Larissa Piffer Dorigon

Doutoranda e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp na linha de Dinâmicas da Natureza. Licenciatura e Bacharel em geografia pela Universidade Estadual Paulista, Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciência e Tecnologia FCT/UNESP, campus de Presidente Prudente - SP. Membro do Grupo de Pesquisa Interações na Superfície, água e atmosfera - GAIA. Atualmente se dedica a pesquisa intitulada: Unidades climáticas a partir das paisagens urbanas de Jundiaí/SP, sob orientação da Profa. Dra. Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim.

Informações coletadas do Lattes em 30/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Geografia

2016 - Atual

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Unidades climáticas a partir das paisagens urbanas de Jundiaí/SP,
Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim.

Mestrado em Geografia

2013 - 2015

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: CLIMA URBANO EM PARANAVAÍ/PR: ANÁLISE DO ESPAÇO INTRAURBANO,Ano de Obtenção: 2015
Orientador: em Ohio State University ( Alvaro Montenegro)
com Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Graduação em Geografia Bacharel

2012 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR
Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Introdução à plataforma ArcGis. (Carga horária: 40h). , WR Educacional, WR, Brasil.

2017 - 2017

Técnicas Aplicadas em Climatologia. (Carga horária: 30h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2017 - 2017

Climatologia dinâmica e o RClindex como ferramenta climatológica. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2011 - 2011

A dinâmica climática no centro-sul do Brasil e técnicas de análises. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2010 - 2010

Diálogos entre ciência, arte e filosofia: Contribuições para o ensino. (Carga horária: 32h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2009 - 2009

Elaboração de gráficos de análise rítmica. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geografia Física/Especialidade: Climatologia Geográfica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

DORIGON, L. P. ; MONTEIRO, A. ; MADUREIRA, H. . Inovações metodológicas em estudos ambientais no Brasil e em Portugal - Abordagens Inovadoras em Estudos Ambientais. 2019. (Outro).

DORIGON, L. P. ; MONTEIRO, A. ; MADUREIRA, H. . Inovações metodológicas em estudos ambientais no Brasil e em Portugal - Comunicação e Literacia em Riscos Naturais e Tecnológicos. 2019. (Outro).

DORIGON, L. P. ; AMORIM, M. C. C. T. ; Sant'Anna Neto, J. L. . II Seminário de Climatologia Urbana. 2014. (Outro).

DORIGON, L. P. ; ROCHA, P. C. . XIV Semana de Geografia e IX Encontro de Estudantes de Licenciatura em Geografia. 2013. (Outro).

DORIGON, L. P. ; ROCHA, P. C. . XIII Semana da Geografia e VIII Encontro de Estudantes em Licenciatura em Geografia e I Workshop de Tratamento de Informação Geográfica. 2012. (Outro).

DORIGON, L. P. . XII Semana de Geografia e VII Encontro de estudantes de Licenciatura em Geografia. 2011. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

10th International Conference on Urban Climate/14th Symposium on the Urban Environment.The use of thermal infrared channel while studying urban climate: a comparison between Paranavaí/BR and Canton/US. 2018. (Simpósio).

XVI Colóquio Ibérico de Geografia.Intensidade das Ilhas de Calor em Paranavaí/PR/Brasil. 2018. (Outra).

XVII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada e I Congresso Nacional de Geografia Física.Clima urbano através de sensoriamento remoto: evolução histórica da termografia da superfície de Paranavaí/PR. 2017. (Simpósio).

II Simpósio de Climatologia Urbana.OS TRANSECTOS MÓVEIS DE VERÃO EM PARANAVAÍ. 2014. (Seminário).

VII Congresso Brasileiro de Geógrafos. Técnicas de sensoriamentom remoto (Temperatura da Superfície e NDVI) aplicadas aos estudos de clima urbano, o exemplo de Paranavaí/PR.. 2014. (Congresso).

IV Workshop Internacional Sobre Planejamento e Desenvolvimento Sustentável em Bacias Hidrográficas.ANÁLISE DO REGIME HIDROLÓGICO DO RIO PARDO. 2013. (Outra).

Seminário Internacional "Questões do Trabalho, Ambientais e da Saúde do Trabalhador". 2013. (Seminário).

XIV Semana de Geografia e IX Encontro de estudantes de licenciatura em Geografia - Transformações e desafios do conhecimento geográfico: as atribuições profissionais da ciência geográfica..Mudanças na paisagem e os reflexos no clima: primeiras referências sobre a modificação da atmosfera no ambiente urbano de Londres. 2013. (Outra).

XVII Encontro Nacional de Geógrafos.ESTUDO DO CLIMA URBANO POR MEIO DE COMPARAÇÃO ENTRE RURAL E URBANO E IMAGENS DO LANDSAT 7: O CASO DE PARANAVAÍ/PR. 2012. (Encontro).

XII Semana de Geografia e VII Encontro de estudantes de Licenciatura em Geografia.Clima urbano em Paranavaí: características da temperatura e umidade relativa do ar nos períodos vespertino e noturno. 2011. (Encontro).

XIV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada.Análise da temperatura e umidade relativa do ar em Paranavaí/PR. 2011. (Simpósio).

XXIII Congresso de Iniciação Científica da Unesp -1ª fase. ESTUDO DA TEMPERATURA E UMIDADE DO AR EM PARANAVAÍ/PR: COMPARAÇÃO ENTRE O RURAL E O URBANO. 2011. (Congresso).

XI Semana da Geografia e IV Encontro de estudantes de Licenciatura em Geografia. 2010. (Congresso).

XVI Encontro Nacional de Geógrafos. 2010. (Congresso).

X Semana de Geografia e V Encontro de estudantes de Licenciatura em Geografia. 2009. (Congresso).

IX Semana de Geografia e IV Encontro de estudantes de Licenciatura em Geografia. 2008. (Congresso).

XV Encontro Nacional de Geógrafos. 2008. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Simone Scatolon Menotti

VIANA,S. S.M.; Minaki, C;AMORIM, M.C.C.T. CARACTERÍSTICAS TÉRMICAS E HIGROMÉTRICAS NO CAMPO E NA CIDADE DE PARANAVAÍ/PR. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Cíntia Minaki

Amorim, Margarete C.de C. T.; VIANA, S. S. M.;MINAKI, C.. Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR. 2012.

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

AMORIM, M. C. C. T.TOMMASELLI, J.T.G.; MONTENEGRO, A.. Clima urbano em Paranavaí/PR: análise do espaço intraurbano. 2015. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

AMORIM, M. C. C. T.SANT'ANNA NETO, J.L.; MONTENEGRO, A.. Clima urbano em Paranavaí/PR: análise do espaço intraurbano. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

AMORIM, M. C. C. T.; VIANA, S.C.M.;MINAKI, C.. Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

João Lima Sant'anna Neto

AMORIM, M. C. C. T.SANT'ANNA NETO, J.L.; MONTENEGRO, Alvaro. Clima urbano em Paranavai/PR. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

José Tadeu Garcia Tommaselli

AMORIM, M. C. C. T.;TOMMASELLI, J. T. G.; Montenegro, A.. Clima urbano em Paranavaí-PR: análise do espaço intra-urbano.. 2015. Dissertação (Mestrado em Geografia [Pres. Prudente]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

José Tadeu Garcia Tommaselli

AMORIM, M. C. de C. T.; Monteiro, Ana;TOMMASELLI, J. T. G.. As ilhas de calor urbana em Jundiaí-SP. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Unidades climáticas a partir das paisagens urbanas de Jundiaí/SP; Início: 2016; Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Clima urbano em Paranavaí/PR: análise do espaço intraurbano; 2015; Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

O Clima urbano em cidades localizadas no oeste do Estado de São Paulo; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Classificação climática urbana através do da metodologia local climate zones; 2019; Orientação de outra natureza; (Geografia) - Universidade do Porto - Faculdade de Letras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Bolsa no Exterior - Regular - Estágio de Pesquisa - Mestrado - 2014/08836-3; 2015; Orientação de outra natureza; (Geografia) - Ohio State University, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DORIGON, LARISSA PIFFER ; AMORIM, MARGARETE CRISTIANE DE COSTA TRINDADE . Spatial modeling of an urban Brazilian heat island in a tropical continental climate. URBAN CLIMATE , v. 28, p. 100461, 2019.

  • CARDOSO, RENATA ; DORIGON, LARISSA ; TEIXEIRA, DANIELLE ; AMORIM, MARGARETE . Assessment of Urban Heat Islands in Small- and Mid-Sized Cities in Brazil. Climate , v. 5, p. 14, 2017.

  • DORIGON, L. P. . Condicionantes Geoambientais e clima urbano: O caso de Presidente Prudente (SP). Revista Terra Livre , v. 2, p. 87-114, 2017.

  • CAVALCANTI JUNIOR, F. A. ; DORIGON, L. P. . ANÁLISE DOS DESLIZAMENTOS DE MASSA NO ?MORRO DO BUMBA? ATRAVÉS DE IMAGENS SATÉLITE. Fórum Ambiental da Alta Paulista , v. 11, p. 108-117, 2015.

  • DORIGON, L. P. ; CARDOSO, R. S. . ANÁLISE DO FLUXO DE VENTO E SEU PAPEL NA DISPERSÃO DE POLUENTES EM PRESIDENTE PRUDENTE - SP. Boletim de Geografia (Online) , v. 33, p. 95-108, 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

DORIGON, L. P. . As centralidades do lazer noturno nas cidades de Ribeirão Preto e Presidente Prudente ? SP. 2015.

DORIGON, L. P. . A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO DE MARINGÁ E O CRESCIMENTO DA PERIFERIA. 2015.

DORIGON, L. P. ; AMORIM, M. C. C. T. . Análise temporal da termografia da superfície em Paranavaí ? PR. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

DORIGON, L. P. ; AMORIM, M. C. C. T. . Os transectos móveis de verão em Paranavaí. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

DORIGON, L. P. ; CARDOSO, R. S. . Modelagem espacial da temperatura do ar em SIG. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

DORIGON, L. P. ; AMORIM, M. C. C. T. . Características térmicas e higrométricas no campo e na cidade de Paranavaí/PR. 2012. (Relatório de pesquisa).

DORIGON, L. P. ; AMORIM, M. C. C. T. . Os climas urbanos de cidades médias e pequenas do oeste do estado de São Paulo. 2011. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    UNIDADES CLIMÁTICAS A PARTIR DAS PAISAGENS URBANAS DE JUNDIAÍ/SP, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim em 15/08/2017., Descrição: A rápida urbanização ocorrida a partir da segunda metade do século XVII modificou gradualmente o ambiente físico das cidades, destacando-se que tanto a transformação da paisagem quanto as atividades associadas às áreas urbanas têm alterado a atmosfera na escala local, especialmente abaixo do nível médio dos edifícios ou na camada do dossel urbano. Nesta camada, o clima é dominado por processos e trocas microescalares, que são altamente relevantes para o conforto humano. A análise das paisagens no intraurbano e rural próximo é fundamental para se diagnosticar as ilhas de calor urbanas, uma vez que dependendo das propriedades dos materiais presentes na superfície há alterações no campo térmico das cidades. Neste sentido, esta pesquisa parte da hipótese de que uma classificação de unidades paisagísticas, voltadas diretamente para sua relação com o campo térmico urbano de Jundiaí, pode e deve ser considerada, como um dado essencial a ser inserido nas ações de planejamento, uma vez que busca aprimorar as relações entre parâmetros sociais e elementos físicos. Portanto, tem-se como objetivo principal, distinguir as unidades de paisagem em Jundiaí/SP, a partir das diferentes superfícies, relacionando-as diretamente a temperatura e a umidade local. A concretização será feita através de cinco etapas, todas elas complementares, a saber: teórica e metodológica; pesquisa de campo; sensoriamento remoto e geoprocessamento; leitura e interpretação de leis municipais e a criação das unidades climáticas. Como resultado final, busca-se sintetizar um material descritivo e analítico para ser entendido como mais uma ferramenta que poderá compor os planos de ações municipais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Piffer Dorigon - Integrante / Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim - Coordenador.

  • 2014 - 2015

    O USO DO CANAL INFRAVERMELHO TERMAL NOS ESTUDOS DE CLIMA URBANO: UMA COMPARAÇÃO ENTRE PARANAVAÍ/BR E CANTON/US / THE USE OF THERMAL INFRARED CHANNEL IN STUDIES OF URBAN CLIMATE: A COMPARISON BETWEEN PARANAVAÍ/BR AND CANTON/U.S., Descrição: Nos estudos de clima urbano o sensoriamento remoto, através da temperatura da superfície, tem sido usado com grande frequência, visto que a termografia superficial modula a temperatura das camadas mais baixas da atmosfera urbana e revela as ilhas de calor. Sendo assim, foi proposto como objetivo geral do projeto de mestrado regular diagnosticar anomalias térmicas no espaço intraurbano de Paranavaí, em escala detalhada, além de identificar a influência exercida pelos diferentes usos e ocupações do solo ao longo do tempo na cidade. Para atingi-lo, foram propostos entre os objetivos específicos, analisar a temperatura intraurbana e rural por meio da imagem dos satélites Landsat 5,7 e 8, e levantar modificações em meio à malha urbana ao longo do tempo e relacioná-las a temperatura da superfície. Para tanto, propõe-se para o subprojeto BEPE a execução destes dois objetivos durante o período de estágio na Ohio State University (OSU), agregando a isto uma comparação com a cidade de Canton, a fim de enriquecer o conhecimento climatológico e a respeito da estrutura, forma e desenho urbano de uma cidade dos Estados Unidos da América, com características diferentes . As cartas de temperatura da superfície e as de condicionantes geourbanos e geoecológicos serão elaboradas utilizando-se de imagens de satélites e técnicas de sensoriamento remoto, e as análises comparativas serão pautadas nesses dados cartográficos, além dos levantamentos teórico à serem realizados. Portanto, esse período de estágio na OSU visa o aprimoramento dos resultados obtidos no projeto regular, contribuindo para o aprofundamento do conhecimento das técnicas e de uma realidade climática diferente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Piffer Dorigon - Coordenador / Alvaro Montenegro - Integrante.

  • 2013 - 2015

    CLIMA URBANO EM PARANAVAÍ/PR: ANÁLISE DO ESPAÇO INTRAURBANO, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim em 12/03/2016., Descrição: Considerando-se o meio urbano como o centro de vivência da grande maioria da população mundial e todas as relações nele existentes, a cidade tornou-se a expressão máxima da transformação humana. A partir desta constatação, e entendendo o clima como uma vertente a ser considerada na estruturação do espaço urbano, esta pesquisa tem como objetivo principal diagnosticar as anomalias térmicas no espaço intraurbano de Paranavaí, em escala detalhada, além de identificar a influência exercida pelos diferentes usos e ocupações do solo ao longo do tempo na cidade. Os dados de elementos climáticos serão coletados através da técnica de transceto móvel noturno que consiste no registro de temperatura do ar intraurbana e na área rural circunvizinha da cidade estudada durante um período de dias representativos do verão e outro do inverno. Ainda serão utilizadas cartas de temperatura da superfície elaboradas através de imagens dos satélites Landsat 5 e Landsat 7, tratadas no software Idrisi e que auxiliarão na identificação temporal das mudanças nos atributos geourbanos identificados em Paranavaí. Assim, os resultados obtidos com esse estudo poderão auxiliar no entendimento do clima urbano da cidade em questão, além de amparar possíveis políticas de ordenamento territorial com o propósito de contribuir para a melhoria da qualidade socioambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Piffer Dorigon - Coordenador / Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim - Integrante.

  • 2012 - 2012

    CARACTERÍSTICAS TÉRMICAS E HIGROMÉTRICAS NO CAMPO E NA CIDADE DE PARANAVAÍ/PR, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim em 12/03/2016., Descrição: Considerando-se o meio urbano como o centro de vivência da maioria da população mundial e todas as relações nele existentes, a cidade é a expressão maior da ação antrópica. Ações estas que não são realizadas de forma homogênea por todo o território, delineando assim, traçados descontínuos, diferenciados, desordenados e, muitas vezes, excludentes. A partir desta constatação, e entendendo o clima como uma vertente de análise da estruturação do espaço urbano, esta pesquisa tem como objetivo comparar dados de temperatura, umidade relativa do ar e direção e velocidades do vento entre a cidade e seu entorno no município Paranavaí/PR, assim como também identificar as diferenças intraurbanas, relacionando-as aos diferentes usos e ocupações do solo e aos materiais construtivos. Os dados de temperatura e umidade relativa do ar foram registrados por estações meteorológicas automáticas do tipo ?Vantage PRO 2? da marca ?Davis Instruments? instaladas em áreas características de ambientes urbano e rural, durante o período de julho a dezembro de 2008. Estes dados foram organizados na forma de gráficos e tabelas. Ainda foram utilizadas cartas de temperatura da superfície elaboradas através de imagens do Landsat 7 e tratadas no software Idrisi. Assim, os resultados obtidos com esse estudo poderão auxiliar no entendimento do clima urbano da cidade em questão, além de amparar possíveis políticas de ordenamento territorial com o propósito de contribuir para a melhoria da qualidade ambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Piffer Dorigon - Coordenador / Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - 2015

    Ohio State University

    Vínculo: Pesquisador visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 20

  • 2016 - Atual

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorado

    Outras informações:
    Projeto: UNIDADES CLIMÁTICAS A PARTIR DAS PAISAGENS URBANAS DE JUNDIAÍ/SP. Orientação: Professora Doutora Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

  • 2018 - 2018

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor bolsista, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Professora bolsista das disciplinas de Climatologia (Graduação em Geografia) e Hidrologia (Graduação em Engenharia Ambiental)

  • 2017 - 2017

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor bolsista, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Professora bolsista responsável pela disciplina de Cartografia para o curso de Geografia da Unesp, campus de Presidente Prudente

  • 2013 - 2015

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Projeto: CLIMA URBANO EM PARANAVAÍ/PR: ANÁLISE DO ESPAÇO INTRAURBANO, Orientação: Professora Doutora Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

  • 2011 - 2012

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Projeto: CARACTERÍSTICAS TÉRMICAS E HIGROMÉTRICAS NO CAMPO E NA CIDADE DE PARANAVAÍ/PR. Orientação: Professora Doutora Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

  • 2010 - 2010

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Projeto: OS CLIMAS URBANOS DE CIDADES MÉDIAS E PEQUENAS DO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO. Orientação: Professora Doutora Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim. Bolsista Iniciação Científica CNPq/PIBIC