Márcia da Costa Rodriguês de Camargo

Graduada em Arquitetura pela Universidade de Mogi das Cruzes (1980) , estudou no Institut D'urbanisme de Paris - Université de Paris XII -Cretéil/ 1982 obtendo o D.I.U.P. de especialização na área de Planejamento Urbano e Ambiental com a monografia "Les Cités Jardins en Ile-de-France (1982). Trabalhou como arquiteta-urbanista no I.A.U.R.I.F- Institut d'Amenagement et d'Urbanisme de la Region d'Ile-de-France na área de Habitação e Equipamentos Urbanos, desenvolvendo trabalho na área des Ilôts Sensibles em Paris e Grand-Paris. Retorna ao Brasil em 1984 e inicia na academia, ministrando aulas de Projeto III, História das Cidades e Paisagismo II, na Faculdade de Belas Artes de São Paulo até 1991. Entre 1984 e 2002 atuou como arquiteta autônoma elaborando diversos projetos de residencias, consultórios, lojas, projetos de paisagismo entre outros. Em 2003 migra para Palmas/ TO, trabalha como arquiteta urbanista na Secretaria de Infraestrutura do Estado de Tocantins. Em 2004 ingressa no curso de Mestrado em Ciências do Ambiente obtendo o título de Mestre com o tema: Aplicação de Indicadores Perceptivos para Análise de Paisagens Cênicas do Trajeto entre o Distrito de Taquaruçú e Palmas/TO. Ingressa na Prefeitura de Palmas como Diretora de Projetos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e Meio Ambiente -SEDUMAH ( 2005), onde coordena os projetos institucionais nas áreas do Orçamento Participativo, parques ecológicos e equipamentos urbanos.Entra no concurso público federal ( 2007 ) na Fundação Universidade Federal do Tocantins, como professor-assistente no curso de Arquitetura e Urbanismo. Ministra as disciplinas de Projeto, Paisagismo I e Paisagismo II, estudos Ambientais, Tecnologias Alternativas, Linguagem Visual. Desenvolve projetos de pesquisas nas áreas de Arquitetura da Paisagem e sustentabilidade ambiental. Doutora em Desenvolvimento Sustentável pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília. CDS-UnB, obtendo o título de Doutor com o tema " A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL DAS CIDADES SOB A ÓTICA DO SISTEMA VERDE E DA PEGADA DE CARBONO DE BRASÍLIA"(2015). Atual coordenadora do Laboratório de Arquitetura da Paisagem no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Tocantins. Ministra as disciplinas de Paisagismo e Projeto. Participa do Grupo de Pesquisa Mulheres na Arquitetura e no Urbanismo - GPMAU , do(a) Universidade Federal do Tocantins. Ingressou no Pós-doutorado do PROURB-FAUUFRJ em fevereiro de 2022 com a pesquisa PAISAGENS DE PALMAS: Biodiversidade, Cultura e Patrimônio Paisagístico, sob a supervisão da Profa. Dra Lucia Maria Sá Antunes Costa. Faz parte do projeto de pesquisa "Projeto da Paisagem: estratégias para a ampliação e manutenção da biodiversidade urbana" aprovado pelo Processo: 409841/2021-8 Chamada: Chamada CNPq/MCTI/FNDCT N 18/2021 - Faixa B - Grupos Consolidados.

Informações coletadas do Lattes em 25/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em CENTRO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

2011 - 2015

Universidade de Brasília, UnB
Título: A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL DAS CIDADES SOB A ÓTICA DA PEGADA DE CARBONO E DO SISTEMA VERDE DE BRASÍLIA
SAULO RODRIGUES PEREIRA FILHO / MARCEL BURSZTYN. Palavras-chave: arquitetura e urbanismo; ciencias do ambiente; Arquitetura Sustentável; desenho urbano ambiental; ecologia da paisagem.Grande área: OutrosSetores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.

Mestrado em Ciencias do Ambiente

2003 - 2005

Universidade Federal do Tocantins
Título: Elaboracao de Indicadores Perceptiveis para Analise de Sustentabilidade Ambiental em Paisagens Cenicas,Ano de Obtenção: 2005
Orientador: MARON J. Ramiro Lamadrid
Palavras-chave: indicadores de percepcao visual; ecologia da paisagem; conservação da biodiversidade.Grande área: OutrosGrande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo. Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Paisagismo. Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Desenvolvimento Urbano; Outros.

Especialização em Institut d´Urbanisme de Paris- I.U.P.

1980 - 1983

Institut d´Urbanisme de Paris
Título: Les Cités Jardins en Ilê-de-France
Orientador: Mr.CANTAL Dupart

Graduação em Arquitetura

1976 - 1980

Universidade de Mogi das Cruzes
Título: Projeto IV- Planejamento Urbano e regional- condominio residencial-paisagismo
Orientador: Kalled Ghoubar

Pós-doutorado

2022

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. , Grande área: Ciências Sociais Aplicadas

Formação complementar

1990 - 1992

Curso de Anatomia Para Escultura. (Carga horária: 180h). , Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP, Brasil.

1986 - 1987

Curso de Escultura Em Argila e Pedra. (Carga horária: 120h). , Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP, Brasil.

1986 - 1986

Extensão universitária em Cidades Jardins Francesas. (Carga horária: 60h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1985 - 1986

Curso de Escultura Em Metal. (Carga horária: 120h). , Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP, Brasil.

1984 - 1985

Extensão universitária em Metodologia de Pesquisa Tecnológica na Arquitetura. (Carga horária: 180h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

1981 - 1982

Extensão universitária em Arquitetura nas Histórias Em Quadrinhos. (Carga horária: 60h). , Université Paris-Est Créteil Val-de-Marne, UPEC, França.

1980 - 1982

Extensão universitária em Diplone de L Institut d Urbanisme de Paris. (Carga horária: 720h). , Université Paris-Est Créteil Val-de-Marne, UPEC, França.

1978 - 1979

Curso de lingua francesa. , Aliança Francesa, AF, Brasil.

1977 - 1978

FISK ingles. (Carga horária: 120h). , FISK, FISK, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional.

Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.

Organização de eventos

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; Maia Olívia ; ORFILA, P. . LEITURA POÉTICA DA UFT- HALL DA BIBLIOTECA. 2019. (Outro).

Maia Olívia ; CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . II ENCONTRO DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA, HABITAÇÃO E DIREITO A CIDADE. 2016. (Outro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . CENTRO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL -RIO+20. 2012. (Exposição).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . PREPARANDO A RIO+20. 2011. (Congresso).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . SEMINÁRIO INTERNACIONAL CRISE CIVILIZACIONAL: DISTINTOS OLHARES- Transição do paradigma de desenvolvimento nos paises do Sul. 2009. (Outro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; Antônio Willamys Fernandes da Silva . VII SEMANA ACADÊMICA DE ARQUITETURA E URBANISMO DA UFT. 2009. (Outro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . II Levantamento Sócio-economico, cultural, étnico racial e I Diagnóstico so Perfil dos alunos com Necessidades especiais da Universidade Federal do Tocantins. 2008. (Outro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . VI Semana de Arquitetura e Urbanismo- Arquitetura Bioclimática e Eficiência Energética. 2008. (Outro).

Participação em eventos

SEMANA ACADEMICA DE ARQUITETURA E URBANISMO.CIDADES SUSTENTAVEIS -PERSPECTIVAS PARA O SECULO XXI. 2018. (Encontro).

II SEMINARIO DE ARQUITETURA MODERANA NA AMAZONIA-II SAMAMA.CIDADES SUSTENTAVEIS -PERSPECTIVAS PARA O SECULO XXI. 2017. (Seminário).

II ENCONTRO DE REGULAÇAO FUNDIARIA, HABITAÇÃO E DIREITO A CIDADE. 2016. (Encontro).

CONFERENCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL. 2012. (Outra).

IX ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA ECOLÓGICA. EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE DAS PAISAGENS DO CERRADO COMO POLÍTICA PÚBLICA DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL E CULTURAL- APLICAÇÃO DE INDICADORES PERCEPTIVOS PARA ANÁLISE DAS PAISAGENS DE PALMAS/TO. 2011. (Congresso).

SEMANA ACADÊMICA DA UDF.ARQUITETURA SUSTENTÁVEL. 2011. (Seminário).

I FORUM URBANÍSTICO DE PALMAS.Mobilidade e Acessibilidade. 2010. (Oficina).

I FORUM URBANÍSTICO DE PALMAS.Sustentabilidade Socioambiental. 2010. (Oficina).

I FORUM URBANISTICO DE PALMAS + 20.Contribuições para o Futuro de Palmas. 2010. (Outra).

II FEPEC-Forum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da UFT. 2009. (Seminário).

Seminário Internacional CRISE CIVILIZACIONAL: DISTINTOS OLHARES- Transição de paradigma de desenvolvimento nos paises do Sul. 2009. (Seminário).

Seminário Internacional CRISE CIVILIZACIONAL: DISTINTOS OLHARES- Transição de paradigma de desenvolvimento nos paises do Sul.Transição de Paradigma de Desenvolvimento nos países do Sul. 2009. (Oficina).

V Encontro Nacional, III Encontro Latino-Americano sobre Edificações e Construções Sustentáveis- ELEcs 2009. Metodologia de Indicadores Perceptivos para Análise ambiental de Paisagens Cênicas: Arquitetura da Paisagem para uso do eco-turismo sustentável de Palmas/TO. 2009. (Congresso).

FEPEC-Forum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da UFT. 2008. (Simpósio).

III Seminário de Geografia da Universidade Federal do Tocantins.Paisagem como Matéria-prima: percepção ambiental, arquitetura da paisagem e desenvolvimento sustentável. 2008. (Seminário).

Pós-Graduação em Jornalismo Ambiental.Paisagem como matéria-prima-a importância da divulgação das pesquisas ambientais na mídia, para fortalecimento das ações ambientais. 2008. (Oficina).

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.Projeto da Feira da 304 SUL/estrutura metálica aplicada a projetos institucinonais. 2008. (Simpósio).

I Congresso Nacional de Planejamento de Trilhas. Aplicação de indicadores perceptivos para a analise de paisagens de uma seção da rodovia Joaquim maracaípe/TO-030 entre Taquaruçú e Palmas TO - Contribuições para o ecoturismo da região e aplicações em trilhas ecológicas. 2006. (Congresso).

POEB II- Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação - EDA- da Faculdade de Educação da USP.Arquitetura da Paisagem e Desenvolvimento Sustentável. 2006. (Encontro).

III Congresso Brasileiro de Energia Solar. Urbanismo Solar. 1984. (Congresso).

I Curso de Arquitetura Solar.Palestra. 1983. (Seminário).

Villes Nouvelles- Metróles em Equilibrio. 1979. (Seminário).

Participação em bancas

Aluno: Danilo Oliveira de Queiroz

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. PLANT MAP PALMAS. APLICATIVO EM PALTAFORMA MOVEL PARA LOCALIZAÇÃO DASARVORES FRUTIFERASE MEDICINAIS NA ÁREA URBANA DE PALMAS-TO. 2018. Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE POS-GRADUAÇÃO MODELAGEM COMPUTACIONAL DE SISTEMAS) - Universidade Federal do Tocantins.

Aluno: Hiury Ribeiro Miranda

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; MEDEIROS, J. M.; FURTADO, J.. ESCRITORIO COMPARTILHADO PARA PALMAS. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins.

Aluno: Marlon Quaresma

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; MEDEIROS, J. M.; FURTADO, J.. PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NAS AREAS VERDES SE-20 E SE-40 COMUNICAÇÃO VISUAL, ARTE E CULTURA. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade federal do Tocantins.

Aluno: Alanna Figueiredo Pereira

ALBIERI, L.; VELASQUES, A. B.;CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NAS AREAS VERDES SE-20 E SE-40. COMUNICAÇÃO VISUAL, ARTE E CULTURA. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins.

Aluno: Giovana Baldon Coelho

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; LUZ, L. H.; BOTURA, R. A.. TROPICAL CENTER MALL:GALERIA COMERCIAL COM ESTIMULOS SENSORIAIS VOLTADOS AO PAISAGISMO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins.

Aluno: Denilson Carlos da Cruz Fortunato

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; LOPES JUNIOR, P.; TORK, L. D.. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL EM LUANDA- ANGOLA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins.

Aluno: André Cavalcanti da Silva

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. Educação Ambiental e coleta seletiva em atrativo turistico na APA Serra do Lageado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade federal do Tocantins.

Aluno: Kamilla Pereira Porto Ramos

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. PARQUE LINEAR COMO INSTRUMENTO DE REVITALIZAÇÃO DA U.C. BREJO COMPRIDO. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade federal do Tocantins.

Aluno: Wagner Pereira da Cruz

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. MUSEU DE ZOOLOGIA DE PORTO NACIONAL. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade federal do Tocantins.

Aluno: Vânia Dalla Rosa

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. CASA ABRIGO PARA MENORES EM RISCO SOCAIL EM PALMAS/TO. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade federal do Tocantins.

MEDEIROS, J. M.;CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; Maia Olívia. BANCA DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO. 2019. Universidade Federal do Tocantins.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; OLIVEIRA, M.; ORSI, G.. Banca examinadora para seleção pública simplificada de Professor Substituto. 2015. Universidade Federal do Tocantins.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de; Maia Olívia; CRUZ, B. C. B. L.. Banca examinadora para seleção pública simplificada de Professor Substituto na área de Projeto de Urbanismo I /Projeto de Urbanismo III/Planejamento Urbano e regional. 2015. Universidade Federal do Tocantins.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de. Seleção Simplificada para concurso de Professor Substituto- Ato da Reitoria 056. 2010. Universidade Federal do Tocantins.

Comissão julgadora das bancas

José Ramiro Lamadrid Marón

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de;MARÓN, J. R. L.; LIRA, E. R.; GIRALDIN, O.. Elaboração de indicadores perceptíveis para análise de sustentabilidade ambiental em paisagens cênicas.Palmas.Tocantins. 2005. Dissertação (Mestrado em Mestrado Ciencias do Ambiente) - Fundação Universidade Federal do Tocantins.

Mauricio de Carvalho Amazonas

RODRIGUES FILHO, S.; BURSZTYN, Marcel;AMAZONAS, Mauricio de Carvalho. CIDADES SUSTENTÁVEIS: A SUSTENTABILIDADE URBANA SOB A ÓTICA DA PEGADA DE CARBONO E DO SISTEMA VERDE DE BRASÍLIA. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

Elizeu Ribeiro Lira

LAMADRID, J. R.; GIRALDINE, O.;LIRA, E. R.. Elaboração de Indicadores Perceptíveis para análise de Sustentabilidade Ambiental das Paisagens Cênicas Palmas-TO. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) - Universidade Federal do Tocantins.

Orientou

BARBARA FRASÃO

CENTRO DE REABILITAÇÃO PSICOLOGICA PARA JOVENS EM PALMAS; Início: 2021; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; (Orientador);

Rodrigo Machado

PARQUE ECOLÓGICO E CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A REGIÃO DAS ARNOS EM PALMAS/TO; Início: 2010; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; (Orientador);

Giordano Procópio

POUSADA ECOLÓGICA EM PALMAS/TO; Início: 2010; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; (Orientador);

ANDERSON DE SOUSA FIALHO

BIBLIOTECA PARQUE EM PALMAS; 2022; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ARQUITETURA E URBANISMO) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Claudia Moraes Martins

QUALIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS IVRES DA UFT: ENTORNO DO CUICA; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Marlon Quaresma

A OBSERVAÇÃO COMO FERRAMENTA PARA A REQUALIFICAÇÃO URBANA; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Giovanna Barbosa Goulart da Silva

INSTITUÇÃO PUBLICA DE PERMANENCIA PARA IDOSOS EM PALMAS- TO; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Hiury Ribeiro Miranda

ESCRITORIO COMPARTILHADO PARA PALMAS; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Valéria Tavares Taguatinga

PARQUE ECOLOGICO SUSSUAPARA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Rodrigo da Nóbrega Machado

PARQUE MUNICIPAL PALMENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DO CERRADO; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Kamilla Pereira Porto Ramos

Parque Linear como Instrumento de Revitalização da U; C; Brejo Comprido; Palmas-TO; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Wagner Pereira da Cruz

Museu de Zoologia de Porto Nacional - TO; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Tocantins; Orientador: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo;

Foi orientado por

José Ramiro Lamadrid Marón

Elaboração de indicadores perceptíveis para análise de sustentabilidade ambiental em paisagens cênicas; Palmas; Tocantins; 2005; Dissertação (Mestrado em Mestrado Ciencias do Ambiente) - Fundação Universidade Federal do Tocantins,; Orientador: José Ramiro Lamadrid Marón;

Produções bibliográficas

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL SOB A OTICA DAS PAISAGENS DE BRASÍLIA. OLAM -CIENCIA& TECNOLOGIA , v. v.1,n.1-2, p. 56-87, 2015.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Eu, o meio ambiente e você: VERDE URBANO. 01. ed. , 2021.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Brasília- O desafio da sustentabilidade ambiental para o século XXI. 1. ed. Curitiba: Editora APPRIS, 2020. v. 1000. 251p .

  • Renato Torres Pinheiro ; CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; OLIVEIRA, M. . ARBORIZAÇÃO URBANA-um recorte do Plano de Arborização de Palmas. In: João Bazolli; Mariela Cristina Ayres de Oliveira;Tatyana Oliveira Sousa. (Org.). ARBORIZAÇÃO URBANA: um recorte do plano de arborização de Palmas. 1ed.Palmas: editora uft-www.uft.edu.br/editora, 2017, v. P214, p. 9-283.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Relações de luz e sombra na obra de Oscar Niemeyer. VITRUVIUS-resenhasonline, VITRUVIUS resenhasonline, 11 jan. 2012.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; ZANETI, I. . COMER LIXO: ?HABITUS? OU SOBREVIVENCIA? Alimentação e Estilo de Vida dos catadores de resíduos na capital do Brasil.. In: XXIX CONGRESSO INTERNACIONAL DE SOCIOLOGIA, 2013, SANTIAGO- CHILE. COMER LIXO: ?HABITUS? OU SOBREVIVENCIA? Alimentação e Estilo de Vida dos catadores de resíduos na capital do Brasil., 2013.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE DAS PAISAGENS DO CERRADO COMO POLÍTICA PÚBLICA DE PRESERVAÇAO NATURAL E CULTURAL. In: IX ENCONTRO NACIONAL DA ECOECO, 2011, BRASÍLIA. http://www.ecoeco.org.br/conteudo/publicacoes/encontros/ix_en/GT2-141-49-20110603004321.pdf, 2011.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Arquitetura e Urbanismo Solar. In: I Curso Brasileiro de Arquitetura Solar, 1983, São Paulo. Arquitetura Solar, 1983.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Aplicação de indicadores perceptivos para a análise das paisagens de uma seção da RodoviaJoaquim Maracaípe/TO-030 entre Taquaruçú e Palmas/TO - Contribuições para o ecoturismo da região e aplicações em trilhas ecológicas. In: I Congresso Nacional de Planejamento de Trilhas, 2006, Rio de Janeiro. I Congresso de Planejamento de Trilhas. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2006. v. 01. p. 27.

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Cenários para a sustentabilidade urbana e ambiental de Palmas-To para o Século XXI. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . PAISAGENS DO CERRADO: VALORAÇÃO COMO FERRAMENTA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E CULTURAL DE PALMAS-TO. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . 'Em busca da sustentabilidade das paisagens do Cerrado como Política Pública de preservação do Patrimônio natural e cultural- Aplicação de indicadores perceptivos para análise das Paisagens Cênicas de Palmas-TO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . HISTÓRIA DAS CIDADES - da antiguidade as cidades sustentáveis. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Metodologia de Indicadores Perceptivos para Análise ambiental de Paisagens Cênicas: Arquitetura da Paisagem para uso do eco-turismo sustentável de Palmas/TO. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Arquitetura Bioclimática em edificio institucional como suporte para pesquisas sobre o Bioma Cerrado. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Aplicação de indicadores perceptivos para análise de paisagens de uma seção da rodovia Joaquim Maracaípe/TO-030 entre taquaruçú e Palmas - Contribuições para o ecoturismo da região e aplicações em trilhas ecológicas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . PROJETO ARQUITETONICO BIOCLIMÁTICO DO CENTRO DE REFERENCIA DA BIODIVERSIDADE DO CERRADO E SEUS ECÓTONOS. 2009.

Renato Torres Pinheiro ; CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; OLIVEIRA, M. . Plano de Arborização de Palmas -TO. 2016.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Projeto do Parque da reserva ambiental Catedral do Jalapão. 2010.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Centro de Referência da Biodiversidade do Cerrado e seus Ecótonos. 2009.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Reforma e ampliaçào da Feira da 304 SUL/Palmas. 2007.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Casa do Estudante de Palmas. 2006.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Projeto de Paisagismo para o Nucleo Engordador da Serra da Cantareira. 1992.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Projeto do Plano Diretor Ambiental de Itapecerica da Serra. 1990.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Elaboração de normas tecnicas para coletores planos e celulas fotovoltaicas. 1985.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . BRASILIA- O desafio da sustentabilidade ambiental para o século XXI. 2020. (Editoração/Livro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Paisagismo Sustentável para o Bioma Cerrado. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - apostila).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Centro de Referência da Biodiversidade do Cerrado e seus Ecótonos. 2010. (Relatório de pesquisa).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Revitalização dos Espaços Livres do Campus da UFT-Palmas- Arquitetura da Paisagem e Paisagismo Sustentável para melhoria do conforto ambiental e inclusão sócio-acadêmica.. 2010. (Grupo de Trabalho de Extensão da Fundação Univesidade Federal do Tocantins).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Projetos de Extensão para o Campus de Palmas da UFT/TO- Revitalização dos Espaços Livres do campus- Paisagismo Sustentável. 2010. (Trabalho de Extensão da Fundação Univesidade Federal do Tocantins).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Metodologia para Planejamento Ambiental e Arquitetura da Paisagem. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - apostila).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . PROJETO PALMAS ARTE MURAL. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Curso).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Vitrinismo. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Curso de Técnicas para Vitrinismo. 1996. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ensino).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Introdução a tecnica do Mosaico. 1996. (arte).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . História da escultura no Brasil. 1995. (Manutenção de obra artística/Outro).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Uso das Cores no Comércio. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Paulo Mendes da Rocha ; CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de ; Ciro Pirondi . Plano Diretor do municíoio de Itapecerica da Serra. 1992. (Plano Diretor).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Plano Diretor do Municipio de Itapecerica da Serra. 1989. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Paisagismo I e II. 1987. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - aulas).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . História das Cidades. 1986. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - educação).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . arte mural em mosaico. 2006. Outra.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . ARTE EM MOSAICO. 2006.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Mulheres. 1996.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . natura. 1990 (escultura).

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . AMAZONAS. 1989.

CAMARGO, Marcia da Costa Rodrigues de . Les Ilots Sensibles. 1982 (Dissertação de Mestrado) .

Projetos de pesquisa

  • 2022 - Atual

    PAISAGENS DE PALMAS: Biodiversidade, Cultura e Patrimônio Paisagístico, Descrição: Este projeto de pesquisa, pretende revelar as diversas paisagens cênicas da cidade de Palmas, assim como os seus atrativos turísticos, culturais e ambientais. Este patrimônio formado a partir de sua história edificada e de suas paisagens naturais são relevantes para os estudos ambientais em relação as mudanças climáticas, da sustentabilidade ambiental e da qualidade de vida urbana. Tem como objetivo a descoberta dos caminhos urbanos relevantes para os pedestres e visitantes, assim como de ciclovias, que possam trazer um maior conforto ambiental através do fortalecimento da arborização urbana e do paisagismo, dando continuidade assim, ao trabalho realizado pelo Plano de Arborização Urbana de 2016 elaborado pela prefeitura de Palmas. A análise de suas paisagens e de sua cobertura vegetal, são indicadores para a implantação de uma Infraestrutura Verde que possa criar corredores de biodiversidade para preservar este patrimônio e tornar estes caminhos mais confortáveis ambientalmente e esteticamente mais belos, melhorando assim a qualidade de vida dos cidadãos palmenses e turistas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador.

  • 2022 - Atual

    Projeto da paisagem: estratégias para ampliação e manutenção da biodiversidade urbana, Descrição: Biodiversidade urbana diz respeito à riqueza e variedade dos seres vivos associadas aos espaços urbanos. O tema central da proposta situa-se no estudo da biodiversidade urbana considerando suas relações com o tecido urbano e social envolvente, uma vez que ações sobre a paisagem urbana são estratégicas para questões ambientais das cidades. Pretendemos aprofundar contribuições interdisciplinares em Paisagismo, Urbanismo, Biologia e Direito, a partir das interrelações entre processos de transformação da paisagem e biodiversidade urbana. A biodiversidade urbana é fundamental para a manutenção de serviços ecossistêmicos essenciais para a sobrevivência e bem-estar dos seres humanos nas cidades. Processos de urbanização e alterações de usos do solo representam um desafio à sua manutenção. Os objetivos desta proposta incluem estudos sobre possibilidades de inserção e expansão da biodiversidade urbana a partir de sua integração com dinâmicas urbanas e espaciais. É nos espaços abertos e a partir do projeto da paisagem que a biodiversidade está presente nas cidades. Pretendemos explorar conceitos interdisciplinares tais como paisagem multifuncional, conectividade, resiliência e infraestrutura verde como estratégias para o projeto da paisagem urbana, numa abordagem interescalar, com vistas a propor subsídios para políticas públicas que visem uma expansão e manutenção da biodiversidade nas cidades e sua envolvente metropolitana. Propomos uma rede de estudos sobre a biodiversidade urbana, apontando a importância da definição de locais e escalas nas cidades e seu entorno nas quais a biodiversidade pode ser acessada. Como objeto de estudo apresentamos cidades brasileiras situadas nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia, estudadas a partir de situações-tipo e articuladas em 4 eixos temáticos: espaços abertos urbanos, vegetação, águas urbanas e agricultura urbana, discutidas em seminários e workshops desenvolvidos pela rede de pesquisa. Palavras-chave: biodiversidade urbana; projeto da paisagem. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador / Lucia Maria Sá Antunes Costa - Integrante / Denise Barcellos Pinheiro Machado - Integrante / Rosangela Lunardelli Cavallazzi - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Arquitetura da Paisagem e Intervenções Urbanas - Palmas e UFT, Descrição: Percepção ambiental sobre os espaços livres e as paisagens de Palmas-TO e no campus da UFT-Palmas Valoração das paisagens e tratamento paisagístico através da valoração e percepção dos espaços livres, como forma de promover a sustentabilidade ambiental da cidade de Palmas e do campus da UFT.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador / Renato Torres Pinheiro - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

  • 2014 - Atual

    DESCOBRINDO AS PAISAGENS VERDES DE PALMAS: um olhar perceptivo sobre os espaços verdes urbanos e a sustentabilidade urbana ambiental, Descrição: RESUMO O inventário das paisagens cênicas urbanas do município de Palmas, é o campo interdisciplinar desta pesquisa. A transformação das áreas de preservação permanente e das áreas verdes, os impactos ambientais ocorridos pelo processo acelerado de urbanização, geraram profundas rupturas nas paisagens naturais. Como consequência direta observa-se a perda da biodiversidade da avi-fauna, aumento de poluição sonora e atmosférica, desconforto climático, perda da cobertura vegetal nativa e processos erosivos. O objetivo da pesquisa é revelar os potenciais de atrativos cênicos que deveriam ser objeto de projetos específicos de Arquitetura da Paisagem, completando assim o plano diretor original de Palmas. Contribuir para a conservação do patrimônio paisagístico, melhorar a acessibilidade da população aos pontos de atrativos turísticos da cidade e criar um circuito de visitação das paisagens urbanas como elemento estruturante de uma política de planejamento ambiental. Palavras-chave: Inventário das paisagens, percepção ambiental, sustentabilidade urbana, arquitetura da paisagem e cidades sustentáveis. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador / Renato Torres Pinheiro - Integrante / Lucia Helena Mendes Pereira - Integrante / Mariela Oliveira - Integrante / Mariana Cardoso - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Revitalização dos espaços livres do campus da UFT/Palmas Arquitetura da Paisagem e Paisagismo Sustentável para melhoria do conforto ambiental e inclusão sócio-acadêmica, Descrição: A importância de se propor a revitalização dos espaços livres do campus da Universidade Federal do Tocantins, vem de encontro ao objetivo da UFT de se tornar uma universidade verde, onde o paradigma da sustentabilidade e da conservação da biodiversidade ecológica demonstram a maturidade da mesma. A elaboração de um Plano de Arquitetura Paisagística onde as variáveis necessárias para tanto sua implantação são::melhoraria da cobertura vegetal, melhoria da acessibilidade dos caminhos e organização dos trajetos entre edificios, introdução da educação ambiental, da comunicação visual, buscando o desenvolvimento sustentável do campus através da preservação do seu patrimônio paisagístico e do manejo sustentável dos seus recursos naturais. Transformar os espaços livres com áreas que oportunizem a manifestação artística, os estudos, a contemplação das paisagens cênicas do lago, contribuiria efetivamente para trazer uma maior qualidade da vida acadêmica como um todo. O inventário das paisagens e sua valoração poderá encontrar os pontos de identidade perceptiva visual e de integridade ecológica capazes de subsidiar o Plano de Arquitetura Paisagística Ambiental colocando a UFT em outro patamar de evolução socio-ambiental. Um grupo de pesquisa de caráter interdisciplinar deverá realizar no Laboratório de Arquitetura e Urbanismo a elaboração do Plano Paisagístico considerando as paisagens do campus e do entorno. A criação de trilhas ecológicas para visitação da mata ciliar e lago, farão parte do conjunto de pesquisas proposto pelo projeto do Centro de Referência da Biodiversidade do Cerrado e seus Ecótonos, promovendo assim a efetiva educação científica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador / Renato Torres Pinheiro - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Arquitetura Bioclimática: CENTRO DE REFERENCIA DA BIODIVERSIDADE DO CERRADO E SEUS ECÓTONOS, Descrição: ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA DO CENTRO DE REFERENCIA DA BIODIVERISDADE DO CERRADO E SEUS ECÓTONOS ? UFT Resumo O bioma Cerrado é foco de pesquisas na Universidade Federal do Tocantins. A instituição busca consolidar este objetivo através da construção do Centro de Estudos Ambientais do Cerrado e seus Ecótonos. O conceito de sustentabilidade torna-se realidade pela opção do projeto de Arquitetura Bioclimática, que visa através de técnicas construtivas e tecnologias alternativas, comprovar o sistema. O partido projetual com a forma de casulo traz elementos construtivos que devem trazer maior qualidade de conforto ambiental ao espaço construído. A estrutura de concreto e fechamento com teto verde, tem no seu interior um espelho d?agua de 10 x80mts criando um ecossistema com cortina d?água, paisagismo, peixes, tartarugas dos rios tocantinenses para serem observados como num museu vivo.Um circuito com lâmpadas de células fotovoltaicas internas e externas, iluminação natural, climatização por vaporização, captação da água de chuva para uso na irrigação automatizada, sistema hidro-sanitário de tratamento de água, monitoramento climático e sistema interno de segurança são alguns dos ítens que serão implantados no edifício. No piso térreo teremos biblioteca, videoteca, anfiteatro, salas de exposição, restaurante e serviços como banco, correio, loja e rampas nas entradas para a acessibilidade. O piso superior com oito (8) laboratórios de pesquisas nas áreas de Ecologia das Aves, Arquitetura Sustentável, Planejamento Ambiental e Turístico, Recuperação de Áreas degradadas, Ecologia animal e Preservação da fauna e flora silvestres, Comunicação e informação ambiental deverão promover a interdisciplinaridade e melhorar o conhecimento científico-pedagógico. Projetos de extensão de educação ambiental, exposições de artes plásticas, musica, integram as outras atividades do Centro. A UFT inova na forma de produzir conhecimento, levando a questão da sustentabilidade ambie. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador.

  • 2008 - 2011

    Paisagem como Matéria-Prima: Percepção Ambiental, Arquitetura da Paisagem e Desenvolvimento Sustentável, Descrição: A importância de caracterizar as áreas de proteção Ambiental- UCs do município de Palmas por ser uma cidade capaz de realizar o seu desenvolvimento através da preservação do seu patrimônio paisagístico e do uso sustentável dos seus recursos naturais, vem de encontro a uma realidade encontrada no município em relação as suas áreas verdes protegidas. As atuais políticas públicas de gestão ambiental não conseguem controlar a ocupação e a degradação das matas ciliares dos principais rios que cortam a malha urbana. O inventário das paisagens e sua valoração poderá encontrar os pontos de identidade perceptiva visual e de integridade ecológica capazes de subsidiar um Planejamento Ambiental num cenário futuro. O desenho ambiental através da Arquitetura da Paisagem poderá elaborar os projetos que promovam a melhoria da qualidade de vida e garantam a sustentabilidade das paisagens cênicas de Palmas. O grupo de pesquisa de caráter interdisciplinar deverá realizar estudos sobre as paisagens naturais e os impactos ambientais no entorno do lago da usina Eduardo Magalhães, área urbana e as unidades de conservação criadas pela revisão do Plano Diretor Participativo (28/12/2007). A criação e futura implantação de um roteiro turístico e eco-turístico dentro da malha urbana e em algumas das unidades de conservação deve contribuir para sedimentar o turismo regional e priorizar a preservação do patrimônio paisagístico. O desenvolvimento sustentável como paradigma do século XXI é a meta a ser alcançada pela cidade que recebeu o título de Capital Ecológica e que num cenário próximo poderá se transformar em exemplo de cidade sustentável.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Marcia da Costa Rodrigues de Camargo - Coordenador / Renato Torres Pinheiro - Integrante / Lucas Barbosa e Souza - Integrante., Número de produções C, T & A: 3

Prêmios

2010

Professor Homenageado, Curso de Arquitetura e Urbanismo- Universidade Federal do Tocantins.

1992

Patronesse, Faculdade de Belas Artes de São Paulo- Arquitetura e Urbanismo.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Tocantins, Curso de Arquitetura e Urbanismo- Campus de Palmas. , Avenida NS 15- ALCNO 14 - quadra 109 NORTE, Plano Diretor Norte, 77001-090 - Palmas, TO - Brasil, Telefone: (63) 32328132, Ramal: 8094, URL da Homepage:

Experiência profissional

2019 - Atual

Universidade Federal do Tocantins

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor assistente II das disciplinas de Paisagismo I, Paisagismo II, Tecnlogias Alternativas

2008 - Atual

Universidade Federal do Tocantins

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2018

    Pesquisa e desenvolvimento, Arquitetura e Urbanismo.,Linhas de pesquisa

  • 03/2008

    Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, PROJETO DEARQUITETURA, PROJETO DE PAISAGISMO, TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS, LINGUAGEM VISUAL

  • 01/2004

    Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, estudos ambientais, paisagismo I e II

2005 - 2007

Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação

Vínculo: comissionado, Enquadramento Funcional: Diretor de Projetos, Carga horária: 40

Outras informações:
responsável pela coordenação dos projetos institucionais do município de Palmas, onde coordena uma equipe de 7 arquitetos que elaboram projetos nas áreas de educação, cultura, saúde, equipamentos urbanos, paisagismo, parques urbanos, parques ecológicos, mobiliário urbano e sinalização urbana.

1985 - 1991

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Vínculo: professor universitario, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
ministrou aulas na Faculdade de Arquitetura Belas Artes de São Paulo, nas áreas de Projeto, Paisagismo e História das Cidades

1979 - 1979

Ductor Implantação de Projetos

Vínculo: Tecnico em Arquitetura, Enquadramento Funcional: Tecnico em Arquitetura, Carga horária: 40

Outras informações:
Tecnico em Arquitetura- Projetos de Estações Ferroviárias Orçamentos e Desenho Técnico

1978 - 1979

Ferrovia Paulista S/A

Vínculo: Tecnico em Arquitetura, Enquadramento Funcional: funcionario, Carga horária: 40

1974 - 1975

Ferrovia Paulista S/A

Vínculo: funcionário, Enquadramento Funcional: auxiliar de contabilidade, Carga horária: 40

Atividades

  • 03/1986 - 02/1992

    Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Projeto 1, 2, 3, 4, História das Cidades- Urbanismo 2 e 3, Artes Plasticas 1, Orientação em Trabalhos Finais de Graduação

  • 01/1975

    Serviços técnicos especializados , Departamento de Projetos, Centro.,Serviço realizado, orçamentos de projetos arquitetonicos- estações de trens.

2003 - 2004

Governo do Estado de Tocantins

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Arquiteto Urbanista, Carga horária: 40

Outras informações:
Arquiteto Urbanista com especialização em Projetos Ambientais. Parques Temáticos Arquitetura Bioclimática