Rosângela Nascimento Pimentel

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Nove de Julho (2011). Mestra em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de processos Inflamatórios e Alérgicos pelo Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da USP 2013. Possui experiência na área de Imunologia, Inflamação, Sepse, falência múltipla de órgãos e epigenética.

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Ciências Médicas

2016 - Atual

Universidade de São Paulo
Título: Interferência do CO, H2S e do H2O2 na nitrosilação das histonas H3 e H4,
Francisco Garcia Soriano. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Ciências Médicas

2012 - 2015

Universidade de São Paulo
Título: Estresse hiperosmótico como um pré-condicionamento ao lipopolissacarídeo,Ano de Obtenção: 2015
Francisco Garcia Soriano.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.

Graduação em Enfermagem

2008 - 2011

Universidade Nove de Julho
Título: Espiritualidade e enfermagem: um cuidado humanizado
Orientador: Ideraldo Luiz Beltrami

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 - 2013

Extensão universitária em Programa de aperfeiçoamento de ensino. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2011 - 2011

Resolução de conflitos. (Carga horária: 5h). , Universidade Nove de Julho, UNINOVE, Brasil.

2009 - 2009

Simposio Nacional de atendimento. (Carga horária: 10h). , Universidade Nove de Julho, UNINOVE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Aparecida de Oliveira

SORIANO, F. G.; SALOMAO, R.;OLIVEIRA, M.A.. Desenvolvimento do pré-condicionamento por estresse hiperosmótico: estudos dos efeitos no modelo de camundongos endotoxêmicos. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina/Universidade de São Paulo.

Fabiano Pinheiro da Silva

PINHEIRO DA SILVA, FABIANO; FINGER, E.. Interferência do CO e do H2S na s-nitrosilação da histona H3. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Fabiano Pinheiro da Silva

PINHEIRO DA SILVA, F; GARCIA, M. L. B.. Pré-condicionamento por stress hiperosmótico na endotoxemia. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Francisco Garcia Soriano

Estudo do estado oxidante e anti-oxidante em animais submetidos a tolerância pelo Lipopolissacarídeo; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Francisco Garcia Soriano;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PETRONI, RICARDO COSTA ; BISELLI, PAOLO JOSE CESARE ; DE LIMA, THAIS MARTINS ; THEOBALDO, MARIANA CARDILLO ; CALDINI, ELIA TAMASO ; PIMENTEL, ROSÂNGELA NASCIMENTO ; BARBEIRO, HERMES VIEIRA ; KUBO, SUELY ARIGA ; VELASCO, IRINEU TADEU ; SORIANO, FRANCISCO GARCIA . Hypertonic Saline (NaCl 7.5 %) Reduces LPS-Induced Acute Lung Injury in Rats. Inflammation , 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    Estresse hiperosmótico como precondicionamento ao lipopolissacarídeo, Descrição: Sepse representa um subgrupo da síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS); considerada uma síndrome clínica decorrente de infecção grave associada à inflamação sistêmica e lesão tecidual. Representa a principal causa de mortes em pacientes tratados em unidade de terapia intensiva. O Lipopolissacarídeo (LPS), componente da membrana externa da bactéria gram-negativa, pode desencadear uma cascata de atividade do sistema imunológico. A Solução Salina Hipertônica apresenta efeitos anti-inflamatórios significantes; modula favoravelmente eventos celulares em pacientes com SIRS, inibindo a expressão de TNF-α e aumenta a produção de IL-10 por macrófagos alveolares. Muitos tipos de células de mamíferos podem sobreviver a um ambiente hipertônico moderado devido a um processo de adaptação específica que resulta na acumulação celular de osmólitos. A tolerância à infecção constitui uma estratégia distinta de defesa do hospedeiro e não afeta diretamente a carga de patógenos. Em vez disso, diminui a susceptibilidade do hospedeiro a danos no tecido, ou à saúde, causados pelos patógenos ou pela resposta imune contra eles. Este projeto visa observar se ocorre o pré-condicionamento com solução salina hipertonica, e se este poderá gerar tolerância á exposição letal do Lipopolissacarídeo alterando assim seu efeito.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rosângela Nascimento Pimentel - Coordenador / Ricardo Costa Petroni - Integrante / Francisco Garcia Soriano - Integrante / Hermes Barbeiro - Integrante / Denise Freidiane Coutinho Barbeiro - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Estudo do estado oxidante e anti-oxidante em animais submetidos a tolerância pelo Lipopolissacarídeo, Descrição: Por meio do Lipopolissacarídeo (LPS), componente da membrana externa da bactéria, é desencadeada uma cascata de atividade do sistema imunológico. Esta resposta a o LPS produz diversos mediadores inflamatórios e pode gerar estresse oxidativo através da liberação de espécies reativas de oxigênio (EROS). Os danos celulares resultantes de uma elevada produção de EROS levam a uma disfunção celular devido a um comprometimento do genoma, organelas e membranas. O objetivo deste trabalho é avaliar se a indução de tolerância por múltiplas doses de LPS altera a capacidade anti-oxidante nos animais. Serão avaliados animais submetidos a tolerância com LPS e também animais submetidos a CLP(cecal ligation puncture). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Rosângela Nascimento Pimentel - Coordenador / Ricardo Costa Petroni - Integrante / Francisco Garcia Soriano - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: pós graduação, Enquadramento Funcional: mestranda, Regime: Dedicação exclusiva.