Valtemir Gonçalves Ribeiro

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Lavras (1992), Mestrado em Fitotecnia (Cultura de Tecidos de Plantas) pela Universidade Federal de Lavras (1997), Doutorado em Fitotecnia (Fruticultura) pela Universidade de São Paulo (2002). Pós-doutorado pela Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (UNESP) (2013). Professor titular da Universidade do Estado da Bahia, ministrando as disciplinas: Fruticultura (Graduação - Engenharia Agronômica) e Fruticultura Tropical Irrigada (Mestrado em Agronomia: Horticultura Irrigada). Atua principalmente nos seguintes temas: manejo de frutíferas tropicias, com ênfase em viticultura, sistemas de produção, propagação de plantas e cultura de tecidos vegetais. Coordenador do Programa de Pós-graduação em Agronomia:Horticultura Irrigada (PPGHI)/Universidade do Estado da Bahia, Campus III - Juazeiro-BA. (Gabinete da Reitoria - Portaria 13/2019 / D.O. 11/01/2019 / Pág. 28.) Biênio: 2019-2020.

Informações coletadas do Lattes em 18/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Fitotecnia

1999 - 2002

Universidade de São Paulo
Título: Fertilidade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores
Orientador: Prof. Dr. João Alexio Scarpare Filho
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Fitotecnia; Fruticultura; Produção vegetal; Fisiologia da produção; Viticultura; Uvas sem sementes. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas. Setores de atividade: Produção Vegetal.

Mestrado em Agronomia (Fitotecnia)

1995 - 1997

Universidade Federal de Lavras
Título: Localização de embriões zigóticos e nucelares em sementes de citros e ajustes do meio MS para o resgate de embriões imaturos in vitro,Ano de Obtenção: 1997
Prof. Dr. Moacir Pasqual.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Cultura de tecidos de plantas; Cultivo e resgate de embriões; Biotecnologia.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Produção Vegetal.

Graduação em Engenharia Agronômica

1987 - 1992

Universidade Federal de Lavras

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2011 - 2013

Pós-Doutorado. , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2004 - 2004

Curso de Certificação Fitossanitária de Origem. (Carga horária: 40h). , Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco, ADAGRO, Brasil.

1997 - 1997

Extensão universitária. , Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.

1996 - 1996

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1995 - 1995

Microenxertia. (Carga horária: 88h). , Centro Nacional de Pesquisa em Mandioca e Fruticultura, CNPMF/EMBRAPA, Brasil.

1994 - 1994

Extensão universitária. , Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.

1993 - 1993

Extensão universitária. , Companhia de Entrepostos e Armazenamentos Gerais do Estado de São Paulo, CEAGESP, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1988 - 1988

Curso de Curta Duração. , Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL, Brasil.

1988 - 1988

Curso de Curta Duração. , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

1988 - 1988

Curso de Curta Duração. , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

1988 - 1988

Curso de Curta Duração. , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

1988 - 1988

Curso de Curta Duração. , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

1987 - 1988

Extensão universitária. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1987 - 1987

APICULTURA. (Carga horária: 25h). , Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.

1987 - 1987

APICULTURA. (Carga horária: 25h). , Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.

1987 - 1987

Curso de Curta Duração. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1987 - 1987

Curso de Curta Duração. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1987 - 1987

Curso de Curta Duração. , Universidade Paulista, UNIP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Fruticultura Tropical Irrigada.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Produção vegetal.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Cultura de Tecidos de Plantas.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Pós-colheita.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Sistemas de produção.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Curso de introdução ao uso de marcadores moleculares.Introdução ao uso de marcadores moleculares. 2006. (Encontro).

Curso de Fisiologia da produção e reguladores vegetais.Fisiologia da produção e reguladores vegetais. 2005. (Encontro).

6º Curso de Certificação Fitossanitária de Origem (CFO). 2004. (Outra).

A nova legislação de sementes e mudas e seus efeitos na organização da produção.A nova legislação de sementes e mudas e seus efeitos na organização da produção. 2004. (Seminário).

Seminário internacional de certificação no agronegócio para exportação.Seminário internacional de certificação no agronegócio para exportação. 2004. (Seminário).

VI Seminário brasileiro de produção integrada de frutas.VI Seminário brasileiro de produção integrada de frutas. 2004. (Seminário).

XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. XVII Congresso Brasileiro de Fruticultura. 2002. (Congresso).

CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. XIV Congresso Brasileiro de Fruticultura. 1996. (Congresso).

I Encontro sul mineiro de fruticultura de clima temperardoENCONTRO SUL MINEIRO DE FRUTICULTURA DE CLIMA TEMPERADO.I Encontro sul mineiro de fruticultura de clima temperardo. 1996. (Encontro).

REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE HORTICULTURA.42a Reunião Anual da Sociedade Internacional de Horticultura. 1996. (Encontro).

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE MIRTÁCEAS.Simpósio Internacional de Mirtáceas. 1996. (Simpósio).

WORKSHOP SOBRE AVANÇOS NA PROPAGAÇÃO DE PLANTAS LENHOSAS.I Workshop sobre avanços na propagação de plantas lenhosas. 1996. (Encontro).

CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA. VIII Congresso de Pós-graduação da UFLA. 1995. (Congresso).

CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESAL. IV Congresso de Iniciação Científica da ESAL. 1989. (Congresso).

CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOLOGIA CELULAR. VI Congresso Brasileiro de Biologia Celular. 1988. (Congresso).

CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESAL. III Congresso de Iniciação Científica da ESAL. 1988. (Congresso).

SEMANA DE ESTUDOS DE ENGENHARIA AGRÍCOLA.IX Semana de Estudos de Engenharia Agrícola. 1988. (Encontro).

CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESAL. II Congresso de Iniciação Científica da ESAL. 1987. (Congresso).

CONGRESSO NACIONAL DA SOCIEDADE BOTÂNICA DO BRASIL. XXXVIII Congresso Nacional da Sociedade de Botânica do Brasil. 1987. (Congresso).

SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA.XII Semana de Ciência e Tecnologia Agropecuária (SECITAP). 1987. (Encontro).

SIMPÓSIO NACIONAL DE CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS.II Simpósio Nacional de Cultura de Tecidos Vegetais. 1987. (Simpósio).

CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESAL. I CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESAL. 1986. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Moises Alves de Souza

MESQUITA, A. C.; MOUCO, M.A.; SIMOES, W. L.;RIBEIRO, V.G.. Produção e caracterização fisiológica da mangueira em função da aplicação de paclobutrazol via sistema de irrigação. 2016. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Ângela Patrícia Macêdo Bastors

RODRIGUES, J. D.; DOURADO NETO, D.;RIBEIRO, V. G.. Ação de diferentes fungicidas na fisiologia de videira. 2016. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Carlos Augusto Menezes Feitosa

RIBEIRO, V. G.; MARINHO, L. B.; MESQUITA, A. C.. Influência de diferentes tipos de poda na qualidade de frutos e no teor de carboidratos nos ramos da cv. Midnight Beauty. 2015.

Aluno: Eduardo Ferreira da Silva

MOREIRA, J. O. T.; PINTO, P. A. C.; PETRERE, V.G.;RIBEIRO, V. G.; BORGES, R.M.E.. Avaliação da incidência de artrópodes com ênfase em moscas-das-frutas em frutos de mangueira cv. Tommy Atkins, sob sistemas de manejo orgânico e convencional no Vale do São Francisco. 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Marcelo de Campos Pereira

RIBEIRO, V. G.; ROCHA, R. C.; SANTOS, S. A.; PEIXOTO, A. R.; VILAR, F.C.R.. Avaliações fenológicas, propagação e teores de prolina em cacaueiros clonados no Vale do Submédio Sâo Francisco. 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Ramón Enrique Mercado Ordóñez

RODRIGUES, J. D.;ONO, E. O.; MOUCO, M.A.;RIBEIRO, V. G.; WILADINO, L.G.. Uso de Ethephon em baixas concentrações na indução floras de mangueira (Mangifera indica L.). 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Mariana Barros de Almeida

ONO, E. O.; RODRIGUES, J. D.; PEREIRA, G.E.;RIBEIRO, V. G.; LEÃO, P.C.S.. Efeitos de diferentes níveis de desfolha sobre a fisiologia, produção e na qualidade das uvas e do vinho da variedade Syrah em condições tropicais semiáridas. 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Marcia Adriana Carvalho dos Santos

QUEIROZ, M. A.; ARAUJO, F. P.; RAMOS, S.R.R.;RIBEIRO, V. G.; SILVEIRA, L.M.. Estudo de germoplasma de araçá coletados em diferentes áreas do semiárido baiano. 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Rérison Magno Borges Pimenta

RODRIGUES, J. D.; VIEIRA, E.L.;RIBEIRO, V. G.ONO, E. O.; PEREIRA, G.E.. Ação de reguladores vegetais e bioestimulante nas características do cacho de uva cultivar Itália. 2011. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Fabricio Marques Rodrigues

RODRIGUES, J. D.;ONO, E. O.; MOUCO, M.A.;RIBEIRO, V. G.; DANTAS, B. F.. Aminoácidos na brotação e frutificação na videira cultivar Itália Muscat no Submédio do Vale do São Francisco. 2010. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Essione Ribeiro Souza

RIBEIRO, V. G.; RODRIGUES, J. D.; LEÃO, P.C.S.; DANTAS, B. F.; SILVA, M.M.. Comportamento fisiológico e a influência da desfolha sobre a produção e a qualidade de cachos da videira cv. Itália no Vale do Submédio São Francisco. 2010. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Laura Bethânia da Silva Freire

RIBEIRO, V. G.; SANTOS, M.H.L.; RIBEIRO, J.M.; QUEIROZ, M. A.; BASTOS, D.C.. Cruzamentos, resgate, cultivo de embriões e micropropagação de cultivares de uvas apirênicas no Vale do Submédio Sâo Francisco. 2010. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Segundo Benjamin Chaves Saldaña

RIBEIRO, V. G.QUEIROZ, S. O. P.; MENDONÇA, V.; CAMPOS, C.O.; BRAGA, M.B.. Manejo de irrigação da cv. Itália com diferentes tensões de água no solo, conduzida sob sistema de poda mista, na região do Submédio São Francisco. 2010. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Antonio Carlos de Assis Barbosa

ONO, E. O.;RIBEIRO, V. G.; ARAÚJO, C.A.S.; PINTO, P. A. C.; SILVA, D.J.. Interação do fósforo e zinco no crescimento de mudas de uvas finas de mesa (Vitis vinifera L.) variedade Thompson Seedless em casa de vegetação, na região do Vale do Submédio São Francisco. 2010. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Leticia Barros Secco

QUEIROZ, S. O. P.; SANTOS, E.E.F.; DANTAS, B. F.;RIBEIRO, V. G.; ARAÚJO, C.A.S.. Avaliação de tolerância relativa à salinidade em acessos de melão. 2009. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Breno Lacourt

RODRIGUES, J. D.;ONO, E. O.; ARAUJO, F. P.;RIBEIRO, V. G.; ALBUQUERQUE, T.. Efeito do ácido giberélico (GA3) nas características de bagas e cachos de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco - Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Maria Aparecida do Carmo Mouco

ONO, E. O.; CONEGLIAN, R. C. C.;RIBEIRO, V. G.; LEONEL, S.; RODRIGUES, J. D.. Manejo da floração de mangueira no semi-árido do nordeste brasileiro com inibidores da síntese de giberelina. 2008. Tese (Doutorado em Agronomia (Horticultura)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Cícera Maria do Amaral

Valéria, A.;RIBEIRO, V. G.; Melo, N.F.. Influência do genótipo e da benzilaminopurina (BAP) na multiplicação de bananeira (Musa spp.) in vitro. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Luciano de Castro Monteiro

RIBEIRO, V. G.; SANTOS, C. R.; MOREIRA, J. O. T.. Modelo de Implantação de Moderno Sistema de Produção Integrada de Uva e Manga em áreas de Pequeno Produtor no Vale do São Francisco. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Valdemir Cavalcante de Matos

RIBEIRO, V. G.QUEIROZ, S. O. P.; ROCHA, R. C.. Reuso de água residuária para irrigação. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Denise Silva Escobar

PONTES, M. F. C.; QUEIROZ, M. A.;RIBEIRO, V. G.. Programa de prevenção de Sigatoka Negra. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Ana Cleauda da Silva Espinhara

PONTES, M. F. C.; QUEIROZ, M. A.;RIBEIRO, V. G.. Problemas abióticos que interferem na qualidade pós-colheita em manga (Mangifera indica L.). 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Catarino dos Santos Reis

ASSIS, J. S.; QUEIROZ, M. A.;RIBEIRO, V. G.. Agentes coagulantes e redução das queimaduras por látex em manga. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Caio de Possidio Estrela Lustosa

RIBEIRO, V.G.; SILVA, G. C.; SOUZA, J. C.. Acompanhamento da videira pela empresa Queiroz Galvão Alimentos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Emerson Cláudio de Oliveira Santos

RIBEIRO, V.G.; MISTURA, C.; SOUZA, J. C.. Acompanhamento das atividades realizadas na cultura da videira, Empresa Queiroz Galvão Alimentos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Gabriela Alves Siqueira

RIBEIRO, V.G.; MISTURA, C.; SOUZA, J. C.. Tratos culturais e manejo pós-colheita da cultura da videira (Vitis vinífera l.) na empresa Queiroz Galvão Alimentos S/A. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Gabriela Alves Siqueira

RIBEIRO, V.G.; MISTURA, C.; SOUZA, J. C.. Tratos culturais e manejo pós-colheita da cultura da videira (Vitis vinífera l.) na empresa Queiroz Galvão Alimentos S/A. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Geisa Lorena Maria Carvalho dos Santos

RIBEIRO, V.G.; MARINHO, L. B.; MESQUITA, A. C.. Acompanhamento de viticultores nos lotes da Cooperativa Agricola CAJ-Juazeiro. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: João Firmino Rodrigues de Jesus

RIBEIRO, V.G.; CAMPOS, C.O.; CRUZ, M.H.L.. Produção de uvas para mesa na Cooperativa Agricola de Juazeiro - CAJ. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Talita Alves Brito Amarante

RIBEIRO, V.G.; CAMPOS, C.O.; OLIVEIRA, G. M.. Atividade e avaliações quali-quantitativas da videira desenvolvidas na cultura da videira-CAJ. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Lindslei Ferreira dos Santos

CAMPOS, C.O.;RIBEIRO, V.G.; ARAGAO, C. A.. Acompanhamento das atividades agronômicas para a cultura da videira na Fazenda Santana. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Rafael Castro Borges

RIBEIRO, V.G.; PONTES, M. F. C.; CAMPOS, C.O.. Aspectos produtivos da mangueira. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Levi Humberto Santos de Souza

QUEIROZ, S. O. P.; SILVA, O. G.;RIBEIRO, V.G.. Irrigação localizada. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Nelson Raimundo Gomes Júnior

ROCHA, R. C.;RIBEIRO, V.G.QUEIROZ, S. O. P.. Principais pragas que acometem a cultura da mangueira. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Dennis Tony Carvalho de Souza

MOREIRA, J. O. T.;RIBEIRO, V. G.; ROCHA, R. C.. Diagnóstico da produção de mudas no viveiro do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (UNEB). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Emmanuel Almeida Martinez

RIBEIRO, V. G.; MOREIRA, J. O. T.; ROCHA, R. C.. Adubação via fertirrigação na cultura da videira no Vale do São Francisco. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: José Anchieta de Assunção

RIBEIRO, V. G.; ROCHA, R. C.; CAMPOS, C.O.. Avaliação da fertilidade de gemas sob diferentes posições de anelamento na cv. Itália. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Aloisio Rebouças Maciel

RIBEIRO, V. G.; CARVALHO, A.S.de; OLIVEIRA, J.deS.. Produção de uva irrigada. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Carla Alecrim Simões

RIBEIRO, V. G.; CARVALHO, A.S.de; OLIVEIRA, J.deS.. Colheita e pós-colheita da uva. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Paulo Roberto Pinto Sobral

RIBEIRO, V. G.; CARVALHO, A.S.de; OLIVEIRA, J.deS.. Cultivo da uva (Vitis vinifera L.) no Submédio São Francisco. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Laura Bethânia da Silva Freire

RIBEIRO, V. G.; CRUZ, M.H.L.; QUEIROZ, M. A.. Aclimatação de abacaxi (Ananas comosus (l.) Merril) cv. IAC Gomo de Mel em diferentes substratos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Dênison Souza Monteiro

RIBEIRO, V. G.; MOREIRA, J. O. T.; OLIVEIRA, J.deS.. Projeto piloto para uso de macho estéril Ceratitis capitata no Submédio do Vale do São Francisco. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Nadislene de Sá Barreto Alencar

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. Colheita e pós-colheita da manga (Mangifera indica L.). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Rodolfo Nélio Ribeiro Café dos Santos

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. Viticultura. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Pablo Rafael Bandeira Ramos

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. Tratos culturais em videira (Vitis vinifera L.). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Eleodoro Benjamin Chavez Mendonça

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. Práticas culturais para colheita da videira com e sem sementes. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Vanísia Paula Gonçalves Araújo

PASSOS, A. C. M.; PINTO, P. A. C.;RIBEIRO, V. G.. Respostas metabólicas de goiabeiras à fertirrigação com ácidos orgânicos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: LÍGIA BORGES MARINHO

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. A cultura da manga (Mangifera indica L.). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

Aluno: Bruno Marcus Freire Vieira Lima

PASSOS, A. C. M.;ASSIS, J. S.RIBEIRO, V. G.. Tratos culturais na cultura da uva. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia.

RIBEIRO, V.G.; SANTOS, C. A. B.; MESQUITA, A. C.. Professor visitante/Componente curricular: Biotecnologia Agroalimentar. 2015. Universidade do Estado da Bahia.

RIBEIRO, V.G.; MESQUITA, A. C.; SANTOS, C. A. B.. Professor visitante/Componente curricular: Engenharia de bioprocessos e biotecnologia. 2015. Universidade do Estado da Bahia.

MARTINS, L. M. V.;RIBEIRO, V.G.; MELO, A. M. Y.. Professor visitante. 2015. Universidade do Estado da Bahia.

RIBEIRO, V. G.; QUEIROZ, S. O. P.; SANTOS, M. H. L. C.. Avaliação de estágio probatório. 2014. Universidade do Estado da Bahia.

RIBEIRO, V. G.; OLIVEIRA, L.S.. Concurso público de provas e títulos para provimento de cargos do ensino básico, técnico e tecnológico. 2009. Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

RIBEIRO, V. G.; MESQUITA, A. C.; SANTOS, C. A. B.. Concurso para professor visitante. 2001. Universidade do Estado da Bahia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Nilton Nagib Jorge Chalfun

CHALFUN, N. N. J.RAMOS, J. D.PASQUAL, M.. Posicionamento d Embriões Zigóticos e Nucelares em Sementes de Citros e Ajuste do Meio 'MS'para o resgate de Embriões IN Vitro.. 1997. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitotecnia)) - Universidade Federal de Lavras.

JOAO ALEXIO SCARPARE FILHO

NACHTIGAL, J C;SCARPARE FILHO, J. A.JACOMINO, A. P.KLUGE, R. A.PASQUAL, M. Fertilidade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores. 2002. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Ricardo Alfredo Kluge

SCARPARE FILHO, João AlexioKluge, R.A.JACOMINO, Angelo Pedro; NACHTIGAL, J. C.; PASQUAL, M.. Fertilidade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores. 2002. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz".

Durval Dourado Neto

RIBEIRO, V. G.DOURADO NETO, DurvalKLUGE, R. A.JACOMINO, A. P.. Exame geral de qualificação (Doutorado). 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Fitotecnia) - Universidade de São Paulo.

Angelo Pedro Jacomino

GONÇALVES, V. R.;JACOMINO, A. P.; DOURADO NETO, D.;KLUGE, R. A.. Efeitos de fitorreguladores sobre a fertilidade de gemas e na qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Fitotecnia) - Universidade de São Paulo.

Jair Costa Nachtigal

SCARPARE FILHO, J. A.; JACOMINO, A. P.;KLUGE, R. A.NACHTIGAL, J. C.; PASQUAL, M.. Fertilidade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores. 2002. Tese (Doutorado em Agronomia Fitotecnia Esalq) - Universidade de São Paulo.

José Darlan Ramos

PASQUAL, MoacirRAMOS, José Darlan; SOARES FILHO, Walter dos Santos. Localização de embrões zigóticos e nucelares em sementes de citros e ajustes do meio MS para o resgate de embriões imaturos in vitro.. 1997. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitotecnia)) - Universidade Federal de Lavras.

MOACIR PASQUAL

SCARPARE FILHO, João Alexio; JACOMINO, Angelo Pedro; KLUGE, Ricardo Alfredo; NACHTIGAL, Jair Costa;PASQUAL Moacir. Fertilidade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores. 2002. Tese (Doutorado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Paulo Ricardo Rodrigues de Jesus

Produção e qualidade de frutos de coqueiro anão verde submetido a adubação mineral e orgânica no Submédio do Vale do São Francisco; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; (Orientador);

João Bosco Nunes Bezerra

Bioestimulantes no florescimento da mangueira cv; Palmer conduzida sob diferentes espaçamentos; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia (UNEB); (Orientador);

Leidiane da Silva Lima

Desfolha, estresse hídrido e fitorreguladores no desenvolvimento de frutos da mangueira 'Keitt'; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia; (Orientador);

Elaine Rocha Galvao

Efeito do extrato de alga Ascophyllum nodosum durante a fase de repouso vegetativo da videira cv; Vitória na redução de estresses e melhoria de qualidade de produção; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia; (Orientador);

Fabiana Ferreira dos Santos

Àcido giberélico, cera de carnaúba e fécula de mandioca na conservação pós-colheita de banana ?prata anã? (musa spp); Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; (Orientador);

Gabriel Dantas Rabelo

Caulim, carbonato de cálcio e humigel plus® como protetores à irradiação solar em mangueira ?Palmer? cultivada no submédio do vale do são francisco; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; (Orientador);

Natália Teixeira de Lima

Sistemas reprodutivos e Paclobutrazol na frutificação do cacaueiro clonado PS-1319 consorciado com a bananeira Prata Anã no Submédio do Vale do São Francisco; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; (Orientador);

Rodrigo Santos Cadidé

Podas de rejuvenescimento de copa na mangueira cv; Tommy Atkins tratada com diferentes níveis de adubação N/P/K no Submédio do Vale do São Francisco; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Programa de Iniciação Científica da UNEB; (Orientador);

Damião Bonfim Mendes

Estudos da técnica de sobreenxertia com a videira ?BRS Vitória? na ?Thompson Seedless? sobre três diferentes portaenxertos: ?Harmony?, ?SO4? e IAC-766 (?Campinas?); Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; (Orientador);

CARLOS ANTONIO DA COSTA DE AGUIAR

Extrato de alga marinha calcária (Lithothamnium) no desenvolvimento, produção e qualidade pós-colheita da videira 'BRS Vitória'; 2018; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Saulo Alves dos Santos

Produção e qualidade de frutos da mangueira ?Kent? com o uso de Paclobutrazol (PBZ) no Submédio do Vale do São Francisco; 2017; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Discente: Georgia de Souza Peixinho

Produtos alternativos como indutores de resistência no manejo pós-colheita de Lasiodiplodia theobromae em uva cv; Itália; 2016; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Fádia Samara Santos Nascimento

Exigências térmicas e caracterização físico-química de espécies cítricas sobre dois porta-enxertos no Submédio do São Francisco; 2016; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

EMANUEL ALMEIDA MARTINEZ

Monitoramento do nitrogênio e produção de videira 'Thompson Seedless' enxertada sobre diferentes porta-enxertos no Submédio do Vale do São Francisco; 2014; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Samuel Ferreira de Souza

Maracujazeiro-amarelo conduzido em sistema convencional de cultivo e em bolsas de polietileno, com irrigação e adubação nitrogenada em diferentes níveis; 2014; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Patrícia Fernanda Inácio Vilar

Fitorreguladores na fertilidade de gemas e na qualidade de cachos da videira 'Thompson Seedless' no Submédio São Francisco; 2014; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

José Anchieta de Assunção Pionório

Efeito de reguladores vegetais na fertilidade de gemas da cv; Crimson Seedless no Vale do São Francisco; 2013; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Flávio Bastos Ferreira Lima

Comportamento fenológico e produtivo de uma seleção de uva sem sementes (CNPUV), enxertada sobre diferentes porta-enxertos; 2013; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Laíse de Sousa Santos

Exigências térmicas, manejo de ácido giberélido e pós-colheita da videira cv; Sweet Celebration® cultivada no Submédio do Vale do São Francisco; 2013; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Ozana Granja de Alencar

Métodos de aplicação de ácido giberélico para o raleio e a qualidade de cachos da videira cv; Itália; 2012; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Marcelo de Campos Pereira

Fenologia, propagação e teores de prolina em clones de cacaueiros CCN-51, PH-16 E PS-1319, no Vale do Submédio São Francisco; 2011; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Jorbas Sampaio de Melo

Tensões de água no solo e aplicações foliares de boro na fertilidade de gemas e na qualidade de frutos de videira 'Itália'; ; 2010; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Segundo Benjamin Chavez Saldana

Manejo de irrigação da videira cv; Itália Muscat pelo método da tensão limite com diferentes tensões de água no solo, na região do Vale do Submédio São Francisco; 2010; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Essione Ribeiro Souza

Comportamento fisiológico e a influência da desfolha sobre a produção e a qualidade de cachos da videira cv; Itália no Vale do Submédio São Francisco; 2010; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Laura Bethânia da Silva

Cruzamentos, resgate, cultivo de embriões e micropropagação de cultivares de uvas apirênicas no Vale do Submédio São Francisco; 2010; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia, Universidade do Estado da Bahia (UNEB); Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Hélio Maurício Viana Gonzaga

Raleio químico de cachos da cv; Superior Seedless com o uso de Ácido Giberélico; 2008; Dissertação (Mestrado em Horticultura Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia,; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Marciano José Pedreira

Melhoramento genético da videira; 2004; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Fruticultura Tropical Irrigada) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rodrigo Santos Cadidé

Qualidade pós-colheita e comercialização de mangas ?Tommy Atkins? no Mercado do Produtor de Juazeiro-BA; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Lucas Vinicius Marques dos Santos

Ácido giberélico e películas comestíveis na conservação pós-colheita de mamão ?Formosa? (Carica papaya L; ); 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Emerson Mendes da Silva

Assistência técnica na cultura da videira (Vitis vinifera L; ) nas fazendas assistidas pela cooperativa agrícola de juazeiro / CAJ - BA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Emanuele Peixoto Cordeiro

Acompanhamento de assistências técnicas aos produtores de uva da cooperativa agrícola de juazeiro - CAJ (Petrolina e Curaçá); 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Geisa Lorena Maria Carvalho dos Santos

Acompanhamento de viticultores nos lotes da Cooperativa Agrícola de Juazeiro-CAJ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

João Firmino Rodrigues de Jesus

Produção de uvas para mesa na Cooperativa Agrícola de Juazeiro-CAJ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Tatlita Alves Brito Amarante

Atividades e avaliações quali-quantitativas desenvolvidas na cultura da videira (vitis vinífera l; ), na Cooperativa Agrícola de Juazeiro ? CAJ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Fernanda de Carvalho Araújo

Planejamento e controle da produção (PCP) da empresa Agroindústria do Vale do São Francisco (AGROVALE); 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Lucas Matter Muza

O cultivo comercial da mangueira (Mangifera indica L; ) na Fazenda Fortaleza, Casa Nova - BA; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

José Roberto Ferreira dos Santos Linhares

Manejo produtivo e pós-colheita de uvas de mesa cv; Festival e Crimson Seedless; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Elizkim de Souza Lopes

Tratos culturais de videiras 'Crimson Seedless' na Fazenda Timbaúba Agrícola, durante a fase de produção; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Gilvan Cavalcante dos Santos

Práticas culturais de videiras viníferas e processamento da uva para a produção de vinho tinto na vinícola do Vale do São Francisco; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Gleidson Antunes Barros

Manejo produtivo de videiras no Vale do Submédio São Francisco, Empresa Queróz Galvão Alimentos S; A; ; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Hélio Júnior Novaes Rocha

Introdução de novos clones de lima ácida tahiti (Citrus latifolia Tanaka), cultivados sob irrigação na Fazenda Agropecuária Vale das Uvas, Vale do Submédio São Francisco; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rafael Castro Borges

Aspectos produtivos da mangueira; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Anderson de Castro Amorim

Manejo produtivo da videira cv; Festival (Vitis vinifera L; ) no semiárido brasileiro; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Diogo André Chagas

Práticas culturais e avaliação de raízes para aumento da produtividade de videiras (Vitis vinifera L; ) na Empresa Queiróz Galvão Alimentos S; A; ; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Edvagner Almeida de Araujo

Absorção de potássio (K+) pela videira (Vitis vinifera L; ), após aplicações de Fertilizantes de Liberação Controlada (FLC) e de K2SO4; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Floriza Gonçalves da Silva Faria

Monitoramento da cultura da videira na Fazenda Brasil Uvas Agrícola; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Sinivaldo Paixão Ribeiro de Souza

Cultura da mangueira (Mangifera indica L; ); 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Diego José de O

Medrado; Manejo produtivo, colheita e pós-colheita da mangueira (Mangifera indica L; ); 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Laíse de Sousa Santos

Manejo produtivo de videiras (Vitis vinifera L; ) no Vale do São Francisco; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Essione Ribeiro Souza

Manejo cultural da videira: correlação de carboidratos com a expressão da fertilidade de gemas; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Flávio Eloi Pereira Cerqueira

Produção de mudas de umbuzeiro por sementes estratificadas e tratadas com ácido giberélico; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Laércio Cássio S

G; de Souza; Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Special Fruit - Juazeiro, BA; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

José Carlos Ficadori Neto

Tratos culturais nas culturas da mangueira, videira e goiabeira no sítio Nossa Senhora Aparecida, Petrolina-PE; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Emmanuel Almeida Martinez

Adubação via fertirrigação na cultura da videira no Vale do São Francisco; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

José de Anchieta de Assunção

Avaliação da fertilidade de gemas sob diferentes posições de anelamento na cv; Itália; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Juliana Ferreira de Queiroz

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa Agrobrás Agrícola Tropical Brasil S; A; - Petrolina, PE; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Manoela G

de Oliveira Bezerra; Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Plantec - Projeto Senador Nilo Coelho - Petrolina , PE; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Polianne Carvalho

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Timbaúba - Juazeiro, BA; ; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rodrigo Braga Azevedo

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Special Fruit - Juazeiro, BA - Juazeiro, BA; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Tiago José Lopes de Alencar

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Timbaúba - Juazeiro, BA; ; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Tarcísio Sena de Miranda

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Reunidas, em cafeicultura e gado de corte; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Natalício de S

Brandão; Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Juagro - Juazeiro, BA; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Phillip Sales Ramos

Avaliações agronômicas de cacaueiros clonados, instalados no Campo Experimental do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da UNEB; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Cláudio Massachi de Araújo Abe

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Special Fruit - Juazeiro, BA; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

José Honorio Pereira Neto

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Special Fruit - Juazeiro, BA; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Nelzidete Costa Santana

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Fruit Fort - Petrolina, PE; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rérison Magno Borges Pimenta

Acompanhamento dos trabalhos de rotina da empresa agrícola Fruit Fort - Petrolina, PE; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Raimundo Passos C

Júnior; Diagnóstico do viveiro de mudas do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da UNEB: aspectos funcionais, legais e financeiros; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rodrigo Hédeo Ichiara

Avaliações agronômicas realizadas no parreiral instalado no Campo Experimental do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da UNEB; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Marcelo de Campos Pereira

Avaliações fenológicas e de incidência da vassoura-de-bruxa em clones de cacaueiro, no Vale do São Francisco; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rogers Ribeiro Vasconcelos

A bananicultura em pequenas propriedades do distrito de irrigação de Ponto Novo (DIPN); 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Eduardo Alberto Coelho

Aspectos técnicos da viticultura praticada na Cooperativa Agrícola de Juazeiro da Bahia (CAJ); ; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Luis Eduardo Nunes Amorim

Tratos culturais da mangueira (Mangifera indica L; ) e videira (Vitis vinifera L; ), na Fazenda Timbaúba Agrícola; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Edson da Cruz Lino Júnior

Tratos culturais na cultura da videira, na Empresa Agrícola Special Fruit Impotação e Exportação LTDA; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Esmailly de Souza Pessoa

Fruticultura irrigada: tratos culturais das culturas da mangueira (Mangifera indica L; ) e videira (Vitis vinifera L; ); 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Augusto Henryque Costa de Souza

Tratos culturais na cultura da videira; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rafael Becker

Tratos culturais em uvas sem sementes (Vitis vinifera L; ) e colheita e pós-colheita de manga (Mangifera indica L; ); 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Jobson Paixão de Amorim Coelho

Cultura da videira (Vitis vinifera L; ) e mangueira (mangifera indica L; ); 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Pedro Paulo Ximenes Siqueira

Viticultura irrigada; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Clésio Pionorio Pereira Vilaronga

Ajustes de tecnologias de manejo associadas à produtividade de cultivares de uvas apirênicas instaladas no Vale do Submédio São Francisco; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Rafael de Alencar Possidio

Relatório de estágio supervisionado em viticultura; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Fábio Guimarães Evangelista

Tratos culturais da manga; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Vanísa Paula G Araújo

Resposta metabólica de goiabeiras à fertirrigação com ácidos orgânicos; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Natália Teixeira de Lima

Paclobutrazol na indução floral de cacaueiros clonados CCN-10 e PS-1319 no semiárido baiano; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

MARLON JOCIMAR RODRIGUES DA SILVA

Avaliações fenológicas de cacaueiros clonados PH-16, CCN-51, PS-1319, CCN-10 e TSH-1188, consorciados com mangueiras e bananeiras, no Semi-Árido baiano; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Daniela Alves de Souza

Correlação de teores de arginina e carboidratos na fertilidade de gemas em varas situadas ao longo do braço primário de videiras apirênicas; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Élica Santos Rios

Avaliação de umbuzeiro propagado por via sexuada e assexuada (estaquia e enxertia) em sistema de cultivo irrigado e sequeiro; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Gabiane Souza dos Santos

Avaliações agronômicas de umbuzeiro propagado via sexuada e assexuada (estaquia e enxertia) sob sistemas de cultivo irrigado e sequeiro; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Laíse de Souza Santos

Avaliações fenológicas e da incidência da vassoura-de-bruxa (Crinipellis perniciosa (Stahel Singer), em cacaueios clonados PH-16 e PS-1319, no Semi-Árido baiano; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Essione Ribeiro Souza

Estudo da fertilidade de gemas de videira apirênica ('Superior Seedless'), cultivada em diferentes gradientes de umidade de solo; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Quételin Emili dos Santos Silva

Avaliação de mudas de umbuzeiro, propagadas por via sexuada e assexuada, quanto à qualidade dos xilopódios para a produção de picles; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Marcelo de Campos Pereira

Avaliações fenológicas e de vassoura-de-bruxa (Crinipellis perniciosa (Stahel Singer) em clones de cacaueiros CCC-10, CCN-51, PS-1319 e PH-16; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Clésio Pionorio Pereira Vilaronga

Ajustes de tecnologias de manejo associadas à produtividade de cultivares de uvas apirênicas instaladas no Vale do Submédio São Francisco; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Pedro Paulo Ximenes Siqueira

Ajustes de tecnologias de manejo associadas à produtividade de cultivares de uvas apirênicas instaladas no Vale do Submédio São Francisco; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Iris Cléa Araújo dos Santos

Correlação da fertilidade de gemas com o acúmulo de reservas em variedade de uvas apirênicas; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

William Ralf Santos Costa

Sistema produtivo da cultura da mangueira (Mangifera Indica L; ) manutenção e monitoramento do sistema ?Phytech? na empresa Agrodan ? Agropecuária Roriz Dantas; 2018; Orientação de outra natureza; (Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: Valtemir Goncalves Ribeiro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Joston Simão de Assis

Ajuste de tecnologia de manejo Associado à Produtividade de Cultivares de Uvas Apirênicas Instaladas no Vale do Submédio São Francisco; 2004; 25 f; Orientação de outra natureza - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Joston Simão de Assis;

JOAO ALEXIO SCARPARE FILHO

Fertildade de gemas e qualidade de cachos de cultivares de uvas apirênicas tratadas com fitorreguladores; 2002; 51 f; Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: João Alexio Scarpare Filho;

Ryziele Silva de Alcantara

INDUÇÃO FLORAL DE MANGUEIRAS cv; TOMMY ATKINS NO SUBMÉDIO DO VALE DO SÃO FRANCISCO, SUBMETIDAS A DIFERENTES INTENSIDADES DE PODA E NÍVEIS DE ADUBAÇÃO NPK; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Agronômica) - Universidade do Estado da Bahia, Programa de Iniciação Científica; (Orientador);

Roberto Pedroso de Oliveira

Microenxertia em citros; 1995; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Lavras; Orientador: Roberto Pedroso de Oliveira;

José Darlan Ramos

Localização de embriões zigóticos e nucelulares em sementes de citros e ajustes do meio MS para o resgate de embriões imaturos; 1997; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitotecnia)) - Universidade Federal de Lavras,; Coorientador: Jose Darlan Ramos;

José Darlan Ramos

Obtenção de clones de ameixeiras (Prunus sp; ) para o Sul de Minas Gerais; 1995; 0 f; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Agronomia) - Universidade Federal de Lavras, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Jose Darlan Ramos;

MOACIR PASQUAL

Posicionamento de Embriões Zigóticos e Nucelares em Sementes de Citrus e Ajuste do Meio 'MS' para o Resgate de Embriões In Vitro; ; 1997; Dissertação (Mestrado em Agronomia (Fitotecnia)) - Universidade Federal de Lavras, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Moacir Pasqual;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • NASCIMENTO, F. S. S. ; RIBEIRO, V. G. ; BASTOS, D. C. ; SA, J. F. ; NASCIMENTO, P. H. D. . Thermal requirements of citrus fruits grafted onto rootstocks in the low-middle region of the São Francisco river basin. Revista Caatinga , v. 31, p. 336-343, 2018.

  • FEITOSA, C. A. M. ; MESQUITA, A. C. ; ALVES, A. C. N. ; BETTINI, M. O. ; RIBEIRO, V.G. . Extrato de algas Ascophyllum nodosum na fertilidade de gemas da videira cv. Thompson Seedless. Pesquisa Agropecuária Pernambucana , v. 23, p. e1651232018, 2018.

  • VILAR, P. F. I. ; SOUZA, E. I. ; SANTOS, L. S. ; MARTINEZ, E. A. ; RIBEIRO, V. G. . Fitorreguladores na fertilidade de gemas e qualidade de cachos da 'Thompson Seedless' enxertada sobre 'Ramsey'. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 30, p. 97-108, 2017.

  • PEIXINHO, GEORGIA DE SOUZA ; RIBEIRO, VALTEMIR GONÇALVES ; AMORIM, EDNA PEIXOTO DA ROCHA . Controle da Podridão seca (Lasiodiplodia theobromae) em cachos de videira cv. Itália por óleos essenciais e quitosana. Summa Phytopathologica , v. 43, p. 26-31, 2017.

  • PEIXINHO, GEORGIA DE SOUZA ; SANTOS, CAIO MÁRCIO GUIMARÃES ; RIBEIRO, VALTEMIR GONÇALVES ; AMORIM, EDNA PEIXOTO DA ROCHA ; CARVALHO, VALDEIR NUNES ; BISPO, JACIARA DE SOUZA . Extratos de Aroeira, Angico, Umburana e Quebra-faca no controle de Lasiodiplodia theobromae em cachos da videira cv. Itália. SUMMA PHYTOPATHOLOGICA (IMPRESSO) , v. 43, p. 158-160, 2017.

  • PEIXINHO, GEORGIA DE SOUZA ; SANTOS, CAIO MÁRCIO GUIMARÃES ; VALTEMIR, GONÇALVES RIBEIRO ; AMORIM, EDNA PEIXOTO DA ROCHA ; BISPO, JACIARA DE SOUZA ; CARVALHO, VALDEIR NUNES . Avaliação da eficiência de extratos de plantas nativas da caatinga sobre o controle da podridão seca (Lasiodiplodia theobromae) em cachos da videira cv. Itália. SUMMA PHYTOPATHOLOGICA (IMPRESSO) , v. 43, p. 155-157, 2017.

  • MARTINEZ, E. A. ; RIBEIRO, V. G. ; SANTOS, L. S. ; VILAR, P. F. I. . Avaliação de nitrogênio, fertilidade de gemas e produção da videira 'Thompson Seedless' sobre diferentes porta-enxertos. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 39, p. e-950, 2017.

  • PEIXINHO, GEORGIA DE SOUZA ; RIBEIRO, VALTEMIR GONÇALVES ; AMORIM, EDNA PEIXOTO DA ROCHA . Ação do óleo essencial de menta (Mentha arvensis) sobre o patógeno Lasiodiplodia theobromae em cachos de videira cv. Itália. Summa Phytopathologica , v. 43, p. 32-35, 2017.

  • SOUZA, S. F. ; RIBEIRO, V.G. . YELLOW PASSION-FRUIT IRRIGATED IN DIFERENT CROPPING SYSTEMS. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 38, p. e-512, 2016.

  • SILVA, M.J.R. ; SANTOS, L. S. ; PEREIRA, M.de.C. ; GOMES, I. S. ; MACHADO, M. ; RIBEIRO, V. G. . Produção e qualidade de fruto de bananeiras ?Pacovan Ken? e genótipo PA94-01 por dois ciclos produtivos. Revista Ceres , v. 63, p. 589-592, 2016.

  • SILVA, MARLON JOCIMAR RODRIGUES DA ; JESUS, PAULO RICARDO RODRIGUES DE ; ANJOS, JOÃO MARCOS CHAGAS DOS ; MACHADO, MARILZA ; RIBEIRO, VALTEMIR GONÇALVES . Caracterização agronômica e pós-colheita das bananeiras 'Maravilha' e 'Preciosa' no Submédio do Vale São Francisco. Revista Ceres (Online) , v. 63, p. 46-53, 2016.

  • PEREIRA, M.de.C. ; SANTOS, L. S. ; RIOS, E. S. ; SOUZA, E. R. ; RIBEIRO, V.G. . Fenologia e níveis de prolina em cacaueiros consorciados com mangueiras no Vale do Submédio São Francisco. Revista Semiárido De Visu , v. 4, p. 50-58, 2016.

  • SANTOS, LAÍSE DE SOUSA ; RIBEIRO, VALTEMIR GONÇALVES ; LIMA, MARIA AUXILIADORA COELHO DE ; SOUZA, ESSIONE RIBEIRO ; SHISHIDO, WILSON KENJI . INFLUÊNCIA DO ÁCIDO GIBERÉLICO NA FISIOLOGIA E QUALIDADE DA VIDEIRA CV SWEET CELEBRATION NO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 37, p. 827-834, 2015.

  • PEREIRA, M.de.C. ; SANTOS, L. S. ; MARTINS, S. S. ; LIMA, M. A. ; RIBEIRO, V. G. . Propagação vegetativa de cacaueiros pelo processo de estaquia, sob diferentes concentrações de ácido indolbutírico. Revista Semiárido De Visu , v. 3, p. 118-124, 2015.

  • SOUZA, A. R. E. ; RIBEIRO, V. G. ; LIMA, F.B.F . Formação de mudas de videira enxertada sob coberturas no submédio vale do São Francisco. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável , v. 9, p. 10-15, 2014.

  • SOUZA, E. R. ; RIBEIRO, V. G. ; DANTAS, B. F. ; LIMA FILHO, J. M. P. ; ONO, E. O. . Defoliation levels on gas exchange and composition of grape clusters cv. Italia. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia (Online) , v. 7, p. 29-37, 2014.

  • 2013 SILVA, M. J. R. ; ANJOS, J. M. C. ; JESUS, P. R. R. ; SANTOS, G.S. ; LIMA, F.B.F ; RIBEIRO, V. G. . Produção e caracterização da bananeira ?Prata Anã? (AAB) em dois. Revista Ceres , v. 60, p. 122-126, 2013.

  • SILVA, M. J. R. ; GOMES, I. S. ; SOUSA, E. A. ; RIOS, E. S. ; SOUZA, A. R. E. ; RIBEIRO, V. G. . Crescimento e produção da bananeira ?Thap Maeo? (AAB) durante dois ciclos de produção no Vale do São Francisco. Revista Ceres (Online) , v. 60, p. 528-534, 2013.

  • SOUZA, E. R. ; PIONORIO, J. A. A. ; RIBEIRO, V. G. ; PINTO, S. O. Q. . Produção de videira ?Superior Seedless?, cultivada em diferentes tensões de água no solo. Irriga (UNESP. CD-ROM) , v. 18, p. 232-242, 2013.

  • SOUZA, E.R. ; RIBEIRO, V.G. ; DANTAS, B.F. ; LIMA FILHO, J.M.P. . Variação de carboidratos em folhas da videira -Itália? submetida a diferentes de níveis de desfolhas. Agrária (Recife. Online) , v. 8, p. 535-539, 2013.

  • 2012 RIOS, E. S. ; PEREIRA, M.C. ; SANTOS, L. S. ; SOUZA, T.C. ; RIBEIRO, V. G. . Propagação de umbuzeiro pelo uso de ácido indolbutírico, comprimento e época de coleta de estacas. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 25, p. 52-57, 2012.

  • 2012 MELO, P. S. F. ; RIBEIRO, V. G. . Porta-enxertos, citocininas, retardantes de crescimento e uracil na fertilidade de gemas de videiras apirênicas. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 25, p. 80-85, 2012.

  • 2012 SOUZA, E. R. ; RIBEIRO, V. G. ; PIONORIO, J. A. A. . Percentagem de fertilidade gemas e teores carboidratos contidos em raízes, sarmentos e folhas da videira cultivar Itália. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia (Impresso) , v. 4, p. 83-85, 2012.

  • SOUZA, E. R. ; PIONORIO, J. A. A. ; RIBEIRO, V. G. . Intensidades de desfolha para qualidade de cachos da videira 'Superior Seedless' no 'Submédio' São Francisco. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia (Online) , v. 1984-7548, p. 535-539, 2012.

  • SOUZA, ESSIONE RIBEIRO ; RIBEIRO, V. G. ; MENDONCA, O. R. ; SANTOS, A. S. ; SANTOS, M. A. C. . Comprimentos de estacas e AIB na formação de porta-enxertos de videira ?Harmony? e ?Campinas?. Revista Brasileira de Tecnologia Aplicada nas Ciências Agrárias , v. 5, p. 19-32, 2012.

  • 2011 MELO, J. S. ; RIBEIRO, V. G. . Efeito de déficit hídrico transiente e doses crescentes de boro sobre a fertilidade de gemas de videira cv. Itália. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso) , v. 33, p. 482-490, 2011.

  • 2010 SOUZA, E. R. ; PEREIRA, M.C. ; SANTOS, L. S. ; RIBEIRO, V. G. ; PIONORIO, J. A. A. ; ARAUJO, E. A. . Qualidade de uva 'Superior Seedless' com aplicações de benziladenina combinadas ou não com ácido giberélico. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso) , v. 23, p. 144-148, 2010.

  • 2009 BATISTA, P.F. ; PEREIRA, M.C. ; SANTOS, A. E. O. ; RIBEIRO, V. G. ; ASSIS, J. S. . Associação de 1-MCP com ceras de carnaúba na conservação de goiabas 'Paluma'. Agrária (Recife. Online) , v. 4, p. 22-26, 2009.

  • 2009 PEREIRA, M.C. ; SANTOS, L. S. ; RIBEIRO, V. G. ; SOUZA, E. R. ; ARAUJO, E. A. ; PEIXOTO, A. R. . Avaliações de porta-enxertos de cacaueiros da fase de crescimento das mudas até a enxertia no campo, no semiárido baiano. Agrotrópica (Itabuna) , v. 21, p. 5-10, 2009.

  • 2009 GONZAGA, H. M. V. ; RIBEIRO, V. G. . Ácido giberélico no raleio de cachos de uva da cv. Superior Seedless, enxertada sobre o porta-enxerto ?SO4?, cultivada na região do Vale do Submédio São Francisco. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso) , v. 31, p. 931-937, 2009.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Manejo cultural de espécies frutíferas irrigadas na área experimental da UNEB/DTCS, Submédio do Vale do São Francisco, Descrição: O Submédio do Vale do São Francisco situa-se em uma região de clima semiárido tropical característico por possuir elevada temperatura e baixa umidade relativa do ar, possuindo cerca de 120 mil hectares irrigáveis, nos quais há 25 projetos públicos irrigados em operação, com potencial para mais 200 ou 300 mil ha. A ?BRS Vitória?, uma videira apirênicas, possui grande aceitabilidade pelos viticultores locais por possuir grande acesso aos mercados consumidores, notadamente devido ao sabor das bagas, resistência a rachadura de bagas pelas chuvas e ao míldio; objetiva-se estudar o comportamento desta cultivar sobreenxertada sobre a ?Thompson Seedless?, em três diferentes porta-enxertos: ?Campinas? (IAC-766), ?Harmony? e ?SO4?. A área experimental do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS) possui áreas cultivadas com mangueiras Tommy Atkins com 25 anos de idade, ou seja, muito antigas, o que de certa forma é a realidade de alguns mangicultores da região do Submédio do Vale do São Francisco; objetiva-se realizar o estudo de podas drásticas a medianas e avaliar posteriormente a produção dessas plantas (manejo de indução floral), nutridas com diferentes níveis de adubação N/P/K, supridos de forma mineral e orgânica. Na mesma localidade, há plantas de cacaueiros clonados consorciados com a bananeira ?Prata Anã?, as quais foram implantadas em 2007; objetiva-se realizar estudos de estudos de indução floral com o uso do retardante de crescimento vegetal Paclobutrazol/PBZ.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Coordenador / Natália Teixeira de Lima - Integrante / DAMIAO BONFIM MENDES - Integrante / RODRIGO SANTOS CADIDE - Integrante / Ryziele Silva Alcantara - Integrante / Geraldo Gabriel Araujo Silva dos Santos - Integrante / João Marcos da Silva Souza Lima - Integrante / Hudson Ridley Simões Souza - Integrante / Saulo Alves dos Santos - Integrante / João Bosco Nunes Bezerra - Integrante / Paulo Ricardo Jesus - Integrante.

  • 2007 - 2016

    Manejo cultural irrigado de videira, cacaueiro clonado consorciado com bananeira, e de maracujazeiro, no semiárido baiano, Descrição: O Vale do São Francisco é responsável por aproximadamente 95% das exportações nacionais de uvas, sendo a viticultura a atividade agrícola mais importante quanto à criação de empregos diretos e indiretos. Entretanto, as cultivares de uvas apirênicas introduzidas na região - devido à baixa adaptação às condições climáticas locais - expressam, entre outros fatores, excesso de vigor, baixa fertilidade de gemas e de qualidade de cachos. A adaptação do cacaueiro (Theobroma cacao L.) na região Semiárida do Estado da Bahia, pode posicionar a cacauicultura como uma nova alternativa de cultivo na região. O clima quente e seco da região e a possibilidade da irrigação localizada podem se caracterizar como um impedimento ao surgimento de enfermidades, normalmente difundidas nas regiões de cultivo tradicional, como no sul do Estado da Bahia. Na cultura do maracujazeiro as condições de solo e de clima são os fatores mais importantes no desenvolvimento e na produção, assim, práticas de adubação associadas à irrigação, quando corretamente aplicadas podem influenciar direta e positivamente a produtividade da cultura; objetiva-se o manejo econômico da irrigação aplicada em diferentes lâminas e níveis de adubação nitrogenada na cultura do maracujazeiro, cultivado em sistema convencional e em bolsas de polietileno.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Coordenador / Marcelo de Campos Pereira - Integrante / Essione Ribeiro Souza - Integrante / Laíse de Sousa Santos - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / ÉLICA SANTOS RIOS - Integrante / MARLON JOCIMAR RODRIGUES DA SILVA - Integrante / Flávio Bastos Ferreira Lima - Integrante / Samuel Ferreira de Souza - Integrante / Silvana Souza Martins - Integrante / Meridiana Araújo Lima - Integrante / Gabiane Souza dos Santos - Integrante / Natália Teixeira de Lima - Integrante., Número de produções C, T & A: 17 / Número de orientações: 12

  • 2006 - 2008

    Uso de fitorreguladores em cultivares de uvas apirênicas, submetidas a gradientes de estresse hídrico, para o aumento da fertilidade de gemas, Descrição: Resumo: A viticultura tropical brasileira é praticada em ambientes com insolações e temperaturas médias altas e, a pluviosidade, concentrada durante certos meses do ano, torna o uso da irrigação indispensável para a sua execução. Suprimentos inadequados em lâminas d?água comprometem as produções. A fenologia da videira no Vale do São Francisco está intimamente relacionada com o controle da umidade do solo, logo, o monitoramento e o manejo da água têm importância impar para o bom desempenho da cultura na região. Objetiva-se manejar a irrigação das áreas de cultivo a partir de curvas características de umidade do solo, mantendo as plantas sob gradientes de estresses hídricos favoráveis a uma maior diferenciação floral, sob tratamentos com fitoreguladores. Financiamentos da pesquisa: Edital MCT/CNPq 02/2006 ? Universal; Processo: 485189/2006-2;Valor financiado: R$ 30.391,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Coordenador / Joston Simão de Assis - Integrante / Sergio Oliveira Pinto de Queiroz - Integrante / Essione Ribeiro Souza - Integrante / Segundo Benjamin Chavez Saldaña - Integrante / Plinio Salgado Fonseca de Melo - Integrante / Hélio Maurício Viana Gonzaga - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

  • 2003 - 2006

    Ajustes de tecnologias de manejo associadas à produtividade de cultivares de uvas apirênicas instaladas, no Vale do Submédio São Francisco, Descrição: Resumo: O Vale do São Francisco é responsável por aproximadamente 95% das exportações nacionais de uvas - com destaque para as uvas sem sementes, cujas áreas de cultivo encontram-se em franca expansão - sendo que no Semi-Árido baiano, a cultura da videira é uma das mais importantes em termos de produção e número de empregos diretos e indiretos. Entretanto, as cultivares de uvas apirênicas de alto valor comercial introduzidas na região, via de regra apresentam produções inconstantes devido a baixa adaptação às condições climáticas locais. Os trabalhos priorizaram o uso de fitorreguladore, com o objetivo de aumentar a fertilidade de gemas e melhorar os aspectos qualitativos das produções. Finaciamentos da pesquisa: Convênio:UNEB/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia: FAPESB/ PRODOC ? Programa de Instalação de Doutores no Estado da Bahia. Número do processo:76/2002 ? Desenvolvimento Científico Regional (DCR)/ II-C Período:mar./2003 a fev./2006 Valor financiado: R$ 24.885,28. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Coordenador / Joston Simão de Assis - Integrante / Pedro Paulo Ximenes Siqueira - Integrante / Clésio Pionório Pereira Viralonga - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais DTCS/UNEB, o Departamento de Educação DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais DTCS/UNEB, o Departamento de Educação DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais DTCS/UNEB, o Departamento de Educação DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante.Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2010

    Modernização do Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e do Viveiro de Mudas da Universidade do Estado da Bahia, para propagação de Espécies Frutíferas e Nativas, no Semi-Árido brasileiro, Descrição: O Vale do Submédio São Francisco, principal pólo brasileiro de produção e exportação de uva e manga para mesa, grande produtor de banana, maracujá e goiaba, possui o gargalo tecnológico da produção de mudas isentas de pragas e doenças, afetando significativamente a produtividade e a qualidade das frutas produzidas (conforme informações recentes da Embrapa Semi-Árido). Por outro lado, o freqüente aumento da área plantada tem levado à degradação simultânea da bacia hidrográfica do São Francisco e do bioma caatinga, causando destruição da mata ciliar, o assoreamento dos rios e a aceleração dos processos de desertificação. A produção e disseminação de mudas frutíferas certificadas (isentas de pragas e doenças), e de mudas de espécies nativas da Região Semi-Árida, são ações voltadas ao aumento da competitividade do segmento frutícola, que convergem para uma maior sustentabilidade ambiental. Os trabalhos objetivam a limpeza clonal de espécies frutíferas tropicas, através das Técnicas de Cultura de Tecidos de Plantas, para suprir demandas de pequenos fruticultores instalados no Vale do Submédio São Francisco, e produção de mudas de espécies nativas, destinadas à revitalização de áreas degradadas às margens do Rio São Francisco. Conselho Federal do Fundo de Direitos Difusos ? CFDD; Área: Meio Ambiente; Nº Processo: 08012.005803/2007-16; Valor Solicitado ao CFDD: R$ 137.793,07; Disponível em :

  • 2007 - 2009

    Tecnologias para o desenvolvimento do Semi-Árido, Descrição: Resumo: O presente projeto atendeu ao edital de Infra-estrutura da FINEP no ano de 2007, sendo que no corrente ano de 2007 priorizou a área de Ciências Agrárias, atendendo a interface de cursos de pós-graduação strictu sensu com vistas ao fortalecimento da infra-estrutura dos mesmos com vistas ao atendimento das pesquisas para os cursos de pós-graduação. No caso da UNEB, os dois cursos são a Horticultura Irrigada e o a Química Aplicada, ambos oferecidos pela UNEB. Vale salientar que a UNEB, priorizou em anos anteriores as áreas de Educação, fortalecendo a infra-estrutura de comunicação entre os diversos campi e no segundo edital considerou o desenvolvimento regional como a vocação da Universidade, centralizando as ações no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento ? CEPED, da UNEB e localizado em Camaçari-BA. Dessa forma, o terceiro edital teve como proposta básica atender ao desenvolvimento de uma região, portanto em consonância com o desenvolvimento regional, agora priorizando o Semi-Árido baiano, onde a horticultura irrigada é uma atividade de grande expressão. Dessa forma, os Departamentos de Tecnologia e Ciências Sociais ? DTCS/UNEB, o Departamento de Educação ? DEDC/UNEB, juntamente com o Departamento de Química da mesma universidade uniram esforços no sentido de ajustarem as diversas pesquisas que poderão ser desenvolvidas em conjunto. O Mestrado em Horticultura Irrigada conta com 11 docentes permanentes, além de quatro docentes colaboradores, os quais cobrem cinco linhas de pesquisa (Fisiologia Vegetal, Fisiologia Pós-Colheita, Fitotecnia de cultivos hortícolas irrigados, Proteção de Plantas e Recursos Genéticos e Melhoramento de Plantas de espécies hortícolas. O projeto prevê a melhoria de infra-estrutura com reformas no Laboratório de Solos de modo a abrigar o laboratório de Microbiologia de Solos; Laboratório de Biologia de modo a abrigar o Laboratório de Biologia Molecular; Cultura de Tecidos, Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita. Valor Financiado: R$ 639.998,00. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (10) / Mestrado acadêmico: (40) . , Integrantes: Valtemir Goncalves Ribeiro - Integrante / Manoel Abilio Queiroz - Coordenador / Paulo Augusto da Costa Pinto - Integrante / João Domingos Rodrigues - Integrante / José Osmã Teles Moreira - Integrante / Ana Rosa Peixoto - Integrante / Cristiane Domingos da Paz - Integrante / Lindete Miria Vieira Borges - Integrante / Carlos Alberto Aragão - Integrante / Sergio Oliveira Queiroz Pinto - Integrante / Madson Godoi Pereira - Integrante / Marta Valéria Andrade - Integrante / Mauro Korn - Integrante / Elizabeth Orika Ono - Integrante / Giuseppina Pace Pereira Lima - Integrante / Andrea Cristina Mariano - Integrante., Financiador(es): Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS). , Av. Edgard Chastinet, s/n, Campus III, 48900000 - Juazeiro, BA - Brasil - Caixa-postal: 48900000, Telefone: (74) 36117363, Ramal: 253, Fax: (74) 36117363, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2006 - 2006

    Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

    Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Revisor Ad Hoc

    Outras informações:
    Procedi à análise e à elaboração de parecer técnico de uma proposta de projeto, submetida ao Edital 06/2006 do Macroprograma 3 - Desenvolvimento Tecnológico Incremental, na qualidade de Consultor Ad Hoc.

  • 1997 - 1998

    Embrapa Uva e Vinho

    Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador/Bolsista CNPq/BIOEX-Modal. DTI-7F, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Orientador: Pesq. Dr. Umberto Almeida Camargo (Embrapa Uva e Vinho, CNPUV - Centro Nacional de Pesquisa de Uva e Vinho) Projeto: ?Desenvolvimento da Viticultura para a Região de Jales? Processo CNPq nº 381459/97-7

  • 2006 - Atual

    Universidade do Estado da Bahia

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Prof. Mestrado em Horticultura Irrigada, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Professor da disciplina Fruticultura Tropical Irrigada, do curso de Mestrado em Horticultura Irrigada (desde o seu início: 2006), pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB - Campus de Juazeiro - Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais - DTCS) - Endereço Eletrônico: http://www.ppghi.uneb.br/index.asp

  • 2005 - Atual

    Universidade do Estado da Bahia

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto - Nivel B - Classe 3, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Membro titular do Colegiado do Curso Mestrado (Strictu Sensu) em Horticultura Irrigada pela UNEB/DTCS. Curso recomendado pela CAPES através do Ofício N◦ 107-12/2006/CTC/CAPES, emitido em 7 de fevereiro de 2006.

    Atividades

    • 12/2006

      Direção e administração, Departamento deTecnologia e Ciências Sociais, .,Cargo ou função, Coordenador do viveiro de mudas do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da Universidade do Estado da Bahia (Juazeiro, BA) - Ato Administrativo n° 60/2006..

    • 08/2006

      Ensino, Horticultura Irrigada, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Fruticultura Tropical Irrigada

    • 03/2006

      Outras atividades técnico-científicas , Departamento deTecnologia e Ciências Sociais, Departamento deTecnologia e Ciências Sociais.,Atividade realizada, Membro do Comitê Técnico-científico da Universidade do Estado da Bahia - Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais - Campus III - Juazeiro, BA..

    • 03/2005

      Pesquisa e desenvolvimento , Departamento deTecnologia e Ciências Sociais, .,Linhas de pesquisa

    • 03/2005

      Ensino, Engenharia agronômica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fruticultura - AGR 007

    • 01/2004 - 01/2004

      Treinamentos ministrados , Departamento deTecnologia e Ciências Sociais, .,Treinamentos ministrados, Treinamento de técnicos da EBDA-Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A.- em avaliações químicas de frutos de pinheira pós-colhidos, em apoio ao projeto intitulado Coleta, caracterização e avaliação de germoplasma de pinheira (Annona squamosa

  • 1995 - 1995

    Universidade Federal de Lavras

    Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista recém-graduado CNPq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista CNPq - Processo n. 521951/94-1 Modalidade: Aperfeiçoamento em Atividade de Pesquisa Título do Projeto: Melhoramento Genético de Diversas Espécies de Citros Através de Técnica de Biotecnologia Orientador: Prof. Dr. Moacir Pasqual

  • 1994 - 1995

    Universidade Federal de Lavras

    Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista recém-graduado CNPq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista CNPq - Processo n. 520672/94-7 Modalidade: Aperfeiçoamento em Atividade de Pesquisa Título do Projeto: Obtenção de Clones de Ameixeira (Prunus sp) para a Região do Sul de Minas Gerais Orientador: Prof. Dr. José Darlan Ramos

    Atividades

    • 01/1996 - 12/1996

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Agricultura, .,Cargo ou função, Associação dos Pós-graduandos da UFLA (APG) - Cargo: Vice-administrativo.

    • 08/1988 - 07/1990

      Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Agricultura, Departamento de Agricultura.,Atividade realizada, Programa de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq) - Processo no 800787/88-8/AG- Título: Cultivo in vitro de Embriões Híbridos e Nucelares de Diversas Cultivares de Citros Porta-enxertos e Copas - Orientador: Prof. Dr. Moacir Pasqual.