Lorena Costa Garcia

possui graduação em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Viçosa (2006). Em 03/2009, concluiu o mestrado em Engenharia de Alimentos, na Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP, no qual desenvolveu um trabalho sobre aplicação de coberturas comestíveis a base de fécula de mandioca em morangos minimamente processados, sob a orientação da Profa. Dra. Miriam Dupas Hubinger. Em 06/2013, na mesma instituição, concluiu o doutorado, no qual se estudou a microencapsulação de óleo essencial de manjericão. Em 11/2010 foi contratada pela Embrapa Agroenergia, onde trabalhou como analista no Laboratório de Processos Químicos até junho/2015, quando passou a fazer parte do grupo de pesquisa com microalgas. Desde então é analista no Laboratório de Biotecnologia de Microalgas, também na Embrapa Agroenergia, onde é responsável pelo Banco de Germoplasma de Microalgas da unidade.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia de Alimentos

2009 - 2013

Universidade Estadual de Campinas
Título: Microencapsulação de óleo essencial de manjericão por secagem em spray dryer
Miriam Dupas Hubinger. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: microencapsulação; óleo essencial; manjericão; spray drying.Grande área: Engenharias

Mestrado em Engenharia de Alimentos

2007 - 2009

Universidade Estadual de Campinas
Título: Aplicação de Coberturas Comestíveis em Morangos Minimamente Processados,Ano de Obtenção: 2009
Miriam Dupas Hubinger.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: morango; minimamente processados; cobertura comestível; fécula de mandioca; antimicrobiano.Grande área: Engenharias

Graduação em Engenharia de Alimentos

2001 - 2006

Universidade Federal de Viçosa

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Conhecendo o Software Statística. (Carga horária: 8h). , Embrapa Agroenergia, CNPAE, Brasil.

2014 - 2014

Educação ambiental com ênfase em coleta seletiva. (Carga horária: 17h). , Embrapa Agroenergia, CNPAE, Brasil.

2014 - 2014

Pirólise de Biomassa para Produção de Biocombustív. (Carga horária: 8h). , Embrapa Agroenergia, CNPAE, Brasil.

2011 - 2011

Planejamento Experimental e Otimização de Processo. (Carga horária: 32h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2009 - 2009

Cromatografia, espectometria de massas e .... (Carga horária: 9h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2009 - 2009

Propriedade Intelectual e Busca em Bases de Patent. (Carga horária: 46h). , Agencia de Inovação Inova Unicamp, INOVA, Brasil.

2006 - 2006

Planejamento de Gestão de Incubadora de Empresas. (Carga horária: 24h). , Instituição Nacional de Telecomunicações, INATEL, Brasil.

2005 - 2005

Starch Short Course. (Carga horária: 16h). , Purdue University, PURDUE, Estados Unidos.

2004 - 2004

Boas Práticas de Fabricação. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2003 - 2003

Extensão universitária em Lingua Francesa nivel 1. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2002 - 2002

Processamento Mínimo de Hortaliças. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2001 - 2001

Fabricação de Chocolates/Processo Industrial. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2001 - 2001

Piza Cheese: Fundamentos e Aplicações. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2001 - 2001

Beneficiamento de Café. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Engenharia de Alimentos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Garcia, Lorena Costa . II Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia - EnPI. 2015. (Outro).

Garcia, Lorena Costa . I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia - EnPI. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Encontro Nacional sobre Metodologia e Gestão de Laboatórios da Embrapaapa.Encontro Nacional sobre Metodologias e Gestão de Laboratórios da Embrapa. 2014. (Encontro).

South-American Symposium on Microencapsulation.Effect of high pressure homogenization on the emulsion properties and oil retention of microencapsulated basil essential oil.. 2012. (Simpósio).

2º Workshop de Ensaio de proficiência para laboratorios de nutrição animal (EPLNA). 2011. (Encontro).

III Jornadas Internacionais sobre Avanço na Tecnologia de Filmes e Coberturas Funcionais em Alimentos. 2011. (Outra).

VI Encontro da Rede de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Biocombustíveis de Minas Gerais. 2010. (Encontro).

XXXIV Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados - ENEMP. 2009. (Congresso).

Encontro nacional sobre processamento minimo de frutas e hortaliças.Aplicação de cobertura comestível em morangos minimamente processados. 2008. (Encontro).

International Conference of Agricultural Engineering. Edible coating effects on minimally processed strawberries. 2008. (Congresso).

Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos -SLACA. 2007. (Simpósio).

Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnoligia de Alimentos. 2004. (Congresso).

O empreendedorismo e a criatividade como fatores de sucesso. 2004. (Encontro).

II Simpósio de Alimentos Transgênicos. 2003. (Simpósio).

I SEAPLA - Semana Acadêmica de Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, e Ciência e Tecnologia de Laticínios.. 2003. (Congresso).

I Simpósio Mineiro de Microbiologia de Alimentos. 2003. (Simpósio).

II Semana Acadêmica de Tecnologia de Alimentos. 2001. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Kil Jin Park

HUBINGER, Miriam DupasPARK, K. J; TRINDADE, Carmen Silvia Fávero. Microencapsulação por spray drying de óleo essencial de manjericão. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Alimentos) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS.

Benedito Carlos Benedetti

HUBINGER, M. D.; FERREIRA, M. D.;BENEDETTI, B. C.. Aplicação de coberturas comestíveis em morangos minimamente processados.. 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Benedito Carlos Benedetti

HUBINGER, M. D.; FERREIRA, M. D.;BENEDETTI, B. C.. Aplicação de cobertura comestível a base de fécula de mandioca em morangos minimamente processados.. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.

Izabela Dutra Alvim

ALVIM, I. D.; HUBINGER, M. D.. Microencapsulação por spray drying de óleo essencial de manjericão. 2013. Tese (Doutorado em Engenharia de Alimentos) - FACULDADE DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS - UNICAMP.

Míriam Dupas Hubinger

HUBINGER, M. D. ou HUBINGER, M; FERREIRA, Marco David; BENEDETTI, Benedito Carlos;MENEGALLI, F. C.; Ditchfield, C.. Vida útil de morangos minimamente processados com coberturas a base de fécula de mandioca. 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Míriam Dupas Hubinger

HUBINGER, M. D. ou HUBINGER, M; BENEDETTI, Benedito Carlos; FERREIRA, Marco David. Aplicação de cobertura comestível a base de fécula de mandioca em morangos minimamente processados, exame de qualificação. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Míriam Dupas Hubinger

HUBINGER, M. D. ou HUBINGER, MPrata, A. S.; Trindade, C.. Microencapsulação por Spray Drying de oleo de manjericão. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Míriam Dupas Hubinger

HUBINGER, M. D. ou HUBINGER, M; Trindade, C.;PARK, Kil Jin. Microencapsulação de óleo essencial de manjericão. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Carmen Silvia Favaro Trindade

Favaro-Trindade, C.S.; Hubinger, M.D.. Microencapsulação por spray drying de óleo essencial de manjericão. 2009 - Universidade Estadual de Campinas.

Louise Emy Kurozawa

HUBINGER, M. D.; ALVIM, I. D.;KUROZAWA, L. E.; OLIVEIRA, W.P.; PERRECHIL, F. A.. Microencapsulação por spray drying de óleo essencial de manjericão. 2013. Tese (Doutorado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Marcos David Ferreira

HUBINGER, Miriam Dupas;FERREIRA, M. D.; BENEDETTI, B. Aplicação de Coberturas Comestíveis em Morangos Minimamente Processados. 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Marcos David Ferreira

HUBINGER, Miriam Dupas;FERREIRA, M. D.; BENEDETTI, B. Aplicação de Cobertura Comestível a base de fécula de mandioca em morangos minimamente processados (Qualificação de Mestrado). 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Fabiana Perrechil Bonsanto

HUBINGER, MÍRIAM DUPAS; ALVIM, I. D.; KUROZAWA, L. E.; OLIVEIRA, W. P.;PERRECHIL, F. A.. Microencapsulação por spray drying de óleo essencial de manjericão. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Ana Silvia Prata

FAVARO-TRINDADE, C. S.;HUBINGER, M.PRATA, A. S.. Microencapsulação por Spray Drying de Óleo Essencial de Manjericão. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Maiara Sousa Fernandes

Métodos otimizados para criopreservação de microalgas verdes (Chlorophyta); 2017; Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Tocantins, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Rodrigo Carvalho do Nascimento

CULTIVO DE MICROALGAS EM FOTOBIORREATORES DE PLACAS PLANAS PARA A PRODUÇÃO DE BIOMASSA E BIORREMEDIAÇÃO DE EFLUENTE DA AGROINDÚSTRIA DE ÓLEO DE PALMA; 2016; Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Tocantins, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

GABRIELA ALVES BATISTA BRITO

Estabilidade do óleo de macaúba no armazenamento sob diferentes condições; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Católica de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Rodrigo da Silveira Nascimento Siqueira

Avaliação da qualidade e termoestabilidade de óleo de macaúba; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Católica de Brasília; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Rodrigo da Silveira Nascimento Siqueira

Influencia dos processos de secagem e extração na qualidade do óleo de macaúba; 2016; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Católica de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Rodrigo da Silveira Nascimento Siqueira

Influencia dos processos de secagem e extração na qualidade do óleo de macaúba; 2015; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade Católica de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Aline Fernandes de Carvalho

Caracterização do óleo de macaúba armazenado em diferentes condições; 2015; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade de Brasília; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Tainá Zanon Carvalho

Caracterização do óleo de macaúba; 2015; Orientação de outra natureza; (Farmácia) - Universidade de Brasília; Orientador: Lorena Costa Garcia Calsing;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Celia Alencar de Moraes

Lab; de Microbiologia Industrial; 2004; 0 f; Orientação de outra natureza; (Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Celia Alencar de Moraes;

Maria Cristina Dias Paes

Análise química de alimentos; 2003; Orientação de outra natureza; (Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Maria Cristina Dias Paes;

Regina Célia Santos Mendonça

Influência da maturação nas características de físico-químicas e microbiológicas de sobrecoxas de frango; ; 2005; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa; Orientador: Regina Célia Santos Mendonça;

Míriam Dupas Hubinger

Vida útil de morangos minimamente processados com coberturas a base de fécula de mandioca; 2009; Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Miriam Dupas Hubinger;

Míriam Dupas Hubinger

Microencapsulação de óleo de manjericão com mistura polissacarídeo proteína; 2013; Tese (Doutorado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Miriam Dupas Hubinger;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2019 FERNANDES, MAIARA S. ; Calsing, Lorena C.G. ; NASCIMENTO, RODRIGO C. ; SANTANA, HUGO ; MORAIS, PRISCILA B. ; DE CAPDEVILLE, GUY ; BRASIL, BRUNO S.A.F. . Customized cryopreservation protocols for chlorophytes based on cell morphology. Algal Research-Biomass Biofuels and Bioproducts , v. 38, p. 101402, 2019.

  • 2018 CARMONA, PAULA ANDREA OSORIO ; Garcia, Lorena Costa ; RIBEIRO, JOSÉ ANTÔNIO DE AQUINO ; VALADARES, LEONARDO FONSECA ; MARÇAL, ADRIANO DE FIGUEIREDO ; DE FRANÇA, LUIZ FERREIRA ; MENDONÇA, SIMONE . Effect of Solids Content and Spray-Drying Operating Conditions on the Carotenoids Microencapsulation from Pressed Palm Fiber Oil Extracted with Supercritical CO2. Food and Bioprocess Technology , v. 1, p. 1, 2018.

  • 2013 PRATA, ANA S. ; GARCIA, LORENA ; TONON, RENATA V. ; HUBINGER, MIRIAM D. . Wall Material Selection for Encapsulation by Spray Drying. Journal of Colloid Science and Biotechnology , v. 2, p. 86-92, 2013.

  • 2012 Garcia, Lorena Costa ; Tonon, Renata Valeriano ; Hubinger, Miriam Dupas . Effect of Homogenization Pressure and Oil Load on the Emulsion Properties and the Oil Retention of Microencapsulated Basil Essential Oil ( L.). DRYING TECHNOLOGY , v. 30, p. 1413-1421, 2012.

  • 2012 GARCIA, L. C. ; PEREIRA, L. M. ; Sarantópoulos, C. I. G. DE L. ; Hubinger, Miriam Dupas . Effect of Antimicrobial Starch Edible Coating on Shelf-Life of Fresh Strawberries. PACKAGING TECHNOLOGY AND SCIENCE , v. 25, p. 413-425, 2012.

  • 2010 Garcia, Lorena Costa ; Pereira, Leila Mendes ; Luca Sarantópoulos, Claire I. G. ; Hubinger, Miriam Dupas . Selection of an Edible Starch Coating for Minimally Processed Strawberry. FOOD AND BIOPROCESS TECHNOLOGY , v. 3, p. 834-842, 2010.

  • ALVES, A. A. ; Brasil, B. S. A. F. ; GARCIA, L. C. . II Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia. 1. ed. , 2015. v. 1. 132p .

  • TRICHEZ, D. ; BERGMANN, J. C. ; Calsing, L. C. G. ; CANCADO, L. J. . How many bioethanol generations can we have?. In: Helen Treichel; Sérgio Luiz Alves Junioor, Gislaine Fongaro and Caroline Muller. (Org.). How many bioethanol generations can we have?. 1ed.: Nova Science Publishers, 2019, v. , p. 21-55.

  • Brasil, B. S. A. F. ; Garcia, Lorena Costa . Microalgas: Alternativas promissoras para a indústria. Agroenergia em revista, 01 dez. 2016.

  • RIBEIRO, D. M. ; NASCIMENTO, R. C. ; CEREIJO, C. R. ; GARCIA, LORENA ; SANTANA, H. ; Brasil, B. S. A. F. . Caracterização da composição química da biomassa da microalga Chlamydomonas biconvexa cultivada em efluente da indústria de óleo de palma. In: IV ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGI, 2017, Brasilia. IV ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGI, 2017.

  • CEREIJO, C. R. ; SANTANA, H. ; HADI, S. I. I. A. ; GARCIA, L. C. ; JUNGMANN, L. ; Brasil, B. S. A. F. . Avaliação prospectiva do potencial biotecnológico de microalgas: uma abordagem filogenética. In: IV ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 2017, Brasilia. IV ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 2017.

  • FERNANDES, M. S. ; GARCIA, L. C. ; NASCIMENTO, R. C. ; CAPDEVILLE, G. ; Brasil, B. S. A. F. . Efeito da morfologia celular e fase de crescimento algal na eficiência da criopreservação de microalgas. In: III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016, Brasília. III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016.

  • NASCIMENTO, R. C. ; CEREIJO, C. R. ; SANTANA, H. ; FERNANDES, M. S. ; HADI, S. I. I. A. ; SIQUEIRA, F. G. ; GARCIA, L. C. ; Brasil, B. S. A. F. . Avaliação do cultivo de microalgas em fotobiorreatores de placas planas para a produção de biomassa e biorremediação de efluente da agroindústria de óleo de palma.. In: III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016, Brasília. III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016.

  • RIBEIRO, D. M. ; ABREU, P. C. O. V. ; GARCIA, L. C. ; Brasil, B. S. A. F. . Caracterização da composição química da biomassa da microalga Nannochloropsis oculata cultivada em tanque aberto tipo raceway. In: III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016, Brasília. III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016.

  • CARMONA, P. A. O. ; GUIMARAES, M. B. ; CAMPANHA, R. B. ; GARCIA, L. C. ; OLIVEIRA, M. E. ; SIQUEIRA, F. G. ; Mendonça, S . Estudo da vida útil das fibras da prensagem de dendê híbrido. In: III ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 2016, Brasília. III ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 2016.

  • SIQUEIRA, R. S. N. ; BRITO, G. ; CARVALHO, A. ; Mendonça, S ; Favaro, S. P. ; GARCIA, L. C. . Estabilidade do óleo de polpa de macaúba bruto e refinado armazenado em diferentes condições. In: III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016, Brasília. III Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2016.

  • GARCIA, L. C. ; TONON, R. V. ; HUBINGER, M. D. . Effect of oil concentration and homogenization pressure on the microencapsulation of basil essential oil. In: 11th International Congress on Engineering and Food (ICEF11), 2011, Atenas. Proceedings of the 11th International Congress on Engineering and Food (ICEF11), 2011. v. 1.

  • VANZO, A. ; GARCIA, L. C. ; HUBINGER, M. D. . Coffee oil microencapsulation using spray dryer. In: 11th International Congress on Engineering and Food (ICEF11), 2011, Atenas. Proceedings of the 11th International Congress on Engineering and Food (ICEF11), 2011.

  • GARCIA, L. C. ; PEREIRA, L. M. ; Sarantópoulos, C. I. G. DE L. ; HUBINGER, M. D. . Effects of polysacharide based edible coatings on minimally processed strawberries. In: CIBIA - Congreso Iberoamericano de Ingeniería de Alimentos, 2009, Bogotá. Proceedings of VII CIBIA, 2009.

  • GARCIA, L. C. ; PEREIRA, L. M. ; Sarantópoulos, C. I. G. DE L. ; Hubinger, M. D. . Edible Coating Effects on Minimally Processed Strawberries. In: International Conference of Agricultural Enginnering, 2008, Foz do Iguaçu. International Conference of Agricultural Enginnering, 2008.

  • SIQUEIRA, R. S. N. ; Adriana S. Oliveira ; MENDONCA, S. ; GARCIA, L. C. . Otimização da produção de biodiesel a partir de óleo de pinhão manso por rota metílica. In: II Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2015, Brasília. II Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2015. v. 1.

  • AMORE, C. R. ; Garcia, Lorena Costa ; ANDREANI, L. ; VALADARES, L. F. . Caracterização dos resíduos gerados no processo de produção do etanol de segunda geração. In: I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014, Brasília. I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014. v. 1. p. 59-60.

  • Adriana S. Oliveira ; Ribeiro, J. A. A. ; Garcia, Lorena Costa ; Mendonça, S . Delineamento experimental de screening de variáveis aplicado à produção de biodiesel de pinhão-manso (Jatropha curcas L.). In: I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014, Brasília-DF. I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014. v. 1. p. 63-64.

  • YAMADA, C. ; SIQUEIRA, R. S. N. ; Garcia, Lorena Costa ; Mendonça, S . Avaliação da qualidade do óleo de macaúba visando à produção de biocombustíveis. In: I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014, Brasília. I Encontro de Pesquisa e Inovação da Embrapa Agroenergia, 2014. v. 1. p. 72-73.

  • SANTOS, G. ; ALMEIDA JUNIOR, L. ; YAMADA, C. ; GARCIA, L. C. ; Favaro, S. P. . Umidade e índice de acidez do óleo de polpa de frutos de macaúba. In: l Congresso Brasileiro de Macaúba, 2013, Patos de Minas. l Congresso Brasileiro de Macaúba, 2013.

  • Mendonça, S ; Favaro, S. P. ; GARCIA, L. C. ; VAZ, P. A. . ESTUDO COMPARATIVO ENTRE MÉTODOS ANALÍTICOS PARA DETERMINAÇÃO DE TEOR DE ÓLEO EM POLPA DE MACAÚBA. In: l Congresso Brasileiro de Macaúba, 2013, Patos de Minas. Anais do l Congresso Brasileiro de Macaúba, 2013.

  • RIBEIRO, D. M. ; Calsing, Lorena C.G. ; JUNGMANN, L. ; WILLIAMS, T. C. R. ; RONCARATTI, L. F. ; Brasil, B. S. A. F. . Produção de biomassa algal: Uma abordagem econômica e bioquímica integrada. In: V Encontro de Pesquisa e Inovação, 2018, Brasília-DF. V Encontro de Pesquisa e Inovação - Anais, 2018. p. 12.

  • GOMES, A. P. G. ; Ghiselle, G. ; GARCIA, L. C. ; CAMPANHA, R. B. ; MENDES, T. D. ; CARVALHO, F. B. P. . O sistema de gestão de laboratórios na Embrapa Agroenergia. In: Encontro Nacional sobre Metodologias e Gestão de Laboratórios da Embrapa, 2014, Fortaleza. XIXEncontro Nacional sobre Metodologias e Gestão de Laboratórios da Embrapa, 2014.

  • Garcia, Lorena Costa ; TONON, R. V. ; Hubinger, M. D. . Effect of high pressure homogenization on the emulsion properties and oil retention of microencapsulated basil essential oil.. In: South-American Symposium on Microencapsulation hold in Limeira, 2012, Limeira. Proceedings of the South-American Symposium on Microencapsulation, 2012.

  • Mendonça, S ; GARCIA, L. C. ; Gomes, I. ; Berno, L. . METODOLOGIA MAIS RÁPIDA E VERDE PARA DETERMINAÇÃO DE TEOR DE OLEO EM PINHÃO-MANSO. In: Encontro Nacional sbre Metodologias e Gestão de Laboratórios da Embrapa, 2012, Pirassununga. Encontro Nacional sbre Metodologias e Gestão de Laboratórios da Embrapa, 2012.

  • GARCIA, L. C. ; PEREIRA, L. M. ; HUBINGER, M. D. . Effect of cassava starch edible coating on quality of cold stored minimally processed strawberries. In: IFT Annual Meeting, 2009, Anaheim. 2009 IFT Annual Meeting Technical Program Abstracts. Chicago: IFT Editorial, 2009, 2009. v. 1. p. 263-263.

  • GARCIA, L. C. ; PEREIRA, L. M. ; Ferrari, C. C. ; Sarantópoulos, C. I. G. DE L. ; Hubinger, M. D. . Aplicação de cobertura comestível em morangos minimamente processados. In: Encontro Nacional de Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças, 2008, Lavras. Encontro Nacional de Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças. Lavras: Editora UFLA, 2008.

  • De PAULA, R. A. ; CARVALHO, A. A. T. ; GARCIA, L. C. ; MANTOVANI, H. C. ; MORAES, C. A. . Seleção de cultura bacteriocinogênica isolada de salame tipo italiano. In: XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005, Santos. XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005.

  • MACHADO, S.R.S ; GARCIA, L. C. ; GANDA,T. ; MENDONÇA,R.C.S. . Influência de Maturação nas Características Físico- Químicas e Microbiológicas de Sobrecoxas de Frango. In: 6° Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos - SLACA, 2005, Campinas. 6° Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos, 2005.

  • GARCIA, L. C. ; TONON, R. V. ; Hubinger, M. D. . Effect of high pressure homogenization on the emulsion properties and oil retention of microencapsulated basil essential oil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Produção de Betacaroteno por uma linhagem nativa da microalga halófila Dunaliella sp., Descrição: As microalgas são microrganismos fotossintetizantes com diversas aplicações biotecnológicas. Podem ser usadas para produção de nutracêuticos, cosméticos e/ou biocombustíveis, com as vantagens potenciais de poderem ser cultivadas em áreas pequenas, abertas ou em ambiente controlado, e apresentarem alta taxa de crescimento em curto tempo com produção contínua (sem entressafra). Destacam-se, entre estes compostos, a produção de carotenoides, pigmentos naturais que são comercializados como suplementos nutricionais e corantes para a indústria de alimentos, cosmética e de higiene pessoal. O mercado global de carotenoides naturais foi estimado em US$ 919 milhões em 2015 e, atualmente, o preço de venda ultrapassa US$ 12.500,00 por Quilograma de produto. Industrialmente, estes pigmentos podem ser obtidos a partir do fungo Blakeslea trispora, da palma de óleo (Elaeis guineensis), e principalmente por espécies de microalgas do gênero Dunaliella, especialmente D. salina e D. bardawill. Dunaliella spp. são microalgas marinhas unicelulares biflageladas capazes de acumular grandes quantidades de carotenoides quando cultivadas em ambientes com alta salinidade ou quando submetidas a estresses de luminosidade, nitrogênio ou fósforo. Produzem principalmente betacaroteno (aproximadamente 90% dos carotenóides totais por célula algal), mas também alfa-caroteno, luteína, zeaxantina e criptoxantina. Embora a produção de betacaroteno a partir de Dunaliella já seja explorada em escala comercial em países como Austrália, Estados Unidos e Israel, diversos aspectos relacionados aos processos de cultivo, colheita da biomassa algal e extração dos carotenoides são mantidos como segredos industriais ou estão protegidos por meio de patenteamento. Além disso, estes países utilizam linhagens nativas de seus territórios. Considerando-se as condições brasileiras, há clara oportunidade para o desenvolvimento de sistemas inovadores de produção de microalgas carotenogênicas no País. Com este projeto, pretende-se desenvolver um protocolo de produção controlada de betacaroteno por uma linhagem brasileira da microalga Dunaliella sp., com ênfase à maximização da carotenogênese pela manipulação do meio de crescimento desta microalga, em ambiente controlado (fotobiorreatores). Além da produção de betacaroteno, objetiva-se a produção de biomassa, caracterizada quanto a sua composição, para desenvolvimento de rações. Bem como a produção de lipídios, para usos diversos, incluindo-se para aproveitamento futuro na produção de biocombustíveis. Ao mesmo tempo, pretende-se fazer o sequenciamento genômico da linhagem selecionada, para determinação da presença dos genes envolvidos na síntese de carotenoides e resistência à ambientes hipersalinos, para futuros trabalhos de melhoramento ou transformação genética.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Coordenador / Simone Palma Fávaro - Integrante / Simone Mendonça - Integrante / Leticia Jungmann - Integrante / Cesar Heraclides Behling Miranda - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Microalgas de alta produtividade cultivadas em meio suplementado com vinhaça e gás carbônico para produção de biocombustíveis e coprodutos., Descrição: Obter linhagens de microalgas com grande potencial para produção de biodiesel e coprodutos, estabelecer condições para cultivo de alto rendimento em meio suplementado com vinhaça e CO2, e padronizar metodologia de transformação gênica para subsidiar futuros programas de melhoramento. OE3 Caracterizar quimicamente a biomassa das microalgas selecionadas visando o aproveitamento desta para produção de etanol e a identificação coprodutos de alto valor produzidos por estas linhagens.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Simone Mendonça - Integrante / Bruno dos Santos Alves Figueiredo Brasil - Coordenador / Gislaine Ghiselle - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Dendepalm, Descrição: Termo de Referencia - Encomenda/Finep - 10 milhoes- Este projeto tem o foco de dar avanço tecnológico à cultura do dendê. Através do seqüenciamento genômico espera-se obter grande quantidade de informações extremamente úteis no programa de melhoramento da espécie. Foca ainda em dar viabilidade econômica para a cadeia produtiva de dendê, abordando questões relacionadas ao desenvolvimento de produtos de maior valor agregado, em especial, ao aproveitamento de co-produtos e resíduos, simultaneamente contribuindo para minoração de poluentes gerados... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Simone Mendonça - Coordenador / Gislaine Ghiselle - Integrante / Patricia Abrão de Oliveira - Integrante / Rossano Gambetta - Integrante / Alexandre Alonso Alves - Integrante / Bruno Laviola - Integrante / Leonardo Fonseca Valadares - Integrante / Larissa Andreani - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Extração das nanofibras de celulose dos cachos vazios de dendê e sua utilização como reforço para borracha natural, Descrição: O dendezeiro (Elaeis guineenses) é uma importante espécie utilizada para a produção de óleo vegetal. Esta importância é devida a sua alta produtividade: entre 4 a 6 toneladas de óleo por hectare/ano. No contexto de agroenergia, o dendê é uma matéria-prima promissora para produção de biodiesel, sendo que tendências apontam que o dendezeiro terá grande importância estratégica para o Brasil devido à possibilidade ser cultivado em áreas degradadas nas Regiões Norte do País. Para a produção sustentável de dendê é necessário que todos os resíduos de sua cadeia produtiva sejam utilizados ou descartados de modo correto, para evitar problemas ambientais e de saúde pública. Dentre os resíduos gerados na extração do óleo, os cachos vazios são gerados em grande quantidade: 1,1 toneladas para cada tonelada de óleo de palma. Portanto, soluções que visem agregação de valor a estes resíduos são necessárias para o fortalecimento econômico da cadeia produtiva do dendê. Neste contexto, este projeto visa utilizar os cachos vazios de dendê para a obtenção de nanofibras de celulose e a utilização destas fibrilas para a obtenção nanocompósitos de borracha natural. Nanocompósitos são materiais multifásicos nos quais uma das fases possui dimensões nanométricas em pelo menos um dos eixos geométricos das partículas. Nanocompósitos de borracha natural e celulose são materiais obtidos de fontes renováveis que têm gerado alto interesse científico e tecnológico por possuírem propriedades mecânicas diferenciadas de polímeros e de compósitos convencionais. A extração das nanofibras de celulose dos cachos vazios de dendê é a etapa crucial do projeto. Os nanocompósitos de borracha natural e celulose serão obtidos misturando a dispersão aquosa de nanofibras de celulose com o látex de borracha natural. Os materiais obtidos deste modo serão caracterizados. Espera-se com este projeto utilizar resíduos da cadeia produtiva do dendê para a obtenção de material de alto valor agregado, portanto, evitando que.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Coordenador / Leonardo Fonseca Valadares - Integrante / Larissa Andreani - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento tecnologico do sistema produtivo sustentavel da macaúba (Acrocomia aculeata Jacq Lodd ex Mart) no Pantanal do Mato Grosso do Sul, Descrição: A macaúba, palmeira nativa do Brasil distribui-se em todo o território brasileiro, ocorrendo isolada e, principalmente, em macicos compactos. Em Mato Grosso do Sul, a espécie dominante é a Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. ex Mart., a qual ocorre em grandes densidades nas regiões peri pantaneiras e entorno da Serra da Bodoquena e Serra de Maracaju. Nessas regiões há uma grande concentração de agricultores familiares, principalmente assentados da reforma agrária e comunidades indígenas de diversas etnias. Comunidades rurais de Corumba tem priorizado o aproveitamento da macaúba de forma extrativista para a produção de farinha obtida da polpa e como forragem, não sendo dado um destino econômico e comercial aos demais produtos e coprodutos que podem ser gerados no beneficiamento da planta, como por exemplo, o óleo proveniente da polpa, a torta resultante do processo de extração do óleo e as fibras das demais partes da planta. A cadeia produtiva da macaúba necessita de informações para que seu desenvolvimento seja realizado de forma sustentável visando sua consolidação na região pantaneira para que seus produtos e coprodutos além da farinha possam ser mais bem aproveitados com a finalidade de agregar renda as comunidades locais. Para tanto, se faz necessário o impacto econômico das novas técnicas na cadeia de produção de farinha e demais produtos da macaúba. Também se tem a necessidade de conhecer os mecanismos que envolvem o acumulo de óleo no fruto, alem de elaborar estrategias de colheita e melhoramento, baseando-se no conhecimento da lipogênese do fruto, de maneira a contemplar máximos rendimentos e qualidade do óleo. O cultivo da macaúba tem sido dificultado devido ao lento processo de germinação das sementes. Portanto, estudos sobre o processo germinativo da A. aculeata são de suma importância para viabilizar o estabelecimento de cultivos comerciais da cultura e assim contribuir para a proposição de uma importante alternativa sustentável para produção de alimentos e biocombustíveis. Devido a maturação ser desigual, os frutos da macaúba caem em períodos diferentes e ficam em contato com o solo, sofrendo influencia de umidade elevada e presença de micro-organismos que causam uma rápida degradação da polpa e consequente perda quantitativa e qualitativa de seu óleo, portanto necessitam ser coletados de maneira eficiente. Sendo assim, pretende-se validar um sistema coletor no campo através de estudos de fenologia e monitoramento para o planejamento da coleta e determinação da produtividade desta especie. No tocante ao processamento, diversos são os conhecimentos que necessitam ser gerados, dentre os quais destacam-se: informações das propriedades físico-químicos da polpa e amêndoa para descrever o mecanismo da lipogênese da macaúba; estabelecimento de condições de processamento e uso do óleo; aplicação de processos de refino do óleo, visando sua utilização como óleo de alta qualidade; aproveitamento dos coprodutos gerados no processamento de extração de óleo (fibras da torta e de outras partes da planta como casca dos frutos e folhas) para o desenvolvimento de aplicações avançadas e sustentáveis no campo da nanotecnologia e biorrefinaria. Este projeto foi estruturado em quatro planos de ação transversais abordando estudos básicos sobre a morfologia e fenologia da macaúba, fitotecnia para a produção de mudas e de processamento pós-colheita, inclusive de novos produtos e coprodutos. Como resultado da proposta, espera-se disponibilizar tecnologias e processos otimizados e ambientalmente mais eficientes, abrindo perspectivas econômicas as comunidades que usam da espécie para sobrevivência e contribuir para a produção sustentável da macaúba no Pantanal de Mato Grosso do Sul.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Simone Mendonça - Integrante / Simone Palma Fávaro - Integrante / Patricia Abrão de Oliveira - Integrante / Rossano Gambetta - Integrante / Diogo Keiji Nakai - Integrante / Fábio Galvani - Coordenador.

  • 2011 - Atual

    Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Palmáceas para produção de óleo - PROPALMA, Descrição: Projeto tem como objetivo principal promover o domínio tecnológico / domesticação para incorporação e utilização, no curto prazo, médio e longo prazo, de palmáceas selecionadas pela sua densidade energética e distribuição territorial (macaúba, tucumã, inajá e babaçu) como matérias-primas para produção comercial de óleo, bem como minimizar os gargalos tecnológicos para aproveitamento econômico de co-produtos e resíduos, inserindo as regiões de ocorrência destas palmáceas na geopolítica de produção de agroenergia. Isto sugere, decididamente, a utilização organizada de espécies de maciços naturais, via programas de exploração sustentável e busca de variabilidade genética com fins de domesticação para cultivos comerciais melhorados. A compreensão do estado da arte atual em palmáceas e a inserção de espécies selecionadas em territórios adequados, associados com arranjos produtivos sustentáveis, são elementos úteis à oferta quali-quantitativa de matérias-prima com patamares superiores de rendimento de óleo por hectare, imprescindíveis para a consolidação do Programa Biodiesel Brasil nos próximos 10 anos. A organização de redes de PD&I em palmáceas, de forma competitiva, é, correntemente, uma das vigorosas estratégias em elaboração e constitui-se em um dos grandes e urgentes desafios para a gestão de ciência e tecnologia para a produção de biodiesel. Este projeto está sendo desenvolvido por uma rede de pesquisa de abrangência nacional, constituída por treze Centros de Pesquisa da Embrapa, dez Universidades, cinco Institutos de Pesquisa, envolvendo cerca de 100 pesquisadores.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Coordenador / Simone Mendonça - Integrante / Simone Palma Fávaro - Integrante / Alexandre Alonso Alves - Integrante / Bruno Laviola - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Secagem e microencapsulação de óleos por spray drying: influência das propriedades da emulsão e do tipo de material de parede sobre a qualidade e estabilidade das micropartículas., Descrição: O presente projeto tem como objetivo a produção de diferentes tipos de microcápsulas de óleos comestíveis e essenciais, a partir de óleo de café, de cravo, de laranja e de manjericão, utilizando a técnica de spray drying. O projeto será dividido em três etapas. A primeira etapa consistirá no estudo da influência do tipo de material de parede e do tamanho das gotas sobre a estabilidade da emulsão a ser utilizada na alimentação do spray dryer. A segunda etapa consistirá na avaliação da eficiência de encapsulação, retenção de óleo e índice de oxidação das microcápsulas produzidas com os diferentes materiais de parede e suas combinações. As partículas serão caracterizadas em relação à umidade, atividade de água, higroscopicidade, diâmetro médio, molhabilidade, densidade aparente e real e a microestrutura será observada através da microscopia eletrônica de varredura e de fluorescência. A estabilidade física dos pós será avaliada através da construção de isotermas de adsorção e da determinação da temperatura de transição vítrea. Em uma terceira etapa, será feito um estudo da estabilidade das microcápsulas à estocagem, através do acondicionamento das mesmas em ambientes com umidade relativa inferior à de atividade de água crítica, em duas temperaturas (25 e 60 °C), sendo avaliados a composição de voláteis e o índice de oxidação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Miriam D Hubinger - Coordenador / Renata V. Tonon - Integrante / Vanessa Martins da Silva - Integrante / Julio Cesar Rodriguez Diaz - Integrante / Ana Silvia Prata - Integrante / Helena Cristina Ferrer Carneiro - Integrante / Paula Andrea Osorio Carmona - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Microencapsulação de óleo essencial de manjericão por spray drying, Descrição: O objetivo neste trabalho será a microencapsulação de óleo essencial de manjericão, através da secagem por atomização, visando proteger os compostos aromáticos. Na primeira etapa será realizado um planejamento experimental para cada material de parede visando otimizar as concentrações de cada material. A eficiência de encapsulação, a retenção de compostos aromáticos e a quantidade de óleo na superfície das microcápsulas serão as respostas avaliadas no planejamento. Como é importante saber a respeito das características das emulsões a serem atomizadas, será realizada avaliação da estabilidade, tamanho de gota e viscosidade das emulsões formadas. As partículas serão submetidas a análise da microestrutura (microscopia eletrônica de varredura e microscopia de fluorescência) e distribuição de tamanho de partículas. Na segunda etapa, será feita, para cada condição otimizada de material de parede, a caracterização das partículas, o estudo da estabilidade na estocagem (retenção de voláteis e escurecimento não enzimático) e avaliação da estabilidade física (temperatura de transição vítrea e isotermas de sorção). Com base em todos estes resultados será possível avaliar as características de cada material de parede e também qual deles é mais apropriado para ser utilizado na microencapsulação de óleo essencial de manjericão.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Miriam D Hubinger - Coordenador.

  • 2007 - 2009

    Processo, embalagem, aplicação de coberturas comestíveis e avaliação da qualidade de algumas frutas tropicais a alta umidade, Descrição: A proposta deste projeto é estudar a desidratação osmótica associada ao emprego de um aditivo, combinada a outros métodos de preservação, como coberturas comestíveis e estocagem refrigerada sob atmosfera modificada, de algumas frutas tropicais, como cubos de melão e fatias de manga e de abacaxi, com o intuito de se obter um produto com características semelhantes à fruta in natura e estender sua vida de prateleira. A desidratação osmótica será realizada com soluções de sacarose ou maltose em concentrações de 40 a 60 Brix, com a adição de lactato de cálcio em concentrações de 0 a 2,0% para uma maior preservação da estrutura celular das frutas. O efeito do lactato de cálcio na manutenção da estrutura celular dos frutos osmoticamente desidratados será verificado, através de ensaios de microscopia ótica e análise de textura. Além disso, será avaliada a aceitação do produto pelo consumidor, realizando-se testes sensoriais. A partir dos resultados das análises desta etapa do trabalho, serão escolhidas as melhores condições de desidratação osmótica, visando características próximas à fruta fresca. Na segunda parte do trabalho, será avaliada a viabilidade do emprego de coberturas comestíveis a base de pectina, alginato e de farinha de amaranto nos pedaços de frutas, desidratados osmoticamente. Será escolhida uma formulação para cada tipo de cobertura com base nos resultados das análises de cor, textura e avaliação sensorial. Finalmente, os produtos revestidos com coberturas comestíveis e o produto embalado sob atmosfera modificada serão comparados entre si em relação à vida de prateleira e à preservação das características de qualidade. Nesta etapa serão analisados alguns atributos de qualidade periodicamente, além da realização de uma análise sensorial para verificar a aceitação do produto e a intenção de compra pelo consumidor.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) . , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Leila Mendes Pereira - Integrante / Cristhiane Caroline Ferrari - Integrante / Claire I. G. DE L. Sarantópoulos - Integrante / Miriam Dupas Hubinger - Coordenador / Marcela Chiumarelli - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Aplicação de coberturas comestíveis em morangos minimamente processados, Descrição: O objetivo deste trabalho é estudar o efeito do processamento mínimo de morangos, bem como da utilização de cobertura a base de fécula de mandioca, adicionada ou não de um agente antimicrobiano. Será determinada a vida útil destes morangos através de análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lorena Costa Garcia Calsing - Integrante / Miriam D Hubinger - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa Agroenergia. , Av. W3 Norte. Parque Estação Biológica - PqEB, Brasília, DF, Asa Norte, 70770901 - Brasília, DF - Brasil, Telefone: (61) 34482279

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - Atual

EMBRAPA AGROENERGIA

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2010 - Atual

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Analista A, Carga horária: 40

2009 - 2013

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Estudante de doutorado

2007 - 2009

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2009 - 07/2009

    Estágios , Faculdade de Engenharia de Alimentos, Departamento de Engenharia de Alimentos.,Estágio realizado, Bolsista do Programa de Estágio Docente na disciplina TA 431 - Mecânica dos Materiais.

2005 - 2006

Purdue University

Vínculo: Visiting Scholar, Enquadramento Funcional: Estudante visitante, Carga horária: 40

Outras informações:
Estágio de 5 meses no Food Science Department, Cereal Laboratory, em um projeto de pesquisa sobre qualidade de flocos de milho.

Atividades

  • 08/2005 - 01/2006

    Estágios , Whistler Center for Carbohydrate Research, .,Estágio realizado, Estudo dos aspectos qualidade de flocos de milho..

2006 - 2007

Centro Universitário de Sete Lagoas

Vínculo: Bolsista do CNPq, Enquadramento Funcional: Coordenadora, Carga horária: 40

Outras informações:
Coordenadora do Laboratório Vocacional de Processamento de Frutas e Hortaliças. Este laboratório faz parte do Centro Vocacional Tecnológico (CVT), um programa de inclusão social do Governo do Estado de Minas Gerais. O principal objetivo deste laboratório é capacitar pessoas favorecendo a geração de renda.

2006 - 2006

Universidade Federal de Viçosa

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 8

2003 - 2004

Universidade Federal de Viçosa

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 12

Atividades

  • 01/2006 - 04/2006

    Estágios , Departamento de Tecnologia de Alimentos, .,Estágio realizado, Elaboração de material didático, para o site da FAO, com a descrição do processamento da Cana de Açúcar para obtenção de Rapadura, Açúcar Mascavo e Melado..

  • 03/2003 - 03/2004

    Estágios , Laboratório de Microbiologia Industrial, .,Estágio realizado, Estagiária em projeto de doutorado que tinha como foco a caracterização de bacteriocinas produzidas por bactérias de ácido láctico isoladas de salame tipo italiano..

2004 - 2005

Empresa Júnior de Engenharia de Alimentos

Vínculo: Diretoria Executiva, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 5

2003 - 2003

Empresa Júnior de Engenharia de Alimentos

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 6

Atividades

  • 05/2004 - 05/2005

    Direção e administração, Empresa Júnior de Engenharia de Alimentos - UFV, .,Cargo ou função, Gerente de Projetos.

  • 11/2003 - 12/2003

    Estágios , Empresa Júnior de Engenharia de Alimentos - UFV, .,Estágio realizado, Desenvolvimento de uma formulação para Molho e Pasta de Alho..

2003 - 2003

EMBRAPA - Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Atividades

  • 07/2003 - 08/2003

    Estágios , Embrapa - Sete Lagoas, .,Estágio realizado, Acompanhamento das atividades de rotina e de projetos desenvolvidos no Laboratório de Análise de Grãos. Desenvolvimento de projeto de pesquisa juntamente com a profissional orientadora..

2003 - 2003

Cooperativa Central dos Produtores Rurais

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Atividades

  • 02/2003 - 03/2003

    Estágios , Unidade Industrial de Sete Lagoas, .,Estágio realizado, Acompanhamento da produção de Leite em Pó, Creme de Leite, Leite Condensado, Doce de Leite (setores de recepção, produção, envase e expedição). Realização de análises físico-químicas e microbiológicas de matérias primas e de produtos em várias etapas.

2004 - 2004

Cooperativa dos Produtores de Sete Lagoas

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Atividades

  • 02/2004 - 02/2004

    Estágios , Cooperativa dos Produtores de Sete Lagoas, .,Estágio realizado, Acompanhamento da produção de manteiga, doce de leite (pastoso e em barra), requeijão (em barra), bebida lática, queijos (minas frescal, ricota, padrão). Realização de análises fisico-químicas e microbiológicas da matéria prima e de produtos acabados.

2005 - 2005

ELASA ELO ALIMENTAÇÃO LTDA

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40

Atividades

  • 01/2005 - 02/2005

    Estágios , Controle de Qualidade, .,Estágio realizado, Elaboração da Instrução de Trabalho em uma nova linha de produção. Realização de Avaliações Sensoriais em possíveis novos produtos da empresa..