Rosemar de Queiroz

Graduada no curso de Engenharia Ambiental e Sanitária pela universidade federal de Santa Maria - UFSM. Mestra em Ciência do Solo pela UFSM. Atualmente cursa doutorado no Programa de Pós-graduação em Ciência do Solo pela UFSM.

Informações coletadas do Lattes em 22/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Ciência do Solo

2015 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria
Orientador:Leandro Souza da Silva.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em andamento em Programa Especial de Graduação de Formação de Professores Para A Educação P

2016 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária

2010 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Contaminação do Solo e das Águas Superficiais pelo Dejeto Líquido de Suínos versus Fonte Alternativa de Nutrientes para as Plantas.
Orientador: Vanderlei Rodrigues da Silva

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2009

Instituto Estadual de Educação Madre Tereza

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2014 - 2014

Reflexões para transformações democráticas na ges.. (Carga horária: 10h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Planejamento, Manejo e Gestão de Bacias. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Monitoramento da Qualidade da Água de Rios e Rese.. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Codificação de BH pelo método Otto Pfafstetter. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2014 - 2014

Lei das águas. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2013 - 2013

Comitê de Bacia: o que é e o que faz. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BORBA, W. F. ; FIOREZE, M. ; PRETTO, P. R. P. ; TREVISAN, G. M. ; QUEIROZ, R. . I SEMANA ACADÊMICA DA ENGENHARIA AMBIENTAL. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XI Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo. CARBONO ORGÂNICO EM ÁREAS DE FLORESTAS DE EUCALIPTO, DE CAMPO NATIVO E DE REGENERAÇÃO NATURAL E SUA RELAÇÃO COM A CTC DO SOLO. 2016. (Congresso).

30° Jornada Academica Integrada da UFSM. 2015. (Outra).

29ª Jornada Acadêmica Integrada da UFSM."MÁXIMA EFICIÊNCIA TÉCNICA DA CULTURA DO FEIJOEIRO ADUBADO COM DEJETO LÍQUIDO DE SUÍNOS E ADUBAÇÃO MINERAL. 2014. (Outra).

X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo.ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL. 2014. (Outra).

28° Jornada Acadêmica Integrada.Compostagem de Resíduo Solido orgânico: esterco bovino. 2013. (Outra).

IV Semana acadêmica de engenharia ambiental. 2013. (Outra).

V Seminario sobre Tecnologias Limpas. 2013. (Seminário).

Educação e Gestão Ambiental. 2012. (Outra).

Energias Renovaveis e Eficiencia Energatica. 2012. (Outra).

II Amostra Cientifica - GERHI. 2012. (Outra).

III Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente. 2012. (Congresso).

III Semana Academica do curso de Engenharia Ambiental. 2012. (Congresso).

II Congresso Internacional de Educação Ambiental. 2011. (Congresso).

I Semana Academica do curso de Engenharia Ambiental. 2010. (Outra).

Maeketing Pessoal. 2009. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Fernanda Cantoni

QUEIROZ, R.; ROSA, M. M.; GOLOMBIESKI, J. I.. Caracterizaçã química, física e microbiológica do solo de um Aterro Sanitário do Noroeste do Rio Grande do Sul. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

JULIANA SCAPIN

SILVA, V. R.;SCAPIN, J.. Perda de água, sedimentos e nutrientes por escoamento superficial com uso de dejeto líquido de suínos.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Santa Maria.

Cláudia Alessandra Peixoto de Barros

SILVA, L. S.;MINELLA, J. P. G.Barros, Cláudia Alessandra Peixoto de Barros. REDISTRIBUIÇÃO DE SEDIMENTOS EM ENCOSTAS POR MEIO DO C TOTAL E DO ISÓTOPO 13C. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Getúlio Elias Pilecco

PILECCO, G. E.; GIACOMINI, Sandro José; AITA, CELSO; WEILER, D. A.; NICOLOSO, R. S.. Quantificação e modelização das emissões de N2O em estratégias de uso de dejetos de suínos em plantio direto. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Leandro Souza da Silva

Silva, Leandro Souza da; BARROS, C. A. P.; MINELLA, J.P.G.. Redistribuição de sedimentos em encostas por meio do C total e do isótopo 13C. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Douglas Adams Weiler

AITA, C.;WEILER, D. A.; PILECCO, G. E.; NICOLOSO, R. S.; GIACOMINI, S. J.. Quantificação e modelização das emissões de óxido nitroso em estratégias de uso dos dejetos de suínos em plantio direto. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Vanderlei Rodrigues da Silva

Contaminação do Solo e das Águas Superficiais pelo Dejeto Líquido de Suínos versus Fonte Alternativa de Nutrientes para as Plantas; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Vanderlei Rodrigues da Silva;

Celso Aita

Estratégias para reduzir as emissões de óxido nitroso após uso de dejeto líquido de suínos em plantio direto; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Arci Dirceu Wastowski

DETERMINAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS POLUENTES PROVIDOS DE POSTES TRATADOS COM PRESERVANTES DE MADEIRA; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Arci Dirceu Wastowski;

Leandro Souza da Silva

Redistribuição de sedimentos em encostas por meio do C total e do isótopo 13C; 2017; Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leandro Souza da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • QUEIROZ, R. ; PEYROT, C. ; TORCHETTO, N. L. ; PATATT, E. R. ; KOPPE, E. . DIAGNÓSTICO DE IMPACTOS EM ÁREA DE INSTALAÇÃO DE PEQUENA CENTRAL HIDRELÉTRICA NO MUNICÍPIO DE TAQUARUÇU DO SUL/RS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental , v. 19, p. 96-104, 2015.

  • TURCHETTO, NATIELI LUISA ; QUEIROZ, ROSEMAR ; PEYROT, CAROLINE ; PATATT, EDUARDO RUWER ; LANGNER, CARLOS HENRIQUE ; OCHOA, LEONARDO ; KOPPE, EZEQUIEL . O USO DO QUANTUM GIS (QGIS) PARA CARACTERIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO DE ÁREA DEGRADA POR ATIVIDADE DE MINERAÇÃO DE BASALTO NO MUNICÍPIO DE TENTENTE PORTELA (RS). Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental , v. 18, p. 719-726, 2014.

  • QUEIROZ, ROSEMAR DE ; KOPPE, EZEQUIEL ; GRASSI, PATRÍCIA ; TARTAS, BRUNA R. ; LAZZARE, KARIANE ; BOZZETTO, CRISTIANE ; KEMERICH, PEDRO DANIEL DA CUNHA . GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA ATRAVÉS DA ENERGIA HIDRÁULICA E SEUS IMPACTOS AMBIENTAIS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental , v. 13, p. 2774- 2784, 2013.

  • SILVA, V. R. ; KOPPE, E. ; BERTOLLO, A. M. ; PESSOTTO, P. P. ; CANCIAN, L. C. ; QUEIROZ, R. . FLUXO DE ÁGUA EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO DO SOLO. In: XX Congreso Latinoamericano y XVI Congreso Peruano de la Ciencia del Suelo, 2014, Cusco. FLUXO DE ÁGUA EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO DO SOLO, 2014.

  • KOPPE, E. ; RUPOLLO, C. Z. ; PIOVESAN, J. ; REINERT, D. J. ; QUEIROZ, R. . Recuperação da Conectividade e Tortuosidade dos Poros Após Diferentes Intensidades de Pastejo em Sistema Rotacionado. In: XI Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2016, Frederico Westphalen. Recuperação da Conectividade e Tortuosidade dos Poros Após Diferentes Intensidades de Pastejo em Sistema, 2016.

  • RUPOLLO, C. Z. ; KOPPE, E. ; QUEIROZ, R. ; ORTIGARA, C. ; REINERT, D. J. . Intensidades de Pastejo no Sistema Radicular na Forrageira Jiggs e nos Atributos Químicos do Solo. In: XI Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2016, Frederico Westphalen. Intensidades de Pastejo no Sistema Radicular na Forrageira Jiggs e nos Atributos Químicos do Solo, 2016.

  • FELIPE, B. ; KOPPE, E. ; REINERT, D. J. ; RUPOLLO, C. Z. ; QUEIROZ, R. ; PIOVESAN, J. . EFEITO DAS DIFERENTES INTENSIDADES DE PASTEJO DE BOVINOS LEITEIROS NA TAXA DE INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO. In: XI Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo, 2016, Frederico Westphalen. Qualidade do Solo & Ambiente de Produção.

  • PESSOTTO, P. P. ; SILVA, V. R. ; MACHADO, G. A. ; QUEIROZ, R. . Perda de sedimentos,água, P e Cu por escoamento superficial com uso de dejeto líquido de suínos.. In: XX Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água, 2016, Foz do iguaçu. XX Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água, 2016. p. 830-833., 2016.

  • QUEIROZ, R. ; MOSCOSO, J. S. C. ; SEVERO, F. F. ; AITA, N. T. ; SILVA, L. S. . CARBONO ORGÂNICO EM ÁREAS DE FLORESTAS DE EUCALIPTO, DE CAMPO NATIVO E DE REGENERAÇÃO NATURAL E SUA RELAÇÃO COM A CTC DO SOLO. In: XI Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2016. XI Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2016.

  • LONDERO, A. L. ; QUEIROZ, R. ; MINELLA, J. P. G. ; DEUSCHLE, D. ; SCHNEIDER, F. J. A. . Variabilidade espacial da taxa de infiltração em função da posição na encosta. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015.

  • MACHADO, G. A. ; SILVA, V. R. ; PESSOTTO, P. P. ; QUEIROZ, R. ; ORTIGARA, C. . MÁXIMA EFICIÊNCIA TÉCNICA DA CULTURA DO FEIJOEIRO ADUBADO COM DEJETO LÍQUIDO DE SUÍNOS E ADUBAÇÃO MINERAL.. In: 29ª Jornada Acadêmica Integrada da UFSM, 2014, Santa Maria. MÁXIMA EFICIÊNCIA TÉCNICA DA CULTURA DO FEIJOEIRO ADUBADO COM DEJETO LÍQUIDO DE SUÍNOS E ADUBAÇÃO MINERAL., 2014.

  • PIRES C.A.B. ; SILVA, V. R. ; TESTA, V. ; ALVES, L. A. ; PESSOTTO, P. P. ; QUEIROZ, R. . DESEMPENHO DA CULTURA DO FEIJOEIRO SOB ADUBAÇÃO COM DEJETO LÍQUIDO DE SUÍNOS. In: X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. DESEMPENHO DA CULTURA DO FEIJOEIRO SOB ADUBAÇÃO COM DEJETO LÍQUIDO DE SUÍNOS, 2014.

  • QUEIROZ, R. ; KOPPE, E. ; PESSOTTO, P. P. ; SILVA, V. R. . ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL. In: X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2014, Pelotas. ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL, 2014.

  • QUEIROZ, R. ; KOPPE, E. ; PESSOTTO, P. P. ; SILVA, V. R. . ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL. In: X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo, 2014. ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL.

  • MACHADO, G. A. ; PESSOTTO, P. P. ; QUEIROZ, R. ; SILVA, G. M. ; SILVA, V. R. . COMPONENTES DE RENDIMENTO DA CULTURA DO FEIJOEIRO EM DIFERENTES DOSES DE CAMA AVIÁRIA. In: X Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo Fatos e Mitos em Ciência do Solo, 2014, Pelotas. Componentes de Rendimento da Cultura do Feijoeiro em Diferentes Doses de Cama Aviária, 2014.

  • QUEIROZ, R. ; TORCHETTO, N. L. ; RODRIGUES A.C. ; PEYROT, C. ; PATATT, E. R. ; LANGNER, C. H. . COMPOSTAGEM DE RESÍDUO SÓLIDO ORGÂNICO: ESTERCO BOVINO. In: Jornada Acadêmica Integrada, 2013, Santa Maria. 28ª Jornada Acadêmica Integrada, 2013, Santa Maria. 28ª Jornada Acadêmica Integrada, da Universidade Federal de Santa Maria, 2013., 2013. v. 28°.

  • PESSOTTO, P. P. ; ORTIGARA, C. ; QUEIROZ, R. ; KOPPE, E. ; SANTI, A. L. ; SILVA, V. R. . PROPRIEDADES FÍSICAS DE UM LATOSSOLO VERMELHO EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO COM PLANTAS DE COBERTURA DE SOLO.. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis -SC, 2013. PROPRIEDADES FÍSICAS DE UM LATOSSOLO VERMELHO EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO COM PLANTAS DE COBERTURA DE SOLO..

  • QUEIROZ, R. ; KOPPE, E. ; BERTOLLO, A. M. ; PESSOTTO, P. P. ; ALVES, L. A. ; SILVA, V. R. . INFILTRAÇÃO DE ÁGUA EM UM LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO SUBMETIDO A CINCO DIFERENTES SISTEMAS DE USO DO SOLO. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis -SC., 2013. INFILTRAÇÃO DE ÁGUA EM UM LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO SUBMETIDO A CINCO DIFERENTES SISTEMAS DE USO DO SOLO. Florianópolis: Epagri e SBCS, 2013. v. 4..

  • KOPPE, E. ; QUEIROZ, R. ; BERTOLLO, A. M. ; SILVA, V. R. ; ALVES, L. A. ; PERIN, L. R. . AVALIAÇÃO FÍSICA E MECÂNICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO SUBMETIDO A DIFERENTES SISTEMAS USOS E MANEJOS. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2013, Florianópolis -SC, 2013. AVALIAÇÃO FÍSICA E MECÂNICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO SUBMETIDO A DIFERENTES SISTEMAS USOS E MANEJOS. Florianópolis: Epagri e SBCS, 2013. v. 4..

  • PIRES, C. A. B. ; SILVA, V. R. ; QUEIROZ, R. ; LUZ, F. B. ; PESSOTTO, P. P. ; ORTIGARA, C. ; KOPPE, E. . Propriedades Físicas do solo influenciadas pelo tráfego de um pulverizador autopropelido em diferentes níveis de umidade. In: XXX Jornada Acadêmica Integrada, 2015, Santa Maria. XXX Jornada Acadêmica Integrada, 2015.

  • QUEIROZ, R. ; MOSCOSO, J. S. C. ; SEVERO, F. F. ; AITA, N. T. ; SILVA, L. S. . CARBONO ORGÂNICO EM ÁREAS DE FLORESTAS DE EUCALIPTO, DE CAMPO NATIVO E DE REGENERAÇÃO NATURAL E SUA RELAÇÃO COM A CTC DO SOLO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • QUEIROZ, R. ; KOPPE, E. ; PESSOTTO, P. P. ; SILVA, V. R. . ÁREA FOLIAR E PRODUTIVIDADE NA CULTURA DO FEIJÃO COM COMPOSTO ORGÂNICO E ADUBAÇÃO MINERAL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Contaminação do Solo e das Águas Superficiais pelo Dejeto Líquido de Suínos versus Fonte Alternativa de Nutrientes para as Plantas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ezequiel Koppe em 05/11/2015., Descrição: A contaminação das águas superficiais e do solo pela aplicação discriminada de dejeto líquido de suínos é um grave problema ambiental nas regiões agrícolas da agricultura familiar do Brasil. A atividade de criação de suínos está integrada a produção de grãos e a produção de pastagens, onde o dejeto de suínos é utilizado para substituir, parcialmente ou totalmente, a adubação química das plantas. Porém, o excesso da aplicação dos dejetos pode causar contaminação do solo e das águas superficiais que escoam da lavoura. A composição química do dejeto de suínos é muito variada dependendo do tipo de alimentação e do grau de diluição deste. A presença de elementos químicos tais como nitrogênio, fósforo, potássio, cobre e zinco são comuns e, são potencialmente poluentes ao ambiente. O objetivo é avaliar a contaminação da água por nitrogênio, cobre, zinco e fósforo proveniente de escoamento superficial da chuva em área com histórico de aplicação de sete anos com diferentes doses de dejetos líquido suínos e adubação mineral. Determinar a quantidade de solo erodido pelo escoamento superficial da água da chuva. Avaliar o desenvolvimento e produtividade das plantas nas diferentes doses de dejetos líquido de suínos e adubação mineral. Avaliar e ajustar as doses de dejetos líquidos de suínos mediante a capacidade de adsorção pelo solo, absorção pelas plantas e mínima perda por escoamento superficial. Como metas deste projeto, esperamos avaliar a melhor dose onde há resposta das plantas em produtividade e minimizar as perdas de nutrientes e poluentes por escoamento superficial. Gerar informações ambientais a respeito dos danos causados pela aplicação desmedida dos dejetos líquidos de suínos. Determinar a quantidade de metais pesados (Cu e Zn) que escoam superficialmente no solo com aplicação de dejeto líquido de suínos e seu potencial poluidor de águas. O projeto será desenvolvido em uma área experimental do Curso de Agronomia, do campus de Frederico Westphalen da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O campus de Frederico Westphalen está localizado na linha Sete de Setembro, latitude 27° 23' 26"; longitude 53° 25' 43" e altitude 461m, no município de Frederico Westphalen - RS. O estudo será conduzido a campo, durante o período de dezembro de 2015 a dezembro de 2017, em uma área com aplicação continua de dejetos de suínos desde 2007. O solo é classificado como Latossolo Vermelho Aluminoférrico típico, com textura argilosa. O experimento utilizado para este projeto possui um histórico de sete anos com a utilização de diferentes doses de dejetos de suínos e adubação mineral, compondo os seguintes tratamentos: T1 - Adubação mineral com N-P-K recomendada para as culturas; T2 - Sem adubação orgânica e mineral; T3 - Adubação orgânica com dejetos líquidos de suínos, na dose equivalente a 25 m3 ha-1; T4 - Adubação orgânica com dejetos líquidos de suínos, na dose equivalente a 50 m3 ha-1; T5 - Adubação orgânica com dejetos líquidos de suínos, na dose equivalente a 75 m3 ha-1; T6 - Adubação orgânica com dejetos líquidos de suínos, na dose equivalente a 100 m3 ha-1. Este histórico é fundamental para se analisar o comportamento da aplicação de DLS ao longo do tempo. As avaliações serão realizadas desde a primeira aplicação, sendo coletadas amostras após cada chuva, para observar o quanto de nutrientes são lixiviados pela água da chuva. O delineamento experimental de campo possui 18 parcelas, em um arranjo de blocos casualizados. Em cada parcela será instalada uma calha coletora ligada a um recipiente de 25 litros para armazenar a água que não infiltra no solo. Essa calha tem o objetivo de captar a água da chuva que escoa sobre o solo, carreando solo e contaminantes. Durante a execução do projeto será avaliada a quantidade de água que escoa superficialmente em cada precipitação pluviométrica, bem como a quantidade de solo e nutrientes/poluentes P, N,. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / VANDERLEI RODRIGUES DA SILVA - Coordenador / CARLOS AUGUSTO BONINI PIRES - Integrante / PATRICIA PRETTO PESSOTTO - Integrante / CÍCERO ORTIGARA - Integrante / GIOVANNA ANGELINA MACHADO - Integrante / VALÉRIA TESTA - Integrante / ADRIANO BORGES SCHWENING - Integrante / DAIANE DE MELLO MAAS - Integrante / DANIEL AQUINO DE BORBA - Integrante / JONAS BERTOLDO PIOVESAN - Integrante / MARCELA MARIA ZANATTA - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Estudos em erosão, produção de sedimentos e qualidade de água em bacias hidrográficas., Descrição: O objetivo deste projeto é oferecer uma infraestrutura de campo e laboratório para estudos em hidrologia e sedimentologia na escala de bacia hidrográfica que reflitam os impactos gerados por diferentes sistemas agrícolas produtivos, dando apoio à projetos de monitoramento e modelagem agrícola e ambiental. Isso é necessário para mitigar problemas de contaminação de corpos d'água, decorrentes de atividades agrícolas são necessárias técnicas efetivas de manejo e conservação do solo, as quais são dependentes de um grande conjunto de técnicas de monitoramento e modelagem. Nesse contexto, o objetivo desse projeto é subsidiar projetos de pesquisa e extensão através do desenvolvimento de estudos hidrológicos, erosivos e de qualidade de água com técnicas e infraestrutura de campo, laboratório e escritório. Com o apoio desse projeto, ações efetivas de desenvolvimento tecnológico serão viabilizadas para provar, através de unidades de validação e de demonstração, a efetividade dessas práticas na escala de bacia hidrográfica. O desenvolvimento deste projeto subsidiará estudos de descrição dos principais fenômenos que governam a relação entre conservação do solo e processos dinâmicos associados à erosão, aos escoamentos, produção de sedimentos e qualidade de água. Esses estudos possibilitarão a calibração e a validação de modelos matemáticos que poderão ser empregados para avaliar o impacto positivo ou negativo de um número infinito de situações ou cenários de uso e manejo do solo e de clima. Por fim, destaca-se que a realização desse estudo poderá ser utilizada como instrumento de convencimento e apoio, tanto da sociedade como do poder público, quanto à importância da aplicação de tecnologias corretas para a gestão adequada dos recursos solo e água.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / ALEXANDRE AUGUSTO SCHLESNER - Integrante / ANA LÚCIA LONDERO - Integrante / CLAUDIA ALESSANDRA PEIXOTO DE BARROS - Integrante / DINIS DEUSCHLE - Integrante / ELIZEU JONAS DIDONE - Integrante / ELTON LUIZ SCHAEFER - Integrante / FABIO JOSÉ ANDRES SCNHEIDER - Integrante / FREDERICO NEUENSCHWANDER - Integrante / GILMAR LUIZ SCHAEFER - Integrante / JEAN PAOLO GOMES MINELLA - Coordenador / JOSÉ AUGUSTO MONTEIRO DE CASTRO LIMA - Integrante / LAUREN CORTEZIA ÁVILA - Integrante / LUÍS MICHEL GOULARTE BERGOLI - Integrante / Marcelo Kaminskas - Integrante / PAULO EUGENIO SCHAEFER - Integrante / RAFAEL RAMON - Integrante / TIAGO CANALE - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Avaliação física, química e biológica do húmus da compostagem de materiais orgânicos de diferentes origens., Descrição: O presente trabalho tem como objetivo geral de avaliar física, química e biologicamente, o húmus da compostagem de materiais orgânicos de diferentes origens, para utilização na agricultura orgânica. Devido à grande quantidade de resíduos sólidos orgânicos gerados no mundo e a necessidade de transformação desses resíduos em produtos, através de processos biológicos para utilização na produção orgânica, busca-se a compostagem como uma alternativa viável e eficiente no tratamento de resíduos sólidos orgânicos agrícolas, agroindustriais e urbanos. A compostagem, portanto, produz o adubo que é essencial para o solo na melhoria de sua estrutura e fertilidade, além de proporcionar às culturas um aumento na sua produtividade. Serve para enriquecer solos pobres, aumentando a capacidade das plantas na absorção de nutrientes, fornecendo substâncias que estimulam seu crescimento. Facilita a aeração, retém a água e reduz a erosão provocada pelas chuvas. Funciona como inoculante para o solo, acumulando os macro e microorganismos (fungos, actinomicetos, bactérias, minhocas e protozoários) que são formadores naturais do solo. Assim sendo, é importante saber o potencial de fertilização, recuperação e estruturação do solo, de cada composto.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / ALEXANDRE COUTO RODRIGUES - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    DETERMINAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS POLUENTES PROVIDOS DE POSTES TRATADOS COM PRESERVANTES DE MADEIRA, Descrição: Após o tratamento da madeira através de conservantes CCA e CCB depara-se com a necessidade de avaliar o teor de cinzas e o poder de volatilização dos metais. Para tanto, ocorre à necessidade de análise quali-quantitativa para verificar as proporções de Cu, Cr, Se e Ar, sendo assim, a Espectrometria de Fluorescência de Raios-X é uma metodologia que pode ser empregada pra esse tipo de análise. Neste sentido ocorre o seguinte questionamento: Qual a quantidade de sais de CCA e CCB presentes na estrutura da madeira é liberada ao solo e a quantidade que é emitido no meio atmosférico durante sua vida útil?. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / ARCI DIRCEU WASTOWSKI - Coordenador / MATIAS ROSSATO SANDRI - Integrante / PAULO ROBERTO BAIRROS DA SILVA - Integrante / SABRINA RODRIGUES DA CONCEICAO - Integrante / NATIELI LUIZA TORCHETTO - Integrante.

  • 2011 - Atual

    Compressibilidade e resistência à penetração de um Latossolo sob diferentes sistemas de uso do solo, Descrição: Os diferentes sistemas de uso e manejo do solo podem promover modificações na estrutura e no comportamento físico-hídrico. Os sistemas de cultivo deveriam contribuir na capacidade do solo de exercer suas funções físicas, favorecendo o crescimento e ancoragem das raízes, bem como o suprimento de água, nutrientes e O2 às plantas. A compressibilidade do solo é uma determinação que relaciona a capacidade de suporte do solo e a suscetibilidadeà compactação do mesmo. Sua determinação poderá ser útil para prever a compactação do sol opelo tráfego de máquinas e pisoteio animal. O presente projeto visa avaliar as alterações nas propriedades físicas de um Latossolo Vermelho, situado na Região do Médio Alto Uruguai do estado do RS, em áreas de: plantio direto, plantio convencional, pastagem rotacionada e mata nativa.O clima dessa região, segundo a classificação de Koppen (1948), é subtropical úmido sem estiagens, tipo Cfa. A precipitação média anual varia de 1.185 a 1.364 mm com temperatura média anual entre 17 e 18ºC, onde a temperatura do mês mais quente é superior a 22ºC e do mês mais frio varia de 3 a 18ºC. Serão coletadas amostras indeformadas, constituídas de três repetições nas profundidades 0-5 e 5-10 cm as quais, serão determinadas a umidade atual no momento da coleta e após, repetições serão equilibradas nos potenciais de -20 cm e -60 cm de coluna de água Serão utilizadas áreas com os seguintes usos:(a) Plantio direto, com sucessão trigo/soja; (b) Plantio convencional, com aração até 40 cm de profundidade, situado na área experimental do Curso de Agronomia da Universidade Federal de Santa Maria, campus de Frederico Westphalen - RS; (c) Pastagem rotacionada, situada na propriedade do Sr. Élido Ortigara no município de Taquaruçul do Sul - RS; (d) Mata nativa, situada no Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - RS. Será determinada a compressibilidade do solo, com carregamentos estáticos de 0; 25; 50;100;200;400;800 e 1.600 kPa de pressão atuando 5 minutos cada sobre as amostras em prensa de compressão uniaxial. A resistência a penetração radicular será realizada com o auxílio de um penetrômetro de bancada, com haste mecânica e velocidade de penetração constante de 10mm min-1 A análise estatística será realizada pela comparação de médias entres os diferentes sistemas de uso do solo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / VANDERLEI RODRIGUES DA SILVA - Coordenador / CARLOS AUGUSTO BONINI PIRES - Integrante / PATRICIA PRETTO PESSOTTO - Integrante / FELIPE BONINI DA LUZ - Integrante / JACKSON LUIZ ARBOIT - Integrante / JAISON PIAIA - Integrante / LUCIANO CAMPOS CANCIAN - Integrante / TIAGO VINICIOS STROJAKI - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Monitoramento e Modelagem dos Fluxos de Água, Solutos e Sedimentos em Bacias Hidrográficas Rurais, Descrição: Esta proposta faz parte de uma linha de pesquisa do Departamento de Solos que aborda as relações entre as atividades agrícolas e seus impactos sobre a melhoria ou a degradação do solo e da água considerando a bacia hidrográfica como unidade de estudo. O entendimento dos fatores relacionados ao uso, manejo e ocupação dos solos na escala de bacia hidrográfica tem sido um dos grandes desafios para o estabelecimento dos impactos das atividades agrícolas sobre os recursos naturais (solo e água) principalmente pela erosão e poluição difusa. Nesse contexto, este grupo de pesquisa tem como estratégia de análise o monitoramento de bacias hidrográficas para a obtenção de um conjunto representativo de dados e informações capazes de caracterizar os processos hidrológicos, erosivos e de qualidade de água em diferentes condições de uso e manejo dos solos, e a partir disto propor medidas de conservação e manejo do solo e água.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / ALEXANDRE AUGUSTO SCHLESNER - Integrante / ANA LÚCIA LONDERO - Integrante / CLAUDIA ALESSANDRA PEIXOTO DE BARROS - Integrante / DINIS DEUSCHLE - Integrante / ELIZEU JONAS DIDONE - Integrante / JEAN PAOLO GOMES MINELLA - Coordenador / JOSÉ AUGUSTO MONTEIRO DE CASTRO LIMA - Integrante / LUÍS MICHEL GOULARTE BERGOLI - Integrante / TIAGO CANALE - Integrante / ANGÉLICA MAROSTEGA - Integrante / CEDINARA ARRUDA SANTANA MORALES - Integrante / DALVAN JOSE REINERT - Integrante / JOSE MIGUEL REICHERT - Integrante / LEONARDO GUIMARÃES MACHADO - Integrante / LILIAN ALESSANDRA RODRIGUES - Integrante / LUCAS HENRIQUE CIOTTI - Integrante / MIRIAM FERNANDA RODRIGUES - Integrante / MIRIAN LAGO VALENTE - Integrante / MÁRCIA LUCIANE KOCHEM - Integrante / Paul Capel - Integrante / Pedro Cunha - Integrante / RAFAEL DANIEL MUNDT - Integrante / RÉGIS LANZA - Integrante / TALES TIECHER - Integrante / VIVIANE CAPOANE - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - Atual

    DESENVOLVIMENTO, CONSTRUÇÃO E DIMENSIONAMENTO DE UM PERMEÂMETRO DE CARGA CONSTANTE (PCC), Descrição: O projeto visa construir um protótipo de permeametro de carga constante para falicitar as determinações de condutividade hidráulica em solo saturado. O protótipo será testado com métodos tradicionais de determinações da Ksat.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Rosemar de Queiroz - Integrante / LUCAS AQUINO ALVES - Integrante / LUCAS ROBERTO PERIN - Integrante / VANDERLEI RODRIGUES DA SILVA - Coordenador / EZEQUIEL KOPPE - Integrante / CARLOS AUGUSTO BONINI PIRES - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional