Matheus Henrique de Souza Barros

Mestre em geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGEO) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul ? Campus Três Lagoas (UFMS/CPTL). Graduado em Geografia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul ? Campus Três Lagoas (UFMS/CPTL). Membro do Laboratório de Prática e Geoprocessamento (LAPEGEO) e do grupo de pesquisas Diretrizes de Gestão Ambiental com o uso de Geotecnologia (DIGEAGEO). Atua na área de Geografia Física, principalmente nos seguintes temas: Geoprocessamento, Sistemas de Informação Geográfica e Sensoriamento Remoto. Bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência (PIBID) nos anos de 2014 ? 2016. Bolsista de Iniciação Cientifica CNPQ/PIBIC nos anos 2016 ? 2017 pelo projeto de pesquisa "Geotecnologias aplicadas na delimitação das áreas de preservação permanente (APP's) das bacias hidrográficas dos rios Ribeirãozinho e Ribeirão Periquito (MS)", coordenado pela Professora Doutora Patricia Helena Mirandola Garcia. Integrante do Projeto de Desenvolvimento Cientifico Regional (PDCR) em andamento intitulado "O turismo como indutor do fortalecimento das economias locais: O desenvolvimento regional na Costa Leste, MS", coordenado pelo Professor Doutor Luiz da Rosa Garcia Netto. Bolsita

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Geografia

2018 - 2020

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Título: Cartografia aplicada à avaliação do potencial turístico das paisagens do município de Paranaíba (MS) - Brasil,Ano de Obtenção: 2020
Patricia Helena Mirandola Garcia.Coorientador: Eduardo Salinas Chávez. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Geografia

2013 - 2017

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Título: Espacialização das potencialidades turísticas no município de Três Lagoas - MS
Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Espanhol para estrangeiros. (Carga horária: 60h). , Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.

2019 - 2019

Espanhol aplicado ao trabalho. (Carga horária: 40h). , Universidade de Brasília, UnB, Brasil.

2017 - 2017

Análise de qualidade de dados espaciais. (Carga horária: 2h). , Graltec, GRALTEC, Brasil.

2017 - 2017

Introduction to Remote Sensing for Scenario-Based Ecoforecasting. (Carga horária: 30h). , NASA Applied Remote Sensing, NASA (ARSET), Estados Unidos.

2017 - 2017

Google Earth no Geoprocessamento. (Carga horária: 2h). , Graltec, GRALTEC, Brasil.

2017 - 2017

Gestão Ambiental e Recursos Hídricos. (Carga horária: 20h). , Instituto Politécnico de Ensino a Distância, iPED, Brasil.

2017 - 2017

1ª Oficina Formação para o Turismo na Costa Leste/MS. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2017 - 2017

Introdução ao Quantum GIS (QGIS). (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2016 - 2016

Minicurso Philcarto. (Carga horária: 8h). , Associação do Geógrafos Brasileiros - Três Lagoas, AGB - TL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Geografia.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Geoprocessamento.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Sensoriamento Remoto.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVA, M. H. S. ; MIRANDOLA, Patricia Helena ; PINTO, A. L. ; MEDEIROS, G. N. ; BARROS, M. H. S. ; BRITO, R. M. ; FERREIRA NETO, M. ; BRAZ, A. M. ; FERREIRA, C. C. ; PINHO, R. G. ; SILVA, R. A. . XXII ENSUL - ENCONTRO SUL-MATO-GROSSENSE DE GEÓGRAFOS.. 2017. (Outro).

BARROS, M. H. S. ; MIRANDOLA, P. H. ; PEREIRA, R. . 1º Seminário do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e o 1º Encontro Multidisciplinar das Licenciaturas e Pós-Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Campus Três Lagoas e Bataguassu. 2015. (Outro).

BARROS, M. H. S. ; ROSADO, M. M. ; MIRANDOLA, P. H. ; MELO, P. H. R. ; COSTA, K. ; OLIVEIRA, G. ; PRATES, E. ; BARROSO, E. ; SORDI, C. ; SANTANDER, L. . Encontro do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Brasil - Cabo Verde (África). 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Geotecnologias na Gestão Pública 2017. 2017. (Outra).

XXII Encontro Sul-mato-grossense de Geógrafos - ENSUL."O USO DAS TIC'S NO ENSINO DE GEOGRAFIA: APROXIMAÇÃO ENTRE CONTEÚDOS E TÉCNICAS. 2017. (Encontro).

1 Seminário do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e o 1 Encontro Multidisciplinar das Licenciaturas e Pós-Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Campus Três Lagoas e Bataguassu.O ENSINO DE GEOGRAFIA: O USO DE KIT DIDATICO PARA O ENSINO DE HIDROSFERA NO 6 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DA ESCOLA PADRE JOÃO TOMES ? TRES LAGOAS/MS. 2015. (Seminário).

Palestra "Indisciplina na escola: Desafios e possibilidades". 2015. (Outra).

Palestra Medidas para Redução de Atropelamento de Animais Silvestres. 2015. (Outra).

I Encontro das Licenciaturas da UFMS, do II Seminário do Prodocência e do III Encontro do PIBID - UFMS 2014.Tirinhas e charges: linguagem alternativa no ensino de geografia.. 2014. (Encontro).

I Encontro de Educação Especial da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPTL. 2014. (Encontro).

Palestra: Jornadas de Junho e criminalização dos movimentos sociais. 2014. (Outra).

Palestra "Condições de segurança humana na América Latina". 2014. (Outra).

Palestra- Legislação Educacional e Politicas Publicas no Brasil. 2014. (Outra).

Seminário de instalação do programa de extensão Laboratório Multidisciplinar de Ensino e Aprendizagem (LEA/UFMS): A Universidade e a Formação Contínua de Pofessores no Exercicio da Docência na Educação Básica (FASE IV)a. 2014. (Seminário).

Aula Magna "A formação do pesquisador no campo dos estudos literários: proposição de um intinerário. 2011. (Outra).

Palestra "Cartografia da ficção brasileira contemporânea". 2011. (Outra).

Palestra " Sobre a variação no Português Brasileiro". 2011. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Andressa Soares

MIRANDOLA, Patricia Helena; CHAVEZ, E. S.;BARROS, M. H. S.. Mapeamento dos Potenciais e Atrativos Turísticos no Município de Três Lagoas/MS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luiz da Rosa Garcia Netto

MIRANDOLA, P. H.;GARCIA NETTO, L. R.; CHAVES, E. S.; OLIVEIRA, I. J.. CARTOGRAFIA APLICADA À AVALIAÇÃO DO POTENCIAL TURÍSTICO DAS PAISAGENS DO MUNICÍPIO DE PARANAÍBA - MS - BRASIL. 2020. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Luiz da Rosa Garcia Netto

MIRANDOLA, Patricia Helena; MARCACINI, R. M.;GARCIA NETTO, L. R.. Espacialização das potencialidades turísticas no municípios de Três Lagoas - MS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Eduardo Salinas Chavez

GARCIA, PATRICIA HELENA MIRANDOLA; NETTO, L. R. G.; OLIVEIRA, IVANILTON JOSÉ DE;SALINAS-CHÁVEZ, EDUARDO. Cartografía Aplicada a avaliacao do potencial turístico das paisajes do municipio de Paranaiba/MS- Brasil. 2020. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Patricia Helena Mirandola

ZONENAMENTO GEOAMBIENTAL E ABORDAGEM SISTÊMICA: subsídios para a consolidação do turismo na região da Costa Leste de Mato Grosso do Sul; 2020; Dissertação (Mestrado em GEOGRAFIA) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia;

Patricia Helena Mirandola

MONOGRAFIA TCC - ESTUDO DAS POTENCIALIDADES NATURAIS E TURÍSTICAS DOS MUNICÍPIOS DE TRÊS LAGOAS E BRASILÂNDIA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia;

Patricia Helena Mirandola

BOLSA IC - CONVENIO FUNDECT - ESTUDO DAS POTENCIALIDADES NATURAIS E TURÍSTICAS DOS MUNICIPIOS DE TRÊS LAGOAS E BRASILANDIA; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Est; Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia;

Patricia Helena Mirandola

MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DA TERRA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO PERIQUITO (MS) 2015-2016; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia;

Patricia Helena Mirandola

PIBID - Geografia; 2015; Orientação de outra natureza; (Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Patricia Helena Mirandola Garcia;

Eduardo Salinas Chavez

Cartografia aplicada à avaliação do potencial turístico das paisagens do município de Paranaíba - MS; 2020; Dissertação (Mestrado em GEOGRAFIA) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul,; Coorientador: Eduardo Salinas Chavez;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BRAZ, A. M. ; BRAZ, A. M. ; MIRANDOLA-GARCIA, P. H. ; BARROS, M. H. S. . Parâmetros de segmentação para a classificação supervisionada de imagens Landsat 8, CBERS-4 e Sentinel-2: análise comparativa e validação estatística. CIÊNCIA GEOGRÁFICA , v. 23, p. 196-213, 2019.

  • BARROS, M. H. S. ; MIRANDOLA, Patricia Helena ; BRITO, R. M. ; BRAZ, A. M. . Geotecnologias aplicadas a análise de fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Ribeirão Periquito (MS). CIÊNCIA GEOGRÁFICA , v. 23, p. 243-255, 2019.

  • CHAVEZ, E. S. ; MIRANDOLA, Patricia Helena ; BARROS, M. H. S. ; NETTO, L. R. G. . El estudio de los paisajes como fundamento para la evaluacíon del potencial turístico del municipio Paranaíba, MS, Brasil. Gran Tour: Revista de Investigaciones Turísticas , v. 19, p. 79-102, 2019.

  • BRITO, RAFAEL MARTINS ; GARCIA, PATRÍCIA HELENA MIRANDOLA ; BARROS, MATHEUS HENRIQUE DE SOUZA . RELAÇÃO ENTRE A FRAGILIDADE AMBIENTAL, QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE NO CÓRREGO SÃO DOMINGOS, TRÊS LAGOAS-MS. GEOSABERES REVISTA DE ESTUDOS GEOEDUCACIONAIS , v. 11, p. 12-31, 2019.

  • BARROS, M. H. S. ; MIRANDOLA, Patricia Helena ; MEDEIROS, G. N. ; BRAZ, A. M. . O USO DAS TIC?S NO ENSINO DE GEOGRAFIA: Aproximação entre conteúdos e técnicas. Revista Ensin@ , v. 1, p. 3-12, 2018.

  • MEDEIROS, G. N. ; BARROS, M. H. S. . O direito à educação no/do campo como um direito social do camponês indispensável à sua permanência no campo. REVISTA ELETRÔNICA DA ASSOCIAÇÃO DOS GEÓGRAFOS BRASILEIROS, SEÇÃO TRÊS LAGOAS , v. 1, p. 117-131, 2017.

  • BRAZ, ADALTO MOREIRA ; BARROS, MATHEUS HENRIQUE DE SOUZA ; BRAZ, AMANDA MOREIRA ; MIRANDOLA GARCIA, PATRICIA HELENA . Manejo e capacidade de uso das terras aplicando geotecnologias na bacia hidrogr?fica do c?rrego Lajeado Amarelo ? Tr?s Lagoas/MS. REVISTA CERRADOS (UNIMONTES) , v. 15, p. 237-264, 2017.

  • BRAZ, A. M. ; BRAZ, A. M. ; BARROS, M. H. S. ; MIRANDOLA-GARCIA, P. H. . Validação das Classificações das Imagens dos Satélites Landsat 8 e Sentinel-2 na Bacia Hidrográfica do Córrego Ribeirãozinho/MS. REVISTA ELETRÔNICA DA ASSOCIAÇÃO DOS GEÓGRAFOS BRASILEIROS, SEÇÃO TRÊS LAGOAS , v. 1, p. 47-58, 2017.

  • BARROS, M. H. S. ; MIRANDOLA, Patricia Helena ; PEREIRA, R. S. . O ENSINO DE GEOGRAFIA: O USO DE KIT DIDATICO PARA O ENSINO DE HIDROSFERA NO 6 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DA ESCOLA PADRE JOÃO TOMES ? TRES LAGOAS/MS. Ensina UFMS , v. 1, p. 51, 2016.

  • MIRANDOLA, Patricia Helena ; ROSADO, M. M. ; BARROS, M. H. S. . A UTILIZAÇÃO DE JOGOS APLICADOS NO ENSINO DE GEOGRAFIA - UM ESTUDO DE CASO EM CLASSE DE ACELERAÇÃO NA ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO TOMES - TRES LAGOAS MS. Ensina UFMS , v. 1, p. 25, 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BARROS, M. H. S. . Mapa de localização dos atrativos turísticos no perímetro urbano de Três Lagoas/MS. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

SILVA, R. A. ; BARROS, M. H. S. . Mapa de localização dos municípios da nova Costa Leste/ MS 2017. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

BARROS, M. H. S. . Mapa do Império Otomano em sua extensão maxima 1683 - 1699. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

BARROS, M. H. S. . Mapa de uso e cobertura da terra do município de Três Lagoas/MS - 2007. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

BARROS, M. H. S. . Mapa de localização do município de Sapezal/MT. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

BARROS, M. H. S. . Mapa de uso e cobertura da terra do município de Três Lagoas/MS - 2016. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    ZONENAMENTO GEOAMBIENTAL E ABORDAGEM SISTÊMICA: subsídios para a consolidação do turismo na região da Costa Leste de Mato Grosso do Sul, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Patricia Helena Mirandola Garcia em 13/04/2020., Descrição: A proposta de um zoneamento geoambiental através de uma abordagem sistêmica busca o fortalecimento de uma proposta pautada na oferta de diversos produtos cartográficos que possam subsidiar diretrizes quanto à indução das atividades turísticas, bem como, um plano para a consolidação do turismo na região da Costa Leste/MS. Deste modo, a hipótese apresentada neste projeto é de como o zoneamento geoambiental poderá contribuir para a consolidação do turismo na Costa Leste/MS, região que possui potencialidades, mas que ainda não despontou em suas atividades turísticas. A elaboração de um zoneamento Geoambiental apoiado numa metodologia com análises integradas pode subsidiar importantes decisões quanto às futuras atividades turísticas a serem desenvolvidas na região, bem como, a localização das principais potencialidades socioambientais para estas atividades. Portanto, utilizando de um método cartográfico e da aplicação das geotecnologias, é possível contribuir para a elaboração do zoneamento geoambiental como instrumento para a consolidação das atividades turísticas na região da Costa Leste/MS. O zoneamento se apoiará na análise integrada dos elementos socioambientais permitindo a constatação do estado ambiental das paisagens nesta região e das zonas ambientais e funcionais com potenciais para o turismo. E será elaborado do método cartográfico e aplicação das geotecnologias, apoiado na geoecologia das paisagens e uma perspectiva sistêmica. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Matheus Henrique de Souza Barros - Integrante / Luiz da Rosa Garcia Netto - Integrante / Adalto Moreira Braz - Integrante / Patricia Helena Mirandola Garcia - Coordenador / Lucas Henrique de Souza - Integrante / Andressa Soares - Integrante.

  • 2016 - Atual

    O TURISMO COMO INDUTOR DO FORTALECIMENTO DAS ECONOMIAS LOCAIS: O DESENVOLVIMENTO REGIONAL NA COSTA LESTE, MS, Descrição: O Turismo não se consolida sem o interesse local, começa com a manifestação de vontades, com organização, com investimentos e com a produção de documentos: planos, propostas, projetos. Só então as comunidades poderão almejar o apoio oficial para o sucesso dos seus empreendimentos e, para a consolidação como atividade econômica, que promova emprego e renda. A atividade turística, pela sua natureza, envolve a dimensão econômica, ambiental, político, social e cultural, agrega e capacita, em nível local e regional, podendo expandir-se. Pode envolver grande número de pessoas e de capital, cria e recria espaços diversificados e diferenciados. Apresenta-se em várias modalidades e sob diversas formas, de maneira sincrônica, nas escalas nacionais, estaduais, regionais e locais, com possibilidades de expansão para as regiões circunvizinhas. Assim, podemos afirmar que pode contribuir de maneira interessante, no arranjo espacial e no desenvolvimento regional. A complexidade de relações que pode gerar é tal, que impõe um desafio: a necessidade de um ordenamento disciplinado e rígido, que não tem uma metodologia própria, nem técnicas específicas de abordagem. Essa complexidade nos permite afirmar que o Turismo, enquanto atividade econômica deve ser abordado sempre em âmbito multidisciplinar. A Região Turística Costa Leste Sul-Mato-Grossense foi estabelecida a partir do PDTUR/MS ? Plano de Desenvolvimento do Turismo Sustentável em Mato Grosso do Sul (1998), que subdividiu o Estado em 07 (sete) macro-regiões turísticas. Fazem parte da Costa Leste os municípios, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas. De acordo com informações levantadas, nos últimos anos, esses municípios têm tentado se organizar e promover algumas iniciativas que venham contribuir com a consolidação da atividade na região. Foi o caso dos projetos para que a recebesse sinalização turística, por parte do Ministério da Integração Nacional e das tentativas de implementação de cursos de capacitação, profissionalizantes e de aperfeiçoamento para os envolvidos nas atividades relacionado ao turismo, além de esforços para a estruturação e comercialização de roteiros turísticos da Costa Leste mas, fato é que não houve a tão esperada consolidação. Numa região em que as atividades agropastoris e industriais se destacam, esta proposta pretende demonstrar que a consolidação das atividades relacionadas ao Turismo podem contribuir, e se constituir em fator a mais em prol do desenvolvimento econômico da região. O Turismo, enquanto atividade econômica, pode constituir-se em uma atividade econômica de apoio e pode estimular as atividades econômicas não-básicas associadas, como já observaram Christaller (1964), Perrin (1974) e Rochefort (1998). A consolidação de mais uma atividade econômica pode contribuir muito para um desenvolvimento regional de fato. Um dos diferenciais desta proposta é a utilização de Tecnologias de Informação e Inovação Tecnológica aplicadas ao Turismo. Segundo Pires (2010), a tecnologia da informação no turismo não é útil apenas para minimizar o esforço na escolha e compra de produtos e serviços atrelados ao turismo, pelo contrário, emprega-se em todo o ciclo desta atividade econômica. No contexto mais amplo, o objetivo geral é o estudo de viabilidade do turismo como indutor do fortalecimento das economias locais, com vistas à geração de uma proposta de desenvolvimento regional para a Região Turística da Costa Leste, MS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (6) . , Integrantes: Matheus Henrique de Souza Barros - Integrante / Patricia Helena Mirandola - Integrante / Luiz da Rosa Garcia Netto - Coordenador / Adalto Moreira Braz - Integrante / Ricardo Marcondes Marcacini - Integrante / Vitor Mesaque Alves de Lima - Integrante / Giseli Dalla Nora - Integrante / Débora Moreira Mello - Integrante / Luan Vinicius de Carvalho Martins - Integrante / Julio César Carnevali - Integrante / Alex da Silva Farias - Integrante / João Domingos Ferreira Mundim - Integrante / Amli Paula Martins de Miranda - Integrante / Marlon da Silva Velasques - Integrante / Rodrigo Guimarães Pinho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2015

    GEOTECNOLOGIAS APLICADAS NA DELIMITAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE (APP?S) DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS RIBEIRÃOZINHO E RIBEIRÃO PERIQUITO (MS), Descrição: O presente trabalho tem como área de estudo a Bacia Hidrográfica do Rio Ribeirãozinho e Bacia Hidrográfica Ribeirão Periquito (MS), fazem parte da rede de drenagem do município de Selvíria, a qual são afluentes do Rio Sucuriú e fazendo parte de uma importante região hidrográfica no estado de Mato Grosso do Sul. Formada pelo Rio Paraná a leste, Rio Verde ao Sul e Rio Quitéria ao norte. O Rio Sucuriú possui uma área aproximadamente 10.206 km, correspondida entre as coordenadas geográficas 19°30? a 21°06?S e 51° 30? a 52° 30?W. A Bacia Hidrográfica do Rio Ribeirãozinho está localizada entre as coordenadas geográficas 20° 23? 48? S, 52° 3? 16? W e 20° 19? 14? S, 51° 57? 8? W, e a Bacia Hidrográfica do Ribeirão Periquito está localizada entre as coordenadas geográficas 20° 32? 12? S, 51° 36? 34? W e 20° 22? 37? S, 51° 45? 6? W, são corpos d?água situados no município de Selvíria, afluentes da Bacia Hidrográfica do Rio Sucuriú. A importância dessas Bacias Hidrográficas, está relacionada ao planejamento hídrico do Estado, considerando que no território de Mato Grosso do Sul configuram-se 02 das 12 Regiões Hidrográficas do Brasil, conforme definidas pela Resolução n 32/2003 do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (BRASIL/CNRH, 2000; PERH-MS, 2009). Portanto, o ambiente estudado será estruturado da seguinte forma: a Bacia Hidrográfica do Rio Ribeirãozinho/Bacia Hidrográfica do Ribeirão Periquito (MS) são uma parte componente do Subsistema Bacia Hidrográfica do Rio Sucuriú, que tem como Sistema a Bacia Hidrográfica do Rio Paraná. Palavras-Chave: geotecnologias, teoria geral dos sistemas, planejamento ambiental, bacia hidrograficas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Matheus Henrique de Souza Barros - Integrante / Patricia Helena Mirandola - Coordenador / Karen costa - Integrante / Rafael Martins - Integrante / Eduardo Rocha - Integrante / Adalto Braz - Integrante / Andreia Rodriguez - Integrante / Thiago De Andrade Águas - Integrante / Luiz da Rosa Garcia Netto - Integrante / Celia Alves de Souza - Integrante / André Luiz Pinto - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Mapeamento das zonas ripárias em APP's de nascentes cultivadas com eucalipto na bacia hidrográfica do córrego Taboca (MS) com uso de geotecnologias - 2014-2015, Descrição: O presente trabalho tem como área de estudo a Bacia Hidrográfica do Córrego Taboca no estado de Mato Grosso do Sul localizada entre as coordenadas geográficas 20°21?60?S e 20°30?00?S referente a latitude e a 52° 02? 12? W e 52° 14? 60? W referente a longitude. O Córrego Taboca é um corpo d?água situado no município de Três Lagoas e faz parte da sub-bacia do Rio Sucuriú, no qual, é formada pelo Rio Paraná a oeste, Rio Verde ao Sul, Rio Pombo a leste e Rio Sucuriú, com uma área aproximadamente 10.206 km, correspondida entre as coordenadas geográficas 19°30? a 21°06?S e 51° 30? a 52° 30?W. As matas ciliares são formações vegetais de ocorrência ao longo de cursos d?água em locais sujeitos a inundações temporárias e podem ser compreendidas como sistemas florestais estabelecidos naturalmente em faixas às margens dos rios, são de grande importância para a manutenção do equilíbrio nas bacias hidrográficas (MIRANDOLA, 2006, p. 58). Elas atuam como protetoras nos cursos d?água reciclando nutrientes, equilibrando a temperatura da água, evitando o assoreamento e a erosão do solo, além de promoverem a sustentação do fluxo gênico entre as espécies da fauna e flora. Sua retirada acarreta em mudanças no micro-clima da região, altera a qualidade do solo e pode afetar diretamente os cursos d?água da Bacia Hidrográfica. Palavras-Chave: APPs, Geotecnologias, Bacias Hidrograficas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Matheus Henrique de Souza Barros - Integrante / Patricia Helena Mirandola - Coordenador / Thiago De Andrade Águas - Integrante / Luiz da Rosa Garcia Netto - Integrante / André Luiz Pinto - Integrante / Adalto Moreira Braz - Integrante / Karen Pereira Cristina Costa - Integrante / Rafael Martins Brito - Integrante / Gabriela Rodrigues Longo - Integrante / Andréia da Cruz Rodrigues - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS - Campus de Três Lagoas. , Avenida Ranulpho Marques Leal, Distrito Industrial, 79620080 - Três Lagoas, MS - Brasil, Telefone: (067) 35093400, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: Membro de Grupo de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Outras informações:
Membro do Grupo de Pesquisa - Diretrizes de Gestão Ambiental com uso de Geotecnologias (DIGEAGEO), vinculado ao Laboratório de Prática e Geoprocessamento (LAPEGEO) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus Três Lagoas (UFMS/CPTL)

2018 - 2020

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista CAPES do Programa de Pós Graduação em Geografia da UFMS, nível de Mestrado. Linha de Pesquisa: Dinâmica Ambiental e Planejamento

2016 - 2017

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2014 - 2016

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: PIBID, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.