Iara Flor Richwin Ferreira

Psicóloga com experiência e atuação clínicas no campo da atenção e cuidado a usuários de drogas (CAPS-AD/GDF de 2011 a 2016), no sistema socioeducativo para adolescentes em conflito com a lei do Distrito Federal (2008 - atual) e em consultório particular. Pesquisadora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura da UnB, no qual realiza atualmente pesquisa de pós-doutorado sobre saúde mental de mulheres que estão em situação de rua e de mulheres que fazem uso de crack. Doutora (2017) pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura da Universidade de Brasília em cotutela com a École Doctorale Recherches en Psychanalyse et Psychopathologie da Université Paris Diderot, onde também realizou formação universitária complementar em "Adicções: clínica dos riscos e dependências" (2015-2016) . Mestre (2010) pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura da Universidade de Brasília. Bacharel em Psicologia (2006) e Psicóloga (2007) pela Universidade de Brasília. Dedica-se a pesquisas sobre os seguintes temas: psicanálise e toxicomanias; a clínica com usuários de drogas; psicanálise e a prática clínico-institucional e psicossocial com usuários de crack; psicanálise e a clínica em situações de precariedade; a subjetividade em face da vulnerabilidade e exclusão social; dimensões sociopolíticas e culturais da constituição subjetiva e dos sintomas e manifestações psicopatológicas; gênero e saúde mental; o uso de crack por mulheres a partir da categoria analítica de gênero e sua relação com as violências múltiplas e gendradas.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura

2013 - 2017

Universidade de Brasília, UnB
Título: Crack: substância, corpos, dispositivo e vulnerabilidades. A psicanálise e a prática clínico-institucional com usuários de crack.
Orientador: em Université Paris Diderot ( Cristina Lindenmeyer)
com Luiz Augusto Celes. Palavras-chave: crack; psicanálise; vulnerabilidade e exclusão; dispositivo; corpo.Grande área: Ciências Humanas

Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura

2008 - 2010

Universidade de Brasília, UnB
Título: Três Metáforas de Freud na descoberta do inconsciente,Ano de Obtenção: 2010
Francisco Moacir de Melo Catunda Martins.Palavras-chave: inconsciente; metáfora; psicanálise; aparelho psíquico.Grande área: Ciências Humanas

Graduação em psicologia - habilitação psicólogo

2001 - 2007

Universidade de Brasília, UnB

Graduação em psicologia - bacharel

2001 - 2006

Universidade de Brasília, UnB
Título: Os dualismos do desenvolvimento da Teoria Pulsional de Freud.
Orientador: Daniela Scheinkman Chatelard

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2018

Pós-Doutorado. , Universidade de Brasília, UnB, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Saúde Mental. , Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Saúde Mental e Gênero.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2016

Addictions: Clinique des risques et dépendances. (Carga horária: 100h). , Université Paris Diderot, PARIS 7, França.

2012 - 2012

Tratamento da dependência de crack e outras drogas. (Carga horária: 24h). , Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, SENAD/MJ, Brasil.

2010 - 2010

Como conduzir grupos de adolescentes. (Carga horária: 12h). , Núcleo de Atenção Integral à Saúde do Adolescente, NASAD, Brasil.

2010 - 2010

A Perícia Psicológica no Campo Jurídico. (Carga horária: 4h). , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

2009 - 2010

Extensão universitária em Capac. operadores s. socioeducativo (120h). (Carga horária: 120h). , Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas, PRODEQUI, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Intro. Pens. Filosófico de Deleuze (40 h). (Carga horária: 40h). , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Italiano

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicanálise.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Atenção e cuidado a usuários de drogas.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Saúde Mental.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Saúde Mental, gênero e uso de drogas.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Intervenções e prática clínica em situações de precariedade e vulnerabilidade social.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

FERREIRA, I. F. R. . I Congresso INternacional Adolescência e Violência: Perspectivas Clínica, Educacional e Jurídica. 2010. (Congresso).

FERREIRA, I. F. R. . III Seminário de Saúde do Adolescente em Conflito com a Lei. 2010. (Congresso).

FERREIRA, I. F. R. . II Seminário Internacional sobre Adolescência, Clínica e Cultura. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

2º Encontro de Discussão sobre Atenção à Saúde Mental de Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa.Atuação do/a psicólogo/a na GESAU das unidades de internação. Atenção e cuidado em saúde mental. 2018. (Encontro).

3º Encontro de Saúde Mental do Sistema Socioeducativo/DF: Especificidades do Cuidar, Pelo Fortalecimento da Política de Saúde Mental no Sistema Socioeducativo.Atuação do/a psicólogo/a na GESAU das unidades de internação. Atenção e cuidado em saúde mental. 2018. (Encontro).

"Adolescentes em conflito com a lei". Por uma formação especializada de travailleurs sociaux e socioeducadores. . Olhares cruzados: França - Brasil.O trabalho e clínico e psicossocial com usuários de crack em situações de precariedade, vulnerabilidade e exclusão social. 2017. (Seminário).

VII Seminário Nacional de Psicologia e Direitos Humanos: Drogas, Direitos Humanos e Laço Social. 2011. (Seminário).

I Congresso Internacional Adolescência e Violência: Perspectivas Clínica, Educacional e Jurídica. 2010. (Congresso).

III Seminário de Saúde do Adolescente em Conflito com a Lei. 2010. (Seminário).

I Seminário: A proposta político-pedagógica e a formação continuada no contexto de implementação do SIDASE no DF. 2010. (Seminário).

Seminário sobre atenção Integral à saúde de adolescentes em conflito com a lei. 2009. (Seminário).

I Seminário Distrital sobre a atenção integral à saúde de adolescentes em conflito com a lei. 2008. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Tainá Hilana Oliveira Pinto

VIANA, T. C; RIVERA, T. C.;RICHWIN, I. F; CELES, L. A. M.. Descrença, saber e verdade: um diálogo entre psicanálise literatura. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Inês Gandolfo conceição

CELES, L. A. M.; ROSA, M. D.;Conceição, Maria Inês Gandolfo; VERSIANI, E. R.. A psicanálise e a prática clínico-institucional com usuários de crack: entre o corpo sociopolítico e o corpo pulsional. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília.

Luiz Augusto Monnerat Celes

CELES, Luiz Augusto M.; Andrea Donatti Gallassi; GANDOFO CONCEIÇÃO, Maria Inês; Cristina Lindermeyer;VERSIANI, E. R.; ROSA, Miriam Debieux. Crack: substância, corpos, dispositivo e vulnerabilidade - A psicanálise e a prática clínico-institucional com usuários de crack. 2017. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília.

Luiz Augusto Monnerat Celes

GANDOFO CONCEIÇÃO, Maria Inês; ROSA, Miriam Debieux;VERSIANI, E. R.; Andrea Donatti Gallassi; Cristina Lindermeyer;CELES, Luiz Augusto M.. Crack: substance, corps, dispositif e vulnérabilités. La psychanalise et la pratique clinique institutionnelle avec des usagers de crack.. 2017. Tese (Doutorado em Recherche en Psychanalyse et Psychopathologie) - Université PARIS DIDEROT.

Francisco Moacir de Melo Catunda Martins

MARTINS, Francisco; FUKS, B. B.; CHATELARD, D.; RIBEIRO, S. G.. Três metáforas de Freud na descoberta do Inconsciente. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Psicologia clínica e cultura) - Universidade de Brasília.

Daniela Scheinkman Chatelard

MARTINS, F. M. M. C.; FUKS, B.;CHATELARD, D. S.. Três Metáforas de Freud na descoberta do Inconsciente. 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília.

Betty Bernardo Fuks

FUKS, B. B.; MARTINS, F. M. M.; Chatelard, S. Daniela; Ribeiro, G. Simone. Três Metáforas de Freud na Descoberta do Inconsciente. 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de Brasília.

Estela Ribeiro Versiani

CELES, L.; Lindenmeyer, C.; DEBIEUX, M. R.; GALLASSI, A. D.; CONCEICAO, M. I. G.;VERSIANI, E. R.. Crack: substância, corpos , dispositivo e vulnerabilidades - A psicanálise e a prática clínico-institucional com usuários de crack.. 2017. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Valeska Maria Zanello de Loyola

Início: 2018; Universidade de Brasília;

Luiz Augusto Monnerat Celes

Crack: substância, corpos, dispositivo e vulnerabilidade - A psicanálise e a prática clínico-institucional com usuários de crack; 2017; Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura) - Universidade de Brasília,; Orientador: Luiz Augusto Monnerat Celes;

Luiz Augusto Monnerat Celes

Pulsão na clínica psicanalítica; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade de Brasília; Orientador: Luiz Augusto Monnerat Celes;

Luiz Augusto Monnerat Celes

Teoria da libido e teoria das relações de objeto - incluso no projeto Da Sexualidade a Eros: relações de objeto e transferência; 2005; 10 f; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade de Brasília; Orientador: Luiz Augusto Monnerat Celes;

Francisco Moacir de Melo Catunda Martins

Três Metáforas de Freud na Descoberta do Inconsciente; 2010; Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Psicologia clínica e cultura) - Universidade de Brasília,; Orientador: Francisco Moacir de Melo Catunda Martins;

Daniela Scheinkman Chatelard

Os dualismos do desenvolvimento da Teoria Pulsional de Freud; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Universidade de Brasília; Orientador: Daniela Scheinkman Chatelard;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • RICHWIN, I. F . O paradigma da Redução de Danos na clínica com usuários de drogas: inflexões, deslocamentos e possibilidades de escuta e posicionamento clínico.. Boletim de Análise Político-Institucional , v. 18, p. 71-79, 2018.

  • RICHWIN, IARA FLOR ; CELES, LUIZ AUGUSTO M. . Diógenes e o corpo -fabricador de drogas-: o estatuto do corpo no uso abusivo de crack e nas situações de precariedade e vulnerabilidade social. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental , v. 20, p. 465-480, 2017.

  • RICHWIN, IARA FLOR . O "dispositivo do crack": estratégia, saber e poder. In: Maria Fátima Olivier Sudbrack; Maria Inês Gandolfo Conceição; Rubens Adorno. (Org.). ABRAMD: compartilhando saberes e construindo fazeres. Drogas e transição de paradigmas. 1ed.Brasília: Technopolitik, 2018, v. 2, p. 329-352.

  • BIANCARELLI, L. ; COSTA, R. A. ; RICHWIN, IARA FLOR . Brésil: bras ouverts contre crack. Alter EGO Espoir Goutte D'or, Paris/França, p. 14 - 15, 05 jun. 2016.

  • RICHWIN, I. F ; Santos, Juma . Mulheres e o uso de crack: violências múltiplas, dispositivo amoroso e dispositivo materno.. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RICHWIN, IARA FLOR ; Zanello, Valeska . Crack e virilidade ferida: o caráter gendrado do sofrimento subjetivo relacionado ao uso problemático de crack. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Mulheres, situação de rua e uso de crack: violências múltiplas, dispositivo amoroso e dispositivo materno, Descrição: Pesquisa de pós-doutorado, realizada no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura da Universidade de Brasília, sob supervisão da Profa. Valeska Zanello. Seu objetivo geral consiste em examinar a questão do uso de crack por mulheres a partir da categoria analítica de gênero e compreender como ela é atravessada e afetada pelas relações, valores e estereótipos de gênero em suas diferentes dimensões.Mais especificamente, diante da estreita relação entre o uso de crack por mulheres e as situações de violências múltiplas e gendradas, pretende-se examinar como o uso de crack se inscreve na articulação entre violência, gênero e subjetividade (Das, 2011) e analisar qual o seu papel e função na organização das existências e nos processos cotidianos de agência, resistência e subversão. Também pretende-se examinar as trajetórias, vinculações e experiências subjetivas das mulheres com o crack a partir das categorias analíticas de dispositivo amoroso e dispositivo materno, propostas por Zanello (2018).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Iara Flor Richwin Ferreira - Coordenador / Valeska Zanello - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Saúde mental, gênero, dispositivos e interseccionalidades, Descrição: O objetivo desse projeto é pesquisar os processos de subjetivação na cultura brasileira e seus impactos na saúde mental, levando em consideração dois grandes eixos: gênero e raça/etnia. "Gênero" deve ser entendido em pelo menos 3 acepções possíveis: a) "masculino" e "feminino" (binarismo construído social e historicamente- binarismo estratégico); b) a relação desse binarismo com certos corpos (questões cis e trans); c)orientação sexual. O projeto foca-se, sobretudo, na primeira acepção, mas não descarta as demais, dependendo do público estudado. Utiliza-se como categoria analítica nos estudos os dispositivos amoro e materno (para as mulheres) e o dispositivo da eficácia, para os homens, tal como desenvolvido em livro recentemente publicado (Zanello, 2018).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Iara Flor Richwin Ferreira - Integrante / Valeska Zanello - Coordenador / Felipe de Baére Cavalcanti - Integrante / Mariana Pedrosa de Medeiros - Integrante / Maísa Campos Guimarães - Integrante / Marília Vilela Alencastro - Integrante / Daniel, Barral - Integrante / Daniele Leal - Integrante / Érica Nunes - Integrante / Mariah Gama - Integrante.

  • 2007 - 2007

    Metapsicologia da Pulsão (Da sexualidade a Eros), Descrição: Descrição: O projeto tem por finalidade geral a caracterização dos modos de subjetivação implicados no trabalho e na teoria psicanalíticas. Objetivos específicos 1) Revisitar o conceito de pulsão e seu estatuto teórico, na diversidade de sua conceituação como pulsão sexual, pulsão de auto-conservação, pulsão de vida (Eros) e pulsão de morte. 2) Justificar o entendimento da teoria pulsional como ficção freudiana, delimitando seu alcance. 3) Propor e justificar a interpretação da pulsão de morte como princípio pulsional. 4) Caracterizar a pulsão de vida (Eros) em face do objeto e da aculturação da pulsão. 5) Estabelecer vínculos entre o tratamento psicanalítico e o conceito de pulsão. 6) Elaborar o ficcional conceito freudiano de pulsão com o tratamento psicanalítico. 7) Avaliar o alcance da pulsão na psicanálise contemporânea.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Iara Flor Richwin Ferreira - Coordenador / veridiana canezin guimarães - Integrante / rafaela mendes medeiros - Integrante / Giovana Duailibe de Abreu - Integrante / Mariana Machado Sarmento - Integrante / Marcos Correa Terra Amaral - Integrante / Tiago Alves Miranda - Integrante / Bruno Barbosa Campos - Integrante / Tarcila de Castro e Silva Machado - Integrante / Mariana Mourão Zanetti Ferreira - Integrante / Pedro Henrique Duarte Barbosa - Integrante / Luiz augusto Monnerat Celes - Integrante.

  • 2005 - 2007

    Da Sexualidade a Eros: relações de objeto e transferência, Descrição: Busca-se uma correlação entre as transformações da teoria da sexualidade à teoria de Eros (pulsão de vida) com as transformações implicadas na compreensão e no tratamento da transferência na psicanálise, ou seja, da compreensão da transferência como repetição de relações de objetos parciais em direção ao seu entendimento como repetições de relações de amor, o que quer dizer, relações com a alteridade. A associação dos desenvolvimentos da transferência com respeito à alteridade e com as transformações da teoria da sexualidade articula o problema que ora se formula. No entanto, nem todos os movimentos de psicanálise, de Freud à contemporaneidade, mantêm uma mesma compreensão da sexualidade. Outro problema que se coloca, que cruza com o primeiro, é o de estabelecer as relações entre as diversas concepções de sexualidade e suas função de subjetivação nas diversas psicanálises, para em seguida avaliar seus efeitos na compreensão da transferência e em seu trato. Tematicamente propõe-se analisar, em três movimentos, as relações apreensíveis entre sexualidade e transferência e as suas inter-relações, quais sejam: 1) O movimento freudiano; 2) O movimento de elisão da sexualidade na psicanálise após Freud; 3) O movimento de reintegração da sexualidade na psicanálise contemporânea. Este projeto conta com financiamento parcial do CNPq e auxílio na forma de bolsa de Iniciação Científica; financiamento parcial do DEX/UnB e quatro bolsas do DEX/UnB. Participam deste projeto um psicólogo Mestre; um Doutor em Psicologia, colaborador; um aluno de Doutorado; três alunos de Mestrado do Programa atual; um aluno de graduação, com bolsa de IC; quatro alunos de graduação em atividade de extensão e pesquisa, com bolsa do DEX/UnB; seis alunos de graduação em IC, voluntários; quatro alunos de graduação em pesquisa clínica, vinculados a estágios e oito alunos de especialização.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Iara Flor Richwin Ferreira - Coordenador / veridiana canezin guimarães - Integrante / rafaela mendes medeiros - Integrante / Giovana Duailibe de Abreu - Integrante / Mariana Machado Sarmento - Integrante / Marcos Correa Terra Amaral - Integrante / Tiago Alves Miranda - Integrante / Bruno Barbosa Campos - Integrante / Luiz augusto Monnerat Celes - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

Melhor Tese na área de Ciências Humanas - Prêmio UnB de Dissertações e Teses 2017, Universidade de Brasília.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - 2016

    Centro de Atenção Psicossocial - álcool e outras drogas

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Psicóloga, Carga horária: 20

  • 2010 - Atual

    Consultório Particular de Psicologia

    Vínculo: autônomo, Enquadramento Funcional: Psicóloga

  • 2018 - Atual

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora colaboradora

    Outras informações:
    Realização de pesquisa de pós-doutorado na condição de pesquisadora colaboradora do Laboratório de Psicopatologia, Linguagem e Psicanálise do PPG-PsicCC/UnB, sob supervisão da Profa. Valeska Zanello.

  • 2007 - 2010

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 15

    Outras informações:
    Pesquisa em psicanálise, psicopatologia, linguagem, metáfora e psicoterapia.

  • 2009 - 2009

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Est. Supervis. Prat. Ensino, Enquadramento Funcional: Estágio Supervisionado Prática de Ensino, Carga horária: 4

  • 2005 - 2007

    Universidade de Brasília, UnB

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Atendimento supervisionado a pacientes no Centro de Atendimento e Estudos Psicológicos (Universidade de Brasília), com enfoque psicanalítico

    Atividades

    • 03/2007 - 07/2007

      Extensão universitária , Centro de Atendimento e Estudos Psicológicos, .,Atividade de extensão realizada, Estágio de atendimento no CAEP como extensão.

    • 03/2005 - 07/2007

      Estágios , Centro de Atendimento e Estudos Psicológicos, .,Estágio realizado, Atendimento psicológico supervisionado, com enfoque psicanalítico.

    • 03/2006 - 07/2006

      Estágios , UnB, .,Estágio realizado, estágio supervisionado pela professora Daniela Chatelard para obtenção da habilitação bacharelado em psicologia.

    • 03/2006 - 07/2006

      Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Psicologia, Instituto de Psicologia.,Atividade realizada, Atividade de monitoria com aproveitamento na Disciplina Teorias e Técnicas Psicoterápicas. Duração: 90 horas..

    • 08/2004 - 12/2004

      Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Psicologia, Instituto de Psicologia.,Atividade realizada, Monitoria com aproveitamento na disciplina Tópicos Especiais em Psicologia da Personalidade. Duração: 60 horas.

  • 2008 - Atual

    Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Psicóloga, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Atua como psicóloga em unidades de internação para adolescentes em conflito com a lei do Distrito Federal, com experiência como especialista de referência no acompanhamento psicossocial dos adolescentes e, também, como psicóloga da Gerência de Saúde, no acompanhamento em saúde mental e questões relacionadas ao uso problemático de drogas.