris e Chance Matemática. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , Viçosa, MG, v. 22, n.4, p. 685-692, 1998.

  • WADT, P. G. S. ; NOVAIS, R. F. de ; ALVAREZ V, V.H. ; FONSECA, S. ; BARROS, N. F. de ; DIAS, L. E. . Três Métodos de Cálculo do Dris Para Avaliar O Potencial de Resposta À Adubação de Árvores de Eucalipto. Revista Brasileira de Ciência do Solo , Viçosa, MG, v. 22, n.4, p. 661-666, 1998.

  • WADT, P. G. S. ; ALVAREZ V, V.H. ; NOVAIS, R. F. de ; FONSECA, S. ; BARROS, N. F. de . O Método da Chance Matemática Na Interpretação de Dados de Levantamento Nutricional de Eucalip. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso) , v. 22, p. 773-778, 1998.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

WADT, P. G. S. ; SILVA, D. J. . Planilha Dris Manga 'Tommy Atkins'. 2018.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. ; BEZERRA, J. N. B. . DRIS Pimenta Longa. 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Café Arábica. 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Café canephora. 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Mamão. 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; SANTOS, G. A. . DRIS Soja. 2011.

WADT, P. G. S. ; SANTOS, R. C. M. ; CASTRO JUNIOR, O. R. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. N. B. . Sistema da Avaliação das Terras para Readequação Ambiental (SATRA 2.0). 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Arroz (Terras Baixas). 2011.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Manga. 2010.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Cupuaçu. 2010.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. ; BEZERRA, J. G. S. . DRIS Oliveiras. 2010.

WADT, P. G. S. ; LEMOS, C. O. ; SILVA, E. C. P. . Sistema da Avaliação das Terras para Readequação Ambiental (SATRA 1.0). 2009.

WADT, P. G. S. . DRIS (versão 1.01, 1.02, 1.50, 1.60 e 1.61). 1999.

WADT, P. G. S. ; FERNANDES FILHO, E. . Floresta 1.0 - Software de Avaliação Nutricional de Árvores. 1995.

WADT, P. G. S. . Laudo Pericial em Ação de Reintegração de Posse. 2001.

WADT, P. G. S. . Laudo Pericial na Justiça Federal - Processo de Desapropriação IBAMA x Faz União Ltda.. 2000.

WADT, P. G. S. . Laudo Pericial em Inquérito Ambiental Ministério Público x Wadt Empreendimentos Imob. S/C Ltda.. 1999.

WADT, P. G. S. ; Blog de Paulo Wadt. 2012; Tema: Agricultura, meio ambiente e política. (Blog).

WADT, P. G. S. ; Sistema integrado de diagnose e recomendação. 2011; Tema: Divulgar os fundamentos do sistema sistema integrado de diagnose e recomendação. (Site).

WADT, P. G. S. ; WADT, P. G. S. . Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação. 2010; Tema: Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS) para culturas agrícolas. (Blog).

WADT, P. G. S. . Utilização do DRIS, CND e chance matemática na interpretação dos resultados da análise foliar. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

WADT, P. G. S. ; BERNARDI, A. C. C. ; CAMARAO, A. P. ; MADARI, B. E. ; CARVALHO, C. J. R. ; SOUZA, L.F. ; PEREIRA, M. G. ; KATO, M. S. A. ; KATO, O. R. ; MACHADO, P. L. O. de A. ; FIGUEIREDO, R. O. ; SA, T. D. A. . Sistema Plantio Direto e Controle de Erosão no Estado do Acre. 2007. (Editoração/Livro).

WADT, P. G. S. ; AQUINO, A. M. ; ROSARIO, A. A. S. E. ; BERNARDI, A. C. C. ; MADARI, B. E. ; BERGO, C. L. ; ARAÚJO, E. A. de ; SILVA, E. M. R. ; AMARAL, E.F. ; DE-POLLI, H. ; FRANKE, I. L. ; LANI, J.L. ; SOARES, J.P.G. ; SILVA, J. M. M. ; SILVA, J.R.T. . Manejo do Solo e Recomendação de Adubação para o Estado do Acre. 2005. (Editoração/Livro).

WADT, P. G. S. . DRIS 2.0 - Curso Prático-teórico sobre a aplicação do sistema DRIS frente o monitoramento nutricional. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

WADT, P. G. S. . Curso prático sobre a utilização do DRIS. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

WADT, P. G. S. . Curso prático sobre DRIS.. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

WADT, P. G. S. . O DRIS e o PASS na recomendação de adubação para as culturas.. 2000. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - 2019

    Aprimoramento, inovação e desenvolvimento de conhecimentos e tecnologias em sistema plantio direto para Rondônia, Descrição: Projeto em rede, denominado Aprimoramento, inovação e desenvolvimento de conhecimentos e tecnologias em sistema plantio direto para o agronegócio brasileiro, liderado pelo Centro Nacional de Pesquisa de Trigo da Embrapa. As atividades desenvolvidas visam contribuir para a adoção do sistema plantio direto consoante os preceitos da agricultura conservacionista, aprimorando, inovando e desenvolvendo conhecimentos e tecnologias. Especificamente nas atividades desenvolvidas em Rondônia, e exclusivamente aquelas voltadas para a responsabilidade do pesquisador Paulo Wadt, incluem-se o monitoramento e acompanhamento de três sistemas de sucessão de culturas (soja/pousio, ou soja/milho/pousio, ou soja/milho+braquiária/pousio, em sistema de plantio direto, quanto as características das propriedades químicas e físicas do solo. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Marcos Gervasio Pereira - Integrante / Alaerto Luiz Marcolan - Integrante / José Eloir Denardin - Coordenador.

  • 2014 - 2019

    Padrões nutricionais para cafeeiros (Coffea canephora) na Amazônia Sul Ocidental, Descrição: No estado de Rondônia, as recomendações de calagem e adubação para cafeeiros são de pesquisas conduzidas na década de 1990. Neste sentido, ajustes para as variedades e condições de cultivo atuais são imprescindíveis. Assim, objetiva-se com esse projeto ajustar os níveis de adubação para os genótipos comerciais de cafeeiros cultivados na Amazônia Sul Ocidental. Na primeira atividade serão testados níveis dos fertilizantes N e K em genótipos de cafeeiros da variedade BRS Ouro Preto, em fase de produção visando ajustar a adubação de produção para a variedade recém lançada pela Embrapa Rondônia. Na segunda atividade serão avaliados o consumo de nutrientes por plantas de cafeeiros Conilon e Robusta durante o período de repouso vegetativo e crescimento vegetativo/produção visando avaliar a necessidade de fornecimento de nutrientes durante a estação de repouso vegetativo, bem como, a necessidade de nutrientes para os dois eventos concomitantes, crescimento vegetativo e formação de frutos para genótipos das duas variedades botânicas cultivadas em Rondônia. Na terceira atividade serão estudadas as taxas de acúmulo de nutrientes, em folhas e frutos, de genótipos de cafeeiros em dois níveis de adubação visando estudar a partição de nutrientes e verificar os pontos críticos para fornecimento dos mesmos durante a fase de crescimento vegetativo e produção. O prazo de execução do projeto são 48 meses (2014-2015-2016-2017).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Jairo Rafael Machado Dias - Coordenador / Marcelo Curitiba Espindula - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Manejo nutricional das palmeiras açaí (Euterpe precatoria) e pupunha (Bactris gasipae) cultivadas em sistemas agroflorestais na Amazônia, Descrição: Até recentemente (anos 1990 e anteriores), a expansão da agricultura na Amazônia foi dependente da conversão de áreas com floresta nativa em áreas agrícolas; entretanto, este tipo de expansão não tem sido mais permitida, sendo a alternativa a melhoria da capacidade produtiva das áreas florestais já convertidas para uso agrícola. Para a melhoria da produtividade das áreas agrícolas concorrem a melhoria do material genético das espécies nativas ou exóticas cultivadas, a adoção de técnicas de manejo fitotécnico e, principalmente, o fornecimento de nutrientes via adubações minerais ou orgânicas. Nestes sistemas agroflorestais, as palmeiras são uns dos principais constituintes, razão pela qual o foco desta pesquisa será no desenvolvimento de procedimentos para o manejo nutricional destas plantas nos arranjos agroflorestais, visando manter sua produtividade em níveis adequados. Para isto, pretende-se utilizar as técnicas mais promissoras para avaliação do estado nutricional das plantas em programas de monitoramento nutricional que permitam um ganho de qualidade nutricional dos pomares, proporcionando uso mais eficiente de fertilizantes, redução nos desequilíbrios nutricionais e otimização de sua produtividade. No momento, o objetivo será desenvolver a partir do sistema integrado de diagnose e recomendação, um sistema de recomendação de adubação que integre a avaliação da fertilidade do solo e do estado nutricional das palmeiras (açaizeiro ou pupunheira), para que possa otimizar a produtividade e a competitividade das palmeiras cultivadas na Amazônia em sistemas agroflorestais. A pesquisa envolverá o desenvolvimento de normas (valores de referência) para o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação para açaizeiros e pupunheiras, estimativa da demanda de exportação de nutrientes pela colheita e avaliação da acurácia dos diagnósticos nutricionais com base na resposta das palmeiras ao fornecimento dos nutrientes N, P ou K que estiver em maior grau de limitação nutricional. Como resultado da pesquisa, espera-se obter um sistema de recomendação de adubação baseado em critérios objetivos, além dos resultados técnico-científicos: pelo menos dois artigos em periódicos indexados, dois resumos expandidos, uma dissertação de mestrado e uma de doutorado concluída, além da iniciação científica de um estudante de agronomia ou áreas afins. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Lucielio Manoel Silva - Integrante / DANIEL VIDAL PEREZ - Integrante / Rayany Andrade Martins - Integrante / José Marlo Araújo de Azevedo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2009 - 2012

    Análise de conflitos e definição de prioridades de intervenção sobre o uso da terra na gestão integrada dos recursos hídricos na Amazônia, Descrição: O projeto parte da premissa de que na Amazônia há conflitos em relação ao desenvolvimento da região, onde parte significativa da população rural compreende as necessidades de preservação ambiental, principalmente quanto a qualidade e quantidade dos recursos hídricos, mas tem dificuldade financeiras que exigem a utilização da terra além de sua permissão legal ou capacidade de uso; e por outro lado, populações não Amazônicas não conseguem visualizar as demandas por geração de renda que há nas populações amazônicas, principalmente entre os migrantes recentes. Para tanto, a proposta pretende avançar no desenvolvimento de um modelo de gestão que possa conciliar estas diversas visões, a partir da identificação de prioridades de intervenção sobre o uso da terra por sistema que tenha como base não somente a preservação da cobertura florestal, mas também a identificação de áreas agrícolas de maior potencial agrícola para o desenvolvimento de atividades econômicas. Assim, pretende aprimorar e desenvolver dois sistemas computacionais que possam determinar regras objetivas para a gestão do uso da terra e para o acompanhamento e monitoramento da implantação de medidas de reordenamento ambiental com possibilidades inclusive de pagamento pelos serviços ambientais. Espera-se que o projeto abra novas perspectivas para o desenvolvimento da Amazônia e para a preservação de seus recursos hídricos, de forma que possibilite que as questões econômicas sejam tratadas no mesmo nível das questões ambientais e utilizadas em comum acordo para a construção de alternativas de uso da terra que levam a maior sustentabilidade econômica, social e ambiental da região, contribuindo para a geração de renda e o desenvolvimento local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / Eider Carlos Paulino Silva - Integrante / Jayra Nascimento Bandeira Bezerra - Integrante / Olacir Rodrigues Castro Junior - Integrante / Rogerio de Castro Mesquita dos Santos - Integrante / Arianne Ferreira Moura - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Aprimoramentos em sistema informatizado de gestão do uso da terra para pequenos agricultores, Descrição: A sustentabilidade do uso da terra depende de sua utilização de forma racional e equilibrada, conciliando as demandas econômicas com as ambientais. Entretanto, para o planejamento da gestão sustentável da terra, as ferramentas de análise atualmente disponíveis demandam elevando custo financeiro e humano para sua utilização, tornado-se inacessíveis para a grande maioria dos produtores rurais, principalmente aqueles da agricultura familiar. A Embrapa Acre e o Departamento de Solos da Universidade Federal do Rio de Janeiro vem desenvolvendo atividades de pesquisa para o desenvolvimento de metodologia de avaliação da aptidão agrícola das terras e da prioridade para o reordenamento ambiental que demandam poucos recursos humanos e financeiros para sua aplicação. Neste sentido, nesta etapa do desenvolvimento dos sistemas em que atividades de validação dos softwares estão sendo realizada, propõe-se, em cooperação com a Universidade Federal do Acre e o Instituto de Computação da Unicamp, aproveitar os dados que serão obtidos no processo de validação para o desenvolvimento e teste de novos aprimoramentos para as ferramentas quanto ao aspecto metodológico, no sentido de melhorar os indicadores socioeconômicos, como também quanto a informatização do sistema, que será o desenvolvimento de algoritmos para a mensuração de serviços ambientais e de regionalização de unidades de uso da terra a partir de imagens de satélite (matriciais) vetorizadas. Assim, o objetivo deste trabalho será instrumentalizar o sistema público e privado de ferramenta de análise ambiental de baixo custo de utilização, acessível pela internet, que possa promover o uso sustentável dos recursos ambientais, em especial, quanto ao uso do solo e da água, na Amazônia Legal, por meio da disponibilização das informações do softwares SAAAT e SATRA em uma base de dados geográfica, compatível com outros sistemas de intercâmbio de dados geográficos, pela incorporação de processo de regionalização de imagens digitais e pe. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante / Cleigiane de Oliveira Lemos - Integrante / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - Atual

    Desenvolvimento de metodologias de avaliação do estado nutricional de plantas cultivadas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Renato de Mello Prado em 10/04/2017., Descrição: Atividades de cooperação e colaboração nas linhas de pesquisa relacionada ao desenvolvimento e aprimoramento de métodos de avaliação do estado nutricional das plantas, envolvendo, periodicamente: participação em evento técnico científico patrocinado pelo Grupo de Estudos em Nutrição de Plantas da UNESP, com publicação de capitulo técnico científico sobre o tema, co-orientação de alunos de pós-graduação, em nível de mestrado ou doutorado, em apoio ao desenvolvimento ou validação de metodologias de avaliação do estado nutricional das plantas, treinamento bianual de estudantes da pós-graduação em métodos diagnósticos para avaliação do estado nutricional das plantas, com carga horária de 40 horas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Renato de Mello Prado - Integrante.

  • 2007 - 2010

    Software de Avaliação das Terras para a Readequação Ambiental, Descrição: A avaliação ambiental é necessária por ser uma ferramenta de análise que possa identificar os impactos ambientais causados pelas atividades econômicas humanas sobre os meios, físico, biótico e socioeconômico, de modo a permitir uma decisão lógica e racional sobre sua sustentabilidade, e ainda para assessorar produtores e tomadores de decisão quanto às melhores opções de práticas, atividades e formas de manejo a serem implementadas em um estabelecimento ou região, de acordo com as potencialidades e limitações do ambiente e a capacidade da comunidade local. Acrescente-se a isto que na Amazônia, o manejo inadequado dos recursos naturais em agroecossistemas vem acarretando problemas ambientais, que se caracterizam pela modificação da paisagem e conseqüentemente das funções ecológicas dos ecossistemas. Neste sentido, o projeto está adaptando e desenvolvendo métodos de avaliação ambiental que permitam a gestão sustentável dos empreendimentos agrícolas e aponte caminhos para a recuperação de ambientes degradados, sendo que o foco destas atividades estão voltadas para o desenvolvimento de processos informatizados para a avaliação ambiental, para que torne sua utilização mais acessível para as instituições voltadas para a formulação de políticas públicas e para a gestão ambiental na Amazônia, em especial, para a informatização do sistema de avaliação das terras para readequação ambiental, tornando possível que as decisões sobre a gestão ambiental de propriedades rurais e as medidas corretivas sejam identificadas de forma rápida e objetiva.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Lúcia Helena de Oliveira Wadt - Integrante / Tadário Kamel de Oliveira - Integrante / Luciana Mendes Cavalcante - Integrante / Celiana Barbosa da Costa de Souza - Integrante / Murielly de Sousa Nóbrega - Integrante / Marcio Muniz Albano Bayma - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Melhoria da produtividade e da competitividade do cupuaçu (Theobroma grandiflorum) cultivado em sistemas agroflorestais na Amazônia, Descrição: O projeto baseou-se na hipótese de que a integração de um sistema de diagnose foliar para determinação do estado nutricional de cupuaçueiros, associado ao monitoramento da fertilidade do solo, teria a capacidade de proporcionar estimativas adequadas para a quantificação das adubações nesta cultura. Para testar esta hipótese foram estabelecidos três atividades seqüenciais: desenvolvimento de normas DRIS para cupuaçueiros, adaptação da metodologia do sistema DRIS (Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação de Adubação) e a validação do sistema, testando sua aplicação em 40 arranjos agroflorestais onde o cupuaçueiro seja uma das espécies componentes do sistema. Para o desenvolvimento das normas DRIS para cupuaçueiros, optou-se para a classificação dos pomares em três categorias: sadios com potencial de alta produtividade, sadios com potencial de baixa produtividade e não sadios. Esta classificação foi realizada no momento da coleta das amostras foliares, levando em consideração os aspectos: fitossanitários, manejo cultural e do solo. As normas DRIS foram então obtidas para 153 pomares, cultivados em sistemas de monocultivo ou policultivo. Também foram obtidas normas DRIS para cupuaçueiros sem a divisão da população quanto a sua sanidade fitotécnica e potencial produtivo, obtendo-se as normas DRIS para relações bivariadas log-transformadas e também para relações bivariadas sem a transformação logarítmica. Este segundo conjunto de normas foi considerado o grupo preliminar de normas padrões para cupuaçueiros. Para o desenvolvimento do sistema DRIS para cupuaçueiros, optou-se por testar várias fórmulas de cálculo dos índices DRIS, adotando-se a fórmula original de Beaufils (1973), fórmula reduzida proposta por Jones (1981), a fórmula de Elwali & Gascho (1984) e a fórmula de Wadt et al (2007). Para a fórmula de Wadt et al (2007) foi necessária introduzir uma correção para macronutrientes não responsivos (Ca e Mg), já que a modelagem não apresentou o comportamento esperado. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Cleigiane de Oliveira Lemos - Integrante / Renato de Mello Prado - Integrante / Eider Carlos Paulino Silva - Integrante / Maisa Pinto Bravin - Integrante / Charles Henderson Alves de Oliveira - Integrante / João Gabriel da Silva Bezerra - Integrante / Jairo Rafael Machado Dias - Integrante / Daniel Vidal Perez - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 1

  • 2007 - 2008

    Eficiência do lodo de curtume como fertilizante alternativo na melhoria da produtividade das pastagens, Descrição: Este projeto resultou da constatação da necessidade da ampliação das metas técnicas e científicas do projeto de cooperação com a industria de curtume local e visa avaliar o potencial de suprimento de nitrogênio e a utilização de resíduos industriais para o suprimento de outros nutrientes às culturas locais, assim como avaliar os possíveis impactos negativos, como salinização ou contaminação do solo por cromo. Neste sentido, o objetivo deste trabalho é avaliar o potencial do lodo de curtume para a utilização em pastagens e na recuperação das propriedades químicas e microbiológicas do solo. Os trabalhos consistem na caracterização do lodo de caleiro gerado na região, na avaliação da equivalência agronômica do nitrogênio contido no lodo em relação à adubação nitrogenada com sulfato de amônio, na avaliação do lodo de caleiro como neutralizante da acidez do solo em amostras de solo de diferentes ordens, na avaliação do impacto de doses crescentes de lodo sobre a qualidade nutricional e bromatológica da forrageira e no deslocamento sub-superficial dos minerais contidos no lodo, no efeito do uso do lodo de caleiro sobre a micorrização, atividade microbiana, absorção e translocação de nutrientes e cromo nas pastagens. Espera-se com estes resultados melhor orientar a disposição deste produto, inibindo seu uso de forma indiscriminada ao se definir as quantidades recomendadas para a correção da acidez do solo e os limites máximos possíveis de serem aplicados como fertilizantes ou corretivos sem que causem salinidade no solo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Lucélia Filgueira de Souza - Integrante / Adriana Marlene Moreno Pires - Integrante / Ana Lúcia Farias da Silva - Integrante / Fabiane Bertotti - Integrante / Carlos Enrique Daniel López Pinto - Integrante / Sandra Tereza Teixeira - Integrante / Ricardo Teixeira Brilhante - Integrante / Daniel Vidal Perez - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 12

  • 2006 - 2007

    Ocupação do espaço territorial e avaliação da sustentabilidade ambiental de propriedades rurais em duas regiões do Estado do Acre, Descrição: Esta projeto decorre da continuidade do projeto anterior, visando aumentar a captação de recursos e incluir ajustes nas metas anteriormente propostas. Fundamenta-se na cosntatação de que a degradação agrícola e biológica de áreas voltadas para a exploração pecuária tem sido comumente atribuída a fatores estritamente biofísicos, quando mais provavelmente a degradação seja produto de interações entre fatores de natureza social, econômica, cultural, política e ecológica. Assim, estão sendo adaptados procedimentos para a avaliação dos empreendimentos rurais na Amazônia que possam identificar e quantificar quais processos podem estar comprometendo o potencial da região para o desenvolvimento sustentável, tendo como base o sistema de Avaliação Ponderada de Impacto Ambiental de Atividades no Novo Rural (APOIA - Novo Rural), verificando-se o escopo de seus indicadores para as condições desta região da Amazônia. Paralelamente, esta sendo desenvolvido o sistema de avaliação das terras para readequação ambiental , baseado na identificação das condições de desconformidade entre o uso atual e o uso prescrito para cada unidade de paisagem. Espera-se a partir do conhecimento formular questões técnico-científicas que possibilitem construir indicadores ambientais para as condições da Amazônia e estimular a criação de políticas públicas voltadas para a introdução de melhorias nos sistemas atuais. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Adailton de Sousa Galvão - Integrante / Geraldo Stachetti Rodrigues - Integrante / Márcia Moreira de Ávila - Integrante / Elisandra Moreira de Lira - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 9

  • 2005 - 2007

    DRIS MANGA - Sistema integrado de diagnose e recomendação para mangueiras irrigadas no semi-árido do Nordeste, Descrição: O objetivo do projeto é desenvolver e disponibilizar via Internet ferramenta de diagnose e de recomendação de adubação para mangueiras baseado no Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação, integrando na recomendação tanto o diagnóstico foliar como também a análise de solos, por meio do sistema denominado Potencial de Resposta à Adubação. Estão sendo aproveitados dados já existentes sobre nutrição de mangueiras tanto na Embrapa Semi-Árido como em outras instituições públicas ou privadas (Universidade Estadual da Bahia e empresas produtoras de manga), para organizar um banco de dados em platorma SQL e gerar normas DRIS para possibilitar a definição de programas de adubação baseado no DRIS, via Internet, utilizando sempre softwares de uso gratuito (MySQL e PHP). Os índices DRIS serão calculados com base em modelo de de ajustes na fórmula original, conforme proposto por Wadt et al (SUBMETIDO PARA PUBLICAÇÃO). A recomendação de adubação será definida a partir do potencial de resposta à adubação (Wadt, 1996) e da análise de fertilidade dos solos de cada talhão. Espera-se que o sistema seja capaz de identificar os fatores nutricionais limitantes da produtividade, gerar recomendações de adubação capazes de elevar a produtividade aos patamares mais elevados da região, com a readequação do programa de adubação de cada talhão. A partir do programa de adubação, espera-se também a utilização de formulações mais equilibradas, capazes de mitigar os efeitos do uso excessivo de fertilizantes nas lavouras comerciais. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Pedro Luiz Oliveira de Almeida Machado - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Celsemy Maia - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2004 - 2006

    Recuperação de áreas degradadas com utilização de resíduos da indústria curtidora, Descrição: Este projeto está voltado para a solução de alternativas para a disposião de resíduos de indústria do segmento curtidor. Os resíduos gerados por estes processos são potenciais poluentes devido a elevada carga de material orgânico e inorgânica e à presença do cromo, utilizado no processo de curtimento. Entretanto, em alguns casos, a utilização de resíduos no solo pode ser recomendada pelo valor corretivo e fertilizante que estes apresentam, bem como pela capacidade da macro e microbiota do solo de decompor materiais orgânico. Estão sendo estudadas as alterações nas propriedades do solo e a resposta das plantas para avaliar o potencial fertilizante dos resíduos a possível contaminação do ambiente por metais pesados, com base em estudos para quantificar os efeitos das adições de lodo gerado por estações de tratamento de resíduos de curtume sobre alguns atributos químicos e físicos do solo e sobre o rendimento das culturas de milho e braquiária.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Suhelen de Souza Alves - Integrante / Murielly de Sousa Nóbrega - Integrante / Carlos Frederico Bastos Ribeiro Filho - Integrante., Financiador(es): Exportadora e Importadora Bom Retiro Ltda - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 3

  • 2003 - 2006

    Dinâmica de carbono e gases de efeito estufa em sistemas brasileiros de produção agropecuária, florestal e agroflorestal, Descrição: Projeto de pesquisa em rede (Rede Agrogases). A proposta em questão teve como objetivo geral "quantificar e avaliar o estoque e o balanço de carbono e emissões de gases de efeito estufa provenientes de diferentes sistemas de uso da terra no Brasil, visando subsidiar a geração de tecnologias sustentáveis e mitigadoras de gases de efeito estufa, previsões de cenários, e o suporte à formulação de políticas públicas". Dentre os objetivos específicos do projeto, destacamos: quantificar as emissões de GEE e o balanço de carbono em diferentes sistemas agrícolas e florestais brasileiros; elaborar inventários nacionais das emissões de GEE provenientes de atividades agropecuárias e florestais, e do estoque de carbono na biomassa e solos; estudar e propor técnicas alternativas de uso da terra como medida de mitigação de GEE e de absorção de carbono atmosférico, combinadas ao desenvolvimento econômico sustentável regional e estudar e propor práticas e tecnologias de mitigação de GEE e de absorção de carbono atmosférico. As atividades relacionadas ao projeto sob a responsabilidade do pesquisador Paulo G. S. Wadt estiveram relacionadas ao estoque de carbono em solos da Formação Solimões e O projeto foi encerrado e estão sendo preparados os artitgos para apresentação dos resultados e sua discussão em revistas indexadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Pedro Luiz Oliveira de Almeida Machado - Integrante / Magda Aparecida Lima - Coordenador / Vinicius Melo Benites - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 2

  • 2001 - 2003

    Estudo da adubação nitrogenada, espaçamento, época e freqüência de corte de pimenta longa, Descrição: O objetivo deste subprojeto foi avaliar a melhor época de corte para o cultivo da pimenta longa em escala comercial e determinar a combinação entre a melhor densidade de plantio e níveis de adubação nitrogenada. O subprojeto foi dividido em duas ações de pesquisa, a primeira composta por dois experimentos sobre época de corte e já tiveram os dados catalogados, partes em projeto anterior e, portanto, tiveram sua conclusão em 2002. A segunda ação tratou da avaliação de níveis de dose de adubação nitrogenada e densidade de plantio em parcelas subdivididas, cuja instalação ocorreu em dezembro de 2001 e conclusão em dezembro de 2003. Os resultados do primeiro experimento sugerem que o corte da biomassa de pimenta longa para a extração de safrol deve ser realizada um vez por ano. A realização de dois cortes anuais resulta em maior produção de matéria seca, porém, com menor teor de óleo essencial, o que proporciona, menor quantidade de óleo por hectare. Os resultados do segundo experimento, de densidade de plantio e adubação nitrogenada, mostraram que a melhor densidade de plantio foi a de 13.333 plantas ha-1, no espaçamento de 1,5 x 0,5 m, não havendo resposta à adubação nitrogenada. WADT, Paulo Guilherme Salvador; PACHECO, Edson Patto. Adubação nitrogenada em diferentes densidades de plantio para produção de biomassa de pimenta longa (Piper hispidinervum C.DC.). Revista de Biologia e Ciências da Terra, (Submetido para pubicação), 2006.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Edson Patto Pacheco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2014

    Acesso participativo e universal ao conhecimento formal para a gestão do uso da terra, Descrição: O desenvolvimento de sistemas de avaliação do potencial agrícola das terras baseados em regras objetivas tem sido proposto por vários autores nos últimos anos, no sentido de introduzir modificações no sistema de avaliação e classificação das terras com a inclusão de novos indicadores e dos respectivos parâmetros diagnósticos, visando tanto diminuir a dependência de levantamentos de solos, como também tornar as regras de decisão compatíveis com algoritmos computacionais. Em outra linha de atuação, outros autores (têm procurado desenvolver sistemas especialistas que possam interpretar os dados obtidos de levantamento de solos. Todos estes sistemas apresentam em comum o fato de que são preparados para serem aplicados a uma condição específica, como por exemplo, uma determinada bacia hidrográfica, um determinado nível tecnológico ou dada região geográfica, de forma que as regras propostas somente se aplicam para as condições previamente estabelecidas nestes estudos. Outro denominador comum nesses novos sistemas é que raramente procuram a revisão do sistema original no qual se basearam, normalmente, o Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras , de modo que sua aplicação fica restrita à condição para a qual foram propostas. Visando desenvolver um sistema informatizado, tem sido feito esforço da definição de indicadores que possam ser facilmente obtidos em escala de campo e que possam refletir importantes funções a serem desempenhadas pelo solo ou pela paisagem na aptidão agrícola das terras. Outras inovações tem sido a definição ou adoção de indicadores que não sejam dependentes de levantamento sistemático de solos, tornado o acesso ao sistema mais factível a técnicos da área agronômica, bem como a introdução de nova classificação dos níveis tecnológicos em função da intensidade de uso de insumos e não mais do desenvolvimento sócio-cultural do agricultor. Os algoritmos e as novas metodologias desenvolvidas vislumbram a possibilidade, de estando integradas em sis. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Coordenador / Marcos Gervasio Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2012

    DRIS Manga - Transferência de Tecnologia para Monitoramento Nutricional de Pomares Comerciais de Mangueira, Descrição: A mangueira é uma das principais espécies frutíferas tropicais cultivadas no mundo. O Brasil, um importante produtor da fruta, situa-se na oitava posição no cenário mundial, com uma produção de 1546 mil toneladas em 2007, em uma área de 89.900 hectares. O cultivo da mangueira é realizado em todo o território brasileiro. Contudo, algumas regiões apresentam características mais favoráveis a produção desta frutífera. Na região Nordeste do país, particularmente no Vale do São Francisco, são plantadas cultivares de origem americana, com frutos de aceitação no mercado internacional. O cultivo, feito sob condições de irrigação, associado às técnicas de indução floral, permite a produção de manga durante o ano todo, de forma a atender aos diferentes mercados como os Estados Unidos, alguns países da Europa, Japão e o próprio Brasil. A análise de solo tem sido utilizada como um parâmetro essencial no planejamento de adubação das culturas. No entanto, os resultados de análise de solo como única ferramenta para se fazer recomendação de fertilizantes apresentam limitada aplicabilidade para árvores frutíferas. A análise química de folhas (análise foliar) é a alternativa mais segura para avaliar o estado nutricional das plantas, embora, o processo de interpretação possa apresentar determinadas limitações. Os principais critérios utilizados para a interpretação dos resultados da análise foliar são Níveis Críticos, Faixas de Suficiência e o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS). Como os dois primeiros critérios apresentam limitações, o DRIS foi desenvolvido para preencher as expectativas de uso preditivo da diagnose foliar. Diferente de outros métodos, o DRIS é um procedimento integrado que identifica a suficiência de cada nutriente em relação aos demais, considerando o equilíbrio entre nutrientes, de modo que uma lavoura nutricionalmente equilibrada pode responder com alta produtividade, o que não acontece com lavouras com problemas de deficiência ou com desequilíbr. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Paulo Guilherme Salvador Wadt - Integrante / Davi José Silva - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / Maria Aparecida do C. Mouco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

1994

PREMIO JUSTUS VON LIEBIG - NUTRICAO MINERAL DE PLANTAS, SBCS - Associação Brasileira de Pesquisa para a Potassa e Fosfato.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro de Pesquisa Agroflorestal de Rondônia. , BR 364 - Km 5,5 - Zona Rural, Cidade Jardim, 76815800 - Porto Velho, RO - Brasil, Telefone: (69) 39012510, Fax: (69) 32220409, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - Atual

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2006 - Atual

    Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Pesquisador A, Carga horária: 40

  • 2002 - 2006

    Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador I, Carga horária: 40

  • 2001 - 2002

    Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador II, Carga horária: 44

    Atividades

    • 03/2005

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, .,Linhas de pesquisa

    • 10/2001

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, .,Linhas de pesquisa

    • 02/2008 - 01/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, .,Cargo ou função, Presidente do Comitê Local de Publicações.

    • 07/2004 - 10/2006

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, .,Cargo ou função, Gestor do Laboratório de Solos da Embrapa Acre.

    • 07/2002 - 06/2004

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre, .,Cargo ou função, Gestor do Laboratório de Solos da Embrapa Acre.

  • 2002 - Atual

    Universidade Federal do Acre

    Vínculo: Professor Vinculado, Enquadramento Funcional: Associado, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Docente de programas de pós-graduação na Universidade Federal do Acre (UFAC), por intermédio de convênio de cooperação entre a Embrapa e a UFAC.

    Atividades

    • 05/2011

      Ensino, Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Química e biogeoquímica de solos tropicais

    • 05/2011

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Pós-Graduação, PPG Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Programa.

    • 01/2011

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro Titular do Colegiado do Programa.

    • 03/2006

      Ensino, Produção Vegetal, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Natureza e Propriedades dos Solos, Nutrição Mineral de Plantas, Seminários

    • 08/2011 - 01/2012

      Direção e administração, Pós-Graduação, PPG Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia.,Cargo ou função, Vice-coordenador.

    • 05/2011 - 07/2011

      Direção e administração, Pós-Graduação, PPG Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia.,Cargo ou função, Coordenador de Programa.

    • 01/2009 - 12/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro Suplente do Colegiado do Programa.

    • 08/2008 - 12/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Seleção Mestrado 2008/2009.

    • 03/2006 - 12/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Agrárias, Programa de Pòs Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro Titular do Colegiado do Programa.

    • 08/2007 - 12/2007

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Seleção Mestrado 2007/2008.

    • 08/2006 - 12/2006

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal, Programa de Pós Graduação Em Agronomia Produção Vegetal.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Seleção - Mestrado 2006/2007.

    • 03/2002 - 12/2006

      Ensino, Ecologia e Manejo de Recursos Naturais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Estatística Básica

  • 2013 - Atual

    WADT ETI EIRELI

    Vínculo: Sócio-proprietário, Enquadramento Funcional: Empresario, Carga horária: 0

    Outras informações:
    7112-0/00 ?Serviços de engenharia 6202-3/00 ? Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis 6203-1/00 ? Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não customizáveis

  • 1996 - Atual

    Água Nova Cemitério Parque Ltda

    Vínculo: Sócio-proprietário, Enquadramento Funcional: Empresario, Carga horária: 0

  • 1996 - 2012

    Água Nova Cemitério Parque Ltda

    Vínculo: Sócio Proprietário, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Ocupou diferentes cargos na direção da sociedade empresária até abril de 2012, com atuação na gestão administrativa e de gestão financeira.

    Atividades

    • 05/1996

      Direção e administração, Escritório Sede, .,Cargo ou função, Diretor.

  • 2012 - Atual

    Costruire Construção, Incorporação e Serviços de Engenharia Ltda

    Vínculo: Sócio-proprietário, Enquadramento Funcional: Empresario, Carga horária: 0

    Outras informações:
    41.20-4-00 - Construção de edifícios 43.99-1-01 - Administração de obras 41.10-7-00 - Incorporação de empreendimentos imobiliários 71.12-0-00 - Serviços de engenharia

  • 2015 - Atual

    Tribunal Regional Federal da 1ª Região

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Prestador de Serviços, Carga horária: 4

  • 2000 - 2012

    Tribunal Regional Federal da 1ª Região

    Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Prestador de Serviços, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Realiza prestação de serviços de perito agrário para avaliação do valor de mercado de imóveis rurais, de forma eventual e exclusivamente na condição de perito indicado pelo Juiz. Os trabalhos mais recentes podem ser consultados no link http://processual.trf1.gov.br/consultaProcessual/index.php?secao=AC, informando meu nome no campo "nome da parte". Outros processos não relacionados a este serviço podem eventualmente serem exibidos.

    Atividades

    • 10/2000 - 05/2012

      Serviços técnicos especializados , Seção Judiciária do Acre, .,Serviço realizado, Laudo Pericial de Avaliação de Imóveis Rurais.

  • 2003 - 2005

    Centro Educacional do Norte

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Autômomo, Carga horária: 0

    Outras informações:
    Contratos de prestação de serviços com carga horária variável, em função das demandas de aulas para os cursos de pós-graduação.

    Atividades

    • 08/2005 - 08/2005

      Ensino, Perícia Ambiental, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Recuperação de Áreas Degradadas

    • 09/2004 - 08/2005

      Ensino, Manejo do Solo e Recuperação de Áreas Degradadas, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Análise e interpretação de dados ambientais, Indicadores de Qualidade para principais classes de solos do estado do Acre, Interações e inter-relações entre solos, vegetação e clima, Técnicas Avançadas em manejo da fertilidade do solo para máxima produtividade

    • 05/2004 - 10/2004

      Ensino, Manejo de Recursos Naturais, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Ecologia Básica, Estatística

    • 06/2003 - 06/2003

      Ensino, Gestão Ambiental, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Estatística Básica

  • 1992 - 2001

    Meta Empreend Agrof Serv Com e Rep Ltda

    Vínculo: Sócio-Proprietário, Enquadramento Funcional: Sócio-Proprietário, Carga horária: 8

    Atividades

    • 01/1992 - 11/2001

      Direção e administração, Meta Empreend Agrof Serv Com e Rep Ltda, .,Cargo ou função, Diretor.

  • 1991 - 1992

    Empresa de Assistência Técnica e extensão Rural do estado do Rio de Janeiro

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Extensionista Rural I, Carga horária: 44

    Atividades

    • 03/1991 - 05/1992

      Serviços técnicos especializados , Regional Noroeste, Escritório Local de São João do Paraíso.,Serviço realizado, Assistência Técnica e Extensão Rural.

  • 2019 - 2019

    Governo do Estado do Acre

    Vínculo: Cessão, Enquadramento Funcional: Celetista, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Secretário de Estado de Produção e Agronegócio, nomeado pelo Decreto 012 de 02 de janeiro de 2019 e exonerado pela Decreto 4.652, de 11 de novembro de 2019

  • 2019 - 2019

    Governo do Estado do Acre

    Vínculo: Cessão, Enquadramento Funcional: Celetista, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Acre, nomeado pelo decreto 90 de 10 de janeiro de 2019 e exonerado pelo decreto 3147, de 5 de julho de 2019.