Antonio Dennys Melo de Oliveira

Técnico em Agropecuária pela Escola Estadual de Educação Profissional Maria Altair Américo Saboia (2016), com estágio curricular supervisionado (300 horas) nas áreas de Ovinocultura e Horticultura realizado sob orientação de Me. Tamires Coelho Matias Maciel, ao qual foi realizado no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do estado do Ceará (IFCE) - Campus Crateús. Graduando em Zootecnia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)/ Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST). Atualmente é monitor bolsista na disciplina de Anatomia Animal 01 onde realiza atividades de pesquisa, ensino e extensão. Participou dos seguinte grupos de pesquisa: Metodologias de Ensino e Aprendizagem em Morfofisiologia; Grupo de estudos em produção Animal (GEPA) entre os anos de 2017 - 2019. Atualmente participa do grupo de estudos em Forragicultura (GEFOR). Realiza atividades de pesquisa e extensão vinculadas as áreas de forragicultura e produção animal com enfase em pequenos ruminantes.

Informações coletadas do Lattes em 29/01/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Zootecnia

2017 - Atual

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Curso técnico/profissionalizante em Agropecuária

2014 - 2016

EEEP MARIA ALTAIR AMERICO SABOIA
Bolsista do(a): Secretaria de Educação do Estado do Ceará, SEDUC, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2014 - 2016

EEEP MARIA ALTAIR AMERICO SABOIA

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Sistemas Agroflorestais para pequenas propriedades do semiárido brasileiro. (Carga horária: 16h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2019 - 2019

Inglês - Compreensão Oral. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2019 - 2019

Qual a finalidade do CRMV para o Zootecnista?. (Carga horária: 1h). , Associação Brasileira de Zootecnistas, ABZ, Brasil.

2019 - 2019

Encontro pedagógico do curso de Zootecnia. (Carga horária: 4h). , Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UAST, Brasil.

2018 - 2018

Manejo nutricional de vacas leiteiras. (Carga horária: 30h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2018 - 2018

Produção e Comercialização de carne ovina. (Carga horária: 50h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2018 - 2018

Palma na alimentação animal. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UFRPE/UAST, Brasil.

2018 - 2018

GESTÃO DE SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO RURAL. (Carga horária: 20h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2018 - 2018

Eficiência Zootécnica nas Fases de Cria e Recria de Caprinos e Ovinos. (Carga horária: 6h). , Sociedade Nordestina de Produção Animal, SNPA, Brasil.

2018 - 2018

II Simpósio de Produção Animal da UFRPE/UAST. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UFRPE/UAST, Brasil.

2018 - 2018

Expositor do curso de Zootecnia no projeto: AESET IN-FORMAÇÃO PROFISSIONAL. (Carga horária: 30h). , Faculdade de Ciências da Saúde de Serra Talha, FAFOPST, Brasil.

2017 - 2017

Nivelamento em Matemática. (Carga horária: 12h). , Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UAST, Brasil.

2017 - 2017

Manejo de plantas forrageiras e conservação de forragem. (Carga horária: 8h). , IFCE - Campus de Crateús, IFCE, Brasil.

2017 - 2017

Meliponicultura. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UFRPE/UAST, Brasil.

2017 - 2017

INGLÊS INSTRUMENTAL. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UFRPE/UAST, Brasil.

2017 - 2017

Assuntos Gerais de Piscicultura. (Carga horária: 30h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2017 - 2017

Introdução aos Sistemas de Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF). (Carga horária: 10h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2017 - 2017

Pastagem para Ovinocultura. (Carga horária: 20h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2017 - 2017

Cadastro Ambiental Rural. (Carga horária: 2h). , IFCE - Campus de Crateús, IFCE, Brasil.

2017 - 2017

Parâmetros energéticos em nutrição animal. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.

2017 - 2017

X Semana de Agronomia da UFRPE/UAST. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UFRPE/UAST, Brasil.

2017 - 2017

Uso de VANTS e Drone na Agricultura. (Carga horária: 2h). , IFCE - Campus de Crateús, IFCE, Brasil.

2017 - 2017

Criação de Bovinos no Semiárido. (Carga horária: 2h). , IFCE - Campus de Crateús, IFCE, Brasil.

2017 - 2017

CREA-Crateús. (Carga horária: 1h). , IFCE - Campus de Crateús, IFCE, Brasil.

2016 - 2016

Nutrição de Aves e Suínos. (Carga horária: 40h). , Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará, IFCE, Brasil.

2016 - 2016

Trabalhador na Apicultura. (Carga horária: 32h). , Serviço nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2015 - 2015

Corte de Carneiro e Culinária. (Carga horária: 40h). , Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.

2014 - 2014

Formação de Jovens Empreendedores.. (Carga horária: 60h). , Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CLEMENTINO, R.H ; Lima, A.P.S ; CABRAL, A.M.D ; DIAS, W.S ; TERTO, G.S ; ARAUJO, B.W ; OLIVEIRA, A. D. M. . VII Semana de Zootecnia da UFRPE/UAST. 2019. (Outro).

OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D ; CORDEIRO, S.V.B ; PEREIRA, F.F.S ; SANTOS, E.S.S . VI Semana de Zootecnia da UFRPE/UAST - " Novos Conceitos de Zootecnia". 2018. (Outro).

OLIVEIRA, A. D. M. ; Martins, J.C.P . II Fórum do Curso Técnico em Agropecuária. " A visão Agroecológica na Produção Agrícola e Pecuária no Semiárido". 2016. (Outro).

OLIVEIRA, A. D. M. ; Ramalho, R.C . I Fórum do Curso técnico em Agropecuária - "Água na produção agrícola e pecuária no semiárido". 2015. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Aspectos fisiológicos, bioquímicos e genéticos da reprodução :aproximando o ensino dos alunos de Zootecnia da UFRPE/UAST ::. 2019. (Outra).

II Mostra de Cinema Indígena. 2019. (Outra).

XIV Congresso Nordestino de Produção Animal. EXTRATOS VEGETAIS NO PERFILHAMENTO DE Pennisetum glaucum (L.) R. BR CULTIVADO SOB DIFERENTES NÍVEIS DE SALINIDADE. 2019. (Congresso).

Exposição de Animais de Floresta - PE. 2018. (Exposição).

I Ciclo IntegraZool. 2018. (Outra).

II Simpósio de Produção Animal da UFRPE/UAST. 2018. (Simpósio).

Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão - JEPEX. 2018. (Outra).

Workshop - Manejo nutricional de bovinos leiteiros. 2018. (Outra).

XIII Congresso Nordestino de Produção Animal. 2018. (Congresso).

III Fórum do Curso Técnico em Agropecuária da EEEP Maria Altair Américo Saboia. 2017. (Seminário).

II Semana do Técnico em Agropecuária - "Semeando Conhecimentos". 2017. (Seminário).

X Semana de Agronomia da UFRPE/UAST. 2017. (Outra).

Ceará Científico.Horto medicinal: Vida e Saúde na Escola. 2016. (Encontro).

XX SEMINÁRIO NORDESTINO DE PECUÁRIA - PEC NORDESTE 2016. 2016. (Seminário).

XIX SEMINÁRIO NORDESTINO DE PECUÁRIA - PEC NORDESTE 2015. 2015. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Leandro dos Santos

Atividades de Monitoria na disciplina de Anatomia Animal I; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade Federal Rural de Pernambuco; Programa de Monitoria da UFRPE; (Orientador);

Tony Andreson Guedes Dantas

Adubação orgânica em beterraba; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em agropecuária) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia-Campus Crateús; Orientador: Tony Andreson Guedes Dantas;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V ; Cruz Jr, C.B ; Carvalho, J.D ; SANTOS, E. R. ; OLIVEIRA, A. D. M. . Estimation of cladode area of Nopalea cochenillifera using digital images. JOURNAL OF THE PROFESSIONAL ASSOCIATION FOR CACTUS DEVELOPMENT , v. 21, p. 32-42, 2019.

  • SANTOS, L. ; OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, P.N ; BARAUNA, V.G ; ESTRELA, H.F.G ; GARCIA, J.A.D . ACEITABILIDADE DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA. In: CONGRESSO NORTE-NORDESTE DE PESQUISA E INOVAÇÃO, 2018, Recife - PE. CONGRESSO NORTE-NORDESTE DE PESQUISA E INOVAÇÃO, 2018. v. 1.

  • Silva, A.O ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Gomes, J.M.S ; FARIAS, I. M. ; Anjos, F.L.Q ; Batista, R.S ; Lima, M.M . AVALIAÇÃO DE ENDOPARASITAS POR MEIO DAS TÉCNICAS DE OPG E COPROCULTURA EM VACAS LEITEIRAS CRIADAS EM REGIME SEMI-INTENSIVO EM TRÊS PROPRIEDADES LOCALIZADAS NO MUNICÍPIO DE INDEPENDÊNCIA ? CE. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Produção e Nutrição de Ruminantes, 2019. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; BEZERRA, R. C. A. ; Costa, A.C.L ; FARIAS, I. M. ; Gomes, J.M.S ; Anjos, F.L.Q ; Almeida, M.C.R ; Leite, M.L.M.V . CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E PRODUTIVAS DE Urochloa mosambicensis EM FUNÇÃO DOS NÍVEIS DE ADUBAÇÃO NITROGENADA. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Forragicultura, 2019. v. 1.

  • FARIAS, I. M. ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Simões, V.J.L.P ; MAURO, E.A ; MOURA, G.A ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; Leite, M.L.M.V . EFEITO DE EXTRATOS VEGETAIS NO NÚMERO DE FOLHAS VIVAS E MORTAS DE PENNISETUM GLAUCUM SOB ESTRESSE SALINO. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Forragicultura, 2019. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; FARIAS, I. M. ; Simões, V.J.L.P ; MAURO, E.A ; MOURA, G.A ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; Leite, M.L.M.V . EXTRATOS VEGETAIS NO PERFILHAMENTO DE Pennisetum glaucum (L.) R. BR CULTIVADO SOB DIFERENTES NÍVEIS DE SALINIDADE. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Forragicultura, 2019. v. 1.

  • CARVALHO, J. D. ; Simões, V.J.L.P ; Cruz Jr, C.B ; DINIZ, P. R. B. ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; FARIAS, I. M. ; Leite, M.L.M.V . TROCAS GASOSAS DO MILHETO EM FUNÇÃO DA SALINIDADE E BIOESTIMULANTES. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Forragicultura, 2019. v. 1.

  • FARIAS, I. M. ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Gomes, J.M.S ; Anjos, F.L.Q ; Leite, M.L.M.V ; Almeida, M.C.R ; BEZERRA, R. C. A. . ÁREA FOLIAR DO Urochloa mosambicensis EM FUNÇÃO DOS NÍVEIS DE FÓSFORO. In: XIV Congresso Nordestino de Produção Animal, 2019, Olinda - PE. Forragicultura, 2019. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D ; CARVALHO, F.F.R ; MEDEIROS, A.N ; FRANÇA, A.A ; JUNIOR, G.S.B ; MELO, N.D . Avaliação das pesquisas sobre a produção leiteira bovina e caprina, publicadas na Revista Brasileira de Zootecnia entre os anos de 2010 a 2017. In: II Simpósio de Produção Animal da UFRPE/UAST, 2018, Serra Talhada. Produção e Nutrição de Ruminantes, 2018. v. 2.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D . Criação de galinha caipira ao redor de casa em área urbana do munícipio de Serra Talhada/PE. In: Oficina Sobre Raças Nativas na Agricultura Familiar Agroecológica, 2018, Campina Grande - PB. Oficina Sobre Raças Nativas na Agricultura Familiar Agroecológica, 2018.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; Ramalho, R.C ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . UTILIZAÇÃO DA PALMA FORRAGEIRA NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. In: Congresso Nordestino de Produção Animal, 2018, João Pessoa - PB. Anais CNPA, 2018, 2018. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; TERTO, G.S ; PEREIRA, F.F.S ; LEAL, M.A.N ; SOUZA, M.S ; CORDEIRO, S.V.B ; ARAUJO, B.W ; CABRAL, A.M.D . PERFIL DA COMERCIALIZAÇÃO DE QUEIJOS EM SERRA TALHADA - PE. In: Congresso Nordestino de Produção Animal (CNPA, 2018), 2018, João Pessoa - PB. Congresso Nordestino de Produção Animal (CNPA, 2018), 2018. v. 1.

  • LEAL, M.A.N ; OLIVEIRA, A. D. M. ; ARAUJO, B.W ; SOUZA, M.S ; PEREIRA, F.F.S ; CORDEIRO, S.V.B ; TERTO, G.S ; CABRAL, A.M.D . Caracterização do comércio de queijos Serra Talhada - PE. In: Congresso Nordestino de Produção Animal, 2018, Serra Talhada - PE. CNPA, 2018, 2018. v. 1.

  • DIAS, W.S ; OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D . Perfil da comercialização de leite cru na cidade de Serra Talhada - PE. In: Congresso Nordestino de Produção Animal, 2018, Serra Talhada - PE. CNPA, 2018, 2018.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D ; JUNIOR, G.S.B ; CORDEIRO, S.V.B ; SANTOS, E.S.S ; PEREIRA, F.F.S ; LEAL, M.A.N ; MELO, N.D . Levantamento de pesquisas sobre a produção leiteira bovina e caprina, publicadas na Revista Brasileira de Zootecnia entre os anos de 2000 a 2009. In: II Simpósio de Produção Animal da UFRPE/UAST, 2018, Serra Talhada. Produção e Nutrição de Ruminantes, 2018. v. 2.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, P.N ; GARCIA, J.A.D ; ESTRELA, H.F.G ; BARAUNA, V.G ; CLEMENTINO, R.H ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO OBJETIVA DOS DISCENTES SOBRE O USO DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). In: Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX), 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX), 2018. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, P.N ; GARCIA, J.A.D ; ESTRELA, H.F.G ; BARAUNA, V.G ; CLEMENTINO, R.H ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO SUBJETIVA POR PARTE DOS DISCENTES SOBRE O USO DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; FARIAS, I. M. ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . ESTUDOS AGRONÔMICOS DA PALMA FORRAGEIRA. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • Anjos, F.L.Q ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; SOUZA, M.S ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . ESTUDOS DE VARIÁVEIS AGRONÔMICAS E UTILIZAÇÃO DO MILHETO NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • Costa, A.C.L ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Anjos, F.L.Q ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . ESTUDOS AGRONÔMICOS DE EUFORBIÁCEAS. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • Costa, A.C.L ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Anjos, F.L.Q ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . UTILIZAÇÃO DE EUFORBIÁCEAS NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • SILVA, W.G ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; SOUZA, M.S ; MOREIRA, S.S ; Anjos, F.L.Q ; GOMES JÚNIOR, P.P . AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MÉTODOS DE REPRODUÇÃO EM BOVINOS POR MEIO DE METANÁLISE. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • Anjos, F.L.Q ; OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; MAURO, E.A ; MOURA, G.A ; Leite, M.L.M.V ; Lucena, L.R.R . ESTUDOS AGRONÔMICOS DE PENNISETUM PURPUREUM. In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • Anjos, F.L.Q ; OLIVEIRA, A. D. M. ; SILVA, W.G ; Costa, A.C.L ; MOREIRA, S.S ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . UTILIZAÇÃO DE PENNISETUM PURPUREUM NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. In: JEPEX, 2018, 2018. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • SOUZA, P.N ; OLIVEIRA, A. D. M. ; ESTRELA, H.F.G ; BARAUNA, V.G ; CLEMENTINO, R.H ; GARCIA, J.A.D ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO SUBJETIVA POR PARTE DOS DISCENTES SOBRE O USO DOS ESTUDOS DIRIGIDOS COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • SOUZA, P.N ; OLIVEIRA, A. D. M. ; GARCIA, J.A.D ; BARAUNA, V.G ; ESTRELA, H.F.G ; CLEMENTINO, R.H ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO OBJETIVA POR PARTE DOS DISCENTES SOBRE O USO DOS ESTUDOS DIRIGIDOS COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). In: JEPEX, 2018, 2018, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (JEPEX, 2018), 2018. v. 1.

  • CORDEIRO, S.V.B ; SANTOS, E.S.S ; PEREIRA, F.F.S ; LEAL, M.A.N ; OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D ; FERREIRA, D.O . Zootecnia: da universidade ao ensino médio. In: Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (XVII Jepex), 2017, Serra Talhada - PE. Jornada de Ensino Pesquisa e Extensão (XVII Jepex).

  • Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V ; Simões, V.J.L.P ; Almeida, M.C.R ; Costa, A.C.L ; OLIVEIRA, A. D. M. . Characterization of Nopalea cochenillifera clones using linear dimensions and multivariate analysis: Discrimination morphometric of forage cactus. ACTA SCIENTIARUM. TECHNOLOGY (ONLINE) , 2020.

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, M.S ; Anjos, F.L.Q ; FARIAS, I. M. . Aspectos fisiológicos, bioquímicos e genéticos da reprodução. 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. . Importância do valor nutritivo de plantas forrageiras para a alimentação animal. 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Simões, V.J.L.P ; MAURO, E.A ; MOURA, G.A ; FARIAS, I. M. ; Silva, A.O ; Anjos, F.L.Q ; Leite, M.L.M.V . EXTRATOS VEGETAIS NO PERFILHAMENTO DE Pennisetum glaucum (L.) R. BR CULTIVADO SOB DIFERENTES NÍVEIS DE SALINIDADE. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; BEZERRA, R. C. A. ; Gomes, J.M.S ; Leite, M.L.M.V ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; FARIAS, I. M. ; Almeida, M.C.R . CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS E PRODUTIVAS DE Urochloa mosambicensis EM FUNÇÃO DOS NÍVEIS DE ADUBAÇÃO NITROGENADA. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D ; CARVALHO, F.F.R ; MEDEIROS, A.N ; FRANÇA, A.A ; JUNIOR, G.S.B ; MELO, N.D . Avaliação das pesquisas sobre a produção leiteira bovina e caprina, publicadas na Revista Brasileira de Zootecnia entre os anos de 2010 a 2017. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D . Levantamento das pesquisas sobre a produção leiteira bovina e caprina, publicadas na Revista Brasileira de Zootecnia entre os anos de 2000 a 2009. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; CABRAL, A.M.D . Curso de Bacharelado em Zootecnia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; TERTO, G.S ; PEREIRA, F.F.S ; LEAL, M.A.N ; SOUZA, M.S ; CORDEIRO, S.V.B ; ARAUJO, B.W ; CABRAL, A.M.D . PERFIL DA COMERCIALIZAÇÃO DE QUEIJOS EM SERRA TALHADA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; Ramalho, R.C ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . UTILIZAÇÃO DA PALMA FORRAGEIRA NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Costa, A.C.L ; Anjos, F.L.Q ; FARIAS, I. M. ; Lucena, L.R.R ; Leite, M.L.M.V . ESTUDOS AGRONÔMICOS DA PALMA FORRAGEIRA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, P.N ; GARCIA, J.A.D ; ESTRELA, H.F.G ; BARAUNA, V.G ; CLEMENTINO, R.H ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO OBJETIVA DOS DISCENTES SOBRE O USO DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; SOUZA, P.N ; ESTRELA, H.F.G ; BARAUNA, V.G ; GARCIA, J.A.D ; CLEMENTINO, R.H ; SANTOS, L. . IMPRESSÃO SUBJETIVA DOS DISCENTES SOBRE O USO DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA DA UFRPE ? UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. . Métodos de Digestibilidade da Matéria Seca (MS). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, A. D. M. ; Maciel, T.C.M . Horto medicinal: Vida e Saúde na Escola. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

OLIVEIRA, A. D. M. ; DIAS, W.S . Currículo Lattes: uma ferramenta fundamental para a vida acadêmica. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Desempenho agronômico de clones de palma forrageira em função da cobertura do solo em ambiente semiárido, Descrição: O objetivo do presente estudo é avaliar o desempenho de clones de pama forrageira mantidos em diferentes níveis de cobertura morta no solo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Mauricio Luiz de Mello Vieira Leite - Coordenador / Leandro Ricardo Rodrigues de Lucena - Integrante / Claúdio Balbino da Cruz Junior - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Ajuste de curvas de crescimento de palma forrageira cultivada no semiárido Pernambucano submetidas a déficit hídrico e salino e aplicação de adubação nitrogenada e fosfatada, Descrição: As plantas forrageiras são consideradas um dos principais fatores para o desenvolvimento da pecuária em todo o mundo, pois atuam como a fonte de alimento para os rebanhos e consequentemente têm participação expressiva na produção de leite e de carne. As plantas forrageiras em sua maioria apresenta crescimento perene, resistente à seca, adaptada a uma ampla diversidade de solos e adaptada a regiões de clima quente, apresenta bom desenvolvimento em regiões onde a precipitação pluvial média anual é superior aos 500 mm. As plantas forrageiras do semiárido Pernambucano com a influência do estresse hídrico acabam sofrendo com o estresse salino, visto que as águas das regiões do semiárido pernambucano apresentam elevadas concentrações de sais. Todos esses aspectos (estresse hídrico e salino, a falta de adubação nitrogenada e fosfatada) nos solos do semiárido Pernambucano faz necessário o estudo de curva de crescimento. O conhecimento das curvas de crescimento de uma espécie fornece informações muito úteis no cultivo e manejo de populações naturais, e têm grande importância biológica, pois possibilitam a viabilidade do cultivo de uma espécie pela avaliação da taxa de crescimento. A curva, descrevendo uma sequência de medidas de determinada característica de alguma espécie em função do tempo, geralmente peso, altura, comprimento, espessura, largura, área ou diâmetro, é denominada de curva de crescimento. Em geral, este tipo de curva apresenta aspecto de crescimento exponencial ou sigmoidal (formato de ?S?), que é muito bem modelado pela regressão não linear. Nas últimas décadas o crescimento em palmas forrageiras vem sendo bastante estudado, como o crescimento de Nopalea cochenillifera submetidas a estresse salino e diferentes frequências de irrigação, o crescimento em função da idade de planta e adubação com esterco bovino em Opuntia ficus-indica o crescimento utilizando diferentes métodos de plantio e espaçamento de plantio e do crescimento do índice de área do cladódio de Opuntia sp. e Nopalea sp. O delineamento utilizado será em esquema fatorial, sendo composto de três palmas forrageiras (Nopalea cochenillifera clone Doce Gigante e clone Doce Miúda e Opuntia-stricta), quatro níveis de estresse (ausência de estresse hídrico e salino, presença de estresse hídrico e ausência de salino, ausência de estresse hídrico e presença de salino e presença de estresse hídrico e salino) e quatro níveis de adubação (ausência de adubação nitrogenada e fosfatada, presença de adubação nitrogenada e ausência de adubação fosfatada, ausência de adubação nitrogenada e presença de adubação fosfatada, e presença de adubação nitrogenada e fosfatada), com 5 repetições. Para avaliação do déficit hídrico serão utilizados quatro disponibilidades de água no solo (25, 50, 75 e 100% ETc) , enquanto para o déficit salino serão utilizados quatro níveis de salinidade no solo (0, 2, 4 e 8 dS.m-1). As fontes de nitrogênio e fósforo utilizadas serão o sulfato de amônio com 20% de N e o superfosfato simples com 18% de P2O5 solúvel em água, respectivamente. Será utilizada uma dose de nitrogênio equivalente a 100 kg ha-1 de N e uma dose de fósforo equivalente a 150 kg ha-1 de P2O5. O nitrogênio e o fósforo serão aplicados em cobertura, imediatamente após o corte de uniformização. Serão avaliadas as seguintes características morfometricas: Altura de planta, comprimento, largura, espessura, número de cladódios e área de cladódios.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Mauricio Luiz de Mello Vieira Leite - Integrante / Leandro Ricardo Rodrigues de Lucena - Coordenador / Alefe Chagas de Lima Costa - Integrante / IGOR MASTERSON DE FARIAS - Integrante.

  • 2018 - 2019

    INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM SISTEMAS PASTORIS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO, Descrição: A degradação de solos em áreas de pastagens é um acontecimento observável em escala global, com grandes impactos ambientais e econômicos, afetando diretamente a sustentabilidade desses sistemas produtivos, sobretudo em ambientes semiáridos e áridos. Diante do exposto, objetivou-se analisar comparativamente os atributos de sustentabilidade em sistema silvipastoril e áreas de pastagens, a partir de indicadores sensíveis as alterações do manejo, tais como as propriedades físico-hídricas e o efluxo de CO2 (ECO2) do solo. Foi realizada uma pesquisa observacional em três áreas distintas: uma pastagem contendo apenas capim-corrente (Urochloa mosambicensis (Hack.), uma área sob sistema silvipastoril, com a espécie arbórea sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia (Benth) e o capim-corrente e uma pastagem de capim-corrente consorciada com orelha-de-onça (Macroptilium martii (Benth.) Maréchal & Baudet). Foram utilizados sete indicadores da qualidade físico-hídrica do solo: resistência do solo à penetração, densidade do solo, condutividade hidráulica saturada, macroporosidade, capacidade de aeração, capacidade de água disponível para planta e a capacidade de campo relativa. Foi determinado o ECO2 nos solos das diferentes áreas com um analisador de gás infravermelho. Além disso, foram realizadas mensurações do índice de área foliar por meio do aparelho Ceptômetro AccuPAR LP- 80. A implantação de sistemas silvipastoris em condições semiáridas contribui para a longevidade e sustentabilidade de sistemas pastoris, em função das melhorias nas propriedades físico-hídricas do solo, como densidade, resistência do solo à penetração, porosidade total, capacidade de água disponível para planta e capacidade de campo relativa. O ECO2 é influenciado por fatores como temperatura do solo, precipitação pluvial e disponibilidade de substrato, não havendo efeitos consideráveis da variação de temperaturas do solo no ECO2 quando a disponibilidade de substrato e umidade é limitante.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Mauricio Luiz de Mello Vieira Leite - Integrante / Alefe Chagas de Lima Costa - Integrante / Fredson Luan Queiros dos Anjos - Integrante / IGOR MASTERSON DE FARIAS - Integrante / Vicente José Laamon Pinto Simões - Coordenador.

  • 2018 - 2019

    Resposta fotossintética e rendimento forrageiro do milheto em função da adubação orgânica e da cobertura morta no solo, Descrição: A escassez hídrica em ambientes que apresentam distribuições irregulares de chuva e alta demanda evaporativa é um dos fatores ambientais mais comprometedores para a sustentabilidade da agricultura e pecuária. Esse fator abiótico tem prejudicado o estabelecimento de espécies forrageiras importantes como o milho e sorgo. Em condições de estresse hídrico as plantas reduzem a transpiração através do fechamento estomático e, consequentemente, diminuem a absorção de dióxido de carbono, o que compromete severamente processos fisiológicos importantes como a fotossíntese. Sendo importante avaliar as respostas fisiológicas das plantas através das trocas gasosas que são fortemente pelas condições climáticas, limitando o crescimento de diversas plantas importantes no mundo Portanto, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes densidades de cobertura morta do solo nas características agronômicas e trocas gasosas do milheto (Pennisetum glaucum), adubado com doses de esterco bovino... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Mauricio Luiz de Mello Vieira Leite - Integrante / Alefe Chagas de Lima Costa - Integrante / Fredson Luan Queiros dos Anjos - Integrante / IGOR MASTERSON DE FARIAS - Integrante / Vicente José Laamon Pinto Simões - Integrante / José Lypson Pinto Simões Izidro - Coordenador / Eduardo Soares de Souza - Integrante.

  • 2018 - Atual

    RESPOSTAS TERMORREGULADORAS E PRODUTIVAS DE CABRAS LEITEIRAS NO SEMIÁRIDO NORDESTINO SOB DIFERENTES TIPOS DE COBERTURAS, Descrição: A criação de pequenos ruminantes representa uma opção rentável para a região Nordeste do Brasil, pela possibilidade de exploração por todas as categorias de produtores, principalmente em pequenas propriedades, além da adaptabilidade desses animais às condições locais adversas. Este projeto tem como objetivo a apresentação de proposta de avaliação do consumo e digestibilidade dos nutrientes, consumo de água, produção e composição do leite, índices de conforto térmico, parâmetros fisiológicos, índices ambientais de tolerância ao calor e comportamento ingestivo dos animais de duas raças de cabras em lactantes (Toggenburg e Anglo-Nubiana) em instalações com dois tipos de coberturas: cerâmica e fibrocimento. Sendo o projeto aprovado, o experimento será realizado na UAST-Universidade Federal Rural de Pernambuco, cidade de Serra Talhada. Para execução serão utilizadas 12 cabras da raça Toggenburg e 12 Anglo-Nubiana com peso vivo (PV) médio de 45kg com 42 dias de lactação, de segunda e terceira crias. Os animais serão alojados em baias individuais 1,0 m x 1,0 de área, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial 4 x 2 (quatro condições de conforto térmico e duas raças), com seis repetições. O experimento será realizado em 74 dias, com 14 dias para adaptação dos animais as instalações e 60 dias para o registro de dados. Os animais serão alimentados com dietas a base de milho (Zea mays L.) e farelo de soja (Glycine max L.) e sal mineral como concentrado, sendo o feno de tifton correspondente ao volumoso. A alimentação será ofertada duas vezes ao dia, às 8 e 16 horas. Antes da oferta da manhã, as sobras serão coletadas e pesadas para ajuste do consumo diário, em função do consumo do dia anterior, ponderando-se sobras de 15% do ofertado. O consumo voluntário de matéria seca será calculado pela diferença entre as quantidades ofertadas e as sobras. Para a determinação da digestibilidade dos nutrientes será utilizado o método da coleta total de fezes utilizando-se a fibra em detergente ácido indigestível (FDAi) como indicador interno para a quantificação da produção da matéria seca fecal (PMSF). O consumo de água será quantificado pela diferença entre o volume ofertado e a sobra de água. O controle individual da produção de leite (PL) será registrado através de duas ordenhas diárias efetuadas pela manhã (7h) e à tarde (15h), sendo então retiradas alíquotas de 40 mL de leite conservadas em bronopol (2-bromo-2-nitropropano-1,3-diol) e refrigeradas para determinação dos constituintes do leite, segundo método do analisador infravermelho Bentley 2000 no PROGENE/UFRPE. Os elementos meteorológicos serão utilizados para caracterizar o ambiente térmico, com a determinação dos índices de conforto. As variáveis fisiológicas: temperatura retal (TR), frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR), temperatura da epiderme (TE) serão registradas pela manhã às 9:00 horas e à tarde às 18:00 horas, duas vezes durante o período experimental, enquanto que a taxa de sudorese (TS) será determinada semanalmente durante todo período experimental, sempre a partir das 15:00 horas. No 30° dia do período experimental com observações em intervalos de 10 minutos serão avaliados os parâmetros comportamentais. Para a síntese de proteína microbiana serão utilizados os derivados de purinas sendo estimadas suas produções na urina e no leite. Todos os dados serão submetidos à análise de variância pelo programa SAS e os valores médios comparados pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Espera-se que os animais se utilizem dos mecanismos termorreguladores para dissipar calor nas horas mais quentes do dia, e com isso sejam reduzidos os impactos da resposta produtiva e termorreguladoras. É necessária a realização de trabalhos que possam avaliar alternativas para produção de caprinos nos sistemas de produção existentes na região semiárida.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Ana Maria Duarte Cabral - Coordenador / Francisco Fernando Ramos de Carvalho - Integrante / Sara Veríssimo Bezerra Cordeiro - Integrante / Fernando Felipe da Silva Pereira - Integrante / Bruno Willian Araujo - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Diferentes clones de palma forrageira consorciados com Euforbiáceas, Descrição: O projeto tem como objetivo avaliar a influencia do consorcio entre dois clones de palma e três diferentes Euforbiáceas no desempenho agronômico das plantas forrageiras supracitadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Mauricio Luiz de Mello Vieira Leite - Coordenador / Leandro Ricardo Rodrigues de Lucena - Integrante / Alefe Chagas de Lima Costa - Integrante / Fredson Luan Queiros dos Anjos - Integrante / IGOR MASTERSON DE FARIAS - Integrante / Marlene dos Santos Souza - Integrante / Edvaldo Alves de Moura - Integrante / Geovane Alves de Moura - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Avaliação da Comercialização de Produtos Caprinos e Ovinos em Municípios dos Estado dos Pernambuco e Ceará, Descrição: O Brasil encontra-se na zona tropical do planeta, e em virtude da sua grande extensão territorial seu clima sofre grandes variações. Na região Nordeste os caprinos e ovinos são criados em condições de sistemas extensivos e na sua maioria numericamente expressivos, mas devido a reduzida adoção de tecnologias nas propriedades e manejo geral inadequado, os índices de produtividade são relativamente baixos e os produtos animais de baixa qualidade. As principais funções econômicas da caprinovinocultura estão relacionadas diretamente às vendas de leite, carne, pele, lã e até mesmo os considerados subprodutos: vísceras e esterco. Desde os segmentos de produção até a comercialização, apesar de ainda insipida, vem sendo observada a organização de criadores que tem se especializado na atividade da caprinocultura de corte ou leite, bem como na ovinocultura de corte, com a capacidade de suporte dos produtores em relação ao suprimento do mercado local ou autoconsumo. Por outro lado, o interesse das pesquisas de comportamento do consumidor recai principalmente sobre a análise empírica de como ocorre o processo de compra e quais são os fatores que afetam os consumidores. Assim, é preciso serem conhecidos os hábitos, as preferência, os gostos e atitudes alimentares dos consumidores, pois a partir daí pode-se pensar nas tendências e perspectivas em relação ao comportamento de consumo dos produtos oriundos das atividades de criação de caprinos e ovinos para a região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Ana Maria Duarte Cabral - Coordenador / Francisco Fernando Ramos de Carvalho - Integrante / , Andrezza de Araújo França - Integrante / Sara Veríssimo Bezerra Cordeiro - Integrante / Edja Sabrina Sá Santos - Integrante / Fernando Felipe da Silva Pereira - Integrante / Gabriel da Silva Terto - Integrante / Marlene dos Santos Souza - Integrante / Weslla de Souza Dias - Integrante / Evaristo Jorge Oliveira De Souza - Integrante / Luciana Sandra Bastos de Souza - Integrante / Rafael Costa da Silva - Integrante / Hidelberg Oliveira Albuquerque - Integrante.

  • 2017 - Atual

    ACEITABILIDADE DA GINCANA COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DE ANATOMIA ANIMAL I NO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA - processo UFRPE nº23082.003711/2018-14/ decisão CTA: Nº 076/2018, Descrição: Diante dos modelos de ensino atuais onde o quantitativo das notas alcançadas pelos estudantes é o mais importante do que o processo de aprendizado propriamente dito faz com que o futuro profissional assimile, quando muito, apenas o conteúdo que é transmitido pelos docentes e não vejam em suas áreas de atuação possibilidade de crescimento e de aplicação de seus conhecimentos. A aula expositiva é criticada por alguns pesquisadores já que nesta metodologia a aprendizagem não é tão participativa, como também o estímulo ao raciocínio e a aplicação dos conteúdos estudados para a sua vida profissional ficam muitas vezes, em segundo plano. Além disso, o processo de aprendizagem nas universidades deve promover não só a exposição do conteúdo e sim estratégias de estudo que sejam instigantes para os estudantes e que promovam de forma fluida uma absorção e aplicação dos conteúdos pelos mesmos em sua vida profissional. Sobre o exposto se propõe com esse trabalho uma metodologia de aprendizado que use o dinamismo lúdico de uma Gincana a respeito do conteúdo de Anatomia Animal I aplicado a Zootecnia. Assim é esperado promover com a adesão dessa prática, uma forma de revisar os tópicos vistos durante a disciplina e sanar de forma didática as dúvidas ainda existentes com relação ao que foi exposto na disciplina. Esse trabalho tem como público alvo, discentes do 1º período do curso de Zootecnia da Unidade Acadêmica de Serra Talhada. A aceitação da metodologia, será avaliado mediante a aplicação de um questionário.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Leandro dos Santos - Coordenador / Paulo Nunes de Souza - Integrante / Rossana Herculano Clementino - Integrante.

  • 2017 - Atual

    ACEITABILIDADE DE ESTUDOS DIRIGIDOS EM PEQUENOS GRUPOS COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA COMPLEMENTAR NO ENSINO DA ANATOMIA ANIMAL - processo UFRPE nº 23082.003720/2018 - 05/ decisão do Nº 077/2018, Descrição: A formação de um acadêmico com visão crítica sobre assuntos fundamentais dentro e fora da sua área de atuação é de grande importância. Geralmente o processo de aprendizado discente é feito com aulas expositivas onde o professor é o único meio de disseminação de conhecimento, não sendo correspondidos, na grande maioria, os desejos educativos dos estudantes. O ensino deve ser trabalhado de forma didática com várias metodologias, onde o estudante tem a sua participação ativa na busca do conhecimento. O objetivo desta proposta é avaliar a aceitabilidade da prática pedagógica estudo dirigido baseado em problemas em pequenos grupos no aprendizado de Anatomia Animal no curso de Bacharelado em Zootecnia da UFRPE-UAST. Após a aplicação da metodologia os discentes responderão um questionário sobre a aceitabilidade dos estudos dirigidos em pequenos grupos como ferramenta metodológica complementar às aulas expositivas de Anatomia Animal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Antonio Dennys Melo de Oliveira - Integrante / Leandro dos Santos - Coordenador / Paulo Nunes de Souza - Integrante / Rossana Herculano Clementino - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal Rural de Pernambuco, Unidade Acadêmica de Serra Talhada. , Avenida Gregório Ferraz Nogueira, José Tomé de Souza Ramos, 56909535 - Serra Talhada, PE - Brasil, Telefone: (87) 38771194

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade Federal Rural de Pernambuco

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Aluno do programa de iniciação científica (PIC) UFRPE/CNPq, com projeto intitulado: Desempenho agronômico de clones de palma forrageira em função da cobertura do solo em ambiente semiárido. Orientador: Professor Dr. Maurício Luiz de Mello Vieira Leite.

  • 2016 - 2016

    EEEP MARIA ALTAIR AMERICO SABOIA

    Vínculo: Programa de Monitoria, Enquadramento Funcional: MONITOR, Carga horária: 10

    Outras informações:
    Monitor Voluntário no programa de monitorias da Escola Estadual de Educação Profissional Maria Altair Américo Saboia, na disciplina de Física e Matemática para alunos do 1º Ano do Ensino médio integrado ao curso técnico em Agropecuária. Monitoria exercida sob orientação da professora Maria Katiane de Souza Aguiar.

  • 2015 - 2016

    EEEP MARIA ALTAIR AMERICO SABOIA

    Vínculo: Membro do Conselho Escolar, Enquadramento Funcional: Representante de Alunos, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Atuava no Conselho escolar como Representante Titular de Alunos. Onde desenvolveu atividade ligadas a melhoria da qualidade de ensino dos cursos da perante instituição.

  • 2014 - 2015

    EEEP MARIA ALTAIR AMERICO SABOIA

    Vínculo: Grêmio Estudantil, Enquadramento Funcional: Secretário Geral, Carga horária: 2

  • 2017 - 2019

    Unidade Academica de Serra Talhada

    Vínculo: Programa de Monitoria, Enquadramento Funcional: MONITOR, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitor Bolsista pelo programa de Monitorias da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)/ Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST), na disciplina de Anatomia Animal 01 para alunos do 1º período do Curso de Zootecnia, sob orientação do Professor Dr. Leandro dos Santos.

  • 2016 - 2016

    Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia - Campus Crateús

    Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 16

    Outras informações:
    Estagio curricular obrigatório do curso técnico em Agropecuária da EEEP Maria Altair Américo Saboia realizado no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará - Campus Crateús. Sob supervisão do Professor Dr. Tony Andreson Guedes Dantas.