Gabriel Salini

Estudante de Engenharia Mecânica pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia, Campus Erechim. Possuí experiência como auxiliar de orientação pedagógica pelo método Kumon, mais especificamente na língua inglesa. Participa do projeto de um protótipo de eficiência energética no IFRS- Erechim e é co-autor de um trabalho técnico relacionado ao projeto.

Informações coletadas do Lattes em 30/01/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Engenharia Mecânica

2015 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2010 - 2013

Curso de Inglês. , Kumon Instituto de Educação Ltda, KUMON, Brasil.

2009 - 2010

Adobe Photoshop e Corel Draw. (Carga horária: 72h). , Ávila Informática, ÁVILA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Everton Farina

FARINA, E.; SOUZA, A. D. C.; BARBOSA, L. G. M. S.. Desenvolvimento de uma metodologia para avaliar o consumo do sistema de propulsão de um protótipo veicular de eficiência energática através da automatização de uma bancada dinamométrica. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Projeto de Manutenção e Aprimoramento de um Veículo de Eficiência Energética, Descrição: O projeto consiste na continuação do projeto de pesquisa iniciado no ano de 2015 pelo Grupo de Desenvolvimento em Mecânica (GDMEC) chamado 'Projeto e Construção de um Veículo de Eficiência Energética' cujo foco é a manutenção e melhoria dos sistemas de um veículo participante da Shell Eco?Marathon, uma competição que busca inspirar estudantes a desenvolverem de um protótipo veicular que faça o melhor aproveitamento do combustível empregado ao mesmo, percorrendo desta forma a maior distância possível com o menor consumo. Na edição de 2017, o veículo desenvolvido conseguiu atingir uma marca de 240,3 km/L, resultado que garantiu a terceira colocação nacional para equipe. Por mais animador que o resultado tenha sido, existem diversos pontos de melhoria nos sistemas de direção, injeção eletrônica, chassis, habitáculo, carenagem, elétrica, powertrain e transmissão, os quais podem ser explorados visando aumentar a eficiência do veículo. Além da aplicação de conceitos desenvolvidos ao longo dos cursos oferecidos pela instituição no melhoramento e manutenção de um protótipo veicular por meio da pesquisa e implementação de novas ideias, este projeto também permite que os envolvidos tenham a experiência de gerenciar e participar de uma equipe. Ademais, a média de consumo atingida na edição de 2017, trouxe os holofotes da comunidade ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Erechim, fato que contribuiu e pode voltar a auxiliar na divulgação da qualidade de ensino da instituição e atrair alunos e empresas parceiras para a mesma. Palavras-chave: protótipo veicular, Shell Eco-Marathon.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Gabriel Salini - Integrante / Airton Campanhola Bortoluzzi - Coordenador.

  • 2018 - Atual

    Projeto de Manutenção e Aprimoramento de um Veículo de Eficiência Energética, Descrição: O projeto consiste na continuação do projeto de pesquisa iniciado no ano de 2015 pelo Grupo de Desenvolvimento em Mecânica (GDMEC) chamado 'Projeto e Construção de um Veículo de Eficiência Energética' cujo foco é a manutenção e melhoria dos sistemas de um veículo participante da Shell Eco?Marathon, uma competição que busca inspirar estudantes a desenvolverem de um protótipo veicular que faça o melhor aproveitamento do combustível empregado ao mesmo, percorrendo desta forma a maior distância possível com o menor consumo. Na edição de 2017, o veículo desenvolvido conseguiu atingir uma marca de 240,3 km/L, resultado que garantiu a terceira colocação nacional para equipe. Por mais animador que o resultado tenha sido, existem diversos pontos de melhoria nos sistemas de direção, injeção eletrônica, chassis, habitáculo, carenagem, elétrica, powertrain e transmissão, os quais podem ser explorados visando aumentar a eficiência do veículo. Além da aplicação de conceitos desenvolvidos ao longo dos cursos oferecidos pela instituição no melhoramento e manutenção de um protótipo veicular por meio da pesquisa e implementação de novas ideias, este projeto também permite que os envolvidos tenham a experiência de gerenciar e participar de uma equipe. Ademais, a média de consumo atingida na edição de 2017, trouxe os holofotes da comunidade ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Erechim, fato que contribuiu e pode voltar a auxiliar na divulgação da qualidade de ensino da instituição e atrair alunos e empresas parceiras para a mesma. Palavras-chave: protótipo veicular, Shell Eco-Marathon.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Gabriel Salini - Integrante / Airton Campanhola Bortoluzzi - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Projeto e instalação de um sistema elétrico e eletrônico para um veículo de eficiência energética, Descrição: O presente projeto visa o desenvolvimento e a implementação de um sistema de comando eletrônico que exerce o controle das funções elétricas básicas de um veículo de eficiência energética. Desta forma, foca na utilização de um controlador lógico programável (CLP) responsável por acionar, entre outros, a partida elétrica, transmissão e o sistema eletrônico de gerenciamento do motor a combustão interna. A interface homem-máquina utilizada para tal caracteriza-se pelo emprego de botões de pulso, instalados no volante do veículo e conectados diretamente ao controlador. Também, busca-se o dimensionamento dos componentes de um circuito eletrônico de partida suave que visa controlar o torque de um motor elétrico que comanda a partida do motor a combustão interna do veículo, sendo esse controle realizado por meio de um pulso PWM oriundo do CLP e amplificado através do circuito eletrônico desenvolvido. Tal controle visa gerenciar o torque de partida do motor elétrico, pois o mesmo pode provocar a falha de componentes do motor a combustão interna.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Gabriel Salini - Integrante / Airton Campanhola Bortoluzzi - Coordenador / Alisson Dalsasso Corrêa de Souza - Integrante / Daniel Pires Nunes - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2017 - Atual

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2012 - 2015

    Kumon Instituto de Educação LTDA

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Orientação Pedagógica em Inglês, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Se formou em Inglês pelo Kumon Instituto de Educação Ltda concluíndo curso a nível universitário entre 2010 e 2013. Após a conclusão, foi convidado pela orientadora da unidade Kumon- Erechim para trabalhar como auxiliar de orientação pedagógica nesta matéria. Como auxiliar trabalhou com estudantes de variadas idades (8- 55 anos) nas áreas de conversação e pronúncia, escrita, gramática, interpretação de textos e correção de materiais