Kherolayne Costa Ribeiro

Possui curso técnico-profissionalizante em Química pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET - MG). Atual graduanda em Engenharia Química pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Informações coletadas do Lattes em 22/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Engenharia Química

2011 - Atual

Universidade Federal de São Carlos

Curso técnico/profissionalizante

2007 - 2009

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXIV Encontro Regional da SBQ - MG.Minicurso - Princípios de Células a Combustível. 2010. (Encontro).

XXI META. ESTUDO DOS COMPLEXOS DE COORDENAÇÃO DE LOSARTANATO DE COBALTO E NÍQUEL. 2009. (Congresso).

10ª Semana de Iniciação Científica e 1ª Semana de Extensão "Pesquisa e Extensão: diferenciais acadêmicos".DETERMINAÇÃO DA ESTEQUIOMETRIA E ESTUDO DA SOLVATAÇÃO DE LOSARTANATOS METÁLICOS. 2009. (Encontro).

10ª Semana de Iniciação Científica e 1ª Semana de Extensão "Pesquisa e Extensão: diferenciais acadêmicos".ESTUDO TEÓRICO DE DIFERENTES ESTEQUIOMETRIAS DO COMPLEXO NANOESTRUTURADO DO ÍON LOSARTANATO COM ZINCO (II). 2009. (Encontro).

XXII ENCONTRO REGIONAL DA SBQ/MG. Estudo teórico da estabilidade de diferentes estequiometrias do complexo nanoestruturado do íon losartanato com zinco (II) (FQ-04). 2008. (Congresso).

XXII ENCONTRO REGIONAL DA SBQ/MG. Caracterização termodinâmica e cinética de nanopartículas de tetraquis(losartanato)cobalto (II) (FQ-18). 2008. (Congresso).

XXII ENCONTRO REGIONAL DA SBQ/MG. Caracterização do bis(losartanato)zinco(II): DSC, TG, IV e estudos cinéticos de dissolução e sedimentação. (QI-17 d). 2008. (Congresso).

31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Estudo da solvatação de nanopartículas de bis(losartanato)zinco(II) pelos ânions SO42-, H3CCOO-, Cl- e NO3-.. 2008. (Congresso).

IV Semana de Ciência e Tecnologia. DETERMINAÇÃO DA ESTEQUIOMETRIA E ESTUDO DA SOLVATAÇÃO DE LOSARTANATOS METÁLICOS. 2008. (Congresso).

Seminários Tecnológicos CEFET-MG Campus Timóteo. 2008. (Seminário).

Seminários Tecnológicos CEFET-MG Campus Timóteo.Estudo experimental-teórico da estabilidade de nanoagregados do antihipertensivo Losartan com alguns metais de transição e suas aplicações em sistema de liberação controlada. 2008. (Seminário).

IX Semana de Iniciação Científica.Caracterização de Nanopartículas de Tetraquis de Cobalto. 2008. (Encontro).

XXII Encontro Regional da SBQ/MG.Minicurso - Ensino de química por temas: O caso das tecnologias químicas no controle de pragas agrícolas. 2008. (Encontro).

XXI Encontro Regional SBQ - MG (XXI ERSBQ / MG). ESTUDO DO EFEITO DO ÂNION SULFATO NA FORMAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE LOSARTANATO DE ZINCO. 2007. (Congresso).

XX META.Caracterização de Nanoparticulas de Tetraquis (Losartanato) de Cobelto (III). 2007. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Nicholas Islongo Canabarro

Ferreira, M.C.;CANABARRO, N. I.. Avaliação da reprodutibilidade de leito fixo de folhas de manjericão (Ocimum basilicum) via cinética de secagem e permeabilidade do meio. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de São Carlos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria do Carmo Ferreira

Avaliação da reprodutibilidade de leito fixo de folhas de manjericão (Ocimum basilicum) via cinética de secagem e permeabilidade do meio; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de São Carlos; Orientador: Maria do Carmo Ferreira;

Maria do Carmo Ferreira

Avaliação da cinética e da permeabilidade dos leitos durante a secagem de folhas de manjericão (Ocimum basilicum); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal de São Carlos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Maria do Carmo Ferreira;

André Maurício de Oliveira

ESTUDO EXPERIMENTAL-TEÓRICO DA ESTABILIDADE DE AGREGADOS DO ANTI-HIPERTENSIVO LOSARTAN COM ALGUNS METAIS DE TRANSIÇÃO; 2008; Iniciação Científica - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: André Mauricio de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2008 - 2009

    ESTUDO DOS COMPLEXOS DE COORDENAÇÃO DE LOSARTANATO DE COBALTO E NÍQUEL, Descrição: Este trabalho teve como objetivos: verificar a velocidade com a qual ocorre a dissolução dos complexos, determinar a constante de velocidade j e a ordem de reação n ; analisar a velocidade com a qual ocorre a deposição das nanopartículas e determinar os parâmetros: constante de velocidade de sedimentação g , a ordem do processo n e o tempo de equilíbrio teq . O Losartan, encontrado como Losartanato de potássio (KLos), é um agente anti-hipertensivo bastante comum. No entanto, este apresenta escassa biodisponibilidade devido a sua alta solubilidade. Dessa forma o organismo do paciente retira a quantidade necessária da substância ingerida, mas o excesso do material pode ficar retido na parede dos tecidos do corpo humano, podendo causar como efeitos colaterais irritações, dores de cabeça, entre outros. Assim, o projeto apresenta a proposta de complexação do losartanato com cátions metálicos Cobalto e Níquel - a fim de reduzir sua solubilidade. Sendo assim, no presente estudo foi analisado a cinética de dissolução - monitorada por medidas de condutância a cada 5 minutos - e sedimentação - monitorada por absorbância - dos compostos obtidos. Com os dados da análise de dissolução foi feita uma operação matemática para linearizar os gráficos, e dessa forma, descobrir a ordem da reação de solubilização dos losartanatos de Cobalto e Níquel, sendo ambos de primeira ordem. E com os dados da análise de sedimentação, também foi realizada uma operação matemática para descobrir os valores de ordem de reação que foi de segunda ordem para o losartanato de cobalto e de primeira ordem para o de níquel -, constante de velocidade e tempo de equilíbrio, que foi de 7,5 x 10 -2 Hz e  1000 min para o cátion cobalto e de 7,5 x 10-4 Hz e  4000 min para o níquel.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Kherolayne Costa Ribeiro - Coordenador / Laís Oliveira Andrade Nunes - Integrante / Marcel Soares Brito - Integrante / Ângelo Márcio Leite Denadai - Integrante / André Maurício Oliveira - Integrante / Luan Alves Lopes Carneiro - Integrante / Raone Barbosa Rocha - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2007 - 2008

    DETERMINAÇÃO DA ESTEQUIOMETRIA E ESTUDO DA SOLVATAÇÃO DE LOSARTANATOS METÁLICOS, Descrição: Este trabalho teve como objetivos: sintetizar nanoagregados formados entre o losartan e metais de transição (Cu2+, Ni2+, Co2+, Zn2+); investigar a estequiometria desses complexos; e estudar a solvatação das nanopartículas de losartanato de Zn2+ pelos ânions SO42-, Cl-, H3CCOO- e NO3-. O losartanato de potássio é um fármaco comum, usado contra a hipertensão, que apresenta baixa disponibilidade devido à sua alta solubilidade. Durante seu uso, o organismo do paciente retira a quantidade necessária da substância, enquanto o excesso pode causar efeitos colaterais. Com o objetivo de reduzir sua solubilidade, propõe-se a complexação do losartan com metais de transição, sendo os compostos obtidos, potenciais anti-hipertensivos. Tais complexos, por sua vez, associam-se em nanopartículas onde o coeficiente estequiométrico pode variar. Assim, foram realizados experimentos de condutividade, para determinamos suas estequiometrias. Para Zn2+, as titulações foram feitas também na presença dos ânions SO42-, Cl- e NO3-, para estudar a solvatação das nanopartículas. Com os dados, foram construídos gráficos de k(mS/cm) x [Los]/[M2+], usando o programa MicrocalOrigin5.0. Os coeficientes estequiométricos foram determinados pela intercessão das retas (obtidas por regressão linear), antes e depois da equivalência. Diante dos dados levantados pôde-se concluir que: 1) os cátions formam diferentes complexos, sugerindo ligação covalente M-Los , visto que se esta fosse 100% iônica, os complexos seriam do tipo 2:1; 2) a ordem de afinidade da solvatação losartan-nanopartículas, é: [Ni(Los)2]>[Cu(Los)2]> [Zn(Los)2]>[Co(Los)4)]2-; e 3) para o Zn2+, a ordem de solvatação é: SO42->Cl->Ac-NO3-.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Kherolayne Costa Ribeiro - Coordenador / Laís Oliveira Andrade Nunes - Integrante / Marcel Soares Brito - Integrante / Ângelo Márcio Leite Denadai - Integrante / André Maurício Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2007

Semana de Ciência e Tecnologia, CEFET-MG - Campus I.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional