Paulo Cesar Baleeiro Souza

Formação em Taxonomia com mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro- Museu Nacional (2011), com estudos de Floras e Checklists de varias regiões do Brasil.

Informações coletadas do Lattes em 06/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Ciências Biológicas (Botânica)

2011 - Atual

Universidade de São Paulo
Título: Sistemática de Utricularia L. sect. Foliosa Kamiénski. Delimitação de espécies e filogenia.,
Dr. Paulo Takeo Sano. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Filogenia; Diversidade genética; taxonomia; Utricularia; Utricularia amethystina.Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Ciêcias Biológicas (Botânica)

2009 - 2011

Universidade Federal do Rio de Janeiro- Museu Nacional
Título: Diversidade do Gênero Utricularia L. no Cerrado - Goiás e Tocantins,Ano de Obtenção: 2011
Dra. Claudia Petean Bove.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Brasil; Cerrado; Chapada dos Veadeiros; Lentibulariaceae; Plantas carnivoras; Utricularia. Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.

Graduação em Ciências Biológicas

2002 - 2006

Universidade do Estado de Mato Grosso
Título: Frequência de Morfos heterostilicos em Eichhornia azurea no Sistema de Baías Caiçara, Cáceres-MT, Brasil.
Orientador: Carolina Joana Da Silva
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso, FAPEMAT, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2008 - 2008

Estágio no lab. de Plantas Aquaticas. , Universidade Federal do Rio de Janeiro- Museu Nacional, UFRJ, Brasil.

2007 - 2007

1st Course on methods for Etnobiological research. (Carga horária: 45h). , Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Estágio no lab. de perifiton. (Carga horária: 80h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2005 - 2005

Extensão universitária em Estágio lab. citogenética vegetal. (Carga horária: 68h). , Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Morfologia Vegetal/Especialidade: Taxonomia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Evolução.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Evolution. Systematics of Utricularia sect. Foliosa Kamieński. (Lentibulariaceae). Species circumscription and phylogeny.. 2015. (Congresso).

XXVIII Jornada Fluminense de Botânica. 2009. (Outra).

57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários.. Frequência de morfos heterostilicos em Eichhornia azurea (Sw.) Kunth no Sistema de Baias Caiçara, Alto Paraguai - Cáceres, Pantanal de Mato Grosso.. 2006. (Congresso).

Diversidade de Macrófitas Aquáticas do Sistema de Baías Caiçara. I Congresso Interno de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UNEMAT e II Seminário de Iniciação Científica PROBIC/UNEMAT. 2005. (Congresso).

.Seminário de Formação na categoria de Mediador Pedagógico da Pesquisa de Ação Participativa 2 (PAP2) no marco do Programa de Formação em Educação Ambiental (ProFEAP) no Pantanal Mato - Grossense.. 2005. (Seminário).

.IV Encontro de Educadores Ambientais de Mato Grosso e I Forúm do Programa de Formação em Educação Ambiental no Pantanal ProFEAP. 2005. (Encontro).

.II conferencia Estadual do Meio Ambiente de Mato Grosso. 2005. (Outra).

.III Festival Ecológico das Águas de Mato Grosso - Águas da Amazônia. 2005. (Outra).

''A conectividade das Ciências Sócio-Ambientais.I Simpósio de Biologia de Mato Grosso. 2004. (Simpósio).

.I Simpósio de Biologia de Mato Grosso. 2004. (Simpósio).

SIMPAN 2004.IV Simpósio sobre Recursos Naturais e Sócio-econômicos do Pantanal. 2004. (Simpósio).

III Semana de Estudos Biológicos.III Semana de Estudos Biológicos-III SEMABIO/CACERES. 2004. (Encontro).

.25 festival Internacional de Pesca de Cáceres. 2004. (Outra).

I Seminário de Meio Ambiente e Turismo.I Seminário de Meio Ambiente e Turismo. 2003. (Seminário).

2° EUU + jogos intercampi.2° Encontro Universitário da Unemat. 2003. (Encontro).

A Universidade e o Brasil que queremos.Encontro Universitário Nacional. 2003. (Encontro).

I Festival Ecológico Cultural das Águas de Mato Grosso - Águas do Pantanal.I Festival Ecológico Cultural das Águas de Mato Grosso - Águas do Pantanal. 2003. (Outra).

Seminário Bases Sócio-Ambientais: Apresentação e Debate da Semana do Rio Paraguai.Seminário Bases Sócio-Ambientais: Apresentação e Debate da Semana do Rio Paraguai. 2002. (Seminário).

1º Encontro dos Universitários da Unemat - EUU.1º Encontro dos Universitários da Unemat - EUU. 2002. (Encontro).

Semana do Meio Ambiente.Semana do Meio Ambiente. 2002. (Outra).

2º Aniversário do Rio Paraguai.2º Aniversário do Rio Paraguai. 2002. (Outra).

I Feira Ambiental de Cáceres.I Feira Ambiental de Cáceres. 2002. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

André Olmos Simões

Sano, P.T.;SIMÕES, A. O.; FORZZA, R. C.; BOVE, C. P.; Pinheiro, F.. Sistemática de *Utricularia* sect. Foliosa Kamienski. (Lentibulariaceae). Circunscrição das espécies e filogenia.. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Pedro Fiaschi

PIRANI, José RubensFIASCHI, P.; WANDERLEY, M. G. L.. Sistemática de Utricularia L. sect. Foliosa Kamienski (Lentibulariaceae Rich.). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Rafaela Campostrini Forzza

SANO, P. T.;ALVES, R. J. V.FORZZA, R. C.. Diversidade do gênero Utricularia L. (Lentibulariaceae) no cerrado - Goiás e Tocantins. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Fábio Pinheiro

SANO, P. T.;PINHEIRO, F.; BOVE, C. P.; FORZZA, R. C.; SIMOES, A. O.. Sistemática de Utricularia sect. Foliosa Kamienski. (Lentibulariaceae). Circunscrição das espécies e filogenia. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

Andrea Ferreira da Costa

ALVES, R. J. V.;FORZZA, R. C.; SANO, P. T.;COSTA, A. F.. Diversidade do gênero Utricularia L. (Lentibulariaceae) no Cerrado - Goiás e Tocantins. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Paulo Takeo Sano

ALVES, R. J. V.;SANO, P. T.; FORZZA, R. C.. Diversidade do gênero Utricularia L. (Lentibulariaceae) no Cerrado - Goiás e Tocantins. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Cláudia Petean Bove

Diversidade do Gênero Utricularia L; (Lentibulariaceae) no Cerrado - Goiás e Tocantins; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro,; Orientador: Claudia Petean Bove;

CAROLINA JOANA DA SILVA

Frequência de morfos heterostilicos de Eichhornia azurea em duas baías do sistema de baías Caiçara, Cáceres-MT; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado de Mato Grosso; Orientador: Carolina Joana da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • JOBSON, RICHARD ; BALEEIRO, PAULO . Two new species of Utricularia (Lentibulariaceae) from the North West region of Western Australia. TELOPEA , v. 18, p. 201-208, 2015.

  • MENEZES, CRISTINE GOBBO ; GASPARINO, EDUARDO CUSTÓDIO ; BALEEIRO, PAULO CESAR ; DE MIRANDA, VITOR FERNANDES OLIVEIRA . Seed morphology of bladderworts: a survey on Utricularia sect. Foliosa and sect. Psyllosperma (Lentibulariaceae) with taxonomic implications . Phytotaxa (Online) , v. 167, p. 173, 2014.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; BOVE, C. P. . Florula do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil - Lentibulariaceae. Arquivos do Museu Nacional , v. 69, p. 95-99, 2013.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; BOVE, C. P. . A New Species of Utricularia (Lentibulariaceae) from Chapada dos Veadeiros (Central Brazil). Systematic Botany , v. 36, p. 465-469, 2011.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; BOVE, C. P. . Flora de Goiás e Tocantins - Lentibulariaceae. Goiânia: UFG, 2012. 136p .

  • BOVE, C. P. ; Paulo Cesar Baleeiro . Lentibulariaceae. In: J. R.; Forzza, R. C.; Salino, A.; Sobral, M.; Costa, D. P.; Kamino, L. H. Y.. (Org.). Plantas da Floresta Atlântica. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisas Jardim Botanico do Rio de Janeiro, 2009, v. , p. 308-309.

  • BOVE, C. P. ; Paulo Cesar Baleeiro . Utricularia. AIPC Magazine 25, Italia, p. 46 - 46, 15 mar. 2012.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; DA SILVA, C. J. . Macrófitas Aquáticas do Sistema de Baías Caiçara, Alto Rio Paraguai, Cáceres, Pantanal Mato Grossense. In: I Congresso Interno de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UNEMAT e II Seminário de Iniciação Científica PROBIC/UNEMAT, 2005, Cáceres. Macrófitas Aquáticas do Sistema de Baías Caiçara, Alto Rio Paraguai, Cáceres, Pantanal Mato Grossense, 2005.

  • VITTORAZZI, Stenio Éder ; RIEDER, A. ; ROCHA, N. M. ; Paulo Cesar Baleeiro ; SANTOS, J. S. . Métodos de controle de aranhas consideradas como pragas domésticas em Cáceres, Mato Grosso (MT), Alto Paraguai, Brasil.. In: III Semana de Estudos Biológicos-III SEMABIO/CACERES, 2004, Cáceres. Métodos de controle de aranhas consideradas como pragas domésticas em Cáceres, Mato Grosso (MT), Alto Paraguai, Brasil., 2004.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; PLANTAS CARNIVORAS NA CADEIA DO ESPINHAÇO EM MINAS. In: 64º Congresso Nacional de Botânica, 2013, Belo Horizonte. PLANTAS CARNIVORAS NA CADEIA DO ESPINHAÇO EM MINAS, 2013.

  • LIZIERI-SANTOS, Claudinéia ; Paulo Cesar Baleeiro ; DA SILVA, C. J. . Caracterização floristica de macrófitas aquaticas em um trecho do rio Paraguai e do Sistema de Baias Caiçara, Alto Rio Paraguai, Cáceres, Pantanal Mato-Grossense.. In: 59º Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal. "Atualidades, desafios e perspectivas da Botânica no Brasil", 2008.

  • LIZIERI-SANTOS, Claudinéia ; Paulo Cesar Baleeiro ; DA SILVA, C. J. . Macrófitas Aquáticas no rio Paragua, na cidade de Cáceres, Pantanal de Mato Grossense, Brasil. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; DA SILVA, C. J. . Frequência de morfos heterostilicos em Eichhornia azurea (Sw.) Kunth no Sistema de Baias Caiçara, Alto Paraguai - Cáceres, Pantanal de Mato Grosso.. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; LIZIERI-SANTOS, Claudinéia ; DA SILVA, C. J. . Macrófitas Aquáticas do Sistema de Baias Caiçara, Alto Paraguai, Cáceres, Patanal Mato Grossense, Brasil.. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006, Gramado. 57º Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânicos e 5º Encontro Estadual de Herbários., 2006.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; A visão dos banhistas da praia do Daveron (baia do Malheiros) em relação ao esgoto do corrego sangradouro, municipio de Cáceres-Mato Grosso.. In: II Simpósio de Biologia de Mato Grosso - SIMBIO e IV Semana de Estudos Biológicos de Cáceres., 2005, Cáceres. II Simpósio de Biologia de Mato Grosso - SIMBIO e IV Semana de Estudos Biológicos de Cáceres., 2005.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; SANO, P. T. ; JOBSON, R. . Morphometric approach to address taxonomic problems: The case of Utricularia sect. Foliosa Kamiénski (Lentibulariaceae Rich.). Journal of Systematics and Evolution , 2015.

  • Paulo Cesar Baleeiro ; BOVE, C. P. . Plantas Insetivoras da Chapada dos Veadeiros, Goiás, Gênero Utricularia L.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Paulo Cesar Baleeiro ; BOVE, C. P. . Lentibulariaceae. Catálogo das espécies de plantas vasculares e briófitas do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro 2014 (Catalago de especies).

  • Paulo Cesar Baleeiro ; DA SILVA, C. J. . Frequência de morfos heterostilicos em Eichhornia azurea Kunth em relação à conectividade hidrológica do sistema de baias Caiçara (Pantanal de Mato Grosso).. Rio de Janeiro: Rodriguésia, 2012 ((artigo submetido)).

  • Paulo Cesar Baleeiro ; MOREIRA, A. D. R. . Lentibulariaceae do Semi-árido 2010 ((Listagem submetida)).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - Atual

    Diversidade de Lentibulariaceae no Cerrado, Descrição: Este projeto visa estender a área de estudo iniciada com a flora de Goiás e Tocantins, onde o bioma predominante é o Cerrado, além de estabelecer maior compromisso com áreas de transição com outros biomas, como Amazônia e Caatinga. Este é um sub-projeto inserido no projeto Sistemática de Plantas Vasculares de Ecossistemas Aquaticos Brasileiros, coordenado pela Dra. Claudia Petean Bove e financiado pelo CNPq.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador / Claudia Petean Bove - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Sistemática de Utricularia L. sect. Foliosa Kamieński. Circunscrição das espécies e filogenia., Descrição: O gênero Utricularia (Lentibulariaceae) é o mais diverso dentre as plantas carnívoras e apresenta distribuição cosmopolita. Elas são caracterizadas pela presença de folhas modificadas, denominadas utrículos, que atuam na captura da microfauna aquática e terrestre. Utricularia sect. Foliosa é um grupo morfologicamente homogêneo, composto por 3 spp. aceitas (sensu Taylor). No entanto, essa homogeneidade é contraditória, uma vez que Utricularia amethystina reúne um complexo surpreendente, composto por 32 sinônimos, segundo revisão de Taylor (1989). Esse complexo apresenta variações morfológicas vegetativas e reprodutivas. A falta de material e o continuo morfológico o levou à sinonimização; no entanto, segundo o próprio Taylor (1989), dali deveriam emergir duas, três, quatro ou mais espécies. As possíveis novas espécies dentro de U. sect. Foliosa, descobertas por vários coletores após a revisão, acabaram por ser reconhecidas como U. amethystina por conveniência, uma vez que seria necessária uma nova revisão para a devida publicação de um táxon novo ou revalidação de um desses sinônimos em U. sect. Foliosa. Muller et al (2005), através do estudo de relações filogenéticas com marcadores moleculares, propuseram rearranjos de algumas seções. Dentre elas, U. sect. Foliosa foi expandida para comportar as espécies de U. sect. Psyllosperma, considerada parafilética, mudança esta um tanto discutível levando em conta aspectos morfológicos de ambas as seções. Apesar de ocorrer na América Central e do Sul, o grupo apresenta ponto de diversidade no Cerrado e regiões savânicas no estado de Roraima e na Venezuela. O material analisado é proveniente de coletas e herbários. Este estudo tem como objetivos circunscrever o complexo Utricularia amethystina e estabelecer as relações filogenéticas entre U. sect. Foliosa e U. sect. Psyllosperma. A problemática que envolve a seção será abordada através de revisão taxonômica, morfometria, ISSR e 3 sequencias do cloroplasto.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador.

  • 2010 - 2011

    Flora do estado do Rio de Janeiro, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    Flora de Goiás e Tocantins - Lentibulariaceae, Descrição: Lentibulariaceae, grupo de plantas carnívoras, caracteriza se pela presença de folhas modificadas para captura de microrganismos aquáticos e terrestres. Compostas por aproximadamente 325 espécies, possui três gêneros de distribuição cosmopolita, Utricularia L., com ca. de 220 spp., Genlisea A.St.-Hil. com ca. de 22 spp. e Pinguicula L. com ca. de 84 spp., no entanto, esta ultima ausente no Brasil. A área de estudo está predominantemente inserida no cerrado, um bioma complexo por possuir várias formações vegetacionais, além de ser considerado hotspot de biodiversidade, no entanto, possui cerca de 40% de sua área convertida ao uso humano (agro-pecuária). Através de coletas e materiais depositados em herbário pretende se organizar uma flora com descrição dos táxons e dados como distribuição geográfica, habitat, floração e frutificação. Além de comentários sobre variações morfológicas e problemas taxonômicos, bem como observações de campo e documentação fotográfica e confecção de pranchas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Florula da Restinga de Jurubatiba - Lentibulariaceae, Descrição: O presente trabalho consiste no estudo taxonômico das espécies da família Lentibulariaceae no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Estado do Rio de Janeiro, o qual é composto por um gênero e sete táxons: Utricularia erectiflora A. St.-Hil. & Girard; Utricularia foliosa L.; Utricularia gibba L.; Utricularia olivacea C. Wright ex Griseb.; Utricularia poconensis Fromm; Utricularia subulata L.; Utricularia tricolor A. St.-Hil. As espécies são descritas, uma chave de identificação é apresentada, juntamente com distribuição geográfica e comentários para cada espécie.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador.

  • 2004 - 2006

    Mudanças ecológicas e culturais no uso e manejo dos sistemas hidricos do Pantanal., Descrição: Sub projeto: Macrófitas Aquáticas do Sistema de Baias Caiçara. Novembro de 2004 a maio de 2006. Carga horária de 1280 horas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Paulo Cesar Baleeiro Souza - Coordenador / Adriane Aparecida B Nascimento - Integrante / Stenio Éder Vittorazzi - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado de Mato Grosso - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências. , Rua do Matão 277, Cidade Universitária - USP, 05508-900 - Sao Paulo, SP - Brasil

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - 2015

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Doutorando, Enquadramento Funcional: Aluno, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 01/2011

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, .,Linhas de pesquisa

  • 2009 - 2011

    Universidade Federal do Rio de Janeiro- Museu Nacional

    Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Integrante

  • 2005 - 2006

    Universidade do Estado de Mato Grosso

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Bolsista do Projeto Mudanças Ecológicas e Culturais no Uso e Manejo dos Sistemas Hidricos no Pantanal (Diversidade de Macrófitas Aquáticas) desenvolvido pelo Centro de Limnologia, Biodiversidade e Etnobiologia do Pantanal (CELBE).

  • 2004 - 2005

    Universidade do Estado de Mato Grosso

    Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Participo como voluntário do projeto pragas domésticas na cidade de Cáceres/MT,desenvolvido pelo Departamento de Ciências Biológicas

  • 2002 - 2003

    Universidade do Estado de Mato Grosso

    Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Participo como voluntário do projeto Bases Sócio Ambientais para o Planejamento Urbano de Cáceres/MT, desenvolvido pelo Departamento de Ciências Biológicas de Cáceres/UNEMAT.