Kamila Landucci Bonifácio

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Estadual de Londrina (2013), mestrado em Ciências da Saúde (2014),especialista em Saúde Mental (2016) pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Participei do Programa Doutorado Sanduíche na Deakin University na Austrália em 2016-2017, doutorado em Ciências da Saúde (2017), pos doutora (2019) neste mesmo programa de pós-graduação da UEL. A minha área de atuação desde o termino da graduação é no Laboratório de Pesquisa e Pós-Graduação do HU-UEL. Desenvolvo atividades relacionadas a análises clínicas e também na investigação de biomarcadores relacionados ao transtornos de humor, sïndrome metabócica e obsedidade, estresse oxidativo, inflamatórios e genéticos em pesquisa clínica e experimental atuando principalmente nos seguintes temas: estresse oxidativo,processos inflamatórios, idosas e treinamento com pesos.

Informações coletadas do Lattes em 29/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências da Saúde

2015 - 2017

Universidade Estadual de Londrina
Título: AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS, DE ESTRESSE OXIDATIVO E GLICOTOXICIDADE EM PACIENTES COM TRANSTORNOS DO HUMOR E ANÁLISE DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE IN VITRO EM DROGAS UTILIZADAS NO TRATAMENTO DESTES
Decio Sabbatini Barbosa. Coorientador: Chiara Cristina Bortolasci. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Ciências da Saúde

2013 - 2014

Universidade Estadual de Londrina
Título: Avaliação de Biomarcadores Inflamatórios e de Estresse Oxidativo em adolescente com Síndrome Metabólica no Município de Londrina ? PR,Ano de Obtenção: 2014
Décio Sabbatini Barbosa.Coorientador: Danielle Venturini. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Síndrome Metabólica; Estresse Oxidativo; Adolescentes.

Especialização em Especialização em Saúde Mental

2015 - 2016

Universidade Estadual de Londrina
Título: Avaliação da qualidade de vida e niveis de funcionalidade em pacientes fumantes com e sem transtorno de humor atentidos no Centro de Referencia em Abordagem e Tratamento do tabagismo na rede SUS
Orientador: Regina Celia Bueno Rezende Machado

Graduação em Farmácia

2008 - 2013

Universidade Estadual de Londrina
Título: AVALIAÇÃO DA AÇÃO ANTIOXIDANTE IN VITRO DE DROGAS FREQUENTEMENTE UTILIZADAS NA DOENÇA DE PARKINSON
Orientador: Décio Sabbatini Barbosa

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Comunicação Didática: Habilidades Técnicas de Ensino. (Carga horária: 32h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2014 - 2014

Estágio curricular não-obrigatório no Setor de Coletas do Hospital Universi. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2013 - 2013

Ciclo de Atualização em Farmacologia. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2012 - 2013

Monitoria Acadêmica. (Carga horária: 102h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2012 - 2012

Estágio curricular não-obrigatório no Setor de Coletas do Hospital Universi. (Carga horária: 70h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2012 - 2012

Tendência em Métodos Analíticos. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2012 - 2012

Resistência aos antimicrobianos. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2012

Extensão universitária em Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde. (Carga horária: 288h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2011

Estágio curricular não-obrigatório no Laboratório de Urgências do Hospital. (Carga horária: 97h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2011

Curso de Análise Forense de DNA. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2011

Avaliação de fagocitose e atividade Candida por macrófagos ativados com Lec. (Carga horária: 973h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Estágio curricular não-obrigatório no Laboratório de Urgências do Hospital. (Carga horária: 80h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Estágio curricular não-obrigatório no Laboratório de Urgências do Hospital. (Carga horária: 87h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Locais de crime, lesões das vítimas. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Biologia molecular e bioinformática em medicina re. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2009 - 2010

Avaliação do dimorfismo de Candida albicans por macrófagos ativados. (Carga horária: 973h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2009 - 2009

Polícia Científica. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Simpósio Paranaense em Neuropsicofarmacologia Translacional.Avaliação do estresse oxidativo e verificação da ação antioxidante de drogas utilizadas na Doença de Parkinson. 2013. (Simpósio).

Simpósio Paranaense em Neuropsicofarmacologia Translacional.Avaliação comportamental, histológica e laboratorial em um modelo experimental para Doença de Parkinson. 2013. (Simpósio).

21° Anual de Iniciação Científica e 2° Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação.Biperideno e Pramipexol apresentam ação antioxidante in vitro evidenciada pela técnica do Burst Respiratório. 2012. (Encontro).

III Encontro Paranaense de Microbiologia.Atividadee fagocítica e Candidacida por macrófagos provenientes de camundongos pré-tratados com Jacalina ou Artin. 2012. (Encontro).

IV Mostra Científica.Antibióticos e Amamentaçào. 2012. (Simpósio).

IV Mostra Científica.Analgésicos e a Amamentação. 2012. (Simpósio).

Campanha Mundial Outubro Rosa. 2011. (Outra).

Curso de Análise Forenses de DNA. 2011. (Outra).

II Encontro Paranaense de Microbiologia.Caracterizaçào espécies de Candida por Chromagar e PCR e Fagocitose por macrófagos ativados com Concavalina-A. 2011. (Encontro).

XX Encontro Anual de Iniciação Científica.Efeito de lectinas do extrato de sementes artocarpus integrifolia na sobrevivência de animais infectados com Candida albicans. 2011. (Encontro).

XX Encontro Anual de Iniciação Científica.Avaliação de fagocitose e atividade candidacida por macrófagos ativados com lectinas. 2011. (Encontro).

XX Encontro Anual de Iniciação Científica.Análise do potencial fagocítico de macrófagos de camundongos pré-tratados com Jacalina na infecção com Candida albicans. 2011. (Encontro).

XXXVI Congress of the Brazilian Society of Immunology. Artin M, but not Jacalin enhances TNF-A production and phagocytosis of Candida albicans. 2011. (Congresso).

2Congresso Sul Brasileiro de Análises Clínicas. Redução do dimorfismo de Candida albicans por macrófagos pretratados com Concanavalina-A. 2010. (Congresso).

2 Congresso Sul Brasileiro de Análises Clínicas. Patogenicidade e resposta imunológica desenvolvida frente a isolados de Candida spp. 2010. (Congresso).

3 Encontro Paranaense de Ciências Biomédicas.Dimorfismo de Candida albicans por macrófagos ativados com Concavalania-A. 2010. (Encontro).

3 Encontro Paranaense de Ciências Biomédicas.Efeito de Con-A sobre a atividade fagocítica de Candida albicans e não albicans. 2010. (Encontro).

III Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica. 2010. (Congresso).

SIMPÓSIO DE PATOLOGIA EXPERIMENTAL DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.PRODUÇÃO DE TNF- VIA CR3 E VIA RECEPTORES DE MANOSE POR MACRÓFAGOS ATIVADOS. 2010. (Simpósio).

XIX Encontro Anual de Iniciação Científica.Avaliação fagocítica de macrofágos peritoniais de camundongos em isolados de candida spp. 2010. (Encontro).

XIX Encontro Anual de Iniciação Científica.Avaliação do dimorfismo de Candida albicans por macrófagos ativados. 2010. (Encontro).

2 ENCONTRO PARANAENSE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS. 2009. (Encontro).

8 CONGRESSO LONDRINENSE DE BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE, 4 ENCONTRO PARANAENSE DE PATOLOGIA EXPERIMENTAL.CONCANAVALINA-A AUMENTA A PRODUÇÃO DE TNF-, ATIVIDADE DE RECEPTOR DE MANOSE E CAPACIDADE DE MATAR Candida POR MACROFAGOS PERITONIAIS. 2009. (Encontro).

II Simpósio Sul de Imunologia. 2009. (Simpósio).

Seminário de Ciências Forenses. 2009. (Seminário).

III Treinamento comunitário em suporte básico de vida de Londrina. 2008. (Outra).

I Mostra Científica e VIII SEPIESC do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Londrina.Armazenamento de Medicamentos. 2008. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

David Roberto do Carmo

REZENDE, Regina Célia Buneo Machado;CARMO, D. R.; FARINASSO, A. L. C.. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E NÍVEIS DE FUNCIONALIDADE EM PACIENTES FUMANTES COM E SEM TRANSTORNO DE HUMOR ATENDIDOS NO CENTRO DE REFERÊNCIA EM ABORDAGEM E TRATAMENTO DO TABAGISMO NA REDE SUS. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em Saúde Mental) - Universidade Estadual de Londrina.

Francis Fregonesi Brinholi

BARBOSA, Décio Sabbatini; VENTURINI, D.;BRINHOLI, Francis Fregonesi; CASAGRANDE, Rubia; NUNES, Sandra Odebrecht Vargas. Relação Entre Transtorno de Humor e Biomarcador Inflamatório e de Estresse Oxidativo em Pacientes com Resistência à Insulina e Análise do Potencial Antioxidante in Vitro em Drogas Utilizadas no Tratamento da Depressão. 2017. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Francis Fregonesi Brinholi

BARBOSA, Décio Sabbatini; VENTURINI, D.;BRINHOLI, Francis Fregonesi; CASAGRANDE, RÚBIA; NUNES, Sandra Odebrecht Vargas. Relação Entre Transtorno de Humor e Biomarcador Inflamatório e de Estresse Oxidativo em Pacientes com Resistência à Insulina e Análise do Potencial Antioxidante in Vitro em Drogas Utilizadas no Tratamento da Depressão. 2017. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Décio Sabbatini Barbosa

BARBOSA, D. S.; Venturini, D.; Moreira, E.G.. Avaliação da Ação Antioxidante in vitro de Drogas Frequentemente Utilizadas na Doença de Parkinson. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Sandra Odebrecht Vargas Nunes

Nunes, Sandra O.; CASAGRANDE, R.; VENTURINI, D.; BRINHOLI, F. F.. Relação eentre transtornos do humor e biomarcadores inflamatóriose de estresse oxidativo em pacientes com resistência à insulina e analise do patencial antioxidante in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão.. 2017. Tese (Doutorado em Ciencias da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Sandra Odebrecht Vargas Nunes

NUNES, S. O. V.; CASAGRANDE, R.; VENTURINI, D.; brigonheli ff. Relação entre transtornos do humor e biomarcadores inflçamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com resistência á insulina e análise do potencial antioxidantes in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencias da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Danielle Venturini

BARBOSA, D.S.;Venturini, Danielle; BRINHOLI, F. F.; CASAGRANDE, R.; NUNES, S. O. V.. Relação entre transtorno de humor e biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com resistência à insulina e análise do potencial antioxidante in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão. 2017. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Estadual de Londrina.

Danielle Venturini

BARBOSA, D.S.;Venturini, Danielle; BRINHOLI, F. F.; CASAGRANDE, R.; GEORGETTI, S. R.. Relação entre transtorno de humor e biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com resistência à insulina e análise do potencial antioxidante in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Danielle Venturini

BARBOSA, D. S.;VENTURINI, D.; MOREIRA, E. G.. Avaliação da ação antioxidante in vitro das drogas frequentemente utilizadas na doença de PArkinson. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina.

Rafael Deminice

DEMINICE, R.; BARBOSA, D. S.; VENTURINI, D.. AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM ADOLESCENTE COM SÍNDROME METABÓLICA NO MUNICÍPIO DE LONDRINA PR. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Rúbia Casagrande

BARBOSA, DÉCIO SABBATINI; VENTURINI, D.; BRINHOLI, FRANCIS FREGONESI;CASAGRANDE, R; NUNES, S. O. V.. Relação entre transtorno de humor e biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com resistência à insulina e análise do potencial antioxidante in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão. 2017.

Rúbia Casagrande

BARBOSA, D. S.; VENTURINI, D.; BRINHOLI, FRANCIS FREGONESI;CASAGRANDE, R; NUNES, S. O. V.. Relação entre transtorno de humor e biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes com resistência à insulina e análise do potencial antioxidante in vitro em drogas utilizadas no tratamento da depressão. 2017.

Tânia Longo Mazzuco

BARBOSA, DÉCIO SABBATINI; DEMINICE, R.;Mazzuco, T.L.. Avaliação de Biomarcadores Inflamatórios e de Estresse Oxidativo em Adolescente com Síndrome Metabólica no Município de Londrina ? PR. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Tânia Longo Mazzuco

BARBOSA, DÉCIO SABBATINI; DEMINICE, R.;Mazzuco, T.L.. Avaliação de Biomarcadores Inflamatórios e de Estresse Oxidativo em Adolescente com Síndrome Metabólica no Município de Londrina. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

IONICE FELIPE

Estudo comparativo entre grupos de camundongos pretratados com concanavalina -A ou PBS; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmacia Bioquímica) - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Ionice Felipe;

Décio Sabbatini Barbosa

AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM ADOLESCENTE COM SÍNDROME METABÓLICA NO MUNICÍPIO DE LONDRINA ? PR; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Décio Sabbatini Barbosa;

Décio Sabbatini Barbosa

Avaliação da Ação Antioxidante in vitro de Drogas Frequentemente Utilizadas na Doença de Parkinson; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Décio Sabbatini Barbosa;

Danielle Venturini

AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM ADOLESCENTE COM SÍNDROME METABÓLICA NO MUNICÍPIO DE LONDRINA ? PR; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Danielle Venturini;

Chiara Cristina Bortolasci

AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS, DE ESTRESSE OXIDATIVO E GLICOTOXICIDADE EM PACIENTES COM TRANSTORNOS DO HUMOR E ANÁLISE DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE IN VITRO EM DROGAS UTILIZADAS NO TRATAMENTO DESTES; 2017; Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Chiara Cristina Bortolasci;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • KIDNAPILLAI, SRISAIYINI ; BORTOLASCI, CHIARA C. ; PANIZZUTTI, BRUNA ; SPOLDING, BRIANA ; CONNOR, TIMOTHY ; BONIFACIO, KAMILA ; SANIGORSKI, ANDREW ; DEAN, OLIVIA M. ; CROWLEY, TAMSYN ; JAMAIN, STÉPHANE ; GRAY, LAURA ; LEBOYER, MARION ; BERK, MICHAEL ; WALDER, KEN . Drugs used in the treatment of bipolar disorder and their effects on cholesterol biosynthesis - A possible therapeutic mechanism. WORLD JOURNAL OF BIOLOGICAL PSYCHIATRY , v. 20, p. 766-777, 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    ENSAIO CLÍNICO COM N-ACETILCISTEÍNA ASSOCIADA AO ÁCIDO FÓLICO EM PACIENTES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA NO ESTÁGIO PRÉ-DIALÍTICO: ANÁLISE DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO E AVALIAÇÃO IN VITRO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE MEDICAMENTOS, Descrição: A doença renal crônica (DRC) consiste em lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins levando a incapacidade progressiva dos rins de eliminar substâncias tóxicas do organismo. Quanto à progressão, a DRC evolui em estágios (clinicamente convencionados de 1 a 5), sendo que a duração de cada um depende da etiologia e do seu manejo. Em sua fase mais avançada (chamada de fase terminal da DRC) os rins não conseguem mais manter a normalidade do meio interno do indivíduo, havendo necessidade de tratamento substitutivo, através de diálise peritoneal, hemodiálise ou transplante renal. O estresse oxidativo (EO) na insuficiência renal crônica ocorre pelas toxinas urêmicas, sendo um fator potencialmente importante na mortalidade dos pacientes com DRC e mediador de muitas complicações principalmente cardiovasculares. Torna-se necessário novas estratégias para melhorar a qualidade de vida desses pacientes. Por essa razão a associação de n-acetilcisteína (NAC) e ácido fólico (AF) podem auxiliar no tratamento da DRC. O objetivo do presente estudo será avaliar o perfil metabólico, inflamação, marcadores de estresse oxidativo e a gravidade da doença por meio da taxa de filtração glomerular (TFG) em indivíduos pré-dialítico. Serão selecionados 150 indivíduos, os pacientes (n = 75) recrutados serão alocados em três grupos (25 pacientes em cada grupo) de acordo com a classificação de suas TFG (3a, 3b e 4) e comparados a um grupo controle (n=75) com pacientes em tratamento convencional por 12 semanas. Será realizada a avaliação de parâmetros bioquímicos, biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo. Acredita-se que os efeitos benéficos da associação NAC e AF ocasionará melhora nas parâmetros analisados e na TFG evitando a progressão da doença, podem servir como tratamento adjuvante para esta população... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Andressa Keiko Matsumoto - Integrante / Estefânia Gastaldello Moreira - Integrante / Ana Paula Michelin - Integrante / Laura de Oliveira Semeão - Integrante / BARBOSA, DÉCIO S. - Coordenador / Vinícius Daher Alvares Delfino - Integrante.

  • 2016 - Atual

    AVALIAÇÃO DE MARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES COM TRANSTORNOS DE HUMOR OBESOS OU NÃO TRATADOS COM N-ACETIL CISTEÍNA (NAC) E SOB ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL, Descrição: A incidência de sintomas de transtornos de humor é maior em indivíduos obesos do que em indivíduos eutróficos. Da mesma forma, melhoras significativas no humor e na função cognitiva podem ser observadas após a perda de peso. A N-acetilcisteína (NAC) é um derivado do aminoácido cisteína, amplamente utilizado como suplemento nutricional devido as suas propriedades antioxidantes. Considerando que a depressão está fortemente associada com a obesidade, mudanças nos hábitos alimentares e, consequentemente, a perda de peso podem contribuir para uma melhora no quadro desta doença. Além disso, tanto a depressão como a obesidade apresentam um processo inflamatório crônico e aumento do estresse oxidativo. Por essa razão, a associação entre a suplementação com a NAC e orientação nutricional adequada podem auxiliar no tratamento de ambas as doenças. O objetivo do presente estudo será avaliar o perfil metabólico, inflamação, marcadores de estresse oxidativo e a gravidade da doença em indivíduos com diagnóstico de depressão unipolar ou bipolar. Serão selecionados 180 indivíduos, sendo 120 pacientes com diagnóstico de depressão unipolar ou biopolar e 60 controles saudáveis. Os participantes serão distribuídos em 3 grupos: grupo controle, composto por indivíduos saudáveis que receberão orientações gerais para melhorar os seus hábitos alimentares; grupo placebo, composto por pacientes com diagnóstico de depressão unipolar ou bipolar, que receberão orientação nutricional e deverão tomar cápsulas de placebo; e grupo NAC, composto por pacientes com diagnóstico de depressão unipolar ou bipolar, que receberão orientação nutricional e deverão tomar cápsulas de NAC. Os participantes serão submetidos à avaliação em consulta médica com anamnese, exame físico, medida de dados antropométricos e avaliação nutricional. Será realizada a avaliação de parâmetros bioquímicos, biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo. Acredita-se que os efeitos benéficos da suplementação com a NAC, juntamente com mudanças nos hábitos alimentares, podem servir como tratamento adjuvante para esta população... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Coordenador / Estefânia Gastaldello Moreira - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Heber Obebrecht Vargas - Integrante / Michael Maes - Integrante / NUNES, SANDRA ODEBRECHT - Integrante / Nayara Rampazzo Morelli - Integrante.

  • 2014 - Atual

    AVALIAÇÃO DOS MARCADORES BIOLÓGICOS EM PACIENTES EM TRATAMENTO POR TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR E POR TRANSTORNO POR USO DE TABACO, Descrição: Este ensaio clínico propõe-se a avaliar as alterações de biomarcadores de estresse oxidativo, síndrome metabólica e atividade inflamatória em pacientes portadores de transtorno afetivo bipolar e transtorno por uso de tabaco, na fase basal do tratamento e após o tratamento de 6 meses e 1 ano, com a terapia convencional e associado ao tratamento adjuvante do antioxidante n-acetil-cisteína (nac). Os pacientes bipolares (n=100) e dependentes de tabaco (n=100) serão submetidos a um questionário estruturado para avaliar as características sócio-demográficas e clínicas, escala de gravidade dos sintomas depressivos, uso de substâncias psicoativas, história tabagística, escala de incapacidade laboral, escala de estresse de vida precoce. O transtorno afetivo bipolar e o transtorno por uso de tabaco serão avaliados pela entrevista clínica estruturada, versão clínica (scid-i), baseada no dsm-iv. Os exames laboratoriais e clínicos serão solicitados na fase basal e após o tratamento convencional e associado ao nac com 6 meses e 1 ano. serão avaliadas as medidas antropométricas obesidade central (cintura / circunferência do quadril, índice de massa corporal (imc), pressão arterial (sistólica / diastólica). Serão coletados exames laboratoriais de rotina para critérios de inclusão: hemograma, hepatite b e c, tgo, tgp, hiv, proteína total. serão coletados exames laboratoriais para avaliar biomarcadores de síndrome metabólica: polimorfismos e atividade plasmática da enzima paraoxonase 1, colesterol total, lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e a lipoproteína de alta densidade (HDL), triglicérideos, insulina, glicose, hemoglobina a1c (HBA1C), leptina, adiponectina. Serão coletados exames para avaliar biomarcadores de estresse oxidativo como: determinação de dialdeído malônico (MDA), determinação de hidroperóxidos lipídicos, determinação de metabólitos do óxido nítrico (NOx), determinação do potencial antioxidante total plasmático (TRAP) e determinação dos produtos avançados de oxidação protéica (aopp), superóxido dismutase (SOD), catalase, glutationa total (GSH) e oxidada (GSSH), bem como avaliação de biomarcadores inflamatórios como: dosagem PCR; VHS, interleucina-6, fator de necrose tumoral (TNF alfa), homocisteína e fibrinogênio. Todos os participantes darão seu consentimento informado para participar do estudo, após a aprovação da pesquisa pelo comitê de ética em pesquisa na universidade estadual de londrina (UEL). Avaliar-se-á a eficácia do tratamento convencional e com adjuvante com a NAC na redução das alterações dos biomarcadores relacionados à síndrome metabólica, á inflamação e ao estresse oxidativo. os resultados esperados serão a redução dos marcadores inflamatórios, de estresse oxidativo e melhora dos critérios de síndrome metabólica nos pacientes submetidos ao tratamento adjuvante com a nac quando comparados aos pacientes submetidos ao uso de placebo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (7) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Estefânia Gastaldello Moreira - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Marcela Maria Baracat - Integrante / Adriano Luiz da Costa Farias - Integrante / Caroline Sampaio Alves Nunes - Integrante / David Roberto do Carmo - Integrante / Fernanda Liboni Cavicchiolo - Integrante / Heber Obebrecht Vargas - Coordenador / Juliana Brum Moraes - Integrante / Luciana Vargas Nunes - Integrante / Marcia Regina Pizzo de Castro - Integrante / Marcos Liboni - Integrante / Mauro Porcu - Integrante / Regina Celia Bueno Rezende Machado - Integrante.

  • 2013 - Atual

    EFEITO DO TRATAMENTO COM QUERCETINA SOBRE A MODULAÇÃO DA FUNÇÃO ENDOTELIAL PROMOVIDA PELO TECIDO ADIPOSO PERIVASCULAR EM AORTA DE RATOS COM SÍNDROME METABÓLICA INDUZIDA POR FRUTOSE: PAPEL DO ESTRESSE OXIDATIVO, Descrição: Ratos Wistar alimentados com dieta enriquecida com frutose (60-66%) apresentam alterações semelhantes a maioria das características da síndrome metabólica em humanos, associando intolerância à glicose, obesidade visceral, resistência à insulina, dislipidemia, hipertensão, além de disfunção endotelial em macro e microvasos. O tecido adiposo perivascular (pvat) pode contribuir para a disfunção endotelial na síndrome metabólica. pvat consiste em adipócitos, fibroblastos, células progenitoras, mastócitos e nervos, circula a maioria dos os vasos e sua expansão está diretamente relacionada ao aumento de depósito de gordura abdominal. O pvat libera fatores contráteis, relaxantes e uma série de adipocinas que fisiologicamente reduzem a resposta de macro e microvasos a agentes constritores, como noradrenalina e endotelina-1. Na obesidade, com aumento do estresse oxidativo, o pvat, mesmo que expandido, deixa de modular o efeito dos vasoconstritores o que pode contribuir para a disfunção endotelial. O tratamento com agentes antioxidantes, como a quercetina um dos principais flavonoides presente na dieta humana, pode ter efeito protetor sobre o sistema cardiovascular de indivíduos com síndrome metabólica por corrigir o estresse oxidativo e melhorar o perfil metabólico. Entretanto, ainda não existem relatos dos efeitos do tratamento com quercetina sobre a função do pavt e o papel deste tecido sobre os benefícios endoteliais promovidos pela quercetina. Portanto, o objetivo deste projeto é avaliar os efeitos do tratamento com quercetina na modulação exercida pelo pvat na e atividade e função endotelial da aorta de ratos com síndrome metabólica induzida por dieta rica em frutose. Paralelamente, será avaliado o efeito do tratamento com quercetina sobre marcadores de estresse oxidativo no plasma, aorta e pvat.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Chiara Cristina Bortolasci - Integrante / Marcela Maria Baracat - Integrante / Ana Flavia Luciano Serafim - Integrante / Bruno Vinicius Duarte Marques - Integrante / Graziela Scalianti Ceravolo - Coordenador / Juliana Gutschow Gameiro - Integrante / Leticia Candido de Oliveira - Integrante / Thais Facio Gregorio - Integrante / Kawane Fabricio Moura - Integrante / Mauricio De Afonseca e Silva - Integrante / Carolina Matias Higashi - Integrante.

  • 2013 - Atual

    AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM ADOLESCENTE COM SÍNDROME METABÓLICA NO MUNICÍPIO DE LONDRINA ? PR, Descrição: A Síndrome Metabólica (SM) é definida por um conjunto de fatores interligados que aumentam diretamente o risco de doenças coronarianas, doença cardiovascular aterosclerótica e o diabetes mellitus tipo 2. Seus principais componentes são dislipidemia (às custas da elevação dos níveis de triacilgliceróis e diminuição da lipoproteína de densidade alta - HDL), elevação da pressão arterial e homeostase desregulada da glicose. também estão sendo consideradas como manifestações essenciais da síndrome a obesidade abdominal e/ou a resistência à insulina. Neste tipo de doença, a presença do estresse oxidativo (que é um desequilíbrio entre oxidantes e antioxidantes em favor do primeiro) é bastante comum. Atualmente a prevalência da SM em adolescentes tem aumentado em todos os continentes. No Brasil isto também é uma realidade. Entretanto, há uma carência muito grande de estudos neste tipo de população. Em função disto torna-se relevante a condução de estudos que possam investigar as conseqüências desta doença nesta faixa etária. Para tanto, serão investigados biomarcadores inflamatórios e do estresse oxidativo no sangue de adolescentes compreendidos entre 11-17 anos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Carine Coneglian Farias, - Integrante / Francis Fregonesi Brinholi - Integrante / Andressa Keiko Matsumoto - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Coordenador / Chiara Cristina Bortolasci - Integrante / Danielle Venturini - Integrante.

  • 2013 - Atual

    AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO USO DE MICROCÁPSULAS DE QUERCETINA EM RATOS COM SÍNDROME METABÓLICA INDUZIDA POR FRUTOSE, Descrição: Introdução: A Síndrome Metabólica (SM) é uma condição multifatorial que leva à aterosclerose acelerada, aumento do risco de diabetes e que tem alcançado proporções epidêmicas na última década. Ratos alimentados com dieta enriquecida com frutose (60-66%) parecem induzir alterações metabólicas que representam a maioria das características da síndrome metabólica. A quercetina é o flavonóide mais comumente encontrado na dieta humana e possui uma potente e não-seletiva ação anti-inflamatória, que conta com uma ampla gama de mecanismos de ação. A tecnologia de microencapsulação na área farmacêutica tem sido bastante estudada, particularmente para a encapsulação de fármacos instáveis e irritantes ou na preparação de sistemas de liberação. Assim, estudos que envolvam o desenvolvimento de uma formulação oral otimizada de quercetina, onde haja comprovação científica de uma melhor biodisponibilidade e maior eficácia, são necessários e justificam a realização deste trabalho. Objetivos: investigar o efeito terapêutico das microcápsulas de quercetina no modelo experimental de síndrome metabólica induzida por ração a base de frutose. metodologia: o estudo será realizado com 80 ratos da linhagem wistar, divididos em 8 grupos (controles e tratamentos com microcápsulas de quercetina). Será avaliada a eficácia do tratamento sobre os parâmetros glicemia, gordura corpórea, perfil lipídico e mieloperoxidase (MPO) tecidual. Além disso, será avaliado os parâmetros de estresse oxidativo tecidual, plasmático e reatividade vascular na aorta dos animais. Por fim, será avaliada possíveis alterações histológicas no fígado e rins. Resultados esperados: após a realização desse projeto, espera-se observar uma redução nos níveis de glicose e melhora do perfil lipídico com a utilização da microcápsula de quercetina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Carine Coneglian Farias, - Integrante / Francis Fregonesi Brinholi - Integrante / Andressa Keiko Matsumoto - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Coordenador / Chiara Cristina Bortolasci - Integrante / Marcela Maria Baracat - Integrante.

  • 2013 - Atual

    INFLUÊNCIA DO CHÁ VERDE ASSOCIADO A QUELANTE DE FERRO EM MARCADORES DA DOENÇA DE PARKINSON EM UM MODELO ANIMAL, Descrição: A doença de parkinson (dp) é uma das doenças degenerativas mais frequentes do sistema nervoso central. é caracterizada, principalmente, pela presença de rigidez, tremor e bradicinesia, sintomas causados pela perda de neurônios dopaminérgicos da zona compacta da substância negra (sn) cerebral. Porém, estes sintomas só aparecerem quando aproximadamente 80% destes neurônios dopaminérgicos já estão irreversivelmente destruídos, demonstrando que o processo degenerativo estava ativo muito antes dos pacientes se tornarem cientes da doença. O mecanismo exato pelo qual as células dopaminérgicas morrem na DP ainda está incerto, porém o estresse oxidativo tem sido largamente aceito como importante mecanismo final importante para a perda de neurônios dopaminérgicos da zona compacta da SN. Estudos recentes sugerem que o cv, um potente antioxidante oferece proteção contra a dp e outras doenças neurodegenerativas. Pesquisas neuropatológicas demonstraram que mesmo uma pequena diferença na concentração de Fe2+ na SN é suficiente para aumentar o estresse oxidativo levando à neurodegeneração. Apesar de se desconhecer os fatores patológicos que desencadeiam a degeneração dos neurônios dopaminérgicos nigroestriatais sabe-se que o 1-metil-4-fenil-1,2,3,6-tetraidropiridina (MPTP) induz rápido desenvolvimento de parkinsonismo. O herbicida n,n-dimetil-4-4-bipiridinium (paraquate) surgiu como um fator de risco por ter como base a estrutura homóloga ao mpp1, o metabólito ativo do MPTP. Apesar de alguns pesquisadores encontrarem atividade motora reduzida e perdas dose-dependente das fibras nervosas dopaminérgicas, outros estudos, no entanto, não observaram qualquer anormalidade na via dopaminérgica nigroestriatal em camundongos tratados com este herbicida. Uma maior toxicidade do Paraquate (levando à degeneração dos neurônios) foi observada quando se fez um tratamento associado ao fungicida etilenobisditiocarbamato de manganês (Manebe). Esta associação produz efeitos deletérios mais inten. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Carine Coneglian Farias, - Integrante / Francis Fregonesi Brinholi - Integrante / Andressa Keiko Matsumoto - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Estefânia Gastaldello Moreira - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Coordenador / Chiara Cristina Bortolasci - Integrante.

  • 2012 - Atual

    AVALIAÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO E VERIFICAÇÃO DA AÇÃO ANTIOXIDANTE DE DROGAS UTILIZADAS NA DOENÇA DE PARKINSON, Descrição: Atualmente não dispomos de nenhum biomarcador validado para o diagnóstico da DP. É um assunto que está em aberto junto a comunidade científica mundial. O estresse oxidativo aparentemente desempenha papel importante na fisiopatologia. além disso, por ser este estudo caso controle , a avaliação de todos os marcadores propostos interessante no sentido de verificar se algum deles pode contribuir no diagnóstico ou acompanhamento. O estudo in vitro das drogas que estes pacientes usam pode nos fornecer indícios de outros mecanismos de ação propostos atualmente. Além disso, esperamos com este projeto oportunizar a participação de uma futura mestranda e alunos de iniciação científica para que estes continuem a perceber na pesquisa a importância da busca do conhecimento através de métodos científicos adequados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Carine Coneglian Farias, - Integrante / Andressa Keiko Matsumoto - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Estefânia Gastaldello Moreira - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Coordenador / Edson Lopes Lavado - Integrante / Lucio Baena de Melo - Integrante / Ramón Kaimen Maciel - Integrante.

  • 2012 - Atual

    EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA ASSOCIADA AO TREINAMENTO COMPESOS SOBRE VARIÁVEIS MORFOLÓGICAS, METABÓLICAS E DE DESEMPENHO DE INDIVÍDUOS ADULTOS JOVENS: UMA COMPARAÇÃO ENTRE OS SEXOS., Descrição: Este estudo investigará o efeito da suplementação de creatina associada ao treinamento com pesos (tp) sobre parâmetros morfológicos metabólicos e de desempenho de adultos jovens de ambos os sexos. A amostra será composta por 160 indivíduos (80 homens e 80 mulheres) com idade entre 18 e 30 anos que serão separados aleatoriamente de forma balanceada pelo sexo, em dois grupos, treinamento e controle. Em seguida, o grupo treinamento será submetido a 16 semanas de tp divididas em duas etapas (e1 e e2). Após este período, os indivíduos serão novamente subdivididos, de maneira duplo-cega, para receberem creatina ou placebo (maltodextrina). Desse Modo serão formados quatro novos grupos para a terceira etapa (e3), denominados de crt (suplementação de creatina + treinamento com pesos), crc (suplementação de creatina + controle), Plt (suplementação com placebo + treinamento com pesos) e plc (suplementação com placebo + Controle). A e3 do experimento terá a duração de oito semanas, sendo que os grupos crt e plt permanecerão engajados no tp. Durante os primeiros cinco dias os sujeitos irão ingerir 20g/dia de creatina ou placebo em quatro doses iguais de 5g, separadas a cada 3-4 horas. Nos 51 dias subsequentes uma única dose de 3g será consumida. Antes e após cada etapa do estudo os indivíduos serão avaliados por meio de medidas antropométricas de massa corporal e estatura, composição corporal, coletas sanguíneas, testes motores envolvendo força muscular (1-rm) e Resistência de força (quatro séries com 80% de 1-rm). Além disso, antes e após a e 3 serão Adicionadas coletas de urina de 24horas, para a dosagem da excreção de creatinina. Procedimentos estatísticos para comparações múltiplas serão utilizados a partir da análise da distribuição dos dados. Espera-se que o presente estudo possa auxiliar a tomada de decisão com relação à utilização de cretina em homens e mulheres.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Crisiele Maria Tomereli Cogo - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Crivaldo Gomes Cardoso Junior - Integrante / Danilo Rodriques Pereira - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante.

  • 2011 - 2014

    IMPACTO DE DIFERENTES FREQUÊNCIAS SEMANAIS AO TREINAMENTO COM PESOS EM MULHERES IDOSAS, Descrição: Este estudo investigará os efeitos de 24 semanas de treinamento com pesos (tp) realizado em diferentes frequências semanais sobre indicadores metabólicos, fisiológicos, neuromusculares e morfológicos em mulheres idosas. Sessenta mulheres idosas não-treinadas (> 60 anos) serão selecionadas e separadas aleatoriamente em três grupos: tp duas vezes (tp2x), tp três vezes (tp3x) e controle (cont). medidas de força muscular, registros alimentares, antropometria, composição corporal, medidas hemodinâmicas e dosagens bioquímicas serão executadas na linha de base, após 12 e 24 semanas de intervenção. O tp será realizado de forma progressiva em duas etapas com 12 semanas de duração cada. O grupo tp2x será submetido a treinamento padronizado as terças e quintas-feiras, ao passo que o grupo tp3x executará o mesmo protocolo de treinamento as segundas, quartas e sextas-feiras. Os hábitos nutricionais serão acompanhados ao longo do período experimental por meio da aplicação de registros alimentares nos diferentes momentos do estudo. A composição corporal será determinada por absortometria radiológica de dupla energia (dexa), com a água corporal sendo estimada por bioimpedância elétrica. testes dinâmicos (1-rm) serão utilizados para avaliação neuromuscular. Medidas de variabilidade da freqüência cardíaca, de pressão arterial em repouso e monitoração ambulatorial da pressão arterial (mapa)pós-exercício serão utilizadas para avaliação hemodinâmica. Amostras de sangue serão coletadas em jejum de 12 h para análise da glicemia em jejum, perfil lipídico (colesterol total, HDL, LDL e triglicérides), adipocinas (adiponectina, fator de necrose tumoral alfa, gama-glutamiltransferase e interleucina-6), proteína c-reativa, nitrito/nitrato e um agente anti-oxidante (superóxido desmutase). Acredita-se que a prática regular do tp possa gerar importantes modificações nos parâmetros analisados e que as respostas possam ser diferenciadas de acordo com a freqüência semanal ao treinamento. espera-se que a presente investigação contribua para a compreensão da importância do estabelecimento da freqüência adequada de tp em mulheres idosas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisiele Maria Tomereli Cogo - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Crivaldo Gomes Cardoso Junior - Integrante / Danilo Rodriques Pereira - Integrante.

  • 2010 - 2011

    EFEITO DO TRATAMENTO COM EXTRATO DE SEMENTE DE ARTOCARPUS INTEGRIFOLIA, JACALINA E KM+ DURANTE O CURSO DE INFECÇÃO COM CANDIDA ALBICANS EM CAMUNDONGOS, Descrição: Em camundongos pré-tratados com concanavalina-a (con-a) ou extrato de semente de a integrifólia ocorreu rápida depuração de c. albicans do baço, rins e fígado, após inóculo por via intraperitoneal (felipe et al., 1995). Além disso, ocorreu aumento significante de fagocitose e morte de c. albicans mediada por receptores de manose e complemento (Felipe et al.,1996; Gaziri et al.,1999; Moresco et al.,2002; Loyola et al., 2002). O tratamento com on-a induziu produção de tnf-alfa por células da cavidade peritoneal, por células do baço, fígado e rins (Conchon-Costa et al., 2007). Entretanto, os animais tratados com placebo (PBS) tiveram baixa capacidade para fagocitar e matar C. albicans e 80% morreram com um inóculo letal de C. albicans. Neste trabalho, utilizaremos c. albicans de lesões orais de pacientes infectados com HIV e pretendemos: tratar os camundongos com extrato de a. integrifólia , jacalina e km+ e acompanhar a sobrevida dos animais; cinética de depuração dos órgãos (rins, fígado e baço) do fungo inoculado por via intraperitoneal, produção de citocinas pro e anti inflamatórias durante a fase inicial da infecção e atividade de receptores de manose e dectina-1.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / LORENA FLOR DA ROSA SANTOS SILVA - Integrante / LUIS ANTÔNIO CUSTÓDIO - Integrante / LUIS CARLOS JABUR GAZIRI - Integrante / IONICE FELIPE - Coordenador / Conchon-Costa, Ivete - Integrante / Gustavo Fernando da Silva - Integrante.

  • 2010 - 2011

    PERFIL DE CITOCINAS EM CAMUNDONGOS NO CURSO DE INFECÇÃO COM CANDIDA ISOLADAS DE PACIENTES HIV E O EFEITO PROTETOR DE LECTINAS, Descrição: Em camundongos pretratados com lectinas como Concanavalina-A (Con-a) ou Extrato de semente de Jaca ocorreu rápida depuração de C. albicans 577 do baço, rins e fígado, após inóculo por via intraperitoneal (Felipe et al.,1995). Além disso, ocorreu aumento significante de fagocitose e morte de C. albicans mediada por receptores de manose e complemento (Felipe et al.,1996; Gaziri et al., 1999; Moresco et al., 2002; Loyola et al., 2002). O tratamento com Con-a induziu produção de tnf-alfa por células da cavidade peritoneal, por células do baço, fígado e rins após infecção com C.albicans CR15 e protegeu-os contra um inóculo letal (Conchon-Costa et al., 2007). Neste trabalho, estudaremos o potencial protetor e terapêutico de lectinas (Jacalina, Artin M+, Con-A) na infecção por Candida albicans e não albicans. Os camundongos swiss os quais serão infectados com os diferentes isolados, e após 6h quando a infecção já se encontra bem estabelecida os mesmos receberão como tratamento terapêutico: extrato de semente Integrifolia (Jaca), Jacalina e Artin M, Con-a e será então analisada a sobrevida dos animais; cinética de depuração dos órgãos (rins, fígado e baço) do fungo inoculado por via intraperitoneal e produção de citocinas durante a fase inicial da infecção. como controle será usado a solução salina Tamponada com fosfato (PBS).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / LORENA FLOR DA ROSA SANTOS SILVA - Integrante / PAULA GALDINO CARDIN CARVALHO - Integrante / IONICE FELIPE - Coordenador / Custódio, Luiz Antonio - Integrante / Conchon-Costa, Ivete - Integrante / Gustavo Fernando da Silva - Integrante.

  • 2010 - 2011

    ESTUDO SOBRE PRÁTICAS ALIMENTARES NO PRIMEIRO ANO DE VIDA DAS CRIANÇAS DO MUNICÍPIO DE IBIPORÃ: CONTRIBUIÇÃO DO PET-SAÚDE, Descrição: O PET Saúde é um programa dos ministérios da saúde e da educação destinado a viabilizar o aperfeiçoamento e a especialização em serviço, bem como a iniciação ao trabalho, estágios e vivências, dirigidos, respectivamente, aos profissionais e estudantes da área d saúde, de acordo com as necessidades do sistema único de saúde (SUS). Em 2009, a Universidade Estadual de Londrina participou do programa pet saúde com 300 acadêmicos dos cinco cursos da área da saúde do centro de ciências da saúde (enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina e odontologia) nos municípios de Londrina, Cambé e Ibiporã, iniciando um mapeamento sobre a situação de saúde da criança, com a finalidade de conhecer a realidade de cada município e poder propor intervenções que venham a melhorar a qualidade de atendimento e otimizar os recursos disponíveis no SUS. Em continuidade ao trabalho desenvolvido e, inda trabalhando no tema saúde da criança, o presente projeto visa estreitar a relação entre a academia e os serviços de atenção básica à saúde através da participação dos acadêmicos dos cinco cursos junto ao programa saúde da família, com enfoque no aleitamento materno.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Bruno Lannoy Santana Rizzon - Integrante / Camila Fernanda Truiz - Integrante / Celi de CAmargo da Silva - Integrante / Adriana Fujimura - Integrante / Ester Massae Okamoto Dalla Costa - Coordenador.

  • 2009 - 2014

    IMPACTO DO TREINAMENTO COM PESOS E DA SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA SOBRE O COMPORTAMENTO DE INDICADORES BIOQUÍMICOS, MORFOLÓGICOS, HEMODINÂMICOS E NEUROMUSCULARES EM MULHERES IDOSAS, Descrição: O envelhecimento é um processo natural que resulta em importantes modificações, de diferentes naturezas, que podem afetar diretamente a qualidade de vida e a longevidade. Assim, mudanças comportamentais, tais como, o envolvimento com a prática regular de exercícios físicos e a adequação dos aspectos nutricionais, vêm sendo recomendadas como estratégias valiosas para atenuar e, em alguns casos, reverter o quadro frequentemente observado na maioria da população idosa. Portanto, o propósito deste estudo será analisar o impacto da prática regular de treinamento com pesos (TP) e da suplementação de creatina monoidratada sobre o comportamento de indicadores bioquímicos, morfológicos, hemodinâmicos e neuromusculares, em mulheres idosas. Para tanto, a amostra será composta por aproximadamente 60 mulheres idosas (maiores a 60 anos) que serão selecionadas a partir dos seguintes critérios de inclusão: não apresentar histórico de doenças cardiovasculares, não participar regularmente de programas de exercícios físicos há pelo menos seis meses, não ser vegetariana, não ter utilizado previamente suplementação de creatina, não ser tabagista, não possuir qualquer disfunção ósteo-mio-articular que impeça a participação ou que comprometa a prática regular de exercícios com pesos. A partir daí, a amostra será dividida, aleatoriamente, em dois grupos: grupo treinamento (GT) e grupo controle (GC). O GT será submetido, inicialmente, a 12 semanas de tp (oito exercícios, duas séries de 10-15 repetições, três vezes/semana), ao passo que o gc será submetido a sessões de exercícios de alongamento (30 Min, duas vezes/semana), no mesmo período. No final desse período, os grupos serão subdivididos, aleatoriamente, em quatro grupos: treinamento + creatina (GTC), treinamento + placebo (GTP), controle + creatina (GCC), controle + placebo (GCP). A suplementação de creatina ou placebo (maltodextrina) será consumida em uma dose diária de 5 g, durante 12 semanas, a partir de um delineamento duplo cego, associada ao tp ou aos exercícios de alongamento. Os hábitos nutricionais serão acompanhados ao longo das 24 semanas de estudo por meio da aplicação de registros alimentares nos diferentes momentos do estudo. A composição corporal será determinada por absortometria radiológica de dupla energia (DEXA), com a água corporal sendo estimada por bioimpedância elétrica (BIA). Testes dinâmicos (1-RM) serão utilizados para avaliação neuromuscular. Medidas de pressão arterial e de variabilidade da freqüência cardíaca de repouso e monitoração ambulatorial da pressão arterial (MAPA) pós-exercício serão utilizados para avaliação hemodinâmica. A função hepática será avaliada por meio da dosagem de transaminases do fígado. Todas as medidas serão realizadas nos três momentos do estudo (antes do início, após 12 e 24 semanas de intervenção). Acredita-se que a prática regular do TP possa gerar importantes modificações no parâmetros analisados e que a suplementação de creatina proporcione ganhos adicionais, sobretudo, de força e massa muscular. Espera-se que a presente investigação contribua para a compreensão do real impacto do TP e da suplementação de creatina em idosos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / Luciana Higachi - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisiele Maria Tomereli Cogo - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Crivaldo Gomes Cardoso Junior - Integrante / Danilo Rodriques Pereira - Integrante.

  • 2009 - 2011

    AVALIAÇÃO DE CITOCINAS E POTENCIAL FAGOCÍTICO ENTRE GRUPOS DE CAMUNDONGOS PRETRATADOS COM PBS OU CONCANAVALINA-A NA INFECÇÃO COM CANDIDA ALBICANS, Descrição: A transição C.albicans de comensal para patogênica esta associada com o estado imune do hospedeiro, envolve mudança de forma leveduriforme para hifa, e durante este processo C.albicans aumenta suas propriedades adesivas e produz proteases fundamentais para a invasidade. Cepas de C.albicans isoladas da cavidade oral de indivíduos HIV+ produzem maiores quantidades de proteinases que cepas de indivíduos saudáveis. Além disso, foi evidenciado em tese de Panagio (2002) apoptose de macrófagos in vitro e em tese de Gasparoto (2004), apoptose de macrófagos intraperitoneais no inicio da infecção por C. albicans CR1 a qual foi inibida por pepstatina (inibidor de proteinases ácidas). O padrão de resposta imune predominante depende também da via de infecção, do órgão atingido e, sobretudo, do modelo animal utilizado na pesquisa e dos isolados. A predominância de th1 confere imunidade protetora, ao passo que resposta th2 é associada com susceptilidade. Neste trabalho, faremos a análise de citocinas padrão th1 e th2 através de elisa de captura e também a correlação com o tempo de depuração do inóculo por laqueamento em agar-sabourand. o potencial fagocítico será avaliado para ambos os grupos dando uma idéia da ativação dos fagócitos. os resultados esperados são resposta de TH2 para animais tratados com pbs antes da infecção e resposta imune TH1 para animais pré-tratados com Concanavalina-A.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / THAIS HERRERO GERALDINO - Integrante / PAULA GALDINO CARDIN CARVALHO - Integrante / IONICE FELIPE - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    ESTUDO COMPARATIVO ENTRE GRUPOS DE CAMUNDONGOS PRETRATADOS COM PBS E CONCANAVALINA-A NA INFECÇÃO COM CANDIDA, Descrição: Objetivos Gerais Indução de candidíase experimental em camundongos por C. albicans isoladas de pacientes HIV+ as quais apresentam características distintas de patogenicidade: estudo de relação mútua entre fatores de virulência dos patógenos e a resposta imunológica. Objetivos específicos Infectar com c. albicans sub-grupos de 4 camundongos cada pretratados com pbs ou con-a e verificar após 30 minutos, 2, 6, 24 h quais as células encontradas na cavidade peritoneal , potencial fagocítico e capacidade para reduzir o inóculo. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / IONICE FELIPE - Coordenador.

  • 2009 - 2009

    FATORES DE VIRULÊNCIA DA CANDIDA ALBICANS E RESPOSTA IMUNOLÓGICAS, Descrição: CANDIDA ALBICANS É O QUARTO PATÓGENO MAIS FREQUENTEMENTE ISOLADO EM INFECÇÕES HOSPITALARES (LUNEL ET AL.,1999). A RELAÇÃO ENTRE CANDIDÍASE E O COMPROMETIMENTO DO SISTEMA IMUNE É UMA RAZÃO PARA INVESTIGAR MAIS PROFUNDAMENTE A INTERAÇÃO ENTRE FATORES DE VIRULÊNCIA E A RESPOSTA IMUNOLÓGICA. OBJETIVOS: 1-AVALIAR A EXPRESSÃO DE ASPARTIL PROTEINASES DE C. ALBICANS ATRAVÉS DE RT-PCR DURANTE A INFECÇÃO; 2-ESTUDAR APOPTOSE E NECROSE DE FAGÓCITOS CAUSADOS POR C. ALBICANS 3-AVALIAR A PRODUÇÃO DE IL-10, TNF-ALFA, IFN-GAMA NOS TECIDOS E ÓRGÃOS INFECTADOS. C. ALBICANS ISOLADAS DE PACIENTES HIV+ SERÃO CRESCIDAS EM CALDO SABOURAUD , LAVADAS EM PBS E ADMINISTRADAS INTRAPERITONEALMENTE EM GRUPOS DE CAMUNDONGOS PARA ANÁLISE DO POTENCIAL PATOGÊNICO. AS CÉLULAS APOPTÓTICAS SERÃO EVIDENCIADAS ATRAVÉS DE ANNEXIN-V DA R&D SYSTEM EM MICROSCOPIA DE FLUORESCÊNCIA. AS CITOCINAS SERÃO DETERMINADAS NO DECORRER DA INFECÇÃO COM KITS DE EBIOSCIENCE. AS DISSEMINAÇÕES SERÃO EM CONGRESSOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS. TESES DE MESTRADO E DOUTORADO SERÃO REALIZADAS COM ESTE PROJETO , ALÉM DE ESTÁGIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. AS PUBLICAÇÕES SERÃO NO FEMS IMMUNOLOGY MEDICAL MICROBIOLOGY, MICROBES AND INFECTION E MEDICAL MYCOLOGY.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Kamila Landucci Bonifácio - Integrante / THAIS HERRERO GERALDINO - Integrante / LORENA FLOR DA ROSA SANTOS SILVA - Integrante / IVETE CONCHON-COSTA - Integrante / IONICE FELIPE - Coordenador / Custódio, Luiz Antonio - Integrante / Gaziri, Luis Carlos Jabur - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2010 - 2010

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 5

Outras informações:
Desenvolvimento de Habilidades Práticas no Laboratório de Análises Clínicas - Setor de Urgência do Hospital Universitário de Londrina