Larissa Ranielly Lima Dias

Graduanda em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco, bolsista PIBIC pelo Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Trabalho ? GET.

Informações coletadas do Lattes em 02/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Serviço Social

2016 - Atual

Universidade Federal de Pernambuco

Ensino Médio (2º grau)

2012 - 2014

Colégio Luíza Cora

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    O PENSAMENTO DE ANTÔNIO GRAMSCI NO SERVIÇO SOCIAL NOS ANOS 1970-1980, Descrição: Essa pesquisa busca analisar a assimilação do pensamento de Antônio Gramsci no quadro teórico-crítico do Serviço Social brasileiro dos anos 1970-1980. De modo preliminar, pretende determinar a incidência das reflexões do autor na construção teórica dessas décadas sobre o ?significado social? do exercício profissional em suas conexões com a produção-reprodução social. Através disso, almeja apreender o modo pelo qual as formulações gramscianas foram absorvidas por esse aparato teórico-crítico e as implicações político-ideológicas daí decorrentes. Com caráter eminentemente bibliográfico, o estudo pretende travar um diálogo com os/as mais destacados/as representantes teóricos/as do Serviço Social, propondo uma análise de sua apropriação do pensamento de Antônio Gramsci para entender a profissão, durante as décadas em que emergem e consolidam-se correntes críticas no debate da área. A proposta de estudo se enquadra, portanto, no plano mais geral das pesquisas na área do Serviço Social que se dedicam a entender a construção e o caráter da cultura profissional. Nesse campo, o estudo sobre a dimensão ideológica, os conteúdos ?socioculturais? ou as relações de hegemonia que subjazem a intervenção profissional, e/ou as práticas concretas do Estado e das classes sociais no Brasil e no mundo, perpassa consideravelmente alguns dos mais importantes trabalhos existentes. O contato com a literatura profissional vinculada às correntes críticas do pensamento social ? mormente àquelas inscritas na tradição marxista ? explicita uma ampla recorrência às idéias de Antônio Gramsci contidas nos Cadernos do Cárcere; desde a fase de emergência dessas correntes no debate profissional, nos anos 1970, até o momento de sua consolidação teórica, nos anos 1980 em diante. Todavia, o estudo minucioso da obra desse pensador italiano no impele a questionar sobre a presença de algumas lacunas e incongruências entre a riqueza analítica e dialética das categorias gramscianas e a forma como elas foram traduzidas para determinadas linhas de análise do quadro teórico do Serviço Social ? levando mesmo, nesse processo de apropriação, a alguma alteração do sentido de determinadas reflexões contidas nos Cadernos do Cárcere.1 Mais ainda, esse fato sinaliza para o problema da assimilação de Gramsci no Serviço Social, em termos de seus impactos para a construção da cultura profissional. Em específico, nos perguntamos sobre a influência que determinadas formas de assimilação das reflexões de Antônio Gramsci no Serviço Social possuem para o desenvolvimento de uma cultura profissional, ainda que crítica e anticapitalista, amalgamada por traços militantistas (messiânicos) e possibilistas (politicistas).2 Assim como nos leva a problematizar os condicionamentos históricos, políticos e profissionais que plasmaram esse modo particular de apropriação das idéias desse intelectual. Em última instância, nos move o problema da formação da cultura profissional crítica; em específico, essa problematização coaduna-se com os estudos sobre a composição teórico-intelectual dessa cultura profissional, que configura o quadro da validação teórica do Serviço Social no seu estágio de renovação crítica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Larissa Ranielly Lima Dias - Coordenador / Adilson Aquino Silveira Júnior - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional