Diogo Rodrigues Cruvinel

Possui graduação em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2006), Mestrado em Reabilitação Oral pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2009), Doutorado em Reabilitação Oral pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2013). Primeiro Tenente do Exército Brasileiro do Comando de Operações Especiais (2014_2021). Professor Titular da UniEVANGELICA, área de concentração Prótese Dentária. Professor do Curso de Mestrado em Odontologia área de concentração em Clínica Odontológica. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Materiais Odontológicos, atuando principalmente nos seguintes temas: Implantes dentários de titânio e Zircônia, Fotoelasticidade, Ensaio de Fadiga Mecânica, Resina Composta, Envelhecimento Artificial Acelerado, Radiopacidade e Alteração de Cor.

Informações coletadas do Lattes em 29/05/2023

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Odontologia (Reabilitação Oral)

2010 - 2013

Universidade de São Paulo
Título: Análise de transmissão de tensões e Resistência flexural de implantes de Zircônia após ciclagem mecânica
Heitor Panzeri. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Implante dentário; Implante dentario de Zirconia; Fotoelasticidade; Ciclo de fadiga mecanica.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Materiais Odontológicos. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Materiais Odontológicos / Especialidade: avaliação de materiais. Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana; Saúde humana e serviços sociais.

Mestrado em Odontologia (Reabilitação Oral)

2007 - 2009

Universidade de São Paulo
Título: Relação da distância interimplantar e altura do ponto de contato na formação de papilas gengivais: estudo em cães,Ano de Obtenção: 2009
Valdir Antonio Muglia.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: endoósseo; espaço biológico; Implante dentário; Papila interdentária; Prótese dentária; Reabsorção ossea. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Cirurgia Buco-Maxilo-Facial / Especialidade: Implantodologia. Setores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.

Especialização em Prótese Dentária

2007 - 2009

Conselho Federal de Odontologia
Título: Relação da distância interimplantar e altura do ponto de contato na formação de papilas gengivais: estudo em cães.

Graduação em odontologia

2003 - 2006

Universidade de São Paulo
Orientador: Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2000 - 2003

Colégio Mega Educ.

Ensino Médio (2º grau)

1996 - 1999

Colégio Agostiniano Nossa Senhora de Fátima

Ensino Fundamental (1º grau)

1992 - 1995

Centro Educacional Gotinhas do Saber

Formação complementar

2012 - 2012

Implant Surfaces - Educational Method. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Bond Strength: Surface treatment. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Implant Loading and Biomechanics -. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Zirconia Sandblasting, Aging, Wear, Strength, and. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Distinguished Lecture Series: Mari Cleide Sogayar. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Photopolymerization and New Approaches to Dental. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Distinguished Lecture Series: Karen E. Nelson. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Bone Anatomy/Implant Stability. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Zirconia Chipping, Fatigue, and Fracture. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Trauma and Oral Surgery - Educational Method:. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Fixed Prosthodontics Laboratory Research. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Auditor Odontológico. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2012 - 2012

Implant Prosthodontics Laboratory Research. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Biocompatibility and Biologic Effects III. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Fatigue of Dental Ceramics - Educational Method. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Delineamento de estudo: observacional e ensaio clí. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2012 - 2012

Other Materials - Chemistry, Properties, IV. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Bone and Biomaterials - Educational Method. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2012 - 2012

Other Materials - Chemistry, Properties, and Perfo. (Carga horária: 1h). , International Association for Dental Research, IADR, Estados Unidos.

2011 - 2011

Direito Autoral e ètica nas Publicações Científica. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2011 - 2011

Iniciação Científica: influência na formação de. (Carga horária: 1h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2011 - 2011

Diagnóstico e planejamento do sorriso. (Carga horária: 1h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Relações Humanas na Prática Docente Universitária. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2011 - 2011

Apresentação dos princípios de estética que são ... (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Um Overview das novas tecnologias e técnicas para. (Carga horária: 3h). , 3M do Brasil, 3M DO BRASIL, Brasil.

2011 - 2011

Empreendedorismo. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Como usar recursos de imagem 2D e 3D em Estética,. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Recursos Audiovisuais e ferramentas administrativa. (Carga horária: 16h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2011 - 2011

Como definir e alcançar seus objetivos Profissiona. (Carga horária: 3h). , ORAL B, ORAL B, Brasil.

2011 - 2011

Remodelando Sorrisos: Abordagem com Lâminas de Por. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Biossegurança Odontológica. (Carga horária: 3h). , ORAL B, ORAL B, Brasil.

2011 - 2011

Clareamento Dental - Conhecendo Melhor. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2011 - 2011

Remodelando Sorrisos: Zircônia sobre dentes e impl. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2010 - 2010

Tribologia. (Carga horária: 8h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2010 - 2010

A USP ampliando sua contribuição para o desenvolvi. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2010 - 2010

Increasing interest, enjoyment, and active learnin. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Pacientes com Necessidades Especiais Reabilitação. (Carga horária: 152h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Anemias. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Proteínas anti-microbianas salivares. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Inflamação. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Hepatite B. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Hemofilia. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

1º Simpósio do DAPE. (Carga horária: 12h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2009 - 2009

Reabilitação Oral utilizando o Sistema Attachmant. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em Atualização em Implantodontia Fase Cirúrgica.. (Carga horária: 90h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2008 - 2008

Estética e função em prótese sobre implante. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2008 - 2008

Ergonomia e prevenção na Odontologia. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2008 - 2008

Alterações Metabólicas e doeças sistëmicas. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2008 - 2008

Carga imediata: Estética e função. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Periodontia: Porque reparar se você pode regenerar. (Carga horária: 1h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2007 - 2007

Economia no Consultório Odontológico. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Marketing em Odontologia. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

All-on-4 híbrido: implantes convencionais. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Implantes: Quando indicar e planejar?. (Carga horária: 1h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2007 - 2007

Estudo in vitro dos materiais dentários. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Dentifrício: Um novo conceito. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Acumputura e Florais de Bach. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Apinhamento na dentição Mista. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Cirurgia periodontal e implantes Ósseointegrados. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Como conseguir longevidade de Restaurações. (Carga horária: 6h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

A importancia da Biópsia no Processo de Diagnóstic. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Arte e o Domínio das Rstaurações com Resina Compos. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Clareamento dental e a arte do Sorriso. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Curso de Mecanica. (Carga horária: 15h). , Belcar Veículos Ltda, BELCAR, Brasil.

2007 - 2007

Planejamento e condução estudos clínicos FDI-IADR. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Aplicação Clínica e Efeito dos Materiais Dentários. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2007 - 2007

Hands-on Confeccionar Provisórios. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2007 - 2007

Repensando a Prática Pedagógica na Educação Superi. (Carga horária: 5h). , Programa de Aperfeiçoamento de Ensino, PAE, Brasil.

2006 - 2006

Biocompatibilidade dos materiais restauradores. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Análise biomecânica dos materiais restauradores. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Financiamento da Pesquisa e o Reflexo na Pós-Gradu. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Desafios no desenvolvimento das cerâmicas e prótes. (Carga horária: 4h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Interação dos sistemas adesivos ao esmalte e denti. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Lançamento da Linha 2006 - 3M. (Carga horária: 2h). , Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, FUNORP, Brasil.

2006 - 2006

Periodontia Médica: Associação à Doenças Sistêmica. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Odontologia Hospitalar. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Odontologia para Concursos Públicos. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Releväncia do sono e suas desordens aplicadas. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Laserterapia. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Planejamento estético: Obtendo resultados. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Odontologia Restauradora adesiva - Saúde. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Terapias Alternativas em Odontologia. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Terapëutica Medicamentosa odontológica. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Fórum sobre respiradores bucais. (Carga horária: 8h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Osteotomias e enxerto ósseo autogeno em maxilares. (Carga horária: 2h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Programa saúde da Família. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Implantes Região anterior de maxila. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Reavaliação dos conceitos atuais em ortodontia. (Carga horária: 8h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2006 - 2006

Qualidade adesiva e variedade de substratos dentai. (Carga horária: 4h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Avaliação da Pós-Graduação e os novos desafios. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2006 - 2006

Homeopatia em Odontologia. (Carga horária: 1h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, FORP, Brasil.

2005 - 2005

Planejamento de carreira profissional. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP, USP, Brasil.

2005 - 2005

Estética em implantes. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP, USP, Brasil.

2005 - 2005

Por que fazemos pesquisa. (Carga horária: 1h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP, USP, Brasil.

2005 - 2005

Osseointegração e carga imediata. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP, USP, Brasil.

2005 - 2005

Projeto Futuro Profissional. (Carga horária: 2h). , Colgate Palmolive Ind. e Com. Ltda, COLGATE, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em curso de fotografia. (Carga horária: 90h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2004 - 2004

Técnica de Escultura para Amálgama e resina compos. (Carga horária: 3h). , Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP, USP, Brasil.

2004 - 2004

Os novos rumos das pesquisas em Materiais Dentário. , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2004 - 2004

Fotoiniciadores X Fontes de Luz. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2004 - 2004

Estudo in Vitro o que eles tem a dizer para nós. (Carga horária: 4h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2004 - 2004

Odontologia baseada em evidência e Cerâmica Pura. (Carga horária: 4h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2004 - 2004

Biovidro. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2004 - 2004

Cerâmicas. (Carga horária: 2h). , Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, GBMD, Brasil.

2003 - 2003

XIV Semana do ICB ciclo de confêrencias. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.

2000 - 2000

Curso Básico de IPD Windows Word Execell. (Carga horária: 20h). , Compustore Informática, COMPUSTORE INFOR, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Materiais Odontológicos.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Periodontia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: Radiologia Odontológica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia / Subárea: IMPLANTODOLOGIA.

Organização de eventos

CRUVINEL, D.R . III Curso de Verão em Odontologia. 2011. (Outro).

CRUVINEL, D.R . 2 Simpósio do Dape. 2010. (Outro).

CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. . 40 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios. 2004. (Outro).

Participação em eventos

Congreso Internacional de la Universidad Autónoma del Paraguay. Efecto de las fuerzas masticatorias sobre nuevos modelos de implantes de Zirconia. 2012. (Congresso).

International Association for Dental Research. Comparative Analysis of Strees Distribution in Zirconium and Titanium. 2012. (Congresso).

6 Simpósio em Ética no Uso de Animais. 2011. (Simpósio).

III Curso de Verão em Odontologia.Materiais resinosos associados a materiais protetores pulpares: Analise da estabilidade de cor após envelhecimento artificial acelerado.. 2011. (Encontro).

27ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontologica. Estabilidade de cor e degradação marginal de composito a base de silorano - estudo em situ.. 2010. (Congresso).

26ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontologica. Interdisciplinaridade Materiais Dentários e Radiopacidade: Abordaegem Construtivista do Ensino - Aprendizado da Radiopacidade. 2009. (Congresso).

30 Jornada Odontologica de Ribeirão Preto. 2008. (Congresso).

Congresso Intenacional Facultad de Odontología UNA. Avaliação da adição de fibra de vidro em resinas acrilicas por meio de microdurezas vickers. 2008. (Congresso).

24ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica. 2007. (Outra).

29 Jornada Odontologica de Ribeirão Preto. 2007. (Congresso).

14 Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares. 2006. (Simpósio).

23ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica. Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares. 2006. (Congresso).

Avaliação da correlação das cores de compósitos sobre protetores pulpares após submissão a envelhecimento artificial. 42 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios. 2006. (Congresso).

VIII Congresso Interno de Pesquisa da FORP/USP. Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares. 2006. (Congresso).

22ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica.22ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica. 2005. (Encontro).

27ª Jornada Odontológica de Ribeirao Preto. 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto. 2005. (Congresso).

VII Congresso Interno de Pesquisa da Forp. VII Congresso Interno de Pesquisa da FORP. 2005. (Congresso).

21ª Reunião Anual da SBPqO. 21ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica. 2004. (Congresso).

40 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios.40 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios. 2004. (Encontro).

Ciclos de Seminários da Rede Multidiciplinar de Estudos em Biosilicato.Ciclos de Seminários da Rede Multidiciplinar de Estudos em Biosilicato. 2004. (Seminário).

VI Congresso Interno de Pesquisa da FORP. VI Congresso Interno de Pesquisa da FORP. 2004. (Congresso).

XIV Semana do Instituto de Ciências Biologicas UFG.XIV Semana do Institudo de Ciências Biologicas - UFG. 2003. (Seminário).

Participação em bancas

Aluno: Isabela Fonseca Polonial

SOUZA, J. B.; TORRES, E. M.;CRUVINEL, D.R. AVALIAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS ADESIVOS NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO DA DENTINA APÓS SELAMENTO DENTINÁRIO IMEDIATO. 2019. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Goiás.

Aluno: Alunos de Graduação 2015

MARTINS, D. S.; SILVA JUNIOR, I. F.; FREITAS, K. C. L. C.; CECILIO, M. A.;CRUVINEL, D.R. Devolução estética e funcional por meio de prótese provisória confeccionada em modelo de alginato. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis.

Aluno: Alunos de Graduação 2015

SANTOS, A.; PORTO, K. R. S.; GUIMARAES, S. M.; OLIVEIRA, U. C.;CRUVINEL, D.R. Reabilitação por prótese total imediata: Relato de caso clínico. 2015.

Cruvinel, Diogo Rodrigues. Avaliador de pôsteres no 19 SIICUSP Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP. 2011. Universidade de São Paulo.

Comissão julgadora das bancas

Raphael Freitas de Souza

Muglia VAR.F. Souza; Arioli Filho JN. Relação da distância interimplantar e altura do ponto de contato na formação de papilas gengivais: estudo em cães. 2009. Dissertação (Mestrado em Curso de Pós Graduação em Reabilitação Oral) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo.

Hebert Luís Rossetto

PANZERI, H.; ARIOLI FILHO, J. N.; FERNANDES, R. M.; NOBILO, M. A. A.;Rossetto, Hebert L. Análise de tensões e resistência flexural de implantes de Zircônia após ciclagem mecânica. 2013. Tese (Doutorado em Odontologia (Materiais Dentários)) - Universidade de São Paulo.

Wirley Gonçalves Assunção

PANZERI, H.; FRANCISCHONE. C. E.; FERNANDES, Regina Maura; ROSSETTO, H. L.; ARIOLI FILHO, J. N.; NÓBILO, Mauro Antônio de Arruda; ALMEIDA, R. P.; WALDEMARIN, R. F. A.;ASSUNÇÃO, WG; ELIAS, C. N.. Análise de tensões e resistência flexural de implantes de zircônia após ciclagem mecânica.. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Reabilitação Oral) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto - USP.

Carlos Eduardo Francischone

FRANCISCHONE, C. E.. Análise de tensões e resistência flexural de implantes de zircônia após ciclagem mecânica. 2013. Tese (Doutorado em Odontologia / Reabilitação Oral) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto - FORP/USP.

Regina Maura Fernandes

PANZERI, H.;FERNANDES, R. M.. Ánalise de Tensões e Reistência Flexural de Implantes de Zircônia após Ciclagem Mecânica. 2013. Tese (Doutorado em Reabilitação Oral) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.

Rossana Pereira de Almeida

PANZERI, Heitor; FERNANDES, Regina Maura; ARIOLI FILHO, João Neudenir; ROSSETO, H. L.; NOBILO, Mauro Antonio de Arruda;ANTUNES, R. P. A.. Análise de tensões e resistência flexural de implantes de zircônia após ciclagem mecânica.. 2013. Tese (Doutorado em Odontologia (Reabilitação Oral)) - Universidade de São Paulo.

Camila Tirapelli

PANZERI, Fernanda de Carvalho; Tirapelli, Camila; Brentegani. Análise de transmissão de tensões e Resistência flexural de implantes de Zircônia após ciclagem mecânica. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Odontologia (Reabilitação Oral)) - Universidade de São Paulo.

Orientou

Barbara Maria De Melo Felix

Utilização do gel clareador sem auxilio de um profissional frente a sensibilidade dentária e suas reações adversas; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Lara Sousa De Oliveira

Utilização do gel clareador sem auxilio de um profissional frente a sensibilidade dentária e suas reações adversas; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Rebeca dos Santos Rocha;

ALTERAÇÕES SONORAS DOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Thaynara de Alencar Braga

ALTERAÇÕES SONORAS DOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Laiz de Moraes Silva

ANÁLISE DAS CONSEQUÊNCIAS DO BRUXISMO AO APARELHO ESTOMATOGNÁTICO EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Sara Milene Assis da Silva

ANÁLISE DAS CONSEQUÊNCIAS DO BRUXISMO AO APARELHO ESTOMATOGNÁTICO EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Maria Clara Pires Do Carmo

ANÁLISE DAS CONSEQUÊNCIAS DO BRUXISMO AO APARELHO ESTOMATOGNÁTICO EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Joyce Elliedrelli Ferreira Silva

ANÁLISE DAS CONSEQUÊNCIAS DO BRUXISMO AO APARELHO ESTOMATOGNÁTICO EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

YANKHA DA SILVA SANTANA

ALTERAÇÕES SONORAS DOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

YANNA SANTOS PURCINO

ALTERAÇÕES SONORAS DOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Thalliana De Almeida Gonçalves

Utilização do gel clareador sem auxilio de um profissional frente a sensibilidade dentária e suas reações adversas; Início: 2016; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; (Orientador);

Joaquim Augusto Silva Gomes

INFLUÊNCIA DO COLAPSO OCLUSAL NA REALIDADE PSICOSSOCIAL DOS PACIENTES DO SISTEMA SUS; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás; (Orientador);

Patrick Borges de Melo

ASPECTOS ERGONÔMICOS RELACIONADOS A SAÚDE DE PROFISSIONAIS DE ODONTOLOGIA: UTILIZAÇÃO DE CANETA DE ALTA ROTAÇÃO; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás; (Orientador);

Luciano Cardoso Antunes

Avaliação do alcance em profundidade do escaneamento direto do espaço intraradicular: um estudo piloto; 2021; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis,; Orientador: Diogo Rodrigues Cruvinel;

LÍVIA INÊS DE CASTRO SOUZA

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO CLÍNICO PÓS INSTALAÇÃO DE PRÓTESE TOTAL EM PACIENTES DA CLINICA ODONTOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS - UNIEVANGÉLICA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; Orientador: Diogo Rodrigues Cruvinel;

Pâmela de Melo Oliveira

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO CLÍNICO PÓS INSTALAÇÃO DE PRÓTESE TOTAL EM PACIENTES DA CLINICA ODONTOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS - UNIEVANGÉLICA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; Orientador: Diogo Rodrigues Cruvinel;

Tarcisio Duarte de Souza

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO CLÍNICO PÓS INSTALAÇÃO DE PRÓTESE TOTAL EM PACIENTES DA CLINICA ODONTOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS - UNIEVANGÉLICA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; Orientador: Diogo Rodrigues Cruvinel;

Jenivania França da Silva Rocha

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO CLÍNICO PÓS INSTALAÇÃO DE PRÓTESE TOTAL EM PACIENTES DA CLINICA ODONTOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS - UNIEVANGÉLICA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Odontologia) - Centro Universitário de Anápolis; Orientador: Diogo Rodrigues Cruvinel;

Foi orientado por

Heitor Panzeri

Análise de tensões e resistência flexural de implantes de Zircônia após ciclagem mecânica; ; 2013; Tese (Doutorado em Odontologia (Reabilitação Oral)) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Heitor Panzeri;

Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza

Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado; 2005; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Odontologia (Ribeirão Preto)) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza;

Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza

Estágio supervisionado em Docência junto à Disciplina Prótese Parcial Fixa e Materiais Aplicados; 2011; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo; Orientador: Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza;

Valdir Antônio Muglia

Relação da distância interimplantar e altura do ponto de contato na formação de papilas gengivais: estudos em cães; 2009; Dissertação (Mestrado em Odontologia (Reabilitação Oral)) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Valdir Antonio Muglia;

Camila Tirapelli

PAE- Programa de Aperfeiçoamento de Ensino; 2011; Orientação de outra natureza; (Odontologia) - Universidade de São Paulo; Orientador: Camila Tirapelli;

Produções bibliográficas

  • AMARAL, D. C. ; MARTINS, G. R. ; MENDES, L. C. A. ; Cruvinel, Diogo Rodrigues ; MUNDIM, M. B. V. ; GOMES, C. C. . REDUÇÃO DE RESÍDUOS NA CLÍNICA ODONTOLÓGICA APÓS IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO DE FLUXO RADIOGRÁFICO DIGITAL. SCIENTIFIC INVESTIGATION IN DENTISTRY , v. 25, p. 26-29, 2020.

  • CINTRA, C. ; CRUVINEL, D.R ; SILVA, B. S. F. ; PAIVA, R. R. ; MUNDIM-PICOLI, M. B. V. ; OLIVEIRA, H. F. ; SERPA, G. C. . Canal nutrício mimetizando reabsorção radicular externa. SCIENTIFIC INVESTIGATION IN DENTISTRY , v. 22, p. 26-29, 2017.

  • Cruvinel, Diogo Rodrigues ; SILVEIRA, RENATA ESPÍNDOLA ; GALO, RODRIGO ; ALANDIA-ROMÁN, CARLA CECILIA ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri ; PANZERI, HEITOR . Analysis of Stress and Fracture Strength of Zirconia Implants after Cyclic Loading. Materials Research , v. 18, p. 1082-1088, 2015.

  • MORAIS, R. C. ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Color Stability and Surface Roughness of Composite submitted to Different Types and Periods of Finishing/Polishing: Physical Properties of Composites.. The Journal of Contemporary Dental Practice , v. 16, p. 565-570, 2015.

  • MUNDIM, Fabrício Mariano ; CRUVINEL, D.R ; Garcia, Lucas da Fonseca Roberti ; PIRES-DE-SOUZA, Fernanda de Carvalho Panzeri . Effect of fluoride solutions on color and surface roughness of dental composites. Revista da Faculdade de Odontologia. Universidade de Passo Fundo , v. 19, p. 77-82, 2014.

  • Alandia-Roman, Carla Cecília ; CRUVINEL, D.R ; PIRES-DE-SOUZA, Fernanda de Carvalho Panzeri ; PANZERI, H. . Evaluación de una resina epóxica experimental como material alternativo para obtención de modelos odontológicos. Acta Odontológica Venezolana , v. 53, p. 1-9, 2014.

  • ROMAN, C. C. A. ; CRUVINEL, D.R ; SOUSA, A. B. S. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Effect of cigarette smoke on color stability and surface roughness of dental composites. Journal of Dentistry , v. 41, p. 73-79-79, 2013.

  • CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; VILLABONA, C. A. ; MUGLIA, V. A. . Distance influence between the interdental bone crest and the contact point in the formation of gingival papilla: study in dogs.. Revista Usta Salud , v. 12, p. 101-107, 2013.

  • AGUILAR, Fabiano Gamero ; GARCIA, L. F. R. ; Cruvinel, Diogo Rodrigues ; SOUSA, A.B.S. ; Pires de Souza, F.C.P. . Color and opacity of composites protected with surface sealants and submitted to artificial accelerated aging.. European Journal of Dentistry , v. 6, p. 24-33, 2012.

  • FESTUCIA, M.S.C.C. ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Color stability, surface roughness and microhardness of composites submitted to mouthrinsing action.. Journal of Applied Oral Science (Impresso) , v. 20, p. 200-205, 2012.

  • Sousa, A. B. S. ; SILAMI, F. D. J. ; ROMAN, C. C. A. ; CRUVINEL, D.R ; Garcia, Lucas da Fonseca Roberti ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri . Color stability of repaired composite submitted to accelerated artificial aging. General Dentistry , v. 60, p. 321, 2012.

  • Mundim, F.M ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R ; LIMA, F. A. ; BACHMANN, L. ; Pires de Souza, F.C.P. . Color stability, opacity and degree of conversion of pre-heated composites.. Journal of Dentistry , v. 39, p. e25-e29, 2011.

  • CRUVINEL, D.R ; GARCIA, L. F. R. ; CONSANI, Simonides ; Pires de Souza, F.C.P. . Composites associated with pulp-protection material: color-stability analysis after accelerated artificial aging.. The European Journal of Prosthodontics and Restorative Dentistry , v. 4, p. 6-11, 2010.

  • Garcia, LucasFR ; Pires de Souza, FernandaCP ; Pardini, LuizC ; CRUVINEL, D.R ; Hamida, HishamM . In vitro comparison of the radiopacity of cavity lining materials with human dental structures. Journal of Conservative Dentistry , v. 13, p. 65, 2010.

  • Mundim, F.M ; Garcia, Lucas da Fonseca Roberti ; Sousa, A. B. S. ; Cruvinel, Diogo Rodrigues ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri . Influence of artificial accelerated aging on the color stability and opacity of composites of different shades.. Minerva Stomatologica (Testo stampato) , v. 59, p. 535-541, 2010.

  • PANZERIPIRESDESOUZA, F ; CASEMIRO, L ; ROBERTIGARCIA, L ; CRUVINEL, D . Color stability of dental ceramics submitted to artificial accelerated aging after repeated firings. The Journal of Prosthetic Dentistry (Print) , v. 101, p. 13-18, 2009.

  • SOARES, R. G. ; BOTELHO, A. L. ; CECCHIM, D. ; CRUVINEL, D.R ; CATIRSE, A. B. C. E. B. ; SOUZA, V. O. P. . Resistência flexural e rugosidade superficial de resinas acrílicas utilizadas para confecção de placas oclusais.. Revista da Faculdade de Odontologia. Universidade de Passo Fundo , v. 13, p. 60-65, 2008.

  • Cruvinel, Diogo Rodrigues ; Garcia, Lucas da Fonseca Roberti ; Casemiro, Luciana Assirati ; Pardini, Luiz Carlos ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri . Evaluation of radiopacity and microhardness of composites submitted to artificial aging. Materials Research , v. 10, p. 325-329, 2007.

  • Pires de Souza, F.C.P. ; ZARONI, A. W. A. ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R ; Casemiro, L. A. . Nova metodologia para análise comparativa da liberação de flúor de cimentos de ionômero de vidro restauradores e compômeros.. Ciência Odontológica Brasileira , v. 10, p. 55-60, 2007.

  • OLIVEIRA, P. M. ; ROCHA, J. F. S. ; SOUZA, T. D. ; ALVES, T. C. A. ; OLIVEIRA, E. J. ; BORGES, G. J. ; CRUVINEL, D.R . Avaliação de pacientes portadores de prótese total da clínica odontológica da Faculdade Unievangelica - Anápolis.. In: Integração, 2014, Anápolis. Anais Integração 2014.2. Anápolis: Centro Universitário de Anápolis, 2014. v. 18. p. 33-33.

  • CRUVINEL, D.R ; MORAIS JUNIOR, R. F. . As Metodologias Ativas de Ensino Aprendizagem na Morfologia e Escultura Dental. In: Seminário de formação docente., 2014, Anápolis. Anais do Seminário de formação docente., 2014. v. 17. p. 14-14.

  • CRUVINEL, D.R ; Pardini, L. C. ; GARCIA, L. F. R. ; Pires de Souza, F.C.P. . Interdisciplinaridade Materiais Dentários e Radiologia: Abordagem Construtiva do Ensino Apresndizado. In: 26ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontologica, 2009, Lindoia. Brazilian Oral Research, 2009.

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; Pires de Souza, F.C.P. ; SILVA, O. R. . Avaliação da correlação entre a radiopacidade e microdureza de materiais resinosos antes e após o envelhecimento artificial acelerado. In: 42 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2006, Uberlândia. Revista do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2006.

  • Canadas, M. D.B. ; CRUVINEL, D.R ; Casemiro, L. A. ; VIEIRA, M. A. ; Pires de Souza, F.C.P. . Avaliação da estabilidade de cor, rugosidade superficial e porosidade de resinas acrílicas para esclerótica. In: 42 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2006. Revista do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2006.

  • Mundim, F.M ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. ; Roselino, F.L.F . Estabilidade de Cor de Resina Acrílica Termicamente Ativada: Efeito do Agente Higienizador.. In: 42 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2006, Uberlândia. Revista do Grupo Brasileiro de Materiais Dentários, 2006.

  • Canadas, M. D.B. ; CRUVINEL, D.R ; Casemiro, L. A. ; VIEIRA, M. A. ; Pires de Souza, F.C.P. . Resinas para esclerótica: estabilidade de cor, rugosidade superficial e porosidade após diferentes ciclos de calor. In: VIII Congresso Interno de Pesquisa da FORP/USP, 2006, Ribeirão Preto. Anais da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, 2006.

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; Pardini, L. C. ; SILVA, O. R. ; Pires de Souza, F.C.P. . Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares. In: 23ª Reunião Anual Sociedade Brasileira de pesquisa odontológica, 2006, Atibaia. Brazilian Oral Research, 2006.

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. . Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares. In: 14 Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, 2006, Ribeirão Preto. Anais do 14 SIICUSP, 2006.

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; SILVA, O. R. ; Pires de Souza, F.C.P. . Estabilidade de cor de compósitos sobre protetores pulpares após submissão a envelhecimento acelerado. In: VIII Congresso Interno de Pesquisa da FORP/USP, 2006, Ribeirão Preto. Anais da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, 2006.

  • CRUVINEL, D.R ; Martins, C. H. G. ; Carvalho, F. P. ; Panzeri, H ; Alves, E. G. ; Casemiro, L. A. . Atividade antimicrobiana de um vidro bioativo para uso odontólogico. In: VII Congresso Interno de Pesquisa da FORP, 2005, Ribeirão Preto. Anais do VII Congresso Interno de Pesquisa, 2005. v. 10. p. 3-3.

  • CRUVINEL, D.R ; Carvalho, F. P. ; Casemiro, L. A. ; Tirapelli, C. ; Pardini, L. C. . Correlação entre radiopacidade e microdureza de compósitos envelhecidos artificialmente. In: 22ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, 2005, Aguas de Lindóia. Brazilian Oral Research. São Paulo, 2005. v. 19. p. 85-85.

  • CRUVINEL, D.R ; Tirapelli, C. ; Panzeri, H ; Canadas, M. D.B. ; Pires de Souza, F.C.P. . Avaliação da correlação entre a radiopacidade e microdureza de materiais resinosos antes e após o envelhecimento artificial acelerado. In: 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto, 2005, Ribeirão Preto. 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto: Anais da Faculdade de Odontologia de Ribeião Preto da Universidade de São Paulo, 2005. v. 11. p. 9-9.

  • Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; CRUVINEL, D.R ; Camarinha, S. M. L. B. ; Carvalho, C. F. ; Pires de Souza, F.C.P. . Influência do tratamento do substrato na resistência à tração de resinas indiretas. In: 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto, 2005, Ribeirão Preto. 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto, 2005. v. 11. p. 12-12.

  • Hamida, H. M. ; Canadas, M. D.B. ; CRUVINEL, D.R ; Filho, B. D. ; Pires de Souza, F.C.P. . Avaliação comparativa das propriedades físicas e mecânicas de três materiais para modelos odontológicos. In: 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto, 2005, Ribeirão Preto. 27ª Jornada Odontológica de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto: Anais da Faculdade de Odontologia de Ribeião Preto da Universidade de São Paulo, 2005. v. 11. p. 6-6.

  • CRUVINEL, D.R ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Pardini, L. C. . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado. In: VI Congresso Interno de Pesquisa da FORP, 2004, Ribeirão Preto. VI Congresso Interno de Pesquisa, 2004. p. 5-5.

  • CRUVINEL, D.R ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Pardini, L. C. ; Panzeri, H . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado. In: 21ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, 2004, Aguas de Lindóia. Pesquisa Odontológica Brasileira, 2004. v. 18. p. 64-64.

  • CRUVINEL, D.R ; Pardini, L. C. ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado. In: 40 Encontro do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios, 2004, Ribeirão Preto. Revista do Grupo Brasileiro de Materiais Dentarios. Ribeirão Preto: Anais da Faculdade de Odontologia de Ribeião Preto da Universidade de São Paulo, 2004. p. IC010-IC010.

  • PINTO, G. D. ; DIAS, K. C. ; CRUVINEL, D.R ; GARCIA, L. F. R. ; CONSANI, Simonides ; Pires de Souza, F.C.P. . Influence of finishing/polishing on color stability and surface roughness of composites submitted to accelerated artificial aging.. Indian Journal of Dental Research , 2012.

  • DRUBI FILHO, B. ; Garcia, Lucas da Fonseca Roberti ; CRUVINEL, D.R ; Sousa, A. B. S. ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri . Color stability of modern composites submitted to different periods of accelerated artificial aging.. Brazilian Dental Journal (Impresso) , 2012.

  • DIAS, G. M. ; CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; Roselino L.M.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Influência da desinfecção na estabilidade de cor de dentes artificiais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LEONARDO, C. G. ; CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; Roselino L.M.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Influência da desinfecção na estabilidade de cor de resina acrílica termopolimerizável.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Avaliação do comportamento dimensional de resina de poliuretano experimental para obtenção de modelos em odontologia.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ROMAN, C. C. A. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Análise da estabilidade de cor de três compósitos submetidos a fumaça de cigarro e escovação: estudo piloto.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Análise da estabilidade dimensional de resina de poliuretano experimental para obtenção de modelos em odontologia.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ROMAN, C. C. A. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H . Análise de estabilidade de cor de três compósitos submetidos à fumaça de cigarro: estudo piloto. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DIAS, G. M. ; CRUVINEL, D.R ; ROMAN, C. C. A. ; Roselino L.M.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Avaliação de estabilidade de cor de dentes de estoque submetidos â desinfecção em micro-ondas.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Roselino L.M.R ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Efeito da escovação e do envelhecimento artificial acelerado sobre as propriedaes físicas de materiais restauradores estéticos.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MORAIS, R. C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; GARCIA, L. F. R. ; CRUVINEL, D.R . Estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósito submetido a diferentes tipos e períodos de acabamento-polimento. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Cruvinel, Diogo Rodrigues ; Pires de Souza, F.C.P. ; GARCIA, L. F. R. ; Consani. S. . Materiais resinosos associados a materiais protetores pulpares: análise da estabilidade de cor após envelhecimento artificial acelerado.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CRUVINEL, D.R ; GARCIA, L. F. R. ; Naves L. Z. ; Roselino L.M.R ; Pardini, L. C. ; Pires de Souza, F.C.P. . Estabilidade de cor e degradação marginal de compósito à base de Silorano - Estudo IN SITU. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; GARCIA, L. F. R. ; L.Z., N. ; Roselino, F.L.F ; Pardini, L. C. ; Pires de Souza, F.C.P. . Estabilidade de cor e degradação marginal de composito a base de silorano - estudo em situ.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; Pardini, L. C. ; GARCIA, L. F. R. ; Pires de Souza, F.C.P. . Interdisciplinaridade Materiais Dentários e Radiologia: Abordagem construtivista do Ensino-Aprendizado da Radiopacidade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DIAS, K. C. ; PINTO, G. D. ; CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. . Efeito da acabamento-polimento na rugosidade superficial de compósitos submetidos a envelhecimento artificial acelerado. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; BOTELHO, A. L. ; SECCHIM, D. ; SOARES, R. G. ; MAZZETO, M. O. . Avaliação da adição de fibra de vidro em resinas acrilicas por meio de microdurezas vickers. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. . Estabilidade de cor de materiais resinosos associados a protetores pulpares.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; SILVA, O. R. ; Pires de Souza, F.C.P. . Estabilidade de cor de compósitos sobre protetores pulpares após submissão a envelhecimento acelerado.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Canadas, M. D.B. ; CRUVINEL, D.R ; Casemiro, L. A. ; VIEIRA, M. A. ; Pires de Souza, F.C.P. . Avaliação da estabilidade de cor, rugosidade superficial e porosidade de resinas acrílicas para esclerótica.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CRUVINEL, D.R ; Canadas, M. D.B. ; Casemiro, L. A. ; Pires de Souza, F.C.P. ; SILVA, O. R. . Avaliação da correlação entre a radiopacidade e microdureza de materiais resinosos antes e após o envelhecimento artificial acelerado.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Hamida, H. M. ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri ; Canadas, M. D.B. ; CRUVINEL, D.R ; Filho, B. D. . Avaliação comparativa das propriedades físicas e mecânicas de três materiais para modelos odontológicos.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Canadas, M. D.B. ; Pires-de-Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri ; Casemiro, L. A. ; CRUVINEL, D.R ; Camarinha, S. M. L. B. ; Carvalho, C. F. . Influência do tratamento do substrato na resistência à tração de resinas indiretas.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CRUVINEL, D.R ; Pires de Souza, F.C.P. ; Tirapelli, C. ; Panzeri, H ; Canadas, M. D.B. . Avaliação da correlação entre a radiopacidade e microdureza de materiais resinosos antes e após o envelhecimento artificial acelerado.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CRUVINEL, D.R ; Martins, C. H. G. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Panzeri, H ; ALVES, E. G. ; Casemiro, L. A. . Atividade antimicrobiana de um vidro bioativo para uso odontólogico.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; Pardini, L. C. ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CRUVINEL, D.R ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Pardini, L. C. ; Panzeri, H . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CRUVINEL, D.R ; Tirapelli, C. ; Pires de Souza, F.C.P. ; Pardini, L. C. ; Panzeri, H . Radiopacidade de materiais resinosos antes e após envelhecimento artificial acelerado.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

MACIEL, A. L. M. ; CRUVINEL, D.R ; MENDES, G. A. M. ; GUIMARAES, J. C. ; ALVES, L. S. A. E. ; BOGGIAN, L. C. ; FONSECA, L. ; ZAIEK, P. S. L. E. . Dentística II Manual de atividades práticas. 2019. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Didática).

MACIEL, A. L. M. ; CRUVINEL, D.R ; MENDES, G. A. M. ; CARVALHO, J. G. ; ALVES, L. S. A. E. ; BOGGIAN, L. C. ; FONSECA, L. ; FONSECA, P. R. ; ZAIEK, P. S. L. E. . Dentística I Manual de atividades práticas. 2019. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Didática).

OLIVEIRA, E. J. ; Antunes. A. ; CRUVINEL, D.R . TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA APRENDIZAGEM DO ALUNO - Preparo dentário Intracoronario - Inlay Metálica. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Aula magna).

SOUZA, M. ; MACIEL, A. L. M. ; CINTRA, C. ; Cruvinel, Diogo Rodrigues ; CARNEIRO, H. ; NERY NETO, I. ; BOGGIAN, L. C. ; DAMASCENO, P. R. . Estágio Clínico A - Manual do Aluno. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Didática).

CRUVINEL, D.R ; CASTRO, F. L. A. ; CARVALHO, J. G. ; BOGGIAN, L. C. ; FONSECA, L. . Disciplina de Dentística - Manual de Aulas Práticas. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Didática).

Cruvinel, Diogo Rodrigues . Dicas de Adobe Photoshop. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CRUVINEL, D.R . 1 Simpósio do DAPE, Sessão de Casos Clínicos Reabilitação Bucofaringeana em pacientes desdentado total. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CRUVINEL, D.R . Malformação do lábio e do palato. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CRUVINEL, D.R . Reabilitação Oral de pacientes oncológicos. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Análise da superfície dos instrumentos rotatórios de níquel-titânio de rotação contínua após repetidos usos detectada por meio da microscopia eletrônica de varredura., Descrição: Avaliar a alteração da superfície de instrumentos de níquel-titânio de movimento contínuo após repetidos usos no canal mesiovestibular de molares inferiores, por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Serão selecionados 30 molares humanos inferiores extraídos, completamente ou parcialmente hígidos, distribuídos aleatoriamente em três grupos, de acordo com o número de uso dos instrumentos de níquel-titânio selecionados. Grupo 1. molares inferiores, n=5), grupo 2 (molares inferiores, n=10), grupo 3 (molares inferiores, n=15), sendo o n correspondente ao número de canais mesiovestibular (molares inferiores) instrumentados e consequentemente ao número de repetições a que os instrumentos serão submetidos. O grupo controle será constituído de um jogo de 06 instrumentos de níquel-titânio Biorace (FKG, Switzerland), avaliado no MEV sem uso. Após o preparo cervical e odontometria, o terço apical será preparado com o sistema rotatório Biorace (FKG, Switzerland), na sequência dos instrumentos: BR1#15/0.05, BR2#25/0.04, BR3#25/0.06, BR4#35/0.04, BR5#40/0.04. Será utilizado nos grupos 2, 3 e 4, três kits de instrumentos, igual ao grupo controle, totalizando 60 instrumentos. Todos os instrumentos utilizados serão avaliados no microscópio eletrônico de varredura. Os canais radiculares serão irrigados com hipoclorito de sódio 2,5%. Dois examinadores calibrados avaliarão as imagens quanto à alteração da superfície de cada instrumento utilizado. Quando um consenso não for alcançado, um terceiro observador realizará a análise final. O teste do Qui-quadrado será utilizado para a análise estatística (=0,05). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Coordenador / Helder Fernandes de Oliveira - Integrante / Luiz Guilherme Freitas de Paula - Integrante / Júlia Martins Abrahão - Integrante / Angelita Santos Matos - Integrante., Financiador(es): PBIC UniEVANGÉLICA - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Protocolo de atendimento clínico pós-instalação de prótese total em pacientes edêntulos., Descrição: : A prótese surgiu com o intuito de suprir a falta dos dentes naturais, e apesar dos benefícios, a prótese apresenta algumas limitações, necessitando assim de alguns cuidados fundamentais na sua higienização, sendo papel do cirurgião dentista transmitir tais informações para o paciente. Entretanto, grande parte dos profissionais tem sido negligentes e não tem instruído corretamente os pacientes, acarretando assim em pacientes insatisfeitos com suas peças e com prejuízos decorrentes de uma higienização deficiente. Objetivos: O objetivo deste trabalho será avaliar a adaptação da prótese total dos pacientes edêntulos atendidos na Clínica Odontológica do Centro Universitário de Anápolis - UniEvangélica, analisando através de questionário o nível de satisfação do paciente em relação à adaptação da prótese, averiguando se o profissional instruiu corretamente sobre o uso e limitações da prótese total, verificando o nível de conhecimento do paciente a respeito da higienização da prótese total, examinar o modo de higienização das próteses pelos pacientes e, traçar um protocolo clínico de orientação clinica após a instalação de próteses totais. Metodologia: Serão avaliados 40 pacientes com o intuito de captar e avaliar o nível de satisfação dos pacientes em relação a adaptação da prótese. Após a análise dos dados obtidos, será verificada a eficiência da higienização e se estão sendo orientados para tal. Resultados Esperados: Espera-se através deste trabalho conscientizar o profissional em relação à importância da orientação sobre a prótese total para o paciente, especialmente relacionado a dificuldades na adaptação e higienização do aparelho reabilitador. Linha de pesquisa: Técnicas, Materiais e Substâncias de Aplicação Clínica e Laboratorial em Odontologia. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Coordenador / Juliane Carvalho Guimarães - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Avaliação longitudinal da incidência de peri-implantite, sucesso e sobrevivência de implantes Osseointegrados, Descrição: Avaliação a incidência de peri-implantite, assim como o sucesso e sobrevivência de implantes osseointegrados com diferentes tipos de conexões, componentes e reabilitações protéticas, através de um acompanhamento periódico por um período de 5 anos; identificar fatores de risco para ocorrência de peri-implantite e para perda de implantes osseointegrados; verificar o perfil microbiológico e imunológico de sítios com periimplantite. Linha de pesquisa: Etiopatogenia, Diagnóstico e Tratamento das Doenças Bucais. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Coordenador / Luiz Guilherme Freitas de Paula - Integrante / Daniela Leal Zandim-Barcelos - Integrante / Lélis Gustavo Nícoli - Integrante / Alex da Rocha Gonçalves - Integrante / Ana Beatriz Teodoro dos Anjos - Integrante / Jeane Katiuscia Silva - Integrante / Thaís Lima Lemes - Integrante., Financiador(es): PBIC UniEVANGÉLICA - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Influência do flúor nas propriedades mecânicas superficiais de materiais restauradores submetidos a clareamento dental., Descrição: Avaliar as propriedades mecânicas de materiais restauradores submetidos ao procedimento de clareamento dental com peróxido de hidrogênio a 40% e aplicação prévia de dois tipos de flúor em gel. Serão confeccionados 60 corpos de prova, divididos em 6 grupos experimentais, todos submetidos a tratamento clareador com peróxido de hidrogênio a 40%. Grupo 250-C (n=10): resina composta Filtek Z250 XT (3M ESPE); Grupo CIV-C (n=10): cimento de ionômero de vidro Vitremer (3M ESPE); Grupo 250-N (n=10): resina composta Filtek Z250 XT (3M ESPE) submetida a aplicação de fluoreto de sódio (NaF 2%) prévia ao tratamento clareador; Grupo 250-A (n=10): resina composta Filtek Z250 XT (3M ESPE) submetida a aplicação de flúor fosfato acidulado (FFA 1,23%) prévia ao tratamento clareador; Grupo CIV-N (n=10): cimento de ionômero de vidro Vitremer (3M ESPE) submetido a aplicação de fluoreto de sódio (NaF 2%) prévia ao tratamento clareador; Grupo CIV-A (n=10): cimento de ionômero de vidro Vitremer (3M ESPE) submetido a aplicação de fluoreto de sódio (NaF 2%) prévia ao tratamento clareador. As amostras serão armazenadas em saliva artificial a 37C por 7 dias. Serão realizados os testes de rugosidade e microdureza para todos os grupos antes e depois do tratamento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Juliane Guimarães de Carvalho - Coordenador / Gustavo Adolfo Martins Mendes - Integrante / Cássia Aparecida Nogueira - Integrante.

  • 2015 - Atual

    INFLUÊNCIA DO COLAPSO OCLUSAL NA REALIDADE PSICOSSOCIAL DOS PACIENTES DO SISTEMA SUS, Descrição: Investigar as possíveis alterações oclusais e suas influencias durante a perda de elementos dentários, executaremos a analise dos danos provocados e a conseqüente melhoria no bem estar psicossocial de paciente que receberam próteses dentarias parciais ou totais. A perda dos dentes naturais tem sido identificada como uma experiência importante na vida de um indivíduo, já que pode resultar em alterações das atividades diárias como mastigação, seleção de alimentos e fala. Além disso, perdas significativas ou totais dos dentes causam mudanças na aparência facial, com graves conseqüências, como fuga das situações sociais e medo de relações pessoais mais intimas. A não aceitação da ausência dos dentes é um sentimento constante presente em indivíduos edêntulos parciais ou totais e que não cessa, na maioria vezes com o passar do tempo. Na psicanálise a unidade dentária é a manifestação simbólica do ego, sendo sua perda na realidade ou em sonho percebida inconscientemente como uma pequena morte do ?EU?. As indicações para cada tipo de prótese devem ser avaliadas através de uma anamnese minuciosa, exames clínicos e radiográficos. O experimento terá início com um levantamento da quantidade de pacientes de reabilitação oral na clínica odontológica de ensino da Uni Evangélica, priorizando o Estagio Clínico F (ECF). Os pacientes serão inicialmente selecionados seguindo os critérios de exclusão e posteriormente dividido em grupos e submetidos a uma entrevista, posteriormente a aplicação do questionário que correlaciona o nível de satisfação psicossocial e o colapso oclusal. A análise dos levantamentos será submetida a uma tabela comparativa entre os grupos distintos e com os dados de outras pesquisas. Espera-se que essa pesquisa os cirurgiões dentistas valorizem mais a correlação entre a reabilitação oral e a qualidade de vida dos pacientes, com a expectativa que com os resultados influencie pessoas que vivenciam essas realidades inseridas no sistema único de saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Coordenador / Juliane Guimarães de Carvalho - Integrante / Leandro Brambilla Martorell - Integrante.

  • 2005 - 2006

    Estabilidade de cor, rugosidade superficial e porosidade de resinas acrílicas para esclerotica termopolimerizadas por diferentes fontes de calor, Descrição: A ausência ocular implica em perda no equilíbrio estético, transtornos de ordem funcional, pessoal e interpessoal.o homem busca desde épocas remotas, a reabilitação física, estética e social nesses casos, através do desenvolvimento de técnicas para confecção de próteses oculares e busca de materiais ideais para tal. O material utilizado para confecção dessas próteses é a resina acrílica. Este trabalho tem por objetivo avaliar a estabilidade de cor, rugosidade superficial e porosidade de resinas acrílicas para esclerótica, submetidas a envelhecimento artificial acelerado, termopolimerizadas por diferentes ciclos de polimerização submetidos a envelhecimento artificial acelerado: ciclo convencional (74C por 1 hora e meia e 1 hora a 100C); ciclo longo (8 horas a 75C); e em estufa 72 horas em 70C)... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Coordenador / Marilia Daniela Busnardo Canadas - Integrante / Marcelo Aparecido Vieira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2005 - 2006

    Materiais resinosos associados a materiais protetores pulpares: Ánalise da estabilidade de cor após envelhecimento artificial acelerado, Descrição: Com o desenvolvimento industrial e aprimoramento das técnicas restauradoras, as possibilidades de falhas encontradas em restaurações com resina composta têm diminuído significativamente; entretanto a alteração de cor sofrida por este material constitui-se num grave problema enfrentado por pacientes e profissional. Este trabalho propõe a avaliação da alteração de cor e de rugosidade superficial, de dois compósitos utilizados para restauração dental, associado com dois diferentes materiais de proteção pulpar, antes e após serem submetidos aos processos de envelhecimento artificial acelerado ou a termociclagem. Serão confeccionados 120 corpos-de-prova, com diâmetro de 12mm e 3 mm de altura. Após o polimento inicial será executado o teste de avaliação de cor e de rugosidade superficial inicial. Posteriormente, os corpos-de-prova serão submetidos aos processos de envelhecimento artificial acelerado e de termociclagem. Novamente serão executados os testes de avaliação de cor e de rugosidade superficial. Em seguida, os corpos-de-prova serão submetidos a um repolimento com Sof-Lex, e será executada uma terceira avaliação de cor e de rugosidade superficial. Os resultados das três medições serão avaliados e comparados estatisticamente para análise de significância. .. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Coordenador / Marilia Daniela Busnardo Canadas - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2004 - 2005

    Avaliação de radiopacidade e microdureza de materiais resinosos envelhecidos artificialmente, Descrição: O objetivo deste estudo será avaliar a radiopacidade e microdureza de materiais resinosos submetidos a envelhecimento artificial acelerado. Amostras de 7mm de diâmetro por 2mm de espessura serão confeccionadas em compósitos para restauração ou cimentação. O material resinoso será inserido no interior de matriz de teflon, que proporcionará a obtenção de corpos-de-prova. A polimerização dos materiais será feita por fotopolimerizador com luz halógena de acordo com as instruções dos fabricantes. Serão confeccionadas cinco amostras, para cada marca comercial de material resinoso totalizando 50 corpos-de-prova. Removidos da matriz, os corpos-de-prova serão polidos. Cada grupo de 25 corpos-de-prova, 5 de cada material, serão submetidos inicialmente aos ensaios de radiopacidade e microdureza. As amostras serão radiografadas juntamente com escala de alumínio 99,5% puro em filme periapical em aparelhos de raio X de 70 Kvp num único tempo de exposição. A densidade óptica das amostras e da escala será medida por por meio de fotodensitômetro. A radiopacidade dos materiais será obtida comparando-se a densidade óptica do material resinoso à equivalente espessura de alumínio 99,5% puro. A microdureza será avaliada em microdurômetro Shimatzu . Após as medidas de radiopacidade e microdureza iniciais, os corpos-de-prova serão levados à máquina de envelhecimento artificial acelerado, sob ação de luz UV. Após as 382 horas de envelhecimento artificial acelerado as amostras serão removidas da máquina e terão a radiopacidade e microdureza avaliadas novamente. Os dados obtidos serão submetidos à Análise de Variância e ao Teste de Tuckey (p<0.05) caso a distribuição dos valores seja normal.. Situation: Concluded; Nature: Research. Participant Students: Graduation ( 1) / Specialization ( 0) / Academic Master Degree ( 0) / Professional Master Degree( 0) / Ph.D. ( 0) . Participants: Luiz Carlos Pardini - Participant / Diogo Rodrigues Crunivel - Participant / Fernanda de Carvalho Panzeri P. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Coordenador / Camila Tirapelli - Integrante / L C Pardini - Integrante / Heitor Panzeri - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2003 - 2005

    Ciclos de Seminarios em Aplicação de Biosilicatos na Odontologia, Descrição: Na primeira fase do projeto (90 dias) os grupos de pesquisa serão reunidos por 2 vezes para a realização de seminários. No primeiro ciclo de seminários os grupos de pesquisa do LaMaV, FO, FORP, FCFRP e Vitrovita se reunirão em meados de dezembro para apresentarem suas idéias enfocando as possibilidades de aplicação dos biosilicatos e as principais linhas de pesquisa de interesse de cada grupo. Durante o primeiro ciclo também serão abertas discussões necessárias para a melhor elaboração dos projetos de pesquisa que serão submetidos à segunda fase do Fundo Verde Amarelo (FVA). No segundo ciclo de seminários, que será realizado no início de fevereiro, os pesquisadores apresentarão seminários expondo os projetos elaborados a partir das idéias e perspectivas discutidas no primeiro ciclo. Estes projetos serão novamente analisados e discutidos por todas as equipes da rede. Cada grupo de pesquisa terá então o período entre a realização do segundo ciclo de seminários e a data limite de envio dos projetos para a segunda fase do FVA para alterar e aperfeiçoar os projetos apresentados no segundo ciclo de seminários, caso necessário. Este evento será uma grande oportunidade para que todos os pesquisadores que já trabalham em pesquisas com os biosilicatos e os que têm interesse em se unir ao grupo se reúnam pela primeira vez e fiquem concentrados por um tempo suficientemente longo em um ambiente propício ao aprendizado, trocas de experiências, colaboração e discussão. Com a realização desse evento, espera-se que as linhas de pesquisa já existentes sejam aprimoradas e novas idéias e linhas de pesquisa sejam iniciadas. (VALOR FINANCIADO: R$ 32000,00). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / José Paulo Ribas - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Eduardo Bellini Ferreira - Integrante / Rômulo Petrini Fogaça de Almeida - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rafael Grando Stroppa - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Projetos de desenvolvimento

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante.Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Rede Multidisciplinar de Pesquisa em Biosilicato para Aplicação na Saúde Humana, Descrição: Os materiais bioativos há cerca de 30 anos vêm sendo utilizados nas áreas médica e odontológica. Na presença de fluidos corpóreos tais materiais apresentam a capacidade de rapidamente se ligarem a tecidos ósseos e dentais, estabelecendo uma forte ligação química pela formação de uma camada de hidroxicarbonatoapatita. Entre 2001 e 2003, pesquisadores do LaMaV (UFSCar), FORP e FCFRP (USP) desenvolveram uma vitrocerâmica bioativa inovadora, denominada Biosilicato, com propriedades especialmente projetadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária, resultando no depósito da Patente PI0300644-1. A hipersensibilidade dentinária se caracteriza como uma dor aguda, transiente e bem localizada que freqüentemente decorre de retração gengival e exposição dos túbulos dentinários. A prevalência da hipersensibilidade dentinária é de cerca de 17% da população no Brasil e segundo estudo recente da CANADIAN ADVISORY BOARD ON DENTIN HYPERSENSITIVITY (2003) atinge entre 8 e 57% da população em diferentes países. O estudo concluiu que os tratamentos atuais para hipersensibilidade dentinária ainda não proporcionam uma solução satisfatória para o problema, sendo necessário maior esforço na pesquisa de terapias mais efetivas. As pesquisas realizadas durante o desenvolvimento do biosilicato levaram ao domínio da tecnologia, permitindo agora o projeto de materiais com características adequadas para várias aplicações em saúde, tais como: remineralização e recuperação de lesões dentais, eliminação de bactérias patogênicas, enxertos ósseos, reparo de traumas cranio-maxilo-faciais, próteses ortopédicas, tratamentos de pele, entre outros. Os resultados iniciais "in vitro" e "in vivo" obtidos em pesquisas com o biosilicato e o domínio da tecnologia levaram alguns de seus pesquisadores a criarem a empresa Vitrovita - Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Diogo Rodrigues Cruvinel - Integrante / Fernanda de Carvalho Panzeri - Integrante / Luciana A. Casemiro - Integrante / Camila Tirapelli - Integrante / Heitor Panzeri - Coordenador / Hisham Mohamad Hamida - Integrante / Elza Helena Guimarães Lara - Integrante / Marta Maria Martins Giamatei Contente - Integrante / Paulo Eduardo Capel Cardoso - Integrante / Chistian ravagnani - Integrante / Paulo Tambasco de Oliveira - Integrante / Virgílio Moreira Roriz - Integrante / Márcio Mateus Beloti - Integrante / Bruno Rodrigues Mandarini - Integrante / Fernanda Tranchesi Sadek - Integrante / Edgar Dutra Zanotto - Integrante / Oscar Peitl Filho - Integrante / Diogo Guedes de Figueiredo - Integrante / Rodrigo Maia de Oliveira - Integrante / Gustavo Carrer Inácio Azevedo - Integrante / Calos Henrique Gomes Martins - Integrante / Hellen Yuka Leite da Silva Kobayashi - Integrante / Pedro Lopes Portocarrero Naveira - Integrante / Eduardo Tanaka Massuda - Integrante / Aldalberto Luiz Rosa - Integrante / Eventon Giovani Alves - Integrante / Roger Rodrigo Fernandes - Integrante / Dimitrius Leonardo Pitol - Integrante / Júnia Ramos - Integrante / Karina Fittipaldi Bombonato Prado - Integrante / José Fortunato Ferreira Santos - Integrante / José Rodrigues da Silva - Integrante / Daniel José Mendes Canedo - Integrante / Nuno Alexandre Caldas Rodrigues - Integrante / Sebastião Carlos Bianco - Integrante / José Antonio Aparecido de Oliveira - Integrante / João Moura Neto - Integrante / Lucas Novais Teixeira - Integrante., Financiador(es): Conselho nacional de desenvolvimento cientifico e tecnologico - Auxílio financeiro.

Prêmios

2011

Menção Honrosa, 19 Simpósio Internacional de Iniciação Científica.

2010

Certificado de Proficiência, Test of English for Academic Purposes.

2007

Certificado de Proficiência, Test of English for Academic and Professional Purposes.

2006

3 Colocado de Incentivo à Produção Científica, VIII Congresso Interno de Pesquisa da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.

2005

Menção Honrosa de Materiais Dentários, 27ª Jornada Odontologica de Ribeirao Preto - USP.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Consultorio Odontologico particular. , Rua 74 Numero 580 QD 129 LT 70, Setor Central, 74045020 - Goiânia, GO - Brasil, Telefone: (62) 32259447, URL da Homepage:

Experiência profissional

2010 - 2013

Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP

Vínculo: Doutorando, Enquadramento Funcional: Pós Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2009

Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP

Vínculo: Mestrado, Enquadramento Funcional: Pós Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2007

Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: PAE Programa de Aperfeiçoamento de Ensino, Carga horária: 4

Outras informações:
5803004 - Clínica de Formação III - Supervisor Professor Doutor Valdir Antonio Muglia (Professor de Protese Total)

2003 - 2006

Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto/USP

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Graduado, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 01/2012 - 01/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Cargo ou função, Representação Discente de Pós-Graduação Reabilitação Oral (Titular).

  • 01/2011 - 12/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Cargo ou função, Representante Discente de Pós-Graduação (Representante Titular).

  • 06/2008 - 06/2009

    Pesquisa e desenvolvimento, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Linhas de pesquisa

  • 10/2004 - 10/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Cargo ou função, Membro da Comissão para atualização do home page da FORP/USP.

  • 10/2004 - 10/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Informática da FORP/USP.

  • 01/2004

    Pesquisa e desenvolvimento, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.,Linhas de pesquisa

2019 - Atual

Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGELICA

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Titular Programa de Pós Graduação, Carga horária: 20

Outras informações:
Objetivos do curso de MESTRADO EM ODONTOLOGIA Considerando a necessidade de formação de mestres com competência para o aprofundamento de conhecimentos e técnicas de pesquisa científica, como também, para contribuir significativamente na formação de qualidade de profissionais da área odontológica, o PPGO tem por objetivos: 1. Contribuir na formação de professorado qualificado; 2. Atender as demandas atuais da educação superior; 3. Colaborar para o incremento de qualidade no ensino superior em odontologia; 4. Estimular e desenvolver pesquisas científicas de caráter disciplinar e interdisciplinar na área de odontologia; 5. Formar profissionais e pesquisadores, no nível de mestrado, com base técnico-científica sólida para atuar competitivamente nos diferentes mercados de trabalho, incluindo ensino, pesquisa, prestação de serviço e empreendimento; 6. Ampliar processos de intercâmbios de conhecimento e experiências com a sociedade, visando atender às demandas sociais, difundindo o conhecimento produzido na área; 7. Ampliar o processo de produção de conhecimento no âmbito da Odontologia em Goiás e no Centro Oeste; 8. Contribuir para a melhoria das condições de vida e o desenvolvimento cultural e socioeconômico da região centro-oeste e do Brasil.

2014 - Atual

Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGELICA

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Atividades

  • 07/2019

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura dental Código da Disciplina: 08640 Carga Horária Total: 60h/a, Dentística II Código da Disciplina: 08653 Carga Horária Total: 80h/a, Oclusão Código da Disciplina: 08656 Carga Horária Total: 60h/a, Prótese Dentária III Código da Disciplina: :08740 Carga Horária Total: 80h/a, Pré_Internato Odontologico Código da Disciplina: 08755 Carga Horária Total: 140h/a (Coordenador)

  • 07/2018

    Direção e administração, Faculdade de Odontologia.,Cargo ou função, Membro do NDE (Núcleo Diretor Estruturante) do Curso de Odotologia.

  • 01/2019 - 07/2019

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura Dental Código da Disciplina: 08640 Carga Horária Total: 60h/a Período: 1, Dentística II Código da Disciplina: 08653 Carga Horária Total: 80h/a Período: 3, Oclusão Código da Disciplina: 08656 Carga Horária Total: 60h/a Período: 3, Prótese Dentaria III Código da Disciplina: : 08740 Carga Horária Total: 40h/a Período: 6, Pré-internato (COORDENADOR) Código da Disciplina: 08755 Carga Horária Total: 140h/a Período: 9

  • 01/2019 - 06/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Odontologia.,Cargo ou função, Coordenador NAPEDD (Coordenador de Área de Concentração Prótese Dentária).

  • 07/2018 - 12/2018

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Clínica Integrada V 2018_2 Cod 08746 180 h/a (Coordenador de Clínica), Dentística II 2018_2 Cod 08653 - 80 h/a, Morfologia e Escultura Dental 2018_2 Cod 08640 - 60 h/a, Oclusão 2018_2 Cod 08656 80 h/a, Prótese III 2018_2 Cod 08740 80 h/a

  • 01/2018 - 07/2018

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Clínica Integrada V 2018_1 Cod 07518 - 300 h/a (Coordenador da Clínica), Dentística II 2018_1 Cod 08712 - 60 h/a, Morfologia e Escultura Dental 2018_1 Cod 08640 - 80 h/a, Oclusão 2018_1 Cod 08715- 60 h/a, Prótese III 2018_1 Cod 08740 - 80 h/a, Estágio Clínico F Cod 06863 - 240 h/a (Coordenador da Clínica)

  • 01/2018 - 07/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Acadêmico Superior, NAPED.,Cargo ou função, Coordenador NAPEDD (Coordenador de Área de Concentração Prótese Dentária).

  • 07/2017 - 12/2017

    Direção e administração, Conselho Acadêmico Superior.,Cargo ou função, Coordenador NAPED (Coordenador de Área de Concentração Prótese Dentária).

  • 07/2017 - 12/2017

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Clínica Integrada IV 2017_2 (Coordenador) 300 h/a, Dentística II 2017_2 80 h/a, Morfologia e Escultura Dental 2017_2 60 h/a, Oclusão 2017_2 60 h/a, Prótese III 2017_2 (Prótese Fixa) 80h/a

  • 01/2017 - 06/2017

    Direção e administração, Conselho Acadêmico Superior.,Cargo ou função, Coordenador NAPED (Coordenador de Área de Concentração Prótese Dentária).

  • 01/2017 - 06/2017

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Dentística II 2017-1, Estágio Clínico F 2017-1 (Coordenador), Morfologia e Escultura Dental 2017-1, Oclusão 2017-1, Prótese Detária I 2017-1, Prótese II 2017-1

  • 07/2016 - 12/2016

    Direção e administração, Conselho Acadêmico Superior, NAPED.,Cargo ou função, Coordenador do Núcleo de Apoio Psicopedagogico ao Discente área Prótese Dentária..

  • 07/2016 - 12/2016

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Dentística II 2016-2, Estágio Clínico E 2016-2 (Clínica Integrada), Morfologia e Escultura Dental 2016-2, Oclusão 2016-2, Prótese Dentária I 2016-2 (Prótese Total), Prótese Dentária II 2016-2 (Prótese Parcial Removivel)

  • 01/2016 - 07/2016

    Direção e administração, Conselho Acadêmico Superior, NAPED.,Cargo ou função, Coordenador da Área de Concentração Prótese..

  • 01/2016 - 07/2016

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Dentística II 2016-01, Estágio Clínico F (Clínica Integragrada - Área de atuação Professor de Prótese), Morfologia e Escultura Dental 2016-01, Oclusão 2016-01, Prótese I 2016-01, Prótese II 2016-01

  • 07/2015 - 12/2015

    Direção e administração, Conselho Acadêmico Superior, NAPED.,Cargo ou função, Coordenador da Área de Concentração Prótese..

  • 07/2015 - 12/2015

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Dentística II, Morfologia e Escultura Dental, Oclusão - Grade Curricular 2013-01, Oclusão - Grade Curricular 2014-02, Orientação Profissional III, Pré-Clínica I

  • 01/2015 - 07/2015

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura Dental, Dentística I, Oclusão, Prótese Dentária I, Tópicos Avançados de Disfunção Temporo-Mandibular, Pré-Clínica I (Ergonomia)

  • 08/2014 - 12/2014

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura Dental, Pré Clínica I (Ergonomia), Dentística I, Estágio Clínico A

  • 07/2014 - 12/2014

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura Dental Carga Horária Total: 60 h/a Período: 1, Pré-Clínica I Carga Horária Total: 80h/a Período: 1, Dentística I, Estágio Clínico A Código da Disciplina: 06818 Carga Horária Total: 60 h/a Período: 3

2014 - Atual

COMANDO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Primeiro Tenente - R2

Outras informações:
Formação do EAS, com menção Honrosa - 01

2018 - 2018

faculdade evangelica goianesia

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 6

Atividades

  • 04/2018 - 07/2018

    Direção e administração, NAPEDD.,Cargo ou função, Corrdenador NAPEDD - Núcleo de apoio ao discente e doscente (Àrea de Concentração Prótese Dentária).

  • 04/2018 - 07/2018

    Ensino, Administração, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia e Escultura Dental Cod G 1147 - 60 h/a