Pedro Henrique Torres Bezerra

Graduando em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), monitor do projeto Laboratório de Linguagens e Memórias do Jornalismo (Labjor.Com), extensionista no projeto da Agência de Planejamento de Comunicação Organizacional Integrada para Movimentos Sociais, bolsista voluntário de iniciação científica e estagiário de comunicação da Secretaria da Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Norte (Sesap/RN).

Informações coletadas do Lattes em 02/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Jornalismo

2017 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Holandês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Jornalismo e Editoração/Especialidade: Jornalismo Investigativo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria do Socorro Furtado Veloso

Jornalismo, literatura e política: as contribuições da obra de José Saramago para uma leitura crítica das mídias; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • VELOSO , M. S. F. ; MENDES, H. A. ; BEZERRA, P. H. T. . Dos jornais ao Nobel de Literatura: apontamentos para um estudo do legado de José Saramago. In: 5º Encontro Nordeste de História da Mídia - ALCAR, 2018, Recife. Anais do 5º Encontro Nordeste de História da Mídia, 2018.

  • MENDES, H. A. ; BEZERRA, P. H. T. ; FROES, V. N. G. B. ; VELOSO , M. S. F. . Revista Blimunda: lugar de memória do escritor José Saramago e da cultura de língua portuguesa. In: 8º Encontro do JPJor - Jovens Pesquisadores em Jornalismo, 2018, São Paulo. Anais do 8º Encontro Nacional de Jovens Pesquisadores em Jornalismo, 2018.

  • MENDES, H. A. ; BEZERRA, P. H. T. ; FROES, V. N. G. B. ; VELOSO , M. S. F. . Revista Blimunda: lugar de memória do escritor José Saramago e da cultura de língua portuguesa. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • VELOSO , M. S. F. ; MENDES, H. A. ; BEZERRA, P. H. T. . Dos jornais ao Nobel de Literatura: apontamentos para um estudo do legado de José Saramago. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Jornalismo, literatura e política: as contribuições da obra de José Saramago para uma leitura crítica das mídias, Descrição: Investigar as conexões de escritos ficcionais e não ficcionais do escritor português José Saramago (1922-2010) com o jornalismo enquanto prática social, conjunto de técnicas e forma de conhecimento é o objetivo do presente projeto de pesquisa, que começou a ser desenvolvido durante estágio pós-doutoral desta docente na Universidade Nova de Lisboa, em Portugal, entre os anos de 2014 e 2015. A ideia é ampliar o espectro da investigação, face a animadores resultados obtidos com as turmas de graduação em Jornalismo ao longo do ano de 2016, quanto trouxemos a literatura saramaguiana para a sala de aula, como complemento aos estudos das técnicas jornalísticas. A leitura de contos, crônicas e artigos produzidos por José Saramago, que foi jornalista antes de se celebrizar como escritor, demonstrou potencial para o aprimoramento da linguagem e o aprofundamento da compreensão crítica das mídias e demais sistemas socioculturais e políticos. Esta proposta contempla duas dimensões: a) O modo como Saramago se apropriou de elementos da técnica jornalística para traçar painéis da realidade que deram suporte a alguns de seus romances; b) O exercício permanente da crítica a jornais e jornalistas, com foco na dependência dos órgãos de comunicação ao poder político e financeiro, na superficialidade dos conteúdos e no culto ao espetáculo, entre outros aspectos. Com base nesta dupla perspectiva, a pergunta que norteará este estudo é a seguinte: Como o jornalismo, desde suas possibilidades técnicas até seus paradoxos enquanto profissão, espaço de embates e forma de conhecimento, emerge da obra de José Saramago? O presente trabalho se constitui como pesquisa de natureza qualitativa, valendo-se de amostras de caráter intencional. Aplicaremos o método hermenêutico-dialético na análise das produções não ficcionais de Saramago. Levando em conta aspectos manifestos e latentes dos discursos que se entrecruzam, no estudo das obras ficcionais usaremos instrumentos teórico-metodológicos da Análise Crítica do Discurso, a partir de Fairclough (2001) e Authier-Revuz (2004).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Pedro Henrique Torres Bezerra - Integrante / MARIA DO SOCORRO FURTADO VELOSO - Coordenador / MARIA ANGELA PAVAN - Integrante / HENRIQUE ALBERTO MENDES - Integrante / VIRGINIA NAVARRO GUEDES BRANDÃO FRÓES - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Comunicação Social. , AC Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Lagoa Nova, 59078970 - Natal, RN - Brasil, Telefone: (84) 33422466

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional