Diego Henrique Pereira

Estudante do 4 ano de Engenharia Química e trabalhando com projetos de iniciação científica.

Informações coletadas do Lattes em 19/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Engenharia Química

2010 - Atual

Universidade Estadual de Maringá

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2012

Excel Avançado. (Carga horária: 44h). , Sérgio Yamada Computação.

2012 - 2012

MATLAB. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Empreendedorismo Sustentável. 2011. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Benedito Noedi Rodrigues

FORNAROLLI, D. A.;RODRIGUES, B. N.. Mecanismo de ação da atrazina, clomazone e metolaclor.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - CEI - Centro Educacional Integrado.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Adalberto Campato Júnior

De Ford a Jobs: Uma Investigação do Papel da Argumentação na Administração; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Administração) - Faculdade da Alta Paulista; Orientador: João Adalberto Campato Junior;

José Carlos de Jesus Lopes

O pregão eletrônico como ferramenta de efetivação da economia e reaplicação de recursos: uma proposta de eficiência nos gastos de uma Instituição de Ensino Superior Federal; 2014; Orientação de outra natureza; (Mestrado Profissional PROFIAP) - Universidade Federal do Mato Grosso do Sul; Orientador: José Carlos de Jesus Lopes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    ANÁLISE DA SECAGEM DE FARELO DE SOJA COM SECADOR ROTATIVO DIRETO, Descrição: Descrição: A secagem do farelo de soja em secadores rotativos é grande consumidora de energia. A proposição de secadores alternativos que apresentem menores consumos de energia é importante para a competitividade deste produto no mercado. Estudos sobre a utilização do secador rotativo direto mostraram resultados de sucesso. Contudo, os fenômenos envolvidos precisam ser melhor avaliados em temperaturas de secagem menores que 50 C. Nesse sentido, os objetivos do trabalho são obter as curvas cinéticas e os coeficientes de transferência de massa da secagem do farelo de soja para temperaturas do ar de 25, 30, 40 e 50ºC (num secador de fluxo convectivo de bancada, visto que a secagem do farelo é só difusiva), realizar a modelagem generalizada das curvas de secagem e dos dados de transferência de massa, obter os coeficientes de difusividade térmica, realizar a modelagem matemática e a simulação da dinâmica do secador rotativo direto com fluxos contracorrentes, validar o modelo a partir de dados de uma planta industrial e estudo da influência das condições operacionais. Assim, espera-se que os resultados obtidos possam contribuir para o projeto e análise de secadores rotativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Diego Henrique Pereira - Coordenador / Paulo Roberto Paraíso - Integrante / Gianini Regina Luz - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional