Nathalia Butschkau Palazzin Yodono

Atua como enfermeira na sala de urgência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - Unidade de Emergências (2015 - atual): área de emergências traumáticas (pediátricas e adulto) e urgências clínicas (adulto). Mestre em Ciências Médicas na área de Patologia Experimental pelo Departamento de Patologia e Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2016): alterações intestinais durante a infecção pelo Strongyloides venezuelensis. Treinamento técnico nível TT3 (FAPESP) em patogênese da cardiomiopatia associada ao uso crônico de Doxorrubicina (2012). Bacharel em Enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2011). Treinamento Técnico nível TT1 (FAPESP) nas alterações pulmonares durante o ciclo do Strongyloides venezuelensis (2010 - 2011). Membro da Sociedade Honorífica de Enfermagem, Sigma Theta Tau International desde 2010. Iniciação científica em reatividade vascular utilizando modelos experimentais (2009 - 2010) e ética em pesquisa com seres humanos (2008-2009).

Informações coletadas do Lattes em 29/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Patologia Experimental

2013 - 2016

Faculdade de Medcina de Ribeirão Preto
Título: Análise das alterações na musculatura duodenal e resposta do hospedeiro contra infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com Dexametasona: o papel da via JAK-STAT 6,Ano de Obtenção: 2016
Simone Gusmão Ramos.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Dexametasona, intestino delgado, músculo liso.

Graduação em Enfermagem (Bacharelado)

2008 - 2011

Universidade de São Paulo
Título: Estudo do Efeito do Caurano Ácido 16-Metoxicauran-19-óico sobre a Reatividade Vascular em Artéria Isolada de Ratos
Orientador: Prof. Dr. Carlos Renato Tirapelli

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: PATOLOGIA INTESTINAL E INFECÇÕES PARASITÁRIAS.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Patologia Pulmonar.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Reatividade Vascular.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Cardiologia celular e molecular.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Palazzin, Nathalia B. ; GOMES, M. ; NORONHA, N. ; APOLINARIO, L. ; SCHIAVOTELO, N. L. ; MARTINS, I. L. ; FATIMA, F. . Curso de Inverno. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXVII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica. Questionando os tratamentos para frouxidão (flacidez) cutânea e sugerindo nova alternativa. 2015. (Congresso).

Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Ética e Pesquisa com Seres Humanos: consentimento livre Esclarecido em Foco. 2009. (Simpósio).

Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Estudo do efeito do Caurano Ácido-16-metoxicauran-19-óico sobre a Reatividade Vascular de Artéria Isolada de Ratos. 2009. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Simone Gusmão Ramos

Ramos, Simone G.;FACCIOLI, L. H.; Garcia SB. Análise das alterações na musculatura duodenal e resposta do hospedeiro contra infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com dexametasona: o papel da via JAK-STAT 6. 2016. Dissertação (Mestrado em Patologia experimental) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP.

LUCIA HELENA FACCIOLI

RAMOS, SIMONE GUSMÃO; GARCIA, S. B.;Faccioli, Lucia H.. Análise das alterações na musculatura duodenal e resposta do hospedeiro contra infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com dexametasona:o papel da via JAK-STAT6. 2016. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Usp.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Nathalia Butschkau Palazzin Yodono

Análise das alterações na musculatura duodenal durante infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com dexametasona: o papel da via JA-STAT 6; 2016; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Faculdade de Medcina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono;

Nathália Butschkau Palazzin

Efeito do Caurano ácido 16-metoxicauran-19-óico sobre a reatividade vascular da artéria aorta isolada de rato; 2010; Iniciação Científica - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono;

Nathália Butschkau Palazzin

Ética e pesquisa com seres humanos: consentimento livre esclarecido em foco; 2009; Iniciação Científica - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP; Orientador: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Nathalia Butschkau Palazzin Yodono

Análise das alterações na musculatura duodenal durante infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com dexametasona: o papel da via JA-STAT 6; 2016; Dissertação (Mestrado em Patologia Experimental) - Faculdade de Medcina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono;

Simone Gusmão Ramos

Análise do mecanismo de hipercontratilidade da musculatura intestinal em modelos de infecção pelo parasita Strongyloides venezuelensis e tratamento com dexametasona; 2016; Dissertação (Mestrado em Patologia experimental) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Simone Gusmao Ramos;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • HIPOLITO, UV ; ROCHA, J. T. ; PALAZZIN, N. B. ; RODRIGUES, G. J. ; Crestani, CC ; CORREA, F. M. ; BONAVENTURA, D. ; AMBROSIO, SR ; Bendhack, LM ; RESSTEL, LB ; TIRAPELLI, C. R. . The semi-synthetic kaurane ent-16α-methoxykauran-19-oic acid induces vascular relaxation and hypotension in rats. European Journal of Pharmacology , v. 660, p. 402-410, 2011.

  • Palazzin, N.B. ; BONAVENTURA, D. ; AMBROSIO, SR ; HIPOLITO, UV ; TIRAPELLI, C. R. . Analysis of the mechanisms underlying the vasorelaxant action of the Kaurane acid 16-metoxicauran-19-oic in the isolated rat aorta. In: 42º Congresso de Farmacologia e Terapêutica Experimental, 2010, Ribeirão Preto. 2010 - 42 Congresso de Farmacologia e Terapêutica Experimental, 2010. p. 06.008-06.008.

  • Palazzin, NB ; NASCIMENTO, LC ; PANOBIANCO, M.S. ; PRADO, MAS . Ética e pesquisa com seres humanos: consentimento livre esclarecido em foco.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Palazzin, NB ; CR, Tirapelli ; HIPOLITO, UV . Efeito do Caurano ácido 16-metoxicauran-19-óico sobre a reatividade vascular de artéria aorta isolada de ratos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - 2016

    Análise das alterações na musculatura duodenal e resposta do hospedeiro contra infecção pelo Strongyloides venezuelensis e tratamento com Dexametasona: o papel da via JAK-STAT 6, Descrição: A estrongiloidíase é uma parasitose intestinal sendo considerada a quarta maior causada por nematódeos. O mecanismo de defesa contra a estrongiloidíase é mediada pela ativação de células de perfil Th2, que amplificam a resposta celular através da secreção de mediadores inflamatórios. O que faz da estrongiloidíase um grave problema de saúde pública, é o desenvolvimento da hiperinfecção, principalmente devido ao uso de glicocorticóides, onde ocorre aumento do número de larvas e fêmeas que se disseminam por todo organismo. Estudos demonstraram que algumas infecções helmínticas têm sido acompanhadas por hipertrofia e hipercontratillidade da musculatura intestinal, via JAK-STAT 6. Entretanto pouco se sabe sobre a influência desta via nas alterações da parede muscular do duodeno durante infecção pelo Strongyloides venezuelensis. O presente trabalho objetivou investigar as alterações morfológicas, imunológicas e patológicas da musculatura lisa intestinal que ocorrem em decorrência da infecção experimental pelo S. venezuelensis, bem como a interferência do tratamento com Dexametasona e o papel da via JAK - STAT 6 neste processo. Ratos Wistar foram inoculados com larvas de S. venezuelensis, tratados com dexametasona e sacrificados nos dias 5, 7, 14 e 21. Foram realizadas diversas colorações com a finalidade de quantificar as fêmeas adultas no duodeno, realizar morfometria da musculatura duodenal, quantificar eosinófilos e células caliciformes. Foi realizada análise da expressão gênica do gene STAT 6. Nossos resultados mostraram hiperplasia das células caliciformes, infiltrado eosinofílico e espessamento da musculatura lisa duodenal. Houve aumento na expressão de STAT 6 nos animais infectados. O tratamento com a Dexametasona inibiu drasticamente estas alterações. Entretanto o número de parasitas foi significativamente maior nos ratos infectados tratados quando comparados aos infectados. As alterações intestinais durante a infecção ocorreram na tentativa de expulsar o parasita e resolução da infecção. Contudo, a inibição deste processo provocada pela Dexametasona possivelmente retardou ou impediu a resolução da infecção.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono - Integrante / Simone Gusmão Ramos - Coordenador / Cristiane Tefé da Silva - Integrante / Elaine Medeiros Floriano - Integrante / Marlene Ueta - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Distrofina e suas proteínas associadas na patogênese da cardiomiopatia induzida por doxorrubicina, Descrição: As antraciclinas são antibióticos naturais, originalmente isolados da bactéria Streptomyces peucetius, amplamente usados como antineoplásicos. Fazem parte da classe das antraciclinas a doxorrubicina (adriamicina) e a daunorrubicina, que possuem uma diferença estrutural sutil, mas que interfere no seu espectro de atividade. Além da doxorrubicina e da daunorrubicina, existem outras antraciclinas disponíveis atualmente como a idarrubicina e a epirrubicina. O tratamento do câncer com antraciclinas, principalmente a doxorrubicina, pode ser tóxico pelo efeito cumulativo no organismo. Em particular, o principal fator limitante do uso das antraciclinas é a cardiotoxicidade dose-dependente. As alterações morfológicas e ultraestruturais observadas na cardiomiopatia consequente ao uso da doxorrubicina são descritas como: degeneração vacuolar, desorganização ou perda de miofibrilas, dilatação do retículo sarcoplasmático, lesão mitocondrial com presença de edema e rompimento das cristas mitocondriais e fibrose intersticial. A perda das miofibrilas e a degeneração vacuolar dos cardiomiócitos são alterações marcantes nesse tipo de cardiomiopatia. Essas alterações são progressivas e causariam morte de cardiomiócitos. Além da cardiotoxicidade da doxorrubicina sobre os ácidos nucléicos e sobre a integridade das membranas celulares dos cardiomiócitos, o citoesqueleto e os componentes da matriz extracelular dos cardiomiócitos podem estar alterados na cardiomiopatia induzida pela doxorrubicina. Essa integridade estrutural é mantida pela presença de proteínas que fazem a ligação entre o citoesqueleto intracelular e a matriz extracelular. Os grupos de proteínas estruturais responsáveis por fazer essa ligação são, o complexo distrofina-glicoproteínas, a ligação talina-vinculina-integrina e a ligação espectrina-face interna da membrana. A organização e interação entre essas proteínas são importantes para o entendimento dos mecanismos celulares envolvidos na disfunção mecânica presente nas c. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono - Integrante / Marcos Antonio Rossi - Coordenador / Erica Carolina Campos Pulici - Integrante / Mara Rúbia Nunes Celes - Integrante / Cibele Maria Prado - Integrante / Minna Moreira Dias Romano - Integrante / Marcus Vinícius Simões - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Ciclo Pulmonar da infecção por Strongyloides venezuelensis: Estudo sobre a Imunomodulação da Dexametasona no Remodelamento da Parede Brônquica e do Parênquima Pulmonar, Descrição: As estrongiloidíases são parasitoses intestinais com passagem obrigatória pelos pulmões. São causadas por várias espécies do gênero Strongyloides e apresentam distribuição cosmopolita. A resposta imunológica é tipicamente associada ao padrão Th2, que ativada por células T CD4 coordenam o combate ao parasita através da produção de citocinas e quimiocinas. Essas auxiliam na produção e migração de células inflamatórias, especialmente eosinófilos, mastócitos e macrófagos para os órgãos-alvo, notadamente, pulmões e intestino. Nos pulmões, essa resposta inflamatória mesmo sendo efêmera, leva a um remodelamento nas vias aéreas, caracterizado por aumento da produção de muco e hiperreatividade brônquica, semelhante aos processos alérgicos, tipo asma brônquica. Entretanto, essas alterações tem sido pouco exploradas. Por outro lado, os glicocorticóides são imunomoduladores importantes que diminuem o desempenho da resposta inflamatória às estrongiloidíases, promovendo hiperinfecção e disseminação do parasita. O objetivo deste estudo é investigar o remodelamento da parede brônquica e do parênquima pulmonar durante a passagem de larvas filarióides pelas vias aéreas na infecção pelo Strongyloides venezuelensis, bem como a interferência da administração diária de dexametasona nesse remodelamento. Acompanharemos a cinética das células inflamatórias e de várias citocinas e quimiocinas implicadas na resposta inflamatória causadora do remodelamento. O presente projeto representa proposta inovadora em relação ao mecanismo da infecção da estrongiloidíase associada à dexametasona e poderá fornecer novos subsídios para o conhecimento nessa importante área.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono - Integrante / Simone Gusmão Ramos - Coordenador / Cristiane Tefé da Silva - Integrante / Elaine Medeiros Floriano - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2010

    Estudo do efeito do Caurano Ácido-16-metoxicauran-19-óico sobre a Reatividade Vascular de Artéria Isolada de Ratos, Descrição: A pesquisa teve como objetivo avaliar os mecanismos envolvidos no efeito vascular do Ácido-16-metoxicauran-19-óico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono - Integrante / Daniela Bonaventura - Integrante / Sérgio Ricardo Ambrosio - Integrante / Ulisses Vilela Hipólito - Integrante / Carlos Renato Tirapelli - Coordenador / Juliana Teixeira Rocha - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Ética e Pesquisa com Seres Humanos: Consentimento Livre Esclarecido em Foco, Descrição: O objetivo da pesquisa foi explorar a compreensão de estudantes de graduação da EERP-USP acerca do Consentimento Livre e Esclarecido como um dos elementos que compõem os aspectos éticos da pesquisa envolvendo seres humanos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Nathalia Butschkau Palazzin Yodono - Integrante / Lucila Castanheira Nascimento - Coordenador / Maria Antonieta Spinoso Prado - Integrante / Marislei Sanches Panobianco - Integrante., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Sociedade Honorífica de Enfermagem Sigma Theta Tau International, STTI.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - Unidade de Emergência

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Enfermeira, Carga horária: 36

Outras informações:
Enfermeiro atuante na sala de urgência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo: atendimento de urgências/ emergências traumáticas (pediátricas e adulto) e clínicas (adulto).

2013 - 2016

Faculdade de Medcina de Ribeirão Preto

Vínculo: Pós-graduação, Enquadramento Funcional: Mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
A estrongiloidíase é uma parasitose intestinal sendo considerada a quarta maior causada por nematódeos. O mecanismo de defesa contra a estrongiloidíase é mediada pela ativação de células de perfil Th2, que amplificam a resposta celular através da secreção de mediadores inflamatórios. O que faz da estrongiloidíase um grave problema de saúde pública, é o desenvolvimento da hiperinfecção, principalmente devido ao uso de glicocorticóides, onde ocorre aumento do número de larvas e fêmeas que se disseminam por todo organismo. Estudos demonstraram que algumas infecções helmínticas têm sido acompanhadas por hipertrofia e hipercontratillidade da musculatura intestinal, via JAK-STAT 6. Entretanto pouco se sabe sobre a influência desta via nas alterações da parede muscular do duodeno durante infecção pelo Strongyloides venezuelensis. O presente trabalho objetivou investigar as alterações morfológicas, imunológicas e patológicas da musculatura lisa intestinal que ocorrem em decorrência da infecção experimental pelo S. venezuelensis, bem como a interferência do tratamento com Dexametasona e o papel da via JAK - STAT 6 neste processo. Ratos Wistar foram inoculados com larvas de S. venezuelensis, tratados com dexametasona e sacrificados nos dias 5, 7, 14 e 21. Foram realizadas diversas colorações com a finalidade de quantificar as fêmeas adultas no duodeno, realizar morfometria da musculatura duodenal, quantificar eosinófilos e células caliciformes. Foi realizada análise da expressão gênica do gene STAT 6. Nossos resultados mostraram hiperplasia das células caliciformes, infiltrado eosinofílico e espessamento da musculatura lisa duodenal. Houve aumento na expressão de STAT 6 nos animais infectados. O tratamento com a Dexametasona inibiu drasticamente estas alterações. Entretanto o número de parasitas foi significativamente maior nos ratos infectados tratados quando comparados aos infectados. As alterações intestinais durante a infecção ocorreram na tentativa de expulsar o parasita

2012 - 2012

Universidade de São Paulo

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Treinamento Técnico, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - USP. Título do trabalho: Distrofina e suas Proteínas Associadas na Patogênese da Cardiomiopatia induzida por Doxorrubicina. Orientador: Marcos Antonio Rossi. Bolsista - Treinamento Técnico TT3 da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

2010 - 2011

Universidade de São Paulo

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Treinamento Técnico, Carga horária: 15, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo: Laboratório de Patologia Pulmonar: Título do trabalho: Ciclo Pulmonar da infecção por Strongyloides venezuelensis: Estudo sobre a Imunomodulação da Dexametasona no Remodelamento da Parede Brônquica e do Parênquima Pulmonar. Orientadora: Simone Gusmão Ramos. Bolsista - Treinamento Técnico TT1 da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

2009 - 2010

Universidade de São Paulo

Vínculo: Aluna de graduação, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Título do Trabalho: Estudo do efeito do Caurano Ácido-16-metoxicauran-19-óico sobre a Reatividade Vascular de Artéria Isolada de Ratos. Orientador: Prof. Dr. Carlos Renato Tirapelli. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

2008 - 2009

Universidade de São Paulo

Vínculo: Aluna de Graduação, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Título do Trabalho: Ética e Pesquisa com Seres Humanos: Consentimento Livre Esclarecido em Foco. Orientadora: Profa. Dra. Lucila Castanheira Nascimento. Bolsista do Programa Ensinar com Pesquisa da Pró-reitoria de Graduação da Universidade de São Paulo.