Jéssica Dayane da Silva

Possui ensino-medio-segundo-grau pela Escola Professor José Brasileiro VilaNova(2014). Tem experiência na área de Fonoaudiologia.

Informações coletadas do Lattes em 02/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Fonoaudiologia

2016 - Atual

Universidade Federal de Pernambuco

Ensino Médio (2º grau)

2011 - 2014

Escola Professor José Brasileiro Vilanova

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

MINI- CURSO: PRIMEIROS SOCORRO. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fonoaudiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Gurgel M. C. ; VIEIRA, A. C. C. ; SILVA, J. D. . Simpósio: Inovações terapêuticas em afasia. 2018. (Outro).

Gurgel M. C. ; VIEIRA, A. C. C. ; SILVA, J. D. . Mês de Consciência em afasia. 2018. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

2ª SEPEC - Semana de ensino, pesquisa, extensão e cultura - 26° CONIC.Desenvolvimento das habilidades auditivas de crianças com a síndrome congênita do Zika Vírus. 2018. (Outra).

Campanha da voz. 2018. (Outra).

I Simpósio Regional de Fonoaudiologia e Autismo. 2018. (Simpósio).

Semana do Sono - Respeite seu sono e siga seu ritmo.. 2018. (Outra).

Campanha da voz. 2017. (Outra).

I Encontro sobre Acessibilidade em Bibliotecas Universitárias.Escrita, Cultura e Lazer: Português para surdos como L2. 2017. (Encontro).

OFICINA: TAI CHI CHUAN (XXIV ENEFON). 2017. (Oficina).

XXIV ENEFON - ESTUDANTES QUE SOMOS, TRABALHADORESQUE SEREMOS. 2017. (Encontro).

II Debate Multidisciplinar na Área de Saúde: discutindo a infecção pelo vírus Zika. 2016. (Outra).

VII Encontro pernambucano de atenção à gagueira. 2016. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

MARIANA DE CARVALHO LEAL

LEAL, Mariana de Carvalho. USO DO POTENCIAL EVOCADO AUDITIVO DE TRONCO ENCEFÁLICO COM ESTÍMULO DE FALA EM POPULAÇÃO INFANTIL: REVISÃO SISTEMÁTICA. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde da Comunicação Humana) - Universidade Federal de Pernambuco.

Lílian Ferreira Muniz

Menezes, D.C.;MUNIZ, LILIAN FERREIRA; LEAL, M.C.. Uso do potencial evocado de tronco encefálico como estímulo de fala em população infantil:revisão sistemática. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CHAVES, A. D. ; SILVA, L. K. ; SILVA, J. D. ; OLIVEIRA, A. E. S. ; PAIVA, B. S. ; SILVA, I. M. R. ; LIRA, A. K. M. ; JESUS, A. W. S. ; ROSAL, A. G. C. ; RIBEIRO, E. N. ; SANTOS, N. C. ; MAXIMO, N. N. . Escrita, Cultura e Lazer: Português para surdos como L2. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2018

    Desenvolvimento das habilidades auditivas de crianças com a síndrome congênita do Zika Vírus., Descrição: Conhecer as características do desenvolvimento das habilidades auditivas de crianças diagnosticadas com a síndrome congênita do Zika vírus.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Jéssica Dayane da Silva - Integrante / Lilian Ferreira Muniz - Coordenador.

  • 2018 - Atual

    Respostas auditivas de tronco encefálico com estímulo de fala em crianças com a síndrome congênita do Zika Vírus, Descrição: O projeto objetiva conhecer as respostas auditivas de tronco encefálico mediante a fala, através do Potencial evocado auditivo de tronco encefálico (PEATE) com estímulo de fala, em crianças diagnosticadas com a Síndrome Congênita do Zika Vírus (SCZ) e que possuem audição normal em ambas as orelhas, de acordo com os parâmetros obtidos por meio do PEATE-Click. Possibilitando assim, observar o de processamento subcortical desses sons e o desenvolvimento da linguagem das crianças acometidas pela SCZ.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Jéssica Dayane da Silva - Integrante / Lilian Ferreira Muniz - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional