Isabel Terezinha Leli

Geógrafa formada pela Universidade Estadual de Maringá (2004). Mestre em Análise Ambiental e Regional pela UEM - Universidade Estadual de Maringá e integrante do Grupo de Estudos Multidisciplinar do Ambiente - GEMA. Atua na área de análise ambiental aplicada a implantação de obras urbanas (indústria, loteamento, aterro sanitário, cemitérios, etc.). Realizou estágios para aperfeiçoamento na Universidade Major de San Andres - La Paz - Bolívia (dendrocronologia); Universidade Nacional de La Plata - Argentina (hidrologia); Universidade de Guarulhos - São Paulo (Palinologia); Universidade de São Paulo - USP (sedimentologia); Universidade do Texas - UT, Austin, EUA (geomorfologia fluvial). Doutora em Geociências e Meio Ambiente pela UNESP - Universidade Estadual Paulista - Rio Claro, SP, desenvolve Pós Doutorado pela UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Marechal Cândido Rondon no Programa de Pós Graduação em Geografia.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Geociencias (Geociencias e Meio-Ambiente)

2011 - 2015

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planície de inundação do Alto Rio Paraná, Brasil
Mario Luis Assine. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: canal fluvial; hidrologia; descarga fluvial; Rio Praraná.Grande área: Ciências Exatas e da TerraSetores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.

Mestrado em Geografia

2008 - 2010

Universidade Estadual de Maringá
Título: Variação espacial e temporal da carga suspensa do rio Ivai,Ano de Obtenção: 2010
MARIA TERESA DE NOBREGA.Palavras-chave: carga suspensa; descarga fluvial; geomorfologia fluvial; hidráulica fluvial; rio Ivai.Grande área: Ciências Exatas e da Terra

Graduação em Geografia

2001 - 2004

Universidade Estadual de Maringá
Título: EVOLUÇÃO QUATERNÁRIA DOS DPÓSITOA DE TURFA DE TAQUARUÇU-MS: PALINOLOGIA E CRONOLOGIA
Orientador: JOSÉ CÂNDIDO STEVAUX

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 - 2013

Estágio. (Carga horária: 360h). , Facultad de Inginiería y Ciencias Hídricas de la Univ. Nacional del Litoral, FICH - UNL, Argentina.

2011 - 2011

MÉTODO LÓGICO PARA REDAÇÃO CIENTÍFICA. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2010 - 2010

Labor. de Sedimentologia e Petrografia Sedimentar. (Carga horária: 40h). , Instituto de Geociencias da USP, IGc USP, Brasil.

2010 - 2010

Logística Reversa de Resíduos/PNRS. (Carga horária: 32h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2009 - 2009

Fluvial Geomorphology with Emphasis On Large Alluv. (Carga horária: 38h). , Universidad Nacional del Litoral, UNL, Argentina.

2009 - 2009

Técnicas Laboratoriais Aplicadas -Foz do Iguaçu PR. (Carga horária: 40h). , Itaipu Binacional, ITAIPU BINACIONA, Brasil.

2008 - 2008

Impactos Ambientais Hidrof. em Grandes Rios Tropic. (Carga horária: 75h). , Universidade de Guarulhos, UNG, Brasil.

2006 - 2006

Recuperção de Áreas Degradadas. (Carga horária: 24h). , Instituto de Botânica - São Paulo, IB, Brasil.

2006 - 2006

Engenharia de Cemitérios. (Carga horária: 24h). , Federação das Associações de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná, FEAPAR, Brasil.

2005 - 2005

Plano Diretor Participativo - Maringá PR. (Carga horária: 16h). , Ministério das Cidades, MC, Brasil.

2005 - 2005

Palinologia do Quaternário - São Paulo. (Carga horária: 20h). , Universidade de Guarulhos, UNG, Brasil.

2004 - 2004

Estágio para Manejo e Técnicas de Dendrocronologia. (Carga horária: 72h). , Universidad Mayor de San Andrés - La Paz - Bolívia, UMSA, Bolívia.

2003 - 2004

Extensão universitária em Estagio - Laboratório de Palinologia - GEMA. (Carga horária: 576h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geografia Física/Especialidade: Geomorfologia.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Geografia Regional/Especialidade: Análise Regional.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

STEVAUX, J. C. ; LELI, I. T. ; PAROLIN, M. . XI Simpósio Nacional de Geomorfologia. 2016. (Congresso).

STEVAUX, J. C. ; LELI, I. T. ; PAROLIN, M. . XI Simpósio Nacional de Geomorfologia. 2016. (Congresso).

LELI, Isabel Terezinha . V Encontro dos Programas de Pós-Graduação em Geociências. 2011. (Outro).

LELI, Isabel Terezinha . IV Encontro Nacional Claretiano de Iniciação Científica. 2011. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II CURSO DE CAMPO EN GEOMORFOLOGÍA Y GEOLOGÍA DEL CUATERNÁRIO DE TIERRA DEL FUEGO. 2018. (Encontro).

47° Congresso Brasileiro de Geologia. Evolution and millenary stability of islnad formed by attachament Island-Head and lateral bar processes. 2014. (Congresso).

ABEQUA. USO DE SEMENTES SEMI-FÓSSEIS COMO ?PROXY? EM SEDIMENTO DE RIO ANABRANCHING: O CASO DO ALTO RIO PARANÁ. 2013. (Congresso).

Sexto Simposio Regional sobre Hidráulica de Ríos.Canal fechado (ressaco) em grandes sistemas de rios anabranching: exemplo do alto curso do rio Paraná. 2013. (Simpósio).

VII Encontro dos Programas de Pós-Graduação em Geociências."Canal Fechado (Ressaco) em Grandes Rios Anabranching: Exemplo do Alto Curso do Rio Paraná". 2013. (Encontro).

46° Congresso Brasileiro de Geologia. Gênese, sedimentologia e evolução do sistema multicanal (anabranching) do rio Paraná. 2012. (Congresso).

I Simpósio Brasileiro de Paleoindicadores Ambientais: um estudo da Ilha Mutum, Rio Paraná, Brasrasil.Espículas de Esponjas como Paleoinvertebrados. 2012. (Simpósio).

IX SINAGEO 9° Simpósio Nacional de Geomorfologia.MUDANÇA DA COMPOSIÇÃO VEGETACIONAL NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE UMA ILHA ALUVIAL (ILHA MUTUM, RIO PARANÁ). 2012. (Simpósio).

IX SINAGEO 9° Simpósio Nacional de Geomorfologia.Mudança da composição vegetacional no processo de formação de uma Ilha aluvial (. 2012. (Simpósio).

VI Encontro dos Programas de Pós Graduação em Geociências.Morfodinâmica, Evolução e Faciologia das Ilhas de Rio Multicanal no Alto Rio Paraná. 2012. (Encontro).

Terra Nova. 2011. (Outra).

V Encontro dos Programas de Pós-Graduação em Geociências.Sistema Multicanal (Anabranching)do rio Paraná: sedimentologia e Evolução das Ilhas e Planície de Inundação. 2011. (Encontro).

45 Congresso Brasileiro de Geologia. Variabilidade Temporal no Transporte de Sedimentos em Novo Porto Taquara - Rio Ivaí. 2010. (Congresso).

I SEMINÁRIO DE PESQUISAS MULTIDISCIPLINARES DO AMBIENTE - GEMA 2010. 2010. (Seminário).

II REUNIÓN SOBRE EL CUATERNARIO DE AMÉRICA DEL SUR - La Plata Argentina. Variabilidade Temporal no Transporte de Sedimentos em Novo Porto Taquara - Rio Ivaí. 2009. (Congresso).

1° Simpósio Internacional - Geógrafos Alemães no Sul do Brasil - Maringá PR. 2004. (Simpósio).

III Encontro do Grupo de Estudios del Cuaternario - GEC - Maringá PR. 2004. (Encontro).

III Fórum Ambiental - O Desafio dos Fundos de Vale - Maringá PR. 2003. (Encontro).

XIII Semana da Geografia: Clima e Organização do Espaço Geográfico - Maringá PR.Análise da Cobertura de LÍquenes em três seguimentos da Avenida Colombo - Maringá PR. 2003. (Encontro).

XII Semana de Geografia - A Questão Ambiental Sob a Ótica Geográfica - Maringá PR. 2003. (Outra).

I Encontro de Pós Graduados do Curso de Geografia da UEM - Maringá PR. 2001. (Encontro).

XI Semana de Geografia - Globalização e Regionalização: Integração ou Desintegração - Maringá PR. 2001. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Elcisley David Almeida Rodrigues

LELI, I. T.; HORNES, K. L.; FLORIANI, N.. SUCESSÃO ECOLÓGICA DE UM ARQUIPÉLAGO NO SETOR DO ALTO RIO PARANÁ: ILHA 01 e MANÉ. 2019.

Aluno: Giliane Géssica Rasbold

STEVAUX, J. C.LELI, I. T.; KUERTEN, S.. Espículas de esponjas de água doce e fitólitos como indicadores das características paleoambientais das ilhas Bandeirantes e Grande, Alto rio Paraná desde o Pleistoceno Tardio. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Vanessa Cristina dos Santos

LELI, I. T.STEVAUX, J. C.; MEURER, M.; POLIDORI, L.; SANTOS, M. G. M.. Ambientes de confluência no Contexto da Rede de Drenagem: Exemplo da bacia hidrológica do rio Ivaí - Estado do Paraná. 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista de Rio Claro.

Aluno: Leandro Domingos Luz

LUZ, L. D.;LELI, I. T.; PAROLIN, M.; KUERTEN, S.. DINÂMICA FLUVIAL E EVOLUÇÃO GEOMORFOLÓGICA DA PLANÍCIE DE CONFLUÊNCIA DOS RIOS CUIABÁ E PARAGUAI, PANTANAL MATO-GROSSENSE. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Elsistey David de Almeida Rodrigues

HORNES, K. L.;LELI, I. T.; FLORIANI, N.. SUCESSÃO ECOLÓGICA DE UM ARQUIPÉLAGO NO SETOR DO ALTO RIO PARANÁ: ILHA 01 e MANÉ. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Aluno: Diego da Silva Turollo

LELI, Isabel Terezinha. Análise sedimentilógica e faciológica da Ilha dos Bandeirantes, no alto curso do Rio Paraná. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Edvard Elias de Souza Filho

Nóbrega, MTSOUZA FILHO, E. E.Parolin, M. Variação Espacial e Temporal da Carga Suspensa do rio Ivaí. 2010. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá.

Marcos Clair Bovo

BOVO, M. C.; Stevaux José Candido; Thomaz Sérgio Luiz. Evolução Quartenária dos Depósitos de Turfa de Taquaruçu-MS-palinologia e cronologia. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá.

Fabiano Tomazini da Conceição

ASSINE, M. L.;CONCEIÇÃO, F. T.; SOUZA FILHO, E. E.; RODRIGUES, C.;CUNHA, C. M. L.. Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planícies de inundação do Alto Rio Paraná, Brasil. 2015. Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas.

Cleide Rodrigues

ASSINE, M. L.; CONCEIÇÃO, F. T. da; SOUZA FILHO, E. E.;RODRIGUES, C.; CUNHA, C. M. L. da. Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e Planície de Inundação do Alto Rio Paraná, Brasil. 2015 - Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro.

Cenira Maria Lupinacci da Cunha

ASSINE, M. L.;LUPINACCI, C. M.; SOUZA FILHO, E. E.;CONCEIÇÃO, F. T.; RODRIGUES, C.. Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planície de inundação do alto Rio Paraná, Brasil. 2015. Tese (Doutorado em Geociencias (Geociencias e Meio-Ambiente)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Mario Luis Assine

ASSINE, M. L.; CONCEICAO, F. T.;SOUZA FILHO, E. E.; RODRIGUES, C.; CUNHA, C. M. L.. Genese, evolução e geomorfologia das iIlhas e planície de inundação do Alto Rio Paraná, Brasil. 2015. Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Mario Luis Assine

ASSINE, M. L.LATRUBESSE, E. M.PERINOTTO, J. A. J.. Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planícies de inundação do Alto Rio Paraná, Brasil. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Jose Alexandre de Jesus Perinotto

ASSINE, M. L.PERINOTTO, J. A. J.; LATRUBESSE, E. M.. Geomorfologia do Alto Curso do Rio Paraná: Gênese e Evolução das Ilhas e Planície de Inundação. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Altair Bennert

Morfologia e estrutura de fluxo na formação de ambientes de confluência: estudo de caso dos rios Paraná e Piquiri; 2018; Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Isabel Terezinha Leli;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Leonor Marcon da Silveira

Projeto de Extensão: Estação Climatológica Principal de Maringá; ; 2003; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Maringá; Orientador: Leonor Marcon da Silveira;

José Cândido Stevaux

Sedimentos suspensos do rio Ivai: reflexos da ocupação da bacia; 2008; Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá,; Coorientador: José Cândido Stevaux;

OSCAR VICENTE QUINONEZ FERNANDEZ

2018; Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Oscar Vicente Quinonez Fernandez;

OSCAR VICENTE QUINONEZ FERNANDEZ

2017; Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Oscar Vicente Quinonez Fernandez;

Mario Luis Assine

Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planície de inundação do Alto Rio Paraná, Brasil; 2015; Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Mario Luis Assine;

Maria Teresa de Nóbrega

Variação espacial e temporal da carga suspensa do rio Ivaí; 2010; Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá,; Orientador: Maria Teresa de Nóbrega;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • RASBOLD, GILIANE GESSICA ; STEVAUX, JOSÉ CÂNDIDO ; PAROLIN, MAURO ; LELI, ISABEL TERESINHA ; LUZ, LEANDRO DOMINGOS ; BRITO, HERMES DIAS . Phytoliths indicate environmental changes correlated with facies analysis in a paleo island-lake, Upper Paraná River, Brazil. JOURNAL OF SOUTH AMERICAN EARTH SCIENCES , v. 99, p. 102513, 2020.

  • LELI, ISABEL T. ; STEVAUX, JOSÉ C. ; ASSINE, MARIO L. . Origin, evolution, and sedimentary records of islands in large anabranching tropical rivers: The case of the Upper Paraná River, Brazil. GEOMORPHOLOGY , v. 358, p. 107118, 2020.

  • RASBOLD, G. G. ; STEVAUX, J. C. ; PAROLIN, M. ; LELI, I. T. ; LUZ, L. D. ; BRITO, H. D. . Sponge spicules as indicators of paleoenvironmental changes in island deposits ? Upper Paraná River, Brazil. PALAEOGEOGRAPHY PALAEOCLIMATOLOGY PALAEOECOLOGY , v. 536, p. 109391, 2019.

  • ZVIEJKOVSKI, I. P. ; LELI, I.T. ; STEVAUX, J. C. ; CAMPOS, J. B. . Floristic Composition in Secondary Forests Located in a Tropical River Island - Brazil. Annals of Rewiews and Research , v. 3, p. 1-3, 2018.

  • LELI, ISABEL T. ; STEVAUX, JOSÉ C. ; ASSINE, MÁRIO L. . Genesis and sedimentary record of blind channel and islands of the anabranching river: An evolution model. GEOMORPHOLOGY , v. 302, p. 35-45, 2018.

  • LELI, I. T. ; STEVAUX, J. C. ; CREMON, Édipo Henrique ; NOBREGA, M. T. . RIVER FUNCTIONING ANALYSIS FROM SUSPENDED SEDIMENT AND WATER DISCHARGE STUDY: THE CASE OF THE IVAÍ RIVER, SOUTHERN BRAZIL. REVISTA BRASILEIRA DE GEOMORFOLOGIA , v. 18, p. 125-141, 2017.

  • LELI, I. T. ; STEVAUX, J. C. ; BUSTUS, K. C. ; SANTOS, D. A. . Variação sazonal e os efeitos na saúde humana em Maringá, PR. REVISTA PERSPECTIVA GEOGRÁFICA (ONLINE) , v. 12, p. 14-21, 2017.

  • LELI, I.T. ; MARTINS, R. S. ; BENNERT, A. ; ALMEIDA, E. D. R. . A BACIA HIDROGRÁFICA COMO UNIDADE DE ESTUDO GEOMORFOLÓGICO PARA O ENSINO BÁSICO DE GEOGRAFIA. GEOGRAPHIA MERIDIONALIS , v. 03, p. 403-419-419, 2017.

  • ZVIEJKOVSKI, I.P. ; STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; PAROLIN, M. ; CAMPOS, J.B. . Sponges as a complement of sedimentary facies analysis in island deposits of Upper Paraná River. JOURNAL OF SOUTH AMERICAN EARTH SCIENCES , v. 79, p. 143-151, 2017.

  • LELI, Isabel Terezinha ; MINTE-VERA, CAROLINA V. ; FARIAS, EDILENE SANTOS DE ; SOUZA JÚNIOR, MANOEL DAVI DE . DIAGNÓSTICO DE IMPACTO AMBIENTAL DE SISTEMAS HÍDRICOS SOB A ÓTICA DA COMUNIDADE: EXEMPLO DE NOVA CANTÚ - PR. Boletim de Geografia (Online) , v. 31, p. 55-66, 2013.

  • LELI, Isabel Terezinha ; ZAPAROLI, F. C. M. ; Santos, Vanessa Cristina ; OLIVEIRA, M. ; VIEIRA, F. A. G. . ESTUDOS AMBIENTAIS PARA CEMITÉRIOS: INDICADORES, ÁREAS DE INFLUÊNCIA E IMPACTOS AMBIENTAIS. Boletim de Geografia (Online) , v. 30, p. 45-54, 2012.

  • LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. ; NOBREGA, M. T. ; SOUZA FILHO, E. E. . Variabilidade temporal no transporte de sedimentos no rio Ivaí - Paraná (1977-2007). REVISTA BRASILEIRA DE GEOCIÊNCIAS , v. 41, p. 619-628, 2011.

  • LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. ; NOBREGA, M. T. . Produção e transporte da carga suspensa fluvial: teoria e método para rios de médio porte. Boletim de Geografia (UEM) , v. 28, p. 43-58, 2010.

  • LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. ; NOBREGA, M. T. . DinÃmica espacial da hidrologia da bacia do Rio IvaÃ. Boletim de Geografia (UEM) , v. 28, p. 41-47, 2010.

  • PAES, E.J. ; STEVAUX, J. C. ; ETCHEBEHERE, M. L. ; LELI, Isabel Terezinha . Dinâmica e Morfologia do Canal de Confluência dos Rios Paraná e Paranapanema pelo Método do Mapeamento Temporal. Geografia (Londrina) , v. 17, p. 37-47, 2008.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Serviços afins e correlatos em geologia. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Assistencia, assessoria e consultoria. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Serviços técnicos profissionais em geografia. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudos, avaliações, vistorias e perícias. 2006.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 92-A - Estância Zaúna em Sarandi PR. 2007.

STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; Dubiela, F. H. J. ; FERNADES JUNIOR, A. . Laudo Geoambiental para implantação do PARQUE DO JAPÃO, lotes 35-B/36-B/36/35-C-A(REM). 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 34 (REM) em Paiçandu-PR. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 276 em Paiçandu - PR. 2007.

FERNADES JUNIOR, A. ; STEVAUX, J. C. ; DORE, M. ; LELI, Isabel Terezinha ; Dubiela, F. H. J. . Plano de Controle Ambiental-PCA para Instalação de Rodovia (Contorno Sul) em Mandaguari. 2007.

FERNADES JUNIOR, A. ; STEVAUX, J. C. ; NEVES, F. ; LELI, Isabel Terezinha ; Dubiela, F. H. J. . Plano de Controle Ambiental-PCA para Instalação de Duplicação da Rodovia376 de Mandaguari a Jandaia do Sul-PR. 2007.

STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; PIMENTA, I. ; FERNADES JUNIOR, A. ; Dubiela, F. H. J. . Plano de Controle Ambiental-PCA para Instalação do Parque do Japão em Maringá-PR. 2007.

DORE, M. ; STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; Dubiela, F. H. J. . Estudo de Impacto Ambiental/Relatorio de Impacto Ambiental - EIA/RIMA para Cemiterio em Paranavai-PR. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Caracterização ecológica/ etológica e paisagem geográfica. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Estudo Físico-Cultural de Setores Geoeconômicos. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 530 (rem) em Maringá-PR. 2007.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 28-B. 2006.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 56-A em Maringá-PR. 2006.

STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; MOTA, L. T. ; FERNADES JUNIOR, A. ; Dubiela, F. H. J. ; OBLADEN, N. . Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental - EIA/RIMA para Aterro Industrial em Cascavel-PR. 2006.

DORE, M. ; STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha ; MOTA, L. T. ; Dubiela, F. H. J. ; FERNADES JUNIOR, A. . Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA/RIMA para implantação de Cemitério em Campo Mourão-PR. 2006.

LELI, Isabel Terezinha ; STEVAUX, J. C. . Laudo Geoambiental para Loteamento Residencial do lote 135-A em Maringá - PR. 2005.

STEVAUX, J. C. ; LELI, Isabel Terezinha . Plano de Controle Ambiental-PCA para loteamento residencial do lote 92-1(rem), 92-1C em Maringá. 2005.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    COMPARAÇÃO MORFOHIDRÁULICA E EVOLUTIVA DA PLANÍCE ALUVIAL DE GRANDES RIOS BRASILEIROS DE PLANALTO: PARANÁ E SÃO FRANCISCO, Descrição: Ao grupo de rios de planalto pertencem dois dos mais importantes sistemas fluviais brasileiros, pelo tamanho, e pela importância socioeconômica e demográfica de suas bacias ? rio Paraná e São Francisco. Este projeto visa uma comparação dos dois sistemas que se assemelham por serem rios de plateu, mas que tiveram evolução quaternária sob condições bastante diversas tendo como metas comparar os sistemas no tocante (1) aos processos hidrossedimentares e às morfologias deles decorrentes, (2) a grau de intervenção climática na dinâmica e na evolução fluvial e (3) a estratigrafia e cronologia dos depósitos sedimentares dos sistemas visando a identificação de eventos de incisão e de agradação dos sistemas. Atenção especial será dada à aplicação, no rio São Francisco, das técnicas e conceitos desenvolvidos em três décadas de estudos no rio Paraná (principalmente no tocante a multicanalização e resposta a interferência antrópica). O projeto reúne pesquisadores e estudantes de instituições brasileiras de diversas das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sul e Sudeste dos quais espera-se um grande progresso técnico-científico e de recursos humanos, além da transmissão dos conhecimentos à comunidade local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mario Luis Assine - Integrante / Aguinaldo Silva - Integrante / Hudson Azevedo Macedo - Integrante / MAURO PAROLIN - Integrante / Leandro Domingos Luz - Integrante / Giliane Gessica Rasbold - Integrante / Valdeir Demétrio da Silva - Integrante.

  • 2019 - Atual

    COMPARAÇÃO MORFOHIDRÁULICA E EVOLUTIVA DA PLANÍCE ALUVIAL DE GRANDES RIOS BRASILEIROS DE PLANALTO: PARANÁ E SÃO FRANCISCO, Descrição: Ao grupo de rios de planalto pertencem dois dos mais importantes sistemas fluviais brasileiros, pelo tamanho, e pela importância socioeconômica e demográfica de suas bacias ? rio Paraná e São Francisco. Este projeto visa uma comparação dos dois sistemas que se assemelham por serem rios de plateu, mas que tiveram evolução quaternária sob condições bastante diversas tendo como metas comparar os sistemas no tocante (1) aos processos hidrossedimentares e às morfologias deles decorrentes, (2) a grau de intervenção climática na dinâmica e na evolução fluvial e (3) a estratigrafia e cronologia dos depósitos sedimentares dos sistemas visando a identificação de eventos de incisão e de agradação dos sistemas. Atenção especial será dada à aplicação, no rio São Francisco, das técnicas e conceitos desenvolvidos em três décadas de estudos no rio Paraná (principalmente no tocante a multicanalização e resposta a interferência antrópica). O projeto reúne pesquisadores e estudantes de instituições brasileiras de diversas das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sul e Sudeste dos quais espera-se um grande progresso técnico-científico e de recursos humanos, além da transmissão dos conhecimentos à comunidade local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mario Luis Assine - Integrante / Aguinaldo Silva - Integrante / Hudson Azevedo Macedo - Integrante / MAURO PAROLIN - Integrante / Leandro Domingos Luz - Integrante / Giliane Gessica Rasbold - Integrante / Valdeir Demétrio da Silva - Integrante.

  • 2019 - Atual

    COMPARAÇÃO MORFOHIDRÁULICA E EVOLUTIVA DA PLANÍCE ALUVIAL DE GRANDES RIOS BRASILEIROS DE PLANALTO: PARANÁ E SÃO FRANCISCO, Descrição: Ao grupo de rios de planalto pertencem dois dos mais importantes sistemas fluviais brasileiros, pelo tamanho, e pela importância socioeconômica e demográfica de suas bacias ? rio Paraná e São Francisco. Este projeto visa uma comparação dos dois sistemas que se assemelham por serem rios de plateu, mas que tiveram evolução quaternária sob condições bastante diversas tendo como metas comparar os sistemas no tocante (1) aos processos hidrossedimentares e às morfologias deles decorrentes, (2) a grau de intervenção climática na dinâmica e na evolução fluvial e (3) a estratigrafia e cronologia dos depósitos sedimentares dos sistemas visando a identificação de eventos de incisão e de agradação dos sistemas. Atenção especial será dada à aplicação, no rio São Francisco, das técnicas e conceitos desenvolvidos em três décadas de estudos no rio Paraná (principalmente no tocante a multicanalização e resposta a interferência antrópica). O projeto reúne pesquisadores e estudantes de instituições brasileiras de diversas das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sul e Sudeste dos quais espera-se um grande progresso técnico-científico e de recursos humanos, além da transmissão dos conhecimentos à comunidade local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mario Luis Assine - Integrante / Aguinaldo Silva - Integrante / Hudson Azevedo Macedo - Integrante / MAURO PAROLIN - Integrante / Leandro Domingos Luz - Integrante / Giliane Gessica Rasbold - Integrante / Valdeir Demétrio da Silva - Integrante.

  • 2019 - Atual

    COMPARAÇÃO MORFOHIDRÁULICA E EVOLUTIVA DA PLANÍCE ALUVIAL DE GRANDES RIOS BRASILEIROS DE PLANALTO: PARANÁ E SÃO FRANCISCO, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José Cândido Stevaux em 19/02/2020., Descrição: Ao grupo de rios de planalto pertencem dois dos mais importantes sistemas fluviais brasileiros, pelo tamanho, e pela importância socioeconômica e demográfica de suas bacias ? rio Paraná e São Francisco. Este projeto visa uma comparação dos dois sistemas que se assemelham por serem rios de plateu, mas que tiveram evolução quaternária sob condições bastante diversas tendo como metas comparar os sistemas no tocante (1) aos processos hidrossedimentares e às morfologias deles decorrentes, (2) a grau de intervenção climática na dinâmica e na evolução fluvial e (3) a estratigrafia e cronologia dos depósitos sedimentares dos sistemas visando a identificação de eventos de incisão e de agradação dos sistemas. Atenção especial será dada à aplicação, no rio São Francisco, das técnicas e conceitos desenvolvidos em três décadas de estudos no rio Paraná (principalmente no tocante a multicanalização e resposta a interferência antrópica). O projeto reúne pesquisadores e estudantes de instituições brasileiras de diversas das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sul e Sudeste dos quais espera-se um grande progresso técnico-científico e de recursos humanos, além da transmissão dos conhecimentos à comunidade local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mario Luis Assine - Integrante / Aguinaldo Silva - Integrante / Hudson Azevedo Macedo - Integrante / MAURO PAROLIN - Integrante / Leandro Domingos Luz - Integrante / Giliane Gessica Rasbold - Integrante / Valdeir Demétrio da Silva - Integrante.

  • 2018 - Atual

    FORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DE ILHAS NUCLEARES: HIDRODINÂMICA, SEDIMENTOLOGIA E CONECTIVIDADE MORFO-VEGETAL, Descrição: O arquipélago Três Ilhas se localiza no Alto rio Paraná, entre as represas Porto Primavera e Itaipu, e faz parte das centenas de ilhas existentes neste trecho de 235 km. O arquipélago constitui de três ilhas pequenas e uma grande barra arenosa estabilizada, posicionadas diagonalmente no canal principal do terço médio da ilha Floresta (22°50'44,41"S/ 53°27'8,62"O). A ilha mais nova do arquipélago tem 55 anos, e está posicionada a montante das duas que já existiam no período de sua formação, e podem chegar a mais de 100 anos. A montante das três ilhas, e seguindo a mesma posição, está a barra Três Ilhas com 15 anos de estabilidade, e vegetação graminosa, herbácea, arbustiva e arbórea. A posição, formação e evolução do arquipélago, incluindo a barra, que estão posicionadas no ângulo de 175° da ilha Floresta, se faz importante para entender: 1) a posição diagonal no canal, das ilhas e barra, pode indicar processos hidrológicos com predominância do fluxo principal e secundários que perpetuam desde mais de 100 anos até atualmente; 2) a estabilidade e continuidade do processo de formação das ilhas, considerando que a barra está em processo de deposição para formação de uma ilha, pode indicar que a capacidade e competência do canal permanecem as mesmas necessárias para formação e evolução de ilhas; 3) a estabilidade das ilhas e a barra que representa o modelo de formação das ilhas jusante, pode indicar que a quantidade e tipo de material para sedimentação e formação das ilhas são compatíveis desde mais de 100 anos até atualmente; 4) a diferença de 15 anos entre a barra (15 anos) e ilha jusante (55 anos), mais datações das duas ilhas jusante, que podem chegar a mais de 100 anos, pode indicar um processo fractal que o sistema hidrossedimentológico perpetuou para dinamizar o escoamento deste trecho do canal; 5) a identificação da vegetação atual, mais a identificação das sementes sedimentadas encontradas nos testemunhos podem indicar se existe compatibilidade, ou se houve diferenciação das espécies durante o período de evolução do arquipélago.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Coordenador / José Cândido Stevaux - Integrante / Elcisley David Rodrigues de Almeida - Integrante / Ericson Hideki Hayakawa - Integrante / Zuleica Marchetti - Integrante / Federico Brumnich - Integrante / Kazue Kawakita - Integrante / Mariza B. Romagnolo - Integrante / Carlos E. B. Fernandes - Integrante / Karin L. Hornes - Integrante.

  • 2018 - Atual

    SISTEMAS FLUVIAIS AVULSIVOS E SUA RELAÇÃO COM AS INUNDAÇÕES E DINÂMICA HÍDRICA DO PANTANAL SULMATOGROSSENSE, Descrição: A presente proposta visa o estudo da dinâmica hídrica do Pantanal Sul Matogrossense considerando as características geomorfológicas e evolutiva do sistema. Rios multicanais de planície tem comportamento pouco considerado nas políticas de gestão de recursos hídricos. Os rios de planície, como os do Pantanal, têm estrutura e funcionamento totalmente diverso dos rios de planalto. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / Aguinaldo Silva - Coordenador / Hudson Azevedo Macedo - Integrante / Sidney Kuerten - Integrante / Mário Luis Assine - Integrante / Leandro Domingos Luz - Integrante / Eder Renato Merino - Integrante / Sandra Mara Alves da Silva Neves - Integrante / Frederico dos Santos Gradella - Integrante / Michael M. McGlue - Integrante / Ivan Bergier Tavares de Lima - Integrante / Luciana Escalante Pereira - Integrante / Beatriz Lima de Paula Silva - Integrante / Edson Rodrigo dos Santos da Silva - Integrante / Giliane Gessica Rasbold - Integrante.

  • 2016 - Atual

    PROCESSOS DE CONECTIVIDADE: UM NOVO PARADIGMA DA ECO-GEOMORFOLOGIA (GERAÇÃO DE UM MODELO PARA OS RIOS DE PLANALTO BRASILEIROS), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José Cândido Stevaux em 02/03/2019., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Edgardo Manuel Latrubesse - Integrante / Mario Luis Assine - Integrante / Hudson Azevedo Macedo - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Caracterização hidrosedimentológica do rio Paraná: Guaíra ? Paraná, Descrição: O rio Paraná é um dos mais importantes canais fluviais do Brasil e da América do Sul. Sua bacia hidrográfica de aproximadamente 2,6 milhões de km é utilizada para os mais diversos fins e contribuem para o desenvolvimento de uma série de países, estados e municípios. Dada a sua importância, estudos acerca das dos processos que ocorram no canal e em sua bacia hidrográfica são fundamentais para ações de planejamento, gestão e mitigação de impactos. O rio Paraná a montante do reservatório de Itaipu, próximo à cidade de Guaíra possui um trecho de aproximadamente 200 km (até a jusante do reservatório de Porto Primavera) onde o fluxo escoa em condições naturais. É neste trecho onde o rio transita do sistema lótico para o lêntico que se observam a formação de uma série de barras de canal nos últimos anos. Este cenário já tem gerado impactos, como o impedimento da navegação nos períodos de vazante. Contudo, ainda não há estudos na área acerca do fenômeno. A maioria dos estudos de caráter hidrosedimentológico do rio Paraná ocorrem próximo a cidade de Porto Rico (PR), sendo desenvolvidos principalmente pelos membros do Grupo de Estudos Multidisciplinares do Ambiente (GEMA), da Universidade Estadual de Maringá. Neste contexto, o presente projeto tem por objetivo geral caracterizar a hidrosedimentologia e a morfologia do canal do rio Paraná no trecho próximo a cidade de Guaíra/PR, a fim de evidenciar as peculiaridades deste trecho de transição entre o canal fluvial e o remanso de Itaipu. A metodologia consistirá da utilização de técnicas de geotecnologias para o mapeamento temporal das barras de canal, parametrização dos dados hidrológicos de cota e vazão, levantamento batimétrico da área do estudo, caracterização dos sedimentos suspensos e carga de fundo da área do estudo. Os resultados esperados incluem a possibilidade de estimar a taxa de formação das barras de canal, e inferir sobre os possíveis condicionantes que estão promovendo a deposição de sedimentos em um segmento específico do rio Paraná.Do ponto de vista socioeconômico, o entendimento deste tipo de processo no rio Paraná pode contribuir para o planejamento e gestão não só do canal, mas de sua bacia hidrográfica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Coordenador / José Cândido Stevaux - Integrante / Rafaela Harumi Fujita - Integrante / Aguinaldo Silva - Integrante / Sidney Kuerten - Integrante / Altair Bennert - Integrante / Ericson Hideki Hayakawa - Integrante / Oscar Vicente Quinonez Fernandez - Integrante / Fabricio Anibal Corradini - Integrante / Geovani da Silva Lima - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Decifrando mecanismos morfogenéticos em mega-rios: o papel relevan dos rios brasileiros nos novos paradigmas da geomorfologia fluvial., Descrição: O entendimento das causas que levam os grandes rios diferir morfodinamicamente dos pequenos sistemas e a procura do entendimento sobre os mecanismos atuantes no ajuste da geometria de seus padrões multi-canais é um ponto crítico na geomorfologia fluvial. Ou seja, a dicotomia existente sobre o conhecimento dos grandes e pequenos rios é uma incógnita essencial no pensamento geomorfológico. Durante os últimos 50 anos os padrões de canais foram classificados em um simples ?continuum? com 3 padrões extremos (end members): retilíneos, meandriformes e entrelaçados ou anastomosados (Leopold e Wolman, 1957). Já na década de 70 foi incluída a categoria de rios anastomosados como algo diferente dos entrelaçados (Rust, 1978). Este conceito esteve ligado a modelos de fácies em rios com tendência a acréscimo vertical e baixa energia (Smith, Nanson e Croque, 1992). Porém, o conhecimento sobre rios entrelaçados (braided) e meandriformes avançou mais significantemente nas últimas décadas e a produção científica em revistas especializadas e livros tem se concentrado na geomorfologia, sedimentologia e hidráulica desses padrões (Ikeda and Parker, 1986, Sombroek et al, 2006, Parker and Garcia 2005, Vionnet et al., 2010, dentre muitos outros). Além disso, a classificação e análise morfodinâmica de sistemas fluviais esteve fundamentalmente restrita a resultados e conceitos gerados no Hemisfério Norte e Europa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Edgardo Manuel Latrubesse - Integrante / Mário Luis Assine - Integrante.

  • 2011 - 2014

    AMBIENTES DE CONFLUÊNCIA NA REDE DE DRENAGEM DO IVAÍ: UMA ABORDAGEM INTEGRAL, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mário Luis Assine - Integrante / Vanessa Cristina dos Santos - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Dinâmica morfo-hidráulica de grandes rios aluviais regulados e naturais: uma comparação entre os rios Araguaia e Paraná (ARPA), Descrição: Comparar a morfodinâmica e comportamento morfo-hidráulico de dois grandes sistemas fluviais aluviais, sendo um regulado e outro em estado natural. - Elaborar um modelo de repostas morfo-hidráulicas e morfodinâmicas às alterações introduzidas por barragens em grandes sistemas aluviais de fundo arenoso. - Diagnosticar a viabilidade da construção de barragens no Médio Rio Araguaia desde o ponto de vista da morfo-dinâmica e morfo-hidráulica do sistema, aplicando o modelo desenvolvido para o Rio Paraná. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: -Determinar a característica e dinâmica das formas de leito e estimar a carga de fundo (Qf) -Caracterizar o regime hidrológico dos sistemas para as séries históricas disponíveis. -Quantificar as taxas de erosão/sedimentação no canal, nas últimas quatro décadas. -Elaborar dois modelos utilizando sensoriamento remoto, calibrando-os com dados de campo, para determinação de área de influencia de enchentes e concentração de sedimentos no canal; -Realizar o mapeamento geomorfológico e ordenamento morfoestratigráfico das unidades da planície aluvial. - Realizar um ordenamento/mapeamento dos sistemas lacustres baseados em morfologia, morfometria, gênese e características físico-químicas da água. META: - Subsidiar o gerenciamento de rios controlados (Paraná) e subsidiar os projetos de viabilidade e avaliação do impacto de barragens e hidrovias em rios ainda não regulados (Araguaia).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Maximiliano Bayer - Integrante / Rafaela Harumi Fujita - Integrante / Sâmia Aquino - Integrante / Mário Luis Assine - Integrante / MAURO PAROLIN - Integrante / Mário L Etchebehere - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Resposta hidrofísica da mudança global e dos impactos antrópicos em grandes rios da América do Sul: rios Paraná, Paraguai, Orinoco e Madalena, Descrição: Projeto visa o intercâmbio de cientistas e estudantes sul-americanos ligados aos estudos de conservação, recuperação e dinâmica fluvial.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Mário L. Etchebehere - Integrante / Edgardo Manuel Latrubesse - Integrante / Manoel Luiz dos Santos - Integrante / Maximiliano Bezada - Integrante / Carlos Ramonell - Integrante / Juan Restrepo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Produção, armazenamento e transferência de sedimentos por processos naturais e humanamente induzidos na bacia do Paraná: Proposição de um modelo geomorfológico em escala continental (CNPq 305549-2007), Descrição: Avaliar a dispersão de sedimento (geração, transporte e armazenamento) da bacia do Paraná.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Isabel Terezinha Leli - Integrante / José Cândido Stevaux - Coordenador / Edgardo Manuel Latrubesse - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Prêmio Paranaense de excelência em Enfermagem, Conselho Regional de Enfermagem do Paraná.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná. , Rua Pernambuco, 1777, Centro, 85960000 - Marechal Cândido Rondon, PR - Brasil - Caixa-postal: 87035510, Telefone: (45) 32847929

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2012 - 2015

Universidade Estadual de Maringá

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2016 - Atual

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Atuação como docente e orientador de oesquisa no curso de pós-graduação em Geografia, Campus de Mal. Candido Rondon

Atividades

  • 07/2016 - 07/2016

    Ensino, Geografia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos especiais: geomorfologia fluvial: sedimentação e hidrologia