Bruna Crislane da Silva Souza

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (2015). Foi Professora bolsista dos cursos FIC ? Formação Inicial e Continuada do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) do Instituto Federal do Sertão Pernambucano - Campus Petrolina Zona Rural ? Unidade Remota de Sobradinho no período de Junho de 2014 á Junho de 2015.

Informações coletadas do Lattes em 09/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Ciências Veterinárias no Semiárido

2017 - Atual

Universidade Federal do Vale do São Francisco
Título: Relação da soropositividade para as lentiviroses e os casos de mastite clínica e subclínica nos rebanhos de pequenos ruminantes criados na região vale do são francisco,Orientador: Rodolfo de Morais Peixoto
Coorientador: Mateus Matiuzzi da Costa. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil.

Graduação em Medicina Veterinária

2008 - 2015

Universidade Federal do Vale do São Francisco
Título: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS (DTA) NO MUNICÍPIO DE PETROLINA-PE
Orientador: João Alves do Nascimento Júnior

Ensino Médio (2º grau)

2005 - 2007

Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Encontro de Saúde Pública Veterinária- A carne é fraca?. 2017. (Encontro).

LXI SBRT, Seminário Baiano de Responsabilidade Técnica. 2017. (Seminário).

XII Congresso Nordestino de Produção Animal. 2017. (Congresso).

Ciclo de palestras: "Novo RIISPOA e Passaporte para Cães e Gatos". 2015. (Outra).

II Semana Acadêmica de Medicina Veterinária, I Simpósio do Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária da UFCG & II Expofeira do Agronegócio. 2014. (Simpósio).

II Semana Acadêmica de Medicina Veterinária, I Simpósio do Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária da UFCG & II Expofeira do Agronegócio.Avaliação sensorial de hambúrgueres preparados com carne de Piranha (Pygocentrus sp.) e farinha da casca da goiaba. 2014. (Simpósio).

II Semana Acadêmica de Medicina Veterinária, I Simpósio do Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária da UFCG & II Expofeira do Agronegócio.Análise Sensorial de Hambúrgueres Elaborados com Carne de Piau (Leporinus sp.) e Farinha de Acerola. 2014. (Simpósio).

SAMEV II Semana acadêmica de Medicina Veterinária- I Simpósio do Programa de Pós- Graduação em Medicina Veterinária da UFCG e II Expofeira do Agronegócio.?Avaliação sensorial de hambúrgueres preparados com carne de Piranha ( Pygocentrus sp.)?. 2014. (Simpósio).

SAMEV II Semana acadêmica de Medicina Veterinária- I Simpósio do Programa de Pós- Graduação em Medicina Veterinária da UFCG e II Expofeira do Agronegócio.?Fishburguer preparado com carne de Piranha utilizando resíduos da goiaba como antioxidante?. 2014. (Simpósio).

SAMEV II Semana acadêmica de Medicina Veterinária- I Simpósio Programa de Pós- Graduação em Medicina e II Expofeira do Agronegócio. 2014. (Simpósio).

SAMEV II Semana acadêmica de Medicina Veterinária- I Simpósio Programa de Pós- Graduação em Medicina e II Expofeira do Agronegócio.?Aproveitamento e avaliação de resíduoas da acerola utilizado na fabricação de hambúrgueres de carne de Piau (Leporinus sp.)?. 2014. (Simpósio).

40° CONBRAVET. "Análise sensorial de hambúrguer elaborado com farinha da casca da goiaba e carne de Piranha (Pygocentrus sp.)". 2013. (Congresso).

40° CONBRAVET. Hambúrguer elaborado com farinha da casca de acerola e carne de Piau ( Leporinus sp.)- Análise sensorial. 2013. (Congresso).

40º CONBRAVET. Determinação da oxidação lipídica da carne de hambúrguer com farinha da casca de acerola e carne de Piau (Leporinus sp.). 2013. (Congresso).

40º CONBRAVET. Análise sensorial de hambúrguer elaborados com farinha da casca da goiaba e carne de Piranha (Pygocentrus sp.). 2013. (Congresso).

40º CONBRAVET. Utilização de resíduos de goiaba como antioxidante na produção de hambúrgueres de carne de Piranha (Pygocentrus sp.). 2013. (Congresso).

40º CONBRAVET. Avaliação sensorial de hambúrguer elaborado com farinha da casca de acerola e carne de Piau (Leporinus sp.). 2013. (Congresso).

IV Ciclo de Palestras em Equídeos. 2013. (Outra).

I Whorkshop Sobre Convivência com a Seca. 2013. (Seminário).

VI VETVALE - Reprodução Animal e Tecnologia de Produtos de Origem Animal-Leite. 2013. (Encontro).

VI VETVALE -Clínica Médica de Pequenos Animais: Dermatopatias e Atualização em Animais Silvestres. 2011. (Encontro).

I Curso de Capacitação em Caprinocultura Orgânica. 2010. (Outra).

Grupo de Estudo em Equídeos-GEEQ. 2009. (Outra).

Encontro de Medicina Veterinária do Vale do São Francisco - VETVALE. 2008. (Encontro).

III VETVALE - Mini-Curso de Caprino e Ovinocultura. 2008. (Encontro).

III VETVALE- Oficina de Fitoterapia. 2008. (Oficina).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

MATEUS MATIUZZI DA COSTA

COSTA, M. M.; NASCIMENTO JUNIOR, J. A.; SILVA JUNIOR, R. G. C.. Perfil Epidemiológico das Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) no município de Petrolina. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Joao Alves do Nascimento Junior

NASCIMENTO JUNIOR, J. A.; COSTA, M. M.; SILVA JUNIOR, R. G. C.. Perfil epidemiológico das doenças transmitidas por alimentos (DTA) no Município de Petrolina-PE". 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

ROGÉRIO MANOEL LEMES DE CAMPOS

Avaliação do potencial antioxidante da acerola em produtos cárneos de Piau (Leporinus sp; ); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rogério Manoel Lemes de Campos;

ROGÉRIO MANOEL LEMES DE CAMPOS

Avaliação da atividade antioxidante da farinha de seriguela (Spondias purpurea L) em linguiça frescal elaborada com carne de Dourado (Salminus brasiliensis ); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rogério Manoel Lemes de Campos;

ROGÉRIO MANOEL LEMES DE CAMPOS

(Projeto de Extensão) Capacitação para pescadores do Vale do São Francisco na elaboração de produtos derivados do pescado; 2013; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco; Orientador: Rogério Manoel Lemes de Campos;

Rodolfo de Moraes Peixoto

Relação da soropositividade para as lentiviroses e os casos de mastite clínica e subclínica nos rebanhos de pequenos ruminantes criados na região vale do são francisco; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias no Semiárido) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; (Orientador);

Joao Alves do Nascimento Junior

Perfil epidemiológico das Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) no Município de Petrolina-PE; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Vale do São Francisco; Orientador: Joao Alves do Nascimento Junior;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - 2014

    Avaliação da atividade antioxidante da farinha de seriguela (Spondias purpurea L.) em linguiça frescal elaborada com carne de Dourado (Salminus brasiliensis ), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rogério Manoel Lemes de Campos em 19/06/2017., Descrição: Este projeto tem por objetivo determinar o potencial antioxidante de resíduos de seriguela (Spondias purpurea L.) em linguiça frescal, elaborada com carne de Dourado (Salminus brasiliensis). O mesmo integra uma pesquisa maior que visa explorar o potencial antioxidante de diferentes frutas produzidas no Vale do São Francisco na elaboração de produtos cárneos derivados de distintas espécies de peixes nativos e exóticos do rio São Francisco. Inicialmente será obtida a farinha da fruta, que será armazenada em freezer a ? 18°C. A linguiça frescal será elaborada seguindo 4 tratamentos, que testarão a adição de 1, 2 e 3% de farinha, mantendo um grupo controle sem adição da mesma. As análises físico-químicas serão realizadas por meio da determinação do pH e índice de TBARS, nos dias 0, 30 e 60 de fabricação das linguiças. As análises sensoriais ocorrerão nos dias 0, 30 e 60 de fabricação das linguiças. A análise estatística será realizada por meio de análise de variância, com comparação das médias pelo teste de Tukey, com nível de significância de 5%. O plano de trabalho proporcionará ao bolsista a oportunidade de participar de um experimento científico em todas as suas fases, desde a realização da revisão de literatura para apropiar-se do tema, preparo das instalações para o experimento, preparo das farinhas e pescado, elaboração do produto, análises sensoriais, físico-químicas e estatísticas, bem como redação de artigo científico e relatórios da pesquisa, cujos resultados serão apresentados em eventos científicos, fomentando, dessa forma, o interesse pela atividade de pesquisa... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Bruna Crislane da Silva Souza - Integrante / (Rogério Manoel Lemes de Campos) - Coordenador / Regiane Nascimento Santos - Integrante.

  • 2013 - 2013

    Avaliação do potencial antioxidante da acerola em produtos cárneos de Piau (Leporinus sp.)., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rogério Manoel Lemes de Campos em 19/06/2017., Descrição: O Brasil possui enorme potencial para a aquicultura, pois detém um potencial hídrico com 12% da água doce disponível no planeta e um litoral de mais de oito mil quilômetros. Todavia o consumo de peixe ainda esta muito aquém do ideal, pois a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um consumo anual de pescado de pelo menos 12 kg/habitante/ano. Muitas pessoas que buscam alimentos saudáveis, benéficos à saúde e de fácil preparo, se mostrando o pescado como um dos alimentos ideais para atender este mercado. Mas, a comercialização, em sua maioria, ocorre em feiras livres e mercados de peixe. Já o pescado processado é negociado principalmente em outros pontos varejistas, como mercados e supermercados, onde é encontrado fresco, em postas, sem a cabeça, em forma de filés e empanados. Todavia, é necessário também a pesquisas de novas tecnologias que venham a agregar valor e aumentar sua vida de prateleira. Assim, a utilização de resíduos da fruticultura irrigada é de fundamental importância, pois muitas frutas produzidas no Vale do São Francisco são ricas em antioxidantes, sendo a goiaba e a acerola uma delas. Porém, uma boa porcentagem desta fruta é desperdiçada, pois a casca e o caroço raramente são aproveitados. O resíduo de goiaba e acerola (subproduto) é rico em vitaminas (principalmente a C) e flavonóides que funcionam como antioxidantes, evitando a deterioração do produto e aumentando a sua vida útil. O objetivo da pesquisa é testar o poder antioxidante do resíduo de goiaba e acerola em hambúrguer elaborados com carne de Piranha (Pygocentrus sp.) e Piau (Leporinus sp.)... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Bruna Crislane da Silva Souza - Integrante / (Rogério Manoel Lemes de Campos) - Coordenador / Regiane Nascimento Santos - Integrante.

  • 2013 - 2013

    Avaliação do potencial antioxidante da goiaba em produtos cárneos de Piranha (Pygocentrus sp.)., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rogério Manoel Lemes de Campos em 19/06/2017., Descrição: O Brasil possui enorme potencial para a aquicultura, pois detém um potencial hídrico com 12% da água doce disponível no planeta e um litoral de mais de oito mil quilômetros. Todavia o consumo de peixe ainda esta muito aquém do ideal, pois a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um consumo anual de pescado de pelo menos 12 kg/habitante/ano. Muitas pessoas que buscam alimentos saudáveis, benéficos à saúde e de fácil preparo, se mostrando o pescado como um dos alimentos ideais para atender este mercado. Mas, a comercialização, em sua maioria, ocorre em feiras livres e mercados de peixe. Já o pescado processado é negociado principalmente em outros pontos varejistas, como mercados e supermercados, onde é encontrado fresco, em postas, sem a cabeça, em forma de filés e empanados. Todavia, é necessário também a pesquisas de novas tecnologias que venham a agregar valor e aumentar sua vida de prateleira. Assim, a utilização de resíduos da fruticultura irrigada é de fundamental importância, pois muitas frutas produzidas no Vale do São Francisco são ricas em antioxidantes, sendo a goiaba e a acerola uma delas. Porém, uma boa porcentagem desta fruta é desperdiçada, pois a casca e o caroço raramente são aproveitados. O resíduo de goiaba e acerola (subproduto) é rico em vitaminas (principalmente a C) e flavonóides que funcionam como antioxidantes, evitando a deterioração do produto e aumentando a sua vida útil. O objetivo da pesquisa é testar o poder antioxidante do resíduo de goiaba e acerola em hambúrguer elaborados com carne de Piranha (Pygocentrus sp.) e Piau (Leporinus sp.)... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Bruna Crislane da Silva Souza - Integrante / (Rogério Manoel Lemes de Campos) - Coordenador / Regiane Nascimento Santos - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2013 - 2014

    Universidade Federal do Vale do São Francisco

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20

  • 2014 - 2015

    Instituto Federal do Sertão Pernambucano

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora pelo Programa PRONATEC, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Professora Bolsista (FIC - Formação Inicial Continuada) do Programa PRONATEC, pelo IF -PE, no Município de Sobradinho-BA, Responsável pela disciplina de Beneficiamento do Pescado .