Luiz Gustavo Freitas Rossi

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP/Campus de Araraquara (2001), mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (2004) e doutor em Antropologia Social, também pela Universidade Estadual de Campinas (2011), com a tese "O intelectual feiticeiro: Edison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil" (Bolsista FAPESP), ganhadora do Prêmio Capes de Teses como melhor tese de antropologia do Brasil defendida no ano de 2011. É autor dos livros, "O intelectual feiticeiro: Edison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil" (2015, Editora da Unicamp) e "As Cores da Revolução: a literatura de Jorge Amado nos anos 30" (Annablume/FAPESP, 2009). Como bolsista Fapesp, foi pesquisador pós-doutor no Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (2012-2015). Foi Visiting Professor no Departamento de Spanish and Portuguese Languages and Cultures da Universidade de Princeton e pós-doutorando no Departamento de Antropologia da Unicamp (2015-2018). Suas pesquisas na área da antropologia são dedicadas, sobretudo, ao estudo da história intelectual, do pensamento social , da antropologia e das relações raciais no Brasil.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Antropologia Social

2005 - 2011

Universidade Estadual de Campinas
Título: O intelectual Feiticeiro: Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil
Heloisa André Pontes. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: História da Antropologia; Édison Carneiro; Relaçoes Raciais no Brasil.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnografia do Pensamento.

Mestrado em Antropologia Social

2002 - 2004

Universidade Estadual de Campinas
Título: As Cores da Revolução: a literatura de Jorge Amado nos anos 30,Ano de Obtenção: 2004
Heloisa André Pontes.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Jorge Amado; Literatura Proletária; Negros na Literatura; História da antropologia no Brasil.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da Cultura. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnografia do Pensamento.

Graduação em Ciências Sociais

1998 - 2001

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Raça, Mestiçagem e Intelectualidade Brasileira na Literatura de Jorge Amado (1931-1935)
Orientador: Fernanda Arêas Peixoto

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2019

Pós-Doutorado. , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2015 - 2018

Pós-Doutorado. , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2014 - 2015

Pós-Doutorado. , Princeton University, PRINCETON, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

2012 - 2015

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras. , Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Pensamento Social Brasileiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnografia do Pensamento.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da Cultura.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Pensamento Social Brasileiro.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: História das Ciências Sociais no Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ROSSI, Gustavo. ; ARRUTI, J. M. . Rodas de Conversa Sobre Pesquisas Em Raça e Etnicidade. 2019. (Outro).

ROSSI, Gustavo. ; TAMBASCIA, CHRISTIANO . II Seminário de Arte e Sociedade - Antonio Nóbrega, "Apartação Cultural Brasileira". 2019. (Outro).

PEIXOTO, F. A. ; TAMBASCIA, Christiano K. ; ROSSI, Gustavo. ; SOBRAL, L. F. ; RAMASSOTE, R. ; GOYATA, J. V. ; FRANÇOZO, Mariana ; VALENTINI, L. . Colóquio Internacional Acervos e Práticas de Conhecimento: Saberes e Histórias da Antropologia. 2019. (Outro).

Rossi, Gustavo . Lançamento do livro "Dorival Caymmi: a pedra que ronca no meio do mar". 2019. (Outro).

ROSSI, Gustavo. ; OLIVEIRA, Joana Cabral de . Quartas de Antropologia. "O governo dos justos: pentecostalismo e a "nova política" dos direitos humanos (palestra de Jacqueline Moraes Teixeira). 2019. (Exposição).

ROSSI, Gustavo. ; TAMBASCIA, CHRISTIANO . I Seminário de Arte e Sociedade - Desidratação e Recalque: uma análise da estética da nova extrema direita (Palestrante Ricardo Lísias). 2019. (Outro).

ROSSI, Gustavo. ; FRANÇOZO, Mariana ; Pontes, Heloisa ; TAMBASCIA, Christiano K. . Organizador do Painel "Antropologia dos Museus e dos Arquivos: Constituição de Memórias e Identidades. 2016. (Congresso).

ROSSI, Gustavo. ; TAMBASCIA, Christiano K. ; PONTES, Heloisa. . Seminário Donald Pierson: os seus arquivos e as ciências sociais no Brasil. 2016. (Outro).

ROSSI, Gustavo. ; WIGGERS, Raquel . Coodenador do Grupo de Trabalho - Trabalho de Campo e as Interfaces entre as Ciências Sociais e Outros Saberes, durante a IV REA - XIII ABANNE. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Do ponto de vista do antropólogo: os arquivos pessoais e a preservação da memória das ciências sociais no Brasil.Arquivos pessoais e a preservação da memória das ciências sociais no Brasil. 2020. (Seminário).

Colóquio Internacional Acervos e Práticas de Conhecimento: Saberes e Histórias da Antropologia.As histórias que os arquivos contam. 2019. (Simpósio).

Colóquio Internacional Acervos e Práticas de Conhecimento: Saberes e Histórias da Antropologia.Antropólogos em arquivos: práticas e formas de conhecimento. 2019. (Simpósio).

Debatedor das Jornadas de Antropologia John Monteiro. GT-15: Narrar antropologia. 2019. (Congresso).

Seminários de Teses de 2019 - Pagu-Unicamp.Uma série que não se sabe até onde vai dar: uma olhar para os alinhavos que conformam maníacos. 2019. (Seminário).

II Congresso Afro-Brasileiro: uma releitura 81 anos depois.Conferência de Abertura ao II Congresso afro-brasileiro: uma releitura 81 anos depois. 2018. (Encontro).

Seminário Intermediário do GT Pensamento Social no Brasil-ANPOCS.Raça na trajetória social e intelectual de Edison Carneiro. 2018. (Seminário).

Jornadas de Antropologia John Monteiro.Debatedor do GT-Memória, Patrimônio e Arquivo, Sessão. 2017. (Encontro).

The Sorcerer Intellectual.The Sorcerer Intellectual. 2017. (Seminário).

Donald Pierson: os seus arquivos e as ciências sociais no Brasil.Donald Pierson e os estudos das relações raciais no Brasil e nos Estados Unidos. 2016. (Seminário).

VI Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. Trajetórias menores, arquivos lacunares. 2016. (Congresso).

Lemann Lecture Series.Race as a Category of Experience in the Intellectual Trajectory of Edison Carneiro. 2015. (Seminário).

PLAS Lunch Workshop.Donald Pierson e os estudos sobre raça no Brasil e nos Estados Unidos (1930-1950). 2015. (Seminário).

Aula Inaugural do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Unesp-Marília. Os intelectuais residuais e a produção do tempo moderno nas ciências sociais brasileiras. 2014. (Exposição).

IEB - Estudos Brasileiros: projetos e metodologias.Debatedor de projetos de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação do IEB - Culturas e Identidades Brasileiras. 2013. (Outra).

IV Reunião Equatorial de Antropologia - XIII Reunião de Antropólogos do Norte e Nordeste. Antropologias de entremeio. 2013. (Congresso).

RAM - Reunião de Antropologia do Mercosul. Edison Carneiro, um intelectual 'da' raça. 2013. (Congresso).

RAM - Reunião de Antropologia do Mercosul. Debatedor do GT - La Producción de prácticas políticas colectivas: estudios etnográficos en América Latina. 2013. (Congresso).

Relações Raciais e Questões Étnicas.Edison Carneiro e as Relações Raciais no Brasil. 2013. (Seminário).

Cerimônia de entrega do Prêmio Sílvio Romero 2011.O intelectual feiticeiro: Edison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil. 2012. (Outra).

Colóquio Internacional Jorge Amado e a Imagem do Brasil.A primeira fase na obra de Jorge Amado e sua faceta política. 2012. (Simpósio).

Curso Jorge Amado: Ficção e Interpretação do Brasil.A militância política na obra de Jorge Amado. 2012. (Oficina).

II Colóquio Áfricas, Literatura e Contemporaneidade.As Áfricas de Jorge Amado. 2012. (Simpósio).

IV Curso Manuel Querino.Edison Carneiro e sua Magia. 2012. (Outra).

Jornadas de Antropologia 2012.Trajetórias e Etnografias do Conhecimento. 2012. (Encontro).

Prêmio Capes de Tese.Outorga do Prêmio Capes de Tese 2012 da Área de Antropologia/Arqueologia. 2012. (Outra).

Seminário do Centenário de Edison Carneiro.Ainda sobre o intelectual feiticeiro: Edison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil. 2012. (Seminário).

Curso Jorge Amado 2011 - I Colóquio de Literatura Brasileira.Projeto Literário e Romance Proletário: reavaliando a política na obra de Jorge Amado. 2011. (Simpósio).

XXII Ciclo de Estudos Históricos.Na Trilha do Negro: política, romance e estudos afro-brasileiros na década de 1930. 2011. (Encontro).

Pensamento Social no Brasil.A obra de Gilberto Freyre nos anos de 1930. 2010. (Seminário).

Seminário Acadêmico Internacional Jorge Amado.Literatura e engajamento político em Jorge Amado. 2010. (Seminário).

Seminário Acadêmico Internacional Jorge Amado.As formas da política nos romances de Jorge Amado. 2010. (Seminário).

XXV Simpósio Nacional de História.Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil (1930-1950). 2009. (Simpósio).

Ciclo de Palestras sobre Literatura e Humanidades.Literatura e Antropologia. 2008. (Simpósio).

XXVI ALAS - Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia. Academia dos Rebeldes: notas sobre literatura e modernismo na Bahia. 2007. (Congresso).

Pesquisa Antropológica.Antropologia e Literatura. 2006. (Seminário).

XXX Encontro Anual da ANPOCS. Jorge Amado e a Questão Racial nos anos de 1930. 2006. (Congresso).

Pesquisa Antropológica.As cores da Revolução. 2005. (Seminário).

XXIV Reunião Brasileira de Antropologia. Arte e Etnografia: a consolidação dos campos artístico e científico em meio ao Brasil moderno (1920-1950). XXIV Reunião Brasileira de Antropologia. 2004. (Congresso).

XXIV Reunião Brasileira de Antropologia. Jorge Amado e a Antropologia Brasileira. XXIV Reunião Brasileira de Antropologia. 2004. (Congresso).

II Seminário de Pesquisas em Andamento.Negros Brasileiros, Brasileiros Negros: Jorge Amado e a Questão Racial nos anos de 1930. 2003. (Seminário).

Gênero e Cidadania. 2002. (Seminário).

O Histórico na Literatura e o Literário na História na Obras de Sérgio Buarque de Holanda. 2002. (Seminário).

XXVI Encontro Anual da ANPOCS. 2002. (Encontro).

Aula Inaugural do Curso de Ciências Sociais - FCL/Ar. 2001. (Outra).

Aula Magna do Curso de Ciências Sociais - FCL/Ar. 2001. (Outra).

IV Semana de Ciências Sociais: Civilização ou Barbárie. 2001. (Outra).

Mini-Curso: A Violência e a História. 2001. (Outra).

VII Jornada da Ciências Sociais: Jornada da Estudos Gilberto Freyre. 2000. (Encontro).

II Semana de Ciências Sociais. 1999. (Outra).

Mini-Curso: História do Marxismo: marxismo no século XX. 1999. (Oficina).

Aula Inaugural do Curso de Ciências Sociais. 1998. (Outra).

I Semana de Ciências Sociais. 1998. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Felipe Neri Alves Pinto

ROSSI, Gustavo.; TAMBASCIA, Christiano K.; FRANÇOZO, Mariana. Antropologia entre três mundos: Emilio Willems e a institucionalização da antropologia brasileira. 2020. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Cristiane Paião Macedo

ROSSI, Gustavo.; TAMBASCIA, Christiano K.; VERMEERSCH, Paula.. Histórias flutuantes: identidade e (re)significação cultural em narrativas sobre o rio Madeira e a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em Porto Velho-Rondônia. 2019. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcos Pedro Magalhães Rosa

ROSSI, Gustavo.; Pontes, Heloisa; SIMIONI, Ana Paula. O Espelho de Volpi: o Artista, a Crítica e São Paulo nos anos 1940 e 1950. 2015. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Sariza Caetano Venâncio

ROSSI, Gustavo.; ALMEIDA, R. R. M.; THOMAZ, Omar R.; SILVA, V. G.; FERRETTI, M. M. R.. Encantados na Umbanda no Norte do Tocantins. 2019. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Jaqueline Lima Santos

ROSSI, Gustavo.; THOMAZ, Omar R.; DULLEY, I. H.; SOUZA, A. L. S. E.; FELIX, J. B. J.. Imaginando uma Angola pós-colonial: a cultura hiphop e os inimigos políticos da nova república. 2019. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Sérgio Procópio Carmona Mendes

ROSSI, Gustavo.; MORELLI, R. C. L.; ARANTES, A. A.; SOUZA, C. D.; LIMA, R. G.. Estéticas Etnográficas: etnografia e política na história intelectual da Sala do Artista Popular. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Ana Carolina Vila Ramos dos Santos

ROSSI, Gustavo.; FERREIRA, L. C.; LOURENÇO, Fernando Antonio; TAVOLARO, S. B. F.; CHAGURI, M. M.. Pelo movimento: natureza e modernidade em Os Parceiros do Rio Bonito de Antonio Candido. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcella Uceda Betti

ROSSI, Gustavo.; FRANCA, I. L.; Almeida, H. B. de. Voltando às raízes: política, corpo e consumo na valorização dos cabelos cacheados e crespos. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em doutorado em ciências sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Rafael do Nascimento Cesar

ROSSI, Gustavo.; Pontes, Heloisa; TAMBASCIA, Christiano K.. O swing dos trópicos: a presença do jazz na música popular brasileira (1919-1959). 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Gabor Basch

ROSSI, Gustavo.; THOMAZ, Omar R.; TAMBASCIA, Christiano K.. Nação e pós-socialismo: uma etnografia das transformações recentes na Voivodina. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Laila Britcha

ROSSI, Gustavo; CHAVES, Rita; THOMAZ, Omar R.. Literatura, associativismo e educação relacionados aos processos de constituição nacional no Brasil e em Angola (1930-1961). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Ana Carolina Vila Ramos dos Santos

ROSSI, Gustavo; FERREIRA, Leila da Costa; LOURENÇO, Fernando Antonio. Natureza e modernidade em "Os parceiros do Rio Bonito" de Antonio Candido. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Felipe Nery Alves Pinto

ROSSI, Gustavo.; TAMBASCIA, Christiano K.; FRANÇOZO, Mariana. Antropologia entre três mundos: Emilio Willems e a institucionalização da antropologia brasileira. 2019.

Aluno: Bruno Ribeiro Ferreira

ROSSI, Gustavo.; FRANCA, I. L.; BENITEZ, M. E. D.. "Afronta, vai, se movimenta!": estéticas e ativismos na cena preta LGBT da cidade de São Paulo. 2019.

Aluno: Amanda Gonçalves Serafim

ROSSI, Gustavo.; TAMBASCIA, Christiano K.; SOBRAL, L. F.. "Abraços do velho": uma análise do Fundo Roberto Cardoso de Oliveira. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Cristiane Paião Macedo

ROSSI, Gustavo.; TAMBASCIA, Christiano K.; BRUNO, Fabiana. Histórias flutuantes: identidade e (re)significação cultural em narrativas sobre o rio Madeira e a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em Porto Velho, Rondônia. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

ROSSI, Gustavo.; ALMEIDA, R. R. M.; DEBERT, G. G.. Presidente de Banca do Processo Seletivo do Mestrado em Antropologia Social da Unicamp. 2019. Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Mariza Correa

CORREA, M.; PONTES, Heloísa André; MICELI, Sérgio. As cores da revolução: a literatura de Jorge Amado nos anos 30. 2004. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Mariza Correa

CORREA, M.; PEIXOTO, Fernanda; PONTES, Heloísa André. Jorge Amado e a questão racial dos anos de 1930. 2003. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

Heloísa André Pontes

PONTES, Heloisa; CORREA, M.; PEIXOTO, F.;Miceli, Sérgio; Guimarâes, Antonio Sérgio. O intelectual "feiticeiro": Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Antropologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Huimanas da Unicamp.

Heloísa André Pontes

PONTES, Heloisa. ?O antropólogo ?feiticeiro?; Edison Carneiro e as ciências sociais no Brasil?.. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Antropologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Huimanas da Unicamp.

Antonio Sergio Alfredo Guimarães

GUIMARÃES, A. S. A.; Pontes, Heloisa; MICELLI, S.; CORRÊA, M.; Peixoto, Fernanda. O intelectual feiticieiro: Edison Carneiro e o campo de estudos raciais no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Fernanda Areas Peixoto

PEIXOTO, F. A.; PONTES, H.; MICELI, S.; GUIMARAES, A. S.. O intelectual feiticeiro: Édison Carneiro e o campo de estudo das relações raciais no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em PPGAS) - Instiuto de Filosofia e Ciências Humanas.

Dagoberto José Fonseca

FONSECA, D. J.; FRUGOLI JR., H.. Raça, Mestiçagem e Intelectualidade Brasileira na Literatura de Jorge Amado (1931-1935). 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho".

Sérgio Miceli Pessoa de Barros

MICELI, Sergio. As cores da revolução: a literatura de Jorge Amado nos anos 30. 2004. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Sérgio Miceli Pessoa de Barros

MICELI, SergioPONTES, Heloisa Andre. O intelectual ?feiticeiro?: Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Vítor Aquino de Queiroz D ´Ávila Teixeira

A Pedra que Ronca no Meio do Mar: baianidade, silêncio e experiência racial na obra de Dorival Caymmi; 2017; Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Coorientador: Luiz Gustavo Freitas Rossi;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Heloísa André Pontes

As cores da revolução: a literatura de Jorge Amado nos anos 30; 2004; Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado em Antropologia Social) - Instituto de Filosofia e Ciências Huimanas da Unicamp, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Heloísa André Pontes;

Heloísa André Pontes

O intelectual 'feiticieiro': Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil; 2011; Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Heloísa André Pontes;

Heloísa André Pontes

; Donald Pierson e os estudos sobre raça no Brasil e nos Estados Unidos (1930-1950)?; Bolsa Capes; 2018; Instituto de Filosofia e Ciências Huimanas da Unicamp, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Heloísa André Pontes;

Antonio Sergio Alfredo Guimarães

2015; Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Antonio Sérgio Alfredo Guimarães;

Fernanda Areas Peixoto

Raça, Mestiçagem e intelectualidade brasileira na literatura de Jorge Amado; 2001; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Fernanda Arêas Peixoto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • TAMBASCIA, CHRISTIANO ; Rossi, Gustavo . Sidetracks: Mariza Corrêa e a história da antropologia no Brasil. CADERNOS PAGU , v. 54, p. e185407, 2018.

  • ROSSI, Gustavo . Edison Carneiro e la cultura afro-brasiliana. Sarapegbe: Rivista di Cultura e Società del Brasile e altri mosaici , v. Anno 1, p. 4, 2012.

  • ROSSI, Gustavo . Uma família de cultura: os Souza Carneiro na Salvador de inícios do século XX. Lua Nova (Impresso) , p. 81-131, 2012.

  • ROSSI, Gustavo . Immaginario nazionale e colori del Brasile. Sarapegbe: rivista de cultura e società del Brasile e altri mosaici , v. Anno 1, p. 10, 2012.

  • Rossi, Luiz Gustavo Freitas . A Militância Política na Obra de Jorge Amado (republicação). Princípios (São Paulo) , v. 121, p. 25-35, 2012.

  • Rossi, Luiz Gustavo Freitas . Epiderme em cena: raça, nação e teatro negro no Brasil. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso) , v. 28, p. 427-434, 2007.

  • FRANÇOZO, Mariana ; Rossi, Luiz Gustavo Freitas . Nacional estrangeiro: história social e cultural do modernismo artístico em São Paulo. Revista de Antropologia (USP. Impresso) , São Paulo, v. 47, n.n.1, p. 319-323, 2004.

  • Rossi, Luiz Gustavo Freitas . As cores e os gêneros da revolução. Cadernos Pagu (UNICAMP) , v. 23, p. 149-197, 2004.

  • BORGES, A. ; Rossi, Luiz Gustavo Freitas . (Resenha). LATOUR, Bruno. Políticas da Natureza: como fazer ciência na democracia. Temáticas (UNICAMP) , v. 23/24, p. 49-51, 2004.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ROSSI, Gustavo. . Parecer para PROA: revista de antropologia e arte (Unicamp). 2019.

ROSSI, Gustavo. . Parecer para Sociologias, revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFRGS. 2019.

ROSSI, Gustavo. . Parecer para a Revista Brasiliana: Journal for Brazilian Studies. 2019.

ROSSI, Gustavo. . Parecer para revista Brésil(s): Sciences Humaines et Sociales. 2019.

ROSSI, Gustavo. . Parecerista 'ad hoc', Panambi: revista de investigaciones artisticas. 2018.

ROSSI, Gustavo. . Parecer para a 'Mediações: Revista de Ciências Sociais' da UEL (Londrina). 2018.

ROSSI, Gustavo. . Parecer para 'Tempo e Argumento', revista do Programa de Pós-Graduação em História da UDESC. 2018.

ROSSI, Gustavo. . Perecerista 'ad hoc', Revista Mediações (Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina-UEL). 2016.

Rossi, Gustavo . Parecerista 'ad hoc' da Revista Crítica Histórica (revista do Centro Pesquisa e Documentação Histórica - UFAL. 2013.

ROSSI, Gustavo . Parecerista "ad hoc" da Revista Enfoques (Revista dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ). 2012.

ROSSI, Gustavo . Parecerista "ad hoc" da Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS). 2012.

ROSSI, Gustavo . Parecerista "ad hoc" da Revista Pensata, Revista dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNIFESP. 2012.

ROSSI, Gustavo. . Parecerisra "ad hoc" da Revista Cadernos de Campo (Revista dos alunos de Pós-Graduação em Antropologia da USP). 2012.

ROSSI, Gustavo . Parecerista "ad hoc" para a revista Estudos de Sociologia (Revista do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da FCLAr - UNESP / Araraquara). 2009.

ROSSI, Gustavo. . Edison Carneiro: o Ogã comunista. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

ROSSI, Gustavo. . Diálogos sem Pronteiras - Estudos das relações raciais. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROSSI, Gustavo. . Jorge Amado, centenário e atual (Jornal O Globo). 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Rossi, Gustavo . O intelectual 'feiticeiro' sai enfim do limbo (Jornal da Unicamp). 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Rossi, Gustavo . 'Capitães da areia', da fogueira à consagração (Revista Época). 2011. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

ROSSI, Gustavo . O Intelectual feiticeiro: Édison Carneiro e as ciências sociais no Brasil ( Relatório Final Fapesp). 2010. (Relatório de pesquisa).

ROSSI, Gustavo . O Intelectual feiticeiro: Édison Carneiro e as ciências sociais no Brasil (3° Relatório Fapesp). 2009. (Relatório de pesquisa).

ROSSI, Gustavo . O Intelectual feiticeiro: Édison Carneiro e as ciências sociais no Brasil (2° Relatório Fapesp). 2008. (Relatório de pesquisa).

ROSSI, Gustavo . O Intelectual feiticeiro: Édison Carneiro e as ciências sociais no Brasil (1° Relatório Fapesp). 2007. (Relatório de pesquisa).

ROSSI, Gustavo. . Foto de Pedro Meira Monteiro para a 'orelha' do livro Signo e Desterro. São Paulo, Hucitec, 2015. 2015. Fotografia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2018

    Donald Pierson e os estudos sobre raça no Brasil e nos Estados Unidos (1930-1950), Descrição: O presente projeto revisita a história das ciências sociais e dos estudos raciais no Brasil por meio da carreira intelectual e acadêmica de Donald Pierson (1900-1995). De um lado, trata-se de mostrar a expressividade do autor para a análise do processo de formação de uma rede transnacional de estudos sobre raça, no âmbito do qual, entre as décadas de 1930 e 1950, os intercâmbios acadêmicos e simbólicos entre Brasil e Estados Unidos assumiram papeis críticos na reflexão da temática negra em ambos os países. De outro lado, ao esquadrinhar o intercâmbio transnacional de ideias e agentes entre os dois países, busca-se evidenciar o lugar do imaginário e dos conhecimentos a respeito do Brasil no desenvolvimento das agendas intelectuais e políticas de raça nos Estados Unidos naquele momento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Coordenador., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2015

    Um intelectual da raça: Edison Carneiro, relações raciais e campo intelectual no Brasil, Descrição: O projeto trata da carreira de Edison Carneiro (1912-1972), intelectual baiano, mulato, nascido em Salvador, cuja produção esteve atrelada, sobretudo, à seara de discussões das relações raciais e das culturas de origem africana no Brasil. O foco da pesquisa incide sobre as contribuições de Carneiro para essa seara de discussões e, em particular, para o momento de consolidação dos estudos sobre as religiões e culturas de matriz africana na década de 1930. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2008 - 2012

    Formação do campo intelectual e da indústria cultural no Brasil contemporâneo, Descrição: Esta pesquisa pretende investigar as transformações decisivas por que passou a história social da cultura brasileira, embora o faça por meio de uma confluência temática original. Empreender uma história crítica da cultura brasileira desde o século XIX até o presente, e para tanto buscar as conexões entre surtos estratégicos de produção cultural erudita e a expansão de setores dinâmicos da indústria cultural: de um lado, a modelagem dos intelectuais no Império e a literatura dos viajantes, o romance social, os intelectuais comunistas, a dramaturgia, a vanguarda literária e artística em perspectiva comparada; de outro, as mudanças na imprensa, no setor editorial, e na mídia audiovisual. O alvo deste projeto é, pois, a inteligibilidade das condições que presidiram o processo de autonomização de um campo de produção cultural no país, com base na análise seletiva de experimentos chaves dessa história. Intelectuais e artistas infundindo rumos e linguagens nas mídias de cada conjuntura histórica e, reversivamente, as transformações da indústria cultural impondo feições e significados ao trabalho dos produtores culturais. A vida cultural será aqui examinada por referência ao universo de socialização dos produtores escritores, artistas, profissionais especializados -, cujo desvendamento requer a compreensão de suas ligações com o espaço da classe dirigente. Outras dimensões cruciais da análise incluem as injunções institucionais das mídias contempladas, o recrutamento e as trajetórias dos agentes da cena cultural, os móveis de competição atuantes no mercado de bens culturais, as demandas dos públicos diversificados de consumidores. A finalidade deste projeto é lograr uma reconstituição compacta e expressiva dos processos sociais que modelaram a vida cultural brasileira, averiguados pelo prisma de recortes empíricos capazes de restituir as múltiplas determinações dessas experiências.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (20) / Doutorado: (20) . , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Integrante / Sergio Miceli - Coordenador / Heloisa Pontes - Integrante / Heloisa Buarque de Almeida - Integrante / Maria Arminda do Nascimento Arruda - Integrante / Marcelo Ridenti - Integrante / Esther Hamburger - Integrante / Alexandre Bergamo - Integrante / Fernando Pinheiro Filho - Integrante / Lilia Schwarcz - Integrante / Luis Carlos Jackson - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2011

    O intelectual Feiticeiro: Edison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil, Descrição: Esta trabalho investiga a trajetória social e intelectual de Édison Carneiro (1912-1972). Não se trata, contudo, de uma biografia ou de uma interpretação da totalidade da obra do autor. Antes, o foco do trabalho recai sobre os aspectos da prática e produção intelectuais de Édison Carneiro que dão conta de seu envolvimento com o campo de estudos, ao qual ele esteve mais sensivelmente ligado, a saber: o campo de estudos das relações raciais e das culturas de origem africana na sociedade brasileira. Buscou-se, neste sentido, recompor a trama complexa de coordenadas históricas, sociais e biográficas que não somente permitiram a inserção de Édison Carneiro no debate sobre a ?questão negra? brasileira, mas também condicionaram as estratégias de ?sobrevivência? intelectual por ele adotadas em um contexto de intensas transformações, destravadas pela institucionalização das ciências sociais no país. As conclusões desta tese, portanto, dizem respeito tanto às formas como Édison Carneiro construiu sua carreira intelectual, apreendida à luz dos constrangimentos associados a sua condição de polígrafo e ?intelectual de província?, quanto aos modos como essa carreira entrelaça e expressa alguns dos dilemas decisivos para se compreender a constituição e o desenvolvimento de debate racial brasileiro, a partir da década de 1930.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2002 - 2004

    As Cores da Revoluçao: a literatura de Jorge Amado nos anos de 1930, Descrição: Esta pesquisa investigou as particularidades com que a questão racial foi abordada e tematizada pelo escritor Jorge Amado (1912-2001), em seus romances da década de 1930: País do Carnaval (1931), Cacau (1933), Suor (1934), Jubiabá (1935), Mar Morto (1936) e Capitães da Areia (1937). Para tanto, estas obras buscaram ser analisadas à luz, de um lado, dos padrões e medidas pelos quais vinham sendo avaliadas para, então, compreender aquilo que Jorge Amado chamou de literatura proletária e, de outro, através das relações e atuações do escritor baiano junto a alguns dos intelectuais que vinham se debruçando sobre a situação do negro no Brasil, em especial Édison Carneiro (1912-1972), Arthur Ramos (1903-1949) e Gilberto Freyre (1900-1987). Procura-se, então, indagar os tratamentos que Jorge Amado dispensou ao negro e sua cultura nestes romances, sem perder de vista os projetos do escritor em formulá-los na chave de uma arte proletária.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Coordenador., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2000 - 2001

    Raça, Mestiçagem e Intelectualidade Brasileira na Literatura de Jorge Amado (1931-1935), Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luiz Gustavo Freitas Rossi - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2012

Indicado ao Prêmio de Teses da Capes pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Unicamp, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp - PPGAS).

2012

Prêmio Capes de Teses 2012 da Área Antropologia/Arqueologia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

2011

Aprovado em 2° lugar no Concurso para Professor Colaborador (Antropologia), Unesp-Campus de Marília (Dep. de Sociologia e Antropologia).

2011

Menção Honrosa do Concurso Sílvio Romero pela tese "O intelectual Feiticeiro: Édison Carneiro e o campo de estudos das relações raciais no Brasil", Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP) - Concurso Sílvio Romero.

2005

Aprovado em 1° lugar no Concurso de Provas e Títulos para Docentes (Área - Antropologia), Instituto Municipal de Ensino Superior de São Caetano do Sul (Immes).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Antropologia. , Rua Cora Coralina, Cidade Universitária, 13083896 - Campinas, SP - Brasil, Telefone: (19) 35211572

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - 2017

Princeton University

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

2014 - 2015

Princeton University

Vínculo: Visiting Scholar, Enquadramento Funcional: Visiting Scholar

Atividades

  • 01/2017 - 06/2017

    Ensino, Department of Spanish and Portuguese Languages and Cultures, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tropical utopias, artificial paradises: imaginations of Brazil

  • 01/2017 - 06/2017

    Ensino, Department of Spanish and Portuguese Languages and Cultures, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Modern Brazilian Literature and Culture (Race, Nation and Politics in Twentieth-Century Brazil)

2012 - 2015

Universidade de São Paulo

Vínculo: Outro (integrante), Enquadramento Funcional: Pós-Doutorado

2019 - Atual

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorado

2015 - 2018

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorado

2011 - 2011

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prof. Doutor MS-3 (Regime de Turno Parcial), Carga horária: 40

Outras informações:
Disciplina Ministrada: Antropologia e Teoria Social Contemporânea

2008 - 2008

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PED (Antropologia no Brasil), Carga horária: 8

Outras informações:
Disciplina Ministrada: Antropologia no Brasil para o curso de Ciências Sociais da Unicamp

Atividades

  • 02/2019

    Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, HZ-369A - Ensino de Antropologia: Temas e Conceitos Fundamentais, HZ-369B - Ensino de Antropologia: Temas e Conceitos Fundamentais, HZ-379A - Oficinas de Leitura e Escrita em Humanidades, HZ-379B - Oficinas de Leitura e Escrita em Humanidades

  • 08/2016 - 12/2016

    Ensino, Antropologia Social, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Políticas da diferença, políticas do conhecimento: raça, gênero e produção simbólica

  • 07/2011 - 12/2011

    Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia e Teoria Social Contemporânea (Diurno), Antropologia e Teoria Social Contemporânea (Noturno)

  • 03/2008 - 07/2008

    Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia no Brasil