Lidiane Gomes Silveira

Graduação em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS/Licenciatura na UNISUL - Universidade do Sul de Santa Catarina (2017); Pesquisadora participante do projeto de pesquisa "Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior: Subsídios às Políticas Institucionais em Santa Catarina." (2015-2017); Aluna de Iniciação Científica vinculada ao trabalho de pesquisa "As questões Ambientais e a ambientalização dos curriculos na Unisul: continuidade e ampliação de um projeto" (2013-2017); Acadêmica Pibidiana de Biologia, onde desenvolveu diversos projetos ambientais em escolas, exposições e aulas práticas (2012-2016); Bolsista extensionista de Educação Ambiental, da Unisul; Professora substituta de Ciências na Escola Estadual Alda Hulse, em Tubarão (2013).

Informações coletadas do Lattes em 29/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Ciências Biológicas

2011 - 2018

Universidade do Sul de Santa Catarina
Título: Ambientalização Curricular na UNISUL: a concepção de professores.
Orientador: Fatima Elizabeti Marcomin
Bolsista do(a): Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior, FUMDES, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

1999 - 2002

Colégio Estadual Professor Emano Lauffer Leal

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

Curso de Ecologia de Campo. (Carga horária: 60h). , Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVEIRA, L. G. . V SIMFOP- Seminario para Formação de Professores. 2013. (Congresso).

SILVEIRA, L. G. . IV SIMFOP-Simposio de Formação de Professores: Currículo, Escola e Conhecimento. 2012. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

LINKS 2015. 2015. (Outra).

PROFOCO- Formação Continuada Docente.Ambientalização na Educação Superior: um recorte no âmbito da Unisul. 2015. (Encontro).

Profoco Unisul 2015.Ambientalização e sustentabilidade no meio universitário. 2015. (Oficina).

VII SIMFOP-Simpósio de Formação de Professores: Plano Nacional de Educação-proposições e desafios.AS QUESTÕES AMBIENTAIS E A AMBIENTALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA UNISUL. 2015. (Simpósio).

II ENCONTRO CATARINENSE DO PIBID. 2014. (Encontro).

IX Jornada Unisul de Iniciação Científica - JUNIC e IX Seminário de Pesquisam.As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na UNISUL: continuidade e ampliação de um projeto. 2014. (Seminário).

AMAR VERBO EDUCATIVO: uma conversa com Humberto Maturana. 2013. (Seminário).

II Seminário de Meio Ambiente. 2013. (Encontro).

Seminário Fenomenologia e Educação Ambiental. 2013. (Seminário).

V SIMFOP.Sustentabilidade e relações sociais. 2013. (Simpósio).

XII Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas. 2013. (Encontro).

SESCIENCIAS.Quimica Divertida. 2012. (Oficina).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Adilson Tibúrcio

TIBÚRCIO, A.; PRA, G. P.. A ambientalização curricular na Unisul: a concepção de professores.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Fátima Elizabeti Marcomin

PLA, G.; TIBURCIO, A.;MARCOMIN, F. E.. A ambientalização curricular na UNISUL: a concepção de professores. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Gilmar Pezzopane Plá

MARCOMIN, F. E.;PLA, G. P.. A ambientalização curricular na Unisul: a concepção dos professores.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Dra

Fátima Elizabeti Marcomin; Ambientalização Curricular na Unisul: A concepção de professores; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Sul de Santa Catarina; Orientador: Lidiane Gomes Silveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Fátima Elizabeti Marcomin

A ambientalização curricular na UNISUL: a concepção de professores; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Sul de Santa Catarina; Orientador: Fatima Elizabeti Marcomin;

Fátima Elizabeti Marcomin

As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na UNISUL: aprofundando o projeto e vislumbrando novas possibilidades; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Sul de Santa Catarina, ART; 171 - FUMDES; Orientador: Fatima Elizabeti Marcomin;

Fátima Elizabeti Marcomin

As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na UNISUL: continuidade e ampliação de um projeto; ; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade do Sul de Santa Catarina, Coverno do Estado de Santa Catarina; Orientador: Fatima Elizabeti Marcomin;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MARCOMIN, FATIMA ELIZABETI ; SILVÉRIO, TAMARA FLÔR ; SILVEIRA, LIDIANE GOMES . AS QUESTÕES AMBIENTAIS E A AMBIENTALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA UNIVERSIDADE: UM DIAGNÓSTICO NECESSÁRIO. ATOS DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO (FURB) , v. 12, p. 677, 2017.

  • MARCOMIN, F. E. ; SILVA, A. D. V. ; PLA, G. P. ; MARCOMIN, I. ; SILVEIRA, L. G. . O descortinar a temática da ambientalização na universidade: entre encontros e des(encontros)... Um processo em construção.. In: Maria Lúcia Figueiredo: Antônio frenando Silveira Guerra; Izabel Cristina Feijó de Andrade; Lucia Ceccato de Lima; Marina Patrício de Arruda; Ricardo Marcelo de Menezes.(Org.). (Org.). Educação para Ambientalizaçaõ Curricular: Diálogos Necessários. 1ed.São José: ICEP, 2017, v. 1, p. 149-164.

  • SILVEIRA, L. G. ; MARCOMIN, F. E. . AMBIENTALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA (UNISUL/SC): OUTRO OLHAR. In: IX FÓRUM BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL IV ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL, 2017, Balneario Camburiu. Uma releitura crítica das políticas da Educação Ambiental brasileira: Repercussões da Política (PNEA) e Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA). São Paulo: Revbea, 2017. v. 10. p. 235-236.

  • SILVEIRA, L. G. ; MARCOMIN, F. E. . As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na uNISUL: continuidadae e ampliação de um projeto.. In: IX Jornada UNISUL de Iniciação Cientítica e IX Seminário de Pesquisa da UNISUL, 2014, Tubarão. As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na uNISUL: continuidadae e ampliação de um projeto., 2014. p. 1-5.

  • SILVEIRA, L. G. ; MARCOMIN, F. E. . As questões ambientais e ambientalização dos currículos na UNISUL. In: VII SIMFOP, 2015, Tubarão. Caderno de programãção e resumos, 2015. v. 7. p. 152-152.

  • SILVEIRA, L. G. ; MARCOMIN, F. E. . AMBIENTALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA (UNISUL/SC): OUTRO OLHAR. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • SILVEIRA, L. G. . Ambientalização Curricular na UNISUL: a concepção de professores. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVEIRA, L. G. . Semana do Meio Ambiente. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVEIRA, L. G. . Sustentabilidade Ambiental. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • SILVEIRA, L. G. . Sustentabilidade Ambiental. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2017

    As questões ambientais e a ambientalização dos currículos na UNISUL: aprofundando o projeto e vislumbrando novas possibilidades, Descrição: Vem-se observando em nível mundial um franco movimento pela ambientalização dos cursos, currículos e espaços universitários. Há estudos que discutem conhecimentos fundamentais sobre questões sócio-ambientais a exemplo dos desenvolvidos com alunos de licenciatura das áreas de Ciências Naturais e Pedagogia por Oliveira e Freitas (2003). Alguns estudos similares também em desenvolvimento pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado da UNISUL, por meio da Linha de pesquisa Educação em Ciências e, mais precisamente, na área de Educação Ambiental. Outros trabalhos investigam de que modo a dimensão ambiental se insere no currículo dos cursos de Pedagogia de diversas universidades públicas brasileiras (ROSALEM e BAROLLI, 2006). Frandoloso (2007) destaca a responsabilidade ambiental das Instituições de Ensino Superior (IES), a luz da sustentabilidade, em todas as atividades acadêmicas e administrativas. A prática da gestão ambiental nas universidades, com o início do emprego do termo ?eco-campus? para definir aquelas instituições de ensino superior orientadas para a sustentabilidade, tem sido abordada por diferentes instituições (VIEBAHN, 2002). A ambientalização de currículos do ensino superior ainda é um movimento recente. Contudo a lei nº 9.795/99 que institui a Política Nacional de Educação Ambiental e o próprio ProNEA - Programa Nacional de Educação Ambiental, criado em 1994 sinalizam nessa direção, o que aumenta a responsabilidade das universidades em fazer frente a esses processos, já que por excelência desenvolvem ensino, pesquisa e extensão. Além disso, considerando as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Ambiental - DCNEA (BRASIL, MEC-CNE, 2012) que atribui às Instituições de Ensino - da Educação Infantil à Educação Superior ? a necessidade e responsabilidade de se constituir em ?espaços educadores sustentáveis?, reafirma a importância dessa pesquisa com vistas à construção de processos futuros de ambientalização nas universidades e da própria UNISUL. Cabe ressaltar que o desafio para a institucionalização da EA não se esgota na ambientalização dos espaços curriculares tradicionais, mas demandam a totalidade das práticas e políticas acadêmicas, de ensino, pesquisa, gestão e extensão (FARIAS e FREITAS, 2007). Contudo é fundamental vencer as adversidades impostas e trabalhar na construção de novos modelos de relação dos seres humanos na e com a natureza. O que requer da universidade a revisão sobre sua prática e organização, desde a gestão à consolidação da tríade ensino-pesquisa-extensão. Considerando, pois, o processo desencadeado no grupo de pesquisa AnPAP-EA na direção da investigação da ambientalização da universidade, pretende-se de fato contribuir para a concretização desse processo na UNISUL ampliando?se os projetos desenvolvidos desde 2012. Desse modo a universidade em questão, permanecerá integrando o rol de universidades brasileiras que vem estudando essa temática, além de expandir sua participação nesse contexto e constituindo-se em referência para diversas instituições de educação superior que almejam participar de processos de ambientalização universitária. A questão problema indicada abaixo poderá ainda contemplar aspectos levantados no projeto enviado à FAPESC em 2014: ?AMBIENTALIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: subsídios às políticas institucionais em Santa Catarina? (FIGUEIREDO, 2014), por meio do edital universal e que se encontra em processo de avaliação por aquela agência de fomento. Cabe ressaltar, no entanto, que o referido projeto não contempla o apoio a bolsas de pesquisa para estudantes, daí também a importância dos levantamentos efetuados via projetos de pesquisa pela modalidade Art. 170. Logo, a presente pesquisa, em prosseguimento e ampliação aos estudos iniciados em 2012, pauta-se na seguinte questão problema: De que modo. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lidiane Gomes Silveira - Integrante / Fátima Elizabeti Marcomin - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Apoio á Educação, Pesquisa e Extensão da UNISUL - Bolsa., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1

  • 2014 - 2017

    AMBIENTALIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: SUBSÍDIOS ÀS POLÍTICAS INSTITUCIONAIS EM SANTA CATARINA, Descrição: Este projeto teve como objetivo geral contribuir com as Políticas de ambientalização e sustentabilidade na Educação Superior em Santa Catarina, identificando indícios, elaborando subsídios e estratégias aplicáveis ao ensino, pesquisa, extensão e gestão ambiental nas Instituições de Educação Superior (IES). A pesquisa foi desenvolvida de forma concomitante por equipes de pesquisadores (as) de oito Instituições de Educação Superior (IES), uma pública e sete comunitárias, localizadas em cinco mesorregiões de Santa Catarina. Como objetivos específicos, pretendia averiguar o estágio do processo de ambientalização e sustentabilidade de cada IES; identificar indícios de ambientalização, a partir da análise dos documentos institucionais (PDI, PPI) e curriculares (PPC e planos de ensino das disciplinas de graduação nas IES); elaborar subsídios e propor estratégias, ações e práticas sustentáveis inovadoras e de responsabilidade socioambiental, aplicáveis às IES, no âmbito do ensino, pesquisa, extensão e gestão ambiental dos campi universitários; fortalecer a parceria, integração e colaboração entre pesquisadores das IES participantes em torno da consolidação de Políticas de ambientalização e sustentabilidade no âmbito das IES participantes; criar uma rede temática de ambientalização e sustentabilidade vinculada à Rede Sul Brasileira de Educação Ambiental - REASul, para fortalecer a integração e colaboração com pesquisadores nacionais e da Red de Indicadores de Sostenibilidad en las Universidades (RISU), vinculada à Alianza de Redes Iberoamericanas de Universidades por la Sustentabilidad y el Ambiente (ARIUSA). A abordagem metodológica caracterizou-se pelo enfoque quanti-qualitativo com base na pesquisa-ação participante (THIOLLENT, 2008; HAGUETTE, 2003) e o uso de técnicas de análise documental e de Análise de Conteúdo (BARDIN, 2008; FRANCO, 2008). Complementar à análise documental, foram realizadas entrevistas semiestruturadas (SZYMANSKI, 2002). Os resultados subsidiaram proposições e estratégias de ambientalização curricular nos cursos de graduação, ações e práticas sustentáveis inovadoras e de responsabilidade socioambiental que com vistas a contribuir para criação, implementação, avaliação ou aperfeiçoamento de Políticas de ambientalização e sustentabilidade nas IES. A avaliação e socialização dos resultados deu-se por meio da realização de workshops e um Seminário final. Também foi organizada uma publicação no formato de livro e um e-book, e a produção de artigos e apresentação em eventos acadêmicos e em periódicos nacionais. Além disso, foi criada a rede RASES ? Rede de Ambientalização e Sustentabilidade da Educação Superior. Situação: Concluído Natureza: Projetos de pesquisa Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico (1); Doutorado (1); Integrantes: Mara Lúcia Figueiredo (Responsável); ; Antonio Fernando Silveira Guerra; Raquel Mafra Orsi; George Wilson Aiub; Cheila da Silva dos Passos; Heloisa Maria Wichern Zunino; Márcia Maria Junkes; Juliana Torquato Luiz; Ricardo Marcelo de Menezes; Eliane Renata Steuck; Fatima Elizabeti Marcomin; Ivana Marcomin; Alberto Dias Vieira da Silva; Gilmar Pezzopane Plá; Carlos Renato Carola; Miriam da Conceição Martins; Isabel Cristina da Cunha; Amauri Bogo; Mário Jorge Cardoso Coelho Freitas; Ana Waley de Mendonça; Lucia Ceccato de Lima; Marina P de Arruda; Marilu Diez Lisboa; Lurdes Caron; Carlyle Torres Bezerra de Menezes; Maristela G Giassi Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina-FAPESC.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Lidiane Gomes Silveira - Coordenador / Alberto Dias Vieira da Silva - Integrante / Ivana Marcomin - Integrante / Gilmar Pezzopane Plá - Integrante / Fátima Elizabeti Marcomin - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2014 - 2015

    AS QUESTÕES AMBIENTAIS E A AMBIENTALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA UNISUL: CONTINUIDADE E AMPLIAÇÃO DE UM PROJETO, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lidiane Gomes Silveira - Integrante / Fátima Elizabeti Marcomin - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2013 - 2017

Universidade do Sul de Santa Catarina

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisadora, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Aluna de Iniciação Cientifica

Atividades

  • 07/2013 - 10/2017

    Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Ciências Biológ. e da Saúde e de Ciências Soc. Aplicadas, .,Linhas de pesquisa