Emanuelly Costa Ventura de Souza

Cursando o 7º semestre em Ciências Biológicas - Bacharelado na Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais (FCBA) pela Universidade Federal da Grande Dourados ( UFGD). Atuante no Programa de Educação Tutorial - PETBio/UFGD. Atualmente realizando trabalhos de pesquisa no laboratório de Biologia Aquática Aplicada com ênfase em parasitologia de peixes oriundos de pisciculturas, sendo integrante do Núcleo de Pesquisa em Aquicultura do Mato Grosso do Sul - NUPAQ/MS.

Informações coletadas do Lattes em 02/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Abi - Ciências Biológicas

2016 - Atual

Universidade Federal da Grande Dourados

Ensino Médio (2º grau)

2012 - 2015

Escola Estadual Professora Eufrosina Pinto

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Ecologia do parasitismo. (Carga horária: 6h). , Associação Brasileira de Patologia de Organismos Aquáticos - Maringá, ABRAPOA, Brasil.

2018 - 2018

Pesquisa e Monitoramento-Apoio ao Programa Monitoramento da Biodiversidade. (Carga horária: 64h). , Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ICMBio, Brasil.

2017 - 2017

Extensão universitária em Estudos da Fauna e Flora do Pantanal Sul-Mato-Grossense. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Estudos da Fauna e Flora do Pantanal Sul-Mato-Grossense. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2016 - 2016

Introdução ao desenho científico. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2016 - 2016

Educação e interpretação ambiental em trilhas. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2014 - 2014

Qualificação em Tecnologia Digital - Aluno Integrado. (Carga horária: 60h). , ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA EUFROSINA PINTO, EEPEP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PEREIRA, Z. V. ; SOUZA, E. C. V. . 19º Workshop de Plantas Medicinais e 9º Empório da Agricultura Familiar. 2018. (Outro).

PEREIRA, Z. V. ; SOUZA, E. C. V. . 13º Feira de Sementes Crioulas e Nativas e Produtos Agroecológicos e 6º Seminário sobre uso e conservação do Cerrado do Sul do Mato Grosso do Sul. 2017. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XV ENBRAPOA (Encontro Brasileiro de Patologistas de Organismos Aquáticos). FAUNA DE MONOGENÉTICOS EM ALEVINOS DE TILÁPIA DO NILO CRIADAS EM SISTEMA FECHADO. 2018. (Congresso).

ENEPEX : Encontro de ensino, pesquisa e extensão. 11ºENEPE UFGD E 8º EPEX UEMS.INTERDISCIPLINARIDADE COMO FERRAMENTA DE ESTUDOS DA FAUNA E FLORA DO PANTANAL SUL-MATO-GROSSENSE: UM PARADIGMA EM RELAÇÃO À APRENDIZAGEM (ANO X). 2017. (Encontro).

Jornada de Perícia Forense - Atuação Interdisciplinar na Investigação Criminal. 2017. (Outra).

II Jornada das Ciências Biológicas. 2016. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Flávio Gato Cucolo

Estágio Voluntário - Técnicas de Preparação, Manutenção e Montagem Entomológica; Início: 2017; Orientação de outra natureza; Universidade Federal da Grande Dourados; (Orientador);

Márcia Regina Russo

Caracterização morfométrica e fauna parasitária do híbrido Patinga (Piaractus mesopotamicus x Piaractus brachypomus) oriundos de pisciculturas; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal da Grande Dourados; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • VILELA, L. O. ; ARGUELHO, T. B. ; TORGESKI, M. R. ; CALDATTO, A. M. ; MENEZES, J. P. ; SOUZA, E. C. V. ; SANTOS, S. P. L. ; PEREIRA, Z. V. . Estudo Interdisciplinar da Fauna e Flora do Pantanal Sul-Matogrossense. MOVIMENTA , v. 10, p. 375-380, 2017.

  • PAZ, F. N. ; SOUZA, E. C. V. ; BRACHTVOGEL, C. ; PEREIRA, Z. V. . Relato de experiência da participação no programa de voluntariado do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, MS. In: V ECOPET CENTRO-OESTE, 2018, Campo Grande. Anais do V ECOPET CENTRO-OESTE, 2018.

  • CALDATTO, A. M. ; FERNANDES, A. C. Q. ; VASCONCELOS, A. B. ; PAZ, F. N. ; GRAMKOW, N. C. D. ; ARGUELHO, T. B. ; BRACHTVOGEL, C. ; MENEZES, J. P. ; CORREA, T. A. ; SOUZA, E. C. V. ; VILELA, L. O. ; MELLO, L. S. ; PEREIRA, Z. V. . RELATO DE EXPERIÊNCIA DA VIAGEM TÉCNICA GREEN-FARM CO2 FREE. In: 13ª Feira de Sementes Nativas e Crioulas e Produtos Agroecológicos e e 6° Seminário sobre uso e conservação do cerrado sul de Mato Grosso do Sul, 2017, Juti/MS. Anais da 13° Feira de Sementes Nativas e Crioulas e Produtos Agroecológicos e 6° Seminário sobre uso e conservação do cerrado sul de Mato Grosso do Sul, 2017., 2017.

  • SOUZA, E. C. V. ; CUCOLO, F. G. ; SILVA, M. P. ; ALVES JUNIOR, V. V. ; RAMOS, D. F. . INTERDISCIPLINARIDADE COMO FERRAMENTA DE ESTUDOS DA FAUNA E FLORA DO PANTANAL SUL-MATO-GROSSENSE: UM PARADIGMA EM RELAÇÃO À APRENDIZAGEM (ANO X). In: ENEPEX: Encontro de ensino, pesquisa e extensão. 11º ENEPE UFGD e 8º EPEX UEMS, 2017, Dourados/MS. Anais do ENEPEX, 2017.

  • MELO, M. P. ; TRINDADE, T. O. ; SOUZA, E. C. V. ; SILVA, M. P. ; VARGAS, E. L. ; CUCOLO, F. G. . COLEÇÕES ENTOMOLÓGICAS: MATERIAL DIDÁTICO COMO RECURSO NO ENSINO E APRENDIZAGEM (ANO II). In: ENEPEX: Encontro de ensino, pesquisa e extensão. 11ºENEPE UFGD e 8º EPEX UEMS, 2017, Dourados/MS. Anais do ENEPEX, 2017.

  • SOUZA, E. C. V. ; CAVALCANTI, L. D. ; ROSA, Y. P. S. ; RUSSO, M. R. ; MAUAD, J. R. C. . FAUNA DE MONOGENÉTICOS EM ALEVINOS DE TILÁPIA DO NILO CRIADAS EM SISTEMA FECHADO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TRINDADE, T. O. ; CUCOLO, F. G. ; SOUZA, E. C. V. ; SILVA, M. P. ; MELO, M. P. ; ALVES JUNIOR, V. V. . COLEÇÕES ENTOMOLÓGICAS: MATERIAL DIDÁTICO COMO RECURSO NO ENSINO E APRENDIZAGEM 2017 (VIII Seminário Regional de Extensão Universitária da Região do Centro-Oeste - SEREX).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Pesquisa em aquaponia como modelo de piscicultura integrada e de educação ambiental, Descrição: O uso de tecnologias que melhorem a produtividade, minimizem custos, causem menos impacto ambiental e maior aproveitamento dos recursos naturais são demandas crescentes na aquicultura. Assim, a aquaponia é um modo de cultivo que pode atender a esses requisitos pois integra a criação de peixes e o cultivo de plantas em sistemas de recirculação de água e nutrientes, podendo ser uma forma de piscicultura alternativa aos sistemas de produção convencionais, especialmente para pequenos produtores e ambientes urbanos com pouco espaço, utilizando quantidade reduzida de água, se comparada a horticultura convencional e a produção de pescados em tanques escavados. Além disso, pode ser uma ferramenta importante de educação ambiental nas escolas, trazendo dinamismo as aulas teóricas e colocando em prática os conhecimentos adquiridos em especial nas aulas de ciências, experiência que já vem sendo testada em uma escola de ensino fundamental da rede privada de Dourados MS pela equipe desse projeto. As desvantagens do sistema aquapônico são a dependência de energia elétrica, dependência de conhecimento básico de biologia, fitotecnia, piscicultura, hidráulica e engenharia, custo de investimento inicial alto e principalmente pelo fato da tecnologia ser ainda pouco difundida no Brasil. Assim, os objetivos da proposta são avaliar as variáveis limnológicas da água e sanitárias de tilápias criadas em sistema de aquaponia, usando diferentes substratos para fixação biológica, assim como o custo de produção do sistema quando implantado na piscicultura familiar e como ferramenta de educação ambiental na escola de ensino fundamental.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Emanuelly Costa Ventura de Souza - Integrante / Lidiany Doreto Cavalcanti - Integrante / Ynae Paula Schroder Rosa - Integrante / Marcia Regina Russo - Coordenador / Juliana Rosa Carrijo Mauad - Integrante / Ricardo Basso Zanon - Integrante / Sarah Grazia Ferreira Mendes - Integrante / Élida Jeronimo Gouveia - Integrante / Fernanda Cristina Leal - Integrante / Tarcila De Souza Castro Silva - Integrante / Rodrigo Aparecido Jordan - Integrante / Claudia Andrea Lima Cardoso - Integrante / Fabiano Antunes - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Implicações ambientais do manejo da piscicultura sobre a fauna parasitária de peixes comercias, Descrição: O objetivo dessa proposta é avaliar a diversidade e a intensidade parasitária em função das condições ambientais, manejo e fator de condição de peixes comerciais na região da Grande Dourados-MS. A proposta será executada em duas etapas, sendo a primeira experimental, onde se avaliará relação entre a fauna parasitária da tilápia (Oreochromis niloticus), fator de condição dos peixes e a qualidade de água em tanques de criação sob duas condições de manejo: a primeira em tanques que receberão adubação orgânica inicial e outra onde os peixes serão alimentados desde o início com ração comercial. Serão dois tanques com adubação e dois sem adubação onde serão coletados 5 peixes por tanque mensalmente desde o início da criação até o período de despesca (cerca de 6 meses). De cada indivíduo coletado será realizada a biometria e a coleta de ectoparasitas (raspagem do muco) e endoparasitas (brânquias e intestino) conforme metodologia específica. Na segunda etapa avaliaremos a relação entre a infestação de parasitas acantocéfalos de peixes redondos (Pacu e seus híbridos) com o fator de condição dos peixes, o consumo de possíveis hospedeiros intermediários, o comprimento intestinal e se esses parasitos podem ser utilizados como indicadores da presença de metais no ambiente de cultivo através da biocumulação. Para esta etapa, dez indivíduos serão coletados mensalmente em pisciculturas da região da Grande Dourados. Será realizada a biometria dos peixes, a coleta de endoparasitos intestinais, a coleta de estômagos para o estudo do consumo de possíveis hospedeiros intermediários e a coleta da comunidade zooplanctônica em cada tanque amostrado, assim como a coleta de água, musculatura dos peixes e parasitos acantocéfalos para o estudo do acúmulo de metais. Em ambas as etapas serão mensurados os parâmetros de qualidade de água através de uma sonda multiparamétrica (Oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica, sólidos totais dissolvidos) e um kit colorimétrico (nitrito, amônia) que posteriormente serão correlacionados com todos os dados biológicos obtidos nas duas etapas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Emanuelly Costa Ventura de Souza - Integrante / Lidiany Doreto Cavalcanti - Integrante / Marcia Regina Russo - Coordenador / Ricardo Basso Zanon - Integrante / Sarah Grazia Ferreira Mendes - Integrante / Élida Jeronimo Gouveia - Integrante / Fernanda Cristina Leal - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - 2018

    Universidade Federal da Grande Dourados

    Vínculo: Institucional, Enquadramento Funcional: Monitora na disciplina de Parasitologia, Carga horária: 12

  • 2017 - Atual

    Programa de Educação Tutorial

    Vínculo: Aluno participante, Enquadramento Funcional: Amiga, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    O Programa de Educação Tutorial do curso de Ciências Biológicas (PETBio) da Universidade Federal da Grande Dourados, foi criado em outubro de 2009, tendo como o objetivo promover a formação de profissionais de excelência acadêmica geradores e multiplicadores de conhecimentos relativos a todas as áreas das Ciências Biológicas, capazes de compreender e transformar o contexto sócio-político-ambiental da região onde estão inseridos, por meio da pesquisa, ensino e extensão.