Arthur de Ávila Soares

Mestrando em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Minas Gerais com ênfase em STS. Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Viçosa. Fez parte do Laboratório de Estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade (LECTS/UFV) do Departamento de Ciências Sociais (DCS/UFV) e do Grupo de Pesquisa em Gestão e Desenvolvimento de Territórios Criativos (GDTeC/UFV) do Departamento de Administração, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração Pública (PPGADM-DAD/UFV). Se interessa por estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade e realiza pesquisas no campo da Sociologia da Quantificação, especificamente sobre a construção e impacto de rankings.

Informações coletadas do Lattes em 20/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Sociologia

2019 - Atual

Universidade Federal de Minas Gerais
Orientador:Yurij Castelfranchi.

Graduação em Ciências Sociais

2015 - 2018

Universidade Federal de Viçosa
Título: A Arte de Governar do Estado Brasileiro: Pesquisa de Inovação e Política de C&T
Orientador: Victor Luiz Alves Mourão

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

EMMENDOERFER, M. ; SOARES, A. . V Encontro Brasileiro de Administração Pública. 2018. (Congresso).

DIAS, F. C. ; SOARES, A. ; OLIVEIRA, M. J. . II Identidade, Diversidade e Gênero: as diferenças fazem a sociedade. 2017. (Outro).

DIAS, F. C. ; SOARES, A. ; OLIVEIRA, M. J. . Identidade, Diversidade e Gênero: as diferenças fazem a sociedade. 2016. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Intermarriage, Social Mobility and the Persistence of Inequality. 2018. (Oficina).

I Simpósio do Laboratório de Estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade. 2018. (Simpósio).

Simpósio de Integração Acadêmica (UFV).O campo polissêmico do Empreendedorismo no Setor Público: diretrizes e tendências. 2018. (Simpósio).

V Encontro Brasileiro de Administração Pública. 2018. (Congresso).

Angola no século XVII: Estruturação do tráfico de escravos e resistências autóctones. 2017. (Oficina).

Feminismos e interseccionalidade: paradigmas teóricos e ação política. 2017. (Seminário).

III Semana de História da UFV: Africanidades. 2017. (Seminário).

Jornadas: Fronteiras, Migrações e Estado. 2017. (Seminário).

O trabalho da Comissão da Verdade: Repressão ao Movimento Estudantil e às Universidades em Minas Gerais. 2017. (Seminário).

Questões de educação e de conhecimentos: o fazer CT&I nos Brasis e as tecnologias, ciências e instituições como construções sociotécnicas. 2017. (Seminário).

Simpósio de Integração Acadêmica (UFV).A temática da Inovação Social nas Conferências Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação. 2017. (Simpósio).

Crise e Desenvolvimento Político no Brasil. 2016. (Seminário).

Simpósio de Integração Acadêmica (UFV).O Corpo de Satã: análise dos símbolos e técnicas corporais num ritual satânico. 2016. (Simpósio).

Em Nome do Pai: Memória, Identidade e a Institucionalização do Patrimônio. 2015. (Oficina).

Instituições e Crise Política no Brasil. 2015. (Seminário).

Simpósio de Integração Acadêmica (UFV). 2015. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Alisson Magalhães Soares

SOARES, A. M.; MOURAO, V. L. A.; MENDES, F. F.. A arte de governar do Estado brasileiro: pesquisa de inovação e política de C&T. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Viçosa.

Victor Luiz Alves Mourão

Mourão, Victor; SOARES, A. M.; MENDES, F. F.. A Arte de Governar do Estado Brasileiro: pesquisa de inovação e política de C&T. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Viçosa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Magnus Luiz Emmendoerfer

O campo polissêmico do Empreendedorismo no Setor Púlico: Diretrizes e Tendências; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Magnus Luiz Emmendoerfer;

Cecília Alves da Silva Antero

Esquema de Análise da Representação Política de Arranjos Produtivos Locais; 2018; Iniciação Científica - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Cecilia Alves da Silva Antero;

Victor Luiz Alves Mourão

A Arte de Governar do Estado Brasileiro: pesquisa de inovação e política de C&T; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Victor Luiz Alves Mourão;

Victor Luiz Alves Mourão

A temática da Inovação nas Conferências Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Victor Luiz Alves Mourão;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FARIA, L. G. P. ; SOARES, A. . A metrópole como palco para a modernidade: reflexões sobre A alma encantadora das ruas, de João do Rio. MIGUILIM - REVISTA ELETRÔNICA DO NETLLI , v. 8, p. 38-52, 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2018

    A Arte de Governar do Estado Brasileiro: Pesquisa de Inovação e Política de C&T, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Victor Luiz Alves Mourão em 12/03/2019., Descrição: Essa pesquisa se encontra no âmbito dos estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na medida em que traça a relação entre três elementos: o Estado, a Ciência e Tecnologia (C&T) e as Estatísticas. O primeiro evidenciando seus tipos e sua importância na regulação do capital; o segundo partindo de uma perspectiva histórica, apresentando seus principais conceitos e a dinâmica do caso norte-americano e brasileiro; e o terceiro, evidenciando a importância das estatísticas no âmbito político. Especificamente a pesquisa procura estabelecer o lugar e as fronteiras de utilização da Pesquisa de Inovação brasileira, também conhecida como PINTEC, no âmbito do Estado brasileiro, desde o contexto de sua criação na segunda metade da década de 1990 até sua última edição em 2014.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Victor Luiz Alves Mourão - Coordenador.

  • 2017 - 2018

    O campo polissêmico do Empreendedorismo no Setor Público: diretrizes e tendências, Descrição: Essa pesquisa busca alcançar o objetivo de desenvolver uma abordagem teórica integrada do campo do empreendedorismo no setor público a partir das congruências e peculiaridades existentes na produção internacional. Espera-se, nesse sentido, oferecer um paradigma conceitual para se entender as diversas manifestações do empreendedorismo no setor público por meio da sistematização da literatura acadêmica a ser estudada (PIBIC/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Mateus Cerqueira Anicio Morais - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador.

  • 2017 - 2018

    A temática da Inovação nas Conferências Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação, Descrição: Essa pesquisa tem por objetivo aprofundar uma pesquisa já realizada sobre as Conferências Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação enquanto espaço de disputa pela Política Ciência, Tecnologia e Inovação brasileira. Através de uma análise qualitativa dos documentos e textos produzidos pelas e para as Conferências, a partir dos usos diferenciais do termo da inovação, busca-se caracterizar a dinâmica sociopolítica instaurada nestes espaços. Dialogando com os campos da sociologia do desenvolvimento e das instituições participativas, espera-se contribuir para um melhor entendimento da configuração histórica do debate sobre inovação no Brasil (PIBIC/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Victor Luiz Alves Mourão - Coordenador / Luis Gustavo de Paiva Faria - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2018 - Atual

    Modelo da análise da representatividade do poder público como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Magnus Luiz Emmendoerfer em 22/08/2018., Descrição: Os arranjos produtivos locais (APLs) são reconhecidos por suas contribuições para o desenvolvimento local.Nas últimas décadas, o poder público tem optado por desenvolver ações focadas nesses arranjos por entender que ações implementadas no nível local são mais assertivas e efetivas. De forma geral, essas ações têm como objetivo fomentar o desenvolvimento local por meio do associativismo, cooperação, treinamentos, financiamentos, infraestrutura, etc. Os representantes do poder público entendem que uma governança sólida consiste num indicativo de desenvolvimento empresarial e local.Essa governança, que consiste na organização e condução de ações em prol do desenvolvimento, é influenciada por determinados atores do APL dada sua representatividade (posição de destaque ocupada devido ao cargo e ações realizadas). Entende-se que quanto maior a representatividade do ator maior sua contribuição para uma governança sólida e por consequência para o desenvolvimento local. Tendo isso em vista, espera-se construir um modelo da análise da representatividade como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos APLs brasileiros para direcionar a ação dos representantes do poder público na promoção do desenvolvimento local (PIBITI/CNPq). , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador / Cecilia Alves da Silva Antero - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Modelo da análise da representatividade do poder público como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Magnus Luiz Emmendoerfer em 22/08/2018., Descrição: Os arranjos produtivos locais (APLs) são reconhecidos por suas contribuições para o desenvolvimento local.Nas últimas décadas, o poder público tem optado por desenvolver ações focadas nesses arranjos por entender que ações implementadas no nível local são mais assertivas e efetivas. De forma geral, essas ações têm como objetivo fomentar o desenvolvimento local por meio do associativismo, cooperação, treinamentos, financiamentos, infraestrutura, etc. Os representantes do poder público entendem que uma governança sólida consiste num indicativo de desenvolvimento empresarial e local.Essa governança, que consiste na organização e condução de ações em prol do desenvolvimento, é influenciada por determinados atores do APL dada sua representatividade (posição de destaque ocupada devido ao cargo e ações realizadas). Entende-se que quanto maior a representatividade do ator maior sua contribuição para uma governança sólida e por consequência para o desenvolvimento local. Tendo isso em vista, espera-se construir um modelo da análise da representatividade como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos APLs brasileiros para direcionar a ação dos representantes do poder público na promoção do desenvolvimento local (PIBITI/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador / Cecilia Alves da Silva Antero - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Modelo da análise da representatividade do poder público como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Magnus Luiz Emmendoerfer em 22/08/2018., Descrição: Os arranjos produtivos locais (APLs) são reconhecidos por suas contribuições para o desenvolvimento local.Nas últimas décadas, o poder público tem optado por desenvolver ações focadas nesses arranjos por entender que ações implementadas no nível local são mais assertivas e efetivas. De forma geral, essas ações têm como objetivo fomentar o desenvolvimento local por meio do associativismo, cooperação, treinamentos, financiamentos, infraestrutura, etc. Os representantes do poder público entendem que uma governança sólida consiste num indicativo de desenvolvimento empresarial e local.Essa governança, que consiste na organização e condução de ações em prol do desenvolvimento, é influenciada por determinados atores do APL dada sua representatividade (posição de destaque ocupada devido ao cargo e ações realizadas). Entende-se que quanto maior a representatividade do ator maior sua contribuição para uma governança sólida e por consequência para o desenvolvimento local. Tendo isso em vista, espera-se construir um modelo da análise da representatividade como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos APLs brasileiros para direcionar a ação dos representantes do poder público na promoção do desenvolvimento local (PIBITI/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador / Cecilia Alves da Silva Antero - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Modelo da análise da representatividade do poder público como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Magnus Luiz Emmendoerfer em 22/08/2018., Descrição: Os arranjos produtivos locais (APLs) são reconhecidos por suas contribuições para o desenvolvimento local.Nas últimas décadas, o poder público tem optado por desenvolver ações focadas nesses arranjos por entender que ações implementadas no nível local são mais assertivas e efetivas. De forma geral, essas ações têm como objetivo fomentar o desenvolvimento local por meio do associativismo, cooperação, treinamentos, financiamentos, infraestrutura, etc. Os representantes do poder público entendem que uma governança sólida consiste num indicativo de desenvolvimento empresarial e local.Essa governança, que consiste na organização e condução de ações em prol do desenvolvimento, é influenciada por determinados atores do APL dada sua representatividade (posição de destaque ocupada devido ao cargo e ações realizadas). Entende-se que quanto maior a representatividade do ator maior sua contribuição para uma governança sólida e por consequência para o desenvolvimento local. Tendo isso em vista, espera-se construir um modelo da análise da representatividade como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos APLs brasileiros para direcionar a ação dos representantes do poder público na promoção do desenvolvimento local (PIBITI/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador / Cecilia Alves da Silva Antero - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Modelo da análise da representatividade do poder público como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Magnus Luiz Emmendoerfer em 22/08/2018., Descrição: Os arranjos produtivos locais (APLs) são reconhecidos por suas contribuições para o desenvolvimento local.Nas últimas décadas, o poder público tem optado por desenvolver ações focadas nesses arranjos por entender que ações implementadas no nível local são mais assertivas e efetivas. De forma geral, essas ações têm como objetivo fomentar o desenvolvimento local por meio do associativismo, cooperação, treinamentos, financiamentos, infraestrutura, etc. Os representantes do poder público entendem que uma governança sólida consiste num indicativo de desenvolvimento empresarial e local.Essa governança, que consiste na organização e condução de ações em prol do desenvolvimento, é influenciada por determinados atores do APL dada sua representatividade (posição de destaque ocupada devido ao cargo e ações realizadas). Entende-se que quanto maior a representatividade do ator maior sua contribuição para uma governança sólida e por consequência para o desenvolvimento local. Tendo isso em vista, espera-se construir um modelo da análise da representatividade como tecnologia para auxiliar a promoção do desenvolvimento dos APLs brasileiros para direcionar a ação dos representantes do poder público na promoção do desenvolvimento local (PIBITI/CNPq). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Arthur de Ávila Soares - Integrante / Magnus Luiz Emmendoerfer - Coordenador / Cecilia Alves da Silva Antero - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Excelente Desempenho Acadêmico, Universidade Federal de Viçosa.

2019

Medalha de Prata Presidente Bernardes, Universidade Federal de Viçosa.

2018

Excepcional Trajetória Acadêmica em Ensino, Pesquisa e Extensão, Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCH/UFV).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Viçosa. , Universidade Federal de Viçosa, Campus Universitário, 36570900 - Viçosa, MG - Brasil, Telefone: (31) 38992200

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - 2019

Universidade Federal de Viçosa

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação tecnológica, Carga horária: 20

2017 - 2018

Universidade Federal de Viçosa

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica, Carga horária: 20

2017 - 2017

Universidade Federal de Viçosa

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica, Carga horária: 20