Natalia Pinheiro Scantamburlo

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005), pós- graduação em Residência em Saúde da Família e Comunidade pelo Grupo Hospitalar Conceição (2008) e Residência de Gestão e Formação em Saúde mental pela Escola de Saúde Pública ESP/RS (2009). Especialista em Terapia Relacional Sistêmica pela instituto Familiare (2012) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina -UFSC (2013). Atua principalmente na área de Relacionamentos Humanos, Psicologia da Saúde, Terapia Familiar e Serviços de saúde.

Informações coletadas do Lattes em 29/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Psicologia

2011 - 2013

Universidade Federal de Santa Catarina
Dra Carmen leontina Ojeda Ocampo Moré.Coorientador: Dra Maria Aparecida Crepadi. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Palavras-chave: Violência conjugal; Violência familiar; Violência psicológica.

Especialização em Curso de Formação em Terapia Relacional Sistêmica

2006 - 2012

Familiare Instituto Sistêmico
Orientador: Drª Carmen Leontina Ojeda Ocampo Moré

Especialização em Terapia de Família e Casal

2009 - 2009

DOMUS - Centro de Terapia de Casal e Família
Orientador: N/A
Bolsista do(a): Domus.

Especialização em Gestão e Formação em Saúde mental

2009 - 2009

Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (RS)
Bolsista do(a): Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (RS), ESP-RS, Brasil.

Especialização em Residência Integrada em saúde

2007 - 2009

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO
Orientador: Carmen Fernandes
Bolsista do(a): Ministério da Saúde.

Graduação em Psicologia

2000 - 2005

Universidade Federal de Santa Catarina

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2010 - 2010

IV Curso de Atualização em Psicopatologia. (Carga horária: 14h). , Instituto de Psiquiatria - AMBULIN - USP/HC.

2009 - 2009

Curso de redução de danos em Saúde indígena. (Carga horária: 24h). , Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul.

2009 - 2009

gestão em saúde: pensamento estratégico. (Carga horária: 39h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2007 - 2007

Atualização em HIV/AIDS. (Carga horária: 4h). , Hospital Nossa Senhora da Conceição.

2006 - 2006

Compreensão dos Mitos na Terapia Familiar. (Carga horária: 6h). , Familiare Instituto Sistêmico.

2006 - 2006

Oficina Regional da Abep Psicologia e Saúde Públic. (Carga horária: 14h). , Associação Brasileira de Ensino de Psicologia.

2005 - 2005

Humanizando o Processo do Nascimento Novas Perspec. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2005 - 2005

Capacitação Em Atenção Humanizada Ao Recém Nascido. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2005 - 2005

Aspectos Psicológicos da Amamentação. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2005 - 2005

17 Curso de Manejo e Promoção do Aleitamento Mater. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2005 - 2005

Dores e Defesas da Criança Dentro de Mim. (Carga horária: 8h). , Amigas do Psicodrama.

2004 - 2004

Curso de Capacitação Em Psicologia Hospitalar. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2004 - 2004

Cuidando da Família no Processo de Nascimento. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.

2002 - 2002

Introdução a Gestalt Terapia Bases Teórico Vivenci. (Carga horária: 24h). , Centro de Estudos E Atividades Gestálticas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Saúde da Família e Comunidade.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: PSICOLOGIA DA SAÚDE.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Congresso catarinense Psicologia : Ciência e Profissão. Transmissão intergeracional na pespectiva sistêmica. 2011. (Congresso).

Seminário Nacional Violência: uma epidemia silenciosa. 2008. (Seminário).

III Jornada de produção Científica da Residência em saúde do GHC-RIS/GHC. 2007. (Outra).

58 Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência-SBPC. 58 Reunião Anual sa Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência-SBPC. 2006. (Congresso).

II Congresso Brasileiro psicologia: Ciência e Profissão. A importância da rede social de apoio no nascimento dos filhos. 2006. (Congresso).

II Encontro Regional da ABEP/SC.II Encontro Regional da ABEP/SC. 2006. (Encontro).

V Congreso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitala. V Congreso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar: da prática clínica à construção de conhecimento científico.. 2005. (Congresso).

17 Curso de manejo e promoção do aleitamento materno.17 Curso de manejo e promoção do aleitamento materno do hospital Universitário. 2005. (Seminário).

Cuidando da Família no Processo do Nascimento.V Jornada Científica da maternidade do Hospital Universitário. 2005. (Encontro).

Humanizando o processo de nascimento: Novas perspectivas.Humanizando o processo do nascimento: Novas perspectivas. 2005. (Encontro).

Workshop.Dores e defesas da criança desntro de mim. 2005. (Outra).

Seminário de psicologia Jurídica.Seminário de Psicologia Jurídica. 2004. (Seminário).

I Congesso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão. I Congesso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão. 2002. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

ROSA, J. M.;Scantamburlo, Natalia Pinheiro; FOSSI, L. B.. Curso de saúde mental em hospital geral. 2009. Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul.

ROSA, J. M.;Scantamburlo, Natalia Pinheiro; FOSSI, L. B.. Comissão Científica do VII Encontro Estadual de Saúde Mental. 2009. Secretaria do Estado do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Aparecida Crepaldi

Significados atribuídos à violência conjugal na perspectiva dos casais; 2013; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Maria Aparecida Crepaldi;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MORE, C. L. O. O. . O processo de transmissão intergeracional e a violência no casal. Nova Perspectiva Sistêmica , v. 44, p. 35, 2012.

  • ANDRADE, Alexsandro ; WACHELKE, João ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; GOMES, Marcela de Andrade ; ACCORSI, Michaela Ponzoni ; ANDREANI, Manuelle ; CRUZ, Roberto Moraes . Perceveid Determinants of sucess and failure in romantic relationship. In: Agnaldo Garcia. (Org.). Relacionamento Interpessoal: Estudos e Pesquisas. 1ªed.Vitória: UFES, 2006, v. , p. -.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SCHMIDT, Beatriz ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; MORÉ, Dra Carmem L O O . Transmissão Intergeracional na Perspectiva Sistêmica. In: I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011, Florianópolis. Anais do I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011.

  • SCHMIDT, Beatriz ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; MORÉ, Dra Carmem L O O . Violência Familiar e Saúde: considerações teóricas e práticas.. In: I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011, Florianópolis. Anais do I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MEDEIROS, R. H. A. . A experiência do profissional psicólogo no programa de residência multiprofissional em saúde da família e comunidade do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) , Porto Alegre, RS. In: I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011, Florianópolis. Anais do I Congresso Catarinense Psicologia: Ciência e Profissão, 2011.

  • SCHMIDT, Beatriz ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; BOSSARDI, C. N. ; BELTRAO, L. ; BOLZI, S. A. ; SOUZA, F. M. ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; VIEIRA, M. L. . Roupa suja só se lava em casa? Possibilidades de intervenção em casos de violência familiar.. In: 10ª Semana de ensino, pesquisa e extenção da UFSC, 2011, Florianópolis. Anais da 10ª Semana de ensino, pesquisa e extenção da UFSC, 2011.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; CREPALDI, Maria Aparecida ; PEREIRA, Andréia Chagas . Acompanhamento Psicológico durante o processo de nascimento. In: II Encontro Regional da ABEP/SC, 2006, Joinville. Associação Brasileira de Ensino de Psicologia- Núcleo Regional de Santa Catarina, 2006.

  • VETTORAZZI, Aline ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; KLIEMANN, Amanda ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; CRPELDI, Maria Aparecida . Ritualizando a despedida de um récem-nascido: Uma intervenção Psicológica. In: VI Encontro Nacional sobre o bebê, 2006, São Paulo. Associação Brasileira de estudos sobre o bebê, 2006.

  • CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Maria Aparecida ; SCHMITZ, Francieli ; PEREIRA, Andréia Chagas . Maternando um bebê em Processo de Adoção. In: VI Encontro Nacional sobre o bebê- Os cuidados no início da vida, 2006, São Paulo. Associação Brasileira de Estrudos sobre o bebê- VI Encontro Nacional sobre o bebê, 2006.

  • CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Maria Aparecida ; VETORAZZI, Aline ; KLIEMANN, Amanda . Preparação Psicológica da mãe e da família para o nascimento de um bebê prematuro. In: VI Encontro Nacional sobre o bebê- Os cuidados no início da vida, 2006, São Paulo. Associação brasileira de Estudos sobre o bebê- VI Encontro Nacional sobre o bebê, 2006.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; GOMES, Marcela de Andrade ; CRUZ, Roberto . As diferentes formas de significação dos relacionamentos íntimos e sexuais segundo as categorias de gênero. In: 58 Reunião Anual sa Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência-SBPC, 2006, Florianópolis. 58 Reunião Anual sa Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência-SBPC, 2006.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Maria Aparecida ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; KLIEMANN, Amanda ; VETTORAZZI, Aline . A importância da rede social de apoio no nascimento dos filhos. In: II Congresso Brasileiro psicologia: Ciência e Profissão, 2006, São Paulo. II Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão, 2006.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SOARES, Dulce Helena Penna ; ORTEGA, Maitê . Grupos de Orientação Profissional com adolescentes de um morro da Grande Florianópolis. In: II Congresso Brasileiro psicologia: Ciência e Profissão, 2006, São Paulo. II Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão, 2006.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; GOMES, Marcela de Andrade ; CORD, Denise . Escola PRÁXIS: proposta de uma formação voltada para a cidadania e emancipação humana. In: 5a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão-SEPEX, 2005, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- Anais 5a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; GOMES, Marcela de Andrade ; ACCORSI, Michaela ; ANDREANI, Manuelle ; ANDRADE, Alexsandro ; WACHELKE, João ; CRUZ, Roberto Moraes . Perceived Determinats of Success and failure in Romantic relationship. In: Internacional Association for Relationship Research, 2005, Vitória. Internacional Association for Relationship Research, 2005.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; GOMES, Marcela de Andrade ; ACCORSI, Michaela ; CRUZ, Roberto . Significados, Práticas e Produção Científica em psicologia acerca dos Relacionamentos Amorosos. In: 13 Encontro Nacional da ABRAPSO, 2005, Belo Horizonte. Associação Brasileira de Psicologia Social, 2005.

  • PEREIRA, Andréia Chagas ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SCHIMITZ, Franciele ; CREPALDI, Maria Aparecida ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; WENDT, Naiane Carvalho . A Presença do Acompanhante durante o Processo de Nascimento. In: V Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar: Da prática clínica à construção do conhecimento científico, 2005, São Paulo. Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, 2005.

  • SCHMITZ, Franciele ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; PEREIRA, Andréia Chagas ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; CREPALDI, Maria Aparecida ; ANDREANI, Grace . Refletindo o Grupo de gestantes e Casais Grávidos a partir do Reencontro de Pais e Bebês. In: V Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar: Da prática clínica à construção do conhecimento científico, 2005, São Paulo. Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, 2005.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; PEREIRA, Andréia Chagas ; CREPALDI, Maria Aparecida ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; ANDREANI, Grace . Preparação Psicológica das Gestantes de Alto Risco para o Parto Prematuro. In: V Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar: Da prática clínica à construção do conhecimento científico, 2005, São Paulo. V Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, 2005.

  • PEREIRA, Andréia Chagas ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; CREPALDI, Maria Aparecida ; SCHMITZ, Francieli . Atendimento Psicológico na Unidade de Neonatologia na Maternidade do Hospital Universitário. In: 5a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- Anais da 5 Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005.

  • PEREIRA, Andréia Chagas ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira ; CREPALDI, Maria Aparecida ; WENDT, Naiane . Atendimento Psicológico na Unidade de Alto Risco na Maternidade do Hospital Universitário. In: 5a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- Anais da 5 semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005.

  • SOARES, Dulce Helena Penna ; KRAWULSKI, Edith ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; DIAS, Maria Sara ; ORTEGA, Maitê ; ALONSO, Tatiana ; VERIGUINE, Nadia ; MARTINS, Ludmila ; PATUSSI, Eleusa ; PIMENTEL, Raquel ; D´AVILA, Geruza ; MARCOS, Cristiane ; NICOLAU, Maria ; PROENÇA, Mirela ; NANDI, Cláudia ; ISSICABA, Igor ; BIZ, Genevieve ; ASSIS, Vanessa . Práticas de orientação profissional no LIOP- Laboratório de Informatica e Orientação Profissional. In: 5a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- Anais da 5 Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; ANDREANI, Manuelle ; ACCORSI, Michaela ; CRUZ, Roberto . Percepção de Sucesso e Fracasso em Relacionamentos Amorosos. In: IV Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão-SEPEX, 2004, Florianópolis, 2004.

  • SCHNEIDER, Daniela Ribeiro ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; LEITÃO, Carolina P ; ACCORSI, Michaela ; SPOHR, Bianca . Avaliação de Serviços de atenção à dependência de alcool e outras drogas- o ponto de vista institucional. In: IV Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão-SEPEX, 2004, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- IV Semana de Ensino , Pesquisa e Extensão, 2004.

  • SCHNEIDER, Daniela Ribeiro ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SPORH, Bianca ; LEITÃO, Carolina ; ACCORSI, Michaela . Avaliação Crítica de Serviços de Atenção à Dependência Química da região da Grande Florianópolis. In: XII Encontro Nacional da Abrapso, 2003, Porto Alegre. XII Encontro Nacional da Abrapso, 2003.

  • SHNEIDER, Daniela R ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SPOHR, Bianca ; ACCORSI, Michaela ; LEITÃO, Carolina . Avaliação Crítica dos serviços de Atenção à dependência Química da Região da grande Florianópolis. In: 3ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão-SEPEX, 2003, Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina- III Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2003.

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MEDEIROS, R. H. A. . A experiência do profissional psicólogo no programa de residência multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (GHC) - RS. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SCHMIDT, Beatriz ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; MORÉ, Dra Carmem L O O . Transmissão Intergeracional na Perspectiva Sistêmica. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SCHMIDT, Beatriz ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; MORÉ, Dra Carmem L O O . Violência Familiar e Saúde: considerações teóricas e práticas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SCHMIDT, Beatriz ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; BOSSARDI, C. N. ; BOLZI, S. A. ; BELTRAO, L. ; SOUZA, F. M. ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; VIEIRA, M. L. . Roupa suja só se lava em casa? Possibilidades de intervenção em casos de violência familiar.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; CREPALDI, Maria Aparecida ; CUSTÓDIO, Zaira Aparecida de Oliveira . Acompanhamento psicológico durante o processo de nascimento. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

DOMINGUES, P. B. ; MONTEIRO, J. ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; FOSSI, L. B. . Comissão organizadora do VII Encontro Estadual de saúde mental. 2009.

Scantamburlo, Natalia Pinheiro . Comissão Científica do VII Encontro Estadual de saúde mental. 2009.

Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MONTEIRO, J. ; DOMINGUES, P. B. . Coordenação de mesa - Plenária de encerramento do VII Encontro Estadual de Saúde Mental. 2009.

Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; SCHMIDT, Beatriz ; MORÉ, Dra Carmem L O O ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida . Transmissão intergeracional na perspectiva sistêmica. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

GONCALVES, J. R. ; ZURBA, M. C. ; MORÉ, Dra Carmem L O O ; BÖING, Elisângela ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; JUNCHEN, C. S. . Curso de Capacitacao da Equipe do CAPSi de Criciuma.. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Scantamburlo, Natalia Pinheiro . Saúde mental - Os dispositivos da reforma psiquiatrica no SUS. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Scantamburlo, Natalia Pinheiro . Prevenção de doenças e promoção de saúde no SUS. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SCHMIDT, Beatriz ; Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; BOSSARDI, C. N. ; BOLZI, S. A. ; BELTRAO, L. ; SOUZA, F. M. ; CREPALDI, Dra Maria Aparecida ; VIEIRA, M. L. . Roupa suja só se lava em casa? Possibilidades de intervenção em casos de violência familiar. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MONTEIRO, J. . Curso Introdutório do programa de saúde da família- Módulo I, Fase I. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Scantamburlo, Natalia Pinheiro ; MONTEIRO, J. ; DOMINGUES, P. B. . Capacitação de monitores do VII Encontro Estadual de saúde mental. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Scantamburlo, Natalia Pinheiro . Saúde Coletiva e Clínica Ampliada. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - 2012

    O ciclo vital da família catarinense, Descrição: Sempre houve e sempre haverá uma organização na sociedade responsável pela proteção e cuidado das novas gerações, daí a importância da família. É um tema amplo e complexo. Tem estado sempre presente em estudos históricos, antropológicos, sociais e psicológicos como referência para o estudo de crenças, valores, costumes de um povo e pela influência na formação das novas gerações. Porém só muito recentemente a família constituiu-se uma área de estudos da Psicologia em que ela própria é objeto. Estuda-se a família como parte de uma comunidade, o contexto ao qual ela pertence, recebe influências e influencia, o que não permite a visão isolada da família sem esse contexto. Daí a importância do trabalho em diferentes comunidades tendo em conta o nível dos recursos (da família e da comunidade), a qualidade de vida, os fatores de risco e as relações com as instâncias da rede pública e privada. Visando subsidiar intervenções em dois níveis, preventivo e terapêutico,propõe-se a estudar tanto o cotidiano familiar como a realidade das famílias em situação de crise, com vistas à melhoria da qualidade de vida. Coloca-se como proposta mais ampla a produção de conhecimento adequado à demanda e ao contexto brasileiro. Objetivo geral: Caracterizar o Ciclo Vital de famílias dos extratos médios da população,em Florianópois, comparando resultados obtidos em capitais das diferentes regiões do país de norte a sul, leste a oeste.Objetivos específicos:1. Levantar e analisar e características: a) da estrutura familiar e b) da dinâmica familiar das diferentes fases do Ciclo Vital das famílias de cada uma dessas regiões;2. Através da análise comparativa das características obtidas em cada região, descrever características comuns às famílias no Brasil;3. Levantar e caracterizar os valores, costumes e rituais presentes nas famílias de cada região do país;4. Distinguir características regionais específicas das famílias das diferentes regiões, daquelas que são comuns a mais de uma região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Dra Carmem L O O Moré - Coordenador / Liziara Sarmento Portella - Integrante.

  • 2009 - 2012

    A transmissão intergeracional da violência: a relação do conflito conjugal e parental com a agressividade entre pares de crianças em idade pré-escolar, Descrição: Este projeto tem como objetivo principal Investigar a relação entre relacionamentos conjugais e interparentais e a modulação do comportamento agressivo em crianças de quatro a seis anos de idade. O estudo será realizado junto a uma amostra populacional composta por 150 famílias, compostas de um casal tendo pelo menos dois filhos. Os pais, biológicos ou não, deverão estar vivendo juntos por pelo menos um ano. A criança-alvo terá idade entre quatro a seis anos. A coleta de dados acontecerá no domicílo, e serão recrutadas a partir de instituição de educação infantil. Os dados serão coletados através de um conjunto de instrumentos que serão respondidos pelos pais individualmente e pela professora. Os dados serão analisados através do Programa SPSS 18.00, de acordo com a natureza dos mesmos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Dra Maria Aparecida Crepaldi - Coordenador / Beatriz Schmidt - Integrante / Simone Azeredo Bolzi - Integrante / Lauren Beltrão - Integrante / Mauro Luis Vieira - Integrante / Carina Nunes Bossardi - Integrante / Liziara Sarmento Portella - Integrante / Marina Massocco Gaikoski - Integrante.

  • 2007 - 2008

    Psicologia da Saúde: o processo saúde-doença pensado através de uma perspectiva positiva, Descrição: O objetivo deste projeto foi investigar os fatores resilientes presentes no enfrentamento do risco ao longo do desenvolvimento psicossocial em adultos moradores da Vila Jardim, Porto Alegre - RS, Brasil. O estudo do processo da resiliência colabora como uma ferramenta para planejar intervenções e estratégias, no contexto da atenção primária em saúde e também contribui para um modelo de prevenção e promoção de saúde baseado em potencialidades e recursos do indivíduo e da comunidade. Participaram desta pesquisa quatro mulheres em idade adulta, que em algum momento do ciclo vital superaram o momento de crise que estavam passando. A pesquisa teve um delineamento de estudo de caso, de cunho exploratório e caráter qualitativo, a fim de analisar as particularidades e semelhanças entre os casos. Na análise dos resultados foi utilizado análise de conteúdo, sendo que, os achados deste estudo confirmam a importância do desenvolvimento de um modelo parental de segurança, o cuidado emocional-afetivo e uma rede de apoio, construída de forma heterogênea (fraterna, posto de saúde e grupo de jovens) como pontos significativos na construção da resiliência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Coordenador / Carmen Fernandes - Integrante.

  • 2006 - 2006

    Saúde e Desenvolvimento Psicológico da Família na Comunidade: REDES DE APOIO NA PREMATURIDADE, Descrição: O nascimento de um bebê prematuro é um evento, normalmente, inesperado, estressante e tende a ser vivido como um momento de crise aguda, ansiogênico e desgastante. A separação imposta pela internação do bebê, numa UTI Neonatal é dolorosa para a mãe, para o pai e também para o próprio bebê. Neste contexto de tanta vulnerabilidade é de fundamental importância a existência de uma rede de apoio, que possa acolher as demandas da família prematura. O nascimento de um bebê pré-termo suscita na mãe efeitos emocionais que podem fragilizar o designo dos cuidados básicos e afetivos para o bebê. Assim, a atenção não deve ser direcionada apenas aos cuidados oferecidos ao bebê, mas também deve-se fornecer proteção para a mãe. A necessidade particular das mães de acolhimento para a sua dor e sofrimento intensos e de serem reasseguradas em relação aos cuidados que desempenham frente a seus filhos, os quais, de fato, necessitam também dos cuidados especializados de profissionais para sobreviverem também é ressaltada por Gomes, Quayle, Neder, Leone e Zugaib (1997). Estes autores enfatizam a intensa vivência psíquica das mães, onde desejo, culpa, medo e ansiedade se misturam fazendo-as sentirem-se muito isoladas dentro do seu sofrimento. Diante deste estado a mãe, durante a internação de seu filho prematuro, necessita de uma rede cuja função seja a do apoio emocional, que conforme Sluzki, consiste numa relação de empatia, de estímulo e apoio estabelecida através de amizades íntimas e de relações familiares próximas, que de fato sejam significativas para esta mãe e/ou pai, além de ter que contar com pessoas que possam compartilhar informações pessoais ou sociais e que possam servir como modelos de papéis, funcionando assim, como guia cognitivo. Nesse sentido, antes da alta do bebê, é imprescindível que a equipe de saúde identifique juntamente com os pais com quem de fato eles poderão contar, como eles tecerão sua rede social de apoio. . , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Zaira Aparecida de Oliveira Custódio - Integrante / Naiane Carvalho Wendt - Integrante / Dra Maria Aparecida Crepaldi - Coordenador / Dra Carmem L O O Moré - Integrante / Edla Grisard Caldeira de Andrada - Integrante / Ângela Hering de Queiroz - Integrante / Letícia Macedo Gabarra - Integrante / Vanessa Cardoso - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2005 - 2005

    Primeira Etapa do Método Mãe Canguru: experiência das famílias de recém-nascidos prematuros na maternidade do Hospital Universitário/UFSC, Descrição: O nascimento prematuro de um bebê tende a ser vivido pela mãe/pai e familiares como um momento de crise aguda, ansiogênico e desgastante A separação imposta pela internação do bebê é dolorosa para pais/bebê e pode interferir na formação do vínculo afetivo entre eles. A culpa e a ansiedade são sentimentos característicos dos pais que permanecem apreensivos quanto à sobrevivência e a normalidade do filho. Para o desenvolvimento físico e psicológico do bebê, a presença e o cuidado por parte de seus pais são fundamentais. O Programa de Atenção Humanizada ao Recém Nascido de Baixo Peso - o Método Mãe Canguru - tem como primazia oferecer aos pais um suporte emocional estimulando e favorecendo o acompanhamento contínuo e efetivo destes no processo de recuperação e desenvolvimento de seu filho ao lado do mesmo, durante toda a internação. Pelo papel fundamental que as mães/pais desempenham no desenvolvimento e recuperação do bebê pré-termo, no referido programa de assistência, este estudo tem por objetivos: avaliar a experiência das famílias de bebês prematuros na assistência oferecida na Maternidade do Hospital Universitário/UFSC segundo o Método Mãe Canguru; avaliar o impacto de tal programa no estado emocional materno; investigar as representações sociais da mãe a respeito da prematuridade e do desenvolvimento do seu bebê ao longo das etapas do método; investigar a rede de apoio de que a família dispõe; e avaliar a qualidade da assistência oferecida. Farão parte da amostra as mulheres, mães de bebês pré-termo nascidos na referida maternidade, tanto as que tiverem sido internadas previamente ao parto, na Enfermaria de alto risco, quanto as que forem internadas diretamente no Centro Obstétrico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Maria Aparecida Crepaldi - Coordenador / Zaira Aparecida de Oliveira Custódio - Integrante / Aline Vettorazzi - Integrante / Elisângela Böing - Integrante / Amanda Kliemam - Integrante., Número de produções C, T & A: 6

  • 2003 - 2005

    Projeto sobre a Percepção dos determinates para o sucesso e fracasso em relacionamento amorosos, Descrição: A vasta literatura amorosa presente em revistas, publicações, pesquisas e nos meios de comunicação em geral, denuncia a vontade humana de compreensão a respeito do tema. O objetivo desta pesquisa é identificar alguns determinantes do sucesso e do fracasso em relacionamentos amorosos (troca de afetos e intimidade), para posteriormente realizar discussões acerca das relações de gênero e dos valores histórico-culturais . Para tanto, a pesquisa foi dividida em duas etapas: a primeira tem como objetivo investigar as causas atribuídas ao sucesso e ao fracasso nos relacionamentos amorosos e verificar se havia diferenças de gênero e o grau de importância de cada uma destas. A amostra foi composta por 50 estudantes universitários, 25 homens e 25 mulheres. Utilizou-se um questionário semi-aberto, no qual o participante atribui, por ordem de importância, cinco causas de sucesso e fracasso em relacionamentos amorosos. As causas atribuídas nesta primeira fase foram utilizadas para a elaboração de um instrumento de medida acerca desta dimensão dos relacionamentos amorosos. As causas mais significantes, citadas na primeira etapa, transformaram-se em itens, a fim de se diminuir as ambigüidades dos termos. O instrumento elaborado é no formato escalar, no qual 1 (pouco importante), e 8 (muito importante). A amostra desta etapa é composta por 200 sujeitos moradores de Florianópolis. Os resultados, em linhas gerais, mostraram que há diferenças entre os gêneros, e segundo a faixa etária, quanto à percepção de sucesso e fracasso dos relacionamentos, fato explicado pelos valores histórico-culturais da sociedade moderna.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Marcela de Andrade Gomes - Integrante / Manuelle Andreani - Integrante / Roberto Cruz - Coordenador / Michaela Ponzoni Accorsi - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

  • 2002 - 2004

    Projeto de avaliação dos serviços de atenção à dependência química na Grande Florianópolis. Professora supervisora: Daniela Ribeiro Schneider., Descrição: A situação de expansão do uso abusivo de drogas e do aumento do número de dependentes de substâncias psicoativas na Grande Florianópolis, a conseqüente dificuldade de prestar atendimento a toda essa demanda, bem como o questionamento da eficácia dos tratamentos realizados, colocou-nos frente à necessidade de realizar uma avaliação dos serviços oferecidos nesse setor, para que pudéssemos, alem de compreender a realidade do atendimento a esse tipo de paciente em nossa região, contribuir para um planejamento coordenado da atenção a essa problemática, buscando minimizar a demanda reprimida. Esses foram, em traços gerais, os objetivos da presente pesquisa. Em termos metodológicos, pode ser classificada, como descritiva. Quanto aos procedimentos, consistiu em um estudo de campo: foram enviados questionários ao universo das instituições que atendem dependentes químicos na Grande Florianópolis, totalizando 28 serviços, sendo que em um (1) deles foi aplicado o questionário-piloto e vinte e um (21) deles responderam ao instrumento. Após este passo, foi realizada uma entrevista semi-estruturada com o responsável técnico pela instituição. Muitos são os dados coletados, podendo-se destacar, entre eles, o predomínio de instituições de caráter privado (9) e de caráter filantrópico (7), em detrimento dos serviços públicos (5); a falta de atendimento especializado para crianças e adolescentes, com predomínio dos serviços dirigidos ao público masculino; a quase inexistência de critérios de avaliação de resultados nos próprios serviços. Esses são alguns dos dados que nos oferecem um panorama da realidade do atendimento à dependência de álcool e de outras drogas na Região da Grande Florianópolis. . , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Natalia Pinheiro Scantamburlo - Integrante / Daniela Ribeiro Schneider - Coordenador / Michaela Accorsi - Integrante / Bianca Sporh - Integrante / Carolina leitão - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Proficiência de leitura em Língua Estrangeira - Inglês, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2001

Certificado de estudos de idioma Espanhol, Fisk.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2005 - 2006

Aroeira - Consórcio Social da Juventude

Vínculo: Voluntária, Enquadramento Funcional: educadora no curso de Orientação Profissional, Carga horária: 3

Outras informações:
Trabalho de orientação profissional realizado com jovens adolescentes do Bairro do Monte Cristo, com carga horária total de 40h. Trabalho relacionado com o programa nacional de est[imulo ao primeiro emprego/ MTE.

2004 - 2004

Secretaria de Ensino a Distânica

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutora de ensino a distância, Carga horária: 20

Outras informações:
Tutora de ensino à distância. Trabalho desenvolvido com conselheiros municipais e estaduais para atuação nas suas comunidades. Trabalho com intuito de reduzir a demanda de drogas entre os usuários.

2000 - 2006

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Licenciatura do Curso de Psico, Enquadramento Funcional: Graduanda, Carga horária: 40

Outras informações:
Graduada em Psicologia com o título de Bacharel e Psicológa.

Atividades

  • 03/2011

    Estágios , Departamento de Psicologia, .,Estágio realizado, Estágio de Docência na Disciplina PSI 5911 - Psicologia da Saúde ministrada pela Profª Drª Maria Aparecida Crepaldi..

  • 08/2005 - 04/2006

    Estágios , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Estágio realizado, Estágio Obrigatório em Orientação e Reorientação Profissional. Trabalho com grupos de adoslecentes enfocando a escolha profissional e as implicações psicossocias dessa escolha; trabalho com Reorientação Profissional rediscutindo a escolha do sujeito. Supe.

  • 07/2005 - 12/2005

    Estágios , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Estágio realizado, Estágio Curricular obrigatório na maternidade do Hospital Universitário. Trabalho de terapia de apoio com ênfase em uma abordagem sistêmica familiar. Supervisão Acadêmcia: Profa. Maria Aparecida Crepaldi. Sup. Local: Psicóloga Zaira Custódio. Carga 540 hr.

  • 01/2005 - 06/2005

    Estágios , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Estágio realizado, Estágio não-obrigatório na Maternidade do Hospital Universitário. Trabalho de terapia de apoio com ênfase em uma abordagem sistêmica familiar. Supervisão Acadêmica: Prof. Dra Maria Aparecida Crepaldi. Sup. Local: Psicóloga Zaira Custódio. Carga horária: 5.

  • 08/2004 - 12/2004

    Estágios , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Estágio realizado, Realizado estágio não-obrigatório em Clínica Infantil. Supervisão: Psicóloga Beatriz Molinos Carga Horária: 120 hrs.

  • 05/2004 - 08/2004

    Extensão universitária , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Atividade de extensão realizada, Trabalho de Tutota em Educação à distância no Curso de Atualização de conhecimentos sobre redução da demanda de Drogas..

  • 09/2003 - 02/2004

    Outras atividades técnico-científicas , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.,Atividade realizada, Monitoria da disciplina Psicologia do Excepcional/ PSI 5510. Carga Horária: 340 hrs.

2009 - 2010

Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil

Vínculo: Temporário, Enquadramento Funcional: Psicóloga, Carga horária: 40

Atividades

  • 12/2009 - 05/2010

    Outras atividades técnico-científicas , Equipe multidisciplinar de saúde da família, .,Atividade realizada, Atividades: Atendimento clínico individual e de família, atividades coletivas, ações de prevenção e promoção em saúde, discussão de caso clínico em equipe, visitas domiciliares, coordenação do programa de saúde mental, acompanhamento em internação ps.

2007 - 2009

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Residente, Carga horária: 60, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 08/2008

    Estágios , Caps infantil - Casa Harmonia, .,Estágio realizado, Participação em oficinas terapêuticas, atendimentos, acolhimento e discussão dos casos com a equipe do Caps..

  • 11/2007

    Estágios , Núcleo de Epidemiologia, .,Estágio realizado, "De volta para casa" - Acompanhamento das famílias de crianças internadas no Hospital da Criança GHC.

  • 03/2007

    Outras atividades técnico-científicas , Grupo de trabalho Saúde Mental, .,Atividade realizada, Construção de uma proposta de Política de saúde mental para o Serviço de Saúde Comunitário do GHC..

  • 02/2007

    Outras atividades técnico-científicas , Grupo de trabalho sobre Planejamento, .,Atividade realizada, Grupo de coordenção de ações de planejamento em uma equipe de saúde de Atenção Primária. Avaliação das necessidades de saúde da comunidade..

  • 02/2007

    Outras atividades técnico-científicas , Unidade de Saúde Divina Providência, .,Atividade realizada, Acompanhamento e intervenção interdisciplinar com famílias de risco pertecentes a Area de Vigilância..

  • 06/2008 - 07/2008

    Estágios , Equipe de Interconsulta de saúde mental - Eixo Norte Baltazar, .,Estágio realizado, Visitas aos PSF e Nasca do eixo Norte para discutir casos de saúde mental, coordenação das possíveis ações na rede juntamente com a equipe do PSF, discussão de casos com profissionais das escolas, Assistência e equipe de saúde..

  • 04/2008 - 05/2008

    Estágios , Unidade de Saúde Divina Providência, .,Estágio realizado, Estágio de gerenciamento- experiência prática e teórica sobre o cotidiano gerencial nas Unidades de Saúde do GHC..

2009 - 2009

Escola de Saúde Publica do Rio Grande do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Residente, Carga horária: 40

2006 - 2006

Familiare Instituto Sistêmico

Vínculo: Psicóloga, Enquadramento Funcional: Psicóloga colaboradora

Outras informações:
Grupo de multifamílias realizado com professores do Curso de Especialização de Terapia de Família- Familiare.

Atividades

  • 08/2006 - 11/2006

    Estágios , Grupo de atendimento Multifamiliar, .,Estágio realizado, Atendimento com famílias..