Bruna Faria da Costa

Graduada em Medicina pela Faculdade Pernambucana de Saúde (2013). Oftalmologista formada pela Fundação Altino Ventura. Especialista em Oftalmopediatria e Estrabismo pelo Hospital de Olhos Caviver. Membro Titular do Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Informações coletadas do Lattes em 03/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Oftalmopediatria

2017 - 2017

Hospital de Olhos Caviver
Título: O uso do Teste do Reflexo Vermelho na triagem de alterações oftalmológicas em crianças com a Síndrome Congênita de Zika
Orientador: Islane Verçosa

Especialização em Oftalmologia

2014 - 2017

Fundação Altino Ventura
Título: Alterações corneais em pacientes com baixa visão causadas por doenças do segmento posterior do olho
Orientador: Edilana Sá Ribeiro

Graduação em Medicina

2008 - 2013

Faculdade Pernambucana de Saúde
Título: Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco
Orientador: Gláucia Lins Guerra

Ensino Médio (2º grau)

1991 - 2007

Colegio Santa Maria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

CURSO DE CIENCIAS BASICAS. (Carga horária: 176h). , Fundação Altino Ventura, FAV, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

60 CONGRESSO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA. 2016. (Congresso).

XIX ENCONTRO CIENTIFICO DOS ALUNOS DE ESPECIALIZAÇÃO , RESIDENCIA MÉDICA E FELLOW NA FUNDAÇÃO ALTINO VENTURA.ALTERAÇÕES CORNEAIS EM PACIENTES COM BAIXA VISÃO POR DOENÇAS DO SEGMENTO POSTERIOR DO OLHO. 2016. (Encontro).

VII CONGRESSO ALACCSA R DEL HEMISFERIO SUR. 2014. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de prevenção a cegueira e reabilitação visual. 2014. (Congresso).

III CONGRESSO IMIP de Saúde Integral e VI Congresso IMIP de Saúde da Mulher e da Criança. 2012. (Congresso).

VIII Jornada Científica do Imip e III Congresso Estudantil da FPS. 2012. (Congresso).

54°Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetricia. Exame Simples de uirna para diagnóstico de infecção urinária em gestante de alto risco.. 2011. (Congresso).

II CONGRESSO CIENTÍFICO DO IMIP. Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. 2011. (Congresso).

II CONGRESSO CIENTÍFICO DO IMIP. Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. 2011. (Congresso).

II CONGRESSO IMIP de Saúde Integral e V Congresso IMIP de Saúde da Mulher e da Criança. 2010. (Congresso).

IV Jornada de Iniciação Científica do IMIP, I Congresso Estudantil da FPS. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Mecciene Mendes Rodrigues

RODRIGUES, M. M.; Guerra, G; COSTA, A. A. R.. Exame simples de urina para diagnóstico de infecção urinária em gestantes. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Gláucia Virgínia de Queiroz Lins Guerra

Exame simples de urina no diagnóstico de infecção ueinária em gestantes de alto risco; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira; Orientador: Gláucia Virgínia de Queiroz Lins Guerra;

Alex Sandro Rolland de Souza

Exame simples de urina para diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco (co-orientador); 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alex Sandro Rolland de Souza;

Camila Vieira Oliveira Carvalho Ventura

Incidência de Endoftalmites após Injeção Intravítrea em Centro Cirúrgico; ; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Encontro Científico da Fundação Altino Ventura) - Fundação Altino Ventura; Orientador: Camila Vieira Oliveira Carvalho Ventura;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GUERRA, GLÁUCIA VIRGÍNIA DE QUEIROZ LINS ; SOUZA, ALEX SANDRO ROLLAND DE ; COSTA, BRUNA FARIA DA ; NASCIMENTO, FLÁVIA RENATA QUEIROZ DO ; AMARAL, MARIANA DE ANDRADE ; SERAFIM, ANA CAROLINE PAZ . Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Impresso) , v. 34, p. 488-493, 2012.

  • COSTA, B. F. ; RIBEIRO, E. S. ; CARVALHO, K. M. ; ALVES, M. R. ; RESNIKOF, S. ; VENTURA, L. O. . ALTERAÇÕES CORNEAIS EM PACIENTES COM BAIXA VISÃO POR DOENÇAS DO SEGMENTO POSTERIOR DO OLHO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GUERRA, G. V. L. ; SOUZA, A. S. R. ; COSTA, B. F. ; SERAFIM, A. C. P. . Exame Simples de uirna para diagnóstico de infecção urinária em gestante de alto risco.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GUERRA, G. V. L. ; SOUZA, A. S. R. ; COSTA, B. F. . Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - 2016

    INCIDÊNCIA DE ENDOFTALMITES APÓS INJEÇÃO INTRAVÍTREA EM CENTRO CIRÚRGICO, Descrição: OBJETIVO: Determinar a incidência de casos de endoftalmite após injeção intravítrea de anti-fatores de crescimento vascular endotelial (anti-VEGF) realizada em centro cirúrgico na Fundação Altino Ventura (FAV). MÉTODOS: Estudo retrospectivo baseado na análise de prontuários de pacientes submetidos à injeção intravítrea de antiangiogênico realizados na FAV durante o período de 2011 a 2015. Foram coletadas informações sobre idade, gênero, indicação do procedimento e número de procedimentos realizados por cada paciente. Foram identificados pacientes que desenvolveram endoftalmite após realizar injeção intravítrea no centro cirúrgico das instituições. Excluídos os pacientes com desenvolvimento de endoftalmite por outras causas. RESULTADOS: Entre outubro de 2011 a fevereiro de 2016 foram realizadas 2.179 injeções intravítreas de anti-VEGF na FAV. Apenas um olho evoluiu com endoftalmite, correspondendo a 0,045% do total de injeções. CONCLUSÃO: A incidência de endoftalmite após injeção intravítrea de anti-VEGF realizada em centro cirúrgico foi equivalente àquelas de injeções realizadas em ambiente ambulatorial encontradas na literatura.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Bruna Faria da Costa - Coordenador / Vasco Torres Fernandes Bravo Filho - Integrante / Noelle Carreiro de Barros Maia Chagas2 - Integrante / Tiago Eugênio Faria e Arantes3 - Integrante / Camila Vieira Oliveira Carvalho Ventura - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Alterações corneais em pacientes com baixa visão por doenças do segmento posterior do olho, Descrição: Objetivo: Descrever as alterações da córnea em pacientes com deficiência visual devido a condições do pólo posterior do olho. Métodos: Estudo transversal foi realizado em 331 pacientes atendidos pelo projeto "A Visão do Meu Olhar", no Centro Especializado de Reabilitação da Fundação Altino Ventura, no Recife, Brasil. Havia 151 olhos (76 pacientes) com deficiência visual devido às condições do pólo posterior, elegíveis para participar no estudo. O exame oftalmológico incluiu melhor acuidade visual para longe (AVL) e pressão intra-ocular através de protocolos padronizados. Alterações da córnea foram avaliadas usando a paquimetria ultrassônica, topografia corneal e microscopia especular. Resultados: Baixa visão e cegueira (AVL<20/63 or 0,5 LogMAR) foram encontrados em 78 (23,6%) pacientes e 185 (55,9%) dos 331 pacientes, respectivamente. A acuidade visual média encontrada foi 20/250 (1,14 LogMAR). A pressão intra-ocular média foi 17,37 ± 5,50 mmHg. A espessura central da córnea foi diminuída em 14 olhos (12,1%) e aumentada em 33 olhos (28,4%). Na topografia da córnea evidenciou-se curvatura plana em 33 olhos (34,4%) e aumento da curvatura em nove olhos (9.4%). Baixa contagem de células endoteliais na microscopia especular foi observada em 86 olhos (57,0%). Conclusão: Alterações da córnea foram comuns em pacientes com deficiência visual devido a distúrbios do pólo posterior. Os achados coexistentes da córnea precisam ser tratados e podem tornar estes pacientes mais vulneráveis à diminuição severa da acuidade visual.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (1) . , Integrantes: Bruna Faria da Costa - Coordenador / Edilana Sá Ribeiro - Integrante / Keila Monteiro Carvalho - Integrante / Milton Ruiz Alves - Integrante / Serge Resnikof - Integrante / Liana Oliveira Ventura - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Exame simples de urina no diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco, Descrição: OBJETIVO: Identificar a acurácia do exame simples de urina para diagnóstico de infecção urinária em gestantes de alto risco. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal, prospectivo, em 164 gestantes admitidas na enfermaria de alto risco do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), no período de janeiro a junho de 2011. Foram excluídas as pacientes em uso de antibiótico nos últimos dez dias. Todas as pacientes foram submetidas aos exames de urina simples e urocultura no início de sua admissão. A concordância entre os resultados dos exames foi avaliada pelo índice Kappa (K), sendo, ainda, determinados a acurácia, sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo (VPP) e negativo (VPN). RESULTADOS: Utilizando como critério de diagnóstico apenas a presença de piócitos no exame simples de urina para sugerir bacteriúria, observou-se uma fraca concordância quando comparado à urocultura (K=0,16). A acurácia foi de 61%, com sensibilidade de 62,5% e especificidade de 60,6%. O VPP foi de 27,78% e o VPN, de 87%. CONCLUSÃO: Na presença de alteração do exame simples de urina não necessariamente está em curso uma infecção urinária, sendo necessária a realização da urocultura. Porém, quando o exame simples de urina for normal, a urocultura pode ser dispensada. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) . , Integrantes: Bruna Faria da Costa - Coordenador / Gláucia Virgínia Lins Guerra - Integrante / Alex Sandro Rolland de Souza - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional