Marcos Vidal Miguez

Possui graduação em Biomedicina pelo Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação (2012). Tem experiência na área de pesquisa clínica (desenvolvida no INCA) com conhecimento adquirido em imunologia e biologia molecular. Para tal, foi implementado técnicas em congelamento e descongelamento de celulas; cultivo de células e teste de resistência aos quimioterapicos; extração de DNA, RNA, conversão de RNA em cDNA, PCR, qPCR, sequenciamento e avaliação estatística das amostras; preparação de soluções e diluição seriada de reagentes necessários. Pós Graduação em Citologia Clínica (2015) Curso de atualização em hematologia (2016)

Informações coletadas do Lattes em 05/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Citologia Clínica

2014 - 2015

Faculdade Souza Marques
Título: HPV e sua relação com o desenvolvimento com o câncer do colo do útero
Orientador: Virgínia Frota

Graduação em Biomedicina

2009 - 2012

Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação
Título: Análise de mutações somáticas no gene MS4A1 e da expressão do transcrito alternativo ∆CD20
Orientador: CLAUDIO GUSTAVO STEFANOFF

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Congresso Brasileiro de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular. An Alternative CD20 Transcript Variant Encoding a Truncated Protein Is Highly Expressed in Diffuse Large B-cell Lymphoma. A Candidate Biomarker for Lack of Clinical Response to Anti-CD20 Monoclonal Antibody Therapy?. 2012. (Congresso).

Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. Monitor de curso de extração de DNA. 2011. (Congresso).

Congresso Franco Brasileiro. Monitor de "Curso de extração de DNA". 2010. (Congresso).

Congresso Brasileiro de patologia Clínica. 2009. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jorgenilce de Souza Sales

DE SOUZA SALLES, JORGENILCE. Análise de mutações somáticas no gene ms4a1 e da expressão do transcrito alternativo DCD20.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ricardo Luis Alves Silva

ATIVIDADES BIOLÓGICAS DE PLANTAS MEDICINAIS DA BAHIA SOBRE CÉLULAS TUMORAIS MAMÁRIAS HUMANAS; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Centro Universitário Hermínio da Silveira, Ministério da Saúde; Orientador: Ricardo Luis Alves Silva;

Claudio Gustavo Stefanoff

Análise da expressão de um transcrito aberrante do gene MS4A1 (CD20) no linfoma difuso de grandes células B como potencial biomarcador de resistência à terapia com anti-CD20 rituximabe; 2013; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Aperfeiçoamento-Programa de Treinamento em Pesquis) - Instituto Nacional de Câncer, INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER; Orientador: Claudio Gustavo Stefanoff;

Claudio Gustavo Stefanoff

Análise de mutações somáticas no gene MS4A1 e da expressão do transcrito alternativo ∆CD20; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação, PIBIC/CNPq; Orientador: Claudio Gustavo Stefanoff;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MIGUEZ, M. V. ; VERA-LOZADA, M. G. ; MORAES, A. B. ; SCHELIGA, A. ; HASSAN, R. ; STEFANOFF, C. G. . ALTERNATIVE TRANSCRIPT VARIANT ENCODING A TRUNCATED CD20 PROTEIN IS HIGHLY EXPRESSED IN DIFFUSE LARGE B-CELL LYMPHOMA: A CANDIDATE BIOMARKER FOR LACK OF CLINICAL RESPONSE TO ANTI-CD20 MONOCLONAL ANTIBODY THERAPY. In: 12th International Conference on Malignant Lymphoma, 2013, Lugano. Hematological Oncology. v. 31. p. 212-212.

  • MIGUEZ, M. V. ; VERA-LOZADA, M. G. ; GONCALVES, N. P. ; SEGGES, P. ; MORAES, A. B. ; SCHELIGA, A. ; ZALCBERG, I. ; HASSAN, R. ; STEFANOFF, C. G. . An alternative CD20 transcript variant encoding a truncated protein is highly expressed in diffuse large B-cell lymphoma. A candidate biomarker for lack of clinical response to anti-CD20 monoclonal antibody therapy?. In: Congresso Brasileiro de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular - HEMO 2012, 2012, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (Impresso), 2012. v. 34. p. 290.

  • MIGUEZ, M. V. ; VERA-LOZADA, M. G. ; GONCALVES, N. P. ; SEGGES, P. ; MORAES, A. B. ; SCHELIGA, A. ; ZALCBERG, I. ; BONAMINO, M. ; HASSAN, R. ; STEFANOFF, C. G. . Expressão de um transcrito variante do gene MS4A1 em linfomas B como biomarcador de resistência à terapia com anti-CD20 rituximab. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MIGUEZ, M. V. ; MORAES, A. B. ; ALFRADIQUE, K. S. ; SCHELIGA, A. ; STEFANOFF, C. G. . Mutações somáticas em MS4A1 no linfoma difuso de grandes células B: aprimoramento da extração de DNA de tecidos fixados e impregnados em parafina e de métodos baseados em PCR e sequenciamento direto. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, R. L. A. ; ROCHA, J. C. C. ; MIGUEZ, M. V. . Validação funcional e clínica das alterações gênicas detectadas no genoma do câncer de mama. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - Atual

    An Alternative CD20 Transcript Variant Encoding a Truncated Protein Is Highly Expressed in Diffuse Large B-cell Lymphoma. A Candidate Biomarker for Lack of Clinical Response to Anti-CD20 Monoclonal Antibody Therapy?, Descrição: CD20 (MS4A1) is a non-glycosylated transmembrane phosphoprotein that is widely expressed throughout B-lymphocyte ontogeny, in normal or malignant B cells. CD20 expressed the cell surface of malignant B cells is a target for monoclonal antibody (mAb) therapy. Rituximab (RTX), the first FDA-approved mAb for clinical therapy, leads to CD20-expressing B-cells depletion through different mechanisms. Although its clinical effectiveness is evident, some factors, directly linked to CD20 gene expression (cell-surface expression level, mutations/deletions, epigenetic regulation or protein phosphorylation rate), may influence its clinical benefit and sometimes may lead to RTX resistance. Recently, a novel CD20 alternative mRNA was identified which encodes a truncated protein (lacking the extracellular domain, which includes the RTX epitope), directly correlated with RTX resistance in B-cell lymphomas. The aim of this study was to analyze the expression of these splice variant mRNA in B-cell lines and primary samples of B-cell lymphomas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos Vidal Miguez - Integrante / Maria Gabriela Vera-Lozada - Integrante / Amanda Brandão de Moraes - Integrante / Adriana Scheliga - Integrante / Rocio Hassan - Integrante / Claudio Gustavo Stefanoff - Coordenador.

  • 2010 - Atual

    Avaliação de biomarcadores preditivos de resistência ao tratamento com anticorpo monoclonal anti-CD20 Rituximab no linfoma difuso de células grandes B, Descrição: Descrição: O linfoma difuso de células grandes B (LDCGB) é o linfoma mais comum no adulto e representa um grupo heterogêneo de neoplasias quanto às características clínicas, alterações moleculares e desfecho clínico. O anti-CD20 rituximab foi o primeiro anticorpo monoclonal a ser aprovado para o tratamento de linfomas B. A pesar do avanço que a incorporação do rituximab teve na sobrevida dos pacientes com LDCGB, uma fração ainda significante de pacientes não respondem aos esquemas terapêuticos combinados com CHOP, sugerindo que mecanismos de resistência e/ou de não resposta não completamente conhecidos podem ser responsáveis por estas falhas no tratamento. Atualmente não existe para estes pacientes um marcador prognóstico que possa predizer a resposta individual ao rituximab. O melhor conhecimento destes fenômenos poderá contribuir no desenvolvimento de estratégias terapêuticas que limitem e/ou superem as vias moleculares envolvidas na resistência ao rituximab e permitirá identificar marcadores de prognóstico que possam predizer a resposta clínica em pacientes com LDCG.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos Vidal Miguez - Integrante / Maria Gabriela Vera-Lozada - Integrante / Natália Pedra Gonçalves - Integrante / Amanda Brandão de Moraes - Integrante / Adriana Scheliga - Integrante / Rocio Hassan - Integrante / Claudio Gustavo Stefanoff - Coordenador / Kamila Silva Alfradique - Integrante / Monik Mariano Pinto - Integrante / Isabela Gonçalves Antunes Pere - Integrante / Regina F. de Menezes Fernandes - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional