Simone Campos Carrera

Mestrando pelo programa de Geoquimica e Geotectônica do Instituto de Geociências (USP). Possui graduação em Geologia (IGc - USP, 2012). Atualmente desenvolve pesquisas com sistemas deposicionais continentais antigos.

Informações coletadas do Lattes em 18/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Geociências (Geoquímica e Geotectônica)

2013 - Atual

Universidade de São Paulo
Renato Paes de Almeida.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Palavras-chave: Formação Marizal; arquitetura deposicional; proveniencia sedimentar; sistemas fluviais; Aptiano/cretáceo; Tucano Central e Sul. Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: sedimentologia. Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: estratigrafia. Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geotectônica. Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Graduação em Geologia

2008 - 2012

Universidade de São Paulo
Orientador: Renato Paes de Almeida
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Curso técnico/profissionalizante

2005 - 2006

Escola Técnica estadual Júlio de Mesquita - Técnico em Química

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geologia/Especialidade: Sedimentologia.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: estratigrafia.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geocronologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

47 Congresso Brasileiro de Geologia. Geologia do Cretáceo na Bacia do Tucano para a comunidade local. 2014. (Congresso).

18th International Sedimentological Congress. Provenance of the Lower Cretaceous Marizal Formation, Northeastern Brazil: implications for paleogeographic reconstruction of post-rift fluvial deposits.. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ana Maria Goes

ALMEIDA, R. P.; GUEDES, C. C. F.; Fambrini, G. L.;GÓES, A. M.. Arquitetura deposicional e proveniência da Formação Marizal nas sub-bacias Tucano Sul e Central. 2015. Dissertação (Mestrado em Geoquimica e geotectonica) - Instituto de Geociências USP.

Carlos Conforti Ferreira Guedes

ALMEIDA, R. P.;Guedes, C.C.F.; FAMBRINI, G. L.. Arquitetura deposicional e proveniência da Formação Marizal nas Subs-Bacias Tucano Sul e Central, BA. 2015. Dissertação (Mestrado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica)) - Universidade de São Paulo.

Gelson Luís Fambrini

Almeida, R.P.;FAMBRINI, G. L.; Guedes, C. C. F.. Arquitetura deposicional e proveniência da Formação Marizal nas sub-bacias Tucano Sul e Central, BA. 2015. Dissertação (Mestrado em Curso de Pós-Graduação em Geociências) - Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo.

Renato Paes de Almeida

ALMEIDA, R. P.. Arquitetura deposicional e proveniência da Formação Marizal nas sub-bacias Tucano Sul e Central, BA. 2015. Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Geotectônica) - Instituto de Geociências - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Felipe Torres Figueiredo

Análise de proveniêncie arquitetura deposicional da Formação Marizal Bacia Tucano central, BA; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Felipe Torres Figueiredo;

Renato Paes de Almeida

ARQUITETURA DEPOSICIONAL E PROVENIÊNCIA DA FORMAÇÃO MARIZAL NAS SUB-BACIAS TUCANO SUL E CENTRAL, BA; 2015; Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Geotectônica) - Instituto de Geociências - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Renato Paes de Almeida;

Renato Paes de Almeida

Análise de proveniência e arquitetura deposicional da Formação Marizal, Aptiano, Bacia Tucano-Central, BA; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geologia) - Instituto de Geociências - Universidade de São Paulo; Orientador: Renato Paes de Almeida;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FREITAS, B. T. ; ALMEIDA, R. P. ; TURRA, B. B. ; FIGUEIREDO, F. T. ; Galeazzi, C.P. ; CARRERA, S. C. ; Marconato, A. . Bar-top deposits and fluvial architecture. In: 10th International Conference on Fluvial Sedimentology, 2013, Leeds. Conference Programme and Abstracts Volume, 10th International Conference on Fluvial Sedimentology, 2013. p. 113-114.

  • FREITAS, B. T. ; ALMEIDA, R. P. ; FIGUEIREDO, F. T. ; CARRERA, S. C. ; JANIKIAN, L. ; Marconato, A. . Arquitetura deposicional de rios de grande porte: exemplos do Cretáceo da Bacia do Tucano (BA). In: 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014, Salvador. Anais do 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014. p. 823-823.

  • FREITAS, B. T. ; CARRERA, S. C. ; ALMEIDA, R. P. ; WARREN, L. V. ; FIGUEIREDO, F. T. ; Marconato, A. ; TURRA, B. B. . Biogeografia aptiana e o tétis epicontinental na Bacia do Tucano.. In: 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014, Salvador. Anais do 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014. p. 859-859.

  • JANIKIAN, L. ; FIGUEIREDO, F. T. ; ALMEIDA, R. P. ; CARRERA, S. C. ; FREITAS, B. T. ; SOUZA, A. ; COSTA, J. S. . Comparação entre a arquitetura deposicional e a variabilidade de porosidade e permiabilidade de arenitos fluviais da Formação São Sebastião (Eocretáceo) na Bacia do Tucano Central (NE, Brasil).. In: 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014, Salvador. Anais do 47 Congresso Brasileiro de Geologia. Salvador, BA, 2014., 2014. p. 822-822.

  • CARRERA, S. C. ; FREITAS, B. T. ; FIGUEIREDO, F. T. ; ALMEIDA, R. P. . Geologia do Cretáceo na Bacia do Tucano para a comunidade local. In: 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014, Salvador. Anais do 47 Congresso Brasileiro de Geologia, 2014. p. 774-774.

  • FIGUEIREDO, F. T. ; CARRERA, S. C. ; ALMEIDA, R. P. ; FREITAS, B. T. ; Marconato, A. . Fluvial bars and floodplain deposits near a high accommodation zone (Neocomian to Barremian São Sebastião Formation, Tucano Basin, Northeastern Brazil).. In: 2014 GSA Annual Meeting, 2014, Vancouver. 2014 Annual Meeting Abstracts with Programs - Vancouver, 2014.

  • Marconato, A. ; ALMEIDA, R. P. ; TURRA, B. B. ; JANIKIAN, L. ; CARRERA, S. C. . Floodplain environments before the evolution of land plants: common grounds to identify floodplain deposits in pre-vegetation settings.. In: 2014 GSA Annual Meeting, 2014, Vancouver. 2014 Annual Meeting Abstracts with Programs - Vancouver, 2014.

  • FREITAS, B. T. ; ALMEIDA, R. P. ; FIGUEIREDO, F. T. ; TURRA, B. B. ; Marconato, A. ; CARRERA, S. C. ; GALEAZZI, C. P. . A Neocomian to Aptian big river in NE-South America?. In: 34th International Geological Congress, 2012, Brisbane. Proceedings of the 34th International Geological Congress, 2012. p. 455.

  • FIGUEIREDO, F. T. ; ALMEIDA, R. P. ; FREITAS, B. T. ; SAWAKUCHI, A.O. ; MINELI, R.C. ; CARRERA, S. C. ; TURRA, B. B. ; Marconato, A. . Clastic provenance as a climate change indicator of the Neocomian to Aptian transition in fluvial deposits of the Tucano Basin, NE-Brazil. In: 34th International Geological Congress, 2012, Brisbane. Proceedings of the 34th International Geological Congress, 2012. p. 257.

  • FREITAS, B. T. ; FIGUEIREDO, F. T. ; ALMEIDA, R. P. ; CARRERA, S. C. ; GALEAZZI, C. P. ; TURRA, B. B. ; Marconato, A. ; SAWAKUCHI, A.O. ; MINELI, R.C. . Produção, transferência e acumulação de sedimentos no Eocretáceo do Gondwana ocidental: interpretações e especulações a partir de dados preliminares do projeto 'Arquitetura de depósitos aluviais das formações São Sebastião e Marizal nas sub-bacias do Tucano Norte e Central'. In: 46 Congresso Brasileiro de Geologia, 2012, Santos. Anais do 46 Congresso Brasileiro de Geologia, 2012.

  • CARRERA, S. C. ; FIGUEIREDO, F. T. ; ALMEIDA, R. P. . Provenance of the Lower Cretaceous Marizal Formatin, Northeastern Brasil: implications for paleogeographic reconstrution of post-rift fluvial deposits.. In: 18th Internation Sedimentological Congress, 2010, Mendonça. Abstracts Volume 18th International Sedimentological Congress, 2010.

  • FIGUEIREDO, FELIPE T. ; ALMEIDA, RENATO P. ; FREITAS, BERNARDO T. ; MARCONATO, ANDRE ; CARRERA, SIMONE C. ; TURRA, BRUNO B. . Tectonic activation, source area stratigraphy, and provenance changes in a rift basin: the early cretaceous tucano basin (NE-Brazil). Basin Research (Print) , 2015.

  • Galeazzi, C.P. ; Freitas, B.T. ; Almeida, R.P. ; CARRERA, S. C. ; Figueiredo, F. T ; Turra, B.B. ; Marconato, A. . Paleocorrentes da Formação Marizal na sub-bacia do Tucano Central. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Freitas, B.T. ; Figueiredo, F. T ; Almeida, R.P. ; CARRERA, S. C. ; Galeazzi, C.P. ; Turra, B.B. ; Marconato, A. ; SAWAKUCHI, A.O. ; MINELI, R.C. . Produção, transferência e acumulação de sedimentos no Eocretáceo do Gondwana ocidental: interpretações e especulações a partir de dados preliminares do projeto 'Arquitetura de depósitos aluviais das formações São Sebastião e Marizal nas sub-bacias do Tucano. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Freitas, B.T. ; Almeida, R.P. ; Figueiredo, F. T ; Turra, B.B. ; Marconato, A. ; CARRERA, S. C. ; Galeazzi, C.P. . A Neocomian to Aptian big river in NE-South America?.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Figueiredo, F. T ; Almeida, R.P. ; Freitas, B.T. ; SAWAKUCHI, A.O. ; MINELI, R.C. ; CARRERA, S. C. ; Turra, B.B. ; Marconato, A. . Clastic provenance as a climate change indicator of the Neocomian to Aptian transition in fluvial deposits of the Tucano Basin, NE Brazil.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CARRERA, S. C. ; Figueiredo, F. T . Provenance of the Lower Cretaceous Marizal Formation, Northeastern Brazil: implications for paleogeographic reconstruction of post-rift fluvial deposits. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Desenvolvimento de modelos de fácies para grandes rios: processos e produtos em barras ativas na Amazônia Brasileira e implicações para as reconstruções paleogeográficas do Neógeno na Amazônia e do Mesozoico Gondwânico no NE Brasil e E Austrália, Descrição: A arquitetura deposicional e os processos e produtos de grandes rios são uma das mais importantes questões em aberto na sedimentologia clástica, com implicações diretas para a geologia de reservatórios, as interpretações paleogeográficas e paleoclimáticas e a evolução tectônica de grande número de bacias sedimentares. Recente esforço internacional tem sido direcionado ao aprimoramento do ainda insuficiente banco de dados sobre a dinâmica e morfologia de elementos da arquitetura fluvial em grandes rios, com o objetivo de estabelecer modelos de facies que considerem as particularidades de todo o sistema. A presente proposta tem como foco um aspecto fundamental da sedimentologia de grandes, a dinâmica de barras e formas de leito dos canais, com a meta de contribuir diretamente para o avanço do conhecimento da arquitetura de grandes rios através da integração de distintas fontes de informação de sistemas ativos e do registro geológico. Desta forma, o aprimoramento dos modelos de facies será baseado na utilização de ferramentas de investigação como sísmica rasa, GPR, e datação por OSL para a obtenção de dados de barras ativas e estabilizadas nos maiores rios amazônicos, integrados a estudo em afloramentos de sucessões sedimentares do Neógeno na mesma região. A caracterização da arquitetura na escala de barras em rios ativos será utilizada como chave para a interpretação da evolução da bacia ao longo do Neógeno, concentrando-a na distribuição e evolução de grandes canais e seu papel como barreiras biogeográficas na Amazônia. Os avanços na caracterização da arquitetura em escala de barra também serão utilizados na interpretação do registro geológico do Gondwana no Mesozoico, com o estudo detalhado de dois exemplos bem expostos de depósitos de grandes rios (Cretáceo do Nordeste Brasileiro e Triássico do leste Australiano), com o objetivo de avançar nas interpretações de análogos de reservatórios de hidrocarbonetos. Este projeto será vinculado ao Projeto Biota Amazônia (FAPESP 2011/104000).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Simone Campos Carrera - Integrante / André Marconato - Integrante / Renato Paes de Almeida - Coordenador / Bernardo Tavares Freitas - Integrante / Liliane Janikian - Integrante / André Gianotti Stern - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Relação de fácies e heterogeneidades de microescalas em análogos de reservatórios de sistemas fluviais das bacias do Camaquã (RS) e Tucano Central (BA), Descrição: Rochas reservatório, dentro do sistema petrolífero, são corpos de rochas com porosidade e permeabilidade suficientes para armazenar e permitir o fluxo de hidrocarbonetos. A distribuição espacial dessas duas propriedades petrofísicas (porosidade e permeabilidade) não é homogênea e está relacionada, em reservatórios convencionais siliciclásticos, ao sistema deposicional, distribuição de fácies sedimentares e diagênese. A distribuição espacial da porosidade na rocha reservatório influencia o volume de hidrocarbonetos presente. Já a permeabilidade controla o fluxo dos fluidos dentro do reservatório e, dessa forma, impacta tanto o planejamento de produção como o volume recuperável de hidrocarbonetos. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa propõe o estudo e reconhecimento de heterogeneidades de microescala em arenitos e a relação dessas heterogeneidades com as diversas fácies e elementos arquiteturais pertencentes aos sistemas deposicionais fluviais. Propõe-se, para tanto, o estudo dos depósitos fluviais das formações Marizal e São Sebastião (Cretáceo da Bacia Tucano Central, BA) e das formações Santa Bárbara e Guaritas (Neoproterozoico-Eocambriano da Bacia do Camaquã, RS), considerando os extensos estudos sedimentares e estratigráficos realizados pelo grupo proponente nestas unidades, em mais de 5 anos de pesquisas. Estima-se que os resultados obtidos poderão ser aplicados como ferramenta de previsão da distribuição tridimensional de propriedades condicionadoras da migração de fluidos (hidrocarbonetos e água) em reservatórios gerados em sistemas deposicionais com características semelhantes às dos casos estudados. Ressaltamos que o presente projeto financiará as pesquisas e análises laboratoriais de quatro alunos de graduação da UniSantos, com bolsas de iniciação vigentes, orientados pela Profa. Dra. Liliane Janikian Paes de Almeida, além de quatro alunos de doutorado do Instituto de Geociências da USP, orientados pelo Prof. Dr. Renato Paes de Almeida. (AU). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Simone Campos Carrera - Coordenador / André Marconato - Integrante / Renato Paes de Almeida - Integrante / Felipe Torres Figueiredo - Integrante / Ricardo Ivan Ferreira Trindade - Integrante / Carlos Conforti Ferreira Guedes - Integrante / Liliane Janikian - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2014

    Arquitetura de depósitos aluvias das formações São Sebastião e Marizal (sin- e pós-rift) das sub-bacias Tucano Central e Norte (Cretáceo - BA), Descrição: Sistemas deposicionais aluviais são muito sensíveis a variações nas taxas de subsidência e de aporte sedimentar, podendo registrar a evolução desses controles externos em modificações na arquitetura de seus depósitos. O presente projeto prevê estudos detalhados de arquitetura de posicionai e proveniência de depósitos aluviais formados em uma bacia distensional excepcionalmente bem exposta (Bacia do Tucano Central e Norte, Eocretáceo - BA), com o objetivo de reconhecer possíveis variações nos sistemas deposicionais em função de diferentes estágios de evolução da bacia e de geometrias bacinais decorrentes da tectônica ativa. Ênfase será dada aos depósitos aluviais da Formação São Sebastião (Neocomiano a Barremiano), que abrange grande intervalo temporal da fase Sin-Rift da bacia, e a Formação Marizal (Aptiano), depositada em contexto pós-rift. Estudos detalhados sobre esses sistemas deposicionais são escassos, apesar das boas exposições. Um tema de grande relevância é a comparação entre as características dos depósitos e da bacia de drenagem alimentadora dos sistemas sin- e pós- rift, com importantes implicações para a compreensão da evolução de bacias distensionais abortadas e suas áreas-fonte. Trabalhos anteriores detalharam aspectos estruturais da bacia em questão, documentando reversões de depocentro e falhas de transferência que cortam a bacia em direção ortogonal às falhas mestras. Os efeitos dessas zonas de transferência nos sistemas deposicionais aluviais Sin-Rift não foram ainda investigados, podendo incluir migração sistemática do cinturão de canais em direção à zona de maior subsidência em cada trecho da bacia e modificações na arquitetura de canais e depósitos de planícies aluviais em cada segmento, em função de diferentes taxas de subsidência local. Desta forma, um estudo detalhado das fácies e sistemas deposicionais aluviais de diferentes intervalos estratigráfico da Bacia do Tucano Norte e Central pode resultar em importantes contribuições para o entendimento das relações entre tectônica ativa e arquitetura deposicional de bacias tipo rift.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Simone Campos Carrera - Integrante / Renato Paes de Almeida - Coordenador / Felipe Torres Figueiredo - Integrante / Bernardo Tavares Freitas - Integrante / Cristiano Padalino Galeazzi - Integrante / Liliane Janikian - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2006 - 2008

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Técnico em Química - Treinamento Técnico TT2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Geociências, .,Linhas de pesquisa

    • 02/2014 - 06/2014

      Estágios , Instituto de Geociências, .,Estágio realizado, Monitoria junto à disciplina GSA0621 Princípios de Geologia Sedimentar..

    • 02/2013 - 02/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Geociências, .,Cargo ou função, Representante discente do curso de Pós Graduação na Comissão de Pesquisa..

    • 08/2013 - 12/2013

      Estágios , Instituto de Geociências, .,Estágio realizado, Monitoria junto à disciplina GSA0477 Tectônica de Bacias Sedimentares..

  • 2012 - 2012

    Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante - Estágio profissional, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.