Sérgio José Veloso

Informações coletadas do Lattes

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Lorena Batista Maximo

TEIXEIRA, M. P.;MAXIMO, L. B.. A impossibilidade de anulação do ato administrativo após decorrido o prazo quinquenal. Os servidores públicos temporários (contratos precários) e o princípio da legalidade.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Patrícia Aparecida Ferreira

PAIM, L. R;FERREIRA, P. A.. Gestão de resíduos dos serviços de saúde no municipio de Arcos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Irineu José Coelho Filho

COELHO FILHO, I. J.. ATO ADMINISTRATIVO NULO OU ANULÁVEL E A POSSIBILIDADE DE CONVALIDAÇÃO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em DIREITO) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Maysa de Pádua Teixeira Paulinelli

METZKER, M. C. B. O.;Maysa de Pádua Teixeira Paulinelli; MAXIMO, L. B.. A impossibilidade de anulação do ato administrativo após decorridos o prazo qüinqüenal: Os servidores públicos temporários (contratos precários) e o princípio da legalidade. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria do Carmo Bernardes de Oliveira Metzker

A impossibilidade de anulação do ato administrativo após decorridos o prazo quinquenal: Os servidores públicos temporários (contratos precários) e o princípio da legalidade; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais campus Arcos; Orientador: Maria do Carmo Bernardes de Oliveira Metzker;