Danilo Alves Pinto Nagem

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (2002), mestrado em Engenharia Mecânica pela UFMG (2004) e doutorado em Engenharia Mecânica com ênfase em Bioengenharia (2009), pela UFMG com parte de seu estudo realizado na Universidade de Dundee, Escócia. Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, com ênfase em Bioengenharia, atuando principalmente nos seguintes temas: Acessibilidade, tecnologias assistivas, biomecânica, músculo artificial, reabilitação e sistemas de informação na Saúde. Foi coordenador da área de e-Saúde pela Hospital Universitário Ana Bezerra ? HUAB ? UFRN ? EBSERH. Hoje é Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, trabalhando no departamento de Engenharia Biomédica, sendo um dos fundadores/coordenadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde do Hospital Universitário Onofre Lopes (LAIS/HUOL/UFRN), onde é o coordenador da área de Tecnologia Assistiva.

Informações coletadas do Lattes em 04/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Mecânica

2005 - 2009

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: ELEMENTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA PRÓTESE DE MÃO: GEOMETRIA, MECANISMOS DE TRANSMISSÃO E SENSORIAMENTO DO MOVIMENTO APLICADOS AO DEDO POLEGAR
Orientador: em University of Dundee ( Alan Slade)
com Marcos Pinotti Barbosa. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil. Palavras-chave: Bioengenharia; Modelagem; Biomecânica.Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Projetos de Máquinas / Especialidade: Controle de Sistemas Mecânicos. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Projetos de Máquinas / Especialidade: Estática e Dinâmica Aplicada. Setores de atividade: Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana; Produtos e Processos Biotecnológicos Vinculados À Saúde Humana Ou dos Animais.

Mestrado em Engenharia Mecânica

2003 - 2004

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: DETERMINAÇÃO DA FORÇA, DA PRESSÃO E DO VOLUME DE UM MÚSCULO PNEUMÁTICO EM UM EXOESQUELETO DE MEMBRO INFERIOR, PARA RESTAURAR O PADRÃO DE MARCHA UTILIZANDO UM SINAL MIOELÉTRICO PARA A ATIVA,Ano de Obtenção: 2005
Marcos Pinotti Barbosa.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Bioengenharia; Biomecânica; Acessibilidade; Exoesqueleto; Modelagem.Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Fenômenos de Transporte / Especialidade: Mecânica dos Fluídos. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Bioengenharia / Especialidade: Modelagem de Sistemas Biológicos. Setores de atividade: Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana.

Graduação em Engenharia Mecânica

1996 - 2002

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: Desenvolvimento e teste de desempenho do músculo artificial de Mckibben
Orientador: Marcos Pinotti Barbosa

Ensino Médio (2º grau)

1992 - 1995

COLÉGIO LOGOSÓFICO GONZÁLES PECOTCHE

Ensino Fundamental (1º grau)

1988 - 1992

COLÉGIO LOGOSÓFICO GONZÁLES PECOTCHE

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2010 - 2010

Curso de Atualização Pedagógica. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2002 - 2002

XIII Escola de Inverno. , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Bioengenharia.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Bioengenharia/Especialidade: Modelagem de Fenômenos Biológicos.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Bioengenharia/Especialidade: Modelagem de Sistemas Biológicos.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Matemática da Computação/Especialidade: Modelos Analíticos e de Simulação.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Engenharia Médica/Especialidade: Tecnologia de Próteses.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Fenômenos de Transporte/Especialidade: Dinâmica dos Gases.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ALVES JUNIOR, C. ; NAGEM, D. A. P. . 7 COLAOB - Congresso Latino Americano de Orgãos Artificiais e Biomateriais. 2012. (Congresso).

NAGEM, D. A. P. ; VALENTIM, R. A. M. ; TOURINHO,. F. S. V. ; BRANDAO, G. B. ; DINIZ JUNIOR, J. . 1o WORKSHOP Em Inovação Tecnológica na Saúde. 2011. (Outro).

PINOTTI, Marcos ; LIMA, R. G. ; SLADE, A. ; ORTIZ, J. ; ANDRADE, A. ; SANTOS, M. H. ; PIMENTA, M. ; HUEBNER, R. ; JORGE, R. N. ; NAGEM, D. A. P. ; CARVALHO, R ; NASCIMENTO, Breno G ; VIMEIRO, Claysson B . TMSi - Technology and medical science international. 2008. (Congresso).

KOURY, R. N. N. ; PINOTTI, Marcos ; OUTROS ; NAGEM, D. A. P. . Encit 2008 - 12th Brazilian Congress of Thermal Sciences and Engineering. 2008. (Congresso).

ZIVIANI, M. ; ALMEIDA, S. F. M. ; OUTROS ; NAGEM, D. A. P. . COBEM 2005 - 18th Internatinal Congress of Mechanical Engineering. 2005. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

1a Conferencia Internacional de Inovação Tecnológica em saúde. Plataforma Dupla para Reabilitação e Diagnósticos de Idosos em Tempo Real. 2017. (Congresso).

II Congresso Nacional de Inclusão na Educação Superior e Educação Profissional Tecnológica, I Fórum Nacional de Coordenadores de Núcleos de Acessibilidade das IFES e I encontro de Pesquisadores de Educação Especial da Região Nordeste. Pesquisa, desenvolvimento e Inovação para a Inclusão das Pessoas com Deficiência nas Universidades: Avanços e Perspectivas". 2017. (Congresso).

ESB2012 - 18th Congress of the European Society of Biomechanics. KINECT SENSOR USED AS A SUPPORT TOOL IN CLINICAL ANALYSIS. 2012. (Congresso).

TMSI 2012 - Technology and Medical Science International.Finite Elements Methods Applications to Biomechanics (FEM). 2012. (Seminário).

XXIII CBEB 2012 - Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica. DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA MOVIMENTOS DE BAIXO CUSTO DESTINADO A PROJETOS DE EQUIPAMENTOS DE AUXILIO A LOCOMOÇÃO. 2012. (Congresso).

COBEM 2011 - 21st International Congress of Mechanical Engineering. DEVELOPMENT OF A DYNAMIC SENSOR FOR PROSTHETICS/ORTHETICS SMART USING A PLASMA PRODUCED BY IPMC. 2011. (Congresso).

COBEF 2009 - 5o Congresso Breaileiro de Engenharia de Fabricação. 2009. (Congresso).

COBEM 2009 - International Congress of Mechanical Engineering. Ionic Polymer-metal Composites Used as a Force Sensor. 2009. (Congresso).

ENCIT 2008 - 12th Brailian Congress of Thermal Scinece and Engineering. 2008. (Congresso).

IV COLAOB - Congresso Latino Americano de Órgãos Artificiais e Biomateriais. Desenvolvimento das relações interfalangeanas e metacarpo-falangeanas para os dedos durante movimentos de pinças. 2006. (Congresso).

Mostra de Profissões UFMG 2006.Mostra de Profissões. 2006. (Outra).

COBEM 2005. COBEM 2005 - Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica. 2005. (Congresso).

II jornada de terapia da mão.Workshop - Terapaia da mão e a Biomecânica, Biomecânica do músculo artificial. 2005. (Seminário).

2 Congresso Brasileiro de extensão univeritária. Congresso Brasileiro de extensão universitária. 2004. (Congresso).

3 Encontro Nacional de Avaliação Institucional de Extensão Universitária. 2004. (Encontro).

XII CONEEQ. XII CONNEQ - Congresso Nacional de estudantes de engenharia química. 2002. (Congresso).

XV COBEM, Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica. Projeto e construção de uma cadeira de rodas com variação de posição. (CVP).. 1999. (Congresso).

1a Copa Brasil de Futebol de Robôs.1a Copa Brasil de Futebol de Robôs. 1998. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Nícolas Vinícius Rodrigues Veras

Hekis, H. R.GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.. OpenTD: Plataforma web para telediagnóstico de exames de imagem. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Inovação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Jussara de Lucena Alves

GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.; LINS, H. W. C.; GUERRA, A. R. O.; Lacerda J. M. T. PROPOSTA DE UM NOVO PROTOCOLO DE RESERVAS DE HEMOCOMPONENTES PARA CIRURGIAS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE RECIFE-PERNAMBUCO. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão e Inovação em Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Ludmila Wanbergna Nogueira Felix

NAGEM, D.A.P.; LINS, H. W. C.; GAZZOLA, J. M.; GOMES, J. M. A.; SIMOES, P. J. A.. Proposta de Metodologia de Projeto de Sinalização para um Hospital Universitário Federal. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão e Inovação em Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Bruno Erick de Barros Lucena

DINIZ, R. V. Z.;NAGEM, D.A.P.; TRINDADE, T. G.; HADDAD, A. E.; OLIVEIRA, L. R.. TELESSAÚDE COMO FERRAMENTA DE APOIO À ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: UM OLHAR SOBRE AS TELECONSULTORIAS EM CARDIOLOGIA. 2015. Dissertação (Mestrado em Ensino na Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Elton Gil Xavier Moura

NAGEM, D. A. P.CAVALCANTI, F. A. C.QUEIROZ, W. F.; SONO, T. S. P.. DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA DE BAIXO CUSTO DESTINADO A DETERMINACAO DA CINEMATICA HUMANA. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Nathalia Priscilla Oliveira Silva

CAVALCANTI, F. A. C.NAGEM, D. A. P.; FERNANDES, M. H.. VALIDADE E REPRODUTIBILIDADE DO WII BALANCE BOARD PARA AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO VERTICAL ESTÁTICO: um novo método de avaliação. 2014. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Alan Jones Lira de Melo

NAGEM, D.A.P.VALENTIM, R. A. M.; BALEN, S. A.; ALENCAR, C. C. G.. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA APOIO A TRIAGEM DE DISLEXIA. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Alan Jones Lira de Melo

NAGEM, D.A.P.; NASCIMENTO, M. C. B. C.; FONSECA, V. M.; SOUZA JUNIOR, C. F.. AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA DE TECIDOS TECNICOS COMO ELEMENTO REFORÇANTE EM COMPÓSITOS POLIMÉRICOS SISTEMA RESINA ISOFTÁLICO. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: José Henrique Batista Lima

MARINHO, G. S.;NAGEM, D.A.P.; FONSECA, V. M.; CUNHA, F. G. C.. DESENVOLVIMENTO DE TÊXTEIS TÉCNICOS PARA REFORÇO DE COMPÓSITOS POLIMÉRICOS. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: José Antônio Bernardino de Oliveira

ALVES JUNIOR, C.; ARAUJO, F. O.;NAGEM, D.A.P.. Desenvolvimento de um sistema de nitretação por plasma em fonte pulsada e investigação da nitretação do titânio. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Márcio Valério de Araújo

ALSINA, P. J.;NAGEM, D. A. P.; BESSA, W. M.; DIAS, A. M.; FRIZERA NETO, A.. Geração de padrão de marcha adaptável para uma órtese ativa de membros inferiores.. 2015. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Raul Hernandes Bortolin

REZENDE, A. A.;NAGEM, D. A. P.; PIZAURO JUNIOR, J. M.; FARIAS, N. B. S.; PAULA, F. J. A.. PROTECAO CONTRA A PERDA OSSEA INDUZIDA PELO DIABETES TIPO 1 ATRAVES DA SUPLEMENTACAO COM ZINCO: ANALISES BIOMECANICA, HISTOMORFOMETRICA E MOLECULAR EM RATOS DIABETICOS INDUZIDOS POR STZ. 2015. Tese (Doutorado em Ciencias da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: João Marcos Teixeira Lacerda

VALENTIM, R. A. M.; BURLAMAQUI, A. M. F.; MORAIS, A. H. F.;NAGEM, D.A.P.. Safety SOA-DB: A tolerant architecture failures to universal access to medical hospital devices. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Raul Hernandes Bortolin

REZENDE, A. A.; FARIAS, N. B. S.;NAGEM, D.A.P.. Protection against diabetes-induced bone loss by zinc supplementation. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Nícolas Vinícius Rodrigues Veras

Hekis, H. R.GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.. OpenTD: Plataforma web para telediagnóstico de exames de imagem. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência, Tecnologia e Inovação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Claudia Emília Lang

Hekis, H. R.GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.. ESTÃO ASSISTENCIAL NOS HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS DA EBSERH: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA COGESTÃO COM ÊNFASE NO KANBAN, NIR E PAINEL DE INDICADORES. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão e Inovação em Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Ludmila Wanbergna Nogueira Felix

NAGEM, D.A.P.GUERRA NETO, C. L. B.; LINS, H. W. C.; SIMOES, P. J. A.. Proposta de Metodologia de Projeto de Sinalização para um Hospital Universitário Federal. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão e Inovação em Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Elton Gil Xavier Moura

NAGEM, D.A.P.CAVALCANTI, F. A. C.QUEIROZ, W. F.. DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA DE BAIXO CUSTO DESTINADO À DETERMINAÇÃO DA CINEMÁTICA HUMANA. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Alan Jones Lira de Melo

FONSECA, V. M.; NASCIMENTO, M. C. B. C.;NAGEM, D.A.P.. AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA DE TECIDOS TECNICOS COMO ELEMENTO REFORÇANTE EM COMPÓSITOS POLOMÉRICOS SISTEMA RESINA ISOFTÁLICO. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Alessandro Marinho de Albuquerque

VALENTIM, R. A. M.; BALEN, S. A.;NAGEM, D.A.P.. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA APOIO AO DIAGNÓSTICO DE DISLEXIA DE LEITURA. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: NATHALIA PRISCILLA OLIVEIRA SILVA BESSA

CAVALCANTI, F. A. C.; LINDQUIST, A. R. R.;NAGEM, D.A.P.. VALIDADE E CONFIABILIDADE DE UM DISPOSITIVO DE BAIXO CUSTO PARA AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO VERTICAL ESTÁTICO. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Fisioterapia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: José Henrique Batista Lima

MARINHO, G. S.;NAGEM, D.A.P.; FONSECA, V. M.. DESENVOLVIMENTO DE TÊXTEIS TÉCNICOS PARA REFORÇO DE COMPÓSITOS POLIMÉRICOS. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: José Antônio Bernardino de Oliveira

ALVES JUNIOR, C.GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.. Desenvolvimento de um sistema de nitretação por plasma em fonte pulsada e investigação da nitretação do Ti. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Elizeu Antônio Stohr Júnior

GUERRA NETO, C. L. B.NAGEM, D.A.P.; ARAUJO, M. V.. DESENVOLVIMENTO DE UM PORTA AMOSTRA AUTOMATIZADO PARA AUXILIAR NOS TRATAMENTOSDE MATERIAIS BIOCOMPATÍVEIS.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecatrônica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Lucas Abreu Cardoso dos Reis

NAGEM, D. A. P.CAVALCANTI, F. A. C.; Moura, E. G. X.. Desenvolvimento de um instrumento de posturografia de baixo custo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Jusciaane Chacon Vieira

NAGEM, D.A.P.; Moura, E. G. X.; GAZZOLA, J. M.. SISTEMA DE MENSURAÇÃO DA OSCILAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES PARA TESTES DE EQUILÍBRIO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Lucas Abreu Cardoso dos Reis

NAGEM, D.A.P.; OLIVEIRA, J. A. N.; SOUSA JUNIOR, V. A.. DESENVOLVIMENTO DE UM INSTRUMENTO DE POSTUROGRAFIA DE BAIXO CUSTO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Átila Bomfim Fernandes

NAGEM, D.A.P.; FREGONEZI, G. A. F.; COUTINHO, K. D.. PROJETO DE MODELO DE UTILIDADE DE DISPOSITIVO DE TREINAMENTO MUSCULAR RESPIRATÓRIO (TMR) COM VÁLVULAS INSPIRATÓRIA E EXPIRATÓRIA. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: fabiana piano

NAGEM, D.A.P.; COUTINHO, K. D.; NOBREGA, S. H. S.. METODOLOGIA DE CONVERSÃO DE IMAGENS DICOM EM SISTEMAS CAD/CAE E ANÁLISE DE UMA GEOMETRIA MANDIBULAR SOB CONDIÇÕES DE CARGAS MASTIGATÓRIAS. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D.A.P.; LINS, H. W. C.;Hekis, H. R.GUERRA NETO, C. L. B.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 147/17-CT. 2017. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D.A.P.; BRANDAO, G. B.; LINS, H. W. C.; MORAIS, A. H. F.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 020/17-CT. 2017. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D.A.P.; WANDERLEY, C. D. V.; GAZZOLA, J. M.;GUERRA NETO, C. L. B.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 017/15-CT. 2015. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D.A.P.; WANDERLEY, C. D. V.; BRANDAO, G. B.;VALENTIM, R. A. M.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 019/14-CT. 2014. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D.A.P.; BRANDAO, G. B.; WANDERLEY, C. D. V.;GUERRA NETO, C. L. B.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 141/13-CT. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D. A. P.; FONSECA, V. M.; ALMEIDA, M. J. M.;GUERRA NETO, C. L. B.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN- Portaria 120/2011-CT. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

NAGEM, D. A. P.; MENDES, L. A.; SOARES, H. B.;GUERRA NETO, C. L. B.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 099/2012-CT. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

GUERRA NETO, C. L. B.; COSTA, T. H. C.; FONSECA, V. M.;NAGEM, D. A. P.. Concurso para Professor do Departamento de Eng. Biomédica UFRN - Portaria 098/2012-CT. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Danilo Amaral

Barbosa, M. P.; Pinto, R.L.U.;AMARAL, D.; Menegaldo, L.L.; Filho, A.B.N.; Huebner, R.. Elementos para o Desenvolvimento de uma Prótese de Mão: Geometria, Mecanismo de Transmissão e Sensoriamento do Movimento Aplicados ao Dedo Polegar.. 2009. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Alexandre Queiroz Bracarense

BRACARENSE, Alexandre Queiroz; BARBOSA, Marcos Pinotti; MENEGALDO, Luciano Luporini. Determinação da força, da pressão e do volume de um musculo penumático em um exoesqueleto de membro inferiro, para restruturar o padrão de marcha utilizado em um sinal mioelétrico para ativação. 2005. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Alexandre Queiroz Bracarense

BARBOSA, Marcos Pinotti;BRACARENSE, Alexandre Queiroz. Protese de Mão da UFMG. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Antônio Eustáquio de Melo Pertence

BARBOSA, Marcos Pinotti;PERTENCE, A. E. M.. Desenvolvimento e Teste de Desempenho do Músculo Artificial de Mckibben. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Luiz Utsch de Freitas Pinto

BARBOSA, M. P.;PINTO, R. L. U. F.; AMARAL, D.; MENEGALDO, L. L.; BARBOSA FILHO, A. N.; HUEBNER, R.. Elementos para o Desenvolvimento de uma Prótese de Mão: Geometria, Mecanismo de Transmissão e Sensoriamento do Movimento Aplicado ao Dedo Polegar. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Ricardo Luiz Utsch de Freitas Pinto

BARBOSA, M. P.; HUEBNER, R.; BRACARENCE, A. Q.;PINTO, R. L. U. F.. Prótese de mão da UFMG. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica - UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Carlos Alberto Cimini Junior

BARBOSA, M. P.;PERTENCE, A. E. M.CIMINI JR., C. A.; OLIVEIRA, M. E. C.. Desenvolvimento e teste de desempenho do músculo artificial de McKibben. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecanica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Rudolf Huebner

Bracarense, A.Q.; PINTO, R. L. U. F.;BARBOSA, Marcos PinottiHUEBNER, R.. Prótese de Mão da UFMG. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

José Wanderson Oliveira Silva

Desenvolvimento de ums sitema de analise de equilibrio por jogos; Início: 2015; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecatrônica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; (Orientador);

Elton Gil Xavier Moura

Desenvolvimento de um Sistema de Captura de Movimentos de Baixo Custo para Auxiliar o Desenvolvimento de Equipamentos de Auxílio a Locomoção,; 2014; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Elton Gil Xavier Moura

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA MOVIMENTOS DE BAIXO CUSTO DESTINADO A PROJETOS DE EQUIPAMENTOS DE AUXILIO A LOCOMOÇÃO; 2014; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Alan Jones Lira de Melo

Desenvolvimento e Caracterização de Estrutura Têxtil em Compósitos Poliméricos para aumento da resistencia; 2011; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte,; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Alessandro Marinho de Albuquerque

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA PARA APOIO A TRIAGEM DE DISLEXIA; 2011; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte,; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Jusciaane Chacon Vieira

SISTEMA DE MENSURAÇÃO DA OSCILAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES PARA TESTES DE EQUILÍBRIO CORPORAL, JUSCIAANE CHACON VIEIRA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Lucas Abreu Cardoso dos Reis

Desenvolvimento de um instrumento de Posturografia de Baixo Custo; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Tomás Barros Vasconcelos

Desenvolvimento de uma pinça cirúrgica; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

fabiana piano

Metodologia de Conversão de Imagens Dicom em Sistema CAD/CAE e Análise de Uma geometria Mandibular Sob Condições de Cargas Mastigatórias; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Átila Bomfim Fernandes

Projeto de Modelo de Utilidade de Dispositivo de Treinamento Muscular Rspirátório (TMR) Com Válvulas Inspiratória e Expiratória; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Elton Gil Xavier Moura

? Desenvolvimento de um Sistema de Captura de Movimentos de Baixo Custo para Auxiliar o Desenvolvimento de Equipamentos de Auxílio a Locomoção; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Eugênia Gabriela Lopes

Desenvolvimento e verificação do eletrodo produzido por plasma em um IPMC com o uso de imagens de microscopia ótica e eletrônica de varredura; 2010; Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Jean Carlos Nascimento Cruz

Caracterização de um Polímero de Polissulfona com permeabilidade alterada com uso de plasma para aplicação em filtros de Hemodiálise; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Danilo Alves Pinto Nagem;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcos Pinotti Barbosa

Determinacao da forca, da pressao e do volume de um musculo pneumático em um exoesqueleto de membro inferior, para restaurar o padrao de marcha utilizando um sinal mioeletrico para ativacao; 2005; 88 f; Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marcos Pinotti Barbosa;

Marcos Pinotti Barbosa

Elementos para o Desenvolvimento de uma Protese de Mao: Geometria, Mecanismo de Transmissao e Sensoriamento do Movimento Aplicados ao Dedo Polegar; 2009; Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Marcos Pinotti Barbosa;

Marcos Pinotti Barbosa

Desenvolvimento e teste de desempenho do músculo artificial de Mckibben; 2002; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Marcos Pinotti Barbosa;

Marcos Pinotti Barbosa

Paramec; 2000; Orientação de outra natureza; (Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Marcos Pinotti Barbosa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GOMES, V. L. S. ; FARIAS, P. H. S. ; NAGEM, D.A.P. ; GOMES, D. C. ; SILVA, G. F. A. ; MORAN, CRISTIANE APARECIDA ; RIBEIRO, S. N. S. ; PEREIRA, SILVANA ALVES . Impact of type of delivery on thoracoabdominal mobility of newborns. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano , v. 28, p. 148-153, 2018.

  • GUERRA, JÚLIA ISABEL DE ARAÚJO ; Nagem, Danilo Alves Pinto ; MORAN, CRISTIANE APARECIDA ; GOMES, VALÉRIA LIDYANNE SOUZA ; CARVALHO, JULIANA MACEDO CAMPELO DE ; PEREIRA, SILVANA ALVES . Thoracoabdominal mobility evaluation by photogrammetry in newborns after expiratory flow increase technique. FISIOTERAPIA EM MOVIMENTO (PUCPR. IMPRESSO) , v. 30, p. 789-795, 2017.

  • DE OLIVEIRA, HEITOR BERNARDINO ; PEREIRA, SILVANA ALVES ; VALE, BÁRBARA EMMILY CAVALCANTI ; Nagem, Danilo Alves Pinto . SISTEMA DE RECONHECIMENTO DE IMAGENS PARA AVALIAÇÃO DO MOVIMENTO TORACOABDOMINAL EM RECEM-NASCIDOS. Revista Brasileira de Inovação Tecnologica em Saúde , v. 6, p. 1-10, 2016.

  • Moura, E. G. X. ; BEZERRA, H. U. ; NAGEM, D. A. P. . DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA DE BAIXO CUSTO DESTINADO A DETERMINAÇÃO DA CINEMÁTICA HUMANA. Revista Brasileira de Inovação Tecnologica em Saúde , v. 5, p. 13-20, 2016.

  • DA FONSECA FILHO, GENTIL GOMES ; DE MEDEIROS CIRNE, GABRIELE NATANE ; CACHO, ROBERTA OLIVEIRA ; DE SOUZA, JANE CARLA ; NAGEM, DANILO ; CACHO, ENIO WALKER AZEVEDO ; MORAN, CRISTIANE APARECIDA ; ABREU, BRUNA ; PEREIRA, SILVANA ALVES . Neonatal peripheral facial paralysis’ evaluation with photogrammetry: A case report. International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology (Print) , v. 79, p. 2473-2475, 2015.

  • Morais, P. S. G. ; BARROS, D. M. S. ; VALENTIM, R. A. M. ; Robinson Luís de Souza Alves ; Lacerda J. M. T ; Santos J. P. Q. ; GUERRA NETO, C. L. B. ; NAGEM, D. A. P. ; PAIVA, J. C. . E-GUIA: SISTEMA PARA PROVER MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE AOS DEFICIENTES VISUAIS NOS SERVIÇOS DE TRANSPORTES URBANOS. Revista Brasileira de Inovação Tecnologica em Saúde , v. 3, p. 52-61, 2013.

  • NASCIMENTO NETO, A. B. ; VALENTIM, R. A. M. ; QUEIROZ, W. F. ; NAGEM, D. A. P. ; ALVES JUNIOR, C. ; GUERRA NETO, C. L. B. . DESENHO E FABRICAÇÃO DE UMA BANCADA DE TESTE DE TORÇÃO PARA QUANTIFICAÇÃO DA INTENSIDADE DE TORQUE ATRAVES DE UM DISPLAY. Revista Brasileira de Inovação Tecnologica em Saúde , v. 2, p. 1-9, 2012.

  • DE ALBUQUERQUE, ALESSANDRO ; MOURA, ELTON ; VASCONCELOS, TOMÁS ; MENDES, L.A. ; NAGEM, D.A.P. . KINECT SENSOR USED AS A SUPPORT TOOL IN CLINICAL ANALYSIS. Journal of Biomechanics , v. 45, p. S304, 2012.

  • do Nascimento, Breno Gontijo ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; Nagem, Danilo Alves Pinto ; PINOTTI, Marcos . Hip Orthosis Powered by Pneumatic Artificial Muscle: Voluntary Activation in Absence of Myoelectrical Signal. Artificial Organs , v. 32, p. 317-322, 2008.

  • NAGEM, D. A. P. ; MOREIRA, M. A. G. ; PEREIRA, Guilherme A S ; TIERRACRIOLLO, Carlos Julio ; Pinotti, Marcos Barbosa . Desenvolvimento das Relações Interfalangeanas e metacarpo-falangeanas para os Dedos Durante Movimentos de Pinças. Matéria (UFRJ) , v. 12, p. 179-185, 2007.

  • VALENTIM, R. A. M. (Org.) ; GUERRA NETO, C. L. B. (Org.) ; Hekis, H. R. (Org.) ; NAGEM, D.A.P. (Org.) ; COUTINHO, K. D. (Org.) . Gestão e Inovação em Saúde - O que estamos fazendo na EBSERH. 1. ed. Natal: SEDIS-UFRN, 2018. v. 1. 464p .

  • NAGEM, D.A.P. ; GUERRA NETO, C. L. B. ; COUTINHO, K. D. ; Hekis, H. R. ; VALENTIM, R. A. M. . Tecnologia 3D na saúde: uma visão sobre Órteses e Próteses, Tecnologias Assistivas e Modelagem 3D. 1. ed. natal: SEDIS-UFRN, 2018. v. 1. 95p .

  • NAGEM, D.A.P. ; FELIX, L. W. N. ; SIMOES, P. J. A. . ONDE ESTOU? PARA ONDE VOU? O QUE QUERO ENCONTRAR? A importância da sinalização no ambiente hospitalar. In: GUERRA NETO, C. L. B.; HEKIS, H. R.; MEDEIROS, R. A.; DANTAS, K. C.; NAGEM, D. A. P... (Org.). GESTÃO E INOVAÇÃO EM SAÚDE - O que estamos fazendo na Ebserh. 1ed.Natal: SEDIS-UFRN, 2018, v. 1, p. 381-426.

  • PINOTTI, Marcos ; NAGEM, D. A. P. ; VIMEIRO, Claysson B ; NASCIMENTO, Breno G ; ROCHA, Daniel Neves ; MENESES, Kátia Vanessa Pinto de . Tecnologias para Reabilitação. In: Rosa Maria COrrêa. (Org.). AVANÇOS E DESAFIOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE INCLUSIVA. Belo Horizonte: Segrac Editora e Gráfica Limitada, 2009, v. , p. 105-116.

  • VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; MARTINS, Henrique Resende ; NAGEM, D. A. P. ; Pinotti, Marcos Barbosa . Aplicação de Músculos Artificiais pneumáticos em uma órtese para quadril. In: Jorge Werthein; Cecilia Braslavsky; Juan Carlos Tadesco; Adama Ouane; Celio da Cunha. (Org.). Reconhecer Diferenças - Construir Resultados. 1ed.Brasilia - DF: , 2004, v. 1, p. 515-522.

  • NAGEM, D. A. P. ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; PINOTTI, Marcos . Laboratório de Bioengenharia da UFMG desenvolve tecnologia para auxíliar pessoas que tenham problemas de locomoção. Estado de Minas, Belo Horizonte, p. 8 - 8, 28 ago. 2005.

  • NAGEM, D. A. P. ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; PINOTTI, Marcos . Laboratório de Biengenharia da UFMG cria Músculo Artificial Pneumático - Tecnologia pode ajudar a suprir dificuldades de locomoção. Boletim - UFMG, Belo Horizonte, p. 5 - 5, 11 jan. 2004.

  • FELIX, L. W. N. ; SIMOES, P. J. A. ; NAGEM, D.A.P. . Onde estou? Para onde vou? O que quero encontrar? A importância da sinalização no ambiente hospitalar. In: V Seminário Internacional de Informação para a Saúde, 2018, fortaleza. Representação e organização da informação e do conhecimento mediadas pelas tecnologias digitais, com vistas ao empoderamento e ao protagonismo da saúde coletiva, 2018.

  • PEREIRA, SILVANA ; GOMES, DANIELLE CRISTINA ; NAGEM, DANILO ; GOMES, VALERIA ; GUERRA, INGRID . Agreement between MATLAB® 2D and AutoCAD® methods for the evaluation of thoracoabdominal mobility in newborns. In: ERS International Congress 2017 abstracts, 2017. Neonatology and Paediatric Intensive Care. p. PA2068.

  • Moura, E. G. X. ; NAGEM, D. A. P. ; BEZERRA, H. U. . DEVELOPMENT OF A LOW COST MOTION CAPTURE SYSTEM DESTINED FOR THE DETERMINATION OF HUMAN?S KINEMATICS. In: COBEM 2015 - Congresso brasileiro de Engenharia Mecânica, 2015, Rio de Janeiro. Proceeddings of 23 COBEM 2015, 2015.

  • Vasconcelos, T. B. ; C. JUNIOR, D. A. ; SLADE, A. ; Pinotti, Marcos Barbosa ; NAGEM, D. A. P. . Polymeric sensor for artificial muscle. In: TMSI 2012 - Technology and Medical Science International, 2012, Belo HOrizonte. TMSi 2012 Abstract e-Book. Rio de Janeiro: ABCM, 2012.

  • Moura, E. G. X. ; MENDES, L. A. ; NAGEM, D. A. P. . DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CAPTURA MOVIMENTOSDE BAIXO CUSTO DESTINADO A PROJETOS DE EQUIPAMENTOS DEAUXILIO A LOCOMOÇÃO. In: XXIII CBEB 2012 - Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2012, Porto de Galinhas. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2012.

  • MEDEIROS, C. ; Jseus, G. C. ; Moura, E. G. X. ; MENDES, L.A. ; GUERRA NETO, C. L. B. ; NAGEM, D. A. P. . Desenvolvimento de ma ferramenta computacional para analise biomecanica da marcha. In: 7 COLAOB - Congresso Latino Americano de orgaos artificiais e biomateriais, 2012, NATAL. Anais do 7 COLAOB, 2012.

  • ALBUQUERQUE, A. M. ; MOURA, ELTON ; Vasconcelos, T. B. ; MENDES, L.A. ; NAGEM, D. A. P. . Kinect Sensor used as support tool in clinical analysis. In: 18th COngress of the European Society of Biomechanics, 2012, Lisboa. 18th COngress of the European Society of Biomechanics, 2012.

  • Moura, E. G. X. ; NAGEM, D. A. P. . Desenvolvimento de um sistema de captura movimentos de baixo custo para auxiliar o desenvolvimento de equipamentos de auxilio a locomoção. In: VII CONEM 2012 - Congresso Nacional de Engenharia Mecânica, 2012, São Luis. Proceedings, 2012.

  • MEDEIROS, C. ; Souza, I. A. ; NASCIMENTO NETO, A. B. ; NAGEM, D. A. P. ; ALVES JUNIOR, C. ; GUERRA NETO, C. L. B. . Caracterização de Superficies de Titanio Tratadas por plasma DBD. In: 7 COLAOB - Congresso Latino Americano de orgaos artificiais e biomateriais, 2012, Natal. Anais do 7 COLAOB. Rio de Janeiro: SLABO, 2012.

  • GUERRA NETO, C. L. B. ; NASCIMENTO NETO, A. B. ; QUEIROZ, W. F. ; Nagem, Danilo Alves Pinto ; FREIRE JUNIOR, R. C. S. ; ALVES JUNIOR, C. . Design and Construction of a Workbench for Tests in a Dental Wrench with Digital Display. In: COBEM 2011 - 21st International Congress of Mechanical Engineering, 2011, Natal. Proceedings of 21st COBEM - International Congress of Mechanical Engineering, 2011.

  • LOPES, E. G. ; GUERRA NETO, C. L. B. ; ALVES JUNIOR, C. ; NAGEM, D. A. P. . DEVELOPMENT OF A DYNAMIC SENSOR FOR PROSTHETICS/ORTHETICS SMART USING A PLASMA PRODUCED BY IPMC. In: COBEM 2011 - 21st International Congress of Mechanical Engineering, 2011, Natal. Proceedings of 21st COBEM - International Congress of Mechanical Engineering, 2011.

  • NAGEM, D. A. P. ; Oliveira, I. F. D ; SLADE, A. ; PINOTTI, Marcos . Ionic Polymer-metal Composites Used as a Force Sensor. In: COBEM 2009 - International Congress of Mechanical Engineering, 2009, Gramado. 20th COBEM - Engineering for the Future, 2009. v. 1.

  • NAGEM, D. A. P. ; Oliveira, I. F. D ; SLADE, A. ; PINOTTI, Marcos . The strain tests during the development of an artificial tendon to be use as a tension spring in prosthetic devices. In: COBEM 2009 - International Congress of Mechanical Engineering, 2009, Gramado. 20th COBEM - Engineering for the Future, 2009. v. 1.

  • SONO, T. ; MENEGALDO, L. L. ; NAGEM, D. A. P. ; PINOTTI, Marcos . Development of an underactuated finger mechanism for a hand prosthesis. In: 19th International Congress of Mechanical Engineering, 2007, Brasilia-DF. Proceedings of The 19th International Congress of Mechanical Engineering. Rio de Janeiro: ABCM - Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas, 2007. v. 1. p. 1-6.

  • NAGEM, D. A. P. ; BARROSO, Patricia Neto ; PINOTTI, Marcos . The Biomechanical approach during the development of index finger for UFMG hand prostheses. In: 19th International Congress of Mechanical Engineering, 2007, Brasilia-DF. Proceedings of The 19th International Congress of Mechanical Engineering. Rio de Janeiro: ABCM - Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas, 2007. v. 1. p. 1-6.

  • BARROSO, Patricia Neto ; NAGEM, D. A. P. ; MIRANDA, R. J. ; KIRKWOOD, R. ; PINOTTI, Marcos . Quantitative Analysis of thumb range of motion during functional activities. In: 19th International Congress of Mechanical Engineering, 2007, Brasilia-DF. Proceedings of The 19th International Congress of Mechanical Engineering. Rio de Janeiro: ABCM - Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas, 2007. v. 1. p. 1-6.

  • NAGEM, D. A. P. ; BARROSO, Patricia Neto ; MOREIRA, Marcos A G ; PEREIRA, Guilherme A S ; TIERRACRIOLLO, Carlos Julio ; Pinotti, Marcos Barbosa . Desenvolvimento das relações interfalangeanas e metacarpo-falangeanas para os dedos durante movimentos de pinças.. In: COLAOB -2006 - IV Congresso Latino Americano de Orgãos Artificiais e Biomateriais, 2006, Caxambu. Proceedings of IV COLAOB, 2006.

  • NASCIMENTO, Breno Gontijo ; VIMEIRO, Claysson B ; NAGEM, D. A. P. ; SANTOS, Mauricio Ferrari dos ; PINOTTI, Marcos . Controle da ativação do músculo artificial pneumático por meio da variação angular da articulação do quadril. In: COLAOB -2006 - IV Congresso Latino Americano de Orgãos Artificiais e Biomateriais, 2006, Caxambu. Procedings of IV COLAOB, 2006.

  • NAGEM, D. A. P. ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; MARTINS, Henrique Resende ; SCHULTZ, Olival Fernando Lima ; FERREIRA, Marcio Drumond Costa ; Pinotti, Marcos Barbosa . Characteristic curves of pneumatic muscle for the use in UFMG exoeskeleton. In: 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005, Ouro Preto. Proceedings of the 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005. v. 1. p. 1-8.

  • VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; NAGEM, D. A. P. ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; MARTINS, Henrique Resende ; COSTA, Charles de Oliveira ; AMARAL, Giovanna Mendes ; Pinotti, Marcos Barbosa . Development of a hip orthosis using pneumatic artificial muscle to control the joint rotation. In: 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005, Ouro Preto. Proceedings of the 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005. v. 1. p. 1-8.

  • NAGEM, D. A. P. ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; MARTINS, Henrique Resende ; SANTOS, Mauricio Ferrari dos ; COSTA, Sergio Teixeira da ; Pinotti, Marcos Barbosa . Development of the joint position system for controlling the exoeskeleton based on pneumatic muscles. In: 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005, Ouro Preto. Proceedings of the 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005. v. 1. p. 1-8.

  • VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; NAGEM, D. A. P. ; Pinotti, Marcos Barbosa . Development of hip orthosis using pneumatic artificial muscles. In: Techonology Meets Surgery International, 2005, São Paulo. ABCM Symposium Series In Bioengineering. Rio de Janeiro: ABCM - Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas, 2005. v. 1. p. 1-5.

  • VIMEIRO, Claysson B ; NASCIMENTO, Breno G ; MARTINS, Henrique R ; NAGEM, D. A. P. ; PINOTTI, Marcos . Aplicação de Músculos Artificiais Pneumáticos em Órteses para Quadril. In: 2o Congresso Brasileiro de Extensão Universitaria, 2004, belo Horizonte. Anais do 2o Congresso Brasileiro de Extensão Universitaria. Belo Horizonte: UFMG, 2004.

  • NAGEM, D. A. P. ; PINOTTI, Marcos ; FABRIS, Giovana . Desenvolvimento de uma bancada de testes de músculos artificiais pneumátios. In: XII CONEEQ - Congresso Nacional dos Estdantes de Engenharia Química, 2002, Belo Horizonte. Anais do XII Congresso Nacional dos Estdantes de Engenharia Química, 2002.

  • NAGEM, D. A. P. ; BRACARENSE, Alexandre Q ; OUTROS . GRUPO PARAMEC - A engenharia e os portadores de deficiência física. In: 2 Bienal de extensão proex, 1999, Belo Horizonte. Anais do 2 Bienal de extensão proex, 1999.

  • BRACARENSE, Alexandre Q ; ABRÃO, A ; NAGEM, D. A. P. ; OUTROS . Projeto e construção de uma cadeira de rodas com variação de posição. In: XV COBEM - Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica, 1999, Águas de Lindóia, SP, Brasil. Proceddings of XV COBEM - Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica, 1999.

  • CAMPOS, Mario ; ANICIO, M ; CARVALHO, R ; HARTMANN, A ; NAGEM, D. A. P. ; OLIVEIRA, V ; OLIVEIRA, e ; PEREIRA, G ; RIBEIRO, A ; SANCHES, F ; SILVEIRA, M . MIneiROSOT - The development of a centralized control set of soccer-playing micro-robots In: FIRA Robot World Cup. In: FIRA Robot WOrld Cup, 1998, Seul, 1998.

  • Cassiano A. ; GOMES, D. C. ; DA FONSECA FILHO, GENTIL GOMES ; NAGEM, D.A.P. ; MORAN, CRISTIANE APARECIDA ; GOMES, V. L. S. ; PEREIRA, SILVANA ALVES . Modelo Pragmático De Avaliação Da Mobilidade Toracoabdominal Em Recém-Nascidos. In: 23° Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016, Gramado. Anais do 23° Congresso Brasieleiro de Perinatologia, 2016. v. 1. p. 155-155.

  • PEREIRA, SILVANA ALVES ; GOMES, V. L. S. ; SILVA, V. K. ; MEDEIROS JUNIOR, N. B. ; GUERRA, J. I. A. ; CAVALVANTI, B. E. ; GOMES, D. C. ; NAGEM, D. A. P. . MODELO MATLAB 2D PARA A AVALIAÇÃO DA EXPANSIBILIDADE TORACOABDOMINAL DE RN APÓS FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA. In: XVIII Simposio Internacional de FIsioterapia Cardiorrespiratória e Terapia Intensiva, 2016, Belo Horizonte. Anais do XVIII Simposio Internacional de FIsioterapia Cardiorrespiratória e Terapia Intensiva, 2016. v. 7. p. 126-127.

  • NAGEM, D. A. P. ; BARROSO, Patricia Neto ; Pinotti, Marcos Barbosa . Quantitative analysis of thumb range of motion during prehension tasks. In: TMSi 4 - Technology Meets Surgery International 4, 2006, Dundee. Procedings of TMSi 4, 2006.

  • BRACARENSE, Alexandre Q ; NAGEM, D. A. P. ; OUTROS . A engenharia e o portador de deficiência física. In: VIII Semana de iniciação cinetífica, 1999, Belo Horizzonte. Anais do VIII Semana de iniciação cinetífica, 1999.

  • BRACARENSE, Alexandre Q ; NAGEM, D. A. P. ; OUTROS . Grupo PARAMEC - Rodízios axiais com suspensão e freios. In: 3 semana da graduação, 1999, Belo Horizonte, 1999.

  • BREACARENSE, Alexandre Q ; NAGEM, D. A. P. ; OUTROS . A engenharia e o portador de deficiência física. In: VII Semana de iniciação cinetífica, 1998, Belo Horizonte. Anias da VII Semana de iniciação cinetífica, 1998.

  • NAGEM, D. A. P. ; ANICIO, M ; MOREIRA, Marcos A G ; PEREIRA, Guilherme A S ; TIERRACRIOLLO, Carlos Julio ; PINOTTI, Marcos . Desenvolvimento das relações interfalangeanas e metacarpo-falangeanas para os dedos durante movimentos de pinça. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • NAGEM, D. A. P. ; NASCIMENTO, Breno G ; TIERRACRIOLLO, Carlos Julio ; MARTINS, Henrique R ; SCHULTZ, Olival Fernando Lima ; FERREIRA, Marcio Drumond Costa ; PINOTTI, Marcos . Characteristic curves of pneumatic muscle for UFMG exoeskeleton. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BARROSO, Patricia Neto ; NAGEM, D. A. P. . Biomecanica do Músculo Artificial. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • NAGEM, D. A. P. . Analogias na Engenharia para o Desenvolvimento de Próteses e Órteses Funcionais. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PINOTTI, Marcos ; NAGEM, D. A. P. . Cabo com segmentos elásticos. 2007.

MENESES, Kátia Vanessa Pinto de ; ROCHA, Daniel Neves ; NAGEM, D. A. P. ; VIMIEIRO, Claysson Bruno Santos ; SANTOS, Mauricio Ferrari dos ; SCHULTZ, Olival Fernando Lima ; NASCIMENTO, Breno Gontijo ; MARTINS, Henrique Resende ; PINOTTI, Marcos . Órtese Funcional para Mão Acionada por Músculo Artificial. 2005.

NAGEM, D. A. P. ; PINOTTI, Marcos ; FABRIS, Giovana . Atuador fluido mecânico de fácil montagem constituido de dois tubos maleáveis e sistema de fixação por anilha. 2003.

NAGEM, D. A. P. ; BRACARENSE, Alexandre Q ; GOMES, Renato Luiz . Sistema de rodízios axiais com suspensão e freios acionados por força no eixo axial, adaptável em andadores para o auxílio da locomoção e reabilitação de portadores de deficiência. 2002.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Sistema de informação para gerenciar soluções de aprendizagem na REDE EBSERH., Descrição: Desenvolver um sistema de informação para gerenciar soluções de aprendizagem possibilitando melhoria da qualidade do capital intelectual. Benefício: Um sistema possibilitaria uma infinidade de benefícios, não só para o Hospital Universitário (HU) piloto, como também para a Rede EBSERH como um todo. Por exemplo, permitiria:  Conhecer melhor o capital intelectual da instituição em razão da possibilidade de gerenciamento em tempo real da qualificação profissional dos colaboradores;  Trazer inovação, confiabilidade, segurança, agilidade e indicadores de treinamentos no acompanhamento dos eventos de capacitação  Dimensionar melhor a força de trabalho por conhecer quais cursos ou formações cada colaborador possuíam e assim propor capacitações mais adequadas;  Possibilitar a realização de inscrições aos treinamentos e a emissão de certificados pelos próprios colaboradores;  Acompanhar eventos de capacitação realizados pelo HUs.  Emitir relatório gerenciais customizados. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / hertz wilton de castro lins - Integrante / gustavo kleber bezerra Coutinho - Integrante / Daniel Fonseca do Nascimento - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Edital PIBIC CNPQ 2017-2018 Valores de referência da mobilidade toracoabdominal em Pediatria, Descrição: A mobilidade torácica tem relação direta com a expansibilidade pulmonar, e pode ser avaliada através de vários métodos, principalmente os não invasivos. clínica, sua medida é utilizada com o objetivo de avaliar parâmetros como amplitude torácica, volumes e capacidades pulmonares, complacência pulmonar, toracoabdominal, entre outros. Além disso, a mobilidade e/ou expansibilidade toracoabdominal fornecem também informações sobre a existência ou não de toracopulmonar, que comumente se relaciona a doenças respiratórias. Os métodos disponíveis atualmente que avaliam volume pulmonar, capacidades, limitações e padrões de respiração em Neonatologia, de uma forma eficiente são onerosos e de difícil manipulação, o que limita sua aplicabilidade na prática clínica assistencial, como é o caso da pletismografia por indutância optoeletrônica e a tomografia por indutância elétrica. Sabendo-se da necessidade de esforços no sentido de viabilizar tecnologias de baixo custo e de boa reprodutibilidade em Neonatologia, capazes de permitir avaliação objetiva compatível com os cenários da saúde pública brasileira a fotogrametria se apresenta como um método avaliativo desse processo. A da fotogrametria nos procedimentos de avaliação clínica é percebida em diversas áreas, como a neurologia e a ortopedia, adquirindo espaço na semiologia para análise da geometria da parede torácica, cinemática dos músculos respiratórios e postura corporal. O emprego da Fotogrametria para análise do movimento respiratório permite estabelecer evidências da re lação volume-movimento e esta informação pode para inferir comportamentos mecânicos respiratórios de relevante utilidade clínica para a fisioterapia respiratória neonatal, como o acompanhamento da evolução controle muscular respiratório em estratégias complementares ao tratamento de doenças respiratórias e situações clínicas. Além disso, a técnica pode medidas quantitativas da área pulmonar neonatal, permitindo-nos avaliar o movimento e a expansibilidade toracoabdominal. O objetivo desse projeto é estimar o volume corrente e avaliar a mobilidade em diferentes idades desde o período pré-natal até a primeira infância.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (6) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / PEREIRA, SILVANA - Coordenador / Simone Nascimento Santos Ribeiro - Integrante / viviam mara gonçalves de Oliveira Azevedo - Integrante / Norrara Scarlytt de Oliveira Holanda - Integrante / Ana Gabriela de Figueiredo Araujo - Integrante / Raweny Thayna Gomes dos Santos - Integrante / Bianca Fernandes Vasconcelos e Silva - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    Educação Mediada por Tecnologia para Formação Sociotécnica e Humana em Saúde:análise de dados em cursos de pós-graduação em saúde da família, Descrição: A área de learning analytics surgi da necessidade de produção de métricas e indicadores para a produção de informações e conhecimento que possam melhorar o processo de avaliação, monitoramento, acompanhamento, controle e gestão na área de educação a distância. Os ambientes virtuais de aprendizagem normalmente possuem alguns tipos de relatórios, todavia, estes são pobres quanto as informações, pois geralmente disponibilizam apenas dados que apontam aspectos gerais sobres as bases acadêmicas dos cursos, disciplinas, tutores e alunos. Quando se trata de educação a distância é importante destacar é modelo de educacional que cada vez mais ganha espaço, e está se tornando um dos principais instrumentos de formação em todo o mundo, hoje as grandes universidades já dispõe de cursos online, como exemplo citamos a Universidade de Harvard, que desenvolveu um plataforma própria para isso. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou suas ofertas na área da educação a distância em 2001, e atualmente já desenvolveu mais de 20 plataformas educacionais para formação a distância, dentre estas é possível citar algumas: Plataforma para Formação dos Voluntários da Copa do Mundo, Plataforma para Preparação do ENEM, Escola de Você, Educação Livre e o Ambiente Virtual de Aprendizagem do Sistema Único de Saúde (AVASUS). Todas essas plataforma contribuíram com a formação de mais de 1000000 (um milhão) de cursistas. Hoje o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN é um dos lideres no Brasil na área do desenvolvimento tecnologias educacionais em saúde. Este aspecto, permitiu identificar que um dos maiores desafios para a gestão da educação a distância está em aumentar a escala no processo de formação e manter a qualidade do ensino, todavia, esse binômio só é alcançado quando subsidiado por tecnologias que possam auxiliar nos processo de tomada de decisão. É importante destacar que o uso de técnicas do learning analytics permite a construção de mecanismos de conhecimento que podem melhorar todo o processo da EaD, tratando da analise de dados da gestão, dos itinerários formação produzidos pelos docentes e dos itinerários de formativos percorridos pelos discentes. Para tanto, se utilizando de técnicas de aprendizagem de máquinas e de mineração de dados. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo primário a construção de uma arquitetura de informação baseada em machine learning que possibilite a analise online de grandes conjuntos de dados educacionais (learning analytics) a fim de favorecer a qualidade dos processos decisórios em torno da educação a distância na área da saúde. Como objeto de estudo será aplicado um curso de pós-graduação em saúde, cuja a base de dados será de mais de 2000 estudantes, todos anonimizados e em processo de formação, sendo este necessário para validar os algoritmos e sistemas de desenvolvidos, sobretudo para analises online.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / Helio Roberto Hekis - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Projeto de Sinalização do Hospital Universitário Walter Cantídio, Descrição: Este projeto apresenta uma proposta metodológica de projeto de sinalização para um hospital universitário federal. A contribuição metodológica é dividida em três etapas fundamentais: planejamento (construção de rede de apoio e realização de diagnóstico situacional), desenvolvimento (elaboração de projeto de sinalização, desenvolvimento de processo licitatório, validação de conteúdo e fechamento de manual de sinalização e ambientação) e execução (implantação de projeto de sinalização e avaliação de proposta pela comunidade hospitalar). O método é inovador por acrescentar à proposta a construção de uma rede de apoio, que inclui formação de equipe operacional a partir de parcerias, estratégias de envolvimento da gestão e da comunidade hospitalar no processo e oportunidades de captação de recursos na esfera pública, o que reduz drasticamente os custos do projeto às instituições. A proposta é apresentada em detalhes ao longo do artigo e vem para dar suporte aos gestores que desejam desenvolver projetos de sinalização e não têm conhecimento técnico, equipe nem recursos financeiros para executá-lo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Paulo Jorge Alcobia Simoes - Integrante / ludmila Wanbergna Nogueira Felix - Integrante / Lana Carolina Silva Pereira - Integrante / Marcela Barbosa Batista - Integrante / Sarah Wellingda Santos Serafim - Integrante.

  • 2016 - Atual

    PESQUISA APLICADA A IMPLEMENTAÇÃO DE PROCESSOS EDUCACIONAIS EM SISTEMAS INTEGRADOS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM SAÚDE, Descrição: Pesquisar metodologias, processos e protocolos educacionais com o propósito de desenvolver e implantar na SGTES/MS uma plataforma composta para gestão educacional na saúde. Para tanto, tendo como objeto o desenvolvimento tecnologias da informação e comunicação que irão compor as estratégias educacionais da Politica Nacional de Educação Permanente em Saúde. Com isso, será possível aprimorar os processos atuais de gestão no campo da educação no SUS e fortalecer as práticas de controle, avaliação de impacto no serviço, avaliação de qualidade, monitoramento e auditoramento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (5) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / Aquiles Medeiros Figueira Burlamaqui - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Cooperação.

  • 2016 - Atual

    PROJETO APLICADO A FORMAÇÃO NO SUS PARA O MAIS MÉDICOS E O MAIS ESPECIALIDADES, Descrição: O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. Foi instituído pela Lei n. 12.871 de 22 de outubro de 2013, com várias frentes para resolver os problemas existentes na assistência médica das Unidades Básicas de Saúde (UBS). O Programa Mais Médicos desencadeou a revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) para a graduação médica, em 2014, afirmando a centralidade da formação na Atenção Básica, a perspectiva de formação na rede de atenção à saúde no SUS, o aprimoramento da integração ensino-serviço-comunidade, fortalecendo a perspectiva da indissociabilidade entre formação, atenção em saúde e participação popular. As DCN estão desenhadas a partir de eixos integradores: Atenção à Saúde; Gestão em Saúde; Educação na Saúde, que permeiam o processo formativo, indicando metodologias que privilegiam a participação do aluno na construção do conhecimento e propondo a formação de docentes e preceptores para conhecimento, reconhecimento e desenvolvimento destes eixos durante o curso, focados no planejamento e implementação destas ações integradoras. Além disso, o Programa Mais Médicos constrói medidas estruturantes para aprimorar a formação médica e universalizar o acesso da população aos serviços e responde à legislação do SUS que ordena novas práticas. Estas demandam inovações e mudanças na formação dos profissionais da saúde nos diferentes níveis de formação, no ensino na saúde, na produção de conhecimento, na educação permanente e no modelo de atenção ofertado. Após a especialização da qual os médicos do programa Mais Médicos e PROVAB participarem haverá uma constante necessidade de formação continuada. Neste sentido o Ministério da Saúde irá ofertar para este público especifico um conjunto de cursos de extensão, sobretudo com ênfase na clinica, assim, também estarão inseridos neste contexto os médicos do Programa Mais Especialidades. Neste contexto, surge então um problema pertinente a formação em larga escala, vez que este publico representará até o ano de 2018 mais de 20.000 (vinte mil) cursistas no âmbito nacional, tendo em vista que serão ofertados no mínimo 20 (vinte) cursos de formação continuada gerando assim, mais de 400.000 (quatrocentas mil) matriculas. Neste sentido, este projeto visa pesquisar, elaborar, especificar, desenvolver e aplicar protocolos e processos para educação permanente dos trabalhadores do sistema únicos de saúde que estejam em consonância com as Políticas Nacionais de Educação Permanente em Saúde. Também perfaz este objetivo estudar, pesquisar e desenvolver ferramentas para prover suporte on line a quaisquer modalidade de formação para os médicos do Programa mais Médicos, do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica ? PROVAB e também para os médicos do Programa Mais Especialidades. Diante do exposto, todo o trabalho terá como ponto focal a formação e ação Inter profissional na integração ensino-serviço-comunidade em campos de atuação estratégicos para o SUS. Destaca-se que tais estratégias a serem construídas neste projeto devem sobretudo propiciar um bom suporte a formação com ênfase na clínica. Assim, o presente projeto justifica-se pela possibilidade de ampliação substantiva das bases de conhecimentos para o Programa Mais Médicos, PROVAB e Mais Especialidades, por meio de um conjunto articulado de recursos e conhecimentos, organizado para responder às necessidades da saúde da população, tornando-se fundamental para enfrentar e melhorar qualidade dos serviços de saúde ofertados para os usuários do SUS... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (50) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Marcello Freire Alves de Souza - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / ione rodrigues diniz morais - Integrante / maria carmem freire diogenes rego - Integrante / Akynara Aglae Rodrigues Santos da Silva Burlamaqui - Integrante / Aline de Pinho Dias - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Cooperação.

  • 2016 - Atual

    Tecnologia 3D na capacitação de alunos e professores e no desenvolvimento de próteses e órteses, Descrição: A bioengenharia é uma área do conhecimento, de características interdisciplinar, que engloba o desenvolvimento e a utilização de produtos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam minimizar sequelas físicas, funcionais e estéticas de pacientes. Para tanto, promovendo a recuperação da funcionalidade relacionada à atividade e estética, visando o aumento da mobilidade, autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social do paciente. Diversos recursos são utilizados na Tecnológia Assistiva para promover esses objetivos, entre eles o desenvolvimento de produtos como as órteses e próteses funcionais. A análise de dados do paciente é de vital importância para a confecção desses equipamentos, visto que, as diferenças anatômicas não permitem que padrões dimensionais sejam adotados a todos os dispositivos, causando em alguns casos rejeição do componente desenvolvido. A Prototipagem Rápida é uma ferramenta de suma importância na área médica/odontológica, dentro da Tecnologia Assistiva. Por meio dela é possível auxiliar intervenções cirúrgicas, e o desenvolvimento de mecanismos para uma melhor e mais eficiente recuperação do paciente. Outro fator preponderante desse recurso é a possibilidade de redução de custos hospitalares através da diminuição do tempo de recuperação do paciente. Este projeto de natureza interdisciplinar congrega saberes oriundos da área Tecnológica e da Saúde, de forma a inserir estudantes, tutores, professores e pesquisadores na descoberta e desenvolvimento de soluções para a sociedade, de forma econômica e sustentável por meio do desenvolvimento de órteses/próteses, metodologias para portadores de deficiências.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / ELTON GIL XAVIER MOURA - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / José Wanderson Oliveira Silva - Integrante / Luiz Otávio Santana Baía Junior - Integrante / Arthur Balboa de Medeiros Martins - Integrante / Severino Peixoto Nunes Netto - Integrante / Kelvem Katyson Lira de Freitas - Integrante / Tiago de Oliveira Barreto - Integrante / Hugo César Diniz Azevedo - Integrante / gustavo kleber bezerra Coutinho - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Cooperação.

  • 2016 - Atual

    TELEREGULAÇÃO E MAIS ESPECIALIDADES, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa tem o como proposta a pesquisa, estudo e o desenvolvimento de processos e metodologias para tratar o problema da regulação de exames (operador não dependente ? são exames que podem ser realizados por um técnico, sem a necessidade um especialista) oriundos das diversas UBS do Brasil e de diversas especialidades médicas. Além disso, irá implementar um sistema automatizado para controlar a regulação, permitindo o controle dinâmico de filas, captando os exames direto dos equipamentos médicos que utilizam o protocolo DICOM de comunicação. Além disso, promover a integração e a continuidade com o Programa Telessaúde. O SUS atende cerca de 202 milhões de brasileiros, com 11,5 milhões de internações ano. Apesar dos grandes avanços conseguidos nos últimos anos, tais como: o do programa Mais Médicos; incorporação de novos medicamentos e procedimentos no SUS; Vacinação para várias doenças como: HPV, Hepatite A, DTPa, etc; Criação da SAMU; Reforma, ampliação e construção de quase 25 mil Unidades Básicas de Saúde, ainda assim existe muito a ser feito. Diante desse quadro, surge a necessidade de acessos a serviços especializados, uma vez que o atendimento na atenção básica foi ampliado gerando uma demanda que estava reprimida na população. Como resposta a essa lacuna em relação a saúde, surge o Programa Mais Especialidades que tem como objetivo principal a expansão da oferta de consultas, exames e procedimentos no SUS. O Programa Mais Especialidades demandará um aumento da quantidade de exames a serem realizados no SUS. Assim, será necessário que haja um sistema automatizado de regulação para exames no SUS. O trabalho de regulação da assistência consiste em conhecer a demanda por serviços de saúde e disponibilizar, de forma ordenada, a oferta existente [2]. A regulação obedece à diretriz da regionalização, que prioriza a proximidade do local de atendimento à residência do usuário e a hierarquização do atendimento de acordo com o grau de complexidade exigido pelo problema de saúde do usuário. O sistema de regulação SISREG III, disponibilizado pelo Ministério da Saúde, é a ferramenta utilizada no agendamento e regulação dos serviços. Porém, não existe um ferramenta que integre de forma sistemática as demandas e as disponibilidades de regulação de exames no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / JOSE DINIZ JUNIOR - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Ricardo Fernando Arrais - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / hertz wilton de castro lins - Integrante / irami araujo filho - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Cooperação.

  • 2015 - Atual

    VALIDADE E CONFIABILIDADE DE UM DISPOSITIVO DE BAIXO CUSTO PARA AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO VERTICAL ESTÁTICO, Descrição: Introdução:O equilíbrio na posição vertical é uma habilidade fundamental para autonomia funcional, necessária para atividades cotidianas, como andar com segurança ou subir escadas. A literatura tem demonstrado interesse em pesquisar equipamentos de fácil acesso e de baixo custo pra avaliação do equilíbrio. Objetivo: Investigar as propriedades de confiabilidade e validade de um dispositivo de baixo custo como instrumento de avaliação do equilíbrio vertical estático em comparação com a Plataforma de força (PF). Materiais e métodos: Serão avaliados 30 jovens saudáveis de ambos os sexos, através da escala de equilíbrio Berg, eem duas ocasiões distintas, onde em cada uma delas realizarão os testes de apoio unipodal e bipodal com olhos abertos e fechados, tanto no dispositivo de baixo custo como na PF. Será realizada uma análise descritiva, e em seguida a confiabilidade será testada através do coeficiente de correlação (CCI) e a validade através do Teste T. O coeficiente de correlação de Pearson será utilizado para estabelecer a associação entre os dois dispositivos, e para identificar o comportamento do centro de pressão em cada teste será elaborado um gráfico de Bland-Altman. Resultados esperados: validar o dispositivo de baixo custo para a avaliação de equilíbrio na postura vertical estática, contribuindo para a melhoria da avaliação clínica do equilíbrio.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / LUCIANA DE ANDRADE MENDES - Integrante / NATHÁLIA STÉPHANY ARAÚJO TAVARES - Integrante / KIM MANSUR YANO - Integrante / FABRICIA AZEVEDO DA COSTA CAVALCANTI - Integrante.

  • 2013 - 2014

    COMPORTAMENTO DE CÉLULAS-TRONCO DE CAMUNDONGOS EM BIOMATERIAIS COM SUPERFÍCIES MODIFICADAS POR PLASMA, Descrição: : É relevante o crescimento do titânio Cp como biomaterial para implante. Quando possui modificações na sua superficie otimiza o tempo de cicatrização e o comportamento celular possibilitando seu uso com sucesso na aplicação biológica. Diversos estudos tem demonstrados que os implantes de titânio com superfície tratada por plasma apresenta excelente resultado quando inserido no meio biológico. Dentre esses métodos de modificação pode-se citar a nitretação à plasma em catodo oco , contudo os mecanismos moleculares que atuam por traz da osteointegração permanecem largamente inexplorada. . Este estudo tem o objetivo de analisar as células de MO (medula óssea), de animais(camundongo) senis extraída do fêmu e da tíbia, em diferente idade (jovem e idoso). Estas células cultivada in-vitro serão analisadas por adesão e proliferação sôbre a superfície nitretada por cátodo oco.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Coordenador / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / carlos augusto Galvão Barbosa - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / BEATRIZ STRANSKY FERREIRA - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Um Anjo para ELA: Sistema Fuzzy para Monitoramento Remoto de Pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica, Descrição: A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa, caracterizada por fraqueza muscular progressiva que leva o paciente ao óbito, usualmente devido a complicações respiratórias. Em estágios mais avançados da doença o paciente necessita receber o auxílio de um ventilador mecânico para compensar a fraqueza muscular do diafragma, o que representa a maior causa de óbito desses pacientes. O presente trabalho tem por objetivo desenvolver um sistema de monitoramento homecare baseado em computação ubíqua para o tratamento de pacientes com ELA e acompanhamento assistido do ventilador mecânico. Para tanto, será desenvolvida uma arquitetura de sistema embarcado e um sistema web para acompanhamento do tratamento fisioterápico do paciente. Além disso, o trabalho também propõe o desenvolvimento de um algoritmo baseado em lógica fuzzy para geração de prognósticos com base nas regras utilizadas pela equipe de saúde responsável pelo paciente com ELA. O projeto de pesquisa um Anjo para ELA encontra-se atualmente em estudo no Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde, isso por meio de um trabalho de mestrado que já se encerrou em 2012 e que foi aceito para publicação na Revista Brasileira de Engenharia Biomédica. Esse trabalho, teve apoio da PROPESQ/UFRN através do Edital PIBIC 2012. Então no sentido de avançar ainda mais a pesquisa, um aluno de doutorado está aprofundando os estudo na área da telemedicina aplicando conceitos de sistemas especialistas por meio de lógica fuzzy para atuar de maneira preditiva no prognóstico e de maneira imediata na correção eventuais problemas no sistema de ventilação mecânica, isso por meio de geração de mensagens de alertas. Por fim é importante destacar que o projeto Um Anjo para ELA ganhou destaque na mídia, isso devido a sua relevância científica e social, como pode ser visto nos links abaixo. SIM TV: http://www.youtube.com/watch?v=KGJpx3LqV8E TV Cabugi: http://www.youtube.com/watch?v=Nyq3zdzTq4U TVU: http://www.youtube.com/watch?v=9-QqXR20a5U. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / Fabiano Papaiz - Integrante / Rummenigge Rudson Dantas - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Daniele Montenegro da Silva Barros - Integrante / José Macêdo Firmino Filho - Integrante / Marcello Freire Alves de Souza - Integrante / Glauciane Costa Santana - Integrante / mario emilio teixeira dourado junior - Integrante / Giovani angelo silva da nobrega - Integrante / Rosiane viana zuz diniz - Integrante / diego rodrigues de carvalho - Integrante / vinicius samuel valerio de souza - Integrante.

  • 2013 - 2014

    PROJETO E CONSTRUÇÃO DE UM TORQUIMETRO DIGITA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto em 24/05/2017., Descrição: O presente trabalho trata do projeto e construção de um torquímetro digital com o objetivo de mensurar e digitalizar a força de fixação de parafusos de implantes dentários. A determinação exata desta força pode evitar possíveis danos causados à arcada dentária do paciente e a respectiva estrutura óssea. Isto além de garantir uma adequada e permanente fixação dos parafusos e, consequentemente da prótese sobre implante.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Coordenador / William Fernandes de Queiroz - Integrante / wagner Ranier Maciel Dantas - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / michelle cequeira feitor - Integrante / Thercio enrique de carvalho costa - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Observatório da Dengue - Monitoramento em Tempo Real dos Focos de Dengue: uma ação efetiva do ensino, da pesquisa e da extensão na atenção primaria a saúde, Descrição: A dengue se configura, atualmente, como uma das mais importantes arboviroses que afeta o homem, dentre as chamadas doenças reincidentes, representando, assim, um sério problema de saúde pública em diversas partes do mundo. No estado do Rio Grande do Norte, os registros de casos de dengue, em alguns anos, chegam a ser alarmantes, pois em muitos desses casos existe a incidência de dengue hemorrágica e também de óbito de pacientes. Neste contexto, este projeto visa desenvolver uma plataforma inovadora para monitoramento em tempo real de focos de dengue, fazendo uso da informática em saúde por meio da computação móvel. A referida plataforma, intitulada Observatório da Dengue, permitirá ao poder público o monitoramento de focos de dengue em tempo real, de maneira a prover uma ferramenta para melhor tomada de decisão no que diz respeito ao controle efetivo da dengue nas esferas estaduais e municipais. A dengue é hoje a mais importante arbovirose que afeta o homem, causando um dos maiores problemas de saúde pública, especialmente nos países tropicais. A pandemia de dengue que teve início há 50 anos atrás, vem intensificando-se nos últimos anos, com a expansão da distribuição geográfica dos seus mosquitos vetores e dos quatro sorotipos do vírus. A Organização Mundial da Saúde estima que cerca de 80 milhões de pessoas se infectem anualmente em 100 países, de todos os continentes, com exceção da Europa. Dessas pessoas, cerca de 550 mil necessitam de hospitalização e pelo menos 20 mil morrem da doença. No Brasil, a dengue tornou-se endêmica nas regiões sudeste e nordeste no final da década de 80, ocasionando epidemias em várias cidades. Na década de 90, a doença tornou-se endêmica também nas regiões Centro-Oeste e Norte, refletindo a disseminação do Aedes Aegypti para todo o território nacional, principalmente a partir de 1994. Após a introdução do sorotipo 2 do vírus em 1990, foram registrados os primeiros casos de febre hemorrágica do dengue (FHD), alertando para a ocorrência de epidemias com casos mais graves da doença. Até o último dia 26 de fevereiro de 2011, foram notificados 155.613 casos de Dengue em todo o Brasil, sendo 2.365casos graves e 241 de óbitos suspeitos. A região Norte concentra 31,6% do total de casos suspeitos. Diante de uma realidade de infestação por Aedes Aegypti em quase todo o continente americano, a grande disponibilidade de depósitos artificiais (pneumáticos, garrafas plásticas, suportes de vasos de plantas etc.) e a enorme facilidade para a dispersão passiva do vetor, advindos da maior disponibilidade, freqüência e rapidez dos meios de transporte, tornou-se praticamente impossível a erradicação a médio prazo do Aedes Aegypti. Atualmente, ainda não se dispõe de uma vacina efetiva contra a doença, recaindo o controle e a prevenção da dengue no combate do mosquito vetor e na vigilância epidemiológica para detecção precoce de casos. Portanto, o desenvolvimento e o aprimoramento de métodos adequados e eficientes para o controle do vetor, a análise de situações epidemiológicas e a avaliação da eficácia das estratégias propostas são imperativos. Fatores esses expostos, os quais permeia o objeto desse projeto de Ações Integradas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Daniele Montenegro da Silva Barros - Integrante / Leila Raulino Câmara Cavalcanti - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Investigação da utilização da Engenharia de Sistemas visando à aplicação de CAD na concepção e desenvolvimento de órteses para membros inferiores traumatizados em sitiações vivenciadas por socorristas., Descrição: Movimentos naturais do joelho como flexão, extensão e rotação são caracterizados pela contribuição viscoelastica de estruturas específicas e complementados por diversas estruturas bifuncionais responsáveis pela estabilidade funcional de membros inferiores. O não cumprimento de procedimentos padrões durante a manipulação dessa estrutura pode comprometer seriamente o estado traumático de vítimas de acidentes durante o atendimento de primeiros socorros. Este projeto apresenta como tema a biotecnologia e a saúde, objetivando a Investigação da utilização da Engenharia de Sistemas visando à aplicação de CAD na concepção e desenvolvimento de órteses para membros inferiores traumatizados em situações vivenciadas por socorristas. A Ortopedia moderna é capaz de corrigir muitos traumas e anormalidades nos joelhos através de órteses e cirurgias corretivas. Outro aspecto relevante que esta órtese oferece ao usuário/mercado é a utilização vantajosa da tecnologia computacional CAD/CAE - RP e RV para visualização e determinação perfeita da forma, encaixe anatômico, angulações e pontos de reforços que também se constituem inovações. Além disso, como consequência de seu projeto conceitual e apresentação esta órtese será capaz de imobilizar a perna, por exemplo, em qualquer posição que ela esteja no local do acidente com um mínimo de manipulação do paciente. Metodologicamente serão expedidos esforços nas atividades de: pesquisa bibliográfica; concepção e desenvolvimento da órtese, utilização de tecnologias CAD/CAE e RP; construção de modelo físico em plástico ABS para visualização e analise funcional, determinação dos pontos de reforços, de flexibilidade, angulação e de ventilação; testes ergométricos e de aplicação da órtese em situações simuladas de emergência e validação do produto. O publico consumidor deverá ser composto por hospitais, prontos socorros e equipes moveis de suporte a esportes convencionais e radicais. De acordo com números da FBH, existem no Brasil, atualmente, cerca de 6.900 hospitais, dos quais 4.600 são privados (sejam elas entidades filantrópicas ou não) e os outros 2.300 são públicos. O mercado brasileiro de equipamentos médicos movimentou cerca de US$ 8 bilhões, segundo a ABIMO, (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, dontológicos, Hospitalares e de Laboratórios). O mercado, no entanto tem uma participação muito grande de equipamentos importados. Em 2008, as importações somaram US$ 2,735 bilhões. Esses números contrastam com o perfil das empresas do setor: 92,8% têm capital nacional e 76,9% são micros, pequenas ou médias. O mercado de produtos e equipamentos médicos no Brasil, estimado em quase R$ 8 bilhões, está em expansão. As soluçoes, fruto dessa pesquisa, certamente trará diversos benefícios entre os quais melhoria da qualidade de vida da populaçao bem como uma melhoria no atendimento medico refletindo na qualidade dos procedimntos padroes subsequentes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / Arlindo Balbino do Nascimento Neto - Integrante / William Fernandes de Queiroz - Coordenador / wouber herickson de brito vieira - Integrante / karilany dantas coutinho - Integrante / carlos magno de lima - Integrante / luiz claudio ferreira da silva - Integrante.

  • 2013 - Atual

    i-RH: UMA PLATAFORMA INTELIGENTE DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SAÚDE, Descrição: Apesar dos esforços do Ministério da Saúde e da OPAS no que diz respeito a gestão do conhecimento relacionado aos recursos humanos em saúde no Brasil, existe um grande desafio em analisar o volume de dados e transformá-los em informação útil aos diversos níveis de gestão na saúde. Isso se dá, devido a difusão da informação e do conhecimento ocorrerem de maneira globalizada e, portanto, ter diversas origens. Além disso, a velocidade e a quantidade com que são produzidas as novas informações na área de gestão do trabalho e da educação na saúde perpassam em muito a capacidade que os seres humanos tem de processá-las, mesmo quando utilizam ferramentas computacionais já em uso. Isso ocorre essencialmente por dois motivos principais: A heterogeneidade dos ambientes de softwares que foram desenvolvidos sobre tecnologias diferentes e com propósitos diferentes (mesmo quando fazem uso de um mesmo conjunto de dados), aspecto que dificulta a integração e a análise das informações e o volume da dados e que portanto, dificultam uma análise precisa da informação, principalmente porque, muitas dessa ferramentas, são utilizadas apenas como depósito de dados. Deste modo, desconsiderando fatores semânticos e correlacionais das informações. Nesse contexto difuso, com grande volume de informações, é que o ObservaRH está inserido. Neste contexto, surge a necessidade de uma plataforma inteligente que possa tratar essa grande massa de dados oriunda de um ambiente heterogêneo e distribuído, com o objetivo de processar esses dados e transformando, os mesmos, em informações úteis, munindo o gestor em saúde com um ambiente amigável e poderoso que possa gerar conhecimento que viabilize tomadas de decisão de forma mais consciente... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / Túlio de Paiva Marques Carvalho - Integrante / Fabiano Papaiz - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Jailton Carlos de Paiva - Integrante / Idelmárcia Dantas de Oliveira - Integrante / Janete Lima de Castro - Integrante.

  • 2013 - Atual

    PROJETO DE TELESSÁUDE-RN: CONTINUIDADE E EXPANSÃO PARA OS MUNICÍPIO DO PROVAB RN E PB, Descrição: O Projeto de Pesquisa Telessaúde-RN: Continuidade e Expansão é resultante da parceria entre o Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, cujo objetivo é a continuidade no desenvolvimento, refinamento, implantação, normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na Atenção Básica à Saúde, reforçando principalmente o teleatendimento por meio da implantação de novos serviços médicos na Telessaúde-RN, sobretudo reforçando a qualidade dos serviços já implantados. Destaca-se que nessa segunda fase do projeto (2013-2015) estará incluída a ampliação dos pontos de Telessaúde cujo propósito é subsidiar a infraestrutura para os locais que tenham a atuação dos médicos que fazem parte do PROVAB-RN, PROVAB-PB e Mais Médicos... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Daniele Montenegro da Silva Barros - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Jailton Carlos de Paiva - Integrante / Faviano Papaiz - Integrante / Pablo Holanda Cardoso - Integrante / Idelmárcia Dantas de Oliveira - Integrante / Rodrigo dantas da Silva - Integrante / José Macêdo Firmino Filho - Integrante / Ricardo Fernando Arrais - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Dislexia de Leitura, Descrição: O Projeto Bom Começo é um programa de acompanhamento de saúde na escola com ação social direcionada a diagnosticar distúrbios de aprendizado relacionados a visão, principalmente dislexia e Síndrome de Irlen, que são co-responsáveis por altos índices de repetência e evasão escolar. Iniciado em 2006 em um trabalho conjunto entre o Hospital de Olhos de Belo Horizonte (Holhos-BH) e o Laboratório de Bioengenharia da UFMG (LAB-BIO), o projeto vem potencializando a educação de crianças, jovens e adultos por meio do diagnóstico e tratamento de problemas relacionados ao mau processamento cerebral da visão. O Projeto Boa Começo - Natal é a extensão desse projeto a ser implementado no Rio Grande do Norte sob coordenação do Prof. Danilo Nagem do LAIS (Laboratório de Inovação Tecnológica /UFRN/Huol) e tem como principais objetivos a integração da pesquisa, ensino e extensão por meio do desenvolvimento e do uso dos equipamentos de diagnóstico pelos alunos de Eng. Biomédica, profissionais da saúde e educadores visando o beneficio da sociedade. O Projeto Bom Começo-Natal, envolve o conceito de pesquisa translacional, uma vez que engloba o desenvolvimento de pesquisa básica no campo tecnologia e sua aplicação direta na melhoria da saúde e qualidade de vida da sociedade. O mesmo vem sendo desenvolvido com sucesso na UFMG / Holhos e já se encontra em fase de testes, em cidades de Minas Gerais, uma primeira versão do equipamento de screener, o equipamento de diagnóstico, desenvolvido pelo Laboratório de Bioengenharia da UFMG. Uma nova versão vem sendo desenvolvida em conjunto pelo LAIS/UFRN/HUOL e pelo LAB-BIO/UFRM/Holhos-BH, por alunos de mestrado e alunos voluntários de Graduação. A Introdução a Engenharia Biomédica, uma das disciplinas básicas e introdutórias do curso, tem como objetivo apresentar aos alunos o campo de trabalho e de desenvolvimento do Engenheiro Biomédico. O Projeto Bom Começo é uma clara oportunidade para atuação do Engenheiro, onde o mesmo pode aplicar seus conhec. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Marcos Pinotti - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Integrante / ALESSANDRO MARINHO DE ALBUQUERQUE - Integrante / ALAN JONES LIRA DE MELO - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / ELTON GIL XAVIER MOURA - Integrante / SUZANA MARIA BRITO DE MEDEIROS - Integrante / LUCIANA DE ANDRADE MENDES - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Michele Soltosky Peres - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    ELA Home Care: Monitoramento Remoto de Pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica, Descrição: A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa, caracterizada por fraqueza muscular progressiva que leva o paciente ao óbito, usualmente devido a complicações respiratórias. A degeneração dos neurônios motores inferiores e superiores, atingindo a medula espinhal, o tronco encefálico e o córtex motor resultam na definição da ELA como doença do neurônio motor. No momento que os músculos ventilatórios são comprometidos os indivíduos apresentam restrições pulmonares, caracterizadas por redução da Capacidade Vital (CV) e do Volume Corrente (VC) com, conseqüente, insuficiência respiratória crônica. A Ventilação Não-Invasiva (VNI) consta na administração de ventilação mecânica aos pulmões sem que haja a necessidade de vias aéreas artificiais, podendo ser oferecida ao paciente por meio de ventiladores mecânicos ou através de aparelhos denominados Pressão Positiva Bifásica nas Vias Aéreas (Bilevel). Quando estes pacientes estão internados em ambiente hospitalar, a perda de calibração pode ser facilmente corrigida por técnico da área de saúde especialista responsável pelo paciente. No entanto, quando se trata de um paciente em casa, o contexto é outro, pois nem sempre é possível ter um técnico especialista que possa garantir que o equipamento estará sempre em sincronia com as necessidades do paciente com ELA, essa tarefa é realizada nestes casos por um familiar ou um cuidador. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa visa desenvolver um dispositivo baseado na computação móvel e em sistemas embarcados que possibilite monitorar de forma on-line os ventiladores mecânicos, de forma a garantir que quando houver perda de calibração um técnico especialista em uma unidade hospitalar será notificado via celular que o paciente pode está passando por dificuldades. Com isso, contribuindo significativamente para melhoria da qualidade de vida destes pacientes... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Helio Roberto Hekis - Integrante / Jamerson Viegas Queiroz - Integrante / Túlio de Paiva Marques Carvalho - Integrante / Gustavo Henrique Souto da Silva - Integrante / Fabiano Papaiz - Integrante / Rummenigge Rudson Dantas - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Implantes de titânio com gradiente de porosidade, Descrição: Os principais pré-requisitos de um implante ósseo são apresentados e a importância da osseointegração para o sucesso do implante a longo prazo é discutida. São propostos dois métodos diferentes para obtenção de implantes de titânio com gradiente de porosidade, a saber: 1) sinterização a plasma por descarga em cátodo oco e 2) sinterização com inserção de retentores espaciaisa técnica do retentor espacial. Através dessas técnicas, gradiente de porosidade será produzido no implante, com o objetivo de obter uma osseointegração mais eficaz e rápida. Esse trabalho visa a comparação entre os dois métodos de modificação de implantes e possibilitará o contato entre instituições no Brasil e na Alemanha, que trabalham em linhas convergentes de pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Clodomiro Alves Junior - Coordenador / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    DESCARGA EM BARREIRA DIELÉTRICA PARA USO BIOMÉDICO, Descrição: O plasma com descarga em barreira dielétrica (DBD) consiste na obtenção de plasma no espaço entre dois eletrodos metálicos quando este é preenchido com um gás, em pressão atmosférica e pelo menos uma barreira de material dielétrico é inserida entre os eletrodos. Esta técnica esta sendo objeto de pesquisa na: geração de ozônio, tratamento de gases e superfícies, Lasers excimer de CO2, lâmpadas fluorescente sem mercúrio e grandes áreas de painéis a plasma. Surgiram novas aplicações desta técnica na área biomédica onde faz modificações de superfície de polímeros, desinfecção biológica e química de meios. Várias são as vantagens do plasma (DBD), baixo custo; fácil implantação; não necessidade de câmara de vácuo, o que possibilita o tratamento de materiais de grandes volumes... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Coordenador / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / wagner Ranier Maciel Dantas - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde - Promover a pesquisa, o ensino e a assitência a distância no estado do Rio Grande do Norte, Descrição: :Os cursos da área da saúde da UFRN atuam em quatro hospitais com níveis distintos de atenção à saúde: O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), referência do estado para agravos à saúde do adulto; o Hospital de pediatria (HOSPED), referência do estado para os agravos à saúde da criança; a Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), referência do estado para os agravos à saúde da mulher e o Hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB), hospital geral que atende os níveis de complexidade baixa e intermediária, sendo a referência da região do Trairí (Agreste) do Estado do Rio Grande do Norte. Além disso, os cursos também atuam na rede básica (PSF) de saúde do estado, utilizando-a como cenário para o ensino na área, e exerce uma função fundamental na prestação de serviços médico-hospitalares para a comunidade, agregando o ensino à assistência de qualidade, reforçando os preceitos éticos da formação profissional tanto no ensino de graduação quanto de pós-graduação. Além da pós-graduação strito senso, a UFRN oferece também vários cursos de residência médica e multiprofissional, em diversas especialidades, inclusive em saúde da família e comunidade, que acontece tanto no campus da saúde da capital, Natal, como também no campus rural, no Hospital Ana Bezerra, situado no município de Santa Cruz. A integração dos hospitais da capital e do Ana Bezerra, de complexidades distintas, através da Telemedicina, promove uma maior troca de conhecimentos na área da saúde integrando a atividade desses hospitais com o ensino na graduação e pós-graduação.O objetivo dessa ação é integrar a rede de saúde da atenção básica aos hospitais, através da conectividade do programa metrópole digital. Promover a pesquisa na educação em saúde, no contexto do ensino-aprendizagem, integrando o ensino pesquisa e extensão no SUS... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Antônio Higor F. Morais - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Monica de Cassia Fernandes Bertin - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Saulo Rufino de Sá - Integrante.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema de Acessibilidade Utilizando a Tecnologia Wireless e Dispositivos Móveis para Guiar Deficientes Visuais no Sistema de Transporte Urbano, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência (100 metros antes) quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia será divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Centro de Tecnologia Inspirada na Natureza da UFMG, Descrição: Este centro irá se dedicar a três projetos: Produção em série das peças do Museu de Ciências Morfológicas da UFMG; Geração de modelos funcionais da mão humana para entendimento da biomecânica e dos sistemas de controle (úteis para a produção de uma nova geração de órteses e próteses desenvolvidas na UFMG) e Geração de moldes de solados de calçados que utilizam tecnologias inspiradas na natureza para realizar o amortecimento da reação com o solo (para o desenvolvimento de uma nova geração de calçados que minimizam lesões às articulações). Cada um destes projetos atinge diferentes segmentos da sociedade e contribuem para a inclusão social de indivíduos com deficiência visual (em seus diferentes graus de acometimento) ao permitir que tenham acesso às informações sobre a morfologia de células, tecidos e órgãos (Museu de Ciências Morfológicas), para o auxílio das pessoas que possuem limitações de movimento das mãos ou que necessitam de próteses e para melhorar a qualidade de vida de idosos ao proporcionar calçados com mínimo impacto nas articulações durante a realização de caminhadas ou exercícios... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Marcos Pinotti - Coordenador / Claysson B Vimeiro - Integrante / Daniel Neves Rocha - Integrante / Fábio Lucio Correa - Integrante.

  • 2006 - 2008

    MCT/FINEP/Ação Transversal - Tecnologias Assistivas - 09/2005 - Proc. n. 2164/05- UFMG Aptiva, Descrição: FCO-FINEP-APTIVA: O objetivo deste projeto é utilizar as tecnologias desenvolvidas na UFMG e a mão de obra especializada disponíveis no Laboratório de Bioengenharia para consolidar o Programa de Desenvolvimento de Tecnologias Aplicadas às Pessoas Portadoras de Deficiência e aos Idosos da UFMG. Serão abordados dois focos: Desenvolvimento de um dispositivo para a realização de exercícios especialmente adequado para idosos e desenvolvimento de Órteses e Próteses. 1. Exercícios para Idosos. Desenvolvimento e análise de um novo Cicloergômetro: Durante o envelhecimento fisiológico a mais contundente manifestação é traduzida pela gradual diminuição da função motora, caracterizada pela lentidão dos movimentos, diminuição da coordenação motora fina e notadamente pela capacidade de produzir força muscular máxima. O objetivo da tecnologia é acionar os músculos estabilizadores, propondo-se utilizar esta qualidade para atender ao público da terceira idade que tem dificuldade de realização de tarefas cotidianas. Será estabelecido um programa de exercícios para membros superiores e inferiores em equipamentos especialmente desenvolvidos com uso de um cicloergômetro. No intuito de não exceder a capacidade física dos idosos ao impor-se-lhes uma bateria de exercícios, será utilizado um protocolo de verificação da fadiga muscular, estabelecido no Departamento de Fisioterapia da UFMG, que mede índices de Interleucina 6 (IL-6) em amostra de sangue do paciente. Seleção da Amostra: 120 idosas hígidas (acima de 60 anos e sexo feminino), selecionados por conveniência, em sua maior parte integrantes do Grupo da Terceira Idade da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG, divididos em dois grupos: Grupo1 (Controle) e Grupo 2 (Submetidos a intervenção do cicloergômetro). Mensuração dos índices plasmáticos de IL-6: Coleta de 5 ml de sangue da artéria ulnar (realizado por um enfermeiro especializado), seguindo protocolo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFMG. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Marcos Pinotti - Coordenador / Breno G Nascimento - Integrante / Olival Fernando Lima Schultz - Integrante / Mauricio Ferrari dos Santos - Integrante / Daniel Neves Rocha - Integrante / Kátia Vanessa Pinto de Meneses - Integrante / Patricia Neto Barroso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / University of Dundee - Cooperação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Cooperação / Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro / Ministério da Saúde - Cooperação.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante.Financiador(es): Ministério da Saúde - Cooperação / Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2013

    Telessaúde do Rio Grande do Norte, Descrição: O presente Projeto de Pesquisa é resultante da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde e objetiva o desenvolvimento, refinamento, implantação (piloto) e normatização de métodos e tecnologias de Tele-educação e Tele-assistência com foco na atenção básica à saúde nas seguintes áreas: - Telepediatria; - Telecardiologia; - Segunda Opinião Formativa; - Teleoftalmologia; - Teledermatologia; - Teleradiologia; - Teleaudiologia e - Teleeducação. Projeto busca ajustar o disposto na Portaria nº 402 de 24/02/2010 do Ministro de Estado da Saúde com os encaminhamentos que já estavam sendo realizados dentro do Projeto de Telemática e Telemedicina, desenvolvido também pela UFRN e a SES com apoio técnico e financeiro do Ministério da Saúde (MS). Além de considerar o pacto nacional para a redução da Mortalidade infantil, em seu componente estadual quando da criação do Plano estadual de enfretamento a mortalidade infantil e materna 2009. Integrando assim, em uma infra-estrutura única, a ser implantadas com esse projeto, as ações de informação, formação e comunicação em saúde. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Integrante / FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - Integrante / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / JOSE DINIZ JUNIOR - Coordenador / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Sheila Andreoli Balen - Integrante / Rosiane Viana Zuza Diniz - Integrante / Janaina Luana Rodrigues da Silva - Integrante / Marcel Camara Ribeiro Dantas - Integrante / Joseli Soares Braszorotto - Integrante / Jailto barbosa dos Santos - Integrante., Financiador(es): Ministério da Saúde - Cooperação / Diretoria Executiva do Fundo Nacional de Saúde - Auxílio financeiro.

  • 2011 - Atual

    e-Guia: Sistema para Prover Autonomia e Acessibilidade aos Deficientes Visuais nos Serviços de Transportes Urbanos, Descrição: O projeto tem como objeto, o desenvolvimento de um sistema para guiar (facilitar o acesso provendo autonomia) deficientes visuais no sistema de transporte urbano, qual será chamado e-Guia. Para tanto, permitindo que o deficiente visual possa de forma autônoma através do uso de um aparelho celular identificar com antecedência quando o transporte coletivo que o mesmo está aguardando se aproxima do ponto. O projeto e-Guia é dividido sobre três perspectiva, do usuário, da parada (ponto onde os usuários aguardam o transporte) e do transporte. Nestas perspectivas, o projeto e-Guia está divido em três módulos: Módulo do Usuário, Módulo da Parada e Módulo do Transporte, observando que para cada módulo serão desenvolvidos diversos subsistemas, os quais contemplarão todo o sistema e-Guia... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / ricardo alexsandro de medeiros valentim - Coordenador / GLAUCIO BEZERRA BRANDAO - Integrante / Robinson Luís de Souza Alves - Integrante / João Marcos Teixeira Lacerda - Integrante / João Paulo Queiroz dos Santos - Integrante / Leonardo Ataide Minora - Integrante / Plácido Antônio de Souza Neto - Integrante / Heitor U. Bezerra - Integrante / Cláudia M.F.A. Ribeiro - Integrante / Bruno Gomes de Araújo - Integrante / Cicília R. M. Leite - Integrante / Pedro Fernandes Ribeiro Neto - Integrante / Yaskara Ygara Menescal Pinto Fernandes - Integrante / Philippi Sedir Grilo de Morais - Integrante / Francisco Milton Mendes Neto - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    IPMC montado por processo a plasma para ser utilizado como sensor de força/pressão em próteses inteligentes., Descrição: O polímero iônico é muito utilizado em células de combustível e é capaz de reter íons e soluto em seu interior. Quando é depositado um eletrodo metálico sobre sua superfície, formando o IPMC, Polímero iônico com Revestimento Metálico, ele pode ser utilizado como um sensor ou um atuador. Quando uma diferença de potencial é aplicada entre os eletrodos esta provoca o movimento dos íons e do soluto dentro do IPMC alterando o volume em regiões especificas, causando assim seu deslocamento como atuador. O principio inverso vem sendo usado para se trabalhar com o IPMC como um sensor. Em pesquisas recentes desenvolvidas pelo pesquisador coordenador do presente projeto, durante seu doutorado no LABBIO-UFMG e na Universidade de Dundee - Escócia, se determinou que o IPMC é um sensor dinâmico, que não mantém sua informação com uma excitação constante e que não necessita de energia elétrica para gerar uma resposta a impulsos externos, sendo possível assim utilizar esse sensor em diversas aplicações biomédicas, como no desenvolvimento de próteses/órtese inteligentes visando aumento no nível de sensoriamento desses mecanismos sem provocar um aumento do peso e do consumo energético, e para a determinação de sinais biológicos como o monitoramento de pressão sanguínea, ritmo cardíaco e nível de pressão em articulações. Porém a construção do IPMC ainda é um processo complexo, relativamente longo e com custo elevado. Novos processos de fabricação que reduzam os custos e o tempo de montagem conjugado com sua caracterização como um sensor de força/pressão pode levar ao desenvolvimento de uma nova classe de sensores mais eficientes energeticamente para novos sistemas inteligentes. Nesse contexto o trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de um processo de montagem rápido, de custo reduzido e a caracterização e modelagem do IPMC como um sensor de força/pressão multidirecional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Danilo Alves Pinto Nagem - Coordenador / Clodomiro Alves Junior - Integrante / Custódio Leopoldino de Brito Guerra Neto - Integrante / Angelo Roncalli Oliveira Guerra - Integrante / eugenia Gabriela Lopes - Integrante / TOMÁS BARROS VASCONCELOS - Integrante / Daniel Alves Cardoso - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2000

Premio de Extensão Universitaria, UFMG..

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Tecnologia, Departamento de Engenharia Biomédica. , Campus Universitário, Lagoa Nova, 59072-970 - Natal, RN - Brasil, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2010 - Atual

    Universidade Federal do Rio Grande do Norte

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2006 - 2006

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Renovado o contrato por mais um periodo de 1 ano - Professor das Disciplinas Mecânica dos Fluidos, durante o primeiro semestre de 2006 e Comando Numérico para Máquinas Ferramenta durante o segundo semestre.

  • 2005 - 2006

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Contrato de 6 meses como professor substituto - Discipliana Métodos Numéricos aplicados a Engenharia Mêcanica.

    Atividades

    • 09/2005 - 12/2006

      Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Comando Numérico Aplicados a Máquinas Ferramenta, Mecânica dos Fluidos, Métodos Numéricos para Engenharia Mecânica

  • 2015 - 2015

    Hospital Universitário Ana Bezerra - EBSERH

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe do Setor e-Saúde, Carga horária: 32

    Outras informações:
    Servidor cedido à EBSERH - HUAB/UFRN como chefe do setor de E-saúde.