Patrícia de Werk Raubach

Cursou Graduação Sanduíche em Pedagogia - Licenciatura da Universidade Federal do Rio Grande ? FURG pelo Projeto de Cooperação Internacional Brasil ? Moçambique para formação de professores de Ciências e Matemática/CAPES. Com experiência voluntária na Educação Infantil. Ingressou na Universidade Federal (FURG), em 2011, neste mesmo ano participou de projetos de pesquisa ligados ao Programa de Extensão Comunidades FURG ? COMUF PROEXT/MEC/SESu. Em 2012, participou de projetos, cursos e seminários, todos na linha de ?intervenção positiva?. Trabalhou durante dois anos como bolsista do Núcleo de Estudos e Epistemologia em Educação e Ciências (NUEPEC), sendo este núcleo vinculado ao Observatório Nacional da Educação. No curso de Licenciatura em Matemática. Foi como bolsista voluntária no Laboratório de Educação Matemática e Física ? LEMAFI. É integrante do Grupo de Pesquisa Educação à Distância e Tecnologia (EAD-TEC). Participa do Projeto de Pesquisa: Cultura, Estética e Formação na/da Cidade: redes de saberes, memórias, incompletudes e territorialidades - coordenado pela Profª. Drª. Vânia Alves Martins Chaigar. Participa do Projeto de Extensão Cultura, Estética e Formação: redes de saberes, incompletudes e territorialidades - EDITAL PROEXT 2016. É pesquisadora do Núcleo de Pesquisa e Extensão do CNPq: EDUCAMEMÓRIA, atuando na linha de pesquisa de Redes de Cultura, Estética e Formação na/da Cidade - RECIDADE. Atualmente é bolsista CAPES no Curso de Mestrado em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação ? PPGEdu/FURG.

Informações coletadas do Lattes em 03/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em EDUCAÇÂO

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande
Título: A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DE LICENCIANDOS COMPARTILHADA NO SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO,Orientador:
Vânia Alves Martins Chaigar.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Educação; Formação Inicial; Interfaces Pedagógicas.Grande área: Ciências HumanasSetores de atividade: Educação.

Graduação em andamento em Matemática Licenciatura

2016 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande

Graduação em Pedagogia

2011 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande
Título: O PROJETO CONSTRUINDO REDES DE SABERES NA MATEMÁTICA E NAINICIAÇÃO ÀS CIÊNCIAS: ESCOLA E UNIVERSIDADE EM CONEXÃO E OIMPACTO NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOSINICIAIS SOBRE A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA
Orientador: Simone Barreto Anadon
com

Ensino Médio (2º grau)

2000 - 2007

Secretaria estadual de Educação (RS)

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Matemática Animada I. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2016 - 2016

CURSO DE PRÉ-CÁLCULO. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2016 - 2016

Matemática Animada II. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em A Literatura Infantil na Formação Inicial e Continuada de Professores da Ed. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2012 - 2012

Extensão universitária em A ESCOLA QUE SE VIVE E A ESCOLA QUE SE SONHA: CULT. (Carga horária: 80h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2012 - 2012

Extensão universitária em INTERVENÇÕES POSITIVAS PARA O APOIO AS FAMILIAS. (Carga horária: 80h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em II EXPEDIÇÃO DE ESTUDOS: Rota das Missões. (Carga horária: 50h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Libras

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

RAUBACH, Patrícia de Werk . VII SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade Plural ? Escolas, Convivências e Resistências. 2019. (Outro).

RAUBACH, Patrícia de Werk . MOVIMENTO INTERFACES: CONHECIMENTOS PARA ALÉM DOS MUROS. 2018. (Outro).

RAUBACH, Patrícia de Werk .  IV SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Utopias, Tempos e Experiências. 2016. (Outro).

RAUBACH, Patrícia de Werk . III SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Protagonismos, Culturas e Incompletudes. 2015. (Outro).

RAUBACH, P. W. . II SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Memórias, tecnologias e ludicidade: ressignificando tempos, espaços e infâncias. 2014. (Outro).

RAUBACH, P. W. .  I SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO; II Mostra O Lugar da Memória Na Escola - Coisas de Crianças. 2013. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

18ª Mostra da Produção Universitária.QUEM SÃO OS SUJEITOS PARTICIPANTES DO SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS? QUAIS SUAS TERRITORIALIDADES?. 2019. (Outra).

Encontro Textos e Contextos da Docência.Com quantos territórios se faz uma formação? Aprendizagens com juventudes na/da cidade. 2019. (Outra).

VII SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade Plural ? Escolas, Convivências e Resistências. 2019. (Seminário).

VII SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade Plural ? Escolas, Convivências e Resistências.O PROCESSO DE (DES)CONSTRUÇÃO DE UMA PESQUISA: ANÁLISE DE UM PERCURSO. 2019. (Seminário).

V SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade e Escola: Formação, Transformação e Cidadania."INTERFACES PEDAGÓGICAS: CIDADE E ESCOLA - O QUE ESTAMOS APRENDENDO?. 2017. (Seminário).

IV SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Utopias, Tempos e Experiências. At.INTERFACES PEDAGÓGICAS: ESCOLA E UNIVERSIDADE - O QUE ESTAMOS APRENDENDO?. 2016. (Seminário).

II SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Memórias, tecnologias e ludicidade: ressignificando tempos, espaços e infâncias. 2014. (Seminário).

X Jornada de Estudos do CEP-Rua.A importância do elo de gerações para o desenvolvimento da cidadania. 2012. (Outra).

1º encontro sobre violência na escola: um desafio a ser enfrentado. 2011. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Neusiane Chaves de Souza

ANADON, S. B.;TAUCHEN, G.SOUZA, N. C.. O PROJETO CONSTRUINDO REDES DE SABERES NA MATEMÁTICA E NA INICIAÇÃO ÀS CIÊNCIAS: ESCOLA E UNIVERSIDADE EM CONEXÃO E O IMPACTO NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS SOBRE A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Rio Grande.

Carmo Thum

THUM, Carmo; Chaigar, Vania Alves Martins. A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DE LICENCIANDOS COMPARTILHADA NO SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em EDUCAÇÂO) - Universidade Federal do Rio Grande.

Vania Alves Martins Chaigar

CHAIGAR, V. A. M.; THUM, Carmo.; CARDOSO, L.. A produção do conhecimento de licenciandos compartilhada no Seminário Interfaces Pedagógicas: Licenciaturas em Diálogo. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em EDUCAÇÂO) - Universidade Federal do Rio Grande.

Lígia Cardoso Carlos

CHAIGAR, V.; THUM, C.;CARLOS, L. C.. A produção do conhecimento de licenciandos compartilhada no seminário interfaces pedagógicas: licenciaturas em diálogo. 2019. Dissertação (Mestrado em EDUCAÇÂO) - Universidade Federal do Rio Grande.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Vania Alves Martins Chaigar

O Seminário Interfaces Pedagógicas: Licenciaturas em Diálogo como movimento formativo; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em EDUCAÇÂO) - Universidade Federal do Rio Grande; (Orientador);

Vania Alves Martins Chaigar

Cultura, Estética e Formação na/da Cidade: redes de saberes, memórias, incompletudes e territorialidades; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Licenciatura em Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Vania Alves Martins Chaigar

Cultura, Estética e Formação na/da Cidade: redes de saberes, memórias, incompletudes e territorialidades; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vânia Alves Martins Chaigar;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CHAIGAR, V. A. M ; MIRANDA, P. S. ; RAUBACH, Patrícia de Werk . A produção do conhecimento por licenciandas de Pedagogia: interlocuções com o tempo- espaço das crianças da/na cidade. In: Lígia Cardoso Carlos. (Org.). Ciências Humanas no Ensino Fundamental: reflexões, iniciativas e propostas. 1ed.Pelotas: Editora UFPel, 2015, v. 1, p. 111-126.

  • RAUBACH, Patrícia de Werk ; GAUTERIO, V. L. B. .  RESGATANDO E RESSIGNIFICANDO APRENDIZAGENS. In: V SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade e Escola: Formação, Transformação e Cidadania, 2018, Rio Grande. V SEMINÁRIO INTERFACES PEDAGÓGICAS: LICENCIATURAS EM DIÁLOGO: Cidade e Escola: Formação, Transformação e Cidadania. Rio Grande: Pluscom Editora, 2018. v. 1. p. 116-120.

  • SANTOS, J. ; SOARES, L. P. S. ; RAUBACH, Patrícia de Werk ; CHAIGAR, V. A. M . Múltiplas faces do ?Interfaces?: Protagonismos de licenciaturas e licenciandos. In: III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares, 2017, Jaguarão. III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares, 2017. p. 1-6.

  • ANTUNES, G. T. ; RAUBACH, Patrícia de Werk . A AUTONOMIA DO ALUNO E O PROFESSOR COMO MEDIADOR FRENTE À TECNOLOGIA DIGITAL: PERCEPÇÕES DE DOCENTES EM FORMAÇÃO. In: 16ª Mostra da Produção Universitária - MPU, 2017, Rio Grande. Anais MPU 2017 - Seminário de Ensino, 2017.

  • LOMBARDI, R. S. ; ANTUNES, G. T. ; RAUBACH, Patrícia de Werk . PONTO CEGO: UM ESTUDO SOBRE A INCLUSÃO DE DEFICIENTES VISUAIS NO ENSINO DA MATEMÁTICA. In: 16ª Mostra da Produção Universitária - MPU, 2017, Rio Grande. Anais MPU 2017 - Seminário de Ensino, 2017.

  • RAUBACH, Patrícia de Werk ; GAUTERIO, V. L. B. . O LÚDICO E A MATEMÁTICA: A BUSCA PELA PRODUÇÃO DE EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM. In: 16ª Mostra da Produção Universitária - MPU, 2017, Rio Grande. Anais MPU 2017 - Seminário de Extensão, 2017.

  • ANTUNES, G. T. ; RAUBACH, Patrícia de Werk . A AUTONOMIA DO ALUNO E O PROFESSOR COMO MEDIADOR FRENTE À TECNOLOGIA DIGITAL: PERCEPÇÕES DE DOCENTES EM FORMAÇÃO,. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • RAUBACH, Patrícia de Werk ; GAUTERIO, V. L. B. ; LAURINO, D. P. . O LÚDICO E A MATEMÁTICA: A BUSCA PELA PRODUÇÃO DE EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • RAUBACH, Patrícia de Werk ; GAUTERIO, V. L. B. .  RESGATANDO E RESSIGNIFICANDO APRENDIZAGENS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • LOMBARDI, R. S. ; ANTUNES, G. T. ; RAUBACH, Patrícia de Werk . PONTO CEGO: UM ESTUDO SOBRE A INCLUSÃO DE DEFICIENTES VISUAIS NO ENSINO DA MATEMÁTICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • MENDES, E. L. G. ; RAUBACH, P. W. . EXISTENCIAR-SE COM O OUTRO? MALUQUICES DE UM PRÍNCIPE. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • RAUBACH, P. W. ; UAMUSSE, V. G. . ANÁLISE COMPARATIVA DE ASPECTOS EDUCACIONAIS HERDADOS DE PORTUGAL POR BRASIL E MOÇAMBIQUE. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • RAUBACH, P. W. ; ARRUDA, K. A. ; AYRES, F. M. ; MARQUES, P. R. . O GRUPO DE PESQUISA DO NÚCLEO DE ESTUDOS EM EPISTEMOLOGIA E EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS - NUEPEC - E A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • MIRANDA, P. S. ; RAUBACH, P. W. ; BEIERSDORF, D. . Rodas de aprendizagem: reflexões e possibilidades do fazer docente. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • RAUBACH, Patrícia de Werk ; MENDES, E. L. G. . I Seminário Interfaces Pedagógicas: Licenciaturas em Diálogo; II Mostra O Lugar da Memória na escola - Coisas de Criança. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • RAUBACH, P. W. . A importância do elo de gerações para o desenvolvimento da cidadania. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

RAUBACH, Patrícia de Werk . Membro do Comitê Científico do SINTEC3. 2014.

RAUBACH, P. W. ; OLIVEIRA, C. B. . OS JOGOS E O DESENVOLVIMENTO PLENO DA CRIANÇA. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

RAUBACH, P. W. ; MIRANDA, P. S. ; SILVA, J. A. ; BEIERSDORF, D. . Tangran e suas possibilidades. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    CULTURA, ESTÉTICA E FORMAÇÃO NA/DA CIDADE: redes de saberes, memórias, incompletudes e territorialidades, Descrição: A pesquisa desdobra-se de outros projetos formativos associando ensino, pesquisa e extensão. Possui relação direta com o projeto de extensão (PROEXT 2016) ?Cultura, estética e formação: redes de saberes, incompletudes e territorialidades? e visa potencializar aprendizagens de discentes de graduação e pós-graduação, mediante intercâmbios e interlocuções com saberes produzidos no espaço-tempo da cidade. Entre seus principais objetivos destaca-se a promoção de interlocuções e aprendizagens através de ?redes de saberes? entre ?praticantes? da cidade, suas culturas, memórias, estéticas e saberes tradicionais, junto-com a universidade, de forma a auxiliar na deshierarquização do conhecimento, disponibilizando-o como base de projetos emancipatórios da sociedade local. A pesquisa localiza-se na área das Ciências Humanas e de modo específico na Educação/Ensino e Aprendizagem, caracteriza-se como um projeto formativo e reconhece que a educação perpassa a cidade como um todo, incluindo os saberes tradicionais produzidos no local. Estes ao serem visibilizados ajudam a evitar o ?desperdício da experiência? e a criar laços de solidariedade. O grupo atualmente é composto na FURG por cinco membros, sendo três mestrandos e dois graduandos, bolsas EPEC e FAPERGS, além da coordenadora. Tem pesquisadores colaboradores na UFT, UFPel e UNISINOS e a pesquisa faz parte da ?Red de Investigación Acción Participativa y Educación Popular en Universidades Públicas ? RIAPEP? centro da Argentina (Universidad de Buenos Aires UBA), norte (Universidad Nacional de Jujuy UNJU) e (Universidad Nacional de la Patagonia Austral, Unidad Académica Río Gallegos UNPA-UARG) e Brasil (Universidade Federal do Rio Grande - FURG)... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / Vânia Alves Martins Chaigar - Coordenador / Luiz Paulo da Silva Soares - Integrante / Emanuele Dias Lopes - Integrante / Andressa Farias Barrios - Integrante / Rosana Oroski - Integrante / Felipe Treviso Bresolin - Integrante / João Vitor Xavier de Lima - Integrante / Ana Roberta Machado Siqueira - Integrante / Priscila Wally - Integrante / Denise Aquino Alves Martins - Integrante / Lígia Cardoso - Integrante / Carmo Thum - Integrante / Ivana Maria Nicola Lopes - Integrante / Samuel Crissandro Tavares Ferreira - Integrante.

  • 2016 - Atual

    TECNOLOGIAS PEDAGÓGICAS DIGITAIS: mapeando artefatos, software e objetos para ensinar matemática no Ensino Superior, Descrição: Desejamos pesquisar como as tecnologias digitais perpassam o ensinar Matemática na Educação Superior, a fim de compreender as concepções dos professores universitários e acadêmicos de disciplinas de Matemática sobre a forma de utilização de artefatos, software e objetos de ensino. A intenção é mapear as tecnologias digitais para o ensino de Matemática utilizadas pelos professores da universidade; conhecer as vivências e as percepções pedagógicas dos professores de Matemática que usam as tecnologias digitais no processo formativo e analisar o discurso dos acadêmicos de disciplinas de Matemática quanto a potencialidade das tecnologias digitais para o aprender. A pesquisa se fará no movimento regido pela reformulação da experiência, visto que tomaremos por base a explicação científica proposta por Maturana no qual o explicar é uma reformulação da experiência e o que observamos é sempre a partir de nós mesmos. Utilizaremos o Discurso do Sujeito Coletivo (Lefèvre e Lefèvre) para análise dos registros, por ser uma forma de organizá-los a partir de diferentes materiais que constituem o corpus. Pretendemos produzir e expressar sentidos no que se refere ao uso da tecnologia digital para ensinar matemática na Educação Superior. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / Gabriel Teixeira Antunes - Integrante / DEBORA PEREIRA LAURINO - Integrante / Daniel da Silva Silveira - Integrante / Tanise Novello - Coordenador / Janaina Bordulis da Silva - Integrante / Fabrine Diniz Pereira - Integrante / Roger Braga Dutra - Integrante / Andressa Escobar Machado - Integrante / Richard Nunes Machado - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    Formação de Professores de Matemática: relação entre Educação Básica, Universidade e Tecnologias Digitais, Descrição: O presente projeto visa, em uma ação indissociável entre a pesquisa, o ensino e a extensão, contribuir com a formação inicial e continuada de professores de matemática, a fim de constituir uma comunidade comprometida com sua própria formação e a de seus alunos. Propomos, inicialmente, a construção de oficinas, discussões e seminários relacionadas a conteúdos conceituais, atitudinais e procedimentais focados no ensino de Matemática na Educação Básica Ensino utilizando as tecnologias digitais. Em um segundo momento estas atividades serão oferecidas, registradas e analisadas pelo grupo proponente com a intenção de problematizar a prática pedagógica e produzir, pela escrita científica, conhecimentos sobre essa experiência de formação. As apreciações dos registros realizados durante as ações desenvolvidas serão feitas a partir da Análise Textual Discursiva (Moraes) que possibilita estabelecer um diálogo entre os discursos e os teóricos que irão subsidiar a pesquisa. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / Vanda Leci Bueno Gautério - Integrante / DEBORA PEREIRA LAURINO - Coordenador / Daniel da Silva Silveira - Integrante / Tanise Novello - Integrante / Berenice Vahl Vaniel - Integrante / Suzi Samá Pinto - Integrante / Márcia Lorena Martinez - Integrante / Rejane Conceição Silveira da Silva - Integrante / Tania Mara Silva Vigorito - Integrante / Aline Cardoso de Oliveira Macedo - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Universidade Federal do Rio Grande - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Observatório Nacional da Educação: Construindo Redes de Saberes na Matemática e na Iniciação às Ciências: Escola e Universidade em Conexão, Descrição: FINANCIAMENTO CAPES OE 2095/2010. O projeto, vinculado ao programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde e ao Núcleo de Estudos em Epistemologia e Educação em Ciências (NUEPEC), está inserido no eixo de estudos da Educação Básica, objetivando investigar as práticas de ensino da matemática e de iniciação às ciências, os fundamentos epistemológicos do ensino e as dinâmicas de gestão educacional que subsidiam os processos educativos. Por meio da criação de redes de investigação-ação educacional, busca-se a interlocução de saberes e a integração da universidade com a rede escolar do município do Rio Grande, RS... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / João Alberto da Silva - Coordenador / Fabrício Monte Freitas - Integrante / Janaína Borges da Silveira - Integrante / Greice Duarte Lopes - Integrante / Pamela Saraiva Miranda - Integrante / Daiane Sundermann Farias - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Práticas Pedagógicas para Alfabetização Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental, Descrição: REGISTRO PROPESP/FURG: 534276/2012. FINANCIAMENTO: Edital CNPq 18/2012 - Universal Ciências Humanas. Os anos iniciais do Ensino Fundamental se caracterizam pela introdução do estudante na escolarização obrigatória, permitindo uma alfabetização, no sentido de uma leitura de mundo, dos contextos em que vive. Em geral, essa alfabetização volta-se para a aprendizagem da leitura e da escrita, negligenciando a Matemática, cujas habilidades e competências são igualmente essenciais para a compreensão do mundo contemporâneo em que vivemos. Este projeto se propõe a realizar uma investigação-ação que se ocupe de mapear e desenvolver práticas de alfabetização matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / João Alberto da Silva - Coordenador / Fabrício Monte Freitas - Integrante / Janaína Borges da Silveira - Integrante / Greice Duarte Lopes - Integrante / Pamela Saraiva Miranda - Integrante / Daiane Sundermann Farias - Integrante / KELLY DE AGUIAR ARRUDA - Integrante / FABRICIO MEDEIROS AYRES - Integrante / PAOLA REYER MARQUES - Integrante / Sabrina Schroeder - Integrante / Vinícius Carvalho Beck - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Interfaces Pedagógicas e Práticas Educativas na Cidade de Rio Grande: História e Pedagogia em diálogo, Descrição: Trata-se de um projeto formativo no qual se procura estimular e promover o diálogo e o intercâmbio de saberes entre duas turmas: 2º ano da Licenciatura em Pedagogia diurna e 2º ano da Licenciatura em História. O foco é a cidade como espaço educativo, cujas "linguagens" explicitadas por deslocamentos dos praticantes (CERTEAU, 1998), tornam-se fontes para ensinar e aprender história, geografia, sociologia... Experiências realizadas a partir de 2009 através de Projetos como Rios que se cruzam e Memórias, lugares e a cidade" indicaram aprendizagens muito significativas entre os estudantes que interagiram intensamente com a cidade de Rio Grande, através de pesquisas envolvendo memórias e histórias de vida. Entre elas pode-se citar a qualificação do olhar, a apropriação do conceito sujeito histórico, a valorização da história parental e local, o reconhecimento da cidade como lugar de convívio e produção do conhecimento. Ao resignificar a experiência com novos sujeitos pretende-se investigar a qualidade dos espaços-tempos das crianças na cidade e "decifrar" leituras da/na cidade, refletindo sobre a didática de história e propondo metodologias para o ensino de ciências sociais nos anos iniciais do ensino fundamental nas escolas riograndinas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Patrícia de Werk Raubach - Integrante / Vânia Alves Martins Chaigar - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - 2014

    Universidade Federal do Rio Grande

    Vínculo: Monitora Voluntária, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12

    Outras informações:
    VII Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura.

  • 2013 - 2014

    Universidade Federal do Rio Grande

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

  • 2012 - 2013

    Universidade Federal do Rio Grande

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Trata-se de um projeto formativo no qual se procura estimular e promover o diálogo e o intercâmbio de saberes entre duas turmas: 2º ano da Licenciatura em Pedagogia diurna e 2º ano da Licenciatura em História. O foco é a cidade como espaço educativo, cujas "linguagens" explicitadas por deslocamentos dos praticantes (CERTEAU, 1998), tornam-se fontes para ensinar e aprender história, geografia, sociologia... Experiências realizadas a partir de 2009 através de Projetos como Rios que se cruzam e Memórias, lugares e a cidade" indicaram aprendizagens muito significativas entre os estudantes que interagiram intensamente com a cidade de Rio Grande, através de pesquisas envolvendo memórias e histórias de vida. Entre elas pode-se citar a qualificação do olhar, a apropriação do conceito sujeito histórico, a valorização da história parental e local, o reconhecimento da cidade como lugar de convívio e produção do conhecimento. Ao resignificar a experiência com novos sujeitos pretende-se investigar a qualidade dos espaços-tempos das crianças na cidade e "decifrar" leituras da/na cidade, refletindo sobre a didática de história e propondo metodologias para o ensino de ciências sociais nos anos iniciais do ensino fundamental nas escolas riograndinas

  • 2011 - 2011

    Universidade Federal do Rio Grande

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

    Outras informações:
    O COMUF contou como uma de suas principais ações a criação de uma lei municipal que declarou o modo de fazer jurupiga, bebida histórica da região, como patrimônio da cidade de Rio Grande, oferecendo à luta dos produtores em seu esforço de comercialização um importante instrumento. Contudo, a lei é apenas um passo inicial para se assegurar esse modo de fazer que está ameaçado, uma vez que hoje pequenos grupos de produtores ainda o realizam. O presente projeto tem por objetivo propor a geração de um inventário, seu posterior registro no IPHAN e aplicação de políticas de salvaguarda

  • 2014 - 2014

    Universidade Eduardo Mondlane

    Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: estágio de graduação-­‐sanduíche, Carga horária: 30

    Outras informações:
    O estágio aconteceu no âmbito do Programa CAPES/AULP/Pró-Mobilidade e objetivou a coleta de dados para seu trabalho de conclusão de curso de graduação.

  • 2012 - 2012

    Prefeitura Municipal de Rio Grande

    Vínculo: voluntária, Enquadramento Funcional: monitora, Carga horária: 20