Letícia Trindade Cyrino

Letícia Trindade Cyrino concluiu o Mestrado no Programa de Pós-graduação Associado em Educação Física - UEM/UEL em 2016. Concluiu o Curso de graduação em Bacharelado em Educação Física na Universidade Estadual de Londrina/PR, com período de Graduação Sanduíche na Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade Técnica de Lisboa, Portugal (2012-2013). Foi bolsista de Iniciação Científica do CNPq (PIBIC) entre 2010-2013. Foi professora na Faculdade Dom Bosco, Cornélio Procópio/PR. Atualmente é aluna de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade - Interunidades (FCT/UNESP - Presidente Prudente/SP). Recebeu mérito acadêmico de melhor estudante do curso de Bacharelado em Educação Física na Universidade Estadual de Londrina/PR das turmas de 2010. É membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício (GEPEMENE), no Centro de Educação Física e Esporte, na Universidade Estadual de Londrina desde 2010. Publicou 7 artigos completos em periódicos nacionais e internacionais e 44 resumos publicados em anais de congressos. Realizou 8 supervisões de trabalhos de conclusão de curso de graduação na área de Educação Física. Recebeu 6 prêmios e/ou homenagens. Desde 2010 participou de 8 projetos de pesquisa e 1 projeto de extensão financiados por agências de fomento brasileiras. Em seu currículo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da produção científica e tecnológica são: treinamento com pesos, composição corporal, medidas e avaliação e testes motores. Atua na área de Educação Física.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Ciências da Motricidade

2020 - Atual

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Modificações no ângulo de fase induzidas por 24 semanas de treinamento resistido progressivo e supervisionado e sua relação com indicadores de força muscular, composição corporal, funcionalidade e biomarcadores metabólicos em mulheres idosas,
Orientador: Luís Alberto Gobbo
Palavras-chave: Análise vetorial; Ângulo de fase; Atividade Física; Composição corporal; Impedância bioelétrica; Treinamento de força. Grande área: Ciências da Saúde

Mestrado em Educação Física - Uel - Uem

2014 - 2016

Universidade Estadual de Londrina
Título: EFEITO DE DOIS ANOS DE TREINAMENTO COM PESOS SOBRE A FORÇA MUSCULAR, COMPOSIÇÃO CORPORAL, PERFIL GLICÊMICO E LIPÍDICO EM MULHERES IDOSAS,Ano de Obtenção: 2016
Crivaldo Gomes Cardoso Junior.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: envelhecimento; treinamento resistido; saúde da mulher.

Graduação em Bacharelado em Educação Física

2010 - 2013

Universidade Estadual de Londrina

Ensino Médio (2º grau)

2007 - 2009

Colégio Marista de Londrina

Ensino Fundamental (1º grau)

1999 - 2006

Colégio Marista de Londrina

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2013

Ciência do Desporto. (Carga horária: 1085h). , Universidade Técnica de Lisboa, UTL, Portugal.

2012 - 2012

Monitoria Acadêmica: Medidas e Avaliação na Ed.Fis. (Carga horária: 68h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Bioestatística. (Carga horária: 30h). , Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício, GEPEMENE, Brasil.

2011 - 2011

Treinamento de Força Muscular. (Carga horária: 6h). , Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.

2011 - 2011

Atividade Física e Saúde. (Carga horária: 6h). , Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Bioestatística. (Carga horária: 30h). , Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício, GEPEMENE, Brasil.

2010 - 2010

Atividade Física e Saúde. (Carga horária: 6h). , Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.

2010 - 2010

Nutrição Aplic. à Prát. de Exerc. Físico/Esporte. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Exercício Físico, Nutrição e Asp. Psicobiológicos. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Composição Corporal Humana. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2010 - 2010

Treinamento Esportivo. (Carga horária: 6h). , Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

22° Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC e 3° Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação.Efeito Relativo da Idade, Maturação Somática e Habilidades Específicas em Jovens Futebolistas. 2013. (Encontro).

IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Participação em Programas de Atividade Física Orientada na Infância e Atividade Física na Adolescência. 2012. (Congresso).

IV Congresso Internacional de Pedagogia do Esporte. Desempenho motor em diferentes intervalos de recuperação em exercícios com pesos: comparação entre homens e mulheres. 2011. (Congresso).

XXXIV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Comparação entre dois testes motores utilizados para análise da força/resistência muscular em mulheres jovens. 2011. (Simpósio).

III Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Hábitos alimentares de homens universitários, antes e após o início de um programa de treinamento físico. 2010. (Congresso).

XXXIII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. 2010. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Alexsander Augusto do Nascimento

BISCARO, M.V.; GODOY, A.B.;CYRINO, L.T.. Educação física no lócus escolar: caminhos e descaminhos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Laice Moraes Ferreira

CYRINO, L.T.; COSTA, R.Y.C.P.; DIB, M.M.. Análise da interferência do equilíbrio na iniciação do balé clássico em crianças de 4 e 5 anos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Rovilson Alarcon Ximenes Junior

CYRINO, L.T.; DIB, L.P.; GROCHOLSKI, J.A.. Os benefícios da neurociência no esporte com uso da imaginética mental. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Anderson Colombo Bezerra & Leandro William Rocha

CYRINO, L.T.; INTERDONATO, G.C.; OLIVA, L.H.S.F.. Efeito da prática de voleibol adaptado sobre a capacidade funcional de mulheres idosas. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Felipe Souza Brisolla

SILVA, V.B.; DIB, L.P.;CYRINO, L.T.. Influência do treinamento com pesos na composição corporal em iniciantes do sexo masculino entre as idades de 19 e 34 anos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Adriano Josias de Carvalho Lamari

OLIVA, L.H.S.F.;CYRINO, L.T.; DIB, L.P.. Aptidão física de escolares do ensino médio de Figueira - PR. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: DARCI RUIZ SANCHES FILHO

OLIVEIRA, B.P.;CYRINO, L.T.; DIB, L.P.. A percepção dos profissionais de educação física sobre primeiros socorros dentro das academias. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Gleice Beatriz Batista Vitor & Maurício Busquim Neto

SOUZA, D.B.; DIAS, S.S.;CYRINO, L.T.. Influencia aguda do exercício funcional sobre as respostas cardiovasculares pós-exercício em indivíduos normotensos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Fabiano Hikokichi Watanabe Santiago

BISCARO, M.V.; GODOY, A.B.;CYRINO, L.T.. Iniciação ao handebol: brincar, jogar e aprender nas aulas de educação física. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Everthon Gomes da Silva & Matheus de Barros Lourenço

CYRINO, L.T.; DIAS, S.S.; SOUZA, D.B.. Crossfit e Lesões. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Aluno: Luiz Luitz

CYRINO, L.T.; OLIVEIRA, B.P.; SOUZA, D.B.. A importância do exercício físico para a manutenção da força flexibilidade em idosos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Crivaldo Gomes Cardoso Junior

CARDOSO JR., C.G.; TOMERELI, C.M.; TEIXEIRA, D. C.. Efeito do exercício físico na reatividade cardiovascular em mulheres pós-menopausadas com diferentes queixas de sintomas vasomotores. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

Crisieli Maria Tomeleri Cogo

CARDOSO JR, C.; TEIXEIRA, D. C.;TOMELERI, C.M.. EFEITO DO EXERCÍCIO FÍSICO NA REATIVIDADE CARDIOVASCULAR EM MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS COM DIFERENTES QUEIXAS DE SINTOMAS VASOMOTORES. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

Alex Silva Ribeiro

RIBEIRO, A.S.; CARDOSO JUNIOR, C. G.; DEMINICE, R.. Efeito de dois anos de treinamento com pesos sobre a força muscular, composição corporal e perfil lipídico de mulheres idosas. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

Rafael Deminice

DEMINICE, R.; Cardoso Junior, CG; RIBEIRO, A.. EFEITO DE DOIS ANOS DE TREINAMENTO COM PESOS SOBRE A FORÇA MUSCULAR, COMPOSIÇÃO CORPORAL E PERFIL LIPÍDICO DE MULHERES IDOSAS.. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Edjane Andressa dos Santos

Nível de flexibilidade em escolares do ensino fundamental II da cidade de Cornélio Procópio, PR; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Laíne Spolão Pires

Efeito do exercício físico e da atividade física na doença de alzheimer; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Camila Helber Cazarim

Qualidade de vida de idosas praticantes e não praticantes de exercícios físicos; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Anderson Colombo Bezerra & Leandro William Rocha

Efeito da prática de voleibol adaptado sobre a capacidade funcional de mulheres idosas; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Laice Moraes Ferreira

Análise da interferência do equilíbrio na iniciação do balé clássico em crianças de 4 e 5 anos; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Rovilson Alarcon Ximenes Junior

Os benefícios da neurociência no esporte com uso da imaginética mental; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Everthon Gomes da Silva & Matheus de Barros Lourenço

Cossfit e lesões; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

LUIZ LUITZ FILHO

A importância do exercício físico para a manutenção da força flexibilidade em idosos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco; Orientador: Letícia Trindade Cyrino;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Crivaldo Gomes Cardoso Junior

EFEITO DE DOIS ANOS DE TREINAMENTO COM PESOS SOBRE A FORÇA MUSCULAR, COMPOSIÇÃO CORPORAL E PERFIL LIPÍDICO DE MULHERES IDOSAS; 2016; Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Crivaldo Gomes Cardoso Júnior;

Crivaldo Gomes Cardoso Junior

Efeito do exercício físico na reatividade cardiovascular em mulheres pós-menopausadas com diferentes queixas de sintomas climatéricos; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Bacharelado em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Crivaldo Gomes Cardoso Júnior;

Enio Ricardo Vaz Ronque

Efeito relativo da idade, maturação somática e habilidades específicas em jovens futebolistas; ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharelado Em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Enio Ricardo Vaz Ronque;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - 2018

    Impacto do treinamento com pesos em diferentes frequências semanais, destreinamento e retreinamento sobre biomarcadores de saúde, composição corporal, desempenho motor e indicadores de qualidade de vida em mulheres idosas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Edilson Serpeloni Cyrino em 09/03/2020., Descrição: Introdução: O processo de envelhecimento tem um impacto negativo sobre diversos indicadores de saúde e qualidade de vida, sobretudo, em pessoas que adotam comportamentos sedentários. Por outro lado, muitos estudos observacionais e experimentais têm revelado efeitos benéficos para a saúde associados a prática de exercícios com pesos em idosos. Objetivo: Analisar o impacto do treinamento com pesos em diferentes frequências semanais, do destreinamento e do retreinamento sobre biomarcadores de saúde, composição corporal, desempenho motor e indicadores de qualidade de vida em mulheres idosas. Métodos: Aproximadamente 60 mulheres idosas serão acompanhadas ao longo de 58 semanas em dois grupos experimentais (um com frequência de duas e outro com frequência de três vezes por semana ao treinamento com pesos) de pessoas sedentárias com excesso de peso/obesidade será adotado. O estudo será dividido em quatro etapas com duração de 12 semanas cada, separadas por blocos de duas semanas para medidas e avaliação do processo (linha de base, após 12 semanas de treinamento, após 12 semanas de destreinamento, no final de 12 e de 24 semanas de retreinamento). Medidas antropométricas e hemodinâmicas, composição corporal, registros alimentares, desempenho motor, bioquímica sanguínea e indicadores de qualidade de vida serão obtidos nos diferentes momentos do estudo. Resultados esperados: Considerando os riscos para a saúde associados ao comportamento sedentário e os possíveis benefícios do treinamento com pesos em idosos, espera-se que as informações a serem produzidas neste estudo forneçam subsídios importantes para a saúde de mulheres idosas e que permitam uma tomada de decisão mais segura sobre a prescrição deste tipo de treinamento, a partir de diferentes frequências semanais, considerando que a falta de tempo é considerada uma das principais barreiras relatadas para a falta de adesão e aderência a prática de exercícios físicos em diferentes populações. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Ademar Avelar de Almeida Júnior - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Luís Alberto Gobbo - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Karina Elaine de Souza Silva - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Durcelina Schiavoni - Integrante / Juliano Casonatto - Integrante / João Pedro Alves Nunes - Integrante / Analiza Mónica Silva - Integrante / Leandro Santos - Integrante / Melissa Antunes - Integrante / Edilaine Fungari Cavalcante - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Júnior - Integrante / Gabriel Kunevaliki de Moraes - Integrante / Rodrigo dos Reis Fernandes - Integrante / Paulo Sugihara Junior - Integrante / Paolo Marcello da Cunha - Integrante / Camila de Souza Padilha - Integrante / Andre de Oliveira Werneck - Integrante / Raphael Mendes Ritti-Dias - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Denilson de Castro Teixeira - Integrante / Alexandre Hideki Okano - Integrante / Alexandre Jehan Marcori - Integrante / Beatriz Suellen Arceni - Integrante / Daniel Gomes da Silva Machado - Integrante / Eduardo Padua - Integrante / Ferdinando Oliveira Carvalho - Integrante / Marcia Marques Dib - Integrante / Carlos Eduardo de Oliveira - Integrante / Carolina Moraes da Silva - Integrante / Claudinei Ferreira dos Santos - Integrante / Kessi Cassiane Iarosz - Integrante / Vinicius Alves Barreto Rocha - Integrante.

  • 2014 - 2017

    Impacto da interrupção do comportamento sedentário sobre biomarcadores de saúde e qualidade de vida: ensaio clínico aleatorizado e controlado em adultos sedentários com excesso de peso, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Edilson Serpeloni Cyrino em 09/03/2020., Descrição: É reconhecido que o tempo despendido em comportamento sedentário (CS) tem um impacto negativo para a saúde cardiometabólica. Por outro lado, alguns estudos observacionais e experimentais têm revelado efeitos benéficos para a saúde associados a interrupção periódica do comportamento sedentário ao longo do dia por meio da prática de atividade física. Objetivo: Analisar o impacto da interrupção periódica do CS, no tempo total despendido neste tipo de comportamento, em biomarcadores de saúde e em parâmetros de qualidade de vida. Métodos: Um ensaio clínico controlado e aleatorizado com a duração de 1 ano em dois grupos (um de intervenção e um de controle) de pessoas sedentárias com excesso de peso/obesidade será adotado. A indução da interrupção do CS será realizada com o auxílio de um software que notificará e registrará o número de pausas durante o período de trabalho. As pausas consistirão da execução de marcha a 3 km/h. A medida objetiva da atividade física e da interrupção do CS será avaliada por meio de acelerometria. A composição corporal será avaliada por meio de absortometria radiológica de dupla energia (DEXA). Para avaliação da função arterial e da qualidade de vida serão utilizados um ultrassom portátil e questionários, respectivamente. Bioquímica sanguínea será utilizada para a determinação das concentrações plasmáticas de glicose e insulina (pré e pós prandial), o perfil inflamatório, o perfil lipídico e variáveis hemostáticas. Todas as variáveis serão analisadas na linha de base, após seis e 12 meses de acompanhamento. Resultados esperados: Considerando a ubiquidade do CS na sociedade contemporânea e os riscos para a saúde associados a este tipo de comportamento, espera-se que a acumulação de atividade física de intensidade leve à custa da interrupção do CS reduza o tempo despendido neste tipo de comportamento e melhore a saúde cardiometabólica, a composição corporal e a qualidade de vida dos participantes. Antecipamos com este projeto uma possível alteração paradigmática nos modelos vigentes associados às recomendações e orientações para a atividade física, com a inclusão de recomendações direcionadas para a redução do CS. Assim, a nossa expectativa é que a inclusão de pausas periódicas no CS possa ser uma opção viável para implementação nos locais de trabalho, sobretudo, quando as tarefas desempenhadas são caracteristicamente sedentárias. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (12) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Ademar Avelar de Almeida Júnior - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Karina Elaine de Souza Silva - Integrante / Marcio André de Gouvêa - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Durcelina Schiavoni - Integrante / Juliano Casonatto - Integrante / João Pedro Alves Nunes - Integrante / Analiza Mónica Silva - Integrante / Leandro Santos - Integrante / Melissa Antunes - Integrante / Edilaine Fungari Cavalcante - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Júnior - Integrante / Gabriel Kunevaliki de Moraes - Integrante / Rodrigo dos Reis Fernandes - Integrante / Paulo Sugihara Junior - Integrante / Paolo Marcello da Cunha - Integrante / Camila de Souza Padilha - Integrante / Andre de Oliveira Werneck - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Rafael Deminice - Integrante / Denilson de Castro Teixeira - Integrante / Alexandre Hideki Okano - Integrante / Alexandre Jehan Marcori - Integrante / Beatriz Suellen Arceni - Integrante / Daniel Gomes da Silva Machado - Integrante / Eduardo Padua - Integrante / Ferdinando Oliveira Carvalho - Integrante / Gustavo Prudente - Integrante / Julio Cesar da Costa - Integrante / Marcia Marques Dib - Integrante / Rui Aparecido de Sa Junior - Integrante / Vitor Souza Ignez - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Efeito da suplementação de creatina associada ao treinamento com pesos sobre variáveis morfológicas, metabólicas e de desempenho de indivíduos adultos jovens: uma comparação entre os sexos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Edilson Serpeloni Cyrino em 22/11/2013., Descrição: ste estudo investigou o efeito da suplementação de creatina (Cr) associada ao treinamento com pesos (TP) sobre parâmetros morfológicos, metabólicos e de desempenho de adultos jovens de ambos os sexos. A amostra foi composta por 57 indivíduos (30 homens e 27 mulheres) com idade entre 18 e 35 anos que participaram inicialmente de um programa de TP durante 16 semanas. Após este período eles foram divididos aleatoriamente, de maneira duplo-cega e balanceada pelo sexo, em dois grupos para receberem suplementação de Cr (monohidratada) ou placebo (maltodextrina), formando então quatro grupos, sendo, homens creatina (HCR), homens placebo (HPL), mulheres creatina (MCR) e mulheres placebo (MPL). O período de suplementação teve uma duração de oito semanas, sendo que os indivíduos continuaram engajados no TP. Durante os primeiros cinco dias os sujeitos ingeriram 20 g/dia de Cr ou placebo em quatro doses iguais de 5 g, separadas a cada 3-4 horas. Nos 51 dias subseqüentes uma única dose de 3 g foi consumida. Antes e após o período de suplementação, foram realizadas medidas de composição corporal (DEXA), hidratação (Água corporal total e intracelular ? ACT e AIC), força máxima (1-RM) e resistência de força (quatro séries com 80% de 1-RM). Após o período de suplementação os participantes fizeram uma sessão de exercício com pesos de alta intensidade. Amostras de sangue foram coletadas antes, imediatamente após e uma hora após o protocolo de exercício para dosagem de marcadores de estresse oxidativo. As concentrações plasmáticas de Cr estavam aumentadas, no grupo que ingeriu Cr, em aproximadamente 1,5 vezes após as oito semanas de suplementação (P < 0,05), quando comparados ao placebo. Interação significante tempo vs. suplemento (P < 0,01) foi verificada na MIG, indicando ganhos na ordem de 2,3 e 2,5 em MCR e HCR, respectivamente. De forma similar, interação significante tempo vs. suplemento (P < 0,05) foi verificada na ACT e AIC, indicando ganhos na ordem de 3,9 e 3,7% e 6,5 e 5,9%, em MCR e HCR. Interações significantes tempo vs. sexo vs. suplemento (P < 0,01) foram encontradas nos valores de 1-RM no supino e na rosca direta, com ganhos na ordem de 11% e 9,1%, respectivamente, no grupo HCR. Interação significante tempo vs. suplemento (P < 0,01) foi encontrada na somatória da carga levantada em testes de 1-RM nos três exercícios analisados (HCR = +8,5% e MCR = +8,3%). Nenhuma alteração foi encontradas nos indicadores de resistência muscular. Da mesma forma, a Cr não foi capaz de reverter a elevação, causada pelo exercício, dos marcadores de estresse oxidativo. Os resultados do presente estudo sugerem que a suplementação de Cr pode maximizar os ganhos de MIG, MIGO, ACT, AIC e força máxima em sujeitos treinados em TP, independente do sexo. Os homens suplementados com Cr apresentaram maiores ganhos na força muscular de membros superiores do que as mulheres. Entretanto, a suplementação de Cr parece não melhorar a resistência à fadiga em exercícios com pesos, bem como os marcadores de estresse oxidativo em indivíduos treinados. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Ademar Avelar de Almeida Júnior - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Nelson Hilário Carneiro - Integrante / Gennyfers Fernanda de Oliveira Campos - Integrante / Ágatha Graça - Integrante / Edilaine Fungari Cavalcante - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Júnior - Integrante / Rodrigo dos Reis Fernandes - Integrante / Ygor Henrique Quadros - Integrante / Evelyn Caroline de Araujo e Silva - Integrante / Alessandra Beggiato Porto - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Alex Maria - Integrante / Antonio Belai Neto - Integrante / Bianca Rosisca Galvão - Integrante / Janaina Guido da Silva - Integrante / Rafael Deminice - Integrante / Vinicius Barreto da Silva - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Crescimento físico, maturação biológica, composição corporal e desempenho físico em jovens atletas de futebol: um estudo longitudinal, Descrição: O objetivo deste estudo será analisar a contribuição relativa da idade, do crescimento físico, da composição corporal e da maturação biológica na variação das capacidades funcionais e habilidades esportivas específicas em jovens futebolistas de 11 a 17 anos de idade. Para tanto, a amostra será composta aproximadamente por 80 atletas de futebol, do sexo masculino, na faixa etária de 11 a 17 anos de idade, pertencentes a um clube de formação de jovens futebolistas no município de Londrina, Paraná, Brasil. Serão realizadas avaliações antropométricas de massa corporal, estatura, altura sentada, e medidas de dobras cutâneas. A composição corporal será obtida pela pletismografia de ar deslocado (BODPOD) e por indicadores antropométricos. A maturação biológica será estimada pela idade esquelética, mediante radiografia da mão e do punho, pela maturação somática por meio da estatura matura predita e da idade do pico de velocidade de crescimento e pelas características sexuais secundarias. Uma bateria de testes para capacidades funcionais motores será realizada (agilidade, força muscular dos membros inferiores, desempenho aeróbio e anaeróbio, resistência muscular abdominal) e habilidades específicas para o futebol (controle de bola, condução de bola, precisão de passe e chute). Os resultados obtidos serão tratados inicialmente por procedimentos descritivos de média e desvio padrão. Análise de covariância (Ancova) será utilizada para comparações das variáveis entre as categorias de jogo e Anova para medidas repetidas será empregada para as comparações entre os diferentes momentos do estudo. O teste post hoc de Scheffé, para comparações múltiplas será utilizado para P<0.05. Para verificar a participação das variáveis preditoras nas capacidades funcionais e habilidades especificas será utilizada a regressão linear múltipla. O nível de significância adotado será de P< 0,05. Os dados serão tratados no pacote computacional do SPSS versão 20.0. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Coordenador / Marcelo Romanzini - Integrante / Helio Serassuelo Junior - Integrante / David Ohara - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Karina Elaine de Souza Silva - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Glauber dos Santos Garcia - Integrante / Ademar Avelar - Integrante / João Pedro Alves Nunes - Integrante / Luiz Paez Dib - Integrante / Julio Cesar da Costa - Integrante / Amanda Ventrella - Integrante / Antonio Carlos Dourado - Integrante / Catiana Leila Possamai Romanzini - Integrante / Gabriela Blasquez Shigaki - Integrante / Lidyane Ferreira Zambrin - Integrante / Maiara Cristina Tadiotto - Integrante / Marcelo Donizete Montini - Integrante / Paola Sanches Cella - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    Atividade física habitual, estado nutricional e comportamentos de risco cardiovascular em adolescentes de Londrina/PR, Descrição: O propósito do presente estudo foi identificar as variáveis associadas à atividade física (AF) e verificar a associação de comportamentos de risco com indicadores de adiposidade corporal em adolescentes. Para tanto, foi selecionada uma amostra representativa do município de Londrina/PR (n = 1.244; 55,2% de moças e 44,8% de rapazes de 10 a 16 anos). Medidas antropométricas, informações sobre nível habitual de atividade física, comportamento sedentário, consumo de álcool, tabaco e hábitos alimentares foram obtidas de todos os sujeitos. Baixos coeficientes de correlação (r = 0,02 ? 0,32) foram identificados entre os diferentes domínios da AF (ocupacional, esporte e lazer), o que indica que variáveis específicas predizem o comportamento em cada um dos contextos. Adicionalmente, os resultados indicaram que entre os comportamentos de risco analisados somente a AF e o uso de tabaco, de forma isolada, se associaram aos indicadores de adiposidade corporal, embora o agrupamento desses aumentou substancialmente a probabilidade do desenvolvimento de fatores de risco [RP(IC95%) = 1,65 (1,01 ? 2,71) a RP(IC95%) = 2,15 (1,22 ? 3,82)]. Concluímos que os diferentes domínios da AF se relacionam com variáveis específicas durante a adolescência e que o agrupamento de comportamentos de risco aumenta sobremaneira a prevalência de desfechos negativos já nesta fase da vida. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Rômulo Araújo Fernandes - Integrante / Sandra Satie Kawaguti - Integrante / Verônica Siqueira de Souza - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    Tracking da atividade física e prevalência de síndrome metabólica em adultos do município de Londrina/PR, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Edilson Serpeloni Cyrino em 09/03/2020., Descrição: Objetivo: Analisar a associação entre a prática continuada de atividade física ao longo da vida e a prevalência de síndrome metabólica em adultos residentes no município de Londrina/PR. Métodos: Aproximadamente 650 indivíduos adultos ( 18 anos), de ambos os sexos, serão selecionados aleatoriamente para participarem deste estudo. A prática de atividade física na infância e adolescência será avaliada por meio de questionário e a atividade física habitual será avaliada por acelerometria. Medidas antropométricas de massa corporal, estatura e circunferência de cintura serão utilizadas para o diagnóstico de obesidade. Amostras de sangue serão coletadas em jejum de 12 h para análise da glicemia em jejum, perfil lipídico (colesterol total, HDL, LDL e triglicérides), adipocinas (adiponectina, fator de necrose tumoral alfa e interleucina ? 6), nitrito/nitrato e um agente anti-oxidante (superóxido desmutase). Medidas de pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) em repouso serão obtidas para o diagnóstico de hipertensão arterial. A agregação de três ou mais dos seguintes fatores de risco será considerada para o diagnóstico de síndrome metabólica: glicemia em jejum > 110 mg/dl; triglicérides > 150 mg/dl; HDL < 40 mg/dl nos homens e < 50 mg/dl nas mulheres; circunferência de cintura > 102 cm nos homens e > 88 cm nas mulheres; PAS 135 mmHg e/ou PAD 85 mmHg. A prevalência da síndrome metabólica será determinada mediante medidas de frequência. A regressão de Poisson será empregada para analisar as variáveis associadas à síndrome metabólica controlando para potenciais fatores de confusão. Razões de prevalências (RP) brutas e ajustadas, bem como seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%) serão calculados. Resultados Esperados: Espera-se que as informações produzidas contribuam para análise do impacto da prática de atividade física ao longo da vida sobre os componentes da síndrome metabólica. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / David Ohara - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante / Rômulo Araújo Fernandes - Integrante / Verônica Siqueira de Souza - Integrante / Karina Elaine de Souza Silva - Integrante / Débora Alves Guariglia - Integrante / Danielle Venturini - Integrante / Crivaldo Gomes Cardoso Júnior - Integrante / Alessandra Miyuki Okino - Integrante / Denilson de Castro Teixeira - Integrante / Fernando Adami - Integrante / Isadora Fedrigo Scherbaki - Integrante / Jhenephan Macedo da Silva - Integrante.

  • 2009 - 2014

    Impacto do treinamento com pesos e da suplementação de creatina sobre o comportamento de indicadores bioquímicos, morfológicos, hemodinâmicos e neuromusculares em mulheres idosas, Descrição: O propósito deste estudo foi analisar o impacto da prática regular de treinamento com pesos (TP) e da suplementação de creatina monoidratada sobre o comportamento de indicadores bioquímicos, morfológicos, hemodinâmicos e neuromusculares, em mulheres idosas. Quarenta e cinco mulheres idosas, aparentemente saudáveis, após serem acompanhadas por 12 semanas, foram divididas em quatro grupos, dos quais dois foram submetidos à prática regular de treinamento com pesos por 12 semanas (uma programação, três sessões semanais, oito exercícios/sessão, duas séries de 10-15 RM), associada à suplementação de creatina (CRT, n = 11, idade = 65,3 3,8 anos) ou placebo (PLT, n = 11, idade = 67,2 5,6 anos). O restante dos sujeitos compôs o grupo controle que foi submetido a 30 min de exercícios de alongamento, em duas sessões semanais, durante o mesmo período, contudo, consumindo creatina (CRC, n = 11, idade = 66,4 4,3 anos) ou placebo (PLC, n = 12, idade = 65,6 3,6 anos). A suplementação de creatina ou placebo (maltodextrina) foi consumida em uma única dose diária de 5 g associada a 250 ml de bebida carboidratada. A composição corporal foi determinada por absortometria radiológica de dupla energia (DEXA), com a água corporal total (ACT) sendo estimada por bioimpedância e a massa muscular predita pela equação de Kim et al (2004). O consumo energético e as proporções de macronutrientes ingeridos foram monitorados por registros alimentares de três dias, no início e no final do período de suplementação. Testes dinâmicos (1-RM) foram utilizados para avaliação neuromuscular. Medidas de pressão arterial (PA) e de variabilidade da freqüência cardíaca (VFC) de repouso e pós-exercício foram utilizadas para avaliação hemodinâmica. A função hepática foi avaliada por meio da dosagem de transaminases do fígado. Todas as medidas foram realizadas nos três momentos do estudo (antes do início, após 12 e 24 semanas de intervenção). Nenhuma diferença nos hábitos nutricionais foi identificada na comparação entre os grupos, tanto no início quanto no final do período de suplementação (P > 0,05). Interação suplementação vs. tempo foi identificada na massa corporal, com os grupos que receberam creatina apresentando maiores ganhos ao longo de 12 semanas (F = 4,22; P < 0,05). Por outro lado, nenhum efeito que pudesse ser atribuído ao TP ou a suplementação de creatina foi encontrado tanto na quantidade de gordura corporal relativa quanto absoluta (P > 0,05). Interações grupo vs. tempo foram verificadas na massa livre de gordura (F = 5,58; P < 0,05) e na massa muscular (F = 11,56; P < 0,05) indicando o impacto do TP. Entretanto, foi encontrada uma interação grupo vs. suplementação na massa muscular (F = 4,40; P < 0,05) indicando efeito adicional da suplementação de creatina nas idosas submetidas ao TP (CRT = +0,6 kg vs. PLT = +0,3 kg). A água corporal total também foi aumentada pelo efeito do TP e da suplementação de creatina (F = 4,55; P < 0,05). No que diz respeito ao efeito crônico do TP, verificou-se interação grupo vs. momento para a PA sistólica (P < 0,05), com redução média na ordem de 5 mmHg no grupo PLT. Para a PA diastólica, PA média e VFC, nenhuma diferença estatisticamente significante foi encontrada (P > 0,05). Nenhuma alteração significante foi identificada na função hepática com a utilização de suplementação de creatina (P > 0,05). Os resultados sugerem que o TP pode favorecer o aumento da massa livre de gordura e da massa muscular e a associação deste tipo de treinamento com a suplementação de creatina pode maximizar os ganhos em mulheres idosas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (10) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Ademar Avelar de Almeida Júnior - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Roberto Carlos Burini - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Aline Mendes Gerage - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / David Ohara - Integrante / Marcos Doederlein Polito - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / Adriana Ramos Alves Ribeiro - Integrante / Ana Carolina Paludo - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Gabriel de Araujo Costa - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante / Arli Ramos de Oliveira - Integrante / Alex Silva Ribeiro - Integrante / Elisa Jacomassi dos Santos - Integrante / Fábio Luiz Cheche Pina - Integrante / Gisele Fabiane Domingues - Integrante / Jairo Augusto Berti - Integrante / Julio Tirapegui - Integrante / Karina Elaine de Souza Silva - Integrante / Leandro Augusto da Silva - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Marcelo Bigliassi - Integrante / Marcelo Vitor da Costa - Integrante / Marcio André de Gouvêa - Integrante / Matheus Amarante do Nascimento - Integrante / Natália Serra Lovato - Integrante / Nelson Hilário Carneiro - Integrante / Rafael Raul Papst - Integrante / Renata Selvatici Borges Januário - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Prevalência de síndrome metabólica e fatores de risco cardiovascular em escolares de 10 a 14 anos de Londrina/PR, Descrição: O propósito da presente investigação foi analisar a prevalência de síndrome metabólica e de fatores de risco cardiovascular e, posteriormente, identificar possíveis associações entre essas variáveis em escolares de 10 a 14 anos, de ambos os sexos, do município de Londrina/PR. Para tanto foram selecionados aleatoriamente 1.396 escolares matriculados em 10 escolas da zona urbana do município, dos quais 888 (370 meninos e 518 meninas) participaram de todas as coletas e foram incluídos nas análises. Medidas antropométricas, de composição corporal, aptidão cardiorrespiratória, pressão arterial de repouso, nível habitual de atividade física, perfil lipêmico e glicêmico, informações sobre uso de tabaco e hábitos alimentares foram obtidas de todos os sujeitos. As taxas de prevalência encontradas foram: hipertrigliceridemia (2,9%), LDL-c elevada (19,5%), HDL-c reduzida (14,6%), hipercolesterolemia (11%), hiperglicemia (5,5%), pressão arterial elevada (17,8%), obesidade (24,3%) e baixa aptidão cardiorrespiratória (53,5%). O diagnóstico de síndrome metabólica, estabelecido com base nos pontos de corte sugeridos pela literatura com base nos valores glicêmicos, no perfil lipídico e das lipoproteínas plasmáticas e nos valores de pressão arterial, foi na ordem de 4,4%. O fator sexo foi associado à pressão arterial elevada e HDL-c reduzida, com maiores taxas de prevalência nos meninos (P < 0,05). O excesso de adiposidade corporal conjugado a baixa aptidão cardiorrespiratória foram associados de forma significante (P < 0,05) a pressão arterial elevada, HDL-c reduzida e hipercolesterolemia. Os resultados encontrados neste estudo são preocupantes, uma vez que grande parte dos hábitos a serem cultivados ao longo da vida parece ser estabelecido na adolescência. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Letícia Trindade Cyrino - Integrante / Ademar Avelar de Almeida Júnior - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Roberto Carlos Burini - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Integrante / Marcelo Romanzini - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Luís Alberto Gobbo - Integrante / Crisieli Maria Tomeleri - Integrante / Helio Serassuelo Junior - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Aline Mendes Gerage - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / David Ohara - Integrante / Felipe Fossati Reichert - Integrante / Marcos Doederlein Polito - Integrante / Mariana Biagi Batista - Integrante / Dalmo Roberto Lopes Machado - Integrante / Danilo Rodrigues Pereira da Silva - Integrante / Henrique Bortolotti - Integrante / Mariana Souza Carnelossi - Integrante / Adriana Ramos Alves Ribeiro - Integrante / Ana Carolina Paludo - Integrante / Erick Henrique Pereira Eches - Integrante / Gabriel de Araujo Costa - Integrante / João Paulo de Aguiar Greca - Integrante / Mariana Ferreira de Souza - Integrante / Thaisa Costa Dias - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2020

Paraninfa do Curso de Licenciatura em Educação Física, Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

2020

Paraninfa do Curso de Bacharelado em Educação Física, Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

2019

Patronesse do Curso de Licenciatura em Educação Física, Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

2019

Tema Livre Premiado no II Simpósio Brasileiro de Ciências do Exercício e do Esporte - SIMBRACE, Universidade Federal da Paraíba.

2017

Paraninfa do Curso de Licenciatura em Educação Física, Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.

2014

Honra ao Mérito, Universidade Estadual de Londrina.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - 2020

Faculdade Dom Bosco

Vínculo: Professora, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 10

Atividades

  • 04/2017 - 06/2020

    Ensino, Educação Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Aptidão Física, Bioestatística, Exercício Físico para Grupos Especiais, Fisiologia Aplicada ao Exercício, Medidas e Avaliação em Educação Física, Nutrição para o Esporte, Testes motores

2010 - 2014

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Bolsista de IC, Enquadramento Funcional: Estudante de Bacharelado em Educação Física, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.