Ana Maria Ferreira Roselino

Professora Colaboradora Sênior, FMRP-USP; graduação em Medicina (1978), Doutorado em Clínica Médica, FMRP-USP (1991), pós Doutorado na Harvard Medical School (Cutaneous Biology Research Center, MGH), Boston, USA (1999-2000). Pesquisadora do Laboratório de Biologia Molecular FMRP-USP. Linhas de pesquisa em (1) fisiopatologia dos pênfigos e penfigoides e (2) métodos laboratoriais para diagnóstico das leishmanioses e hanseníase (scopus h = 16). Compõe o corpo Editorial dos An Bras Dermatol, referee de órgãos de fomento e de revistas internacionais especializadas; título de especialista em Dermatologia/SBD, certificado de atuação em Hansenologia/SBH, Master degree - MBA / Gestão de Saúde / FEA / Fundace / FAEPA.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Clínica Médica

1984 - 1991

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Título: Estudo do metabolismo do triptofano e de porfirinas em ratos com dietas deficientes em zinco, em triptofano, niacina e piridoxina
Hélio Vannucchi. Palavras-chave: metabolismo; triptofano; porfirinas; zinco; pelagra; acrodermatite enteropática. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Bioquímica da Nutrição. Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

Mestrado em Clínica Médica

1981 - 1984

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Título: Concentração de zinco no plasma e na pele em alcoólatras com e sem pelagra e em não alcoólatras,Ano de Obtenção: 1984
Orientador: Ana Maria Uthida Tanaka
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: pelagra; zinco; alcoolismo; triptofano; niacina.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Bioquímica da Nutrição. Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

Mestrado profissional em Gestão em Saúde

2003 - 2004

Faculdade de Economia e Administração de Ribeirão Preto - USP
Título: Um estudo do papel da Divisão de Nutrição e Dietética do HCFMRP-USP: Análise das refeições oferecidas ao corpo clínico, Ano de Obtenção: 2004
Orientador: FUNDACE
Bolsista do(a): Fundação de Amparo ao Ensino, pesquisa e Assistência - HC-FMRP-USP, FAEPA, Brasil. Palavras-chave: gestão em saúde; nutrição; custo.Grande área: Ciências Sociais AplicadasSetores de atividade: Assessoria Ou Consultoria Jurídica, Contábil, de Opinião Pública e Na Gestão de Empresas.

Especialização - Residência médica

1980 - 1981

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Residência médica em: DermatologiaNúmero do registro: . Bolsista do(a): Fundação de Aperfeiçoamento, FUNDAP*, Brasil. Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Cuidado À Saúde das Pessoas.

Especialização - Residência médica

1979 - 1979

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Residência médica em: Clínica MédicaNúmero do registro: . Bolsista do(a): Fundação de Aperfeiçoamento, FUNDAP*, Brasil. Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Cuidado À Saúde das Pessoas.

Graduação em Medicina

1973 - 1978

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2002

Livre-docência. , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, FMRP-USP, Brasil. , Título: Zinco, pelagra e porfiria cutânea tardia, Ano de obtenção: 2002., Palavras-chave: pelagra; porfiria cutânea tardia; porfirinas; zinco; ferro sérico; metabolismo. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Bioquímica da Nutrição. , Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.

1999 - 2000

Pós-Doutorado. , Harvard University, HARVARD, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: BIOLOGIA MOLECULAR.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Dermatologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Moléstias Infecto Parasitárias.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Genética/Especialidade: Genética Médica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Rocha, M.R.O. ; Roselino AM ; Roselino AM . 1a. Reunião Científica de 2007 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2007. (Outro).

Roselino AMF ; Rocha, M.R.O. . Comemoração do 50o. aniversário da Divisão de Dermatologia: 4a. Jornada do VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2007. (Outro).

Norma T. Foss ; Roselino AMF . Comemoração dos 50 anos de Dermatologia - FMRP-USP. Workshop: Investigação em Dermatologia. 2007. (Outro).

FOSS, Norma Tirabosch ; Roselino AM . 125a. Jornada Dermatológica Paulista - HCFMRP-USP. 2006. (Congresso).

Roselino AM ; 6a. Reunião Dermatológica Ordinária SBD-RESP. 2006. (Outro).

Roselino AM ; Dantas, M. ; Badini . Programa de Educação Continuada em Clínica Médica. 2006. (Outro).

Roselino AM . I Seminário de Pós Graduação em Clínica Médica - 25 anos. 1996. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

60 anos do DNA: retrospectivas da pesquisa em Genômica no Brasil. 2013. (Seminário).

66 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uso dos biológicos nos Pênfigos. 2011. (Congresso).

66 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uso dos biológicos nos Pênfigos. 2011. (Congresso).

66 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Sarcoidose cutânea disseminada e pulmonar tratada com metotrexate em baixas doses. 2011. (Congresso).

65 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Imunofluorescência direta em pele de camundongos com anticorpos anti-extratos proteicos de simulium nigrimanum mimetiza o padrão do pênfigo foliáceo experimental. 2010. (Congresso).

65 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. PCR em micobacterioses. 2010. (Congresso).

65 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Coexistência de penfigoide cicatricial e pênfigo vulgar. 2010. (Congresso).

65 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Leishmaniose tegumentar americana disseminada: relato de 7 casos. 2010. (Congresso).

65 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Rara Associação de Vasculite Cutânea,Nefropatia por IGA e anticorpos antifosfolípides com tuberculose ganglionar. 2010. (Congresso).

65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. IMUNOFLUORESCÊNCIA DIRETA EM PELE DE CAMUNDONGOS COM ANTICORPOS ANTI-EXTRATOS PROTEICOS DE SIMULIUM NIGRIMANUM MIMETIZA O PADRÃO DO PÊNFIGO FOLIÁCIO EXPERIMENTAL. 2010. (Congresso).

65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. "MICOBACTERIOSES", abordando o tema "PCR em micobacterioses". 2010. (Congresso).

65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. COORDENADOR DO SIMPÓSIO - SI 29"MICOBACTERIOSES". 2010. (Congresso).

XXVIII Reunião Anual dos Dermatologistas Latinoamericanos. Primeira descrição da associação Dermatomiosite e Síndrome de Charcot-Marie-Tooth. 2010. (Congresso).

64 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Similaridade entre proteínas salivares de insetos hematófagos e seu papel na fisiopatogenia do pênfigo foliáceo endêmico. 2009. (Congresso).

[Áudio-conferência pela internet] Curso de Métodos de Pesquisa Clínico-Epidemiológica. 2008. (Outra).

1a. Jornada Científica do 6o. Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2008. (Encontro).

1o. Simpósio Merck-Serono em Psoríase.Fisiopatologia da psoríase. 2008. (Simpósio).

4a. Jornada Científica do 6o. Distrito Dermatológico. 2008. (Encontro).

63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. PI046-Polimorfismo Val/247Leu do gene beta-2-glicoproteína I pode justificar a gênese de anticorpos anti-b2GP1 e SAF na hanseníase multibacilar. 2008. (Congresso).

63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Citodiagnóstico. 2008. (Congresso).

63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. CT-16 Biologia Molecular e Imunologia. 2008. (Congresso).

63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. PCR em diagnóstico microbiológico. 2008. (Congresso).

63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Avaliadora de Trabalhos Científicos. 2008. (Congresso).

Curso Continuado de Pediatria.Aspectos dermatológicos de interesse pediátrico. 2008. (Encontro).

Encontro internacional sobre teorias e práticas no ensino superior nas profissões de saúde. 2008. (Encontro).

III Reunião Científica de 2008 - 6o. Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2008. (Encontro).

II Reunião Científica de 2008 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP."Exames subsidiários em lesões orais". 2008. (Encontro).

Oficina de pesquisadores com pesquisa em hanseníase financiada com recursos da SVS/DECIT.Trombo-embolismo em pacientes com hanseníase dimorfo-Vircowiana em tratamento com talidomida para reação tipo 2. 2008. (Oficina).

Reuniões Científicas - Clínica Médica.Trombo-embolismo em pacientes com hanseníase dimorfo-Virchowiana em tratamento com talidomida para reação tipo 2. 2008. (Encontro).

XV Campanha de prevenção de Câncer de pele. 2008. (Outra).

XVII Congreso Iberolatinoamericano de Dermatología. Biologia molecular em Doença infecciosas. 2008. (Congresso).

XXVI Reunião Anual de Dermatologistas Latino-americanos (RADLA). "Uso da biologia molecular na dermatologia - dermatoses infecciosas". 2008. (Congresso).

"Experiências Inovadoras de Ensino e de Avaliação nos Cursos de Graduação da FMRP". 2007. (Encontro).

21st world congress of Dermatology. Book Abstracts. 2007. (Congresso).

3o. CEMC-D.Nem sempre se acerta mas sempre se aprende: apresentação de caso. 2007. (Encontro).

4a. Reunião Científica de 2007 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2007. (Encontro).

5o. CEMC-D.Terapêutica Dermatológica. 2007. (Encontro).

62o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Sessões Dúvidas - SD4 Departamento de Biologia e Genética Molecular. 2007. (Congresso).

62o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Métodos citológicos. 2007. (Congresso).

62o. Congresso da Socieddae Brasileira de Dermatologia. PCR - imprint para diagnóstico. 2007. (Congresso).

62o. Congresso da Socieddae Brasileira de Dermatologia. CT7 Métodos Diagnósticos em Dermatologia. 2007. (Congresso).

62o. Congresso da Socieddae Brasileira de Dermatologia. Uso da biologia molecular na Dermatologia - Dermatoses Infecciosas. 2007. (Congresso).

Clinical Observation Programe Hospital La Princesa. 2007. (Oficina).

Fórum Paulista de Residência Médica "30 anos de Residência Médica". 2007. (Encontro).

II Congresso de Clínica Médica da FMRP-USP. Simpósio - Dermatologia. 2007. (Congresso).

II Congresso de Clínica Médica da FMRP-USP. Métodos moleculares em Dermatologia. 2007. (Congresso).

III Reunião Científica de 2007 - VI Distrito Dermatológico - SBD-RESP. 2007. (Encontro).

Reunião Anátomo-Clínica dos Serviços de Dermatologia de Campinas e Região.Biológicos em psoríase: um pouco da minha experiência. 2007. (Encontro).

Workshop de Pós-Graduação - Avaliação CAPES. 2007. (Encontro).

XII Apresentação dos trabalhos de monitoria do Departamento de Clínica Médica.Debatedora dos trabalhos apresentados. 2007. (Encontro).

XII Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo. Doenças Infecciosas. 2007. (Congresso).

XII Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo. Terapêutica Dermatológica II - "Ecos do 21o. Congresso Mundial de Dermatologia". 2007. (Congresso).

124a. Jornada Dermatológica Paulista - PUCAMP.[Comentadora] 124a. Jornada Dermatológica Paulista. 2006. (Encontro).

125a. Jornada Dermatológica Paulista HC-FMRP-USP. 2006. (Encontro).

1a. Reunião Científica de 2006 - VI Distrito Dermatológico - SBD-RESP.[Palestrante] 1a. Reunião Científica VI Distrito Dermatológico. 2006. (Encontro).

2a. Reunião Dermatológica Ordinária - SBD-RESP - PUCAMP. 2006. (Outra).

61o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Padronização da PCR-RFLP para o diagnóstico etiológico da leishmaniose tegumentar Americana em imprint de biópsia em papel de filtro. 2006. (Congresso).

61o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. PCR e outras técnicas de biologia molecular - Dermatoses Tropicais. 2006. (Congresso).

6a. Reunião Dermatológica Ordinária - SBD-RESP - Ribeirão Preto. 2006. (Encontro).

A formação pedagógica do professor universitário: novas exigências, novos desafios. 2006. (Simpósio).

Comemoração dos 35 anos da Pós-Graduação da FMRP-USP. 2006. (Encontro).

III Congresso da Sociedade Paulista de Parasitologia. Pôster. 2006. (Congresso).

III Reunião Científica de 2006 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2006. (Encontro).

II Reunião Científica de 2006 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2006. (Encontro).

II Seminário sobre rotas tecnológicas da Biotecnologia. 2006. (Seminário).

IV Reunião científica de 2006 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2006. (Encontro).

Simpósio de Alergia - Programa de Educação Continuada em Clínica Médica.Dermatite de contato. 2006. (Simpósio).

The era of biological therapy - Seizing opportunities in psoriasis treatment. 2006. (Outra).

XI Exposição dos trabalhos de monitoria do Departamento de Clínica Médica. 2006. (Encontro).

XI reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo (RADESP). Vasculites cutâneas. 2006. (Congresso).

13o. SIICUSP.[Avaliadora]. 2005. (Simpósio).

1a. Reunião Científica de 2005 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP.[Comentadora]. 2005. (Encontro).

2a. Reunião Científica do VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2005. (Encontro).

4a. Reunião Científica de 2005 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP. 2005. (Encontro).

5a. Reunião Científica de 2005 - VI Distrito Dermatológico SBD-RESP.Comentadora de casos clínicos. 2005. (Encontro).

60o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. [Coordenadora] Simpósio Leishmaniose 60o. CBD. 2005. (Congresso).

60o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Simpósio Leishmaniose. 2005. (Congresso).

60o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A importância da detecção de anticorpos anti-maxadilan (proteína salivar de flebótomo) na relação parasito-hospedeiro-vacina. 2005. (Congresso).

Departamento de Pediatria da Sociedade Médica de São Carlos.Dermatoses mais comuns na infância. 2005. (Encontro).

III Reunião Científica de 2005 - VI Distrito de Dermatologia SBD-RESP. 2005. (Encontro).

III Seminário sobre Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA).Diagnóstico clínico, laboratorial e tratamento da LTA. 2005. (Seminário).

II Simpósio Latino-Americano de Alergia Cutânea.Farmacodermias. 2005. (Simpósio).

Programa de Pós-Graduação em Estomatopatologia da Faculdade de Odontologia Piracicaba UNICAMP.Maxadilan-proteína salivar de Lutzomyia longipalpis na relação vetor-parasita-hospedeiro-vacina na LTA. 2005. (Encontro).

VI Simpósio Nacional de Biologia Molecular aplicada à Medicina. 2005. (Simpósio).

X Reunião Científica VI Distrito Dermatológico - II Exercício Clínico e Patológico de Araraquara e região.[Comentadora]. 2005. (Encontro).

12o. Simpósio Internacional de Iniciação Científica.[Avaliadora]. 2004. (Simpósio).

1o. Encontro dos Cursos de Pós Graduação da FMRP-USP. 2004. (Encontro).

1o. Workshop de Pós Graduação em Clínica Médica da FMRP-USP. 2004. (Outra).

59. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Palestrante] Metodologia Científica em Dermatologia. Pesquisa Básica.. 2004. (Congresso).

59o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Apresentadora de Pôster]. 2004. (Congresso).

Curso de Extensão Universitária - Educação Continuada em Clínica Médica.Doenças Sexualmente Transmissíveis. 2004. (Encontro).

I Simpósio Internacional de Dermatite de Contato. 2004. (Simpósio).

IX Exposição dos Trabalhos de Monitoria de Clínica Médica.[Comentadora]. 2004. (Outra).

Plano de Gestão e Desenvolvimento Institucional. 2004. (Outra).

Simpósio de Atualização em Clínica Médica.[Palestrante] Abordagens imunológicas avançadas na terapêutica clínica. Doenças dermatológicas. Simpósio de Atualização em Clínica Médica. 2004. (Simpósio).

Simpósio sobre Ensino Médico de Graduação (comemorativo aos 50 anos do Departamento de Clínica Médica). 2004. (Simpósio).

XXIII Reunion Anual de Dermatologos Latinoamericanos del Cono Sur. [Apresentadora de pôster]. 2004. (Congresso).

113a. Jornada Dermatológica Paulista.[Comentadora]. 2003. (Outra).

11o. Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.[Avaliadora]. 2003. (Simpósio).

1a. Reunião Dermatológica Ordinária - SBD-RESP.[Comentadora]. 2003. (Outra).

58o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Apresentadora de pôster]. 2003. (Congresso).

5a. Reunião Anual dos Dermatologistas do Centro Oeste.Leishmaniose: Qual a importância dos exames imunológicos, parasitológicos e da PCR no diagnóstico e identificação do parasita na LTA. 5a. RADECO. 2003. (Encontro).

5a. Reunião Dermatológica Ordinária - SBD-RESP.Comentadora de casos clínicos. 2003. (Outra).

Educação Continuada em Clínica Médica - Curso de Extensão Universitária.Farmacodermia.. 2003. (Outra).

I Curso Nacional de Atualização em Nutrologia.[Palestrante] Nutrição em dermatologia.. 2003. (Outra).

II Fórum de Hotelaria Hospitalar. 2003. (Outra).

V Encontro do Instituto Adolfo Lutz.[Apresentadora de Pôster] Auxílio da PCR em amostras de sangue e de pele para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose tegumentar Americana. V Encontro do Instituto Adolfo Lutz. 2003. (Encontro).

VIII Congresso Paulista de Saúde Pública. [Apresentadora de Pôster] Leishmaniose tegumentar Americana em pacientes procedentes de Ribeirão Preto, SP: Provável mutação de L. (V.) braziliensis em casos autóctones. 2003. (Congresso).

10o. Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.[Avaliadora]. 2002. (Simpósio).

57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Apresentadora de Pôster]. 2002. (Congresso).

57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Coordenadora] Fórum: Pele: Um órgão multifuncional. 57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. 2002. (Congresso).

57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Palestrante] Adesão de queratinócitos: maxadilan e pênfigo foliáceo endêmico.. 2002. (Congresso).

II Simpósio Leishmaniose tegumantar Americana: Diagnóstico, tratamento e controle.[Palestrante] Tratamento da leishmaniose e de seus efeitos colaterais.. 2002. (Simpósio).

II Simpósio Leishmaniose tegumentar Americana: Diagnóstico, tratamento e controle.{Palestrante] Diagnóstico clínico e laboratorial da leishmaniose. II Simpósio Leishmaniose tegumantar Americana: Diagnóstico, tratamento e controle. 2002. (Simpósio).

VII Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo.[Apresentadora de Pôster] Penfigóide bolhoso paraneoplásico associado a CEC: IFD positiva para C3 na ZMB da bolha, da pele aparentemente sã edo CEC. 2002. (Outra).

Encontro de Comemoração dos 30 anos de implantação dos Programas de Pós graduação da FMRP. 2001. (Encontro).

53 Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Presidente] Simpósio Controvérsias e Condutas em Micoses Superficiais Coordenadora do Curso Teórico Micoses Cutâneas. 1998. (Congresso).

53 Congresso Brasileiro de Dermatologia. [Comentadora] Sessão de Temas Livres: Micologia, Parasitologia e Doenças Infecciosas. 1998. (Congresso).

III Exposição dos trabalhos de Monitoria - 1997.[Orientadora] Trabalho de Monitoria: Citocinas na erupção pápulo-pruriginosa associada ao HIV. III Exposição dos trabalhos de Monitoria - 1997. 1998. (Outra).

II Curso de Micologia Médica aplicada à Dermatologia.Aula prática: macro e micromorfologia: Sporothrix schenkii, Histoplasma capsulatum, Criptococcus neoformas, grão eumicótico. II Curso de Micologia Médica apliacada à Dermatologia. 1997. (Outra).

II Curso de Micologia Médica Aplicada à Dermatologia.Esporotricose. Eumicetomas.. 1997. (Outra).

I Jornada de Alergia de Ribeirão Preto.[Secretária] Mesa redonda: Dermatoses alérgicas. I Jornada de alergia de Ribeirão Preto. 1989. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Leonardo La Serra

Roselino, Ana Maria F.; FIGUEIREDO, L. T. M.; BARBOSA JUNIOR, F.. (Membro Titular)Relação da concentração de metais pesados em amostras de água das bacias dos rios Pardo, Mogi-Guaçu, Sapucaí/Mirim e do aquífero Guarani com a etiopatogênese dos Pênfigos. 2015 - Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Cristina Ramos Pereira Lascala

SOUZA, Cacilda da Silva; Harley Francisco de Oliveira; Jose Antonio Sanches Junior; LOUZADA JR, Paulo;Roselino, Ana Maria F.; Hamilton Ometto Stolf. (Membro Suplente)"Eficácia do aminolevulinato de metila tópico na terapia fotodinâmica para neoplasias cutâneas não-melanoma superficiais na prática assistencial". 2010 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Paola Fernanda Fedatto

CASTELO, A. P.;Roselino AMRoselino AM; Roberto Nicolete. [Membro Titular - Qualificação] Antígenos. 2009. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Djalma de Souza Lima Júnior

Roselino, Ana Maria F.; SILVA, João Santana da; TALVANI, A.. (Membro Titular) O papel do inflamassoma de Ipaf na infecção experimental por L. amazonensis. 2009. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Glasiela Lemos Anconi

CAMPOS, Patricia M B Maia;Roselino AMF; Renata Fonseca Vianna Lopez. [Membro titular] Aplicação de peptídeos em cosméticos: desenvolvimento de formulações, estabilidade e eficácia. 2008. Dissertação (Mestrado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Paula Pileggi Vinha

Cunha, S.F.C.; Farina Jr., J.A.; Moreno, F.S.;Roselino AMF. [Membro suplente] Estresse orgânico e atividade anti e pró-oxidante na queimadura aguda e no pós-operatótio de cirurgia reparadora de sequelas de trauma térmico. 2008. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Juliana Maria Pernambuco

LOUZADA JUNIOR, PauloRoselino AMRoselino AM; Manoel Barros Bertolo. [Membro titular] Estudo do polimorfismo genético Val/Leu247 da b2-glicoproteína 1 em pacientes com Síndrome do anticorpo antifosfolípide. 2008. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: CARLA DA FONTOURA DIONELLO

Roselino AMRoselino AM; Maria das Graças Sasaki; Iara Taborda de Messias-Reason. [Membro Titular] Manifestações reumatológicas, fator reumatóide e anticorpos anti-CCP em pacientes com hanseníase: uma análise clínico-laboratorial. 2008. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Aieska de Souza

LOUZADA JUNIOR, PauloRoselinoSILVA, Lucienir M. [Membro titular] Pesquisa de anticorpos antinucleossomo e anticromatina em pacientes com lúpus eritematoso cutâneo e sistêmico. 2007. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Cecilia Saito Miyahara

Luisa Karla de Paula Arruda;Roselino; Alfeu Tavares França. [Membro titular] Urticária crônica e auto-imunidade. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Stella Felipe de Freitas

Roselino; Yamashita, J.T.;MACHADO, Alcyone Artioli. [Presidente] Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP e imprint em papel de filtro de biópsias cutâneas para o diagnóstico da LTA. 2007. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Luciana Benevides

SILVA, Célio Lopes;Roselino AMRoselino AM; Trombone, A.P.F.. [Membro titular] Exame de Qualificação de Mestrado. 2007. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Thais Pandini Figueiredo

MAFFEI, Cláudia Maria Leite; Martinez, R.; Candido, R.C.;Roselino AMF. [Membro suplente] Caracterização de amostras de Cryptococcus isoladas de pacientes imunodeprimidos: sensibilidade a antifúngicos, tipagem genotípica e determinação molecular do tipo sexual e sorotipo. 2007. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Paula Renata de Lima Machado

FONSECA, Benedito A L; ARRUDA NETO, E.; SOUZA, V. A. U. F.;Roselino AM. [Membro suplente] Estudo soroepidemiológico e molecular do herpesvírus humano 8 em pacientes infectados com HIV com e sem saroma de Kaposi. 2006. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Flavio Bueno de Camargo Junior

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; FREITAS, Luis Alexandre Pedro de; Bentley, M.V.L.B.;Roselino AM. [Membro suplente Qualificação] Desenvolvimento de formulações cosméticas contendo pantenol e avaliação de seus efeitos hidratantes na pele humana por bioengenharia cutânea. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto- USP.

Aluno: Flávia Sammartino Mariano

SILVA, João Santana da; CASTELO, A. A. M. C.; RODRIGUES, M. M.;Roselino AM. [Membro suplente] Modulação da resposta imune por células T reguladoras na infecção por Trypanososma cruzi. 2006. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada).

Aluno: Nélio Cézar de Aquino

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; Lopez, R.F.V.; LEONARDI, Gislaine Ricci;Roselino AMF. [Membro suplente] Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomos veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico. 2006. Dissertação (Mestrado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Maria Laura Constantini Gomes

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; FONSECA, Maria José Vieira; Di Matteo, M.A.S.;Roselino AM. [Membro suplente Qualificação] Influência de diferentes concentrações de retinóides em formulações dermocosméticas nos efeitos benéficos e/ou colaterais na pele de camundongo sem pêlo. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto- USP.

Aluno: Flávio Catarino Barbosa Garcia

Roselino AM; CRUZ, Angela Kaysel; MARQUES, Silvio Alencar. [Presidente] Métodos subsidiários para o diagnóstico da LTA: Comparação dos resultados do sequenciamento de DNA e da PCR-RFLP para determinação da espécie de Leishmania em amostras cutâneo-mucosas (janeiro de 1993 a junho de 2004). 2005. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Kassandra Azevedo Tadini

CAMPOS, Patricia M B Maia; LEONARDI, Gislaine Ricci;Roselino AM. [MEMBRO TITULAR] Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo dimetilaminoetanol (DMAE). 2005. Dissertação (Mestrado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: MARIA JOSÉ BROCHADO

MACHADO, Alcyone ArtioliRoselino AM; TIMENETSKY, Jorge. [Membro Titular] Padronização da técnica de PCR para Mycoplasma pneumoniae em escarro de pacientes com infecção respiratória aguda atendidos em Ribeirão Preto. 2005. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Maíra Peres Ferreira

FIGUEIREDO, José Fernando de CastroRoselino AM; COELHO, Ivo Castelo Branco. [Membro Titular] Ensaio imunoenzimático para pesquisa de anticorpos das classes IgG, IgM e IgA no soro e na saliva de pacientes com leishmaniose tegumentar Americana. 2005. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Ceci Baldochi de Oliveira

EA, Donadi;Roselino AM; ARAUJO, M. B.. [Membro Titular] Polimorfismos dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico. 2005. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Aluno: Isabela Zuccolotto

Roselino AM; SOTTO, Mírian Nacagami; SOUZA, Cacilda Silva. [Presidente] Apoptose e indiferenciação celular na patogênese do pênfigo foliáceo endêmico (fogo selvagem). 2004. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Priscila Rossi Santarosa

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia;Roselino AM; MARCHETTI, Juliana Maldonado. [Membro Titular] exame de Qualificação do Mestrado ESTUDO CLÍNICO DA INTERFERÊNCIA DO i-ÁCIDO ASCÓRBICO E DA n-ACETIL-CISTEÍNA ADMINISTRADOS POR VIA ORAL E TÓPICA SOBRE A DOSE ERITEMATOSA DE VOLUNTÁRIOS SADIOS SUBMETIDOS À RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA. 2003. Dissertação (Mestrado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Maria de Jesus Veloso Soares

MORAES, Julieta Rodini EngraciaRoselino AM; CARVALHO, Marileda Bonafim. [Membro Titular] Diagnóstico e caracterização morfológica da glomerulonefrite na leishmaniose visceral canina. 2003. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica Veterinária) - Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Aluno: Marlei Josieli Augusto

Roselino AM. [Membro Titular] Exame Geral de Qualificação, Mestrado. 2002. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Ana Paula Martins Arruda

Roselino AM. [Membro Suplente] O potencial de ação sensitivo do nervo sural em pacientes com hanseníase registrado com a técnica do eletrodo justa nervo. 2002. Dissertação (Mestrado em Neurologia) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Marcia Maria Chiquitelli Marques

Roselino AM. [Membro Titular] Exame Geral de Qualificação - Mestrado. 2002. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: LUCIANE FALEIROS LOMBELLO

TANAKA, Ana Maria Uthida;Roselino AM; MOREIRA, Maria José Franklin. [Membro Titular] Avaliação de um grupo de crianças com vitiligo: Influência da psicoterapia de grupo no tratamento desta dermatose no Hospital das Clínicas - UNICAMP. 2002. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Maria Paula do Valle Chiossi

Roselino AM; MARQUES, Silvio Alencar; Eduardo A. Donadi. [Presidente] Titulação de anticorpos séricos anti-epiteliais e células dendríticas no pênfigo foliáceo. 2001. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Rubens Rodrigues dos Santos Junior

Roselino AM. [Membro Titular] Exame de Qualificação (Mestrado). 2001. Dissertação (Mestrado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Dalton Nogueira Moreira

GUEDES, Antônio Carlos Martins;Roselino AM. [Membro Titular] Erupção pápulo-pruriginosa dos portadores de infecção pelo HIV: características clínicas, histopatológicas e epidemiológicas nos pacientes no Centro de Treinamento e Referência Orestes Diniz. 2000. Dissertação (Mestrado em Dermatologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Jacy Berti Rosatelli

Roselino; MARQUES, Silvio Alencar. [Presidente] Erupção pápulo-prurítica associada ao HIV. Aspectos clínicos, laboratoriais e imunofenotípicos: proposta de mecanismo imunológico. 1997. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Cacilda da Silva Souza

NT, F.; SILVA, Célio Lopes; MARTINEZ, Roberto;Roselino AM. [Membro Suplente] Paracoccidioidomicose Experimental: indução de reação inflamatória em camundongos inoculados com amostras de Pb 18 e Pb 265 do Paracoccidiodes brasiliensis. 1993. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Priscilla Vargas Walsh Gonçalves dos Santos

Roselino, Ana Maria F.; MARTINEZ, Roberto; BOLLELA, V. R.; PORRO, A. M.; MARQUES, Silvio Alencar. (Membro Titular)Relação Imunogenética dos Pênfigos com a leishmaniose legumentar). 2015. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: André Alan Nahas

GOULART FILHO, L. R.;Roselino, Ana Maria F.; TEIXEIRA, D. N. S.; SILVA, R. S.; CUNHA JUNIOR, J. P.. (Membro Titular)Resposta Imunológica na saliva aos antígenos e superfície do M. leprae: Implicações clínicas. 2015. Tese (Doutorado em Genética e Bioquímica) - Universidade Federal de Uberlândia.

Aluno: Daiane Garcia Mercurio

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; FREITAS, Luis Alexandre Pedro de; BAGATIN, E.; RESTINI, C. B. A.; BENTLEY, M. V. L. B.; GASPARI, P. D. M.; BRAGA, E. C. A.; JINIOR, F. B. C.;Roselino, Ana Maria F.. (Membro Suplente)Caracteristicas da pele fotoenvelhecida, desenvolvimento e eficácia clínica de formulações dermocosméticas por técnicas de biofísica e análise de imagem. 2015. Tese (Doutorado em Medicamentos e cosméticos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Aline Rafaela da Silva Rodrigues Machado

Roselino, Ana Maria F.; FIGUEIREDO, L. T. M.; ARRUDA NETO, E.; MARQUES, Silvio Alencar; NOGUEIRA, M. L.. (Membro Titular)Relação das principais viroses humanas com a etiopatogênese dos pênfigos. 2015. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Celina Matos de Albuquerque

Roselino, AM. [Presidente da banca] Expressão dos linfócitos CD4+CD25+ (células T reguladoras) nos pênfigos. 2014. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Camila Teles Franco da Silveira

Roselino, AM. [Membro Titular] Biocompatibilidade do polimetilmetacrilato (PMMA) associado às proteínas do látex da seringueira Hevera brasiliensis como preenchedor cutâneo em ratos. 2014. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Dário Júnior de Freitas Rosa

Roselino, AM. [Membro Titular] Estesiometria no diagnóstico da hanseníase. 2014. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Ana Lucia Novelino

Roselino, AM. [Membro Titular] Diferenças imunohistoquímicas das úlceras de perna na associação com marcadores da Síndrome de anticorpos antifosfolípides. 2014. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Camila Teles Franco da Silveira

Frade, M.A.;Roselino, Ana Maria F.; RAMALHO, L. N. Z.; PUZZI, M. B.; SANTOS, A. R. S.. (Membro Titular)Biocompatibilidade do polimetilmetacrilato (PMMA) associado às proteínas do látex da seringueira hevea brasilienses como preenchedor cutâneo em ratos. 2014. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Andrezza Furquim da Cruz

Roselino, Ana MariaRoselino AMLOUZADA JUNIOR, Paulo; ROSSI, Nilce Maria Martinez; UYEMURA, S. A.; MIRA, M. T.. (Membro Titular) Estudo do gene transportador de íons manganês NRAMP1 ortólogo - mntH- em Mycobacterium leprae. 2010. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Renata Nahas Cardili

SOUZA, Cacilda da Silva; GUEDES, Antônio Carlos Martins; Sergio Britto Garcia; FOSS, Norma Tirabosch; Evandro Ararigboia Rivitti; SOTTO, Mírian Nacagami; Eduardo A. Donadi;Roselino, Ana MariaRoselino AM; Edson Garcia Soares; MARQUES, Silvio Alencar. [Membro Suplente] Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase. 2010. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Adriana de Oliveira Afonso

MARTINEZ, Roberto; Maria Luiza Moretti Branchini; MAFFEI, Cláudia Maria Leite;MACHADO, Alcyone Artioli; Arnaldo Lopes Colombo; GIANNINI, M. J. S. M.; FONSECA, Benedito A L; Maria Célia Cervi;Roselino, Ana Maria F.; Regina Celia Candido. (Membro Suplente)"Paracoccidioides brasiliensis isolados de pacientes co-infectados ou não pelo HIV: suceptibilidade in vitro a anfotericina B e azólicos". 2010 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Yris Maria Fonseca

FONSECA, Maria José Vieira; Gislaine Ribeiro Pereira;SOUZA, Cacilda da Silva; Marcelo Henrique dos Santos; Yara Maria Lucisano Valim; Glória Emilia Petto de Souza; Juliana Cordeiro Cardoso; CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia;Roselino, Ana Maria F.. (Membro Suplente)"Avaliação da atividade fotoquimiopreventiva do extrato de calêndula". 2010 - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: João Alexandre Trés Pancoto

Roselino AMRoselino AM. [Membro suplente] Lúpus eritematoso sistêmico: polimorfismos gênicos e expressão de moléculas de adesão e imuno-regulatórias. 2010. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Maíra Peres Ferreira

Roselino AMRoselino AM. [Membro suplente] Citocinas Th1 e Th2 (IL-2, IFN- , IL-4 e Il-10) em cultura de linfócitos e resposta ao tratamento antiviral em pacientes com hepatite crônica. 2010. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Nalu Teixeira de Aguiar Peres

ROSSI, Nilce Maria Martinez;Roselino, Ana Maria F.; BRAGA, G. U. L.; Soares, C.M.A.; VAINSTEIN, M. H.. (Membro Titular)Perfil transcricional do fungo patogênico Trichophyton rubrum durante a interação com células da epiderme e o efeito de antifúgico que interferem com a resposta osmótica. 2009. Tese (Doutorado em Imunologia Básica a Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Dalva Regina Neto Pimentel

Roselino, Ana Maria F.; GALUPPO, M. T. G.;ALCHORNE, M. M. A.; SANTOS, I. D. A. O.; PUZZI, M. B.. (Membro Titular) Histopatologia e Expressão Imuno-histoquímica da Proteína P53 nas Queratoses Actínicas associada e não associada ao Carcinoma Espinocelular da pele. 2009. Tese (Doutorado em Medicina (Dermatologia Clínica e Cirúrgica)) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Marcia Cristina Naomi Yoshioka

Roselino, Ana Maria F.; TOMIMORI, J.; TURCATO JUNIOR, G.; OLIVEIRA FILHO, J.; AOKI, V.. (Membro Titular)Avaliação do uso do Ácido Poliláctico no tratamento da Lipoatrofia Facial associada à terapia Antirretroviral em pacientes soropositivos para o vírus da imunodeficiência humana. 2009. Tese (Doutorado em Medicina (Dermatologia Clínica e Cirúrgica)) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Maria José Franco Brochado

Roselino, Ana MariaRoselino AM; FOSS, Norma T;Donadi, E.A.; GOULART, I. M. B.; MIRA, M. T.. (Membro Titular) Correlação entre polimorfismos do gene Beta2GPI com anticorpos anti-Beta2GPI e concentração plasmática na hanseníase. 2009. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Kassandra Azevedo Tadini

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; LEONARDI, Gislaine Ricci; BAGATIN, E.; GONCALVES, G. M. S.; FONSECA, Maria José Vieira; Bentley, M.V.L.B.; TEDESCO, DC; Di Matteo, M.A.S.; FREITAS, O.;Roselino, Ana Maria F.. (Membro Suplente) Desenvolvimento e avaliação clínica dos efeitos de formulações dermocosméticas contendodimetilaminoetanol ou acetil hexapeptídeo-3. 2009. Tese (Doutorado em Medicamentos e cosméticos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Julio Flavio Meirelles Marchini

Luiz Ricardo Orsini Tosi; CRUZ, Angela Kaysel;Roselino; Paulo Cesar Cotrim; Maria Isabel Nogueira Cano. [Membro titular] Isolamento e caracteriazação do gene que confere resistência à terbinafina em Leishmania major. 2008. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Márcia Luiza Baptista

Roselino; Rui Piloto; Julio César Uili Coelho; Aristides Schier da Cruz; LIMA FILHO, José Hermênio Cavalcante. [Membro titular] Associação de polimorfismos dos genes da proteína 15 do domínio de recrutamento da caspase (CARD15) e do receptor da IL23 com a doença de Crohn em uma população brasileira. 2008. Tese (Doutorado em Medicina Interna) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Fernanda Cristina de Albuquerque Maranhão

ROSSI, Nilce M Martinez;Roselino AMF; Augusto Schrank; Paulo Sérgio Rodrigues Coelho; Marcelo Brocchi. [Membro titular] Análise da expressão gênica no dermatófito Trichophyton rubrum mimetizando a infecção in vitro: pH e diferentes fontes de carbono regulando genes. 2008. Tese (Doutorado em Curso de Pós-Graduação) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: HENRIQUE CESAR SANTEJO SILVEIRA

ROSSI, Nilce Maria Martinez; MAFFEI, Cláudia Maria Leite; BERTOLINI, Maria Célia; Maria Helena Pelegrinelli Fungaro; Aline Maria da Silva;Roselino. [Membro suplente] A capacidade de infecção do dermatófito Trichophyton rubrum está correlacionada com a sinalização do pH extracelular. 2007. Tese (Doutorado em Genética) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Maria Fernanda Chociay

Roselino; CRUZ, Angela Kaysel; Eduardo A. Donadi; Selma Maria Bezerra Jeronimo; LIMA FILHO, José Hermênio Cavalcante. [Presidente] Polimorfismos do gene SLC11A1 (NRAMP1) na leishmaniose tegumentar Americana em população de uma região do sudeste do Brasil. 2007. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Fernanda Gonzales Paião

ROSSI, Nilce Maria Martinez; Coelho, P.S.R.;Roselino AMF; Pereira, G.A.G.; Soares, C.M.A.. [Membro titular] Isolamento e identificação de transcritos gênicos envolvidos na resposta de Trichophyton rubrum aos antifúngicos fluconazol, anfotericina B e nistatina. 2007. Tese (Doutorado em Genética) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Maria de Jesus Veloso Soares

Moraes, J.R.E.;Roselino AMF; Carvalho, A.C.F.B.; Kaneto, C.N.; Oliveira, G.P.. [Membro titular] Sequenciamento de DNA e imunoistoquímica renal para detecção de Leishmania sp em cães. 2007. Tese (Doutorado em Cirurgia Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: José Otávio Carréra Silva Júnior

PEREIRA, Newton Lindolfo; COSTA, F. B.; OLIVEIRA, W. P.;Roselino AM; CHAUD, M. V.. [Membro Titular] Obtenção e avaliação de fórmula farmacêutica semi-sólida fitoterápica contendo extrato seco por nebulização de Shymphytum officinale L. (Confrei). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto- USP.

Aluno: Juliana Machado Aires

Roselino; ROSSI, Nilce Maria Martinez; SILVA, João Santana da; Eunice Aparecida Bianchi Galati; Aoki, V.. [Presidente] Maxadilan-proteína salivar de Lu. longipalpis. Detecção de anticorpos anti-Max em leishmaniose tegumentar Americana e expressão protéica e gênica de Max em Lu. neivai. 2006. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Ana Carolina Fragoso Motta

Roselino AM. [MEMBRO SUPLENTE] Estudo duplo-cego, cruzado, placebo-controlado de corticoterapia tópica oclusiva em lesões gengivais de doenças mucocutâneas auto-imunes e inflamatórias. 2005. Tese (Doutorado em Diagnóstico Bucal) - Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.

Aluno: Lorena Rigo Gaspar Cordeiro

Roselino AM. [Membro suplente] Desenvolvimento de formulações fotoprotetoras contendo alfa-tocoferila: estudo da estabilidade física, fotoestabilidade e eficácia. 2005. Tese (Doutorado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Rogéria de Souza Nunes

PEREIRA, Newton Lindolfo; OLIVEIRA, Anselmo Gomes de;Roselino AM; FONSECA, Maria José Vieira; EVANGELISTA, Raul César. [MEMBRO TITULAR] Obtenção e avaliação preliminar de dispersões contendo vesículas fosfolipídicas veiculando a clonidina. 2005. Tese (Doutorado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Katia Muller

Roselino. [Membro suplente]. 2005. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: JOSINETE SALVADOR ALVES

PEREIRA, Newton Lindolfo; OLIVEIRA, Anselmo Gomes de;Roselino AM; SANTANA, Davi Pereira; LOPES, Norberto Peporini. [Membro Titular] Obtenção e avaliação de formas farmacêuticas semi-sólidas fitoterápicas contendo extrato de Lychonophora ericoides Mart. (arnica brasileira). 2004. Tese (Doutorado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Gustavo Pompermaier Garlet

Roselino AM. [Membro Suplente] Participação de citocinas na imunomodulação da doença periodontal experimental induzida por Actinobacillus actinomycetemcomitans. 2004. Tese (Doutorado em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Katia Muller

Roselino AM. [Membro Suplente] Efeito do licopeno na carcinogênese de bolsa oral de hamsters induzida por dimetilbenzantraceno. 2004. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Gisele Mara Silva Gonçalves

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; CARVALHO, Dermeval de;Roselino AM; FREITAS, Luis Alexandre Pedro de; SEMPRINI, Marisa. [Membro Titular] Estabilidade de formulações dermacosméticas contendo ácido ascórbico ou ascorbil fosfato de magnésio e avaliação dos seus efeitos na pele humana por bioengenharia cutânea. 2003. Tese (Doutorado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Lúcia Helena Terenciani Rodrigues Pereira

Roselino AM; CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia. [Membro Suplente] Emprego de metodologias in vivo não invasiva e histopatológica para avaliação dos efeitos hidroxiácidos na pele fotoenvelhecida. 2003. Tese (Doutorado em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: PATRICIA ERICA CHRISTOFOLETTI DALDON

SOUZA, Elemir Macedo de;Roselino AM. [Membro Suplente] Lúpus eritematoso hipertrófico: Estudo clínico-histopatológico de 14 pacientes. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Glalcyara Lançoni

Roselino AMCOSTA, Roberto Silva; SOUZA, Elemir Macedo de; ARRUDA, Luiza Karla de Paula; MARQUES, Mariângela Esther Alencar. [Presidente] Mastócitos e TGF-beta em amostras de pele na porfiria cutânea tardia. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Eliane Patricia Cervelatti

ROSSI, Nilce Maria Martinez;Roselino AM; MAFFEI, Cláudia Maria Leite; BERTOLINI, Maria Célia; SILVEIRA, Wanderley Dias da. [Membro Titular] Aspectos moleculares da resistência a drogas e patogenicidade de Trichophyton rubrum: Identificação e caracterização funcional de um transportador do tipo ABC e análise do transcriptoma deste dermatófito. 2003. Tese (Doutorado em Genética) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Ângela Cristina Rapela Medeiros

Roselino AM; SILVA, João Santana da;FIGUEIREDO, José Fernando de Castro; LIMA FILHO, José Hermênio Cavalcante; MARQUES, Silvio Alencar. [Presidente] Análise filogenética das espécies Leishmania implicadas na leishmaniose tegumentar Americana em pacientes atendidos no HC-FMRP-USP, 1993 a 2002. 2002. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: ANA LÚCIA FACHIN

Roselino AM; ROSSI, Nilce M Martinez. [Membro Titular] Clonagem e caracterização do gene atrD que codifica um transportador do tipo ABC (ATP-Binding Cassette) envolvido na resistência a múltiplas drogas no dermatófito Trichophyton rubrun. 2001. Tese (Doutorado em Genética) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Marlene de Fátima Turcato

BARREIRA, Amilton Antunes;Roselino AM. [Membro Titular] Tirosinemia tipo II (Síndrome de Richner-Hanhart: Estudo clínico, neurológico e bioquímico de cinco pacientes em uma família brasileira. 1997. Tese (Doutorado em Neurologia) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: LUDMILA FERREIRA CARDOSO

MOREIRA, A. C.;Ana Maria F. Roselino; ANTONINI, S. R. R.. (Membro Titular)Estudo funcional de dois receptores mutantes do hormônio tireoidiano em pacientes com a Síndrome de resistência ao Hormônio Tireoidiano. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Alessandra de Paula Alves Sousa

SILVA, João Santana da;Roselino AMRoselino AM; Daniela Carlos. [Membro Titular] Papel dos microRNAs nas respostas imunológicas. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Rafael Taglialegna

Roselino, Ana Maria F.; ARRUDA NETO, E.; HANNA, E. S.. (Membro Titular) Onicomicoses por fungos não dermatófitos:aspectos clínicos e atividade queratinolítica dos diferentes agentes, relacionada com a fisiopatogenia. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Celular e Molecular) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Manuela Ramos Barbieri

Roselino; Eduardo A. Donadi; José Cesar Rosa. [Membro titular] Tecnologia do DNA recombinante. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Kassandra Azevedo Tadini

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia; FREITAS, Luis Alexandre Pedro de; Renata Fonseca Vianna Lopez;Roselino. [Membro suplente] Desenvolvimento e avaliação clínica deformulações dermocosméticas contendo dimetilaminoetanol e acetil hexaoeotídeo-3. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Fredy Roberto Salazar Gutierrez

Pinto, F.J.R.;Roselino AMRoselino AM; Soares, S.G.. [Membro titular] Auto-imunidade induzida por doenças infecciosas. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Adélia Paula de Castro

Roselino; Alceu Afonso Jordão Júnior; Carla Barbosa Nonino Borges. [Membro titular] Medida ambulatorial da pressão arterial nas 24h (MAPA) em relação à perda de peso e índice de massa corporal (IMC) no obeso mórbido pré e pós cirurgia bariátrica. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Marlus Chorilli

SCARPA, M. V. C.; Leila Aparecida Chiavacci; Maria Luiza O. Polacow;Roselino. [Membro suplente] Desenvolvimento e caracterização físico-química de sistemas nanoestruturados contendo palmitato de retnol: controle mirobiológico, avaliação de sgurança e eficácia no tratamento do envelhecimento cutâneo. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Andrezza Corrêa Teixeira

Roselino AMF; Foss, N.T.;Donadi, E.A.. [Membro titular] Ingresso no curso de Doutorado - fluxo contínuo. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Fernanda Fernandes Souza

Roselino AMF; Foss, N.T.;Donadi, E.A.. [Membro titular] Ingresso no curso de Doutorado - fluxo contínuo. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Juciléia Dalmazo

Roselino AMF; Foss, N.T.;Donadi, E.A.. [Membro titular] Ingresso no curso de Doutorado - fluxo contínuo. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Silvia Ferreira Rodrigues

Roselino AMFIGUEIREDO, José Fernando de Castro; CIPRIANI, Marco Andrey. [Membro Titular] Correlation of in vitro and in vivo immune response to American tegumentary leishmaniasis. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Adriana Cristina Busollo

FONSECA, Benedito; DARINI, Ana Lúcia;Roselino AM. [Membro Titular] Novas metodologias para a determinação do perfil de sensibilidade de M. tuberculosis frente aos quimioterápicos. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: MAX VICTOR CARIOCA DE FREITAS

Roselino AM. [Membro Titular]. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Ana Paula Campanelli

Roselino AM. [Membro Titular] Modulação da resposta imune e rsposta inflamatória granulomatosa durante a infecção por P. brasiliensis. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Imunologia Básica e Aplicada) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Aluno: Lúcia Helena Terenciani Rodrigues Pereira

CAMPOS, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia;Roselino AM; ROCHA FILHO, Pedro Alves da. [Membro Titular] Emprego de metodologias in vivo não invasiva e histopatológica para avaliação dos efeitos hidroxiácidos na pele fotoenvelhecida. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Fármacos e Medicamentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

Aluno: Beatriz Smidt Celere

Roselino, AMF. [Membro Titular] Análise espacial da distribuição de pênfigo vulgar e foleáceo no âmbito de três bacias hidrográficas presentes no Nordeste do Estado de São Paulo e a realização com fatores ambientais. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem em Saúde Pública) - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Aluno: Lívia Giolo Taverna

Roselino, Ana Maria F.; BROCHADO, M. J. F.; ELIAS JUNIOR, J.. (Membro Titular)Avaliação longitudinal de citocinas séricas em portadores de neoplasia de esôfago e de estômago durante tratamento oncológico. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Gabriele Manzoli Aranda

Roselino, Ana Maria F.; BROCHADO, M. J. F.; ELIAS JUNIOR, J.. (Membro Titular)Relação entre níveis séricos de RBP-4 e componentes da Síndrome Metabólica em pacientes soropositivos para o HIV em uso de Terapia Atirretroviral. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Livia Fernandes de Lima

Ana Maria F. Roselino; SUEN, V. M. M.; ELIAS JUNIOR, J.. (MembroTitular)Disfunção tireoidiana em paciente com insuficiência cardíaca: participação do iodo,zinco e selênio. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Luana Sella Motta Maia

Ferreira Roselino AM; SUEN, V. M. M.; ELIAS JUNIOR, J.. (Membro Titular)Identificação de mutacões no gene que codifica o inibidor de C1 (SERPING1) em pacientes com angioedema hereditário. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Daniele Kanashiro Sonvenso

Roselino, Ana Maria F.; SUEN, V. M. M.; ELIAS JUNIOR, J.. (Membro Titular)Contribuição do SISCOM e do SPM na investigação do Blurring do Pólo temporal em pacientes com Síndrome da Epilepsia mesial do Lobo Temporal: Um estudo com SPECT cerebral. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Roberta Aliprandini Knack

Ferreira Roselino AM; BROCHADO, M. J. F.; ELIAS JUNIOR, J.. (Membro Titular)Efeitos do tratamento oncológico no estado nutricional, nos marcadores de estresse oxidativo e na qualidade de vida de pacientes com câncer de estômago e esôfago. 2014 - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Aluno: Éderson Antônio Gomes Dorileo

Roselino AMF. [Membro titular] Estruturação e implementação de um módulo de prontuário eletrônico para registro da evolução clínica em Dermatologia no HCFMRP. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Informática Biomédica) - Faculdade de Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP.

Roselino; Virginia Ferriani. [Membro titular] Processo Seletivo de Provas e Títulos para contratação temporária de 01 (um) docente, MS1, RTP, Departamento de Clinica Médica, Disciplina de Dermatologia. 2008. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino; Ivone Carvalho; MARCHETTI, Juliana Maldonado; Pio Colepicolo Neto; Antonio Claudio Tedesco. [Membro titular] Concurso para provimento de uma cargo de Professor Doutor, junto à Área de Tecnologia de Cosméticos, Departamento de Ciências Farmacêuticas, FCFRP-USP. 2008. Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Usp.

FOSS, Norma Tirabosch;Roselino AMMACHADO, Alcyone ArtioliSOUZA, Cacilda da SilvaFIGUEIREDO, José Fernando de Castro. [Membro Titular] Comissão Elaboradora e Julgadora para a função-atividade de Médico na ärea de Dermatologia. 2004. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

FOSS, Norma T;Roselino AMFIGUEIREDO, José Fernando de Castro; LOUZADA JR, Paulo; FRADE, Marco Andrey Cipriane. [Membro Titular] Comissão elaboradora e julgadora da prova para a função-atividade de MÉDICO NA ÁREA DE DERMATOLOGIA. 2004. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

MARQUES, Silvio Alencar;Roselino AM; TRAUBE, Maria Beatriz Puzzi. [Membro Titular] Banca Examinadora para provimento de 01 cargo de Professor Assistente, em RDIDP, junto ao Departamento de Dermatologia e Raditerapia, FMB, UNESP, Botucatu. 2003. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Roselino AM. [Membro Suplente] Processo Seletivo de Provas para a contratação de 01 docente, MS-3, RDIDP, Departamento de Clínica Médica. CandidataS: LUÍSA KARLA DE PAULA ARRUDA e LUCIENIR MARIA DA SILVA. 2003. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

TANAKA, Ana Maria Uthida;Roselino AM; ALMEIDA, Eros Antonio de; COSTALLAT, Lílian Tereza Lavras; BELDA, Walter. [Membro Titular] Comissão Julgadora do Processo seletivo para preenchimento de uma função na Parte Especial, no nível MS-3/RTP, na área de Dermatologia, do Departamento de Clínica Médica, FCM-UNICAMP. Candidatos: HAMILTON OMETTO STOLF, PAULO EDUARDO NEVES FERREIRA VELHO e PAULO ROWILSON CUNHA. 2002. Universidade Estadual de Campinas.

FOSS, Norma Tirabosch;MACHADO, Alcyone ArtioliRoselino AMSOUZA, Cacilda da SilvaLOUZADA JUNIOR, Paulo. [Membro Titular] Comissão Elaboradora e Julgadora das provas do concurso público para a função-atividade de MÉDICO NA ÁREA DE DERMATOLOGIA, HCFMRP-USP. 2002. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

FOSS, Norma Tirabosch;Roselino AM. [Membro Efetivo e Secretária] Comissão Julgadora de Títulos e Provas para provimento de cargo de 01 Professor Doutor, MS-3, RDIDP, Departamento de Clínica Médica, FMRP-USP. Candidata: PROFESSORA DOUTORA CACILDA DA SILVA SOUZA. 2002. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino AM; NT, F.. Processo Seletivo de Provas para Contratação de Médico Assistente - referência MS-2 em RDIDP. 1995. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino AM; NT, F.. Concurso Público para Contratação de Médico Assistente na Área de Dermatologia. 1993. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino AM; NT, F.. Processo Seletivo para Função-Atividade de Médico na Área de Dermatologia. 1990. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino AMRoselino AM. [Membro suplente] Banca Examinadora do Prof. Dr. Luiz Ricardo Orsini Tosi - Plasticidade genética e expressão de genes em Leishmania: O caso do lócus H. 2010. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Voltarelli, J.C.; Carvalho, I.F.; Marques Jr., W.; Bonfá, E.S.D.O.; Coimbra, I.B.;Roselino AM. [Membro suplente] Concurso de Títulos e Provas provimento de 01 cargo de Professor Doutor inscrito Dr. Paulo Louzada Júnior. 2006.

Roselino AM. [Membro Suplente] Comissão Julgadora do Concurso à Livre Docência junto ao Departamento de Dermatologia, FMUSP, da Profa. Dra. MÍRIAN NACAGAMI SOTTO. 2004. Universidade de São Paulo.

Roselino AM. [Membro Suplente] Banca Examinadora do PROF. DR. BENEDITO ANTONIO LOPES DA FONSECA, Departamento de Clínica Médica, FMRP-USP. 2003. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roselino. [Membro titular] Prova prático-oral do Exame de Suficiência Categoria Especial para obtenção de Título de Especialista em Dermatologia. 2008. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Seção RJ.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Norma Tiraboschi Foss

TANAKA, Ana Maria Uthida;FOSS, N. T.. Concentração de zinco no plasma e na pele em alcoólatras com e sem pelagra e em não alcoólatras. 1984. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Área de Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP.

Norma Tiraboschi Foss

VANNUCCHI, Hélio; TANAKA, Ana Maria Uthida; MARCHINI, J. C.; ALMEIDA, F. A.; ODILON, N. L.;FOSS, N. T.. Estudo do metabolismo do triptofano e de porfirinas em ratos submetidos a dietas deficientes em zinco, triptofano, niacina e piridoxina. 1991. Tese (Doutorado em Pós Graduação Área de Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP.

Hélio Vannucchi

VANNUCCHI, Helio. DOUTORADO. 1991. Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Roberto Martinez

MARTINEZ, R.. Doutorado. 1991. Outra participação, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo.

Julio Sérgio Marchini

Vannucchi, HMarchini JSCAMPANA, ÁO; ALMEIDA, FA; DILLON, NL. Membro titular da Comissão Julgadora da Tese de Doutorado. 1991. Tese (Doutorado em Clinica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Raimunda Nonata Ribeiro Sampaio

SAMPAIO, R. N. R.; FOSS, N. T.; PATRÚS, O. R. A.; ALCHORNE, A. O. A.; OLIVEIRA, R. B.. Membro titular da banca de conclusão de Livre Docência. 2002. Outra participação, Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Tamíris Amanda Júlio

Relação do PB com demência; Início: 2016; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; (Orientador);

Ederson Valei Lopes de Oliveira

Fatores relacionados ao tratamento com Rituximab nos pênfigos; Início: 2016; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; (Orientador);

Marcela Calixto Brandao

CONTRIBUIÇÃO PARA O PAPEL DA DESMOGLEÍNA 2 NA PATOGÊNESE DOS PÊNFIGOS; Início: 2016; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; (Orientador);

Sebastián A

Vernal Carranza; Relação dos pênfigos com proteínas salivares de insetos hematófagos; Início: 2014; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Tamíris Amanda Júlio

RELAÇÃO DO PENFIGOIDE BOLHOSO COM A DEMÊNCIA: UM ESTUDO CASO-CONTROLE; 2016; Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Leonardo La Serra

Relação da exposição ambiental a pesticidas e metais pesados com os pênfigos; 2015; Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Aline Bicalho Matias

Relação entre estresse e desencadeamento e evolução dos pênfigos; 2013; Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Stella Felippe de Freitas

Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint em papel de filtro de biópsias cutâneas para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar Americana; ; 2007; 0 f; Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Flávio Catarino Barbosa Garcia

Exames subsidiários para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar Americana; Comparação do sequenciamento de DNA e da PCR-RFLP; ; 2005; Dissertação (Mestrado em Mestrado) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Isabela Zuccolotto

Apoptose e indiferenciação celular na patogênese do pênfigo foliáceo endêmico (Fogo selvagem); 2004; 91 f; Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Maria Paula do Valle Chiossi

Titulação de anticorpos séricos e células dendríticas em Pênfigo Foliáceo Endêmico; 2001; 172 f; Dissertação (Mestrado em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Ângela Cristina Rapela Medeiros

Leishmaniose tegumentar americana: casuística e implantação de PCR para diagnóstico, HC-FMRP-USP, 1978-1998; ; 1999; Dissertação (Mestrado em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Glalcyara Lançoni

Porfiria cutânea tardia experimental: estudo histopatológico e relação com a fotossensibilidade; 1999; 109 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Jacy Berti Rosatelli

Erupção pápulo-prurítica associada ao HIV: aspectos clínico-laboratoriais e imunofenotípicos; 1997; 128 f; Dissertação (Mestrado em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Ludmilla de Figueirêdo do Vale Capucho

Associação dos alelos HLA de classe I e II com o desfecho da resposta terapêutica à pulsoterapia com dexametasona e/ou ciclofosfamida nos pênfigos; 2019; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Daniela F

NASCIMENTO; Mapeamento genético e sorológico dos pênfigos na região nordeste do estado de São Paulo; 2016; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Aline Rafaela da Silva Rodrigues Machado

RELAÇÃO DOS VÍRUS CAUSADORES DE DOENÇAS HUMANAS ? HHV-1 E 2, VÍRUS DA DENGUE, CITOMEGALOVÍRUS, EPSTEIN-BARR - COM OS PÊNFIGOS; 2015; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

CELINA MATOS DE ALBUQUERQU

EXPRESSÃO DOS LINFÓCITOS CD4+CD25+ (CÉLULAS T REGULADORAS) NOS PÊNFIGOS; 2014; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Victor Hugo Damasceno Fernandes

AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE E DA ESPECIFICIDADE DA PCR COM PRIMERS PARA O GENE MntH DO BACILO M; leprae E DO ENSAIO ELISA COM OLIGOPEPTÍDEOS mntH NO DIAGNÓSTICO DA HANSENÍASE; 2014; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Olivia Makiyama Kim

Papel da saliva de insetos hematófagos na fisiopatologia do pênfigo foliáceo endêmico (fogo selvagem); ; 2012; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

PRISCILLA VARGAS WALSH

Relação da leishmaniose tegumentar com os pênfigos; 2012; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Andrezza Furquim da Cruz

Expressão do gene da proteína transportadora de íons ? mntH ? em Mycobacterium leprae e sua correlação com a tipificação do bacilo e com as formas clínicas da hanseníase; 2010; 0 f; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

MARIA JOSÉ BROCHADO

Trombo-embolismo em pacientes com Hanseníase forma multibacilar em tratamento com talidomida para reação tipo 2; Correlação dos anticorpos antifosfolípides com polimorfismos genéticos da beta 2 glicoproteína I; ; 2009; 0 f; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Maria Fernanda Chociay

Polimorfismos genéticos da NRAMP1 e de proteínas da inflamação na leishmaniose tegumentar; 2007; 0 f; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Juliana Machado Aires

Maxadilan (Max) ? Proteína salivar de L; longipalpis: Detecção de anticorpos anti-Max em pacientes com Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) e expressão gênica e protéica de Max símile em Lutzomyia neivai; 2006; Tese (Doutorado em Doutorado) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Olivia Makiyama Kim

PAPEL DA SALIVA DE INSETOS HEMATÓFAGOS NA FISIOPATOLOGIA DO PÊNFIGO FOLIÁCEO ENDÊMICO (FOGO SELVAGEM-FS); 2006; Tese (Doutorado em Investigação Biomédica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Glalcyara Lançoni

Mastócitos e expressão de TGF beta em amostras de pele na porfiria cutânea tardia; 2003; 154 f; Tese (Doutorado em Doutorado) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto,; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Ângela Cristina Rapela Medeiros

Análise filogenética das espécies Leishmania implicadas na leishmaniose tegumentar americana em pacientes atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (janeiro de 1993 a junho de 2002); 2002; 116 f; Tese (Doutorado em Doutorado) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Marilda Aparecida Milanez Morgado de Abreu

2018; Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP,; Ana Maria Ferreira Roselino;

Ciro Martins Gomes

2015; Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Ana Maria Ferreira Roselino;

Éderson Antônio Gomes Dorileo

Estruturação e implementação de módulo de prontuário eletrônico do paciente dermatológico; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Informática Biomédica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Marcos Augusto de Moura Marques

Pênfigo vulgar em jovens e pênfigo foliáceo em idosos: Fatores genéticos e laboratoriais justificam a exceção à regra?; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Anna Helena Ferronato da Silveira

CAUSAS DE ÓBITOS NOS PÊNFIGOS: ANÁLISE DA CASUÍSTICA DO HC-FMRP-USP (1982-2015); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Fernanda Tirelli Rocha

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR NO NORDESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO NAS ÚLTIMAS TRÊS DÉCADAS; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

RENATA DELFINO

Pulsoterapia em pênfigos: série de 44 casos, com evolução de 4 anos; 2012; Iniciação Científica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Fernando Henrique Canhoto Alves

Relação dos fatores imunogenéticos e ambientais na etiopatogênese dos pênfigos em amostragem brasileira; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Rachel Lane

PCR APLICADA NA INVESTIGAÇÃO DE AGENTES ETIOLÓGICOS EM DERMATOSES GRANULOMATOSAS E PANICULITES ?ESTÉREIS?; 2010; Iniciação Científica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Marcela Vendruscolo Ambiel

Prevalência de Síndrome Metabólica em Indivíduos com Pênfigos; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Flavia da Graca Rosalba

Identificação de fatores clínico-epidemiológicos e laboratoriais associados à forma mucosa da Leishmaniose tegumentar Americana; 2006; Iniciação Científica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Daniela Sousa Moreira

Reação de imunofluorescência indireta e PCR para T; cruzi em leishmaniose tegumentar; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

LÍLIAN ALEXANDRA CREMONINI

Reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e PCR em amostras de sangue periférico para diagnóstico de leishmaniose tegumentar Americana; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Cristina Ramos Alves Pereira

Interação entre células dendríticas, IL-12 e iNOS em pênfigo foliáceo experimental; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Eduardo Ruas Martins Batista

Interação entre células dendríticas, IL-12 e iNOS em pênfigo foliáceo experimental; ; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Suzana Akemi Tanimoto

Especificidade de primers em micobacterioses cutâneas; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Taíse de Negreiros Pereira

Leishmaniose tegumentar americana: Tipagem de leishmania sp por PCR em amostras congeladas x parafinadas; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Maria Lúcia Habib

Zinco e porfirinas em pelagra experimental; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Juliana Machado Aires

Eosinofilia, hiper IgE e citocinas na Erupção Pápulo-Pruriginosa associada ao HIV: marcadores de imunossupressão; 1998; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Denise Maria Zeoti

Serum cytokines in Brazilian pemphigus foliaceus (fogo selvagem); 1998; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Fabiane Aparecida Alves Madureira

Infecção experimental por dermatófitos: fatores de virulência, evolução clínica e testes terapêuticos; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Luciano Ambrósio Alves

Titulação de anticorpos séricos por técnicas de imunofluorescência e de imunoperoxidase em Pênfigo Foliáceo Endêmico; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Flávia Favareto

Aspectos clínicos e micológicos de pele sã e lesada em transplantados renais; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Ana Beatriz Seixas

Surto de Piedra branca em creche de Ribeirão Preto, SP, em 1997; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Sinichiro Maeda

Erupção pápulo-pruriginosa e cininas; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Luciane Hyppólito

Leishmaniose tegumentar no estado de São Paulo: epidemiologia com utilizaçãode técnicas de Biologia Molecular (continuação); 1996; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Hermes de Freitas Barbosa

Aspectos clínico-epidemiológicos do câncer cutâneo: análise de 40 anos; 1996; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Maria Priscila Cescato Nogueira

Correlação entre ferro sérico, glicemia e insulinemia em porfiria tardia experimental; 1996; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

FERNANDO LOPES ALBERTO

Leishmaniose tegumentar no estado de São Paulo: epidemiologia com utilização de técnicas de Biologia Molecular; 1995; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Luciane Hyppólito

Onde está a sífilis? Retrospectiva de 15 anos; 1995; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Jacy Berti Rosatelli

Estudo prospectivo da ocorrência de dermatoses em pacientes HIV+, Ribeirão Preto, SP, 1984-1993; 1993; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ana Maria Ferreira Roselino;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Hélio Vannucchi

DOUTORADO; 1991; 0 f; Tese (Doutorado em Clínica Médica) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto,; Orientador: Helio Vannucchi;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • VERNAL, S. ; DE PAULA, N.A. ; BOLLELA, V.R. ; LERNER, E.A. ; ROSELINO, A.M. . Pemphigus foliaceus and sand fly bites: assessing the humoral immune response to the salivary proteins maxadilan and LJM11. BRITISH JOURNAL OF DERMATOLOGY , v. 1, p. 1, 2020.

  • WAMBIER, CARLOS GUSTAVO ; HOEKSTRA, THAÍS ANGÉLICA ; WAMBIER, SARAH PERILLO DE FARIAS ; BUENO FILHO, ROBERTO ; VILAR, FERNANDO CRIVELENTI ; PASCHOAL, RENATO SORIANI ; Roselino, Ana Maria ; FRADE, MARCO ANDREY CIPRIANI ; FOSS, NORMA TIRABOSCHI . Epidermal necrolysis: SCORTEN performance in AIDS and non-AIDS patients. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA (ONLINE) , v. 94, p. 17-23, 2019.

  • VERNAL, SEBASTIAN ; BUENO-FILHO, ROBERTO ; GOMES, CIRO MARTINS ; Roselino, Ana Maria . Clinico-immunological spectrum of American tegumentary leishmaniasis and leprosy coinfection: A case series in Southeastern Brazil. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 52, p. 1-2, 2019.

  • SANTI, CLAUDIA GIULI ; GRIPP, ALEXANDRE CARLOS ; Roselino, Ana Maria ; MELLO, DANIELLE SANTANA ; GORDILHO, JULIANA OLIVIERI ; MARSILLAC, PAULA FIGUEIREDO DE ; PORRO, ADRIANA MARIA . Consensus on the treatment of autoimmune bullous dermatoses: bullous pemphigoid, mucous membrane pemphigoid and epidermolysis bullosa acquisita - Brazilian Society of Dermatology. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA (ONLINE) , v. 94, p. 33-47, 2019.

  • GUPTA, GAURAV ; SANTANA, ALYNNE K.M. ; GOMES, CIRO M. ; TURATTI, ALINE ; MILANEZI, CRISTIANE M. ; BUENO FILHO, ROBERTO ; FUZO, CARLOS ; ALMEIDA, ROQUE P. ; PEREIRA, VANESSA C. ; Roselino, Ana M. ; Silva, João S. . Inflammasome gene expression is associated with immunopathology in human localized cutaneous leishmaniasis. CELLULAR IMMUNOLOGY , v. 1, p. 1, 2019.

  • FILHO, ROBERTO BUENO ; LUGÃO, HELENA BARBOSA ; Roselino, Ana Maria . Comment on: -Trichloroacetic acid as a treatment for persistent oral mucosal lesions in pemphigus vulgaris-. JOURNAL OF THE AMERICAN ACADEMY OF DERMATOLOGY , v. 1, p. 1-1, 2019.

  • JULIO, TAMIRIS ; VERNAL, SEBASTIAN ; TURATTI, ALINE ; Roselino, Ana M. . Anti-desmogleins autoantibodies detected by ELISA and blotting in bullous pemphigoid: what do they mean?. INTERNATIONAL JOURNAL OF DERMATOLOGY , v. 57, p. 124-127, 2018.

  • VERNAL, SEBASTIAN ; BROCHADO, MARIA JOSE FRANCO ; BUENO-FILHO, ROBERTO ; Louzada-Junior, Paulo ; Roselino, Ana Maria . Anti-phospholipid syndrome in seven leprosy patients with thrombotic events on corticosteroid and/or thalidomide regimen: insights on genetic and laboratory profiles. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 51, p. 99-104, 2018.

  • JULIO, TAMIRIS A. ; VERNAL, SEBASTIAN ; MASSARO, JULIANA D. ; SILVA, MATHEUS C. ; DONADI, EDUARDO A. ; MORIGUTI, JULIO C. ; Roselino, Ana M. . Biological predictors shared by dementia and bullous pemphigoid patients point out a cross-antigenicity between BP180/BP230 brain and skin isoforms. IMMUNOLOGIC RESEARCH , v. 1, p. 1-2, 2018.

  • VERNAL, S. ; JULIO, T. ; CRUZ, F. ; TURATTI, ALINE ; Ishii N ; HASHIMOTO, T. ; Roselino, A. M. . Bullous Pemphigoid Associated with Ischemic Cerebrovascular Accident and Dementia: Exclusive Blistering Lesions on the Upper Hemiparetic Limb.. Acta Dermatovenerologica Croatica , v. 26, p. 179-182, 2018.

  • BUENO-FILHO, R. ; VERNAL, S. ; GOMES, C.M. ; ROSELINO, A.M. . Raro compromiso lingual de leishmaniasis mucocutánea por Leishmania perteneciente al subgénero Viannia. Actas Dermo-Sifiliográficas (Ed. Impresa) , v. 109, p. 651, 2018.

  • YAMANAKA, YASMIN ; YAMASHITA, MAURÍCIO ; INNOCENTINI, LARA M. A. ; MACEDO, LEANDRO D. ; CHAHUD, FERNANDO ; RIBEIRO-SILVA, ALFREDO ; Roselino, Ana Maria ; ROCHA, MARIA JOSÉ A. ; MOTTA, ANA CAROLINA . Direct Immunofluorescence as a Helpful Tool for the Differential Diagnosis of Oral Lichen Planus and Oral Lichenoid Lesions. AMERICAN JOURNAL OF DERMATOPATHOLOGY , v. 40, p. 1-497, 2018.

  • LA SERRA, LEONARDO ; SALATHIEL, ADRIANA M. ; TREVILATO, TÂNIA M.B. ; ALVES, RENATO I.S. ; SEGURA-MUOZ, SUSANA I. ; DE OLIVEIRA SOUZA, VANESSA CRISTINA ; BARBOSA, FERNANDO ; Roselino, Ana Maria . Trace element profile in pemphigus foliaceus and in pemphigus vulgaris patients from Southeastern Brazil. JOURNAL OF TRACE ELEMENTS IN MEDICINE AND BIOLOGY , v. 1, p. 1, 2018.

  • AIRES, Juliana ; CASANOVA, CLAUDIO ; VERNAL, SEBASTIAN ; NASCIMENTO, MARGARIDA ; RODRIGUES, SANDRA ; LERNER, Ethan A ; Roselino, Ana Maria . Maxadilan-simile expression in Nyssomyia neivai, a sandfly vector in an endemic region of Brazil, and its immunogenicity in patients with American tegumentary leishmaniasis. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 1112, p. 116-122, 2017.

  • VANZELA, TAMARA N. ; ALMEIDA, ISABELLA P. ; BUENO FILHO, ROBERTO ; Roselino, Ana M. . Mucosal erosive lichen planus is associated with hepatitis C virus: analysis of 104 patients with lichen planus in two decades. International Journal of Dermatology , v. 3, p. 20, 2017.

  • DA SILVA RODRIGUES MACHADO, ALINE RAFAELA ; LA SERRA, LEONARDO ; TURATTI, ALINE ; MACHADO, ALEX MARTINS ; Roselino, Ana Maria . Herpes simplex virus 1 and cytomegalovirus are associated with pemphigus vulgaris but not with pemphigus foliaceus disease. EXPERIMENTAL DERMATOLOGY , v. 1, p. 1-2, 2017.

  • Wambier, C.G. ; STRUECKER, T.A. ; DURSKI, L.N. ; DE ARAÚJO, A.G. ; WAMBIER, S.P.F. ; CAPPEL, M.A. ; VERNAL, S. ; ROSELINO, A.M. . Image Gallery: A case of pemphigus vulgaris following spp. (Diptera) bites. BRITISH JOURNAL OF DERMATOLOGY , v. 176, p. e100-e100, 2017.

  • CELERE, BEATRIZ S. ; VERNAL, SEBASTIAN ; BROCHADO, MARIA JOSÉ F. ; SEGURA-MUOZ, SUSANA I. ; Roselino, Ana Maria . Geographical foci and epidemiological changes of pemphigus vulgaris in four decades in Southeastern Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF DERMATOLOGY , v. 1, p. 1-2, 2017.

  • TIMÓTEO, RODOLFO PESSATO ; SILVA, MARCOS VINICIUS ; DA SILVA, DJALMA ALEXANDRE ALVES ; CATARINO, JONATAS DA SILVA ; ALVES, FERNANDO HENRIQUE CANHOTO ; RODRIGUES JÚNIOR, VIRMONDES ; Roselino, Ana Maria ; SALES-CAMPOS, HELIOSWILTON ; OLIVEIRA, CARLO JOSÉ FREIRE . Cytokine and Chemokines Alterations in the Endemic Form of Pemphigus Foliaceus (Fogo Selvagem). Frontiers in Immunology , v. 8, p. 978, 2017.

  • VERNAL, S. ; Pepinelli, M. ; CASANOVA, C. ; GOULART, T. ; KIM, O. ; DE PAULA, N. ; PINTO, M. ; SÁ-NUNES, A. ; ROSELINO, A.M. . Insights into the epidemiological link between biting flies and pemphigus foliaceus in southeastern Brazil. ACTA TROPICA , v. 176C, p. 455-462, 2017.

  • CELERE, BEATRIZ SMIDT ; MOSCHINI, LUIZ EDUARDO ; FRANCO BROCHADO, MARIA JOSÉ ; SEGURA-MUOZ, SUSANA INÉS ; LA SERRA, LEONARDO ; Roselino, Ana Maria ; VERNAL, SEBASTIAN . Spatial Distribution of Pemphigus Occurrence over Five Decades in Southeastern Brazil. AMERICAN JOURNAL OF TROPICAL MEDICINE AND HYGIENE , v. 10, p. 1, 2017.

  • TIRELLI, FERNANDA ; VERNAL, SEBASTIAN ; Roselino, Ana Maria . Final diagnosis of 86 cases included in differential diagnosis of American tegumentary leishmaniasis in a Brazilian sample: a retrospective cross-sectional study. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA , v. 92, p. 642-648, 2017.

  • WALSH, PRISCILLA ; BROCHADO, MARIA J F ; VERNAL, SEBASTIAN ; MACHADO, ALINE R ; TURATTI, ALINE ; DE PAULA, NATALIA A ; DONADI, EDUARDO A ; Roselino, Ana Maria . Relationship between pemphigus and American tegumentary leishmaniasis: insights from serological and genetic profiles. TRANSACTIONS OF THE ROYAL SOCIETY OF TROPICAL MEDICINE AND HYGIENE , v. 111, p. 345-353, 2017.

  • Brochado, Maria José Franco ; GATTI, MARIA FERNANDA CHOCIAY ; ZAGO, MARCO ANTÔNIO ; Roselino, Ana Maria . Association of the solute carrier family 11 member 1 gene polymorphisms with susceptibility to leprosy in a Brazilian sample. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 1, p. 1-5, 2016.

  • OLIVEIRA, EDERSON VALEI LOPES DE ; ALMEIDA, MARGARETE TERESA GOTTARDO DE ; TURATTI, ALINE ; GOMES, CIRO MARTINS ; Roselino, Ana Maria . Paracoccidioidomycosis and cryptococcosis with localized skin manifestations: report of two cases in the elderly. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online) , v. 91, p. 243-244, 2016.

  • FRANCO BROCHADO, MARIA JOSÉ ; NASCIMENTO, DANIELA FRANCISCA ; SALOUM DEGHAIDE, NEIFI HASSAN ; DONADI, EDUARDO ANTONIO ; Roselino, Ana Maria . Data on HLA class I/II profile in Brazilian pemphigus patients. Data in Brief , v. 8, p. 364-374, 2016.

  • Vernal, S ; DE PAULA, NATÁLIA A. ; GOMES, C. M. ; Roselino, AMF . Disseminated Leishmaniasis by Leishmania Viannia Subgenus: A Series of 18 Cases in Southeastern Brazil. Open Forum Infectious Diseases , v. 3, p. ofv184, 2016.

  • BROCHADO, M. J. F. ; NASCIMENTO, DANIELA FRANCISCA ; CAMPOS, WAGNER ; DEGHAIDE, NEIFI HASSAN SALOUM ; DONADI, EDUARDO ANTONIO ; Roselino AM . Differential HLA class I and class II associations in pemphigus foliaceus and pemphigus vulgaris patients from a prevalent Southeastern Brazilian region. JOURNAL OF AUTOIMMUNITY , v. 72, p. 19-24, 2016.

  • SALATHIEL, ADRIANA MARTINELLI ; BROCHADO, M. J. F. ; KIM, OLIVIA ; DEGHAIDE, NEIFI HASSAN SALOUM ; DONADI, EDUARDO ANTONIO ; Roselino AM . Family study of monozygotic twins affected by pemphigus vulgaris. Human Immunology , v. 1, p. 1-6, 2016.

  • CARDILI, RENATA NAHAS ; Roselino, Ana Maria . Elementary lesions in dermatological semiology: literature review. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online) , v. 91, p. 629-633, 2016.

  • OLIVEIRA, LIANA ; MARQUART-FILHO, ALFREDO ; TREVILATO, GERSON ; TIMOTEO, RODOLFO ; MUKAI, MAIRA ; ROSELINO, ANA ; PETZL-ERLER, MARIA . Anti-Desmoglein 1 and 3 Autoantibody Levels in Endemic Pemphigus Foliaceus and Pemphigus Vulgaris from Brazil. Clinical Laboratory (Heidelberg. 1996) , v. 62, p. 1209-1216, 2016.

  • GOMES, CIRO MARTINS ; CESETTI, MARIANA VICENTE ; DE PAULA, NATÁLIA APARECIDA ; VERNAL, SEBASTIÁN ; GUPTA, GAURAV ; SAMPAIO, RAIMUNDA NONATA RIBEIRO ; Roselino, Ana Maria . Field validation of SYBR Green- and TaqMan-based real-time PCR using biopsy and swab samples to diagnose American tegumentary leishmaniasis in a Leishmania (V.) braziliensis -endemic area.. JOURNAL OF CLINICAL MICROBIOLOGY , v. 55, p. JCM.01954-16-534, 2016.

  • SOARES, KILLARNEY ATAIDE ; AYALA URDAPILLETA, ADA AMÁLIA ; DOS SANTOS, GILCILENE MARIA ; CARNEIRO, ANDRÉA LISBOA ; GOMES, CIRO MARTINS ; Roselino, Ana Maria ; RIBEIRO SAMPAIO, RAIMUNDA NONATA . Field validation of a Leishmania (Leishmania) mexicana exo-antigens ELISA for diagnosing tegumentary leishmaniasis in regions of Leishmania (Viannia) predominance. The Brazilian Journal of Infectious Diseases (Impresso) , v. 19, p. 302-307, 2015.

  • CARDILI, R. N. ; MELO, JANAINA M ; Roselino, AMF ; Moreno AS ; Castro AP ; Luisa Karla de Paula Arruda . Dermatite atópica e filagrina: restaurando barreiras para o controle da doença. Brazilian Journal Allergy Immunology , v. 1, p. 239-242, 2015.

  • GOMES, CIRO MARTINS ; MAZIN, SULEIMY CRISTINA ; SANTOS, ELISA RAPHAEL DOS ; CESETTI, MARIANA VICENTE ; BÄCHTOLD, GUILHERME ALBERGARIA BRÍZIDA ; CORDEIRO, JOÃO HENRIQUE DE FREITAS ; THEODORO, FABRÍCIO CLAUDINO ESTRELA TERRA ; DAMASCO, FABIANA DOS SANTOS ; CARRANZA, SEBASTIÁN ANDRÉS VERNAL ; SANTOS, ADRIANA DE OLIVEIRA ; Roselino AM ; SAMPAIO, R. N. R. . Accuracy of mucocutaneous leishmaniasis diagnosis using polymerase chain reaction: systematic literature review and meta-analysis. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 110, p. 157-165, 2015.

  • GOMES, CIRO M. ; DE PAULA, NATÁLIA A. ; CESETTI, MARIANA V. ; Roselino, Ana Maria ; SAMPAIO, RAIMUNDA N.R. . Mucocutaneous leishmaniasis: accuracy and molecular validation of noninvasive procedures in a L. (V). braziliensis-endemic area. Diagnostic Microbiology and Infectious Disease , v. 1, p. 1-30, 2014.

  • MALHEIROS, DANIELLE ; PANEPUCCI, RODRIGO ALEXANDRE ; Roselino, Ana Maria ; ARAÚJO, AMÉLIA GOES ; ZAGO, MARCO ANTONIO ; PETZL-ERLER, MARIA LUIZA . Genome-wide gene expression profiling reveals unsuspected molecular alterations in pemphigus foliaceus. Immunology (Oxford. Print) , v. 1, p. n/a-n/a, 2014.

  • AMBIEL, MARCELA VENDRUSCOLO ; Roselino, Ana Maria . Prevalence of Metabolic Syndrome and its components in a Brazilian sample of pemphigus patients. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online) , v. 89, p. 752-756, 2014.

  • GOMES, CIRO MARTINS ; DE PAULA, NATÁLIA APARECIDA ; MORAIS, ORLANDO OLIVEIRA DE ; SOARES, KILLARNEY ATAÍDE ; Roselino, Ana Maria ; SAMPAIO, RAIMUNDA NONATA RIBEIRO . Complementary exams in the diagnosis of american tegumentary leishmaniasis. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online) , v. 89, p. 701-709, 2014.

  • GOMES, C.M. ; CESETTI, M.V. ; DE MORAIS, O.O. ; MENDES, M.S.T. ; Roselino AM ; SAMPAIO, R. N. R. . The influence of treatment on the development of leishmaniasis recidiva cutis: a 17-year case-control study in Midwestern Brazil. JEADV. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology , v. 29, p. n/a-n/a, 2014.

  • COSTA, DIEGO L. ; GUIMARÃES, LUIZ H. ; CARDOSO, THIAGO M. ; QUEIROZ, ADRIANO ; LAGO, EDNALDO ; Roselino, Ana M. ; BACELLAR, OLÍVIA ; CARVALHO, EDGAR M. ; Silva, João S. . Characterization of regulatory T cell (Treg) function in patients infected with Leishmania braziliensis. Human Immunology , v. 28, p. 1, 2013.

  • ABREU VELEZ, ANA MARIA ; Roselino, Ana Maria ; HOWARD, MICHAEL S. . Mast cells, Mast/Stem Cell Growth Factor receptor (c-kit/cd117) and IgE may be integral to the pathogenesis of endemic pemphigus foliaceus. Our Dermatology Online , v. 4, p. 596-600, 2013.

  • MATIAS, ALINE BICALHO ; FERREIRA ROSELINO, ANA MARIA . Pemphigus: a disease stamped in the skin. Our Dermatology Online , v. 4, p. 601-605, 2013.

  • MATIAS, ALINE BICALHO ; FERREIRA ROSELINO, ANA MARIA . Pemphigus and psychological stress: a review of the literature. Our Dermatology Online , v. 4, p. 616-618, 2013.

  • Aldama Caballero, A ; Guglielmone Pinto, C ; Rivelli Oddone, V ; Mendoza de Sanchez, G ; PAULA, N. ; ALMEIDA, F. ; Roselino, AM . Atypical tgumentary Leishmaniasis by L. infantum (Chagasi). Anales de la Facultad de Ciencias Médicas (Asunción) , v. 46, p. 61-67, 2013.

  • MORGADO DE ABREU, M. A. M. ; Roselino, A. M. ; ENOKIHARA, M. ; NONOGAKI, S. ; PRESTES-CARNEIRO, L. E. ; WECKX, L. L. M. ; ALCHORNE, M. M. A. . Mycobacterium leprae is identified in the oral mucosa from paucibacillary and multibacillary leprosy patients. Clinical Microbiology and Infection (Print) , v. 20, p. n/a-n/a, 2013.

  • Roselino AM ; Chriguer, Rosangela Soares ; Chriguer, Rosangela Soares ; Roselino, Ana Maria ; Castro, Margaret ; Roselino, Ana Maria ; Castro, Margaret . Glucocorticoid Sensitivity and Proinflammatory Cytokines Pattern in Pemphigus. Journal of Clinical Immunology , v. 3, p. 102-110, 2012.

  • BUENO-FILHO, R ; CORDEIRO, AP ; ALMEIDA, FT ; SHALETICH, C ; COSTA, RS ; Roselino, AM . Rare association of cutaneous vasculitis, IgA nephropathy and antiphospholipid antibody syndrome with tuberculous lymphadenitis. Clinics , v. 67, p. 1497-1500, 2012.

  • Selma Freire de Carvalho Cunha ; Gonçalves, Gilson Antonio Pereira ; Roselino, Ana Maria F. . Acrodermatitis due to zinc deficiency after combined vertical gastroplasty with jejunoileal bypass: case report. São Paulo Medical Journal (Impresso) , v. 130, p. 330-335, 2012.

  • Sampaio RNR ; CHAER, D. ; SANTOS, G. ; Roselino, Ana Maria F. ; KUCKELHAUS, S. . Leishmania (Viannia) braziliensis is the main species causing cutaneous leishmaniasis in the Federal District of Brazil. The Journal of Venomous Animals and Toxins Including Tropical Diseases (CD-ROM) , v. 18, p. 340, 2012.

  • CRUZ, Andrezza Furquim da ; GONTIJO, B ; PEREIRA, L B ; Roselino, Ana Maria Ferreira ; Furini, Renata Bazan . Comparação entre microssatélites e o gene Ml MntH como alvos para a identificação do Mycobacterium leprae por PCR na hanseníase. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso) , v. 86, p. 651-673, 2011.

  • Gonçalves, Gilson Antonio Pereira ; Brito, Moema Mignac Cumming ; Ferraz, Thais Serraino ; Salathiel, Adriana Martinelli ; Alves, Domingos ; Roselino, Ana Maria Ferreira . Incidência do pênfigo vulgar ultrapassa a do pênfigo foliáceo em região endêmica para pênfigo foliáceo: análise de série histórica de 21 anos. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso) , v. 86, p. 1109-1112, 2011.

  • Takahashi, María Denise ; Chouela, Edgardo Néstor ; Dorantes, Gladys Leon ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM ; Santamaria, Jesùs ; Allevato, Miguel Angel ; Cestari, Tania ; de Aillaud, Maria Eugenia Manzanera ; Stengel, Fernando Miguel ; Licu, Daiana . Efalizumab in the Treatment of Scalp, Palmoplantar and Nail Psoriasis: Results of a 24-Week Latin American Study. Archives of Drug Information , v. 3, p. 1-8, 2010.

  • ABREU-VELEZ, A. M. ; REASON, I. J. M. ; Michael S. Howard ; Roselino AM ; Roselino AM . Endemic pemphigus foliaceus over a century: Part I. North American Journal of Medical Sciences , v. 2, p. 51-59, 2010.

  • ABREU-VELEZ, A. M. ; Roselino AM ; Roselino AM ; Michael S. Howard ; REASON, I. J. M. . Endemic pemphigus over a century: Part II. North American Journal of Medical Sciences , v. 2, p. 114, 2010.

  • Campanelli, Ana P. ; Brodskyn, Claudia I. ; Boaventura, Viviane ; Silva, Claire ; Roselino, Ana M. ; Costa, Jackson ; Saldanha, Ana Cristina ; de Freitas, Luiz Antônio Rodrigues ; de Oliveira, Camila Indiani ; Barral-Netto, Manoel ; Roselino AM ; Roselino AM . Chemokines and chemokines receptors coordinate the inflammatory immune response in human cutaneous leishmaniasis. Human Immunology , p. 1-1, 2010.

  • Brochado, Maria José Franco ; Figueiredo, José Fernando C. ; Mendes-Junior, Celso Teixeira ; Louzada-Junior, Paulo ; Kim, Olivia Makiyama ; Roselino, Ana Maria . Correlation between beta-2-glycoprotein I gene polymorphism and anti-beta-2 glycoprotein I antibodies in patients with multibacillary leprosy. ARCHIVES OF DERMATOLOGICAL RESEARCH , v. 302, p. 583-591, 2010.

  • Brito, Moema Mignac Cumming ; Tarquínio, Daniela Chaves ; Arruda, Darlene ; COSTA, Roberto Silva ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM . Citologia de Tzanck: redescobrindo uma antiga ferramenta diagnóstica. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso) , v. 84, p. 431-433, 2009.

  • Cumming, Moema Mignac ; Salathiel, Adriana S. ; Paino, Mário Alberto S. ; Delort, Sérgio ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM . Doença de Mucha-Habermann (variante febril úlcero-necrótica) com acometimento mucoso exuberante: relato de caso. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso) , v. 84, p. 655-658, 2009.

  • Brochado, Maria José Franco ; Nascimento, Margarida Maria Passeri do ; LOUZADA JUNIOR, Paulo ; Figueiredo, José Fernando C. ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM . Polimorfismo Val247Leu do gene β2-glicoproteína 1 pode justificar a gênese de anticorpos antiβ2GP1 e síndrome do anticorpo antifosfolípide na hanseníase multibacilar. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso) , v. 84, p. 355-359, 2009.

  • Pernambuco-Climaco, Juliana M. ; Brochado, Maria Jose F. ; Freitas, Max Victor C. ; Roselino, Ana Maria F. ; Louzada-Junior, Paulo . Val/Leu247 Polymorphism of 2-glycoprotein I in Brazilian Patients with Antiphospholipid Syndrome-A Genetic Risk Factor?. Annals of the New York Academy of Sciences , v. 1173, p. 509-514, 2009.

  • Souza, A ; da Silva, L. ; Oliveira, F. ; Roselino, A. ; Louzada-Junior, P . Anti-nucleosome and anti-chromatin antibodies are present in active systemic lupus erythematosus but not in the cutaneous form of the disease. Lupus (Basingstoke) , v. 18, p. 223-229, 2009.

  • MEDEIROS, Angela Rapela ; Silva Jr, Wilson A ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM ; Roselino AM . DNA sequencing confirms the involvement of Leishmania (L.) amazonensis in american tegumentary leishmaniasis in the state of São Paulo, Brazil. Clinics , v. 63, p. 451-456, 2008.

  • LANÇONI, Glalcyara ; Ravinal, Roberto Cuan ; COSTA, Roberto Silva ; Roselino, Ana Maria ; Roselino AM ; Roselino AM . Mast cells and transforming growth factor-? expression: a possible relationship in the development of porphyria cutanea tarda skin lesions. International Journal of Dermatology , v. 47, p. 575-581, 2008.

  • Roselino AM . Biologia molecular aplicada às dermatoses tropicais. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 83, p. 187-203, 2008.

  • Roselino, Ana Maria ; CHOCIAY, Maria Fernanda ; COSTA, Roberto Silva ; MACHADO, Alcyone Artioli ; FIGUEIREDO, José Fernando de Castro . L. (L.) chagasi in aids and visceral leishmaniasis (kala-azar) co-infection. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (Impresso) , v. 50, p. 251-254, 2008.

  • Roselino, Ana Maria ; Seixas, Ana Beatriz ; Thomazini, José A. ; Maffei, Claudia M.L. ; Roselino AM ; Roselino AM . An outbreak of scalp white piedra in a Brazilian children day care. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo , v. 50, p. 307-309, 2008.

  • DORILEO, E. A. G. ; Marco A. C. Frade ; Roselino AM ; Roselino AM ; Rangaraj M. Rangayyan ; Paulo M. Azevedo-Marques . Color image processing and content-based image retrieval techniques for the analysis of dermatological lesions. Conference Proceedings (IEEE Engineering in Medicine and Biology Society. Conf.) , v. 2008, p. 1230-1233, 2008.

  • Motta, ACF ; Lopes, MA ; Ito, FA ; Carlos-Bregni, R ; de Almeida, OP ; Roselino, AM ; Roselino AM ; Roselino AM . Oral leishmaniasis: a clinicopathological study of 11 cases. Oral Diseases , v. 13, p. 335-340, 2007.

  • Campanelli, Ana P. ; Roselino, Ana M. ; Cavassani, Karen A. ; Pereira, Marcelo S. F. ; Mortara, Renato A. ; Brodskyn, Claudia I. ; Gonçalves, Heitor S. ; Belkaid, Yasmine ; Barral-Netto, Manoel ; Barral, Aldina ; Silva, João S. ; Roselino AM ; Roselino AM . CD4 + CD25 + T Cells in Skin Lesions of Patients with Cutaneous Leishmaniasis Exhibit Phenotypic and Functional Characteristics of Natural Regulatory T Cells. The Journal of Infectious Diseases , USA, v. 193, n.9, p. 1313-1322, 2006.

  • MOTTA, Ana Carolina Fragoso ; KOMESU, MC ; GRISI, Márcio Fernando de Moraes ; SOUZA, Cacilda da Silva ; Roselino AM ; MIGLIARI, Dante Antonio . Corticosteróide tópico oclusivo no tratamento de manifestações gengivais de doenças vesicobolhosas auto-imunes. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 81, p. 283-285, 2006.

  • Ferreira, Maíra Peres ; Roselino, Ana Maria Ferreira ; Nascimento, Margarida Maria Passeri ; AIRES, Juliana Machado ; FIGUEIREDO, José Fernando de Castro ; Roselino AM ; Roselino AM . Sensitivity of an immunoenzymatic test for detection of ant-L. brasiliensis antibodies compared to other tests used for the diagnosis of American cutaneous leishmaniasis. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo , v. 48, p. 215-217, 2006.

  • Rosatelli, T.B. ; Roselino, A.M. ; Dellalibera-Joviliano, R. ; Reis, M.L. ; Donadi, E.A. ; Roselino AM ; Roselino AM . Increased activity of plasma and tissue kallikreins, plasma kininase II and salivary kallikrein in pemphigus foliaceus (fogo selvagem). British Journal of Dermatology , Inglaterra, v. 152, p. 650-657, 2005.

  • JM, A. ; CHOCIAY, Maria Fernanda ; MMP, Nascimento ; JFC, Figueiredo ; Roselino AM . Maxadilan (MAX) - salivary protein of Lutzomyia longipalpis: detection of antibodies an ti-MAX in American tegumentar leishmaniasis (ATL), and genetic and protein expression of MAX in Lutzomyia neivai. Anais Brasileiros de Dermatologia, Rio de Janeiro, v. 80, n.Supl 3, p. S333-S338, 2005.

  • GARCIA, Flávio Catarino Barbosa ; RODRIGUES, Sandra da Silva ; CHOCIAY, Maria Fernanda ; MEDEIROS, Angela C Rapella ; Roselino AM . Subsidiary methods for the diagnosis of American tegumentar leishmanisis (ATL): comparison of sequencing of DNA and PCR-RFLP for identification of leishmania species in skin samples. Anais Brasileiros de Dermatologia, Rio de Janeiro, v. 80, n.Supl 3, p. S339-S344, 2005.

  • SOARES, M. J. V. ; MORAES, Julieta Rodini Engracia ; Roselino AM . Polymerase chain reaction in detecting Leishmania sp in symptomatic and asymptomatic seropositive dogs. Journal of Venomous Animals and Toxins Including Tropical Diseases (Online) , Botucatu, v. 11, n.4, p. 532-539, 2005.

  • Chiossi, M.P.V. ; Costa, R.S. ; Roselino, A.M.F. ; Roselino AM ; Roselino AM . Dermal dendritic cell number correlates with serum autoantibody titers in Brazilian pemphigus foliaceus patients. Brazilian Journal of Medical and Biological Research , Ribeirão Preto, SP, v. 37, n.3, p. 337-341, 2004.

  • SILVA, Lucienir M ; Roselino AM . Reações de hipersensibilidade a drogas (Farmacodermia). Medicina (Ribeirão Preto) , Ribeirão Preto, SP, v. 36, n.2/4, p. 460-471, 2004.

  • Roselino AM ; Zuccolotto, Isabela ; Roselino, Ana Maria ; Ramalho, Leandra Naira Zambelli ; Zucoloto, S?rgio ; Roselino AM . Apoptosis and p63 expression in the pathogenesis of bullous lesions of endemic pemphigus foliaceus. Archives of Dermatological Research (Print) , v. 295, p. 284-286, 2003.

  • Roselino AM ; Medeiros, A.C.R. ; Rodrigues, S.S. ; Roselino, A.M.F. ; Roselino AM . Comparison of the specificity of PCR and the histopathological detection of leishmania for the diagnosis of American cutaneous leishmaniasis. BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH , Salvador - BA, v. 35, n.4, p. 421-424, 2002.

  • Roselino AM . Letter to the Editor [Carta ao Editor]. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 77, p. 367-367, 2002.

  • CHIOSSI, Maria Paula Do Valle ; ROSELINO, Ana Maria F. ; Roselino AM ; Roselino AM . Endemic Pemphigus foliaceus ("Fogo selvagem"): a series from the Northeastern region of the State of São Paulo, Brazil, 1973-1998. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo , São Paulo - SP, v. 43, n.2, p. 59-62, 2001.

  • JB, R. ; Roselino AM . Hyper IgE, eosinophilia and immediate cutaneous hypersensitivity to insect antigens in the pruritic papular eruption of human immunodeficiency virus. Archives of Dermatology , v. 137, n.5, p. 672-673, 2001.

  • MPV, C. ; RS, C. ; Roselino AM . Titration of HG factor fixing C'3 in herpes gestationis associated with choriocarcinoma. Archives of Dermatology , v. 136, n.1, p. 129-130, 2000.

  • JB, R. ; FA, S. ; Roselino AM . Pruritic papular eruption of the acquired immunodeficiency syndrome: Predominance of CD8+ cells. International Journal of Dermatology , EUA, v. 39, n.11, p. 873-874, 2000.

  • Zeoti, D.M. ; Figueiredo, J.F.C. ; Chiossi, M.P.V. ; Roselino, A.M.F. ; Roselino AM ; Roselino AM . Serum cytokines in patients with Brazilian pemphigus foliaceus (fogo selvagem). Brazilian Journal of Medical and Biological Research , Ribeirão Preto, SP, v. 33, n.9, p. 1065-1068, 2000.

  • ALC, M. ; MA, Z. ; Roselino AM . Porphyria cutanea tarda in Brazilian patients: Association with hemochromatosis C282Y mutation and hepatitis C virus infection. American Journal of Gastroenterology, EUA, v. 95, n.12, p. 3516-3521, 2000.

  • JM, A. ; JB, R. ; JFC, F. ; Roselino AM . Cytokines in the pruritic papular eruption of HIV. International Journal of Dermatology , EUA, v. 39, n.12, p. 903-906, 2000.

  • CS, S. ; Roselino AM ; F, F. ; NT, F. . Lucio's phenomenon in Brazil: clinical and therapeutic aspects. International Journal of Leprosy and other Mycobacterial Diseases , EUA, v. 68, n.4, p. 417-425, 2000.

  • NT, F. ; MRO, R. ; Roselino AM ; EA, D. . Pitiríase liquenóide - Estudos clínicos e imunogenéticos. Revista Medicina, Ribeirão Preto-SP, v. 33, n.1, p. 32-36, 2000.

  • MLO, R. ; RS, C. ; CS, S. ; NT, F. ; Roselino AM . Nephrotoxicity attributed to Meglumine Antimoniate (Glucantine) in the treatment of generalized cutaneous leishmaniasis.. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 41, n.1, p. 33-37, 1999.

  • ALC, M. ; MG, V. ; Roselino AM ; JFC, F. ; DT, C. ; S, Z. . Abnormal uroporphyryn levels in chronic hepatitis C virus infection. Journal Clinical Gastroenterology, v. 29, n.4, p. 327-331, 1999.

  • ACR, M. ; Roselino AM . Leishmaniose tegumentar americana: do histórico aos dias de hoje. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 74, n.4, p. 329-336, 1999.

  • CS, S. ; MPV, C. ; MH, T. ; NT, F. ; Roselino AM . Pioderma gangrenoso: casuística e revisão de aspectos clínico-laboratoriais e terapêuticos. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 74, n.5, p. 465-472, 1999.

  • ML, R. ; S, M. ; JB, R. ; EA, D. ; Roselino AM . Kininogens and kallikrein in pruritic papular eruption. Immunopharmacology, v. 45, n.1-3, p. 115-120, 1999.

  • JB, R. ; CS, S. ; FA, S. ; NT, F. ; Roselino AM . Generalized cutaneous leishmaniasis in acquired immunodeficiency syndrome: a case report. Journal of the European Academy Dermatology and Veneorology, Irlanda, v. 10, n.1, p. 229-232, 1998.

  • MLO, R. ; CS, S. ; Roselino AM ; NT, F. . Psoríase e pseudo-hipoparatireoidismo. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 73, n.3, p. 229-231, 1998.

  • Roselino AM ; MGS, C. ; NT, F. ; IMB, G. ; MSA, O. ; JB, R. . Experimental Porphyria Cutanea Tarda and photosensitivity. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 73, n.1, p. 15-23, 1998.

  • Roselino AM ; CS, S. ; JM, A. ; LG, T. ; FA, S. ; MASL, V. ; NT, F. . Dermatomyositis and acquired Ichthyosis as paraneoplastic manifestation of ovarian tumor. International Journal of Dermatology , Inglaterra, v. 36, p. 611-614, 1997.

  • LK, C. ; LEA, T. ; Roselino AM ; JLP, C. ; JLP, M. . Esophageal Nikolsky's sign in Pemphigus Vulgaris. Endoscopy (Stuttgart) , v. 29, p. 35, 1997.

  • JB, R. ; AA, M. ; Roselino AM . Dermatoses among Brazilian HIV positive patients: correlation with the evolutionary phases of AIDS.. International Journal of Dermatology , Inglaterra, v. 36, p. 729-734, 1997.

  • Roselino AM ; FAA, M. ; CML, M. . Dermatofitoses: aspectos atuais de interesse a partir de investigações laboratoriais. Revista Brasileira de Dermatologia e Imunologia Dermatológica, Brasil, v. 5, n.1, p. 10-15, 1997.

  • FF, M. ; Roselino AM ; TS, M. ; CML, M. . Aspectos clínicos e micológicos de pele sã e lesada em transplantados renais. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 72, n.3, p. 231-236, 1997.

  • NT, F. ; MRO, R. ; VTA, L. ; MASL, V. ; Roselino AM . Entomophthoramycosis: Therapeutic success by using amphotericin B and terbinafine. Dermatology (Basel) , EUA, v. 193, p. 258-260, 1996.

  • Roselino AM ; AM, A. ; MA, H. ; BCS, C. ; CML, M. ; JB, M. ; RE, V. ; SL, A. ; SA, A. . A clinical epidemiologic study of alopecia areata at a paper factory. International Journal of Dermatology , EUA, v. 35, n.3, p. 181-184, 1996.

  • Roselino AM ; L, O. ; EA, D. ; NT, F. . Psoríase Eritrodérmica Congênita: evolução de 5 1/2 anos. Dermatologia, v. 2, p. 25-28, 1995.

  • AM, A. ; Roselino AM . Surto de Pênfigo Foliáceo Endêmico em instituição para menores, Batatais, SP, B rasil, 1988-1990. Medicina (Ribeirão Preto) , Ribeirão Preto-SP, v. 28, p. 44-50, 1995.

  • L, H. ; Roselino AM . Onde está a sífilis? Casuística do Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP, 1979-1994. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, v. 7, n.3, p. 13-16, 1995.

  • Roselino AM . Psoríase e HLA. Revista Brasileira de Dermatologia e Imunologia Dermatológica, v. 2, n.4, p. 28, 1995.

  • Roselino AM . Imunologia clínica da pele. Medicina (Ribeirão Preto) , v. 28, n.3, p. 529-544, 1995.

  • AM, A. ; Roselino AM ; NT, F. . Leprosy and HIV infection. International Journal of Leprosy and other Mycobacterial Diseases , v. 62, n.1, p. 133-135, 1994.

  • NT, F. ; MROR, S. ; VTA, L. ; MASL, V. ; Roselino AM . Entomophthoramycosis (Zigomicose): relato de caso. Revista Brasileira de Dermatologia e Imunologia, v. 1, n.4, p. 29-33, 1994.

  • Roselino AM ; AM, A. ; AA, M. ; NT, F. . Linfogranuloma venéreo: aspectos clínico-epidemiológicos. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 69, p. 275-278, 1994.

  • Roselino AM . Semiologia Cutânea: lesões elementares. Medicina (Ribeirão Preto) , Ribeirão Preto - SP, v. 27, n.1/2, p. 56-65, 1994.

  • Roselino AM ; AM, A. ; NT, F. ; VJ, L. ; EO, R. ; AG, F. . Renal transplantation in leprosy patients. International Journal of Leprosy and other Mycobacterial Diseases , v. 61, n.1, p. 102-105, 1993.

  • Roselino AM ; NT, F. ; LMZ, M. ; ES, T. ; M, E. F. ; AM, A. . Alopecia e Hipotireoidismo. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 68, n.2, p. 99-101, 1993.

  • LM, B. ; PMG, P. ; AM, U. ; Roselino AM ; MROR, S. ; LC, Z. ; RP, F. ; RT, P. ; N, H. . Prevalência e tipo de lesões ungueais em escolares de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 68, n.1, p. 15-16, 1993.

  • NT, F. ; CS, S. ; ES, T. ; Roselino AM ; MC, F. . Tolerância a la glucosa en enfermos de porfiria cutanea tardia. Dermatologia - Revista Mexicana, v. 35, n.2, p. 78-83, 1991.

  • Roselino AM ; FILHO, O, D. ; ES, T. ; NT, F. . Papulosis Bowenóide en imunocomprometidos. Medicina Cutanea - Ibero Latino Americana, v. 19, p. 161-163, 1991.

  • AA, M. ; ICB, C. ; Roselino AM ; ES, T. ; JFC, F. ; R, M. ; JC, C. . Histoplasmosis in individuals with Acquired Immunodeficiency Syndrome (AIDS): report o f six cases with cutaneous-mucosal invo lvement. Mycopathologia , v. 115, p. 13-18, 1991.

  • NT, F. ; Roselino AM ; FILHO, O, D. ; MAN, F. . Quantificação de uro e coproporfirinas urinárias em fotodermatoses. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 65, n.4, p. 167-170, 1990.

  • LM, B. ; N, H. ; PMG, P. ; AM, U. ; LC, Z. ; MROR, S. ; RP, F. ; RT, P. ; Roselino AM . Censo epidemiológico de lesões e afecções cutâneas em escolares de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Archivos Argentinos de Dermatologia, v. 40, n.1, p. 45-49, 1990.

  • AM, U. ; CS, V. ; MAA, A. ; ES, T. ; MH, T. ; Roselino AM ; MRO, R. ; NT, F. ; L, O. . Clinical Epidemiological and bacteriological survery of ecthyma among 2377 children (Ribeirão Preto, SP, Brazil). Revista Ibero-Americana de Dermatologia, v. 7, n.1, p. 15-15, 1988.

  • AM, U. ; C, S. ; MAA, A. ; ES, T. ; MH, T. ; Roselino AM ; MROR, S. ; NT, F. ; LO, Y. . Ectima: estudo clínico-epidemiológico e laboratorial em 2377 crianças. Anais Brasileiros de Dermatologia , v. 62, n.2, p. 79-84, 1987.

  • MJF, Brochado ; AA, Machado ; MMP, Nascimento ; SS, Rodrigues ; Roselino AM . Padronização da técnica de PCR para Mycoplasma pneumoniae em escarro de pacientes com infecção respiratória aguda atendidos em Ribeirão Preto-SP. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , Florianópolis, v. 38, n.Supl 1, p. 99-99, 2005.

  • JM, A. ; RS, C. ; Roselino AM . Penfigóide bolhoso para neoplásico associado a CEC: IFD positiva para C3 na ZMB da bolha, do CEC e da pele aparentemente sã. Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, v. 80, n.Supl 2, p. S109-S110, 2005.

  • GASPAR, Gilberto G ; SALGADO, Cleide R ; VIANA, Jaciara M ; PEREIRA, Taise N ; CARETA, Renata S ; COLARES, Jeová K B ; SERAFINI, Luciano N ; Roselino AM ; FONSECA, Benedito A L . Encefalite amebiana granulomatosa em paciente imunocompetente. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical , São Paulo, SP, v. 37, n.Supl 1, p. 424-425, 2004.

  • E, Faria ; SBRL, Ferrão ; JFC, Figueiredo ; Roselino AM ; R, Martinez ; TMP, Garcia . Histoplasmose disseminada com lesões cutâneas em paciente transplantado renal. Revista Panamericana de Infectologia , São Paulo, v. 6, n.Supl 1, p. 74-74, 2004.

  • MOTTA, Ana Carolina F ; TEDESCO, DC ; SOUZA, Cacilda da Silva ; Roselino AM ; KOMESU, MC ; GRISI, MFM ; MIGLIARI, DA . Gengivites descamativas: investigação clínica em 48 pacientes. Revista da Pós Graduação Faculdade de Odontologia Usp, São Paulo, SP, v. 10, n.3, p. 276-276, 2003.

  • MOTTA, Ana Carolina Fragoso ; GRISI, Márcio Fernando de Moraes ; SOUZA, Cacilda da Silva ; Roselino AM ; MIGLIARI, Dante Antonio . Penfigóide das membranas mucosas com comprometimento exclusivamente oral. Relato de um caso. Revista Periodontia , São Paulo, SP, v. 13, n.8, p. 44-44, 2003.

  • Roselino AM . [Correspondência] Epidemiologia molecular da leishmaniose tegumentar Americana (LTA). Anais Brasileiros de Dermatologia , Rio de Janeiro, RJ, v. 77, n.3, p. 367-367, 2002.

  • ACR, M. ; SS, R. ; Roselino AM . Otimização da Tipagem de L. (V.) Braziliensis e L. Mexicana Amazonensis por PCR. Jornal Brasileiro de Patologia , v. 37, n.4, p. 88, 2001.

  • CS, S. ; Roselino AM ; JFC, F. ; NT, F. . Lucio's phenomen: Report of Brazilian cases. International Journal of Leprosy, v. 69, n.2, p. S218-S218, 2001.

  • LH, L. ; Roselino AM ; AA, Q. ; EA, L. . Nitric oxide and cutaneous Graft versus Host disease.. J. Inv. Dermatol, v. 114, n.4, p. 836-836, 2000.

  • Roselino AM . Haemochromatosis C282Y/H63D mutations in porphyria cutanea tarda (PCT) in Brazilian patients. GED, v. 18, n.1, p. 30-30, 1999.

  • Roselino AM . Haemochromatosis C282Y and H63D mutations in porphyria cutanea tarda (PCT) in Brazilian patients.. GUT, v. 45, p. 147-147, 1999.

  • G.M., S. ; Roselino AM ; R, A. ; P.M.B.G, M. C. . Study of the alterations in the guinea pigs epidermis caused by the formulation containing high level of ascorbic acid.. Bollettino Chimico Farmaceutico, v. 138, n.2, p. 146, 1999.

  • EB, H. ; REF, R. ; AB, A. F. ; MG, V. ; JFC, F. ; Roselino AM ; SS, R. ; M, S. ; ADC, P. . Hepatite C associada à porfiria cutânea tardia (PCT) - Há resposta ao tratamento com Interferon?. Gastren - Edição Especial do Congresso, Salvador-BA, v. 1, p. 25-25, 1998.

  • JB, R. ; AA, M. ; Roselino AM . Dermatoses entre pacientes HIV-positivos no Brasil. Dermatologia, v. 2, p. 4-4, 1998.

  • Roselino AM ; AM, A. ; MA, H. ; BCS, C. ; CML, M. ; JB, M. ; RE, V. ; SL, A. ; SA, A. . Estudo clínico-epidemiológico da Alopecia Areata.. Colégio Ibero-Latino Americano de Dermatologia, v. 2, n.3, p. 5-5, 1997.

  • Roselino AM . Pênfigo foliáceo endêmico. Informativo Epidemiológico de Ribeirão Preto-IERP, Ribeirão Preto-SP, v. 11, p. 1-2, 1997.

  • MPV, C. ; CS, S. ; D, A. ; MLO, R. ; Roselino AM ; NT, F. . Quadro reacional da hanseníase assumindo aspecto linfangítico. Hanseníase Internationales, v. 22, p. 114, 1997.

  • Roselino AM ; CS, S. ; CA, S. ; NT, F. . Talidomida e controle do Eritema Nodoso necrotizante. Hanseníase Internationalis, Bauru-SP, v. 22, p. 127, 1997.

  • ACJ, F. ; C, S. ; MLO, R. ; Roselino AM ; NT, F. ; CS, S. . Síndrome imunológica atribuída ao uso de propiltiouracil. Hanseníase Internationales, v. 22, p. 122, 1997.

  • ALC, M. ; MG, V. ; Roselino AM ; JFC, F. ; ADC, P. ; IDT, S. . Alterações do metabolismo das porfirinas em portadores crônicos de anticorpos anti-HCV.. Revista Brasileira de Medicina, v. 53, p. 20-20, 1996.

  • LK, C. ; JLP, M. ; JE, B. ; LC, C. P. ; Roselino AM ; MS, C. . Aspectos endoscópicos do pênfigo vulgar no esôfago.. Revista Brasileira de Medicina , v. 53, p. 123-123, 1996.

  • Roselino AM ; NT, F. . Experimental porphyria cutanea tarda and photosensitivity. JEADV, v. 7, n.2, p. 189-189, 1996.

  • ALC, M. ; MG, V. ; Roselino AM ; JFC, F. ; ADC, P. ; IDT, S. ; MV, V. ; DT, C. . Alterações do metabolismo das porfirinas em portadores crônicos de anticorpos anti-HCV.. Revista Brasileira de Medicina , v. 53, p. 20, 1996.

  • VPL, F. ; Roselino AM . Lúpus Eritematoso Sistêmico com lesões mucocutâneas bolhosas. Relato de um caso.. Revista Brasileira de Reumatologia , v. 35, p. 523, 1995.

  • MG, V. ; Roselino AM ; JFC, F. ; ALC, M. . Alterações precoces das porfirinas em pacientes portadores crônicos de anticorpos anti-HCV.. GED, v. 14, n.4, p. 152, 1995.

  • ALC, M. ; MG, V. ; Roselino AM ; JFC, F. ; D, B. ; AJ, M. ; GM, D. . Associação entre a infecção pelo vírus da hepatite C (VHC) e porfiria cutânea tardia (PCT). Determinação do genótipo do VHC em 6 casos.. GED, v. 14, n.4, p. 152, 1995.

  • LK, C. ; JLP, M. ; Roselino AM ; MS, C. ; LEA, T. . Lesões esofágicas relacionadas ao Pênfigo Vulgar.. GED, v. 14, p. 33, 1995.

  • L, H. ; Roselino AM . Onde está a sífilis? Retrospectiva de 15 anos. Boletim Informativo Union, v. 20, n.79, p. 13, 1995.

  • JB, R. ; Roselino AM ; FA, S. . Análise dos aspectos clínicos, morfológicos e imunofenotípicos da erupção pápulo-prurítica associada ao HIV.. Revista Médica de Minas Gerais, v. 5, n.2, p. 28, 1995.

  • JB, R. ; AA, M. ; Roselino AM . Sífilis rapidamente progressiva em um paciente infectado pelo HIV. Boletim Informativo UNION, v. 19, n.75, p. 13, 1994.

  • AM, A. ; MA, H. ; SM, S. ; BC, S. ; CML, M. ; JB, M. ; RE, V. ; SL, A. ; Roselino AM . Estudo clínico-epidemiológico de Alopecia Areata em fábrica de papel.. Medicina (Ribeirão Preto) , Ribeirão Preto-SP, v. 27, n.1/2, p. 276-277, 1994.

  • DOLIVEIRA, R. L. ; Roselino AM ; AM, A. ; MASL, V. ; EA, D. ; NT, F. . Pitiríase Liquenóide: aspectos clínico-epidemiológicos de casos diagnosticados no Hospital das Clínicas da FMRP-USP entre 1978 e 1993.. Medicina (Ribeirão Preto) , Ribeirão Preto-SP, v. 27, n.1/2, p. 285, 1994.

  • AM, A. ; Roselino AM ; NT, F. . Tuberculóid leprosy associated with pulmonary tuberculosis. International Journal of Leprosy , v. 61, n.4, p. 30-30, 1993.

  • Roselino AM ; MRO, R. ; AM, A. ; NT, F. . Dapsone induced lupoid photodermatitis in leprosy. International Journal of Leprosy and Other Mycobacterial Diseases , v. 61, n.4, p. 31-31, 1993.

  • P.M.B.G, M. C. ; Roselino AM . Estudo da absorção "in vivo" das vitaminas A e E em preparações cosméticas para a pele.. Aerosol & Cosméticos (Encarte Técnico), São Paulo - SP, v. 13, n.76, p. 14, 1991.

  • CML, M. ; TS, M. ; ES, T. ; AM, U. ; PMG, P. ; Roselino AM . Infecções fúngicas simultâneas em paciente transplantado renal.. Revista de Microbiologia, v. 20, n.1, p. 346, 1989.

  • CML, M. ; TS, M. ; Roselino AM ; LO, Y. ; ES, T. ; PMG, P. . Cromomicose e paracoccidioidomicose: descrição do primeiro caso de infecção concomitante diagnosticado em Ribeirão Preto, SP.. Revista de Microbiologia, v. 20, n.1, p. 350, 1989.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Talhari A ; Machado P ; RIBEIRO, Raimunda Nonata ; Roselino AM ; Roselino AM . CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/MS/SCTIE/DECIT CT-SAÚDE/FNS - AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA TERAPÊUTICA E SEGURANÇA DA FARMACOTERAPIA NA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR?. 2008.

Roselino . [Projeto I - Recursos complementares para apoio à pesquisa - Pró Reitoria de Pesquisa-USP - verba complementar para pesquisa (R$3.000,00)] Papel da saliva de insetos hematófagos na fisiopatologia do pênfigo foliáceo endêmico (fogo selvagem). 2008.

Roselino . [APQ/FAPESP 2007/544416-2 (01/11/07 a 31/10/2009) - verba para pesquisa (R$303.276,56)] - Papel da saliva de insetos hematófagos na fisiopatologia do pênfigo foliáceo endêmico (fogo selvagem). 2007.

CRUZ, Andrezza Furquim da ; Roselino . [Associação Paulista contra a Hanseníase - Auxílio Pesquisa (R$6.000,00)] Expressão do gene da proteína transportadora de íons transmembrana-mntH-em M. leprae. 2007.

Roselino . [Projeto I - Recursos complementares para apoio à pesquisa - Pró Reitora de Pesquisa-USP Proc. 06.1.25628.1.9. - verba complementar para pesquisa (R$3.500,00 )] - Trombo-embolismo em pacientes com hanseníase multibacilar em tratamento com talidomida para reação tpo 2.. 2006.

BROCHADO, Maria José ; Roselino . [Associação Paulista contra a Hanseníase - Auxílio Pesquisa (R$6.000,00)] - Trombo-embolismo em pacientes com hanseníase multibacilar em tratamento com talidomida para reação tpo 2.. 2006.

Roselino . [Edital MCT/CNPq/MS-SCTIE-DECIT/CT-Saúde no. 35/2005 Porc. 400930/2005-6 Modalidade APQ (R$126.623,60)] - Trombo-embolismo em pacientes com hanseníase multibacilar em tratamento com talidomida para reação tpo 2.. 2005.

Roselino . Leishmaniose tegumentar no estado de São Paulo; epidemiologia com tçnicas de biologia molecular. 1994.

Roselino, AMF . Acurácia de exames não invasivos no diagnóstico da leishmaniose tegumentar americana: estudo clínico, revisão sistemática da literatura e meta-análise. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Roselino AM . Hanseníase. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Roselino AM . Infecções bacterianas. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Roselino AM . Infecções Bacterianas. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Roselino AM . Micoses Cutâneas. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Roselino AM . Estudo do metabolismo do triptofano e de porfirinas em ratos com dietas deficientes em zinco, em triptofano, niacina e piridoxina.. 1991 (Tese de Doutorado) .

Roselino AM . Concentração de zinco no plasma e na pele em alcoólatras com e sem pelagra e em não alcoólatras.. 1984 (Dissertação de Mestrado) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    A TÉCNICA DE PCR EM AMOSTRAS DE LINFA PODE AUXILIAR O DIAGNÓSTICO E A RESPOSTA AO TRATAMENTO DA HANSENÍASE?, Descrição: A hanseníase é causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, não cultivável, e de difícil detecção nos estágios iniciais da infecção e no caso de baixo índice bacilar. Ainda não há técnica padrão ouro para o diagnóstico etiológico da hanseníase, porém, técnicas moleculares têm auxiliado no diagnóstico das formas paucibacilares, além de permitir a identificação de mutações relacionadas à resistência medicamentosa. Tem-se por objetivos verificar a eficácia da PCR, convencional e em tempo real, com primers específicos para o gene MntH na identificação de M. leprae em 300 amostras de linfa coletada em papel de filtro, de pacientes nas formas paucibacilar e multibacilar, antes e após a poliquimioterapia. Em adição, as amostras de linfa de pacientes, pós-tratamento, que resultarem positivas na PCR para o gene MntH de M. leprae, serão submetidas a novas PCRs com primers para os genes folP1, rpoB e gyrA, relacionados à resistência à dapsona, rifampicina e fluoroquinolona, respectivamente. A detecção da mutação das sequências dos genes, relacionada à resistência, será confirmada pelo sequenciamento do produto da PCR.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Natália de Paula - Integrante.

  • 2011 - Atual

    RELAÇÃO DOS FATORES IMUNOGENÉTICOS E AMBIENTAIS NA ETIOPATOGÊNESE DOS PÊNFIGOS EM AMOSTRAGEM BRASILEIRA, Descrição: Relatos atuais confirmam modificações clínico-epidemiológicas relacionadas ao aumento da incidência do pênfigo vulgar (PV) em áreas endêmicas para o pênfigo foliáceo (PF), que passa a afetar também indivíduos mais jovens, configurando o PV endêmico. Fatores genéticos, especialmente relacionados às moléculas HLA de classe II ?DR e ?DQ, aliados a fatores ambientais, como vírus, metais pesados e insetos, no caso do PF, e pesticidas no PV são implicados na susceptibilidade à doença. Entretanto, a literatura é desprovida de estudos epidemiológicos abrangentes, configurando somente relatos esporádicos. O presente projeto tem como principal objetivo relacionar fatores imunogenéticos e fatores ambientais à etiopatogênese do PV e PF. Este projeto temático é composto por 6 subprojetos, que contemplam os objetivos específicos: (1) Análise de fatores imunogenéticos: prevalência de anticorpos anti-desmogleína (Dsg) 1 e anti-Dsg3; e de HLA de classe II -DR e ?DQ em amostras de pacientes com PV e PF, familiares e vizinhança; e estudo das células T reguladoras em pacientes com PV e PF, comparados a controles; (2) Análise de fatores ambientais: relação dos títulos de anticorpos e do antígeno de vírus causadores de doenças humanas - HSV-1 e 2, e vírus da dengue; soroprevalência de anticorpos contra vírus carreados por insetos hematófagos (arbovírus), causadores da doença vesicular em gado bovino e caprino - vesículovirus Indiana e New Jersey -, e vírus Piry; e prevalência da exposição a pesticidas e metais pesados em amostras de pacientes com PV e PF, familiares e vizinhança, e sua relação com o aqüífero Guarani e os rios Moji-Guaçu e Pardo. Os subprojetos contemplam análises clássicas de prevalência de auto-anticorpos contra desmogleínas e de determinação do HLA, cujos resultados serão fundamentais para a análise dos resultados dos demais subprojetos. Em relação à determinação da soroprevalência para os vírus do herpes simplex e da dengue, e a exposição a pesticidas e metais pesados. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador.

  • 2006 - Atual

    Proteínas salivares de insetos hematófagos na fisiopatologia do pênfigo foliáceo, Descrição: O pênfigo foliáceo endêmico (PFE) ou Fogo Selvagem caracteriza-se pela presença de auto-anticorpos IgG4 que se ligam aos ectodomínios da desmogleína 1 (Dsg1), determinando acantólise e conseqüente formação de bolhas na epiderme. É endêmica em alguns estados do país, incluindo a região nordeste de São Paulo. A ocorrência familiar e relatos da exposição à picada de insetos hematófagos têm implicado fatores genéticos e ambientais como participantes no desencadeamento da doença. Desde 1942, verifica-se a presença de insetos Simulium sp. em áreas endêmicas da doença. Dados do nosso grupo, que apontam a presença de anticorpos IgG contra maxadilan - proteína salivar dos flebótomos Lutzomyia longipalpis e L. neivai - no soro de pacientes com FS, tornam este projeto promissor, uma vez que extratos salivares de S. vittattum possuem proteína vasodilatadora análoga ao maxadilan, além de confirmarem a presença de antígenos imunizantes nos extratos salivares de insetos hematófagos. Tais evidências, aliadas ao encontro de anticorpos anti-Dsg1 em indivíduos saudáveis de regiões endêmicas, reforçam a hipótese do envolvimento de um agente ambiental (além da predisposição genética) na produção de anticorpos que, por sua vez, apresentariam reação cruzada com a Dsg1, desencadeando a doença auto-imune em uma fase mais tardia à exposição às picadas de insetos hematófagos. Portanto, há que se estabelecer a relação entre presença de anticorpos anti-proteínas salivares de hematófagos e auto-anticorpos anti-Dsg1, além de se comprovar em modelo experimental a ação da saliva na fisiopatologia do PFE. A sensibilização a antígenos salivares de insetos será medida no paciente com PFE por prick e patch test. As respostas humoral e celular contra proteínas salivares de Lutzomyia sp. e Simulium sp. serão constatadas por técnicas de Elisa, CIE, dot blot, immunoblotting, e cultura de monócitos periféricos. Animais serão injetados com soro anti-proteínas salivares, produzido em coelhos, guardando semelh. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / José fernando de Castro Figueiredo - Integrante / Sandra Silva Rodrigues dos Santos - Integrante / Olivia M. Kim - Integrante / Margarida Passeri - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro / Projeto I - Pró Reitoria de Pesquisa - USP - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2006 - Atual

    Amplificação e expressão do gene da proteína transportadora de íons ? mntH ? em Mycobacterium leprae e sua correlação com a tipificação do bacilo e com as formas clínicas da hanseníase, Descrição: A hanseníase, causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, é uma doença endêmica no Brasil, responsável pelo acometimento da pele e dos nervos periféricos. Ainda hoje, as formas clínicas da doença têm sido atribuídas à resposta individual imunológica do hospedeiro frente ao bacilo M. leprae, provavelmente porque ainda seja de difícil cultivo. Alguns patógenos apresentam polimorfismos genéticos múltiplos, que lhes conferem fatores variáveis de virulência. A expressão do gene Nramp1, por exemplo, confere resistência a S. typhimurium (Ity), L. donovani (Lsh) e M. bovis (Bcg) em camundongos, e este gene compartilha 84% de homologia com o gene SLC11A1 humano expresso na membrana do lisossomo de macrófagos. A identificação de Nramp homólogos como, por exemplo, o gene mntH, tem reforçado a importância central da homeostase de íon metal na imunidade, podendo estar associado à resistência do hospedeiro contra o patógeno e à patogenicidade do microorganismo. Em bactérias, a homologia de 37% do gene mntH com o Nramp1 humano sugere competição, entre o hospedeiro e o bacilo, por substância comum essencial para a sobrevivência do microorganismo. Assim, nos propomos a identificar e tipificar o agente causador da hanseníase em amostras de sangue e de pele de pacientes com o diagnóstico confirmado de hanseníase, nas distintas formas clínicas apresentadas, por PCR-RFLP e seqüenciamento de DNA; amplificar o gene mntH nas amostras identificadas como M. leprae; identificar possíveis polimorfismos existentes no gene mntH e associá-los à forma clínica da hanseníase apresentada pelo paciente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Andrezza Furquim da Cruz - Integrante / Sandra Silva Rodrigues dos Santos - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Trombo-embolismo na hanseníase: anticorpos antifosfolípides e polimorfismo genético da beta 2 glicopreteína 1, Descrição: A hanseníase, infecção crônica causada pelo bacilo álcool ácido resistente Mycobacterium leprae, afeta a pele e nervos periféricos, e é endêmica no Brasil. O paciente com hanseníase (H), em especial nas formas dimorfa (D), Virchowiana (V), DV e Dimorfa Tuberculóide (DT), pode apresentar, durante a evolução da doença, estados reacionais, denominados tipo 1 ou tipo 2, de acordo com sua resposta imunológica frente ao bacilo M. leprae e frente à resposta terapêutica. A reação tipo 2 ou eritema nodoso hansênico (ENH) merece destaque pelas manifestações de ordem sistêmica apresentadas por esses doentes, podendo também se manifestar como quadro inicial, por ocasião do diagnóstico da hanseníase, e até anos após o término do tratamento poliquimioterápico preconizado pela OMS. Por ocasião da reação tipo 2, a talidomida pode ser prescrita, propiciando excelente controle terapêutico. Doentes com hanseníase podem apresentar anticorpos anti-fosfolípides, que estimulam a cascata de coagulação, tais como: anticorpos anticardiolipina (ACA), inibidor lúpico (IL) e anticorpos anti-beta glicoproteína I (2GPI) embora não seja descrita a concomitância da síndrome anti-fosfolípide (SAF), constituída por fenômenos trombo-embólicos (FTE). Nos últimos anos, nossa casuística apontou seis pacientes adultos com HD, HDV e HV que apresentaram FTE. Esses pacientes encontravam-se em reação tipo 2, fazendo uso de talidomida e prednisona; excetuando-se um deles. FTE atribuído ao uso de talidomida tem sido descrito em pacientes com mieloma múltiplo e, um único relato, em hanseníase com ENH. A partir da indagação do porquê da manifestação de FTE em alguns pacientes hansênicos multibacilares em uso de talidomida, temos por objetivos realizar: a descrição pormenorizada dos 6 pacientes com hanseníase e FTE, relacionando aspectos clínicos, laboratoriais e terapêuticos; dosar AAN (anticorpos anti-núcleo), ACA, IL e anticorpos anti-2GPI em pacientes com as formas DT, D, DV e V de forma prospectiva,. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Paulo Louzada Jr - Integrante / José fernando de Castro Figueiredo - Integrante / Marco A Zago - Integrante / Maria José Brochado - Integrante / Nascimento MMP - Integrante / Sandra Silva Rodrigues dos Santos - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro / Fundação Paulista Contra Hanseníase - Auxílio financeiro / Projeto I - Pró Reitoria de Pesquisa - USP - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2003 - Atual

    Polimorfismo genético da NRAMP1 na leishmaniose tegumentar e na hanseníase em amostra populacional brasileira, Descrição: A leishmaniose tegumentar americana (LTA), causada por L. (V.) braziliensis e L. (L.) amazonensis, é autóctone na região nordeste de São Paulo, apresentando-se nas formas cutânea e mucosa. Dentro do espectro da LTA ? formas cutâneas e mucosa ?, há indicação de que alguns indivíduos são resistentes (ou suscetíveis) à evolução para um dos pólos da doença. Na presença do patógeno, macrófagos ativados secretam citocinas pró-inflamatórias, que estimulam a imunidade adaptativa mediada por células Th1. IFN-, liberado por linfócitos efetores, ativa a produção de óxido nítrico pelos macrófagos que promovem a morte das formas amastigotas. Quando ocorre predomínio da resposta Th2 e liberação das citocinas IL-4, IL-10 e TGF-, assim como de TNF-, o parasita não é eliminado pois as células apresentadoras de antígenos não são ativadas. É possível, pois, que a maior ou menor expressão dos genes relacionados a essa resposta influencie no desfecho da infecção. Adicionalmente, a expressão do gene Nramp1 confere resistência a S. typhimurium (Ity), L. donovani (Lsh) e M. bovis (Bcg) em camundongos, e este gene compartilha 84% de homologia com o gene SLC11A1 humano. Embora haja relatos de associação de polimorfismos desse gene a doenças auto-imunes e infecciosas, estudos que descrevem associação de polimorfismos genéticos com a leishmaniose são ainda inconclusivos. Assim, nós propomos avaliar a possível associação de polimorfismos de genes relacionados com a resistência à infecção (SLC11A1), e respostas imunes e inflamatórias (TNF-, TNF-, IL1Ra, IL-6, IL10, CD31, CD54), receptores de Fc, MBL e mieloperoxidase com a suscetibilidade e a evolução clínica da doença. Para isso serão comparados três grupos de indivíduos: a) doentes com as formas cutânea, mucosa ou cutâneo-mucosa de leishmaniose, b) portadores assintomáticos, c) controles normais (doadores de sangue) e afetados por outras dermatoses, pareados por idade, sexo e origem étnica. Os polimorf. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Marco A Zago - Integrante / Maria Fernanda Chiossi - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2002 - 2007

    Comparação dos exames subsidiários para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar com ênfase em PCR-RFLP, Descrição: Uma vez padronizada a técnica de PCR para o diagnóstico etiológico da leishmaniose tegumentar, temos por objetivos comparar a co-positividade e co-negatividade da PCR com a intradermorreação de Montenegro, com a imunofluorescência indireta para leishmaniose e com a presença da leishmania na biópsia de pele. Também esses exames serão comparados com dados epidemiológicos, como região proveniente, tempo de lesão, forma clínica, assim como com a espécie identificada por PCR-RFLP.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Flavio C Garcia - Integrante., Financiador(es): Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2001 - 2012

    Resposta à proteína maxadilan na leishmaniose tegumentar, Descrição: Tem-se o conhecimento que proteínas salivares de flebótomos atuam como anticoagulantes e imunossupressoras no local da picada. Entre elas, a proteína salivar do flebótomo Lutzomyia longipalpis, maxadilan, de 7,5kDa, vem sendo utilizada em modelos experimentais, mostrando que, quando aplicada previamente à inoculação de leishmania, confere resposta imune ao animal. Recentemente, foi aventada a hipótese de se utilizar proteína salivar de flebótomo como vacina para leishmaniose. Sendo assim, como a leishmaniose tegumentar é endêmica na região nordeste de SP, temos estudado a formação de anticorpos anti-maxadilan, cujos resultados mostram aumento de anti-max na LTA. Prosseguindo, estamos verificando a presença de gene para a expressão de max no vetor da leishmaniose tegumentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / José fernando de Castro Figueiredo - Integrante / Ethan Lerner - Integrante / Juliana Aires - Integrante / Velmuri Reddy - Integrante., Financiador(es): Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 1997 - 2002

    Participação das citocinas na fisiopatologia do pênfigo foliáceo (PF). Modelo experimental de PF em C57BL/6 knockout em citocinas., Descrição: Após a observação do aumento da IL-12 no soro de pacientes com pênfigo foliáceo, passamos a verificar a formação de bolha acantolítica em camundongos C57BL/6 knochout em citocinas. Resultados iniciais apontam para a não essencialidade da IL-12 para a formação da bolha.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Roberto da Silva Costa - Integrante / Eduardo Ruas Batista - Integrante / Cristina R A Pereira - Integrante / Denise M Zeoti - Integrante / Sandra Silva Rodrigues dos Santos - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 3

  • 1995 - 2006

    Fisiopatologia da lesão cutânea na porfiria cutânea tardia (PCT). Mastócitos na PCT humana e experimental., Descrição: O diagnóstico de porfiria cutânea tardia (PCT) vem aumentando devido à sua associação com HIV e hepatites B e C. Em modelo experimental com BHC, constatamos aumento de mastócitos nos ratos porfíricos e, entre esses, nos irradiados com luz ultravioleta. Continuando nessa linha, agora em pacientes com PCT, constatamos, por análise morfométrica, aumento do no. de mastócitos e de células que expressam TGF-beta na pele lesada em relação à pele aparentemente normal exposta ao sol. Como houve correlação direta entre mastócitos e células que expressaram TGF-beta, estamos padronizando dupla marcação histoquímica para confirmação de que os mastócitos expressam maior quantidade de TGF-beta na PCT.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Glalcyara lançoni - Integrante / Roberto da Silva Costa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 3

  • 1994 - 2005

    Epidemiologia molecular da leishmaniose tegumentar no nordeste de SP, Descrição: A leishmaniose tegumentar é endêmica na região nordeste de SP. Os exames laboratoriais representam positividade baixa para o diagnóstico. Sendo assim, implantamos a técnica de PCR para seu diagnóstico. Após sequenciamento do produto da PCR e restrição enzimática, constatamos presença de L. (V.) braziliensis e de L. (L.) amazonensis na região citada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Angela C Rapella Medeiros - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 5

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante.Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2005 - Atual

    Padronização e formulação do custo da PCR-RFLP em imprint de biópsia em papel de filtro para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A leishmaniose tegumentar Americana (LTA), nas formas cutânea ou mucosa, é endêmica no Brasil.1-3 Nos últimos anos, o Ministério da Saúde registrou média de 35.000 casos novos de LTA em praticamente todos os estados do país, sendo que, no estado de São Paulo (SP), dados do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual de Saúde / SP mostram que, de 1988 a 2002, seu coeficiente de incidência aumentou de 0,92 para 1,42.1,4 No nordeste do estado de SP, incluindo a cidade de Ribeirão Preto, a LTA é autóctone, tendo sido por nós identificadas as espécies L. (V.) braziliensis e L (L.) amazonensis em amostras de pele ou de mucosa de pacientes com LTA.5 O diagnóstico da LTA, além dos aspectos clínicos, é complementado pela intradermorreação de Montenegro (IRM), que é positiva em 84 a 100% dos casos; pelo encontro de formas amastigotas de leishmania em 52% de biópsias cutâneas, achado esse inversamente proporcional ao tempo de duração da lesão; pela reação sorológica de imunofluorescência indireta (RIFI), que apresenta resultados variáveis na LTA, quer pela baixa antigenicidade do parasita, quer pelos baixos níveis de anticorpos circulantes, além de sofrer reação cruzada com a forma visceral (calazar) e com a Doença de Chagas; e pela PCR (polymerase chain reaction).2,6-8 A PCR representa, sem dúvida, o melhor método laboratorial atualmente empregado para o diagnóstico etiológico da leishmaniose. Em nosso laboratório, tem mostrado sensibilidade de 81,5 a 94,95% em amostras congeladas cutâneo-mucosas, de acordo com o par de primers utilizado.7,9 Uma vez obtido o fragmento amplificado de DNA por PCR, comum a todas leishmanias, seu sequenciamento auxilia a identificação da espécie. Porém, mais recentemente, empregando enzimas de restrição, pelo método PCR-RFLP (PCR-restriction fragment lenght polymorphism), tem-se identificado as espécies de leishmanias de forma mais rápida e econômica.10-12 Além de amostras cutâneo-mucosas, a PCR também vem sendo utilizad. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Ana Maria Ferreira Roselino - Coordenador / Sandra da Silva Rodrigues - Integrante / Raimunda Nonata Ribeiro - Integrante / Sinésio Talhari - Integrante / Stella Felippe de Freitas - Integrante., Número de orientações: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

1o. lugar Prêmio Prof. Dr. Newton Alves Guimarães-Penfigoide Bolhoso e Demência: Relação com BDNF., SBD - 72o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

2016

3o. lugar na categoria Investigação P13-Anticorpos contra desmogleína 2 estão presentes em amostras de pacientes com pênfigo foliáceo e pênfigo vulgar, e em familiares e controles de região endêmica., XXXIV RADLA BRASIL.

2014

Prêmio "Médica Atualizada" em Educação Médica Continuada em Dermatologia, Sociedade Brasileira de Dermatologia.

2008

1o. lugar Prêmio Márcio Lobo Jardim em investigação-Polimorfismo do gene b2GP1 pode justificar a gênese de anticorpos anti-b2GP1 na hanseníase multibacilar, SBD/63o. Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

2008

1o. lugar prêmio - Melhor caso clínico - Os Distritos Dermatológicos apresentando suas experiências, SBD-RESP / 6o. CEMC-D.

2007

Scholarship grant under the International Scholarship Program 65th Annual Meeting of the American Academy of Dermatology, 18th World Congress of Dermatology Fund.

2005

Prêmio Prof. Dr. Diltor Vladimir Opromolla-Melhor Investigação Científica (1o. lugar) - Maxadilan (MAX)-proteína salivar de Lutzomyia longipalpis na LTA, SBD / 60o. Congresso de Dermatologia.

2005

1o. lugar Prêmio Prof. Dr. Abrahão Rotberg Concurso Certificado Área de Atuação em Hansenologia, Sociedade Brasileira de Hansenologia / 10o. Congresso Brasileiro de Hansenologia.

2003

Melhor Trabalho Científico - Pôster de Investigação: Pênfigo foliáceo em camundongo C57BL/6 knockout em IL-12: Acantólise independe de IL-12, SBD / 58o. Congresso Brasileiro de Dermatologia.

2002

1o. lugar Prêmio categoria Investigação, com o pôster: Marcadores imunohistoquímicos de prognóstico de melanoma. Taborda TCS, Vilar NA, Arruda D, Roselino AMF, Souza CS., SBD / 57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia, Porto Alegre, RS..

2002

3o. lugar Prêmio categoria Trabalho de Investigação: Apoptose e p63 na patogênese do pênfigo foliáceo endêmico. Zuccolotto I, Roselino AMF, Ramalho LNZ, Zucoloto S., Laboratório La Roche-Posay / 57o. Congresso Brasileiro de Dermatologia, Porto Alegre, RS..

2000

1o. lugar Prêmio em Pesquisa Ciência Básica, com o pôster: Participação das células dendríticas na fisiopatologia do pênfigo foliáceo endêmico. Chiossi MPV, Costa RS, Roselino AMF., SBD / 55 Congresso Brasileiro de Dermatologia, Salvador, BA..

1998

1o. lugar Prêmio Galderma Talento na Dermatologia: Experimental porphyria cutanea tarda and photosensitivity. Roselino AMF, Goulart IMB, Rosatelli JB, Cunha MGS, Oliveira MSA, Foss NT., Laboratório Galderma / 53o. Congresso Brasileiro de Dermatologia, Blumenau, SC..

1998

1o. lugar Prêmio em Pesquisa Ciência Básica, com o pôster: Evolução da titulação de C'3 sérico fixado em zona da membrana basal em herpes gestacional associado à coriocarcinoma. MPV Chiossi et al., SBD / 53 Congresso Brasileiro de Dermatologia, Blumenau, SC..

1995

VIII Prêmio SEPACO de Saúde Ocupacional "Dr Fadlo Haidar" - 1o. lugar. Alopecia areata em trabalhadores de uma indústria de celulose e papel., SEPACO, São Paulo.

1983

Prêmio "Ramos e Silva": Estudo clínico-epidemiológico e bacteriológico de ectima em 2377 crianças de parques infantis (Ribeirão Preto, Sp-março/abrl/1983). Roselino-Ribeiro AMF, Uthida AMU, Vernin CS., XXXVIII Congresso Brasileiro de Dermatologia e Alcon Laboratórios do Brasil.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica. , Av. Bandeirantes, 3900, Monte Alegre, 14049-900 - Ribeirao Preto, SP - Brasil, Telefone: (16) 36022715, Fax: (16) 36330236, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2011 - Atual

Faculdade de Medicina de Ribeirao Preto - USP

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

1982 - Atual

Universidade de São Paulo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, MS-5, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professora Associada, Divisão de Dermatologia, Departamento de Clínica Médica, FMRP/USP.

Atividades

  • 01/2005

    Outras atividades técnico-científicas , SBD / Anais Brasileiros de Dermatologia, SBD / Anais Brasileiros de Dermatologia.,Atividade realizada, Conselho Editorial dos Anais Brasileiros de Dermatologia.

  • 01/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da Revista Medicina, FMRP/USP, HCRP e Centro Acadêmico Rocha LIma.

  • 01/2005

    Outras atividades técnico-científicas , Hc Fm Usp, Hc Fm Usp.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da Revista Clínicas do HC-FMUSP.

  • 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, SBD, .,Cargo ou função, Delegado SBD-Nacional - suplente.

  • 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, RESP-SBD, .,Cargo ou função, Conselho Deliberativo da SBD-RESP - Membro titular.

  • 01/2004

    Ensino, Fisioterapia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Dermatologia e Cirurgia Plástica (RCG-3019) - Coordenadora

  • 01/2004

    Outras atividades técnico-científicas , CNPq, CNPq.,Atividade realizada, Assessoria.

  • 01/2004

    Outras atividades técnico-científicas , British Journal Of Dermatology, British Journal Of Dermatology.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" do British Journal of Dermatology.

  • 01/2004

    Outras atividades técnico-científicas , Revista Latino Americana de Enfermagem, Revista Latino Americana de Enfermagem.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da Revista Latino-Americana de Enfermagem.

  • 01/2004

    Outras atividades técnico-científicas , Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo.,Atividade realizada, Assessoria.

  • 01/2004

    Outras atividades técnico-científicas , Editora Unicamp, Editora Unicamp.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da Editora UNICAMP.

  • 01/2003

    Outras atividades técnico-científicas , Ars Veterinaria Revista de Medicina Veterinária e Zootecnia, Ars Veterinaria Revista de Medicina Veterinária e Zootecnia.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da ARS Veterinaria.

  • 01/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, FMRP-USP, .,Cargo ou função, Representante [Suplente] dos Professores Associados junto à Congregação - FMRP-USP.

  • 11/2002

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Cargo ou função, Representante [Titular] dos Professores Associados no Conselho do Departamento de Clínica Médica.

  • 01/2002

    Outras atividades técnico-científicas , Brazilian Journal of Medical and Biological Research, Brazilian Journal of Medical and Biological Research.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" do Brazilian Journal of Medical and Biological Research.

  • 01/2000

    Outras atividades técnico-científicas , FAPESP, FAPESP.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" da FAPESP.

  • 01/1998

    Outras atividades técnico-científicas , Área de Pós Graduação Fármacos e Medicamentos, Área de Pós Graduação Fármacos e Medicamentos.,Atividade realizada, Asessoria "ad hoc" da ärea de Pós Graduação Fármacos e Medicamentos - FCFRP-USP.

  • 03/1994

    Ensino, Medicina (Clínica Médica), Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Métodos citológicos (RCM-5773), Tópicos avançados em Clínica Médica (RCM-5768), Porfirias e mecanismos de fotossensibilização (RCM-760) - Coordenadora

  • 01/1994

    Direção e administração, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Cargo ou função, Coordenadora do Laboratório de Biologia Molecular Divisão de Dermatologia.

  • 01/1994

    Treinamentos ministrados , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Treinamentos ministrados, Laboratório de Biologia Molecular - treinamento a alunos de graduação, pós e técnicos de laboratório

  • 01/1990

    Outras atividades técnico-científicas , SBD / Anais Brasileiros de Dermatologia, SBD / Anais Brasileiros de Dermatologia.,Atividade realizada, Assessoria "ad hoc" dos Anais Brasileiros de Dermatologia.

  • 11/1986

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Cargo ou função, Preceptoria da Residência Médica em Dermatologia HC/FMRP/USP.

  • 01/1984

    Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Serviço realizado, Laboratório de Biologia Molecular - Responsável pela implantação de PCR para o diagnóstico etiológico da leishmaniose e micobacterioses.

  • 03/1982

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Linhas de pesquisa

  • 01/1982

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio em Clínica Médica II (RCG-502), Estágio em Clínica Médica I (RCG-509), Dermatologia Clínica (RCG-568) - Estágio Optativo (Coordenadora), Dermatologia (RCG-447), Semiologia Geral (RCG-314)

  • 01/1982

    Extensão universitária , Hc Fm Usp, Divisão de Dermatologia.,Atividade de extensão realizada, Orientação aos Residentes de Dermatologia [Preceptoria].

  • 01/2002

    Ensino, Patologia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, RPA-5742 - Pesquisa de Leishmania sp em tecido

  • 10/2000 - 10/2002

    Conselhos, Comissões e Consultoria, HCFMRP-USP, .,Cargo ou função, Membro Efetivo da Comissão de Ética Médica - HC/FMRP/USP.

  • 04/2001 - 05/2001

    Estágios , Harvard Medical School, Cutaneous Biology Research Center.,Estágio realizado, Cutaneous Biological Research Center, MGH, Harvard Medical School, Boston, MA, USA.

  • 03/1994 - 07/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Departamento de Clínica Médica.,Cargo ou função, Membro Titular da Comissão de Pós Graduação do Departamento de Clínica Médica.

  • 04/1997 - 03/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, FMRP-USP, .,Cargo ou função, Representante [Titular] dos Professores Doutores na Congregação da FMRP/USP.

  • 04/1997 - 03/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, FMRP-USP, .,Cargo ou função, Membro Titular da Comissão de Corpo Docente (CCD) da FMRP/USP.

  • 08/1987 - 05/1997

    Conselhos, Comissões e Consultoria, HCFMRP-USP, .,Cargo ou função, Membro Titular da Comissão de Análise de Prontuários e Óbitos (CAPO) - HC/FMRP/USP.