Natália Gabriele Hösch

Biomédica formada pela Universidade Federal de Alfenas, Mestre em Ciências Fisiológicas pelo Programa Multicêntrico de Pós - Graduação em Ciências Fisiológicas (UNIFAL - MG) e Doutora em Farmacologia pelo Programa de Pós-Graduação em Farmacologia (USP/Instituto Butantan).

Informações coletadas do Lattes em 02/07/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Farmacologia

2017 - Atual

Universidade de São Paulo
Título: AVALIAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DA VIA DE SINALIZAÇÃO WNT NO EFEITO ANALGÉSICO DA CROTALFINA in vivo e in vitro,
Yara Cury. Coorientador: Vanessa Olzon Zambelli. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Sinalização WNT; Dor neuropática; Crotalfina.Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Ciências Fisiológicas

2013 - 2015

Universidade Federal de Alfenas
Título: EFEITO NEUROPROTETOR DA N ? ACETILCISTEÍNA SOBRE A NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA EXPERIMENTALMENTE EM RATOS.,Ano de Obtenção: 2015
Jalile Amin Naves Ventura.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: neuropatia; n - acetilcisteína; álcool.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.

Graduação em Biomedicina

2009 - 2013

Universidade Federal de Alfenas
Título: Perfil da Resposta Antinociceptiva Periférica do Monóxido de Carbono Liberado Pela Via Da Heme - Oxigenase
Orientador: Carlos Giovani de Oliveira Nascimento

Formação complementar

2011 - 2011

Soros e Vacinas: Produção e Aplicação. (Carga horária: 8h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2011 - 2011

Projeto Rondon - Operação Arara Azul. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2010 - 2010

Forense. (Carga horária: 6h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2010 - 2010

A interação entre as ciências biológicas e forense. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2010 - 2010

Fibromialgia. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2010 - 2010

Sessão de apresentação oral de trabalhos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2009 - 2009

Interações Medicamentos - Álcool. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2009 - 2009

Mediar para Incluir. (Carga horária: 1h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

2009 - 2009

Terapia Ortomolecular. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Geral/Especialidade: Fisiologia Humana.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia da Dor.

Organização de eventos

ZAMBELLI, V. O. ; PICOLO, G. ; HÖSCH, N. G. . IV Curso de Inverno em Dor e Sinalização Intracelular. 2019. (Outro).

ZAMBELLI, V. O. ; PICOLO, G. ; HÖSCH, N. G. . III Curso de Inverno em Dor e Sinalização Intracelular. 2018. (Outro).

ZAMBELLI, V. O. ; PICOLO, G. ; HÖSCH, N. G. . II Curso de Inverno em Dor e Sinalização Intracelular. 2017. (Outro).

Participação em eventos

XV Congress of the Brazilian Society of Toxinology. WNT SIGNALING COMPONENTS ARE INVOLVED IN THE ANTINOCICEPTION EFFECT OF CROTALPHINE. 2019. (Congresso).

1st Symposium on GPCR in Health and Disease. 2018. (Simpósio).

2nd International Symposium on Drug Discovery in Academia. 2018. (Simpósio).

5th Symposium of the Center of Toxins, Imune-Response and Cell Signaling. 2017. (Simpósio).

18ª Reunião Científica Anual do Instituto Butantan. 2016. (Outra).

III Symposium Miguel Ozorio de Almeida (SMOA).NEUROPROTECTIVE EFFECT OF N-ACETYLCYSTEINE ON INDUCED ALCOHOLIC NEUROPATHY IN RATS. 2015. (Simpósio).

17 Encontro Nacional de Biomedicina. EFEITO DA N - ACETILCISTEÍNA NO COMPORTAMENTO NOCICEPTIVO DE RATOS COM NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA.. 2014. (Congresso).

10th International Congress on Cell Biology and the XVI Meeting of the Brazilian Society for Cell Biology. CYTOTOXIC ACTIVITY OF 7-EPI-CLUSIANONE, A TETRAPRENYLATED BENZOPHENONE, ON BREAST CANCER CELL LINES. 2012. (Congresso).

14° Encontro Nacional de Biomedicina. 2011. (Congresso).

Ciclo de seminários do PET Enfermagem. 2011. (Seminário).

13° Encontro Nacional de Biomedicina. 2010. (Congresso).

VII Jornada Científico - cultural dos Grupos PET da Unifal - MG. 2010. (Outra).

Seminários do PET Farmácia. 2009. (Seminário).

Comissão julgadora das bancas

Stephen Fernandes de Paula Rodrigues

Teixeira SA;Rodrigues, Stephen F; OLIVEIRA FILHO, R. M.. Farmacologia da dor I: analgésicos não-opioides e opioides (Natalia Gabriele Hosch). 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Farmacologia) - Universidade de São Paulo.

Guilherme Rabelo de Souza

Ventura, JAN;SOUZA, G. R.; BRIGAGAO, M. R. P.. Efeito Neuroprotetor da N-acetilcisteína sobre a neuropatia alcoólica induzida expermentalmente em ratos. 2015 - Universidade Federal de Alfenas.

Elisa Mitiko Kawamoto

COSTA, S. K. P.; TEIXEIRA, C. F. P.;KAWAMOTO, E. M.. Avaliação da participação da via de sinalização WNT no efeito analgésico da crotalfina in vivo e in vitro. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Farmacologia) - Universidade de São Paulo.

Foi orientado por

Yara Cury

Avaliação da participação da via de sinalização WNT no efeito analgésico da crotalfina in vivo e in vitro; Início: 2017; Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Cátia Regina de Oliveira Quilles Queiroz

Monitoria Matemática; 2011; Orientação de outra natureza; (Biomedicina) - Universidade Federal de Alfenas; Orientador: Cátia Regina de Oliveira Quilles Queiroz;

Jalile Amin Naves Ventura

Efeito Neuroprotetor da N-acetilcisteína sobre a Neuropatia Alcoólica Induzida Experimentalmente em Ratos; 2015; Dissertação (Mestrado em PMPG em Ciências Fisiológicas) - Universidade Federal de Alfenas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Jalile Amin Naves Ventura;

Produções bibliográficas

  • MARTINS, BÁRBARA B. ; HÖSCH, NATÁLIA G. ; ALCANTARA, QUEREN A. ; BUDAS, GRANT R. ; CHEN, CHE-HONG ; MOCHLY-ROSEN, DARIA ; FERREIRA, JULIO C. B. ; ZAMBELLI, VANESSA O. . Activation of PKC-ALDH2 Axis Prevents 4-HNE-Induced Pain in Mice. BIOMOLECULES , v. 11, p. 1798, 2021.

  • DE FREITAS, BÁRBARA G. ; HÖSCH, NATÁLIA G. ; PEREIRA, LEANDRO M. ; BARBOSA, TEREZA C. ; PICOLO, GISELE ; CURY, YARA ; ZAMBELLI, VANESSA O. . PKC-Mitogen-Activated Protein Kinase Signaling Mediates Crotalphine-Induced Antinociception. Toxins , v. 13, p. 912, 2021.

  • DE FREITAS, BÁRBARA GUIMARAES ; PEREIRA, LEANDRO MÁRCIO ; SANTA-CECÍLIA, FLÁVIA VIANNA ; HÖSCH, NATÁLIA GABRIELE ; PICOLO, GISELE ; CURY, YARA ; ZAMBELLI, VANESSA O. . Mitogen-Activated Protein Kinase Signaling Mediates Morphine Induced-Delayed Hyperalgesia. Frontiers in Neuroscience , v. 13, p. 1018, 2019.

  • SANTA-CECÍLIA, FLAVIA VIANA ; HÖSCH, NATÁLIA ; ZANCHETTA, LUCIENE ; CURY, YARA . Crotalphine relieves inflammatory pain through epigenetic regulation. TOXICON , v. 168, p. S23, 2019.

  • HOSCH, NATALIA GABRIELE ; SANTA-CECÍLIA, FLÁVIA VIANA ; ZAMBELLI, VANESSA OLSON ; CURY, YARA . WNT signaling components are involved in the antinociceptive effect of crotalphine. TOXICON , v. 168, p. S23, 2019.

  • HÖSCH, N. G. ; REIS, R. A. F. ; RUGINSK, S. G. ; NASCIMENTO, C. G. O. ; AMIN - NAVES,J. . NEUROPROTECTIVE EFFECT OF N-ACETYLCYSTEINE ON INDUCED ALCOHOLIC NEUROPATHY IN RATS. In: III Symposium Miguel Ozorio de Almeida (SMOA), 2015, Itacuruçá, Rio de Janeiro. III SMOA, 2015. v. 3.

  • HÖSCH, N. G. ; AMIN - NAVES,J. . EFEITO DA N - ACETILCISTEÍNA NO COMPORTAMENTO NOCICEPTIVO DE RATOS COM NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA.. In: 17 Encontro Nacional de Biomedicina, 2014, Botucatu - SP. ANAIS - 17 Encontro Nacional de Biomedicina, 2014.

  • HÖSCH, N. G. ; SALES, I. A. B. ; AVILA, M. A. P. ; NASCIMENTO, C. G. O. . PERFIL DA RESPOSTA ANTINOCICEPTIVA PERIFÉRICA DO MONÓXIDO DE CARBONO LIBERADO PELA VIA DA HEME OXIGENASE. In: 17 Encontro Nacional de Biomedicina, 2014, Botucatu - SP. ANAIS - 17 Encontro Nacional de Biomedicina, 2014.

  • HÖSCH, N. G. ; SANTA-CECILIA, F. V. ; ZAMBELLI, V. O. ; CURY, Y. . WNT SIGNALING COMPONENTS ARE INVOLVED IN THE ANTINOCICEPTION EFFECT OF CROTALPHINE. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HÖSCH, N. G. ; REIS, R. A. F. ; RUGINSK, S. G. ; NASCIMENTO, C. G. O. ; AMIN - NAVES,J. . NEUROPROTECTIVE EFFECT OF N-ACETYLCYSTEINE ON INDUCED ALCOHOLIC NEUROPATHY IN RATS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • HÖSCH, N. G. ; AMIN - NAVES,J. . EFEITO DA N - ACETILCISTEÍNA NO COMPORTAMENTO NOCICEPTIVO DE RATOS COM NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HÖSCH, N. G. ; SALES, I. A. B. ; AVILA, M. A. P. ; NASCIMENTO, C. G. O. . PERFIL DA RESPOSTA ANTINOCICEPTIVA PERIFÉRICA DO MONÓXIDO DE CARBONO LIBERADO PELA VIA DA HEME OXIGENASE. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HÖSCH, N. G. ; SALES, I. A. B. ; NIERO, E. L. O. ; MACHADO-SANTELLI, G. M. ; SANTOS, M. H. ; IONTA, M. . CYTOTOXIC ACTIVITY OF 7-EPI-CLUSIANONE, A TETRAPRENYLATED BENZOPHENONE, ON BREAST CANCER CELL LINES. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

HÖSCH, N. G. . Western Blot (aula prática). 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

HÖSCH, N. G. . Discussão de artigos científicos. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

HÖSCH, N. G. . Mediação Química da Dor Fisiológica e Fisiopatológica (aula teórica). 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

HÖSCH, N. G. . Western Blotting (aula prática). 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

HÖSCH, N. G. . Mediação Química da Dor Fisiológica e Fisiopatológica (aula teórica). 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

HÖSCH, N. G. . Western Blotting (aula prática). 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2013 - 2015

    EFEITO NEUROPROTETOR DA N ? ACETILCISTEÍNA SOBRE A NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA EXPERIMENTALMENTE EM RATOS., Descrição: A ingestão crônica de álcool é capaz de produzir uma neuropatia periférica dolorosa, para a qual não existe uma forma terapêutica eficaz, isto se deve a falta de compreensão da sua fisiopatologia. A neuropatia alcoólica é caracterizada por dor em queimação espontânea, hiperalgesia e alodinia (VINOD TIWARI et al., 2009). O etanol tem a capacidade de aumentar o estresse oxidativo através da formação de radicais livres oxidativos e peroxidação lipídica (MONTOLIU C et al., 1994), e de esgotar as reservas de antioxidantes endógenos. Existe um grande número de evidências que apoiam a ideia de que o estresse oxidativo é o gatilho bioquímico para a neuropatia alcoólica (BOSCH ? MORELL F et al., 1998). Assim, há a necessidade de se desenvolver intervenções eficazes que possam ser utilizadas tanto para a prevenção como para o tratamento dos sintomas associados a este tipo de neuropatia.A N ? acetilcisteína, é um antioxidante pertencente ao grupo tiol e exerce esta função ao facilitar a biossíntese da glutationa e pela captura de espécies reativas do oxigênio formadas durante o estresse oxidativo (OCAL K et al., 2004). Ela oferece proteção contra lesões no fígado induzidas por vários hepatotoxinas, tais como o etanol (RONIS MJ et al., 2005), metanol (RAZA M et al., 2003) e CCl4 (tetracloreto de carbono) (WONG CK et al., 2003). Além da sua ação hepatoprotetora, a N ? acetilcisteína também é amplamente utilizada como antiangiogênico. Assim, frente à capacidade antioxidante da N ? acetilcisteína, o objetivo deste estudo é, através de testes nociceptivos, comportamentais e bioquímicos, investigar a sua ação protetora na neuropatia alcoólica induzida.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Natália Gabriele Hösch - Integrante / Jalile Amin Naves - Coordenador.

  • 2012 - 2012

    PERFIL DA RESPOSTA ANTINOCICEPTIVA PERIFÉRICA DO MONÓXIDO DE CARBONO LIBERADO PELA VIA DA HEME ? OXIGENASE ATRAVÉS DO USO CRÔNICO DO SUBSTRATO DA VIA., Descrição: Verificar a ação antinociceptiva do CO endógeno produzido pela via da heme ? oxigenase através da administração do substrato da via (hemina) por um período de 10 dias e posterior exposição aos testes nociceptivos de Randall Selitto e Placa Quente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Natália Gabriele Hösch - Integrante / Carlos Giovani de Oliveira Nascimento - Coordenador.

  • 2012 - 2012

    PERFIL DA RESPOSTA ANTINOCICEPTIVA PERIFÉRICA DO MONÓXIDO DE CARBONO LIBERADO PELA VIA DA HEME ? OXIGENASE, Descrição: O monóxido de carbono (CO) produzido endogenamente é proveniente da quebra do grupo heme pela enzima heme ? oxigenase (HO), juntamente com a biliverdina e o ferro, também liberados de forma equimolar ao CO. O CO é um gás lipossolúvel descrito como neurotransmissor e/ou neuromodulador do sistema nervoso e como substância vasoativa. Recentes trabalhos também apontam o CO como modulador periférico e espinhal de processos nociceptivos e frente a estes relatos, nosso objetivo no presente estudo foi avaliar o perfil da resposta antinociceptiva periférica desencadeada pelo monóxido de carbono liberado pela via da HO. A manipulação farmacológica da via ocorreu através da administração intraplantar de seu substrato (hemina), além de grupos controles envolvendo a administração de biliverdina ou sulfato ferroso. Os animais foram expostos ao teste nociceptivo de von Frey Eletrônico na hora 0, antes da administração da carragenina, e com 30, 60, 120, 180 e 240 minutos após a administração do agente algogênico, para a verificação da resposta nociceptiva nos diferentes tempos de exposição ao teste. Também foi realizado o grupo controle da ação periférica, com a administração do substrato da via ou seu veiculo na pata contralateral, sendo observada neste grupo, à ausência de mecanismos sistêmicos frente à concentração do substrato que apresentou a dose resposta mais satisfatória (100nmol). Com relação aos resultados obtidos constatou-se a ausência do envolvimento dos demais subprodutos liberados pela HO (biliverdina e ferro) na resposta nociceptiva dos animais, pois a administração destas drogas, não interferiu na hiperalgesia ocasionada pela administração intraplantar da carragenina. Já após a administração do substrato da via da HO, inicialmente observou - se uma hiperalgesia incomum nos animais, provavelmente relacionada à presença do substrato da via e a uma provável prematuridade na liberação do CO. No entanto, na terceira hora após sua administração, observamos uma nítida res. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Natália Gabriele Hösch - Coordenador / Iara Auana Barbosa Sales - Integrante / Mara Aparecida Pereira de Ávila - Integrante / Carlos Giovani de Oliveira Nascimento - Integrante.

Prêmios

2014

Menção Honrosa no XII Prêmio Edy de Lello Montenegro de Pós- Graduação, 17 Encontro Nacional de Biomedicina.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Instituto Butantan. , Instituto Butantã, Butantã, 05503900 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 26279895

Experiência profissional

2013 - 2015

Universidade Federal de Alfenas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda em Ciências Fisiológicas, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Mestranda no Programa Multicêntrico em Ciências Fisiológicas pela Universidade Federal de Alfenas - MG. Desenvolvimento do projeto de pesquisa intitulado como EFEITO NEUROPROTETOR DA N ? ACETILCISTEÍNA SOBRE A NEUROPATIA ALCOÓLICA INDUZIDA EXPERIMENTALMENTE EM RATOS.

2012 - 2012

Universidade Federal de Alfenas

Vínculo: Estágiaria, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio de 500 horas em pesquisa na área de Fisiologia humana realizado no laboratório de fisiologia da Universidade Federal de Alfenas - MG. Desenvolvimento do projeto de pesquisa intitulado como PERFIL DA RESPOSTA ANTINOCICEPTIVA PERIFÉRICA DO MONÓXIDO DE CARBONO LIBERADO PELA VIA DA HEME ? OXIGENASE ATRAVÉS DO USO CRÔNICO DO SUBSTRATO DA VIA.

2012 - 2012

Universidade Federal de Alfenas

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio de 240 horas em pesquisa na área de Biologia Celular realizado no Laboratório de Biologia Animal Integrativa (LabaInt) da Universidade Federal de Alfenas - MG.

2011 - 2011

Universidade Federal de Alfenas

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio de 120 horas em pesquisa na área de Farmacologia, realizado no Laboratório de Fisiologia da Universidade Federal de Alfenas - MG.

2016 - 2017

Instituto Butantan

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estágio voluntário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio no Laboratório Especial de Dor e Sinalização (LEDS)

2017 - Atual

Universidade de São Paulo

Vínculo: Doutoranda, Enquadramento Funcional: Doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Doutorado em Farmacologia pela Universidade de São Paulo (USP).